Sei sulla pagina 1di 13

c 


 
 

        


   

 
   
      


J  
   

 (Mt 28.18)

Quando você está lendo um livro em um quarto escuro e acha isto difícil, leva -o para
perto de uma janela para receber mais luz. Da mesma forma, leve sua Bíblia a Cristo.




 

Cristo é o alvo das Escrituras.

 


A Escatologia bíblica é uma questão não de calendário, mas de Cristologia.


 

A Igreja de hoje, em grande parte, perdeu seu Norte, pois o ensino perdeu
seu foco na Cristologia. E isto é verdade também na Escatologia. O que se
vê é que a Escatologia está mais aproximada em moldes de
͞Nostradamus͟ do que da própria Escritura, especulações ͞proféticas͟
estão tomando lugar da Cristologia, o entendimento do senhorio de Jesus
Cristo, o poder do Evangelho de Jesus Cristo, a vitória do Reino de Cristo.
Como disse um cristão da antiguidade: ͞Ignorar a Escritura é ignorar a
Cristo͟. (Jerônimo). Devemos buscar Cristo todo tempo nas Escrituras, e
somente uma linha escatológica faz isso com maestria: o pós-milenismo.
As doutrinas mais populares dos dias de hoje não estão gerando cristãos
mais gratos pelo Senhorio de Cristo, estão gerando crentes mimados,
ingratos e escapistas; as doutrinas mais atraentes de hoje não estão
encorajando o crente para a glória de Deus, mas tão somente estimulando
o interesse próprio e egoísta. O Evangelho está diluído e não mais
impulsiona para as missões. Isto é resultado de algo específico: Cristo não
é o alvo das Escrituras na maioria dos púlpitos. Naturalmente isso tem
afetado também a Escatologia.

A Igreja, no momento, em grande parte, tem perdido a convicção que o


Cristo que exerce controle absoluto sobre a história da humanidade tem
um PROPÓSITO REVELADO INERRANTE, INFALÍVEL E SOBERANO. E neste
desvio temporário a igreja não age com sabedoria nem com justiça. De
modo geral, a Igreja tem abandonado a Cristologia e abraçado o
sensacionalismo apocalíptico.

Consideraremos primeiro várias passagens que reforçam o


entendimento correto da Cristologia:

D 
  
    !"
 #


D $D#$% &#'
(
!"
 )* 

 )+



 
  !



(
, )
,
#
! (Salmo 2.6-9)

De acordo com Paulo, o salmo 2.7 foi cumprido na ressurreição de Jesus.


Jesus Cristo, o filho de Davi, está agora entronizado na Sião celestial em
razão de sua ressurreição dentre os mortos e ascensão à destra de Deus.
Por meio de sua morte e ressurreição, ele tem justa autoridade sobre as
nações, e teve apenas que pedir ao Pai que elas lhes fossem dadas como
sua herança (v. 8).
O versículo 7, ͞Tu és meu Filho, eu hoje te gerei͟, é citado pelo apóstolo
Paulo em Atos 13.33, num sermão evange lístico na sinagoga em Antioquia
da Pisídia: ͞A promessa que foi feita aos pais Deus a cumpriu a nós, seus
Įlhos, ressuscitando a Jesus; como também está escrito no salmo 2: Meu
Į lho és tu, hoje te gerei͟.

O QUE FALTA AO CRISTO RESSURRETO E EXALTADO PARA DOMINAR O


MUNDO, JÁ QUE ESTE DOMÍNIO ESTÁ DENTRO DE SEUS DESÍGNIOS?
RESPOSTA: APENAS SUA VONTADE!

Como este poderoso Jesus Cristo tomará as nações como herança? A


resposta está em Mateus 28.18-20:


+ ##- $%

  

!.D"%/ %&/0D..1"23D%//
/45D-  "&#D 

 6   (

 7 
 !D
7    8  )  #!

É importante observar que no mandamento de Cristo aos discípulos na


Grande Comissão é dito: ͞  
    

!
"
 -  # )*͙͟ (Mt 28.18,19). A oferta
do Pai de fazer das nações a possessão do Filho é realizada por meio da
GRANDE COMISSÃO.

ESTA É A ESCATOLOGIA FOCADA EM CRISTO!


; medida que a igreja, em obediência, pr ega o evangelho e Cristo envia o
Espírito para vitalizar essa proclamação. Aquelas nações que resistem à
autoridade do Messias ressurreto e assunto estão em perigo de serem
destroçadas em pedaços com uma vara de ferro (2.9), assim como o Israel
rebelde na destruição de Jerusalém (70 d.C.).

Vejamos outro texto:

3

 D #  

   

6

 #


# )*!"D  

  #7(
 )*! (Salmo 22.27,28)

O Cristo crucificado, ressurreto e exaltado EXPANDE seu Domínio em


todos os cantos da terra. E esta expansão se dá através da pregação da
Palavra pela Igreja do Cristo crucificado e ressurreto!

͞%#

͟ (Gn 12.3). Ler os textos nesta luz ajuda o


crente do Novo Testamento a evitar expectativas ͞mi nimalistas͟ com
respeito ao sucesso final da Grande Comissão. MULTIDÕES, NAÇÕES,
ADORARÃO A CRISTO. A IGREJA VERDADEIRA NÃO DEVE SE CONTENTAR
COM POUCOS MEMBROS!

Examinemos outro Salmo:

 #


    

! 

 # 
 (#
9!"(#

%,
#6
,
,#
)
 !D


 
 #6
 )*
!(Salmo 72.8-11)
Esse domínio já é real num sentido espiritual com Cristo agora sentado à
destra de Deus, bem acima de todo governo e autoridade e poder e
domínio, com todas as coisas debaixo dos seus pés (Ef 1.20-22):

7#+
#

   

- 
 
8
 #(
 # 
  
 
  7 


 9

  #   
!D : 
+  

 )
 D2;.<D/
=<
  >!

E este domínio está também em processo de ser progressivamente


cumprido na História à medida que a igreja prega o evangelho no poder
do Espírito ʹ uma mensagem com poder divino para destruir fortalezas
(2Co 10.4,5):

"
7
 #    
 

 



#- #  9#-7
#   
    #  
  8? 
!

ESTE É O FOCO: CRISTO, CRISTO, CRISTO! SUBREPUJANDO TODAS AS


COISAS COM TODO PODER.

O Salmo 110 sanciona:


D  
$/ 8 
 7
  (+ !D   
, 

 
- $  
 (! (Sl 110.1,2).

O apóstolo Pedro declarou no dia de Pentecoste que o salmo 110.1 tinha


sido cumprido na ressurreição e ascensão de Jesus Cristo, Atos 2.30-33:

  
 7#'
7
    
 
 
 

 8



) 
7 + 
  

+ 
  

 ) !/
 7 9
 !D+# 8
 
 
"
D 
 

=D 
>7
!

No versículo 34 e contexto, Pedro cita especificamente o salmo 110.1 em


relação à ressurreição e exaltação de Jesus como Senhor e Messias:

V. 34 "
7  # #
$
 
 
$/ 8 


V. 35 /% @2D   ( 



 ! 

V. 36 D'#  
  .
#7
79
  - 

!

O Cristo ressurreto está agora à destra de Deus, e está agora em processo


de subjugar seus inimigos.
No Novo Testamento, Cristo estar à mão direita de Deus é entendido em
termos do seu reinado no céu (At 2.33,34; 5.31; 7.55,56; Rm 8.34; Ef 1.2 0;
Cl 3.31; Hb 1.3; 10.12; 1Pe 3.22), e não em termos de um reinado físico na
terra. ʹ A AFIRMAÇÃO CALVINISTA ͞CRISTO REINA!͟ nunca foi tão
verdadeira estando inserida nesse exato contexto.

Observemos a expressão ͞/% @2D͟ ʹ ͞/ 8 


/% 
@2D   ( 

 !Cristo
permanece no céu enquanto seus inimigos estão sendo subjugados e at é
que esse processo seja completado.

Essa referência temporal tem implicações importantes para as esperanças


do crente quanto ao sucesso da causa de Cristo na presente era da igreja,
antes do seu retorno físico no final da História. De acordo com o salmo
110.1, Cristo não precisa estar fisicamente presente na terra para subjugar
seus inimigos espirituais; isso ele faz enquanto ainda à mão direita do Pai
no céu; Cristo já tem todo poder no céu e na terra.

ESTE PODER, E NÃO OUTRO, AGORA, E NÃO NA ETERNIDADE!

͞%
   

!. 
 -
  # )*͟. (Mt 28.18,19).

D7#
(
 - 
 
 7

(  , 
) 
67#+
# 


   



-  
8
 
#(
 #! (Ef 1.19,20).
No versículo 19, Paulo enfatiza O GRANDIOSO PODER DE CRISTO,
empilhando sinônimo sobre sinônimo. ͞Ele não o chama apenas de grande
poder͟, observa Thomas Goodwin, ͞mas ͚(
 - 
A, e não
contente com isso, ele é   
## (, A GRANDEZA
EXCESSIVA, SOBREEXCELENTE, SUBLIME, SOBREPUJANTE E TRIUNFANTE
DO SEU PODER.͟

O poder (dunamis) de Deus que Paulo enfatiza não é simplesmente uma


qualidade abstrata, mas uma realidade que é conhecida de acordo com
sua operação e pode ser vista e percebida.

O grande poder (kratos) mencionado é algo sobrepujante e prevale cente:


͞é uma grandeza conquistadora e prevalecente do seu poder que é capaz
de subjugar todas as coisas͟, escreve Goodwin.

Paulo revela essa visão impressionante do Cristo ascendido não como um


exercício teológico teórico, MAS PARA DESAFIAR A IGREJA FIEL A SE
APROPRIAR DESSE PODEROSO PODER ESPIRITUAL EM SUA VIDA INTERIOR
E NA MISSÃO AO MUNDO. A Igreja tem autoridade e poder para
sobrepujar toda oposição.

SERÁ QUE HÁ MAIOR ENCORAJAMENTO PARA OBEDECER A GRANDE


COMISSÃO? A autoridade e poder de Cristo estão bem acima de todo
nome que pode ser nomeado. ESTÁ É A ESCATOLOGIA POR EXCELÊNCIA:
CRISTOLOGIA.

Esta conclusão é extraordinária:


͞O obstáculo mais sério ao sucesso da missão da igreja não é o poder de
seus oponentes espirituais, mas a própria fraqueza de fé da igreja e a
compreensão parcial dos recursos invencíveis que são seus em Cristo
Jesus͟.

AS PORTAS DO INFERNO NÃO PODEM PREVALECER CONTRA O PODER


ESPIRITUAL ONIPOTENTE DO CRISTO EXALTADO. É essa perspectiva
vitoriosa e confiante que permeia o entendimento do salmo 110.1 por
Paulo em 1 Coríntios 15.20-28:



  

 #
 
7
!B7
 
  




) 
!"
7 / 


 
 
!

 

9

$

 6 7 

  !D  
,7 # 
(

 
"7 


    
 
!"
7   7#
  7' 
 (+ !C# (

 

!"
7 '+ !D7 -7
 # ' 
 + #7#7#

 !@  
 #
'  

9
&# '
,87#7 #
' 
7'!

Paulo fala do reino ativo de Cristo no contexto de uma discussão sobre a


ressurreição final dos crentes. No versículo 25, Paulo declara que Cristo
deve reinar até que todos os inimigos tenh am sido subjugados ʹ uma clara
alusão ao salmo 110.1.
De acordo com o versículo 24, então, devemos entender que a segunda
vinda ocorre após Cristo ter destruído ͞toda a potestade e força͟. Cristo
está agora reinando no céu à mão direita do Pai e no processo de subjugar
seus inimigos. Esse é o ponto da citação que Paulo faz d o salmo 110.1 no
versículo 25: Cristo governa desde o céu até que todos os inimigos, exceto
a morte, sejam subjugados; então, na segunda vinda, a ressurreição
mostra que mesmo a morte é vencida (v. 26, ͞o último inimigo͟). Somente
depois Cristo entrega o reino ao Pai. Deus delega seu reinado a Cristo por
um período definido, ͞desde a ressurreição de Cristo͙ até a sua 
,
e para um fim definido, a aniquilação de todos os poderes hostis͟.

O período entre os dois adventos é o período do reinado vitorioso de


Cristo, e quando ele vir novamente não será para instituir seu reino, mas
para colocá-lo aos pés do Pai.

1Co 15-22-26 DEVE SER UM COMBUSTIVEL PROPULSOR PARA AS


MISSÕES. A igreja não tem que esperar até Cristo estar fisicamente
presente na terra para esperar uma vitória substancial em face de seus
inimigos espirituais. CRISTO, O REI TODO-PODEROSO, REINA NO CÉU
AGORA, E SEU PODER INVENCÍVEL ESTÁ DISPONÍVEL ; IGREJA EM SUA
MISSÃO se apenas os crentes pela fé se apropriarem dos excessivamente
grandes recursos espirituais que são deles (Ef 1.19-23).:

D7#
(
 - 
 
 7

(  , 
) 
67#+
#


   



-  
8
 
#(
 # 
    

  7 


 9 
  #
   
!D : +  


 )
 D2;.<D/7#  

# 7#7  ! 
A cristologia de Paulo é a chave para a sua v isão da História cristã, e
compartilhar essa visão pode estimular as missões cristãs de modo ainda
inimaginável.

͞  
   

 ͟, disse Jesus aos seus


discípulos após a ressurreição (Mt 28.18). ͞"%/ %-  #
 )*͟ (Mt 28.19).

A palavra PORTANTO (oun) tem força particular. ͞Ela coloca todo o poder
e autoridade de Cristo por detrás da comissão de evangelizar o mundo.

A igreja pode sair com alegria ao mundo com a convicção de que sua
atividade missionária cumpre os eternos propósitos redentores de Deus e
será abençoada com o poder sobrenatural e a autoridade invencível do
próprio Cristo ressurreto, que está com seu povo até a consumação dos
séculos (Mt 28.20).

ESTA ESPERANÇA DE VITÓRIA FINAL DA IGREJA SOBRE TODOS OS


INIMIGOS DO EVANGELHO NÃO SIGNIFICA QUE A IGREJA NÃO
ENCONTRARÁ OPOSIÇÃO E CONFLITO EM SUA MISSÃO, MAS QUE CRISTO
GARANTE:

͞/ 
 
 
# 
  
#[a Igreja]͟. (Mt 16.18).

O apóstolo Paulo certamente experimentou oposição de todos os tipos


durante seus labores missionários e, todavia, estava confiante da vitória
por causa do poder espiritual de Cristo que era seu. No contexto da
oposição por parte dos falsos apóstolos (2Co 11.12-15), Paulo, em 2
Coríntios 10:3-5, lembra os cristãos coríntios que seu ministério não
dependia de poder humano:

V.3 "
7
    
 #(  
!

V.4 "
7
 #    
 

 



#- #  9

V.5 #-7#   


    
#     8? 
!!!

͞Não há razão͙ para o servo de Cristo temer diante de qualquer oposição


ao seu ensino, não importa quão formidável͟, escreveu Calvino. ͞Que ele
então persevere a despeito de tudo, e vencerá todos os tipos de
maquinações.͟

&# 9  #


 
7

 7#7,977#7,  ! (1Jo
4.4).

Enquanto Cristo ainda está no céu à mão direita do Pai, Deus envia de Sião
(a igreja, Hb 12.22,23) o cetro (o Evangelho, a Palavra de Deus) poder oso
do seu Filho, para que ele possa governar no meio dos seus inimigos. O
REINADO CELESTIAL DE CRISTO É EXERCIDO E AMPLIADO ; MEDIDA QUE A
IGREJA NA TERRA SAI NO PODER DO ESPÍRITO PARA CUMPRIR A GRANDE
COMISSÃO.

Como observado anteriormente, a perspectiva pós-milenista não é tanto


uma questão de cronologia, mas de cristologia ʹ um foco sobre a
magnificência e o poder do Senhor ascendido e a grandeza do seu poder
que está disponível à igreja em sua missão.
  

/ %/45D$/ .DDD D0D

D !     c 


Autor: John Jefferson Davis
Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto / Editora Monergismo. 2009.

LINK DA LOJA:

http://www.editoramonergismo.com.br/index.php?page=shop.product_details&flypage=flypa
ge.tpl&product_id=116&category_id=15&option=com_virtuemart&Itemid=71