Sei sulla pagina 1di 8

DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL

Direitos Humanos
Flavia Bahia

DIREITOS HUMANOS: CONCEITOS liberdades do homem. Seriam exemplos


desses direitos: a vida, a liberdade de
DIREITOS HUMANOS X DIREITOS locomoção, a liberdade de opinião, a liberdade
FUNDAMENTAIS de expressão, à propriedade, à manifestação,
ao voto, ao devido processo legal...
Os “direitos humanos” ou os “direitos
fundamentais” formam o centro mais valioso b) Direitos de segunda dimensão
dos direitos e se relacionam à vida, à liberdade,
à propriedade, à segurança e à igualdade, com Sob a inspiração principal do Tratado de
todos os seus desdobramentos. Versalhes, de 1919, pelo qual se definiram as
condições de paz entre os Aliados e a
A expressão “direitos humanos” é utilizada pela Alemanha e a criação da Organização
Filosofia do Direito e ainda pelo Direito Internacional do Trabalho – a OIT- nasce a
Internacional Público e Privado. Já os “direitos denominada segunda dimensão de direitos
fundamentais” seriam os direitos humanos fundamentais, que traz proteção aos direitos
positivados em um sistema constitucional, sociais, econômicos e culturais, onde do
analisados sob o enfoque do direito interno. Estado não mais se exige uma abstenção,
mas, ao contrário, impõe-se a sua intervenção.
DIREITOS X GARANTIAS FUNDAMENTAIS Nesse diapasão, seriam exemplos clássicos
desses direitos: o direito à saúde, ao trabalho,
“Direito”, em sua acepção clássica, seria a à assistência social, à educação e o direito dos
disposição meramente declaratória que trabalhadores.
imprime existência legal ao direito reconhecido.
È a proteção ao bem, ao interesse tutelado c) Direitos de terceira dimensão
pela norma jurídica configurando verdadeiro
patrimônio jurídico. Marcada pelo espírito de fraternidade ou
As “garantias”, por sua vez, traduzem-se no solidariedade entre os povos com o fim da
direito dos cidadãos de exigir dos poderes Segunda Guerra Mundial, a terceira geração
públicos a proteção de seus direitos. Servem representa a evolução dos direitos
para assegurar os direitos através da limitação fundamentais para alcançar e proteger aqueles
do poder, possuindo caráter instrumental, direitos decorrentes de uma sociedade já
atuando como mecanismos prestacionais na modernamente organizada, que se encontra
tutela dos direitos. Dividem-se em garantias envolvida em relações de diversas naturezas,
gerais e específicas. especialmente aquelas relativas à
industrialização e densa urbanização. Nesta
“Todos os seres humanos merecem igual perspectiva, são exemplos desses direitos:
respeito e proteção, a todo tempo e em direito ao desenvolvimento, o direito à paz, o
todas as partes do mundo em que se direito à comunicação, o direito à
encontrem” autodeterminação entre os povos e o direito ao
(Fábio Konder Comparato) meio ambiente ecologicamente equilibrado.

GERAÇÕES OU DIMENSÕES DOS AS GRANDES ETAPAS HISTÓRICAS NA


DIREITOS AFIRMAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS
(Manoel Gonçalves Ferreira Filho) (Fábio Konder Comparato)
Direitos de primeira dimensão
I - O reino davídico, a democracia ateniense
Inauguram o movimento constitucionalista, e a república romana
fruto dos ideários iluministas do século XVIII.
Os direitos defendidos nessa geração cuidam O reino de Davi que durou 33 anos (entre os
da proteção das liberdades públicas, civis e séculos XI e X a.C) estabeleceu pela primeira
direitos políticos. Nesta fase, o Estado teria um vez na história política da humanidade, a figura
dever de prestação negativa, isto é, um dever do rei-sacerdote, o monarca que não se
de nada fazer, a não ser respeitar as

www.cers.com.br 1
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

proclama Deus nem se declara legislador. O ao entrarem no estado de sociedade, não


embrião do Estado de Direito. podem, por nenhum tipo de pacto, privar
A democracia ateniense fundava-se nos ou despojar sua posteridade:
princípios da preeminência da lei e da nomeadamente,a fruição da vida e da
participação ativa do cidadão nas funções de liberdade com os meios de adquirir e de
governo. Poder dos governantes limitados e possuir a propriedade de bens, bem como
soberania popular ativa. de procurar e obter a felicidade e a
A república romana instituiu um complexo segurança”.
sistema de controles recíprocos entre os
diferentes órgãos políticos, o sistema do Treze anos depois, no ato de abertura da
“checks and balances” Revolução Francesa, a mesma idéia de
liberdade e igualdade dos seres humanos é
II- Baixa Idade Média reafirmada e reforçada:

Com a extinção do império romano do “Os homens nascem e permanecem livres e


Ocidente, em 453 da era cristã, teve início uma iguais em Direitos”
nova civilização, constituída por valores (Declaração dos Direitos do Homem e do
cristãos e costumes germânicos. Cidadão, de 1789, art. 1°)

Foi nas cidades comerciais da baixa idade Faltou apenas o reconhecimento da


média que teve início a primeira experiência fraternidade, isto é, a exigência de uma
histórica de sociedade de classes, onde a organização solidária da vida em comum.
desigualdade social já não é determinada pelo
direito, mas resulta principalmente das V- O reconhecimento dos direitos humanos
diferenças de situação patrimonial de famílias e de caráter econômico e social
indivíduos.
A ascensão do indivíduo na história não
III- O século XVII conseguiu evitar a exploração que ocorria nas
empresas capitalistas.
Todo o século representa um tempo de “crise
da consciência européia”, uma época de O reconhecimento dos direitos humanos de
profundo questionamento das certezas caráter econômico e social foi o principal
tradicionais. benefício que a humanidade recolheu do
movimento socialista, iniciado na primeira
Generalizou-se a consciência dos perigos metade do século XIX.
representados pelo poder absoluto.
O titular desses direitos é o conjunto dos
A instituição-chave para a limitação do poder grupos sociais esmagados pela miséria, a
monárquico e a garantia das liberdades na doença, a fome e a marginalização.
sociedade civil foi o Parlamento. O governo
representativo. VI- A primeira fase de internacionalização
dos direitos humanos
IV- A Independência Americana e a
Revolução Francesa Ela teve início na segunda metade do século
XIX e findou com a 2ª Guerra Mundial,
O art. I da Declaração do Bom Povo de Virgínia manifestando-se basicamente em três setores:
(abaixo transcrito) de 1776 constitui o registro o direito humanitário, a luta contra a escravidão
de nascimento dos direitos humanos na e a regulação dos direitos do trabalhador
História. assalariado.

“Todos os seres humanos são, pela sua Direito humanitário: conjunto das leis e
natureza, igualmente livres e independentes costumes da guerra. Convenção de Genebra
e possuem certos direitos inatos, dos quais, de 1864;

www.cers.com.br 2
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

A luta contra a escravidão: o Ato Geral da julgados pelos seus pares e de acordo com a
Conferência de Bruxelas, de 1890 estabeleceu, lei da terra;
embora sem efetividade, as primeiras regras Estabelece a liberdade de ingresso e saída do
interestatais de repressão ao tráfico de país, bem como a livre locomoção dentro de
escravos africanos; suas fronteiras.
Com a criação da Organização Internacional do
Trabalho em 1919, a proteção do trabalhador II- Lei de Habeas Corpus (Habeas Corpus
assalariado passou também a ser objeto de Act) – Inglaterra – 1679
uma regulação convencional entre os
diferentes Estados. Principais destaques:

VII- A evolução dos direitos humanos a A lei surgiu para efetivar regras processuais
partir de 1945 para a defesa em juízo do direito de ir e vir
Tornou-se a matriz de todas as outras ações
Após os massacres da guerra, a dignidade da que vieram a ser criadas posteriormente, para
pessoa humana – entendida como o atributo a proteção de outras liberdades fundamentais,
imanente ao ser humano para exercício da como o mandado de segurança, por exemplo.
liberdade e de direitos como garantia de uma
existência plena e saudável – passou a ter III - Declaração de Direitos (Bill of Rights) –
amparo como um objetivo e uma necessidade Inglaterra – 1689
de toda humanidade, vinculando governos,
instituições e indivíduos. O essencial do documento consistiu na
Nesse momento da história, o valor fundante instituição da separação de poderes, com a
da dignidade da pessoa humana se irradiou declaração de que o Parlamento é um órgão
para as novas Constituições do mundo pós- precipuamente encarregado de defender os
guerra, permitindo-lhes inaugurar novas ordens súditos perante o Rei e cujo funcionamento não
jurídicas professando a dignidade humana pode, pois, ficar sujeito ao arbítrio deste.
como fim a ser atingido, verdadeiro substrato Também fortaleceu a instituição do Júri, o
de valor de todo o ordenamento jurídico. direito de petição e a proibição de penas
inusitadas ou cruéis.
A Declaração Universal, aprovada pela
Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 IV- A Declaração de Direitos Americana
de dezembro de 1948, e a Convenção
Internacional sobre a prevenção e punição do Principais destaques:
crime de genocídio, aprovada um dia antes no
quadro da ONU, constituem os marcos A Declaração de Direitos de Virgínia (1776)
inaugurais da nova fase histórica que se Foi o primeiro documento político que
encontra em pleno desenvolvimento. reconheceu, a par da legitimidade da soberania
popular, a existência de direitos inerentes a
POSIÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NO todo ser humano independentemente das
SISTEMA NORMATIVO diferenças de sexo, raça, religião, cultura ou
(Fábio Konder Comparato) posição social.
I - A Magna Carta, Inglaterra – 1215 Expressou os fundamentos do regime
democrático ao reconhecer os direitos inatos
Principais disposições: de toda pessoa humana que não podiam ser
Lança as bases do Tribunal do Júri, bem como alienados ou suprimidos por uma decisão
o do paralelismo necessário entre delitos e política e ainda destacou a importância da
penas; soberania popular.
Respeito à propriedade privada contra os Defesa da igualdade perante a lei
confiscos ou requisições decretados A liberdade de imprensa como um dos grandes
abusivamente pelo soberano ou seus oficiais; baluartes da liberdade
Nasce o princípio do devido processo legal, ao
estabelecer que os homens livres devem ser

www.cers.com.br 3
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

V- As Declarações de Direitos Francesa Inaugura o direito humanitário, que veio a ser


desenvolvido no século seguinte após as
Principais destaques: guerras mundiais.

A Declaração dos Direitos do Homem e do Serviu como base para a criação, em 1880, da
Cidadão (1789) Comissão Internacional da Cruz Vermelha,
mundialmente conhecida.
Defesa das liberdades individuais
No campo penal, o princípio da legalidade e o VIII – A Constituição Mexicana – 1917
da anterioridade da pena foram consagrados
Garantia da propriedade privada contra Principais destaques:
expropriações abusivas
Estrita legalidade na criação e cobrança de Proibição de reeleição do Presidente da
tributos República
Garantias para as liberdades individuais e
A Declaração dos Direitos na Constituição políticas
de 1791 Quebra do poderio da Igreja Católica
Expansão do Sistema de educação pública
Reforçou o caráter antiaristócrático e antifeudal Reforma agrária
do novo regime político Proteção do trabalho assalariado
Nacionalizou os bens pertencentes a A primeira Constituição a atribuir aos direitos
eclesiásticos ou a congregações religiosas trabalhistas a qualidade de direitos
Reconheceu pela primeira vez na história a fundamentais
existência de direitos humanos de cunho social
com a criação de um estabelecimento geral de IX- A Constituição Alemã (Weimar) – 1919
Assistência Pública, para educar as crianças
abandonadas, ajudar os enfermos pobres Principais destaques:
Estabeleceu que o Poder Legislativo não
poderia fazer nenhuma lei que prejudicasse ou Instituiu a primeira república alemã
impedisse o exercício dos direitos naturais e Igualdade jurídica entre marido e mulher
civis garantidos pela Constituição Equiparou os filhos ilegítimos aos legítimos
com relação à política social do Estado
VI- A Constituição Francesa – 1848 Proteção à família e à juventude
Proteção à educação pública e aos direitos
Principais destaques: trabalhistas e previdenciários
A função social da propriedade (“a propriedade
Preocupação com a família obriga”)
Orientação do ensino público para o mercado
de trabalho X- A Convenção Relativa ao Tratamento de
Instituição de deveres sociais do Estado para Prisioneiros de Guerra – Genebra, 1929
com a classe trabalhadora e os necessitados
em geral Principais destaques:
A pena de morte é abolida em matéria política
Proibiu-se a escravidão em “todas as terras Desenvolveu o conjunto das normas de
francesas” proteção aos prisioneiros de guerra,
Declarou que o território da Argélia e das assentadas na Convenção de 1864 e na
colônias é território francês Convenção de Haia de 1907 (sobre os
prisioneiros de guerra marítima)
VII - A Convenção de Genebra – 1864 Regula a captura, o cativeiro, a organização
dos campos de prisioneiros, o trabalho dos
Principais destaques: prisioneiros de guerra e o fim dos cativeiros

www.cers.com.br 4
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

XI- A Carta das Nações Unidas XII- A ONU

A Carta das Nações Unidas foi assinada em A Organização das Nações Unidas é uma
São Francisco, a 26 de junho de 1945, após o instituição internacional formada por 193
término da Conferência das Nações Unidas Estados soberanos, fundada após a 2ª Guerra
sobre Organização Internacional, entrando em Mundial para manter a paz e a segurança no
vigor a 24 de outubro daquele mesmo ano. O mundo, fomentar relações cordiais entre as
Estatuto da Corte Internacional de Justiça faz nações, promover progresso social, melhores
parte integrante da Carta. padrões de vida e direitos humanos. Os
membros são unidos em torno da Carta da
Principais destaques (Trechos) ONU, um tratado internacional que enuncia os
direitos e deveres dos membros da
NÓS, OS POVOS DAS NAÇÕES UNIDAS, comunidade internacional.
RESOLVIDOS
a preservar as gerações vindouras do flagelo As Nações Unidas são constituídas por seis
da guerra,que por duas vezes, no espaço da órgãos principais: a Assembleia Geral, o
nossa vida, trouxe sofrimentos indizíveis à Conselho de Segurança, o Conselho
humanidade, e a reafirmar a fé nos direitos Econômico e Social, o Conselho de Tutela, o
fundamentais do homem, na dignidade e no Tribunal Internacional de Justiça e o
valor do ser humano, na igualdade de direito Secretariado. Todos eles estão situados na
dos homens e das mulheres, assim como das sede da ONU, em Nova York, com exceção do
nações grandes e pequenas, e a estabelecer Tribunal, que fica em Haia, na Holanda.
condições sob as quais a justiça e o respeito às
obrigações decorrentes de tratados e de outras Ligados à ONU há organismos especializados
fontes do direito internacional possam ser que trabalham em áreas tão diversas como
mantidos, e a promover o progresso social e saúde, agricultura, aviação civil, meteorologia e
melhores condições de vida dentro de uma trabalho – por exemplo: OMS (Organização
liberdade ampla. Mundial da Saúde), OIT (Organização
Internacional do Trabalho), Banco Mundial e
RESOLVEMOS CONJUGAR NOSSOS FMI (Fundo Monetário Internacional). Estes
ESFORÇOS PARA A CONSECUÇÃO organismos especializados, juntamente com as
DESSES OBJETIVOS. Nações Unidas e outros programas e fundos
Em vista disso, nossos respectivos Governos, (tais como o Fundo das Nações Unidas para a
por intermédio de representantes reunidos na Infância, UNICEF), compõem o Sistema das
cidade de São Francisco, depois de exibirem Nações Unidas.
seus plenos poderes, que foram achados em Órgãos da ONU
boa e devida forma, concordaram com a
presente Carta das Nações Unidas e A Assembleia Geral
estabelecem, por meio dela, uma A Assembleia Geral da ONU é o principal
organização internacional que será órgão deliberativo da ONU. É lá que todos os
conhecida pelo nome de Nações Unidas Estados-Membros da Organização (193
(ONU). países) se reúnem para discutir os assuntos
que afetam a vida de todos os habitantes do
E PARA TAIS FINS, praticar a tolerância e planeta. Na Assembleia Geral, todos os países
viver em paz, uns com os outros, como bons têm direito a um voto, ou seja, existe total
vizinhos, e unir as nossas forças para manter a igualdade entre todos seus membros.
paz e a segurança internacionais, e a garantir,
pela aceitação de princípios e a instituição dos Assuntos em pauta: paz e segurança,
métodos, que a força armada não será usada a aprovação de novos membros, questões de
não ser no interesse comum, a empregar um orçamento, desarmamento, cooperação
mecanismo internacional para promover o internacional em todas as áreas, direitos
progresso econômico e social de todos os humanos, etc. As resoluções – votadas e
povos.

www.cers.com.br 5
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

aprovadas – da Assembleia Geral funcionam Segundo a Carta, cabia ao Conselho de Tutela


como recomendações e não são obrigatórias. a supervisão da administração dos territórios
sob regime de tutela internacional. As
As principais funções da Assembleia são: principais metas desse regime de tutela
Discutir e fazer recomendações sobre todos os consistiam em promover o progresso dos
assuntos em pauta na ONU; habitantes dos territórios e desenvolver
Discutir questões ligadas a conflitos militares – condições para a progressiva independência e
com exceção daqueles na pauta do Conselho estabelecimento de um governo próprio.
de Segurança;
Os objetivos do Conselho de Tutela foram tão
Discutir formas e meios para melhorar as amplamente atingidos que os territórios
condições de vida das crianças, dos jovens e inicialmente sob esse regime – em sua maioria
das mulheres; países da África – alcançaram, ao longo dos
Discutir assuntos ligados ao desenvolvimento últimos anos, sua independência. Tanto assim
sustentável, meio ambiente e direitos que em 19 de novembro de 1994, o Conselho
humanos; de Tutela suspendeu suas atividades, após
Decidir as contribuições dos Estados-Membros quase meio século de luta em favor da
e como estas contribuições devem ser gastas; autodeterminação dos povos.
Eleger os novos Secretários-Gerais da
Organização. A decisão foi tomada após o encerramento do
acordo de tutela sobre o território de Palau, no
O Conselho de Segurança Pacífico. Palau, último território do mundo que
ainda era tutelado pela ONU, tornou-se então
O Conselho de Segurança é o órgão da ONU um Estado soberano, membro das Nações
responsável pela paz e segurança Unidas.
internacionais. Ele é formado por 15 membros:
cinco permanentes, que possuem o direito a A Corte Internacional de Justiça
veto – Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, A Corte Internacional de Justiça, com sede em
França e China – e dez membros não- Haia (Holanda), é o principal órgão judiciário
permanentes, eleitos pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Todos os países que
por dois anos. fazem parte do Estatuto da Corte – que é parte
da Carta das Nações Unidas – podem recorrer
Este é o único órgão da ONU que tem poder a ela. Somente países, nunca indivíduos,
decisório, isto é, todos os membros das podem pedir pareceres à Corte Internacional
Nações Unidas devem aceitar e cumprir as de Justiça.
decisões do Conselho.
Além disso, a Assembleia Geral e o Conselho
O Conselho Econômico e Social de Segurança podem solicitar à Corte
pareceres sobre quaisquer questões jurídicas,
O Conselho Econômico e Social (ECOSOC) é assim como os outros órgãos das Nações
o órgão coordenador do trabalho econômico e Unidas.
social da ONU, das Agências Especializadas e A Corte Internacional de Justiça se compõe de
das demais instituições integrantes do Sistema quinze juízes chamados “membros” da Corte.
das Nações Unidas. O Conselho formula São eleitos pela Assembleia Geral e pelo
recomendações e inicia atividades Conselho de Segurança em escrutínios
relacionadas com o desenvolvimento, comércio separados.
internacional, industrialização, recursos
naturais, direitos humanos, condição da O Secretariado
mulher, população, ciência e tecnologia,
prevenção do crime, bem-estar social e muitas O Secretariado presta serviço a outros órgãos
outras questões econômicas e sociais. das Nações Unidas e administra os programas
e políticas que elaboram. Seu chefe é o
O Conselho de Tutela Secretário-Geral, que é nomeado pela

www.cers.com.br 6
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

Assembleia Geral, seguindo recomendação do O Pacto Internacional sobre Direitos Civis e


Conselho de Segurança. Cerca de 16 mil Políticos
pessoas trabalham para o Secretariado nos
mais diversos lugares do mundo. Principais destaques:
Consagra o direito à autodeterminação dos
XIII- A Declaração Universal dos Direitos povos
Humanos – 1948 Assenta o princípio da igualdade essencial de
todos os seres humanos
A Declaração Universal dos Direitos Humanos Não se admite regressões com relação aos
é um dos documentos básicos das Nações direitos fundamentais
Unidas e foi assinada em 10 de dezembro de Vedação à tortura, penas cruéis, aos
1948. Nela, são enumerados os direitos que tratamentos desumanos ou degradantes
todos os seres humanos possuem. Vedação à escravidão
Princípio do livre acesso ao Poder Judiciário
“Todos os seres humanos nascem livres e Reconhece o direito de reunião
iguais em dignidade e direitos. São dotados Criou o Comitê de Direitos Humanos
de razão e consciência e devem agir em
relação uns aos outros com espírito de Pacto Internacional sobre Direitos
fraternidade.” Econômicos, Sociais e Culturais
Art. I
Proteção das classes ou grupos sociais
“No exercício de seus direitos e liberdades, desfavorecidos contra a dominação
todo ser humano estará sujeito apenas às socioeconômica exercida pela minoria rica e
limitações determinadas pela lei, poderosa
exclusivamente com o fim de assegurar o Proteção ao trabalho e à previdência social
devido reconhecimento e respeito dos direitos Direito à moradia
e liberdades de outrem e de satisfazer as Direito à saúde
justas exigências da moral, da ordem pública e Desafios para a sua concretização
do bem-estar de uma sociedade democrática.” Não criou nenhum órgão de fiscalização e
(Artigo XXIX) controle

“Todo ser humano tem direito a uma ordem XV - A Convenção Americana de Direitos
social e internacional em que os direitos e Humanos – 1969
liberdades estabelecidos na presente
Declaração possam ser plenamente Aprovada na Conferência de São José da
realizados”. Costa Rica em 22 de novembro de 1969, a
(Artigo XXVIII) Convenção reproduz a maior parte das
declarações de direitos constantes do Pacto
XIV- Os Pactos Internacionais de Direitos Internacional de Direitos Civis e Políticos
Humanos – 1966
Principais destaques:
Em 16 de dezembro de 1966, a Assembléia Proteção do direito à vida desde o momento da
Geral das Nações Unidas adotou dois pactos concepção
internacionais de direitos humanos que Prisão Civil apenas ao devedor de alimentos*
desenvolvera, pormenorizadamente o conteúdo Liberdade de atividade empresarial em matéria
da Declaração Universal de 1948: de imprensa, rádio e televisão
Defesa do direito ao nome
Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Vedação a todas as formas de exploração do
Políticos homem pelo homem
Pacto Internacional sobre Direitos
Econômicos, Sociais e Culturais XVI- O Estatuto do Tribunal Penal
Internacional (Tratado de Roma) – 1998

www.cers.com.br 7
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL
Direitos Humanos
Flavia Bahia

O Estatuto incluiu na competência do Tribunal


Penal apenas quatro crimes: “o crime de
genocídio, os crimes contra a humanidade, os
crimes de guerra e o crime de agressão”

Sua criação constitui um avanço importante,


pois esta é a primeira vez na história das
relações entre Estados que se consegue obter
o necessário consenso para levar a
julgamento, por uma corte internacional
permanente, políticos, chefes militares e
mesmo pessoas comuns pela prática de delitos
da mais alta gravidade, que até agora, salvo
raras exceções, têm ficado impunes,
especialmente em razão do princípio da
soberania.

www.cers.com.br 8