Sei sulla pagina 1di 20

CAP.

1 -LOGICA DIGITAL COM TRANSISTORES


BIPOLARES

Introdução
Transístores Bipolares
Logicas digital com transístores Bipolares (RTL, DTL, TTL e ECL)
▪ 1901 Rádio –A invenção do rádio é creditada ao inventor e cientista italiano Guglielmo
Marconi, nascido em 1874 na cidade de Bolonha. Desde menino demonstrando interesse
pela Física e Eletricidade, Marconi foi o primeiro a dar explicação prática aos resultados das
experiências de laboratório anteriormente realizadas por Heinrich Hertz.

▪ 1906 Tubo de vácuo (Áudio) -- A necessidade de controle do fluxo de elétrons, a corrente


elétrica, surgiu junto com o advento do rádio. Já em 1906, o Austríaco Robert von
Lieben havia inventado o tubo termoiônico com grade de controle

▪ 1943 Primeiro computador (ENIAC) -- O ENIAC começou a ser desenvolvido


em 1943 durante a II Guerra Mundial para computar trajetórias táticas que exigissem
conhecimento substancial em matemática, mas só se tornou operacional após o final da
guerra. pelos cientistas norte-americanos John Eckert e John Mauchly, da Electronic Control
Company
▪ Sua capacidade de processamento era de 5.000 operações por segundo;
▪ Criado na segunda guerra, tinha como principal finalidade cálculos balísticos;
▪ Possuía 17.468 válvulas termiônicas, de 160 kW de potência;
▪ 1947 Transistor --O transístor é um componente eletrônico que começou a popularizar-se
na década de 1950, tendo sido o principal responsável pela revolução da eletrônica na década de
1960. São utilizados principalmente como amplificadores e interruptores de sinais elétricos, além de
retificadores elétricos em um circuito, podendo ter variadas funções.

▪ 1958 Circuito integrado --A ideia de um circuito integrado foi levantada por Geoffrey WA
Dummer (1909-2002), um cientista que trabalhava para o Royal Radar Establishment (do Ministério da
Defesa britânico). Dummer publicou a ideia em 7 de maio de 1952 no Symposium on Progress in
Quality Electronic Components em Washington, D.C. O circuito integrado pode ser considerado como
sendo inventado por Jack Kilby de Texas Instruments e Robert Noyce, da Fairchild
Semiconductor,trabalhando independentemente um do outro. Kilby registrou suas ideias iniciais
sobre o circuito integrado em julho de 1958 e demonstrou com sucesso o primeiro circuito integrado
em função em 12 de setembro de 1958

▪ 1971 Microprocessador -- O primeiro microprocessador comercial foi projetado


pela Intel em 1971 para atender uma empresa japonesa que precisava de um circuito integrado
especial para as suas atividades. A Intel projectou o 4004, que era um circuito
integrado programável que trabalhava com registradores de 4 bits, 46 instruções, clock de 740 kHz e
possuía cerca de 2300 transistores.
Lei de Moore…

A microeletrônica é um ramo da eletrônica, voltado à


integração de circuitos eletrônicos, promovendo uma
miniaturização dos componentes em escala
microscópica.
▪ Vista sob dois aspectos: processos físico-químicos de
fabricação, assim como o projeto/design do circuito em si.
▪ Os componentes utilizados atualmente são da escala de
nanômetros. O conjunto desses componentes é chamado de
circuito integrado, ou simplesmente, chip.
▪ A redução do tamanho dos componentes vem obedecendo a
Lei de Moore…
▪ Três regiões de dopagem: emissor,
base, e coletor
▪ Duas junções PN: emissor-base e
base-coletor
▪ NPN ou PNP

▪ Silício 0,7V ou Germânio 0,3V


▪ Curva característica I/V
▪ As portas logicas com transitores bipolares fundamentais são:
▪ Resitor-transistor logic (RTL)
▪ Diode-transistor logic(DTL)
▪ Transistor-transistor logic (TTL)
▪ emitter-coupled logic (ECL)

▪ Os avanços na concepção destas portas têm por objectivo melhorar o desempenho da porta
nos seguintes aspectors:
▪ Velocidade de operação
▪ Consumo de energia
▪ Ruído
▪ Fan-out (Espalham)
▪ Bipolar Digital Lógica portões dependem da transição da saída de um BJT de uma lógica
nível para outro. No caso das portas lógicas TTL clássicas, esta transição ocorre entre o
Corte e saturação do transístor de saída. A velocidade a que qualquer porta opera é
Limitada pelas velocidades de transição dos seus transístores constituintes. Conforme
mostrado na Figura um inversor BJT.

A resposta de um inversor a um pulso digital.

Há quatro períodos de tempo.


• Tempo de Retardo td - t1 - t0
• Tempo de Saturação tr - t2 - t1
• Tempo de Ligado ts - t4 - t3
• Tempo de Corte tf - t5 - t4
▪ Resistor-Transistor Logic (RTL)
Circuitos lógicos compostos apenas por
resistores e transístores bipolares
▪ Resistor-Transistor Logic (RTL) Corrente da Base Corrente do coletor
Dimensione um circuito inversor tipo RTP, em
que saída é igual 4.10V, sabendo que Vcc=5V Vi - VBE IC = bdc IB
IB =
RB
▪ Desvantagens da Família RTL:

▪ Transistores operam na região de saturação, o que torna os

▪ circuitos mais lentos, pois a transição saturação-corte leva

▪ muito tempo.

▪ Portas RTL possuem um Fan-Out limitado pelo resistor de coletor. Reduzir esse resistor para
aumentar o Fan-Out, eleva o consumo de potência, que já é alto.
▪ O processo de carregamento da capacitância de saída é bastante lento.
▪ Circuitos lógicos compostos apenas por Vantagens da Família DTL:
resistores, díodos transístores bipolares
▪ Fan-Out é significativamente maior na família DTL em
comparação com a família RTL.

Desvantagens da Família DTL:


▪ O transístor de saída continua em saturação, tornando
a operação da porta lenta.
▪ O carregamento da capacitância de saída também é

realizada através do resistor de coletor, o que também


torna o circuito mais lento.
▪ Circuitos lógicos compostos apenas por Desvantagens da Família TTL:
transístores bipolares
▪ Circuito de Entrada tem o objetivo de retirar o
transístor da saturação mais rapidamente.
▪ Circuitos lógicos compostos apenas por Desvantagens da Família TTL:
transístores bipolares
▪ Circuito de Entrada tem o objetivo de retirar o
transístor da saturação mais rapidamente.
Tempos de saturação ≈ 2,2𝜏𝑓

Corrente do coletor Tensão na Reg. do


Coletor
VRC = IC x RC

Corrente da Base Tensão Coletor-emissor

Vi - VBE
IB = VCE = VCC - VRC
RB
Corrente do coletor

IC = bdc IB
Transitor mosfet do tipo N

Característica MOS para diferentes valores da tensão


porta-fonte.
Transitor mosfet do tipo N

Característica MOS para diferentes valores da tensão


porta-fonte.
Tipo de Transístor MOS
Determina a tabela de verdade dos circuitos abaixo