Sei sulla pagina 1di 6

Teste português – 6º ano

1ª PARTE
Leitura
Texto A
As Filhas de Faram

Faram e a mulher tinham duas filhas, a mais velha chamava-se Mate e a mais nova Secanhuma. Tanto
o pai como a mãe lhes diziam constantemente:
– Quando nós estivermos longe, fiquem sempre juntas e ajudem-se uma à outra.
– Claro – respondiam elas. – Nós somos muito amigas, havemos de nos proteger uma à outra a vida
5 inteira.
Um dia, na ausência dos pais, Mate teve que ir tratar das plantas que a família cultivava à beira do rio.
A irmã mais nova ainda não tinha forças para trabalhar no campo e, por isso, não a levou.
– É melhor ficares em casa e, como pode aparecer alguém para te fazer mal, fecha-te. Só abres a porta
quando me ouvires cantar assim: «Secanhuma yóó-bara».
10
Ali à porta andava um irã, um feiticeiro, que ouviu a conversa e pensou:
– Vou raptar esta menina.
Esperou que Mate se afastasse e pouco depois aproximou-se e cantou com voz fininha.
– Secanhuma yóó-bara... Secanhuma yóó-bara...
Convencida de que Mate resolvera voltar mais cedo do campo, Secanhuma abriu a porta e foi raptada
15
pelo irã que a levou para a terra dele. 1
Quando a irmã mais velha regressou, percebeu logo o que se tinha passado porque já sabia que aquele
irã raptava meninas. Desesperada, jurou a si própria que havia de ir buscá-la, mas o irã vivia muito longe.
– Talvez um pássaro me possa levar ate lá.
Para chamar a atenção dos pássaros saiu para o terreiro e pôs-se a dançar à roda de braços no ar e a
20
dizer em altos gritos:
– Preciso da ajuda de quem tem asas! Asas! Asas!
Os pássaros, admirados com aquele pedido, rodearam-na e perguntaram o que se passava. Mate lá se
explicou o melhor que soube e todos se dispuseram a levá-la à terra do irã, mas só o falcão tinha forças
para a transportar. Então Mate instalou-se nas costas do falcão e partiram para uma grande viagem por
25
cima da floresta. A certa altura avistaram umas cabanas que o falcão reconheceu.
– É ali!
– Tens a certeza?
– Tenho.
– Então desce, por favor.
30
O falcão desceu devagarinho por entre as copas das árvores e Mate nem esperou o momento de pisar
terra para se pôr a cantar:
– Secanhuma yóó-bara... Secanhuma yóó...
Numa daquelas cabanas vivia uma mulher velha e bondosa que tinha muita pena de Secanhuma porque
ela não parava de chorar. Assim que ouviu a cantiga, disse logo às outras mulheres da terra:
35 – Parece que a irmã mais velha de Secanhuma vem aí para a buscar. Ainda bem. E sou eu mesma que
lha entrego.
Apressou-se a libertá-la e foi com muita alegria que a empurrou para os braços de Mate. As duas
meninas
riam e choravam ao mesmo tempo, mas a velha ralhou:
40 – Despachem-se, que o irã pode chegar a qualquer momento e prender as duas. Vão-se embora e
façam a festa em casa!
Elas agradeceram muito, subiram para as costas do falcão e ele levantou voo, desta vez com alguma
dificuldade por causa do peso.
Os outros pássaros estavam à espera e nessa noite, noite de lua cheia, houve grande festa e todos
45
cantaram em coro até altas horas.

Magalhães, Ana Maria; Alçada, Isabel, Rãs, Príncipes e Feiticeiros, Caminho

1. Diz como se chamavam as filhas de Faram.


_______________________________________________________________________________________
2. Os pais das duas meninas ensinavam-lhes que quando eles se encontrassem longe deviam:
[marca com uma cruz (X) a resposta certa]
a) ir para casa dos avós, que moravam na floresta. ☐
b) ficar juntas e ajudarem-se mutuamente. ☐
c) ficar cada uma a fazer o que se lembrasse. ☐

3. As meninas concordavam com o conselho dos pais? Justifica a tua resposta.


_______________________________________________________________________________________
4. Por que razão Mate não levou a irmã para o campo?
_______________________________________________________________________________________
5. Mate combinou um código secreto com a irmãzinha, para a proteger de estranhos. Transcreve as palavras 2
que o compunham.
_______________________________________________________________________________________
6. De que modo Secanhuma se deixou enganar?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
7. “Os pássaros, admirados com aquele pedido”
7.1. Indica o recurso expressivo presente na frase acima transcrita e explica a tua opção.
_______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
8. Todos os pássaros se prontificaram a ajudar, mas só um deles era capaz. Explica esta afirmação.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
9. “vivia uma mulher velha e bondosa”
9.1. Indica o recurso expressivo presente na frase acima transcrita.
_______________________________________________________________________________________
10. Por que razão a mulher amiga de Secanhuma aconselhou as irmãs a irem embora?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

11. Indica os diferentes contextos espaciais onde se desenrolou a ação.


_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
12. No final do conto, há referência ao contexto temporal da ação. Indica-o.
_______________________________________________________________________________________
13. Indica a obra de onde foi retirado este conto.
_______________________________________________________________________________________
Texto B

Voar nas Asas da Fantasia

– Por que voam os pássaros?


– Por que voam eles e eu não?
Pergunta o menino ao gaio
Numa manhã morna de maio.

– Pudera eu sair deste chão!


Diz o menino... e olha o céu
Mas já tinha voado o gaio.
Diz-lhe o livro de soslaio:

– Mas podes viajar


Mais longe que os pássaros
Mesmo para além do tempo.
Anda, vem comigo voar.

Nas minhas páginas,


Ganharás asas
Que ao reino da Fantasia
3
E ao terreiro de Faram
Te hão de levar

Odete Boaventura, Inédito

14. Quantas estrofes compõem este poema?


_______________________________________________________________________________________
15. Como classificas cada uma das estrofes, relativamente ao número de versos?
_______________________________________________________________________________________
16. Diz qual o recurso expressivo nos dois primeiros versos da 1.ª estrofe.
_______________________________________________________________________________________
17. “Pergunta o menino ao gaio”
17.1. Indica o recurso expressivo presente no verso acima transcrito.
_______________________________________________________________________________________
18. O sujeito poético coloca duas questões. Quais são?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
19. O sujeito poético exprime o desejo de:
[marca com uma cruz (X) a resposta certa]
a) adquirir um jogo. ☐
b) andar de bicicleta. ☐
c) voar como os pássaros. ☐
20. O diálogo entre o menino e o gaio foi ouvido por um terceiro interveniente no discurso. Quem foi?
_______________________________________________________________________________________
21. Explica o convite e a promessa que o livro faz ao menino.
_______________________________________________________________________________________

2ª PARTE
Gramática
1. “Faram e a mulher tinham duas filhas”
1.1. Indica a classe e a subclasse da palavra sublinhada.
_______________________________________________________________________________________
2. Completa as frases, com os verbos indicados entre parênteses no pretérito mais-que-perfeito composto
do indicativo.
a) Secanhuma chorava muito. Ela já ________________ (pensar) que nunca mais veria os pais e a irmã.
b) Ela parou de chorar, porque lhe parecia que _____________________ (ouvir) o código que a irmã lhe
________________________ (ensinar) antes de ir para o campo.
3. Completa a seguinte grelha, com as formas verbais não finitas presentes nas frases.
a) Os pais iam avisando constantemente as meninas para não se separarem.
b) A mãe tinha sabido da existência de um feiticeiro que tinha raptado meninas sozinhas em casa.
c) Mate ainda não tinha regressado do rio e já o seu coração lhe dizia que a irmã estava em perigo.

4
d) “– Vou raptar esta menina” – foi logo o que o irã pensou, ao ver sair Mate para o campo.
Infinitivo
Gerúndio Particípio
Impessoal Pessoal

4. “Talvez um pássaro me possa levar até lá.”


4.1. Indica a classe e a subclasse das palavras:
a) “me” – classe:___________________________ subclasse:________________________________
b) “lá” – classe:____________________________ subclasse:________________________________
4.2. Refere o modo e o tempo da forma verbal sublinhada.
a) Modo:____________________________ b) Tempo:_____________________________________

5. Reescreve a frase que se segue, colocando o sujeito no singular.


“Os pássaros rodeavam-na e perguntaram o que se passava.”

___________________________________________________________________________________

6. Nas frases que se seguem, sublinha as orações subordinadas completivas.


a) Mate pediu à irmã que não abrisse a porta a ninguém.
b) Era possível que o feiticeiro chegasse a qualquer momento.
7. Nas seguintes frases complexas, delimita e identifica as orações subordinadas.
a) A velha mulher apressou as meninas para serem salvas do feiticeiro.
____________________________________________________________________________________

b) Qualquer outro pássaro levaria as meninas, se aguentasse o peso delas.


____________________________________________________________________________________

c) Quando o feiticeiro chegou, ele ameaçou a velha mulher.


____________________________________________________________________________________
8. Classifica, quanto à sua formação, as palavras:
a) feiticeiro: __________________________________________________________________________
b) desesperada: _______________________________________________________________________
9. Indica os grupos constituintes da seguinte frase:
“As duas irmãs voaram nas costas do falcão.”
a) GN _______________________________________________________________________________
b) GV _______________________________________________________________________________
c) GPrep ____________________________________________________________________________
9.1. Indica, agora, as funções sintáticas presentes na mesma frase.
______________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________
10. Classifica as funções sintáticas presentes na frase que a seguir te são indicadas.
“Mate, vamos para casa.”
5
a) Vocativo ________________________________________________________________________
b) Predicado _______________________________________________________________________
c) Complemento oblíquo ____________________________________________________________
3ª PARTE
Escrita
Proposta 1 – Reconto da história
Reconta a história, ordenando, primeiro, as pistas que te são dadas.
• O conselho dos pais
• Secanhuma fica sozinha em casa
• Tudo correria bem, se o feiticeiro não tivesse ouvido a conversa das duas irmãs
• O código que as irmãs usariam para que a porta não fosse aberta a estranhos
• Rapto de Secanhuma
• O falcão leva Mate à aldeia do feiticeiro
• Secanhuma é liberta
• Os pássaros e as irmãs fazem uma festa

Proposta 2 - Ler é uma aventura


Pensa em textos ou livros que mais te tenham encantado e surpreendido e explica como é que com eles
pudeste viajar “mesmo para além do tempo e do espaço”.