Sei sulla pagina 1di 19
COTAGEM Prof. Juliano Hawryluk juliano@uricer.edu.br 1
COTAGEM Prof. Juliano Hawryluk juliano@uricer.edu.br 1

COTAGEM

Prof. Juliano Hawryluk juliano@uricer.edu.br

Cotagem: Introdução • Somente a representação geométrica não é suficiente para a fabricação de peças

Cotagem: Introdução

Cotagem: Introdução • Somente a representação geométrica não é suficiente para a fabricação de peças ou

Somente a representação geométrica não é

suficiente para a fabricação de peças ou

construção de obras, assim se faz necessário

quantificar as dimensões (cotagem).

Cotagem Definir com exatidão as dimensões e a posição dos diferentes elementos da peça.

A cotagem requer o conhecimento das normas,

da peça. • A cotagem requer o conhecimento das normas, técnicas e princípios a ela associados,

técnicas e princípios a ela associados, além dos

processos de fabricação e das funções da peça

ou dos elementos que a constituem.

2

Cotagem: Aspectos gerais • Uma cotagem incorreta ou ambígua pode causar prejuízos na fabricação do

Cotagem: Aspectos gerais

Cotagem: Aspectos gerais • Uma cotagem incorreta ou ambígua pode causar prejuízos na fabricação do produto.

Uma cotagem incorreta ou ambígua pode causar prejuízos na fabricação do produto.

A cotagem requer a aprendizagem de um conjunto de

regras e princípios Interpretação da peça

indispensáveis para a definição,

controle.

A aprendizagem da cotagem pode ser dividida em três aspectos fundamentais:

- Elementos de cotagem;

- Seleção das cotas a serem escritas no desenho, levando em conta a função das peças ou elementos;

- Posicionamento das cotas facilitação da leitura e interpretação.

fabricação e o

a

3

Cotagem: Elementos da cotagem

Cotagem: Elementos da cotagem • Os elementos necessários para a cotagem são mostrados na Fig. 7.1.
Cotagem: Elementos da cotagem • Os elementos necessários para a cotagem são mostrados na Fig. 7.1.

Os elementos necessários para a cotagem são mostrados na Fig. 7.1.

OBS. Na Eng. Civil a unidade é o centímetro ou metro. Caso for

diferente deve ser identificada na legenda. Para cotas angulares usa-se o

grau (º).

na legenda. Para cotas angulares usa-se o grau (º). Símbolos: - Diâmetro ; R - Raio
Símbolos:
Símbolos:
legenda. Para cotas angulares usa-se o grau (º). Símbolos: - Diâmetro ; R - Raio ;

- Diâmetro ;

R - Raio ;

usa-se o grau (º). Símbolos: - Diâmetro ; R - Raio ; SR – Raio Esférico

SR Raio Esférico ; S

Esférico

Diâmetro ; R - Raio ; SR – Raio Esférico ; S Esférico OBS. Setas ou

OBS. Setas

ou flechas

– Raio Esférico ; S Esférico OBS. Setas ou flechas – ISO 129:1985 Espaço reduzido -

ISO

129:1985

Espaço

reduzido

- Quadrado

- Diâmetro

Cotagem

4

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 1. Sempre indicar as reais do cotas objeto, independentemente da

1.

Sempre

indicar

as

Inscrição das cotas nos desenhos 1. Sempre indicar as reais do cotas objeto, independentemente da escala
reais
reais

do

cotas

objeto,
objeto,

independentemente da escala usada;

2.

Cor dos caracteres: preta;

3.

Dimensão adequada a sua legibilidade, e serem do mesmo

tamanho.

4.

Não pode ser omitida nenhuma cota necessária para a definição da peça;

5.

Os elementos devem ser cotados preferencialmente na vista que dá mais informação em relação à sua forma ou à

sua localização (Fig. 7.5);

6.

Evitar cruzamentos de linhas de cota entre si e com

outros tipos de linhas (Fig. 7.6);

7.

As cotas devem preferencialmente ficar fora dos contornos

das peças (Fig. 7.7);

5

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8. As cotas devem ficar o mais próximo possível do
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8. As cotas devem ficar o mais próximo possível do

8.

As cotas devem ficar o mais próximo possível do detalhe a cotar (Fig. 7.8);

9.

Cada

elemento

deve

ser

cotado

apenas

uma

vez,

independente do número de vistas (Fig. 7.9);

10. Em casos especiais (fases intermediárias de fabricação) podem ser inscritas cotas auxiliares entre parênteses.

11. As cotas devem ser posicionadas sobre a linha de cota,

paralela a esta, e preferencialmente num ponto médio (Fig.

7.10). A ISO 129 também permite que as cotas seja lidas na

7.10). A ISO 129 também permite que as cotas seja lidas na posição horizontal (Fig. 7.11)

posição horizontal (Fig. 7.11) Nesse caso obriga-se a

interrupção da linha de cota;
interrupção da linha de cota;

12. Os algarismos da cota não devem ficar sobrepostos a nenhum outro detalhe do desenho, sejam arestas, eixos, etc. (Fig. 7.12);

13. Num desenho usar sempre as mesmas unidades (pref. mm).

As unidades não são indicadas nas cotas;

6

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 14. As cotas podem ser indicadas junto a uma das
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 14. As cotas podem ser indicadas junto a uma das

14. As cotas podem ser indicadas junto a uma das setas e a linha de cota interrompida (evitar linha muito longas) (Fig. 7.13);

15. Quando o espaço para cotagem é pequeno, mesmo para

indicação por ponto, pode-se usar uma linha para indicar o valor da cota (Fig. 7.14).

é pequeno , mesmo para indicação por ponto, pode-se usar uma linha para indicar o valor
é pequeno , mesmo para indicação por ponto, pode-se usar uma linha para indicar o valor

7

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos

Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8
Cotagem: Inscrição das cotas nos desenhos 8

Cotagem: Orientação das cotas

Cotagem: Orientação das cotas • As cotas devem sempre ser orientadas em relação à legenda da
Cotagem: Orientação das cotas • As cotas devem sempre ser orientadas em relação à legenda da

As cotas devem sempre ser orientadas em relação à legenda da folha de desenho (Fig. 7.15), de tal modo que

sejam lidas em duas direções perpendiculares entre si, a

parti do canto inferior direito da folha.

duas direções perpendiculares entre si , a parti do canto inferior direito da folha. Cotas oblíquas

Cotas

duas direções perpendiculares entre si , a parti do canto inferior direito da folha. Cotas oblíquas

oblíquas

Cotas

duas direções perpendiculares entre si , a parti do canto inferior direito da folha. Cotas oblíquas

angulares

Cotagem: Cotagem dos elementos

Cotagem: Cotagem dos elementos • A cotagem dos elementos é fundamental para sua definição, quer para
Cotagem: Cotagem dos elementos • A cotagem dos elementos é fundamental para sua definição, quer para

A cotagem dos elementos é fundamental para sua definição,

quer para sua forma, quer para sua posição. Ex. prismas,

cilindros, pirâmides, esferas, etc., externos ou internos.

1. Cotagem de forma: Fig. 7.18, 7.19, 7.20 e 7.21.

cilindros, pirâmides, esferas, etc., externos ou internos. 1. Cotagem de forma : Fig. 7.18, 7.19, 7.20
cilindros, pirâmides, esferas, etc., externos ou internos. 1. Cotagem de forma : Fig. 7.18, 7.19, 7.20
cilindros, pirâmides, esferas, etc., externos ou internos. 1. Cotagem de forma : Fig. 7.18, 7.19, 7.20

Cotagem: Cotagem dos elementos

Cotagem: Cotagem dos elementos 2. Cotagem de posição : Fig. 7.22. 2. Critérios de cotagem: Cotagem

2.

Cotagem de posição: Fig. 7.22.

Cotagem dos elementos 2. Cotagem de posição : Fig. 7.22. 2. Critérios de cotagem: Cotagem em
Cotagem dos elementos 2. Cotagem de posição : Fig. 7.22. 2. Critérios de cotagem: Cotagem em
Cotagem dos elementos 2. Cotagem de posição : Fig. 7.22. 2. Critérios de cotagem: Cotagem em

2.

Critérios de cotagem: Cotagem em série e paralelo

Cotagem 11
Cotagem
11

Cotagem: Critérios de cotagem

Cotagem: Critérios de cotagem 4. Critérios de cotagem : Cotagem por coordenadas – Fig. 7.28 .
Cotagem: Critérios de cotagem 4. Critérios de cotagem : Cotagem por coordenadas – Fig. 7.28 .

4. Critérios de cotagem: Cotagem por coordenadas Fig. 7.28.

de cotagem : Cotagem por coordenadas – Fig. 7.28 . 5. Critérios de cotagem: Cotagem de

5. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes

Cotagem 12
Cotagem
12

Cotagem: Critérios de cotagem

Cotagem: Critérios de cotagem 6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes 6. Critérios de cotagem:
Cotagem: Critérios de cotagem 6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes 6. Critérios de cotagem:

6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes

Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes 6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos repetidos
Critérios de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes 6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos repetidos

6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos repetidos

de cotagem: Cotagem de elementos eqüidistantes 6. Critérios de cotagem: Cotagem de elementos repetidos Cotagem 13

Cotagem: Critérios de cotagem

Cotagem: Critérios de cotagem 8. Critérios de cotagem: Cotagem de chanfros e furos OBS. Quando for
Cotagem: Critérios de cotagem 8. Critérios de cotagem: Cotagem de chanfros e furos OBS. Quando for

8. Critérios de cotagem: Cotagem de chanfros e furos

OBS. Quando for 45º, pode ser simplificado.
OBS. Quando for 45º,
pode ser simplificado.
e furos OBS. Quando for 45º, pode ser simplificado. 9. Critérios de cotagem: Cotas fora de

9. Critérios de cotagem: Cotas fora de escala e para inspeção

e furos OBS. Quando for 45º, pode ser simplificado. 9. Critérios de cotagem: Cotas fora de
e furos OBS. Quando for 45º, pode ser simplificado. 9. Critérios de cotagem: Cotas fora de

Cotagem: Cotagem de representações especiais

Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de meias vistas, de vistas parciais e interrompidas
Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de meias vistas, de vistas parciais e interrompidas

Cotagem de meias vistas, de vistas parciais e interrompidas

Cotagem de meias vistas, de vistas parciais e interrompidas Interrompida s além do eixo de simetria

Interrompida s além do

eixo de

simetria

parciais e interrompidas Interrompida s além do eixo de simetria • Cotagem de contornos invisíveis Cotagem

Cotagem de contornos invisíveis

parciais e interrompidas Interrompida s além do eixo de simetria • Cotagem de contornos invisíveis Cotagem

Cotagem: Cotagem de representações especiais

Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de desenhos de conjunto (separar cotas por peças) •
Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de desenhos de conjunto (separar cotas por peças) •

Cotagem de desenhos de conjunto (separar cotas por peças)

Cotagem de desenhos de conjunto (separar cotas por peças) • Cotagem de perspectivas (não recomendado –

Cotagem de perspectivas (não recomendado detalhes sem a V.G.)

Cotagem: Cotagem de representações especiais

Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de ajustes ou montagens • Cotagem de referência e
Cotagem: Cotagem de representações especiais • Cotagem de ajustes ou montagens • Cotagem de referência e

Cotagem de ajustes ou montagens

Cotagem de representações especiais • Cotagem de ajustes ou montagens • Cotagem de referência e anotações
Cotagem de representações especiais • Cotagem de ajustes ou montagens • Cotagem de referência e anotações

Cotagem de referência e anotações

Cotagem de representações especiais • Cotagem de ajustes ou montagens • Cotagem de referência e anotações
• Seleção das cotas Cotagem: Seleção das cotas Os processos de fabricação são fundamentais na

Seleção das cotas

Cotagem: Seleção das cotas

• Seleção das cotas Cotagem: Seleção das cotas Os processos de fabricação são fundamentais na seleção

Os processos de fabricação são fundamentais na seleção de

cotas

O desenho deve conter todas as informações necessárias

para sua fabricação. Deve-se ter em mente o processo

de fabricação. EX. Não faz sentido definir cotas sobre

superfícies onde o operador não tem acesso.

Cotagem funcional

. EX. Não faz sentido definir cotas sobre superfícies onde o operador não tem acesso. •
. EX. Não faz sentido definir cotas sobre superfícies onde o operador não tem acesso. •

18

Cotagem: Aplicação em CAD • Os programas em CAD 3D parametrizados permitem alterações nas cotas,

Cotagem: Aplicação em CAD

Cotagem: Aplicação em CAD • Os programas em CAD 3D parametrizados permitem alterações nas cotas, sendo

Os programas em CAD 3D parametrizados

permitem alterações nas cotas, sendo as

alterações nas geometrias feitas de forma

automáticas.

Nem sempre as cotas usadas para a

na

sólido

construção

fabricação.

do

são

usadas