Sei sulla pagina 1di 29

Exercícios Sobre A Força Peso

Estes exercícios tratam da força peso, que é o


resultado da interação gravitacional do planeta sobre
um corpo qualquer.
Publicado por: Joab Silas da Silva Júnior em Exercícios de Física0 comentário

 Questão 1
(Mackenzie-SP) Quando o astronauta Neil Armstrong
desceu do módulo lunar e pisou na Lua, em 20 de julho de
1969, a sua massa total, incluindo seu corpo, trajes
especiais e equipamento de sobrevivência, era de
aproximadamente 300 kg. O campo gravitacional lunar é
cerca de 1/6 do campo gravitacional terrestre. Se a
aceleração da gravidade na Terra é aproximadamente 10,0
m/s2, podemos afirmar que:

a) A massa total de Armstrong na Lua é de 300 kg e seu


peso é 500 N.

b) A massa total de Armstrong na Terra é de 50,0 kg e seu


peso é 3000 N.

c) A massa total de Armstrong na Terra é de 300 kg e seu


peso é 500 N.

d) A massa total de Armstrong na Lua é de 50,0 kg e seu


peso é 3000 N.

e) O peso de Armstrong na Lua e na Terra são iguais.


ver resposta

 Questão 2
(UEA-AM) Sobre a superfície da Terra, onde g = 10 m/s2, um
astronauta apresenta peso igual a 700 N. Em uma
expedição à Lua, onde g = 1,6 m/s2, a massa desse
astronauta será igual a:

a) 70 kg e ele pesará 112 N.

b) 70 kg e ele pesará 700 N.

c) 112 kg e ele pesará 112 N.

d) 112 kg e ele pesará 700 N.

e) 700 kg e ele pesará 112 N.


ver resposta

 Questão 3
Um objeto que pesa 650 N na Terra tem peso igual a 1625 N
em Júpiter. Determine a gravidade desse planeta, em m/s2,
sabendo que a gravidade da Terra é de 10 m/s2.

a) 15

b) 22

c) 25

d) 28

e) 25
ver resposta

 Questão 4

Leia as seguintes afirmações a respeito da força peso.


I – A força peso tem direção vertical e sentido para cima.
II – O peso é definido como o produto da massa do corpo
pelo valor da aceleração da gravidade e sempre é medido,
de acordo com o Sistema Internacional de Unidades, em
newtons (N).
III – A unidade kgf (quilograma-força) não pode ser utilizada
para determinar o peso de um corpo.
IV – A força normal, de acordo com a Terceira Lei de
Newton, é uma reação à força peso.

Está correta a alternativa que apresenta:

a) I e IV

b) I, II e IV

c) III

d) III e IV

e) II
ver resposta

Respostas

 Resposta Questão 1
Letra A.
A massa total do astronauta e de seu equipamento é a
mesma na Lua. A mudança de local gera alterações na
força peso, e não no valor da massa dos corpos.
Por meio da definição de força peso, pode-se definir o peso
do astronauta na lua:

voltar a questão

 Resposta Questão 2
Letra A.
A partir da definição da força peso, a massa do astronauta
pode ser determinada da seguinte forma:
A massa total do astronauta e de seu equipamento é a
mesma na Lua. A mudança de local gera alterações na
força peso, e não no valor da massa dos corpos.
Por meio da definição de força peso, pode-se determinar o
peso do astronauta na lua:

voltar a questão

 Resposta Questão 3
Letra C.
Pela definição da força peso aplicada à Terra, pode-se
definir a massa do objeto:

A partir da massa do objeto, é possível determinar a


gravidade de Júpiter:

voltar a questão

 Resposta Questão 4
Letra E.
I – Errada. A força peso tem direção vertical e sentido para
baixo.
II – Correta.
III – Errada. 1 kgf equivale a aproximadamente 10 N,
portanto, essa unidade também pode ser utilizada para
determinar a força peso.
IV – Errada. A Terceira Lei de Newton assume que ação e
reação atuam em corpos diferentes. Como peso e normal
atuam sobre o mesmo corpo, não podem ser considerados
como um par de ação e reação.

QUESTÃO 1
(FUVEST) Um jogador de basquete arremessa uma bola B em direção
à cesta. A figura 1, a seguir, representa a trajetória da bola e sua
velocidade v num certo instante. Desprezando os efeitos do ar, as
forças que agem sobre a bola, nesse instante, podem ser
representadas por:

Figura 1: Bola sendo arremessada em direção à cesta


a) b)

c)

d) e)

Ver Resposta

QUESTÃO 2
Suponha que você esteja em um local onde a aceleração da
gravidade tem valor igual a g = 9,80665 m/s2. Sendo assim, qual é o
peso de um corpo, em unidade kgf, que possui massa igual a 3 kg?

a) 1 kgf
b) 3 kgf
c) 5 kgf
d) 7 kgf
e) 9 kgf

Ver Resposta

QUESTÃO 3
Sobre uma mesa há uma bola de massa de 200 g parada. Após um
determinado tempo, atua sobre a bola uma força de intensidade 5N
cuja direção é vertical para cima. Adotando g = 10 m/s2 e
desprezando a resistência do ar, determine a aceleração da bola.
a) 5 m/s2
b) 10 m/s2
c) 15 m/s2
d) 20 m/s2
e) 30 m/s2

Ver Resposta

QUESTÃO 4
Qualquer lugar próximo à superfície da Terra tem aceleração
gravitacional de valor muito próximo a 9,8 m/s2. Determine o valor do
peso de uma pessoa cuja massa é igual a 60 kg.

a) 522 N
b) 588 N
c) 59 N
d) 60 N
e) 688 N

Ver Resposta

RESPOSTAS
Questão 1
Após sair da mão do jogador, a bola não sofre mais ação de
nenhuma força a não ser a da força peso, que tende a fazer com
que a bola descreva uma parábola. Portanto, temos somente a
força peso direcionada para baixo (centro da Terra) atuando na
bola.

Alternativa E
Voltar a questão

Questão 2
O quilograma-força é definido como a intensidade de força igual
à intensidade do peso de um corpo cuja massa é 1kg, num local
em que a aceleração da gravidade tem valor igual a 9,8 m/s 2.
Portanto:

1kgf = 9,80665 N

O peso da massa é:

P=m . g

P=3 x 9,80665=29,41995 N

Fazendo uma regra de três simples temos:


1kgf = 9,80665 N
x 29,41995 N
x= 29,41995 N
9,80665
x=3 kgf

Alternativa B
Voltar a questão

Questão 3
Retirando as informações do exercício:

m=200 g÷1000 ⇒ m=0,2 kg


F=5 N
g=10 m/s2

Primeiramente calculamos o peso da bola:

P=m.g ⇒P=02 x 10⇒P=2N

Como a bola sobe por conta da força, então sobre a bola atuam
dois vetores: o vetor peso (para baixo) e o vetor força (para
cima). Sendo assim, a resultante sobre a bola é:

FR=m .a
F-P=m .a
5-2=0,2 .a
3=0,2 .a
a= 3 =15 m/s2
0,2

Alternativa C
Voltar a questão

Questão 4
P=m.g
P=60 x 9,8
P=588 N

Alternativa B
1. FÍSICA

Força Peso
Compartilhar
Email
A força peso (P) é um tipo de força que atua na direção vertical sob a atração da
gravitação da Terra.
Em outras palavras, é a força que existe sobre todos os corpos, sendo exercida sobre
eles por meio do campo gravitacional da Terra.
Você sabia?
O peso dos corpos pode variar segundo a gravidade do local. Ou seja, o peso de um
corpo é diferente no planeta Terra, com gravidade de 9,8m/s2, e em Marte, onde a
gravidade é 3,724m/s2.
Por isso, quando dizemos “eu peso 60 Kg”, estamos utilizando uma expressão incorreta
segundo a física.
O correto seria “eu tenho massa de 60Kg”. Isso porque enquanto o peso de um corpo
varia de acordo com a gravidade, o da massa nunca varia, ou seja, é constante.
Entenda mais com a leitura do artigo: Peso e Massa.
Fórmula
Para calcular a força peso utiliza-se a seguinte fórmula:
P = m . g (em módulo)

(em vetor)
Donde,
P: força peso (N)
m: massa (Kg)
g: aceleração da gravidade (m/s2)
Lembre-se que a força é um vetor é por isso é indicado por uma seta acima da letra. Os
vetores possuem módulo (intensidade da força exercida), direção (reta ao longo da qual
ela atua) e sentido (o lado da reta no qual a força foi exercida).
Tem dúvida sobre os vetores? Leia o artigo: Vetores: Soma, Subtração e Decomposição.
Na gravidade padrão, ou seja, num local onde a aceleração gravitacional é de 9,8 m/s2,
um quilograma força (1kgf) é o peso de um corpo de um quilograma de massa:
1kgf = 9,8 N
Exemplos
Veja abaixo três exemplos de como calcular a força peso:
1. Qual o peso de um corpo de massa 30 kg na superfície de Marte, onde a gravidade é
igual a 3,724m/s2?
P=m.g
P = 30 . 3,724
P = 111,72 N
2. Calcule o peso de um objeto de 50 Kg na superfície terrestre onde a gravidade é de
9,8m/s2?
P=m.g
P = 50 . 9,8
P = 490 N
3. Qual o peso de uma pessoa de 70 Kg na lua? Considere que a gravidade na lua é de
1,6m/s2.
P=m.g
P = 70 . 1,6
P = 112 N
Força Normal
Além da força peso, temos a força normal que também atua na direção vertical num
plano reto. Assim, a força normal será de mesma intensidade da força peso, no entanto,
em sentido oposto.
Para compreender melhor, veja a figura abaixo:

Exercícios de Vestibular com Gabarito


1. (PUC-MG) Suponha que sua massa seja de 55 kg. Quando você sobe em uma balança
de farmácia para saber seu peso, o ponteiro indicará: (considere g=10m/s2)
a) 55 Kg
b) 55 N
c) 5,5 Kg
d) 550 N
e) 5.500 N
VER RESPOSTA
Alternativa d
2. (ENEM) O peso de um corpo é uma grandeza física:
a) que não varia com o local onde o corpo se encontra
b) cuja unidade é medida em quilograma
c) caracterizada pela quantidade de matéria que o corpo encerra
d) que mede a intensidade da força de reação de apoio
e) cuja intensidade é o produto da massa do corpo pela aceleração da gravidade local.
VER RESPOSTA
Alternativa e
3. (Unitins-TO) Assinale a proposição correta:
a) a massa de um corpo na Terra é menor do que na Lua
b) o peso mede a inércia de um corpo
c) Peso e massa são sinônimos
d) A massa de um corpo na Terra é maior do que na Lua
e) O sistema de propulsão a jato funciona baseado no princípio da ação e reação.
VER RESPOSTA
Alternativa e
4. (UNIMEP-SP) Um astronauta com o traje completo tem uma massa de 120 kg. Ao
ser levado para a Lua, onde a aceleração da gravidade é igual a 1,6m/s2, a sua massa e
seu peso serão, respectivamente:
a) 75 kg e 120 N
b) 120 kg e 192 N
c) 192 kg e 192 N
d) 120 kg e 120 N
e) 75 kg e 192 N
VER RESPOSTA
Alternativa b
5. (UFV-MG) Um astronauta leva uma caixa da Terra até a Lua. Podemos dizer que o
esforço que ele fará para carregar a caixa na Lua será:
a) maior que na Terra, já que a massa da caixa diminuirá e seu peso aumentará.
b) maior que na Terra, já que a massa da caixa permanecerá constante e seu peso
aumentará.
c) menor que na Terra, já que a massa da caixa diminuirá e seu peso permanecerá
constante.
d) menor que na Terra, já que a massa da caixa aumentará e seu peso diminuirá.
e) menor que na Terra, já que a massa da caixa permanecerá constante e seu peso
diminuirá.

1. (UNIMEP-SP) Um astronauta com o traje completo tem uma massa


de 120 kg. Ao ser levado para a Lua, onde a aceleração da
gravidade é igual a 1,6 m/s2, a sua massa e seu peso serão,
respectivamente:

a) 75kg e 120N

b) 120kg e 192N

c) 192kg e 192N

d) 120kg e 120N

e) 75kg e 192N

Resolução

m = 120

P=m.g
P = 120 . 1,6
P = 192 N

2. (FATEC-SP) Um pára-quedista desce com velocidade constante


de 4m/s. Sendo a massa do conjunto de 80kg, e a aceleração da
gravidade de 10m/s2, a força de resistência do ar é de:
a) 75kg
b) 80N
c) 800N
d) 480N
e) 1.000N

Resolução

Pela primeira lei de Newton, se v = constantes, FR = 0

FR = P - Far = 0
P = Far

Far = m . a
Far = 80 . 10
Far = 800 N

3. (FUVEST-SP) Um corpo de massa igual a 20kg, partindo do


repouso, cai em queda livre de uma altura igual a 2 m em relação
ao solo (g=10m/s2). Qual é o módulo, em newtons, da força de
atração que a Terra exerce sobre o corpo?

Resolução

P=m.g
P = 20 . 10
P = 200 N

4. (FEI-SP) Um quilograma padrão pesa cerca de 10N na Terra. Em


um planeta X, o mesmo quilograma padrão pesa 35N. Qual é a
aceleração da gravidade no planeta X? (1kgf=10N)

a) 10m/s2

b) 3,5m/s2

c) 35m/s2

d) 0,3m/s2

e) 0,7m/s2

Resolução
Na Terra
P=m.g
10 = m . 10
m = 1 kg

No planeta X

P = m .g
35 = 1 . g
g = 35 m/s2

Exercícios de vestibulares com resolução


comentada sobre Peso e Massa
1-(UFB) A massa de um corpo na Terra é X. No planeta
Kripton é Y. Qual a relação entre X e Y?
02-(UERJ-RJ) Leia atentamente os quadrinhos a seguir.

A solução pensada pelo gato Garfield para atender à


ordem recebida de seu dono está fisicamente correta?
Justifique sua resposta.
03-(PUC-MG) Suponha que sua massa seja de 55 kg.
Quando você sobe em uma balança de farmácia para
saber seu peso, o ponteiro indicará: (considere
g=10m/s2)

04-(ENEM) O peso de um corpo é uma grandeza física:


a) que não varia com o local onde o corpo se
encontra
b) cuja unidade é medida em quilograma
c) caracterizada pela quantidade de matéria que o
corpo encerra
d) que mede a intensidade da força de reação de
apoio
e) cuja intensidade é o produto da massa do corpo pela
aceleração da gravidade local.
05-(FUVEST-SP) Uma força de 1newton (1N) tem a
ordem de grandeza do peso de:
a) um homem adulto
b) uma criança recém-nascida
c) um litro de leite
d) uma xicrinha cheia de café
e) uma moeda
06-(Unitins-TO) Assinale a proposição correta:
a) a massa de um corpo na Terra é menor do que na
Lua
b) o peso mede a inércia de um corpo
c) Peso e massa são sinônimos
d) A massa de um corpo na Terra é maior do que na Lua
e) O sistema de propulsão a jato funciona baseado no
princípio da ação e reação.
07-(FMIt-MG) Um corpo de massa igual a 100kg é
atraído pela Terra, que provoca no mesmo uma
aceleração. Este corpo, por sua vez, também exerce
uma força sobre a Terra, comunicando-lhe uma
aceleração. Sabendo-se que a massa da Terra tem a
ordem de grandeza de 1034kg, calcular o módulo da
aceleração que a Terra adquire, como conseqüência da
interação com o referido corpo.(considere g=10m/s2)
08-(FCC-BA) O peso de um corpo, próximo à superfície
da Terra onde g=10m/s2 é de 40N.
a) Qual é o seu peso na Lua, sabendo que gL=g/6?
b) Qual é a sua massa em Marte?
09-(UNIMEP-SP) Um astronauta com o traje completo
tem uma massa de 120 kg. Ao ser levado para a

Lua, onde a aceleração Da gravidade é igual a 1,6m/s2,


a sua massa e seu peso serão, respectivamente:
a) 75kg e 120N
b) 120kg e 192N
c) 192kg e 192N
d) 120kg e 120N
e) 75kg e 192N
10-(FATEC-SP) Um pára-quedista desce com velocidade
constante de 4m/s. Sendo a massa do conjunto de
80kg, e a aceleração

da gravidade de 10m/s2, a força de resistência do ar é


de:

11-(FUVEST-SP) Um corpo de massa igual a 20kg,


partindo do repouso, cai em queda livre de uma altura
igual a 2m em relação ao solo (g=10m/s2). Qual é o
módulo, em newtons, da força de atração que a Terra
exerce sobre o corpo?
12-(UFB) Uma pedra de massa 10kg foi transportada
da Terra para uma região (R) afastada da influência de
qualquer corpo celeste, fora da atração gravitacional
deles. Assim:
a) Qual é a massa da pedra na região R?
b) Qual é o peso da pedra na região R?
c) A inércia da pedra na região R seria a mesma que
ela possuía na Terra?
13-(UNESP-SP) Observe a tira abaixo:
A forma encontrada por Garfield para perder peso é:
a) correta, uma vez que, em um planeta de gravidade
menor, seu peso será realmente menor, porém com a
mesma massa.
b) errada, pois em um planeta de gravidade menor sua
massa será maior, porém com o mesmo peso.
c) correta, pois em um planeta de gravidade menor sua
massa será menor, porém seu peso será maior.
d) correta, pois em um planeta de gravidade menor
sua massa e seu peso serão maiores.
e) correta, pois em um planeta de gravidade menor sua
massa e seu peso serão menores.
14-(UFV-MG) Um astronauta leva uma caixa da Terra
até a Lua. Podemos dizer que o esforço que ele fará
para carregar a caixa na Lua será:
a) maior que na Terra, já que a massa da caixa
diminuirá e seu peso aumentará.
b) maior que na Terra, já que a massa da caixa
permanecerá constante e seu peso aumentará.
c) menor que na Terra, já que a massa da caixa
diminuirá e seu peso permanecerá constante.
d) menor que na Terra, já que a massa da caixa
aumentará e seu peso diminuirá.
e) menor que na Terra, já que a massa da caixa
permanecerá constante e seu peso diminuirá.
15-(Unifei-MG) Uma criança arremessa uma bola, cuja
massa é 20g, verticalmente para cima. Desprezando-se
a resistência do ar, determine o módulo, a direção e o
sentido da força resultante que atua sobre a bola nos
seguintes casos: (considere g=10m/s2).
a) na subida, após ter deixado a mão da criança.
b) no ponto mais alto da trajetória.
c) na descida, antes de tocar o solo.
16-(PUC-MG) A massa de um determinado indivíduo é
de 60kg. Ele sobe em uma balança e o ponteiro indica
seu peso.

Qual é a indicação correta que a balança deve


oferecer? (considere 1 quilograma-força “1 kgf” como
sendo 10N e g=10m/s2).
a) 60kg
b) 60kgf
c) 60N
d) 6N
e) 0,6kgf
17-(FEI-SP) Um quilograma padrão pesa cerca de 10N
na Terra. Em um planeta X, o mesmo quilograma
padrão pesa 35N. Qual é a aceleração da gravidade no
planeta X? (1kgf=10N)
a) 10m/s2
b) 3,5m/s2
c) 35m/s2
d) 0,3m/s2
e) 0,7m/s2
18-(UF-MT) A ordem de grandeza de uma força de
1.000N é comparável ao peso de:
a) um lutador de boxe
b) um tanque de guerra
c) um navio quebra-gelo
d) uma bola de futebol
e) uma bolinha de pingue-pongue
19-(Udesc) A afirmativa seguinte é feita por uma
pessoa que nunca estudou física: “Para suspender este
corpo, tive que exercer nele uma força de 15kg”
Com base no enunciado, podemos afirmar:
I. kg é unidade de massa.
II. Nesse caso, o corpo pesa 15N.
III. Peso é uma força e pode ser expresso em kgf ou N.
IV. Nesse caso, o corpo pesa 150kgf.
São verdadeiras, somente:

20-(UFMG-MG) Um astronauta, de pé sobre a superfície


da Lua, arremessa uma pedra,

horizontalmente, a partir de uma altura de 1,25 m, e


verifica que ela atinge o solo a uma distância de 15 m.
Considere que a aceleração da gravidade na sua
superfície vale 1,6 m/s2.
Com base nessas informações, CALCULE o módulo da
velocidade com que o astronauta arremessou a pedra.
21-(UERJ-RJ) Embora sua realização seja impossível,
imagine a construção de um túnel entre os dois pólos
geográficos da Terra, e que uma pessoa, em um dos
pólos, caia pelo túnel, que tem 12.800 km de extensão,
como ilustra a figura a seguir.

Admitindo que a Terra apresente uma constituição


homogênea e que a resistência do ar seja desprezível,
a aceleração da gravidade e a velocidade da queda da
pessoa, respectivamente, são nulas nos pontos
indicados pelas seguintes letras:
a) Y – W
b) W – X
c) X – Z
d) Z – Y
22- (PUC-RS) Vamos supor que você esteja em um
supermercado, aguardando a pesagem de uma
quantidade de maçãs em uma

balança de molas cuja unidade de medida é o


quilograma-força.
A leitura da balança corresponde:
a) ao módulo da força normal, pois essa é a força de
interação entre as maçãs e a balança, cujo valor é
supostamente igual ao do módulo do peso das maçãs.
b) tanto ao valor do módulo da força peso quanto ao
do módulo da força normal, pois ambas constituem um
par ação-reação, segundo a terceira lei de Newton.
c) ao módulo do peso das maçãs, pois essa é a força de
interação entre as maçãs e a balança.
d) ao módulo da força resultante sobre as maçãs.
e) à quantidade de matéria de maçãs.
23-(PUC-MG) A massa de um veículo em repouso é 900
kg. Esse veículo entra em movimento numa

estrada pavimentada e é acelerado até sua velocidade


atingir 100 km/h. Considerando-se g = 10m/s2, é
CORRETO afirmar:
a) À medida que a velocidade do veículo aumenta, o
seu peso diminui e, a 100 km/h, seu peso é mínimo.
b) À medida que a velocidade do veículo aumenta,
aumenta também sua aderência ao solo fazendo com
que seu peso aumente.
c) Pode-se considerar que, até a velocidade de 100
km/h, o peso do veículo não se altera, porém, para
velocidades muito maiores que 100 km/h, o peso do
veículo vai se reduzindo de maneira muito acentuada.
d) O peso do veículo é o mesmo, estando ele em
repouso ou em alta velocidade.
24-(ENEM-MEC) O ônibus espacial Atlantis foi lançado
ao espaço com cinco astronautas a bordo e uma
câmera nova, que iria substituir uma outra danificada
por um curto-circuito no telescópio Hubble. Depois de
entrarem em órbita a 560 km de altura, os astronautas
se aproximaram do Hubble. Dois astronautas saíram da
Atlantis e se dirigiram ao telescópio.
Ao abrir a porta de acesso, um deles exclamou: “Esse
telescópio tem a massa grande, mas o peso é
pequeno.”

Considerando o texto e as leis de Kepler, pode-se


afirmar que a frase dita pelo astronauta
a) se justifica porque o tamanho do telescópio
determina a sua massa, enquanto seu pequeno peso
decorre da falta de ação da aceleração da gravidade.
b) se justifica ao verificar que a inércia do telescópio é
grande comparada à dele próprio, e que o peso do
telescópio é pequeno porque a atração gravitacional
criada por sua massa era pequena.
c) não se justifica, porque a avaliação da massa e do
peso de objetos em órbita tem por base as leis de
Kepler, que não se aplicam a satélites artificiais.
d) não se justifica, porque a força-peso é a força
exercida pela gravidade terrestre, neste caso, sobre o
telescópio e é a responsável por manter o próprio
telescópio em órbita.
e) não se justifica, pois a ação da força-peso implica a
ação de uma força de reação contrária, que não existe
naquele ambiente. A massa do telescópio poderia ser
avaliada simplesmente pelo seu volume.
25-(PUC-MG) Um astronauta na Lua quer medir a
massa e o peso de uma pedra. Para isso ele realiza as
seguintes experiências:

I – Para medir a massa, ele utiliza uma balança de


braços iguais, colocando em um dos pratos a pedra e,
no outro, massas de valor conhecido, até obter o
equilíbrio da balança.
II – Para medir o peso, ele utiliza um dinamômetro na
vertical, pendurando a pedra na extremidade e lendo
seu peso na escala do aparelho.
III – Para medir a massa, ele deixa a pedra cair de uma
certa altura e mede o tempo de queda, comparando-o
com o tempo de queda de um objeto de massa
conhecida, solto da mesma altura; a relação entre os
tempos é igual à relação entre as massas.
IV – Para medir o peso da pedra, o astronauta a prende
na ponta de um fio que passa por uma roldana fixa
vertical; na outra ponta do fio, ele pendura objetos de
peso conhecido, um de cada vez, até que consiga o
equilíbrio, isto é, até que a roldana pare de girar.
As experiências CORRETAS são:
a) I e II apenas. b) III e IV apenas.
c) I, II e IV apenas. d) I, II,
III e IV.
26-(UECE-CE) Ao cair de uma altura próxima à
superfície da Terra, uma maçã de massa igual a 100g
causa no planeta uma aceleração aproximadamente
igual a
a) Zero.
b) 1 m/s2.
c) 10 m/s2.
d) 1 N.
27-(UEG-GO) Entre os poucos animais que
desenvolveram o “pára-quedismo” está o sapo voador
de Bornéu – Rhacophorus dulitensis, apresentado na
figura a seguir.

Na ilustração, e são, respectivamente, a força de


resistência do ar e a força peso.
Considerando que esse animal tenha se atirado do alto
de uma árvore em direção ao solo, o seu pára-quedas
será utilizado e, durante sua queda,
a) as suas membranas interdigitais nas patas
favorecem o aumento da força de resistência do ar,
haja vista que elas aumentam a área de contato com o
ar.
b) a resultante das forças que atuam sobre ele tenderá
a se tornar nula, levando-o, necessariamente, ao
repouso no ar.
c) a sua velocidade tenderá a um valor limite, chamada
de velocidade terminal, independentemente da
resistência do ar.
d) a sua aceleração será nula em todo o percurso,
independentemente da resistência do ar.
28-(FATEC-SP) Um explorador de cavernas utiliza-se da
técnica de “rapel” que consiste em descer abismos e
canyons apenas

em uma corda e com velocidade praticamente


constante. A massa total do explorador e de seus
equipamentos é de 80 kg.Considerando a aceleração
da gravidade no local de 10m/s2, a força resultante de
resistência que atua sobre o explorador, durante a
descida é, em N, de

29-(UNEMAT-MT) A figura abaixo representa um


elevador em movimento com velocidade constante.

A tração (T) do cabo durante o movimento de subida é:


a) maior que o peso do elevador.

b) maior que durante o movimento de descida.


c) igual durante o movimento de descida.

d) menor que durante o movimento de descida.


e) menor que o peso do elevador.
30-(UNEMAT-MT) Um ônibus de peso igual a 10.000 N
está em movimento com velocidade de 15 m/s.
O motorista que dirige o ônibus avista na pista de
rolamento um animal e aciona o freio. O ônibus
percorre 9 metros durante a frenagem até parar
completamente.
O módulo da força de frenagem é igual a: (Dado: g =
10 m/s2)
a) 15.000 N
b) 12.500 N
c) 11.250 N
d) 10.000 N
e) 9.000 N
31-(FGV-SP) Durante a cerimônia de formatura, o
professor de física, teve seu pensamento absorvido
pela pilha de duas camadas de estojos de diplomas,
todos iguais, escorada de ambos os lados, por um copo
contendo água.

O professor lembrava que sen 30o=cos 60o=1/2 e que


sen 60o=cos 30o=√3/2. Admitindo que cada estojo
tivesse o mesmo peso de módulo P, determinou
mentalmente a intensidade da força de contato
exercida por um estojo da fila superior sobre um da fila
inferior, força que, escrita em termos de P, é

32-(FUVEST-SP)
O gráfico abaixo representa a força F exercida pela
musculatura eretora sobre a coluna vertebral, ao se
levantar um peso, em função do

ângulo φ, entre a direção da coluna e a horizontal. Ao


se levantar pesos com postura incorreta, essa força
pode se tornar muito grande, causando dores
lombares e problemas na coluna.
Com base nas informações dadas e no gráfico acima,
foram feitas as seguintes afirmações:
I. Quanto menor o valor de φ, maior o peso que se
consegue levantar.
II. Para evitar problemas na coluna, um halterofilista
deve procurar levantar pesos adotando postura
corporal cujo ângulo φ seja grande.
III. Quanto maior o valor de φ, menor a tensão na
musculatura eretora ao se levantar um peso.
Está correto apenas o que se afirma em

Resolução comentada dos exercícios de


vestibulares sobre Peso e Massa
1- 1, pois a massa é a mesma em qualquer lugar ou
planeta
02- Sim, pois o peso é a força da gravidade, dada pelo
produto da massa do corpo pela aceleração da
gravidade do planeta. No caso, se Garfield fosse para
um planeta com menor aceleração da gravidade, sua
massa não mudaria, pois é a mesma em qualquer lugar,
mas seu peso, de fato, diminuiria.
03- P=m.g — P=55.10=550N — R- D
04- E
05- Considerando g=10m/s2 — P=m.g — 1=m.10 —
m=0,1kg=100g — R- D
06- E
07- A força com que a Terra atrai o corpo tem a mesma
intensidade que a força com que o corpo atrai a Terra
(princípio da ação e reação) e vale P=m.g —
P=100.10 — P=1.000N — F=m.a — 1.000=1034.a
— a=103/1034 — a=10-31m/s2.
08- a) sua massa na Terra ou em qualquer outro lugar
vale — P=m.g — 40=m.10 — m=4kg — seu peso na
Lua será — P=m.g — P=4.10/6 — P=6,66N
b) é sempre a mesma e vale 4kg.
09- A massa é sempre a mesma 120kg e o peso será
— P=m.g — P=120.1,6 — P=192N — R- B
10- Como ele desce com velocidade constante, ele está
em equilíbrio dinâmico e a força peso (para baixo) tem
a mesma intensidade do que a força de resistência do
ar (para cima). — P=FR=m.g — P=80.10 — P=800N
— R- C
11- Essa força de atração é o peso do corpo e vale
P=m.g — P=20.10 — P=200N
12- a) 10kg b) Zero c) Sim, pois a massa é a
mesma.
13- A
14- E
15- Como a resistência do ar é desprezada, em todos
os pontos do movimento a força resultante é o peso,
de direção vertical, sentido para baixo e
de intensidade — P=m.g — P=0,02.10 — P=0,2N
16- Peso do indivíduo — P=m.g — P=60.10 —
P=600N — regra de três — 1kgf=10N — Xkgf —
600N — X=60kgf
17- m=1kg, e é a mesma em qualquer planeta —
P=m.g — 35=1.g — g=35m/s2 — R- C
18- Considerando g=10m/s2 — P=m.g —
1.000=m.10 — m=100kg — R- A
19- I- verdadeira II- falsa, considerando g=10m/s, o
corpo pesa 150N III- verdadeiro IV- falso, pesa
15kgf, considerando 1kgf=10N. R- A
20- Na vertical trata-se de uma queda livre com
velocidade inicial Vo=0 de equação Y=Yo+ Vo.t +
g.t2/2 — 1,25= 0 + o + 1,6.t2/2 — t=1,25s (tempo de
queda) que é o mesmo tempo com que ela percorre
com velocidade horizontal (de lançamento) constante a
distância X=15m — X = Xo + V.t — 15 = 0 + V.1,25
— V = 12m/s.
21- C
22- O que a balança avalia é a força de interação entre
as maçãs a própria balança, ou seja, a intensidade da
força normal —
R- A.
23- O peso de um veículo depende da sua massa m e
da aceleração gravitacional g, pois pela segunda lei de
Newton — P = m.g — como nem a massa e nem a
aceleração gravitacional foram alteradas com o
movimento do veículo ele terá o mesmo peso em
repouso ou em movimento.
R- D
24- As leis de Kepler não justificam a afirmação do
astronauta porque elas versam sobre forma da órbita,
período da órbita e área varrida na órbita — a
afirmação explica-se pelo Princípio Fundamental da
Dinâmica, pois o que está em questão são a massa e o
peso do telescópio — como o astronauta e o
telescópio estão em órbita, estão sujeitos apenas à
força peso, e, consequentemente, à mesma aceleração
(centrípeta), que é a da gravidade local, tendo peso
APARENTE nulo — FR=P — m a = m g — a = g —
é pelo mesmo motivo que os objetos flutuam dentro de
uma nave e diz-se nesse caso que os corpos estão em
estado de imponderabilidade — R- D
Observação — considerando R = 6.400 km o raio da
Terra, à altura h = 540 km, o raio da órbita do
telescópio é r = R + h = 6.400 + 540 = 6.940 km — de
acordo com a lei de Newton da gravitação, a
intensidade do campo gravitacional num ponto da
órbita é — g = go.(R/r)2, sendo go = 10
m/s2 (aceleração da gravidade na superfície da Terra)
— g=10.(6.400/6.940)2 — g=8,5m/s2 — ou seja, o
peso REAL do telescópio na órbita não é pequeno, é
85% do seu peso na superfície terrestre.
25- O procedimento I é correto, pois para a balança de
dois pratos, desde que exista aceleração gravitacional,
ela não é relevante para a comparação dos dois
corpos, pois a aceleração da gravidade na Lua é a
mesma para a pedra e para as massas — o
procedimento II é correto, pois um dinamômetro mede
a força de reação ao peso do corpo, que nas condições
indicadas é igual ao peso do corpo — o procedimento
III não é correto, pois corpos de massa diferentes
possuem o mesmo tempo de queda — o
procedimento IV é equivalente ao procedimento I e
desta forma medirá a massa do corpo e não seu peso.
R- A
26- Pelo princípio da ação-reação, com a mesma
intensidade que a Terra atrai a maçã, a maçã atrai a
Terra. No caso, a maçã tem massa m = 100 g = 0,1 kg
— força de interação — F = P = m g = 1 N — a
massa da Terra é extremamente grande para que essa
força provoque nela alguma aceleração detectável.
Assim, a aceleração que a força exercida pela maçã na
Terra é praticamente nula.
R- A
27- As membranas interdigitais das patas funcionam
como pára-quedas aumentando a força de resistência
do ar fazendo com que sua velocidade tenda a um
valor limite, a partir da qual cairá com velocidade
constante — R- A
28- Como ele desce com velocidade constante a
resultante de todas as forças que agem sobre ele é
nula e a força de resistência do ar é igual ao peso, pois
elas se anulam — P=Far=m.g=80.10 — Far=800N
— R- C
29- Como o movimento é retilíneo e uniforme (MRU),
de acordo com o princípio da inércia, a resultante das
forças que agem no elevador é nula, portanto a
intensidade da tração é igual a intensidade do peso,
tanto na subida como na descida — MRU — FR=0 —
T=P — R- C
30- Dados: P = 10.000 N; vo = 15 m/s; v = 0; DS = 9 m
— aplicando Torricelli — V2=Vo2 + 2.a.ΔS —
02=152 + 2.a.9 — -18.a=225 — a=-12,5ms2 —
P=m.g — 10.000=m.10 — m=1.000kg — princípio
fundamental da dinâmica — FR=m.│a│=1.000.(12,5)
— FR=12.500N — R- B
31-

R- B
32- I. Falsa — observe pelo gráfico fornecido que a
medida que o ângulo φ vai diminuindo a força exercida
pelos músculos sobre a coluna vai aumentando e a
coluna fica muito solicitada diminuindo a possibilidade
de levantar pesos maiores.

II. Correta — a medida que o ângulo φ aumenta a


força exercida pelos músculos sobre a coluna diminui e
a coluna fica menos solicitada o que possibilita ao
atleta elevar pesos maiores.
III. Correta — a medida que o ângulo φ aumenta a
força exercida pelos músculos sobre a coluna diminui e
a coluna fica menos solicitada, diminuindo a tensão na
musculatura eretora.
R- E