Sei sulla pagina 1di 2

ORIENTAÇÕES E AGENDAMENTO PARA A ELABORAÇÃO DO RESUMO

 Na parte superior da folha deve haver a identificação com os seguintes dados:


Instituição, Curso, Disciplina, Docente, Semestre e Nome do Estudante. Não há
capa.
 Logo após a identificação, deve-se escrever a palavra RESUMO, em caixa alta e
em negrito, com alinhamento centralizado.
 O resumo, escrito em um único parágrafo, não deve ultrapassar uma lauda.
 Trata-se de um resumo acadêmico, nos moldes da Proposta 3. Lembrem-se de
fazer referência ao autor do texto original, de indicar os atos do autor do texto e de
articular as informações de modo adequado.
 O texto do resumo deve estar impresso e com alinhamento justificado.
 A formatação do papel é a seguinte:
o Papel A4
o Margens: 3cm (superior e esquerda) e 2cm (inferior e direita)
o Fonte: Arial ou Times New Roman, Tamanho 12
o Espaçamento entrelinhas (parágrafo): 1,5cm

PROPOSTA 1: Com problemas


No artigo “A cultura da paz”, Leonardo Boff defende a necessidade de construirmos a cultura
da paz a partir de nós mesmos. O autor considera que isso é possível, uma vez que o homem
é dotado de características genéticas especiais que lhe permitiriam vencer a violência.

PROPOSTA 2: Com problemas


Ele diz que a cultura dominante se caracteriza pela vontade de dominação da natureza e do
outro. É possível superar a violência? Freud diz que é impossível controlar o instinto de morte.
Boff diz que a evolução humana sempre esteve regida pela violência. Em segundo lugar, a
cultura patriarcal instalou a dominação da mulher pelo homem e que a lógica de nossa cultura
é a competição. Veja-se, por exemplo, o número de atos de violência contra a mulher em São
Paulo. Precisamos opor a cultura da paz à cultura da violência. Onde buscar as inspirações
para a cultura da paz? Somos seres sociais e cooperativos, tempos capacidades de
afetividade. O homem pode intervir no processo de evolução. Desde os tempos de César
Augusto, os filósofos acham que o cuidado e a essência do ser humano. Gandhi, Dom Hélder
Câmara e Luther King são figuras que deram exemplo de comportamento humano. Eu acho
que todos nós devemos lutar pela paz

PROPOSTA 3: Adequada
Leonardo Boff inicia o artigo “A cultura da paz” apontando o fato de que vivemos em uma
cultura que se caracteriza fundamentalmente pela violência. Diante disso, o autor levanta a
questão da possibilidade de essa violência poder ser superada ou não. Inicialmente, ele
apresenta argumentos que sustentam a tese de que seria impossível, pois as próprias
características psicológicas humanas e um conjunto de forças naturais e sociais reforçariam
essa cultura da violência, tornando difícil sua superação. Mas, mesmo reconhecendo o poder
dessas forças, Boff considera que, nesse momento, é indispensável estabelecermos uma
cultura da paz contra a da violência, pois esta estaria nos levando à extinção da vida humana
no planeta. Segundo o autor, seria possível construir essa cultura, pelo fato de que os seres
humanos são providos de componentes genéticos que nos permitem sermos sociais,
cooperativos, criadores e dotados de recursos para limitar a violência e de que a essência do
ser humano seria o cuidado, definido pelo autor como sendo uma relação amorosa com a
realidade, que poderia levar à superação da violência. A partir dessas constatações, o teólogo
conclui, incitando-nos a despertar as potencialidades humanas para a paz, construindo a
cultura da paz a partir de nós mesmos, tomando a paz como projeto pessoal e coletivo.
ENGENHARIA ELÉTRICA / AGENDAMENTO E ORIENTAÇÕES PARA O RESUMO

Segunda-feira, 18 de dezembro de 11:10 João Marcelo Ubaldo Soares


2017 11:20 Vinícius Macedo de F. Santos
15:00 11:30 Davi Bezerra Freire
15:10 11:40 Débora Monteiro Lima
15:20 11:50 Jornando Prado de O. Santos
15:30 12:00 Vinícius Alexandre R. Xavier
15:40 12:10 Gleidson Silva Lima
16:00 12:20 André Oliveira Silva
16:10
16:20 Terça-feira, 19 de dezembro de 2017
13:00 Sidiney Santos Oliveira Jr.
Terça-feira, 19 de dezembro de 2017 13:10 Júlio César Martins Santana
08:00 Giovane Mendes Mariano 13:20 Luciane Santos Silva
08:10 13:30 Gabriel Lincon B. S. Mulato
08:20 13:40 Breno Lima dos Santos
08:30 13:50 José Augusto V. de Lima Jr.
08:40 14:00 Gabriel Longo Moitinho Blesa
08:50 14:10 Michael Botelho Santana
09:00 14:20 Jeferson Caio Oliveira Silva
09:10 14:30 Kiara Bonella Scaramussa
09:20 14:40 Félix Santana Brito
09:30 14:50 Vinícius da Fonseca Santos
09:40 15:00 Talita Mendes Prates
09:50 15:10 Breno Barreto P. de Almeida
10:00 15:20 Antônio Barbosa Rodrigues
10:10 15:30 Macleine Silva Rocha
10:20 Agnus Bonfim Lima 15:40 Ítalo Amaral da Silva Oliveira
10:30 Gabriel Faustino de Sousa 15:50
10:40 Tifanny da Mata L. R. Ribeiro 16:00 David Freitas dos Santos
10:50 Rone Oliveira Brito 16:10 Gustavo Nascimento Pereira
11:00 Igor Novais Rocha 16:20 Kauany Luiza Vieira Souto

Os seguintes estudantes ainda não alocaram horário:


Ariel Leite Ferreira, Daniel Alex Brito, Gabriel Leão Rocha, Igor Reis Mota, José Victor
Cardoso Lacerda, Layon Moreira Garcia, Lucas Freitas Soares, Manoel Gustavo
Souza de Almeida, Marcos Menezes Moreira Jr., Matheus Sena Gomes, Rafael
Alexsander Figueira Gonçalves, Vítor Oliveira Rocha dos Santos.

Os seguintes estudantes não frequentam regularmente as aulas e já foram


reprovados por falta:
Bruno Costa do Prado, Herrisson Nascimento de Jesus Barros.