Sei sulla pagina 1di 6

Diálogos , Português, 7.º ano

Teste de avaliação

Diálogos , Português, 7.º ano Teste de avaliação Nome N.º Turma Data Avaliação Professor(a) GRUPO

Nome

N.º

Turma

Data

Avaliação

Professor(a)

GRUPO I

Segue estes passos:

a. Lê, com atenção, os itens abaixo.

b. Ouve a gravação áudio intitulada Biografia de uma bióloga.

c. Responde aos itens que se seguem.

d. Ouve o texto pela segunda vez, para verificares as tuas respostas.

1. Organiza os principais momentos da vida de Maria Ana Dias Peixe por ordem cronológica, do mais antigo para o mais recente.

A. Viajou até à Madeira, às ilhas Selvagens e às Desertas.

B. Trabalhou numa organização não governamental de conservação da Natureza.

C. Formou-se em Biologia.

D. Doutorou-se em Biologia.

E. Nasceu nas Caldas da Rainha.

2. Para cada item (2.1. a 2.3.), seleciona a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do texto. Escreve o número do item e a letra que identifica a opção escolhida.

2.1. Dá-se o nome de aves limícolas às aves que

a. vivem no estuário do Tejo.

b. costumam voar ao sabor das ondas.

c. habitam no lodo.

2.2. O interesse de Maria Ana Peixe Dias pela Biologia terá surgido

a. quando se formou em Biologia.

b. durante o tempo em que viveu em Oeiras.

c. ao escrever o livro Lá Fora Guia para descobrir a natureza.

2.3. Na viagem que fez às ilhas Desertas e às Selvagens, Maria Ana Dias Peixe adquiriu conhecimentos sobre

a. aves limícolas.

b. aves marinhas.

c. flores e moluscos.

Diálogos , Português, 7.º ano

Lê o texto.

GRUPO II

Diálogos , Português, 7.º ano Lê o texto. GRUPO II Cientistas desvendaram o mistério da forma

Cientistas desvendaram o mistério da forma dos ovos

A incógnita borbulhava há séculos na cabeça dos biólogos porque é que

os ovos de diferentes espécies de aves têm diferentes formas. O mistério foi agora desvendado e a resposta está na forma das suas asas.

A investigação, publicada esta semana na revista Science, desvenda um

5

velho mistério da biologia e explica o que é que, afinal, determina a forma

dos ovos das aves.

Recorrendo a conceitos da biologia, da matemática, da física e da ciência computorizada, uma equipa de cientistas de universidades americanas apurou que quanto mais forte for a ave na capacidade de voo, mais longos

10

ou pontiagudos serão os seus ovos. Os investigadores começaram por criar um programa de computador para catalogar a variação natural da forma dos ovos de 1400 espécies. Conseguiram, assim, abranger quase 50 mil ovos das principais ordens de aves [

15

Depois criaram um modelo matemático para explicar essa variação, procurando ligações entre a forma dos ovos e as características das aves. Concluíram assim que a forma do ovo está relacionada com a habilidade

para voar, verificando-se “uma forte correlação a ligar as aves que têm ovos

que são elípticos e assimétricos com uma forte capacidade de voo”, como

20

explica L. Mahadevan, um investigador da Universidade de Harvard. [ ] As grandes voadoras terão desenvolvido formas de corpo aerodinâmicas que influenciam a configuração dos seus órgãos e, logo, do sistema reprodutivo e da forma dos seus ovos. [ ] Assim, o que explica que pássaros como o albatroz e o beija-flor, que são

25

muito diferentes, tenham ovos elípticos com formas parecidas é o facto de serem ambos excelentes voadores. Já as corujas, que têm fraco potencial de voo, têm ovos quase esféricos, tal como as galinhas.

Susana Valente, in www.zap.aeiou.pt, 01-07-2017 (consult. em 21-01-2018, adaptado e com supressões)

1. Para cada item (1.1. a 1.4.), seleciona a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do texto. Escreve o número do item e a letra que identifica a opção escolhida.

1.1. De acordo com o estudo dos cientistas,

a. não há justificação para a forma arredondada ou alongada dos ovos.

b. a forma dos ovos relaciona-se com a capacidade de voo das aves.

c. os ovos das galinhas e dos albatrozes têm formas idênticas.

d. a cor dos ovos deve-se às características físicas dos ovos.

Diálogos , Português, 7.º ano

1.2. A jornalista afirma que o estudo

Português, 7.º ano 1.2. A jornalista afirma que o estudo a. foi liderado por uma equipa

a. foi liderado por uma equipa de investigadores portugueses.

b. foi publicado na Internet.

c. foi desenvolvido por investigadores de universidades americanas.

d. teve como base a observação de aves no seu habitat.

1.3. Na primeira etapa do estudo, os investigadores

a. criaram um modelo matemático para explicar a variação dos ovos.

b. articularam conceitos de quatro áreas (Biologia, Matemática, Física, Ciências Computorizadas).

c. catalogaram cinquenta mil ovos.

d. conceberam um programa de computador.

1.4. No contexto em que surge, a palavra “incógnita(linha 1) significa

5

10

15

a. resposta.

b. insatisfação.

c. esperança.

d. incerteza.

2. Seleciona a opção que corresponde à única afirmação falsa, de acordo com o

a letra que identifica a opção

sentido do texto. Escreve escolhida.

a. suas(linha 3) refere-se a diferentes espécies de aves(linha 2).

b. seus(linha 10) refere-se a “ave” (linha 9).

c. “seus” (linha 22) refere-se a formas de corpo(linha 21).

d. seus(linha 23) refere-se a grandes voadoras(linha 22).

o

número do item e

Lê o texto.

GRUPO III

Do campanário de São Miguel via-se toda a cidade. A chuva envolvia a torre da

televisão e, no porto, as gruas pareciam animais em repouso. [ ] Zorbas saltou para o varandim que protegia o campanário. Lá em baixo os automóveis moviam-se como insetos de olhos brilhantes. O humano colocou a gaivota

nas mãos.

Não! Tenho medo! Zorbas! Zorbas! grasnou ela dando bicadas nas mãos do

humano.

Espera! Deixa-a no varandim miou Zorbas.

Não estava a pensar atirá-la disse o humano.

Vais voar, Ditosa. Respira. Sente a chuva. É água. Na tua vida terás muitos

motivos para ser feliz, um deles chama-se água, outro chama-se vento, outro chama- -se sol e chega sempre como recompensa depois da chuva. Sente a chuva. Abre as asas miou Zorbas. A gaivota estendeu as asas. Os projetores banhavam-na de luz e a chuva

salpicava-lhe as penas de pérolas. O humano e o gato viram-na erguer a cabeça de

olhos fechados.

Diálogos , Português, 7.º ano

Diálogos , Português, 7.º ano – A chuva, a água. Gosto! – grasnou. – Vais voar

A chuva, a água. Gosto! grasnou.

Vais voar miou Zorbas.

Gosto de ti. És um gato muito bom grasnou ela aproximando-se da beira do

20

varandim.

Vais voar. Todo o céu será teu miou Zorbas. [

]

Ditosa desapareceu da sua vista, e o humano e o gato temeram o pior. Caíra como uma pedra. Com a respiração em suspenso assomaram as cabeças por cima do

varandim,

e viram-na então, batendo as asas, sobrevoando o parque de

25

estacionamento, e depois seguiram-lhe o voo até às alturas, até mais além do cata- vento de ouro que coroava a singular beleza de São Miguel. Ditosa voava solitária na noite de Hamburgo. Afastava-se batendo as asas energicamente até se elevar sobre as gruas do porto, sobre os mastros dos barcos, e

depois regressava planando, rodando uma e outra vez em torno do campanário da

30

igreja.

Estou a voar! Zorbas! Sei voar! grasnava ela, eufórica, lá da vastidão do céu cinzento. O humano acariciou o lombo do gato.

Bem, gato, conseguimos disse suspirando.

35

Sim, à beira do vazio compreendeu o mais importante miou Zorbas.

Ah, sim? E o que é que ela compreendeu? perguntou o humano.

Que só voa quem se atreve a fazê-lo miou Zorbas.

Luis Sepúlveda, História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, Porto Editora, 2017 (págs. 136-137, com supressões)

1. Por que razão Ditosa, Zorbas e o humano se dirigiram ao campanário?

1.1. Com que intenção o Gato Zorbas pede à Ditosa que respire e sinta a chuva?

2. Identifica as três fases por que passa o voo de Ditosa.

2.1.

Refere os sentimentos de Zorbas e do humano ao observarem o voo, comprovando a tua resposta com exemplos.

3. De entre as opções abaixo apresentadas, seleciona todas as que permitem afirmar que os animais são personificados. Escreve o número do item e as letras que identificam as opções escolhidas.

a. “Lá em baixo os automóveis moviam-se como insetos de olhos brilhantes.” (linhas

3-4).

b. A chuva, a água. Gosto! grasnou.” (linha 17).

c. Vais voar miou Zorbas.” (linha 18).

d. “Ditosa desapareceu da sua vista, e o humano e o gato temeram o pior.” (linha

22).

e. “Caíra como uma pedra.” (linhas 22-23).

f. “O humano acariciou o lombo do gato.” (linha 33).

Diálogos , Português, 7.º ano

GRUPO IV

Diálogos , Português, 7.º ano GRUPO IV 1. Completa as frases com as formas verbais adequadas.

1. Completa as frases com as formas verbais adequadas.

a.

Naquele dia, Zorbas, Ditosa e o humano campanário.

 

(dirigir-se) até ao alto do

b.

(faltar)

poucos

minutos

para

que

Ditosa

regressasse

ao

campanário.

c.

Ditosa e as outras gaivotas

(fazer) uma viagem no próximo verão.

 

d.

Quem gosta de aves

(conhecer) os seus hábitos.

2. Associa cada expressão sublinhada (coluna A) à função sintática por ela desem- penhada (coluna B).

Coluna A

a. Ditosa voou por toda a cidade.

b. Durante o voo, os amigos permaneceram preocupados.

c. Por fim, a gaivota regressou ao campanário.

d. Zorbas e o humano ficaram felizes ao vê-la.

e. Ditosa foi motivada a voar por Zorbas.

Coluna B

Sujeito Predicado Vocativo Complemento direto Complemento indireto Complemento oblíquo Complemento agente da passiva Predicativo do sujeito

3. Escolhe a alínea que completa corretamente a seguinte afirmação:

Quanto ao processo de formação, a palavra “energicamente” é

a. é derivada por prefixação.

b. é derivada por sufixação.

c. é composta por dois radicais.

d. é composta por duas palavras.

4. Ditosa regressou ao campanário. Cansou-se de voar.

Transforma as duas frases simples numa frase complexa, utilizando:

a. uma conjunção subordinativa temporal.

b. uma locução conjuncional subordinativa causal.

5.

Reescreve

as frases,

substituindo

as expressões

sublinhadas

por

pronomes

pessoais.

a. Ao regressar ao campanário, Ditosa viu os amigos e sorriu aos amigos.

b. Zorbas e o humano procuraram a gaivota, mas não encontraram a gaivota.

Diálogos , Português, 7.º ano

GRUPO V

Diálogos , Português, 7.º ano GRUPO V Imagina o momento em que Ditosa, depois do seu

Imagina o momento em que Ditosa, depois do seu voo, conversa com Zorbas sobre a sua experiência.

Escreve um diálogo, com um mínimo de 150 e um máximo de 200 palavras, em que os dois amigos falem sobre o que Ditosa viu e como se sentiu ao voar pela primeira vez.

O teu texto deve integrar:

uma breve introdução, em que identifiques o local e o momento do dia em que as personagens se encontram;

falas de ambas as personagens, introduzidas por verbos de discurso variados (evita a repetição da forma verbal “disse”).

Cotações

Grupo

 

Item

 
 

Cotação (em pontos)

 
 

1.

2.1

2.2.

2.3.

   

I

6

2

2

2

12

II

1.1.

1.2.

1.3.

1.4.

2.

15

3

3

3

3

3

III

1

1.1.

2.

2.1.

3.

23

4

5

5

5

4

IV

1.

2.

3.

4.

5.

20

4

5

3

4

4

V

 

Item único

30

 

Total

100