Sei sulla pagina 1di 63

VITIMOLOGIA

Prof. Alexandre Herculano

xxxxx
xxxxx

(2013 VUNESP PCSP - Investigador) É considerado o pai da Vitimologia :

a)

Cesare Lombroso.

b)

Raffaele Garofalo .

c) Émile Durkheim .

d)

Benjamin Mendelsohn .

e)

Cesare Bonesana .

(Criminologia Polícia Civil 2018) Julgue os itens com base na Criminologia .

A Vitimologia é o estudo científico da extensão, natureza e causas da

vitimização criminal . Hoje em dia é um campo de estudo orientado para a ação ou formulação de políticas públicas .

(2017 IBFC - TJ-PE - Analista Judiciário) Um dos aspectos importantes a serem estudados na área da Psicologia Jurídica, diz respeito à Vitimologia . De acordo com

MESSA (2010): “A Vitimologia é o estudo da influência da vítima na ocorrência de um

delito, além de estudar os vários momentos do crime, desde a sua ocorrência até as suas consequências . Tem por objetivo estabelecer a relação existente entre o que determinou a aproximação entre a vítima e o criminoso, a permanência e a evolução

desse estado.(p . 67).

A autora apresentada cita em sua obra MENSELSOHN ( 1956 ) que classificou tipos de

vítimas . Dentre as classificações, há uma modalidade em que as vítimas são classificadas em: vítima infratora ; vítima simuladora e vítima imaginária . Assinale a alternativa que

apresenta o tipo de modalidade acima descrita :

a) Vítima mais culpada que o infrator

b) Vítima completamente inocente ou vítima ideal

c) Vítima unicamente culpada

d) Vitima de culpabilidade menor ou por ignorância

e) Vítima voluntária ou tão culpada quanto o infrator

(2014 VUNESP PCSP) Um dos primeiros autores a classificar as vítimas de um crime foi Benjamin Mendelsohn , que levou em conta a participação das vítimas

no delito. Segundo esse autor, as vítimas classificam -se em

menos culpadas que os criminosos ; criminosos e

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do

texto .

a) vítimas inocentes vítimas inimputáveis vítimas culpadas

b) vítimas primárias vítimas secundárias vítimas terciárias

c) vítimas ideais vítimas tão culpadas quanto os criminosos vítimas como

únicas culpadas d) vítimas tão participativas quanto os criminosos vítimas passivas vítimas colaborativas quanto aos criminosos

e) vítimas passivas em relação ao criminoso vítimas prestativas vítimas ativas

em relação aos criminosos

; vítimas mais culpadas que os

; vítimas

(2014 VUNESP PCSP) O comportamento inadequado da vítima que de certo modo facilita, instiga ou provoca a ação de seu verdugo é denominado

a)

vitimização terciária .

b)

vitimização secundária .

c)

periculosidade vitimal .

d)

vitimização primária .

e)

vitimologia .

(2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Julgue os itens, a respeito da Vitimologia. O comportamento da vítima em nada contribui para a ocorrência do crime contra si praticado .

(2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Julgue os itens, a respeito da Vitimologia. A Vitimologia estuda o papel da vítima no episódio danoso, o modo pelo qual participa, bem como sua contribuição na

ocorrência do delito .

(2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Julgue os itens, a respeito da Vitimologia. A Vitimologia nasceu como ramo das ciências jurídicas, por conta das observações feitas pelos estudiosos a respeito do

comportamento da vítima perante o ordenamento jurídico

em vigor.

(2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Julgue os itens, a respeito da Vitimologia. A Vitimologia surgiu, como ramo da Criminologia, em 1876, por meio da obra “O Homem Delinquente”, de Cesare

Lombroso .

(2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Julgue os itens, a respeito da Vitimologia. O comportamento da vítima sempre contribui para a ocorrência do crime contra si praticado .

(PCSP - VUNESP - 2014) Assinale a alternativa que contém os nomes dos precursores da vitimologia do século XX .

a) Hans von Heting e Benjamin Mendelsohn.
b) Cesare Bonesana e Raffaele Garofalo.

c) Émile Durkheim e Cesare Lombroso .

d) Francesco Carrara e Enrico Ferri . e) Michel Foucault e John Locke .

(PCSP - VUNESP - 2014) Do ponto de vista vitimológico, vítima falsa é aquela que:

a)

consente com a prática do delito .

b)

tolera a lesão sofrida pelo temor de perseguição por seu

algoz .

c)

se autovitimiza para obter benefícios para si .

d)

detém predisposição permanente e inconsciente para se

tornar vítima .

e) deixa de comunicar o crime sofrido às autoridades

competentes.

(PCSP - VUNESP - 2014) Os primeiros estudos sobre a vitimologia datam de 1901, tendo como, estudioso do assunto :

a)

Hans Gross .

b)

Enrico Ferri.

c)

Francesco Carrara .

d)

Adolphe Quetelet .

e)

Cesare Bonesana .

(PCSP - VUNESP - 2014) Os estudos de vitimologia são

relativamente recentes em matéria criminológica . Embora seja

possível citar referências históricas, tiveram grande impulso e ganharam corpo somente após :

a) o extermínio de judeus na Segunda Grande Guerra .

b) a abolição da escravatura na América do Sul.

c) a independência tardia dos países africanos, ex-colônias

europeias.

d) a grande depressão iniciada nos Estados Unidos da América após

a crise de 1929.

e) a exposição das fragilidades humanitárias da Europa Oriental após

(PCSP - VUNESP - 2014) Para a Vitimologia, a vítima agressora, simuladora ou imaginária também é conhecida por

a)

vítima inocente .

b)

vítima menos culpada que o criminoso .

c)

vítima tão culpada quanto o criminoso.

d) pseudovítima ou vítima totalmente culpada .

e) vítima ideal .

(PCSP - VUNESP - 2014) Assinale a alternativa correta, a respeito da

Vitimologia .

a) O comportamento da vítima em nada contribui para a ocorrência do

crime contra si praticado .

b) A Vitimologia estuda o papel da vítima no episódio danoso, o modo

pelo qual participa, bem como sua contribuição na ocorrência do delito .

c) A Vitimologia nasceu como ramo das ciências jurídicas, por conta das

observações feitas pelos estudiosos a respeito do comportamento da vítima perante o ordenamento jurídico em vigor.

d) A Vitimologia surgiu, como ramo da Criminologia, em 1876, por meio

da obra “O Homem Delinquente”, de Cesare Lombroso.

e) O comportamento da vítima sempre contribui para a ocorrência do

(PCSP - VUNESP - 2014) De acordo com Benjamim Mendelsohn, as vítimas são classificadas em:

a) vítimas primárias, vítimas secundárias e vítimas terciárias .

b) vítimas ideais, vítimas menos culpadas que os criminosos,

vítimas tão culpadas quanto os criminosos, vítimas mais culpadas

que os criminosos e vítimas como únicas culpadas.

c) vítimas desatentas, vítimas desinformadas, vítimas descuidadas, vítimas inocentes, vítimas provocativas e vítimas

participativas .

d) vítimas perfeitas, vítimas participativas, vítimas concorrentes, vítimas imperfeitas e vítimas contumazes .

e) vítimas inocentes, vítimas conscientes e vítimas culpadas.

( 2013 VUNESP - PC- SP - Escrivão de Polícia Civil) Entende -se por sobrevitimização

a) a vitimização secundária, a qual consiste em sofrimento causado à vítima pelas instâncias formais da justiça criminal.

b) a vitimização secundária, a qual consiste em efeitos decorrentes do crime, como, por

exemplo, o dano patrimonial, físico e moral sofridos pela vítima, como consequência do crime .

c) a vitimização primária, a qual consiste em discriminação oriunda do círculo de

relacionamentos familiares e sociais da vítima, em razão do delito.

d) a vitimização primária, a qual consiste em efeitos decorrentes do crime, como, por

exemplo, o dano patrimonial, físico e moral sofridos pela vítima, como consequência do

crime .

e) a vitimização terciária, a qual consiste em discriminação oriunda do círculo de

relacionamentos familiares e sociais da vítima, em razão do delito.

( 2013 VUNESP - PC -SP - Perito Criminal) Assinale a alternativa

correta . a) No modelo clássico (tradicional) de Justiça Criminal, a vítima é

encarada como mero objeto, pois dela se espera que cumpra seu papel

de testemunha, com todos os inconvenientes e riscos que isso acarreta.

b) A Vitimologia não possui relação com a Sociologia.

c) A Vitimologia não estuda a vítima e suas relações com o infrator e

com o sistema de persecução criminal.

d) A Vitimologia não possui relação com a Criminologia.

e) No modelo clássico (tradicional) de Justiça Criminal, a vítima é

encarada como sujeito passivo da relação jurídica, pois dela se espera que cumpra seu papel de ofendido, com todos os direitos e deveres

que isso acarreta.

( 2012 CESPE - TJ - RO - Analista Judiciário Psicologia) Acerca de vitimologia, assinale a

opção correta.

a) Independentemente de quem comete o crime ou de quem o sofre, os valores sociais e os

aspectos econômicos a ele associados são invariáveis .

b) A vitimização psicológica refere - se à depreciação afetiva, por negligência ou rejeição,

podendo resultar em baixa autoestima, que, por sua vez, conduz a insucessos e sofrimento.

Em relação a indivíduos vitimizados psicologicamente, observa - se, algumas vezes, a redução da capacidade de discriminação de estímulos e comportamentos agressivos, podendo as relações de solidariedade ser substituídas por laços de cumplicidade .

c) É de interesse da vitimologia o estudo do comportamento do delinquente com relação à

vítima, assim como o da vítima em relação ao delinquente, sendo irrelevantes, entretanto, os fatores que levariam a vítima a reagir ao ataque .

d) Casos como o de autoagressão com a finalidade de imputar esse ato de violência ao

cônjuge inserem - se na categoria vítima mais culpada que o delinquente .

e) De acordo com a classificação vitimológica , os indivíduos atingidos por bala perdida são

(2013 VUNESP - PC -SP - Papiloscopista Policial) O estudo da

vitimologia atual, baseada numa tendência política criminal

eficiente, privilegia

a) a assistência social ao delinquente, bem como um atendimento

eficiente do poder público.

b) a assistência psicológica à vítima e tratamento adequado ao delinquente, para sua recuperação . c) uma pena que recupere o delinquente, sociabilizando -o, com trabalho e educação.

d) uma punição exemplar para o delinquente, de forma que se

cumpra a função retributiva da pena . e) a reparação dos danos e indenização dos prejuízos da vítima .

( 2013 FCC - TRT - 15 ª Região (SP) Técnico Judiciário Segurança) Sobre a vitimologia, é correto afirmar que

a) pouco tem ainda contribuído para a formulação de políticas públicas, já que

nem sempre utiliza dados de interesse governamental.

b) a reparação do dano causado à vítima interessa e se constitui uma exigência

social.

c) a vulnerabilidade da vítima decorre de diversos fatores comuns, o que faz

com que o risco de vitimização seja equânime para as pessoas em geral, assim como o próprio delito.

d) os estudos de vitimologia têm auxiliado a compreensão do fenômeno da

criminalidade, a partir da introdução do enfoque de que algumas delas devem ser protegidas pelo Estado .

e) não deve ser definida em termos de direito penal, mas sim de direitos

humanos.

(VUNESPE 2015 - Polícia Civil do Ceará) Quando a vítima, em decorrência do crime sofrido, não encontra amparo adequado por

parte dos órgãos oficiais do Estado, durante o processo de registro e

apuração do crime, como, por exemplo, o mau atendimento por um

policial, levando a vítima a se sentir como um “objeto” do direito e

não como sujeito de direitos, caracteriza

a) vitimização estatal ou oficial.

b) vitimização secundária .

c) vitimização terciária.

d) vitimização quaternária .

e) vitimização primária.

OBRIGADO

PROF. NOME DO PROFESSOR