Sei sulla pagina 1di 5
Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão Departamento Acadêmico de Engenharia Química

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão Departamento Acadêmico de Engenharia Química Introdução aos Processos Químicos (QUI024) Prof. Dr. Douglas Junior Nicolin

LISTA DE EXERCÍCIOS #3

QUESTÃO 1.

Para economizar energia, gases de exaustão de um forno são usados para secar arroz. O fluxograma e os dados são mostrados na Figura Q6. Qual será a quantidade de gás reciclado (em lbmols) por 100 lb m de P, se a concentração de água no gás que entra no secador for 5,20%?

de água no gás que entra no secador for 5,20%? QUESTÃO 2. Figura Q1. Uma coluna

QUESTÃO 2.

Figura Q1.

Uma coluna de absorção é projetada para reduzir o teor de SO 2 do ar, conforme o esquema abaixo.

reduzir o teor de SO 2 do ar, conforme o esquema abaixo. Calcule: Figura Q2 (A)

Calcule:

Figura Q2

(A) A vazão volumétrica de água necessária para tratar 600,0 m 3 /dia a CNTP do ar rico em SO 2 , desejando-se remover 95% de SO 2 presente neste ar. (B) A razão entre as correntes de reciclo e de água fresca que deverá ser utilizada.

QUESTÃO 3.

O clorobenzeno (C 6 H 5 Cl), um importante solvente e intermediário na produção de muitos outros produtos químicos, é produzido borbulhando-se gás cloro através de benzeno líquido na presença de um catalisador de cloreto férrico. Em uma reação paralela indesejada, o produto é clorado para formar diclorobenzeno, e em uma terceira reação o diclorobenzeno é clorado para formar triclorobenzeno.

A alimentação de um reator de cloração consiste em benzeno praticamente puro e em um

gás cloro de grau técnico (98% em massa de Cl 2 , sendo o resto considerado impurezas gasosas de massa molecular média 25,0). O efluente líquido do reator contém 65,0% em massa de C 6 H 6 , 32,0% C 6 H 5 Cl, 2,5% C 6 H 4 Cl 2 e 0,5% de C 6 H 3 Cl 3 . O efluente gasoso contém apenas HCl e as impurezas que entram com o cloro.

(A)

Caros futuros engenheiros, determinem (i) a porcentagem pela qual o benzeno é fornecido em excesso, (ii) a conversão fracional do benzeno, (iii) o rendimento fracional de monoclorobenzeno, e (iv) a razão mássica de alimentação gasosa para a alimentação líquida.

(B)

Por que o benzeno seria fornecido em excesso e a conversão fracional mantida tão baixa nessa planta industrial?

(C)

O que pode ser feito com o efluente gasoso?

(D)

É possível usar cloro 99,9% puro (de grau analítico geralmente usado em laboratório) em vez de cloro de grau técnico usado no processo. Por que, provavelmente, isto não é feito? Sob que condições poderia ser interessante o uso de reagente de alta pureza em um processo comercial? (Dica: Pense em possíveis problemas associados com as impurezas em reagentes de grau técnico).

QUESTÃO 4.

Em uma planta de oxidação de amônia, uma mistura de NH 3 e ar com teor de NH 3 de 10,0%

é carga de um reator, onde ocorre a seguinte reação:

4 NH + 5O 4 NO + 6H O 2 NH + 3/2O N + 3H O

3

2

2

2

2

3

2

A conversão de amônia é de 96,0%. A amônia remanescente se decompõe no reator,

sendo que o H 2 gerado é transformado em vapor d’água. A reação combinada pode ser escrita como:

Calcule a composição dos gases efluentes do reator:

(A)

Em base úmida

(B)

Em base seca

QUESTÃO 5.

O

óxido de etileno (C 2 H 4 O) é um intermediário de alto valor que é usado para produzir glicol

e

polietileno glicol. O óxido de etileno é produzido pela oxidação parcial do etileno (C 2 H 4 )

usando um catalisador sólido em um reator de leito fixo:

2 4 + 1⁄2 2 2 4

Em adição, uma parte do etileno reage completamente para formar CO 2 e H 2 O:

2 4 + 3 2 → 2 2

+ 2 2

O produto gasoso que deixa o reator de leito fixo de produção de óxido de etileno apresenta

a seguinte composição, em base isenta de água: 20,5% de C 2 H 4 O, 72,7% de N 2 , 2,3% de

O 2 e 4,5% de CO 2 . Determine a porcentagem de ar em excesso baseada na reação desejada e a vazão mássica de alimentação do etileno, em libras por hora, para produzir 100.000 toneladas/ano de óxido de etileno.

QUESTÃO 6.

Ácido fluorídrico (HF) pode ser produzido pelo ataque do fluoreto de cálcio (CaF 2 ) pelo ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ). Uma amostra de fluorita (a matéria-prima) contém 75% em massa de CaF 2 e 25% de material inerte (que não reage). Emprega-se no processo ácido sulfúrico puro com um excesso de 30% em relação à quantidade teórica requerida. A maior parte do HF produzido deixa a câmara de reação na forma de gás, porém uma torta sólida é também removida da câmara contendo 5% do total de HF formado combinado com o CaSO 4 , o material inerte e o ácido sulfúrico não reagido. Quantos quilogramas de torta são formados para cada 100 kg de fluorita alimentada ao processo?

QUESTÃO 7.

Na combustão subterrânea do carvão em fase gasosa, vária reações químicas ocorrem, incluindo:

+ 1⁄2 2 2

2 + 1⁄2 2 2

4 + 3⁄2 2 → + 2 2

em que CO, H e CH 4 originam-se da pirólise do carvão.

Se uma fase gasosa, composta por 13,54% de CO, 15,22% de CO 2 , 15,01% de H 2 , 3,20% de CH 4 e o restante corresponde à N 2 , for queimada com 40% de excesso de ar, e considerando-se que todo CH 4 é consumido:

(A)

Qual a quantidade de ar que seria necessária para queima de 100 mols do gás;

(B)

Qual seria a análise do produto em base úmida?

(C)

Qual a análise de Orsat do produto?

QUESTÃO 8.

Carbono puro é queimado com oxigênio. A análise do gás de combustão é:

CO 2 75% em mol

CO 14% em mol

O 2 11% em mol

Qual foi a porcentagem em excesso de oxigênio utilizado? (Resolva este exercício utilizando balanços de massa por elementos).

QUESTÃO 9.

O processo mostrado na Figura Q9 é a desidrogenação de propano (C 3 H 8 ) para propileno (C 3 H 6 ), de acordo com a reação:

3 8 3 6 + 2

A conversão de propano a propileno, baseando-se na alimentação total de propano no reator em F 2 , é 40%. A taxa de escoamento do produto é 50 kgmols/h.

(A)

Calcule todas as seis taxas, de F 1 a F 6 , em kgmols/h.

(B)

Qual é a conversão percentual de propano no reator, baseando-se no propano fresco alimentado no processo (F 1 )?

no propano fresco alimentado no processo (F 1 )? QUESTÃO 10. Figura Q9. TiCl 4 pode

QUESTÃO 10.

Figura Q9.

TiCl 4 pode ser formado pela reação de dióxido de titânio (TiO 2 ) com ácido clorídrico. TiO 2 está disponível como um minério, contendo 78% de TiO 2 e 22% de inertes. O HCl está disponível como 45% em massa de solução (o restante é água). A conversão por passagem de TiO 2 é 75%. O HCl é alimentado no reator com 20% de excesso, baseando-se na reação. TiO 2 puro não reagido é reciclado para se misturar com a alimentação de TiO 2 .

2 + 4 → 4 + 2 2

Para 1 kg de TiCl 4 produzido, determine:

(A)

A massa em kg de minério TiO 2 alimentado.

(B)

A massa em kg de 45% em massa de solução de HCl alimentado.

(C)

A razão entre a corrente de reciclo e minério TiO 2 fresco (em kg).

(MM: TiO 2 79,9; HCl 36,47; TiCl 4 189,7)

QUESTÃO 11.

A Figura Q11 mostra o processo simplificado para fazer dicloro etileno (C 2 H 4 Cl 2 ). Os dados de alimentação foram colocados na figura. Noventa por cento de conversão de C 2 H 4 ocorrem em cada passagem pelo reator. A corrente de topo do separador contém 98% do Cl 2 , 92% do C 2 H 4 e 0,1% de C 2 H 4 Cl 2 . Cinco por cento do topo do separador são purgados.

Calcule:

(A)

A taxa de escoamento da corrente de purga;

(B)

A composição da corrente que é purgada do sistema.

taxa de escoamento da corrente de purga; (B) A composição da corrente que é purgada do

Figura Q11.