Sei sulla pagina 1di 1

MESQUITA AZUL

ARQUITETURA OTOMANA NO ORIENTE MÉDIO E BÁLCÃS


ARQUITETURA OTOMANA - PERÍODO CLÁSSICO
Manifestastando-se através de mesquitas, palácios e fortalezas, marcado após a
conclusão da mesquita de Üç Şerefeli (1447) até a conclusão da Mesquita Azul
(1616). Durante aproximadamente 170 anos, os sultões otomanos encomendaram
várias estruturas de vários arquitetos, alguns exemplos são: Atik Sinan, Mimar Sinan
e o estudante Sinan, Mehmet Ağa, Mimar Sinan.

Como resultado desses anos de ouro da arquitetura otomana temos novos polos de
Mesquita otomana de Istambul, Turquia. Oficialmente Mesquita do Sultão Ahmed (Sultanhmet Camii em turco) foi construída entre 1609 e 1616 e mercado e arquitetura: Istambul, Edirne e Bursa. Infelizmente muitas das estruturas
está situada no bairro de Eminönü, no distrito de Fatih em frente da Basílica de Santa Sofia da qual se encontra separada por um formoso espaço construídas durante esse período foram danificadas ou destruídas por incêndios,
ajardinado.A edificação é um triunfo em harmonia, proporção e elegância. Construída em um estilo clássico otomano, o seu magnífico exterior não guerras e terremotos, mas alguns sobreviveram, e alguns foram reconstruídos ou
faz sombra a seu suntuoso interior. Uma verdadeira sinfonia de belos mosaicos azuis de Iznik além de atribuirem seu nome popular dão a este restaurados com fidelidade aos projetos originais.
espaço uma atmosfera muito especial. A arquitetura otomana se desenvolveu a partir da anterior arquietura seljúcida e teve
influencia dos persas e bizantinos bem como das tradições islâmicas dos mamelucos
depois da conquita de Constantinopla (atual Istambul) pelos otomanos. Os
A CONSTRUÇÃO DA MESQUITA MINARETES INTERIOR otomanos tornaram-se mestres na técnica de construir vastos espaços interiores
Primeira mesquita imperial em quarenta anos , a sua construção ocorreu após a Possui total de seis minaretes, característica única em Istambul que foi encarada O níveis mais baixos são revestidas inteiramente com mais de 20.000 azulejos feitos confinados por cúpulas que, apesar da sua grande dimensão e peso aparentam uma
assinatura do tratado de Zsivarotok e após resultado desfavorável da guerra contra os como uma afronta pois era o mesmo número de minaretes que havia na mesquita de a mão com representação de tulipas, ciprestes e flamboyants. O chão é todo em grande leveza, conseguindo uma perfeita harmonia entre os espaços interiores e
persas, servindo como compensação, visando afirmar o grande poderio Otomano. Caaba, na cidade sagrada de Meca. Têm aspecto canelado em formato de lápis, são tapeçaria, doada por fieis peregrinos. Nos níveis superiores predomina a pintura azul exteriores e uma perfeita articulação entre luzes e sombras. Com eles, as mesquitas
Ahmed I, sultão da época quis então construir uma mesquita maior, mais imponente quatro no entorno da mesquita, com três serefes (balcões) e mais dois, com um e mais de 200 vitrais, que permitem um belíssimo jogo com a iluminação natural. Há passam a ser um santuário de equilíbrio entre estética e técnica, de refinada
e mais bonita do que a Igreja de Santa Sofia, originalmente cristã, na área do antigo serefe a menos, em frente ao grande pátio. Atrávés dos minaretes o almuadem também imensos candelabros nos quais foram encontrados ovos de avestruz o que elegância e evocativo de uma transcendência celestial.
palácio dos imperadores Bizantinos. As mesquitas geralmente eram construídas com costumava subir uma estreita escadaria em seu interior cinco vezes ao dia para evitaria a presença de teias de aranhas. Toda mesquita e decorada por versos do
um intuito de serviço público. Existiam diversos prédios ao lado da Mesquita Azul anunciar o momento de prece. Hoje o anúncio se dá por meio de sinos. Alcorão. Não há figuras no interior da Mesquita pois os muçulmanos não cultuam HAGIA SOFIA x MESQUITA AZUL
que incluem: escola de teologia, uma sauna turca, uma cozinha que fornecia sopa imagens. Nome: Hagia Sofia (Santa Sofia) Sultanahmet Camii
aos pobres, e lojas (o Bazar Arasta), cujas rendas se destinavam a financiar o EXTERIOR Construção: 532 e 537. 1609 e 1616.
complexo. A fachada do grande pátio foi baseada fortemente na Mesquita de Süleymaniye, com Função: 537 a 1203 - Catedral 1616 até hoje - Mesquita
a adição de dois minaretes. Possui uma pequena fonte hexagonal no centro e um Oriental Ortodoxa. Islâmica e serviços
portão monumental, porém estreito que se se destaca arquitetonicamente por sua 1204 a 1261 - Catedral públicos.
arcada. Seu semidomo tem um fina estrutura em estalactite coroado por um domo
Católica Romana.
1262 a 1452 - Catedral
canelado e um alto tambor.
Oriental Ortodoxa.
1453 a 1931 - Mesquita
Islâmica e serviços
públicos.
1931 a 1934 - Fechada.
1935 até hoje - Museu.
Minaretes: 4 (Construídos após 1453) 6
Altura: 55,6 m 43 m
Abóbada: 31 m de diâmetro 23 m de diâmetro

FRANCHESCA MEDINA, RAMON REIS E RENATO MARTINS


ARQUITETURA E URBANISMO - UFSC
HISTÓRIA 3 | PROFESSOR LUCAS REITZ

Fontes: bluemosque.co | historylines.net/history/16th_cent/Classical_Era_Ottoman_Architecture.html | youtube.com/watch?v=Xzay5o_lOuE