Sei sulla pagina 1di 12

Você gostaria de ter mais liberdade para improvisar no contrabaixo, desde conduções de músicas a fraseados e solos?

Sabemos das dificuldades que um baixista enfrenta no seu dia musical e que gostaria muito de evoluir, mas, muitas vezes, não sabe por onde começar e acredita que nunca conseguirá dominar melhor o instrumento e tocá-lo com liberdade. Por isso, é importante que você preste bem atenção, caso queira ter resultados de verdade.

Fique tranquilo. Neste e-book, você irá aprender de uma maneira bem fácil, compreensível e didática, quais são as 5 elementos fundamentais da improvisação.

Através dos elementos que serão apresentadas aqui, você descobrirá gradativamente como improvisar livremente, basta seguir os passos que serão apresentados.

Mas você deve se perguntar:

- É importante saber o tom da música?

- Tenho que saber se o acorde é menor ou maior?

- Esses elementos realmente me ajudarão criar uma linha de groove ou de improviso?

Essas perguntas, dúvidas serão respondidas nos 5 tópicos abaixo:

1. Tom

O que é tom?

O tom é a nota que dá a sensação de repouso numa melodia ou harmonia. A tonalidade de uma música caracteriza a hierarquia de uma nota, que é a nota principal, o centro da música onde todas as outras vão girar em torno dela. É quando escolhemos um nota para se basear e formar acordes, escalas, melodias, etc.

É importante saber o Tom da música?

Sim, o tom da música é o ponto de partida para sabermos quais são as possibilidades de acidentes que ocorrerão e também possibilidades de acordes que compõem aquela tonalidade.

possibilidades de acordes que compõem aquela tonalidade. Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

http://embaixodosdedos.com.br/elemento-01-tom

Exemplo.

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-01-tom Exemplo. 4
5

2. Arpejo

O que significa Arpejo?

É executar sucessivamente as notas de um acorde, enquanto que num acorde simultâneo as notas são executadas todas de uma só vez.

É necessário saber tocar os arpejos (Acordes Maiores ou Menores)?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas que estão iniciando sua caminhada no contrabaixo tem feito. Há realmente necessidade de saber se o acorde é maior ou menor? Não é melhor simplesmente tocar a tônica?

Sim, é extremamente importante, já que o nosso instrumento, o contrabaixo, não toca sempre o acorde simultaneamente, mas toca as notas do acorde separadamente, por isso é de extrema importância que estejamos ligados nos intervalos que compõem um acorde ou escala.

ligados nos intervalos que compõem um acorde ou escala. Assista ao vídeo e aprenda esse elemento

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

http://embaixodosdedos.com.br/elemento-02-arpejo

Exemplo.

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-02-arpejo Exemplo. 6

3. Escalas (Pentatônica)

Escalas são sequências ordenadas de notas, como: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó um ciclo que se repete. As escalas possuem uma sequência de distâncias, como por exemplo tom, tom, semitom, tom, tom, tom, semitom.

Existem muitas escalas, quanto mais escalas você conhecer, mais munição você vai ter para aplicar sobre os acordes corretos. Eu gostaria de deixar aqui um pouquinho sobre a escala Pentatônica Maior e menor.

A ideia da escala Pentatônica é muito simples, de fácil aplicação, é um conjunto de notas extraídos da escala maior, no caso da penta Maior, e extraídos da escala menor, no caso da penta menor. A escala diatônica (Maior) possui 7 notas, já a Pentatônica (Maior ou Menor) possui somente 5 notas.

Esta escala é muito utilizada para a criação de melodias e também podemos identificá-la em muitas músicas que ouvimos no nosso dia a dia. Eu, por exemplo, quando descobri que a Penta nada mais era que as notas do Acorde com duas notas de ligação, pude criar frases que soavam muito melhor do que a escala maior propriamente dita.

é

muito melhor do que a escala maior propriamente dita. é Assista ao vídeo e aprenda esse

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

http://embaixodosdedos.com.br/elemento-03-escalas

Exemplo.

é Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-03-escalas Exemplo. 7

7

4. Saborear

Como citado acima, as escalas ou arpejos não farão sentido se você não experimentar (saborear) cada nota tendo como base um acorde.

Uma dica que realmente funciona e trará uma evolução no seu estudo, é colocar uma base de um acorde maior, por exemplo um “C” maior, tocar cada nota do arpejo ou acorde sobre esta base, e apreciar o efeito que cada nota gera sobre este acorde.

e apreciar o efeito que cada nota gera sobre este acorde. Assista ao vídeo e aprenda

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

http://embaixodosdedos.com.br/elemento-04-saborear

Exemplo.

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-04-saborear Exemplo. 8

5. Combinar

Quando combinamos as notas conseguimos começar o processo de criação de frases, para que esse processo seja facilmente desenvolvido, eu sugiro que criemos alguns padrões de repetição, para que possamos combinar os sons. Use sua criatividade sem moderação.

combinar os sons. Use sua criatividade sem moderação. Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática:

http://embaixodosdedos.com.br/elemento-05-combinar

Exemplo:

Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-05-combinar Exemplo: 9
Assista ao vídeo e aprenda esse elemento na prática: http://embaixodosdedos.com.br/elemento-05-combinar Exemplo: 9

Realmente tudo isso que abordamos, os 5 elementos da improvisação, quando estudados com muito carinho e dedicação, podemos chegar mais próximo do objetivo, que é improvisar com liberdade.

Sempre separei um tempo do meu dia, alguns minutos, para estudar sozinho e isso foi fundamental para minha evolução musical. Outra maneira que me trouxe um enriquecimento musical muito grande, foi estudar em grupo com amigos que também queriam evoluir, portanto, se você tiver essa oportunidade, verá que realmente vale a pena.

Bons estudos e não desistam dos seus objetivos!

Agora quero dar para você a oportunidade de ser acompanhado por mim e um grupo seleto de baixistas que participam do programa de formação embaixo dos dedos, um curso completo para você se tornar um músico requisitado e aprender o “Contrabaixo do dia dia”, processos e técnicas para você evoluir e conseguir tocar de maneira única, usando o método de baixistas profissionais, que não perdem tempo com informações irrelevantes e treinam processos que ajudam a ter mais habilidades no contrabaixo.

Então se você está serio na sua decisão de ir ao próximo nível como baixista, clique no botão abaixo e conheça o Programa de Formação Embaixo dos Dedos.

10

http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/ http://embaixodosdedos.com.br/programa-de-formacao-embaixo-dos-dedos/
Release: Fernando Barbosa é contrabaixista, produtor, compositor e arranjador, nascido em 1981, na cidade de

Release:

Fernando Barbosa é contrabaixista, produtor, compositor e arranjador, nascido em 1981, na cidade de Araçatuba, interior do estado de São Paulo.

Formado pelo conservatório Dramático

e musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí, iniciou sua trajetória musical como professor de contrabaixo há 20 anos.

Foi ganhador de alguns festivais musicais, dentre eles, o Cascavel Jazz Festival em 1999.

Participou da primeira mostra de música instrumental de Tatuí, com o Pianista Eder Giaretta, do Musical “Uma Noite na

Broadway”. Coordenou a parte musical de uma série de Shows de novos talentos internacionais no Alameda Quality Center

e gravou o CD Ágape Instrumental.

Atualmente ministra aulas particulares e coletivas no Projeto Guri, e por ser um instrumentista muito versátil, atua em vários segmentos musicais, transitando entre o Jazz, Gospel, Rock e Mpb: Igreja Ágape em Araçatuba, banda RockMobile (Rockabilly), Quarteto Rapsódia (numa fusão entre música erudita e Jazz), entre outros.