Sei sulla pagina 1di 48
Panorama das aceleradoras e incubadoras no Brasil no mundo 1
Panorama das aceleradoras e incubadoras no Brasil no mundo
1
PAUTA
PAUTA
Sobre a ANDE
Sobre a ANDE
Pesquisa global sobre aceleradoras
Pesquisa global sobre aceleradoras
Pesquisa nacional sobre aceleradoras e incubadoras
Pesquisa nacional sobre aceleradoras e incubadoras
PAUTA Sobre a ANDE Pesquisa global sobre aceleradoras Pesquisa nacional sobre aceleradoras e incubadoras
O QUE É A ANDE?
O QUE É A ANDE?

Uma rede internacional de organizações que impulsionam o

empreendedorismo em mercados emergentes.

Nossos membros oferecem serviços críticos de financiamento, capacitação e assistência técnica para “Small & Growing Businesses”, ou apoiam o crescimento do campo como um todo

Acreditamos que essas empresas têm a capacidade de gerar benefícios

econômicos, sociais e ambientais, contribuindo para o

desenvolvimento sustentável do Brasil e de outros países emergentes.

o n t r i b u i n d o p a r a o
SMALL AND GROWING BUSINESS (SGBs) 5 – 250 funcionários Buscam capital de $20,000 - $2
SMALL AND GROWING BUSINESS (SGBs)
5 – 250 funcionários
Buscam capital de $20,000 - $2 milhões
Muito grandes pra microfinanças, muito pequenas
para o capital tradicional
MEMBROS DA ANDE – 272 atualmente Academia Assistência Técnica 5% 38% Corporações (+Fundações corp.) 7%
MEMBROS DA ANDE – 272 atualmente
Academia
Assistência
Técnica
5%
38%
Corporações
(+Fundações
corp.)
7%
DFIs
Associações
setoriais
4%
3%
Investidores
Pesquisa /
Consultoria
28%
Institutos &
Fundações
privados
7%
8%
ANDE Members - Global Reach 15% 31% 7% 47% 32% 34% 17% 13% 75% 63%
ANDE Members - Global Reach
15%
31%
7%
47%
32%
34%
17%
13%
75%
63%
Equipe Local
Sede
15%
na região
Trabalhando
na região
Fonte: ANDE Member Database, 24/3/2017
6
Global Accelerator Learning Initiative (GALI)
Global Accelerator Learning Initiative (GALI)

Perguntas que nos intrigaram:

As aceleradoras têm algum efeito de fato no desempenho das startups?

Se sim: como, quando e onde?

nos intrigaram: As aceleradoras têm algum efeito de fato no desempenho das startups? Se sim: como,

7

Global Accelerator Learning Initiative (GALI)
Global Accelerator Learning Initiative (GALI)
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8

Apoio adicional:

Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8
Global Accelerator Learning Initiative (GALI) Apoio adicional: 8

8

Frentes de Pesquisa do GALI
Frentes de Pesquisa do GALI
Panorama das Aceleradoras
Panorama das Aceleradoras
Desempenho das Aceleradoras Entrepreneurship Database Program:
Desempenho das Aceleradoras
Entrepreneurship Database Program:

Diretório 2017:

1.700+ mapeadas

400+ verificadas como aceleradoras

Global Accelerator Survey:

Estrutura, modelo operacional e financeiro

Nível da empresa:

Momento da inscrição

Levantamento posterior anual com todos os inscritos

Nível da aceleradora:

Compilação dos dados das empresas vinculadas

Banco de dados contém atualmente 8.600+ startups de 99 programas

www.galidata.org

9

9

Análise: Gênero e Investimentos
Análise: Gênero e Investimentos

Equipes apenas com mulhers têm maior probabilidade de ter gerado receita, mas menos probabilidade de ter captado investimento por equity, ao se inscreverem numa aceleradora

% com receita / equity

50% 40% 30% 20% 10% 0%
50%
40%
30%
20%
10%
0%

Revenue

numa aceleradora % com receita / equity 50% 40% 30% 20% 10% 0% Revenue Men Only

Men Only

numa aceleradora % com receita / equity 50% 40% 30% 20% 10% 0% Revenue Men Only

Women Only

Equity Investment

numa aceleradora % com receita / equity 50% 40% 30% 20% 10% 0% Revenue Men Only

Mixed

Análise: Patentes e Investimentos
Análise: Patentes e Investimentos

Startups com patentes têm vantagem na captação de equity, mas isso não se aplica a dívida ou filantropia

$80.000

$60.000

$40.000

$20.000

$-

Capital levantado desde início

Invention-based with patent(s) Invention-based without patent(s) Not invention-based
Invention-based without patent(s) Not invention-basedInvention-based with patent(s)

Invention-based without patent(s) Not invention-based Equity Since Founding* Debt Since Founding Philanthropy

Equity Since Founding*

Debt Since Founding

Philanthropy Since Founding

As Aceleradoras Aceleram?
As Aceleradoras Aceleram?

N=1.421 startups

↑$38,086 Aumento de receita ↑$10,798 Média significativamente maior para startups aceleradas
↑$38,086
Aumento de receita
↑$10,798
Média significativamente maior para startups
aceleradas
↑$22,855 Capital levantado ↑$8,521 Média da mudança no investimento em equity significativamente maior para
↑$22,855
Capital levantado
↑$8,521
Média da mudança no investimento em equity
significativamente maior para startups aceleradas
↑1.46 Empregos criados ↑0.78 Média do aumento no número de funcionários significativamente maior para startups
↑1.46
Empregos criados
↑0.78
Média do aumento no número de funcionários
significativamente maior para startups aceleradas
12
Publicação: “Accelerating Startups in Emerging Markets”
Publicação: “Accelerating Startups in Emerging Markets”
Publicação: “Accelerating Startups in Emerging Markets” As aceleradoras sim aceleram • As startups aceleradas

As aceleradoras sim aceleram

As startups aceleradas têm melhor desempenho nos quesitos receita, empregos, equity e dívida

Porém, há uma diferença nos mercados emergentes

As startups nos mercados emergentes relatam ter mais receita e funcionários, mas recebem menos investimento.

What might explain this gap?
What might explain this gap?
What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14
What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14

Ventures

What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14

Entrepreneurs

What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14
What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14

Accelerators

What might explain this gap? Ventures Entrepreneurs Accelerators Entrepreneurial Ecosystems 14

Entrepreneurial

Ecosystems

14

Entrepreneur / Venture Pipeline?
Entrepreneur / Venture Pipeline?

Emerging market entrepreneurs reported stronger credentials:

More likely to report college education

More likely to prior entrepreneurial experience

Emerging market ventures were more developed upon application:

Ventures were older upon application

More revenue and employees

Accelerator Investment?
Accelerator Investment?

Emerging market accelerators provide similar support to ventures:

Spend more on program costs.

Invest similar amounts into participating ventures.

Work with a similar number of mentors.

on program costs. • Invest similar amounts into participating ventures. • Work with a similar number
Gargalo do Ecossistema?
Gargalo do Ecossistema?

Startups nos mercados emergentes entram nos programas com menos que a metade dos valores de with less than half the equity and debt of those in high- income countries.

Emerging market programs were more likely to report facilitating deals with investors outside the country and that recruiting investors is challenging.

Emerging market entrepreneurs were less likely to mention network building as a benefit of connections made through acceleration.

Publicação: “What’s Working in Startup Acceleration?”
Publicação: “What’s Working in Startup Acceleration?”
Publicação: “What’s Working in Startup Acceleration?” A importância das parcerias • Os programas mais

A importância das parcerias

Os programas mais bem-sucedidos tiveram mais parceiros engajados

Qualidade > quantidade quando se trata das inscrições

Os programas mais bem-sucedidos tiveram menos inscritos, porém, mais qualificados.

Conhecimento financeiro não precisa ser o foco primordial

Os programas mais bem-sucedidos colocaram maior ênfase em comunicação, networking e desenho organizacional.

GALI Deep Dives
GALI Deep Dives

Ano ❶ Coletar dados com um grupo de aceleradoras dentro de um país ou setor

Ano ❷ Com dados suficientes de entrada, produzir estudos marco-zero

Ano ❸ Com dados suficientes de acompanhamento, analisar o efeito da aceleração no respective país ou setor

19

Ano ❸ Com dados suficientes de acompanhamento, analisar o efeito da aceleração no respective país ou
Ano ❸ Com dados suficientes de acompanhamento, analisar o efeito da aceleração no respective país ou
Ano ❸ Com dados suficientes de acompanhamento, analisar o efeito da aceleração no respective país ou
Ano ❸ Com dados suficientes de acompanhamento, analisar o efeito da aceleração no respective país ou
Exemplo México: 461 startups e 21 programas
Exemplo México: 461 startups e 21 programas
2016: Início 2017: Dados do marco-zero 2018: Primeiro relatório comparativo 20
2016: Início
2017: Dados do marco-zero
2018: Primeiro relatório
comparativo
20
E NO BRASIL…?
E NO BRASIL…?

o panorama DE acElEraDoraS E incubaDoraS no braSil

Julho 2017

o panorama DE acElEraDoraS E incubaDoraS no braSil Julho 2017
o panorama DE acElEraDoraS E incubaDoraS no braSil Julho 2017

1

ObjetivOs e MetOdOlOgia

Diante De um contexto onDe

Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Estudos
Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Estudos
Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Estudos
Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Estudos
Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Estudos

Sabe-se pouco sobre o modelo operacional e financeiro das aceleradoras e incubadoras no Brasil.

Estudos existentes sobre esses atores não investigam sua atuação com negócios de impacto, tampouco fazem comparações internacionais.

sobre esses atores não investigam sua atuação com negócios de impacto, tampouco fazem comparações internacionais.

A Força Tarefa de Finanças Sociais destaca o potencial dessas organizações para disseminar e apoiar negócios de impacto no Brasil.

O GALI está coletando informações sobre programas de aceleração em vários países.

Definimos os seguintes objetivos para esta pesquisa

Definimos os seguintes objetivos para esta pesquisa Entender os modelos operacionais das aceleradoras e incubadoras no

Entender os modelos operacionais das aceleradoras e incubadoras no Brasil.

operacionais das aceleradoras e incubadoras no Brasil. Investigar como as aceleradoras e incubadoras no Brasil

Investigar como as aceleradoras e incubadoras no Brasil atuam com negócios de impacto.

e incubadoras no Brasil atuam com negócios de impacto. Explorar as diferenças e similaridades entre aceleradoras

Explorar as diferenças e similaridades entre aceleradoras e incubadoras no brasil e em outros países.

metoDologia

metoDologia DESk RESEARch 256 organizações identificadas QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA

DESk

RESEARch

256

organizações

identificadas

metoDologia DESk RESEARch 256 organizações identificadas QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA
metoDologia DESk RESEARch 256 organizações identificadas QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA

QUESTIOnáRIO

53

respostas

validas

identificadas QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA cOmpARAçãO InTERnAcIOnAL DAS
identificadas QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA cOmpARAçãO InTERnAcIOnAL DAS

AnáLISE

QUAnTITATIvA

QUESTIOnáRIO 53 respostas validas AnáLISE QUAnTITATIvA cOmpARAçãO InTERnAcIOnAL DAS AcELERADORAS AnáLISE

cOmpARAçãO InTERnAcIOnAL DAS AcELERADORAS

QUAnTITATIvA cOmpARAçãO InTERnAcIOnAL DAS AcELERADORAS AnáLISE QUALITATIvA n = 53 Aceleradoras & incubadoras

AnáLISE

QUALITATIvA

n = 53

Aceleradoras & incubadoras

n = 30 (br)

Usando os mesmos critérios do GALI

n = 14

Entrevistas

resultaDos - proDutos

resultaDos - proDutos RESULTADOS GERAIS DA AmOSTRA DE AcELERADORAS E IncUBADORAS. AnáLISE DA ABORDAGEm DAS AcELERADORAS

RESULTADOS GERAIS DA AmOSTRA DE AcELERADORAS E IncUBADORAS.

RESULTADOS GERAIS DA AmOSTRA DE AcELERADORAS E IncUBADORAS. AnáLISE DA ABORDAGEm DAS AcELERADORAS E IncUBADORAS nO

AnáLISE DA ABORDAGEm DAS AcELERADORAS E IncUBADORAS nO ApOIO A nEGócIOS DE ImpAcTO.

AcELERADORAS E IncUBADORAS nO ApOIO A nEGócIOS DE ImpAcTO. cOmpARAçãO EnTRE AcELERADORAS nO BRASIL E Em

cOmpARAçãO EnTRE AcELERADORAS nO BRASIL E Em OUTROS pAíSES.

2

ResultadOs geRais

características Da amostra

53 organizações, entre aceleradoras e incubadoras.

Todas as regiões do país, com destaque para Sudeste (60% aprox.) e Sul (25%).

• Mais da metade iniciaram depois de 2010.

início Do programa

8 7 6 5 4 3 2 1 0
8
7
6
5
4
3
2
1
0

1994 1995 1997 1999 2001 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2011 2012 2013 2014 2015 2016*

*Dados coletados até agosto de 2016”

setores principais

Quase metade tem preferência de setores dos negócios.

• Os setores mais citados foram tecnologias da informação e comunicação, saúde e energia.

• Mais de 13 setores diferentes no total.

sector focus area

freq.

TICs 14

TICs

14

Saúde 9

Saúde

9

energIa 7

energIa

7

MeIo aMbIenTe 5

MeIo aMbIenTe

5

agrICulTura 4

agrICulTura

4

eduCação 4

eduCação

4

sector focus area

freq.

ServIçoS fInanCeIroS 3

ServIçoS fInanCeIroS

3

TurISMo 2

TurISMo

2

  InfraeSTruTura 1
 

InfraeSTruTura

1

ServIçoS à CadeIa de SuprIMenToS 1
ServIçoS à CadeIa de SuprIMenToS 1
ServIçoS à CadeIa de SuprIMenToS 1

ServIçoS à CadeIa de SuprIMenToS

1

  ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa  
 

ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa

 
1

1

  água 1
 

água

1

ouTro 9
ouTro 9
ouTro 9

ouTro

9

CadeIa de SuprIMenToS 1   ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa   1   água 1 ouTro 9
CadeIa de SuprIMenToS 1   ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa   1   água 1 ouTro 9
CadeIa de SuprIMenToS 1   ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa   1   água 1 ouTro 9
CadeIa de SuprIMenToS 1   ServIçoS de aSSISTênCIa TéCnICa   1   água 1 ouTro 9

moDelo operacional

58% só operam em uma cidade.

Diversidade considerável na duração dos programas.

• Não achamos diferenças significativas entre as organizações

do Sudeste e das outras regiões, quanto a escopo geográfico, ou a % que garantem investimento.

ApenAs umA cidAdeSudeste e das outras regiões, quanto a escopo geográfico, ou a % que garantem investimento. diversAs

diversAs cidAdesSudeste e das outras regiões, quanto a escopo geográfico, ou a % que garantem investimento. ApenAs

58% 42%
58%
42%

investimentos

Aprox. 1/3 garantem financiamento para os negócios apoiados.

Equity é a forma de investimento mais comum.

14 4 1 1
14
4
1
1

equityEquity é a forma de investimento mais comum. 14 4 1 1 doAções dívidA outro não

doAçõesé a forma de investimento mais comum. 14 4 1 1 equity dívidA outro não GArAntem

dívidAde investimento mais comum. 14 4 1 1 equity doAções outro não GArAntem investimento GArAntem investimento

outrode investimento mais comum. 14 4 1 1 equity doAções dívidA não GArAntem investimento GArAntem investimento

não GArAntem investimentoEquity é a forma de investimento mais comum. 14 4 1 1 equity doAções dívidA outro

GArAntemde investimento mais comum. 14 4 1 1 equity doAções dívidA outro não GArAntem investimento investimento

investimento

66% 34%
66%
34%

moDelo financeiro

moDelo financeiro As fontes de recursos mais comuns são governo, filantropia e taxas das empresas apoiadas.

As fontes de recursos mais comuns são governo, filantropia e taxas das empresas apoiadas.

fonte De financiamento

Governo

FilAntropiA

tAxAs cobrAdAs do neGócio AcelerAdo

serv. de consultoriA

tAxAs cobrAdAs dos investidores

retornos sobre investimentos em equity

outro 13

número De empresas que receberam financiamento proveniente Desta fonte em 2015

24

23

23

15

6

4

11

contribuição Dessa fonte ao total De financiamento De 2015 (%, meDiana)

60%

50%

18%

33%

35%

15%

64%

13 “Outro” inclui royalties, indivíduos com grande patrimônio, cursos e contribuições feitas pela indústria por meio do programa Sistema-S.

3 aceleRadORas x OutROs PROgRaMas

3

aceleRadORas x OutROs PROgRaMas

critérios usaDos para “aceleraDoras”

critérios usaDos para “aceleraDoras” ApOIA nEGócIOS Em TurmaS (EnTRADA E SAíDA cOmUnS E pRé- DEFInIDAS).

ApOIA nEGócIOS Em TurmaS (EnTRADA E SAíDA cOmUnS E pRé- DEFInIDAS).

Em TurmaS (EnTRADA E SAíDA cOmUnS E pRé- DEFInIDAS). pERíODO DE ApOIO EnTRE 1 mêS E

pERíODO DE ApOIO EnTRE 1 mêS E 1 ano.

E pRé- DEFInIDAS). pERíODO DE ApOIO EnTRE 1 mêS E 1 ano. 60% DA AmOSTRA cARAcTERIzADAS

60% DA AmOSTRA cARAcTERIzADAS cOmO “acElEraDoraS”.

60% DA AmOSTRA cARAcTERIzADAS cOmO “acElEraDoraS”. USAnDO ESSES cRITéRIOS não nEcESSariamEnTE SEguE a

USAnDO ESSES cRITéRIOS não nEcESSariamEnTE SEguE a auToDEfinição DAS pRópRIAS ORGAnIzAçõES.

principais Diferenças observaDas

principais Diferenças observaDas Aceleradoras recebem mais inscrições, porém selecionam menos negócios, ao longo

Aceleradoras recebem mais inscrições, porém selecionam menos negócios, ao longo do ano.

porém selecionam menos negócios, ao longo do ano. maior proporção de aceleradoras realizam eventos para

maior proporção de aceleradoras realizam eventos para conectar com investidores.

realizam eventos para conectar com investidores. Aceleradoras recebem maior % do orçamento de filantropia,

Aceleradoras recebem maior % do orçamento de filantropia, menos do governo, e menos de taxas cobradas das empresas.

4

atuaçãO cOM NegóciOs de iMPactO

principais observações

principais observações 15 declaram apoiar explicitamente negócios com missão social ou ambiental. pREFERêncIAS

15 declaram apoiar explicitamente negócios com missão social ou ambiental.

explicitamente negócios com missão social ou ambiental. pREFERêncIAS SETORIAIS SImILARES (TIc, EnERGIA). EScOpO

pREFERêncIAS SETORIAIS SImILARES (TIc, EnERGIA).

ambiental. pREFERêncIAS SETORIAIS SImILARES (TIc, EnERGIA). EScOpO GEOGRáFIcO QUASE IGUAL. pORém, mEnOR % mOSTRAm

EScOpO GEOGRáFIcO QUASE IGUAL.

SImILARES (TIc, EnERGIA). EScOpO GEOGRáFIcO QUASE IGUAL. pORém, mEnOR % mOSTRAm pREFERêncIA pARA nEGócIOS Em

pORém, mEnOR % mOSTRAm pREFERêncIA pARA nEGócIOS Em SAúDE.

mEnOR % mOSTRAm pREFERêncIA pARA nEGócIOS Em SAúDE. pESQUISA QUALI REvELOU InSIGhTS InTERESSAnTES QUAnTO à

pESQUISA QUALI REvELOU InSIGhTS InTERESSAnTES QUAnTO à InTEncIOnALIDADE, TAnTO DAS AcELERADORAS E IncUBADORAS, QUAnTO DOS nEGócIOS ApOIADOS.

principais observações

Algumas diferenças.

Duração típica De programas

com foco em impacto

Foco em impActo 6 MESES sem Foco em impActo 8.5 MESES
Foco em impActo
6 MESES
sem Foco em impActo
8.5 MESES

porcentagem Dos responDentes que garantem investimento por orientação De impacto

Dos responDentes que garantem investimento por orientação De impacto Foco em impActo 27 % sem Foco

Foco em impActo

27 %

sem Foco em impActo

38 %

Dos responDentes que garantem investimento por orientação De impacto Foco em impActo 27 % sem Foco

principais observações

setores De foco para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto

setores De foco para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto
setores De foco para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto
setores De foco para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto
para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto foco em impacto setor sem foco
para aceleraDoras e incubaDoras com ou sem foco em impacto foco em impacto setor sem foco

foco em impacto

setor

sem foco em impacto

tAmAnHo dA AmostrA: 15

tAmAnHo dA AmostrA: 38

5

5 TIC 9

TIC

5 TIC 9

9

3

3 energIa 4

energIa

3 energIa 4

4

3

3 MeIo aMbIenTe 2

MeIo aMbIenTe

3 MeIo aMbIenTe 2

2

2

2 Saúde 7

Saúde

2 Saúde 7

7

2

2 eduCação 2

eduCação

2 eduCação 2

2

2

2 ServIçoS fInanCeIroS 1

ServIçoS fInanCeIroS

2 ServIçoS fInanCeIroS 1

1

1

1 TurISMo 1

TurISMo

1 TurISMo 1

1

1

1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---
1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---
1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---

Serv. à CadeIa de SuprIMenToS

1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---
1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---
1 Serv. à CadeIa de SuprIMenToS ---

---

1

1   Serv. de aSSISTênCIa TéCnICa   ---
 

Serv. de aSSISTênCIa TéCnICa

1   Serv. de aSSISTênCIa TéCnICa   ---
 

---

--- 1   Serv. de aSSISTênCIa TéCnICa   --- 1   água   --- 1 ouTro
--- 1   Serv. de aSSISTênCIa TéCnICa   --- 1   água   --- 1 ouTro

1

1   água   ---
 

água

1   água   ---
 

---

1

1 ouTro 8
1 ouTro 8
1 ouTro 8

ouTro

1 ouTro 8
1 ouTro 8
1 ouTro 8

8

---

---   agrICulTura   4
 

agrICulTura

---   agrICulTura   4
 

4

---

---   InfraeSTruTura/ConSTrução CIvIl   1
 

InfraeSTruTura/ConSTrução CIvIl

---   InfraeSTruTura/ConSTrução CIvIl   1
 

1

---

--- arTeSanaTo ---

arTeSanaTo

--- arTeSanaTo ---

---

---

--- CulTura ---

CulTura

--- CulTura ---

---

---

--- MoradIa ---

MoradIa

--- MoradIa ---

---

5 cOMPaRaçãO cOM aceleRadORas iNteRNaciONais

5

cOMPaRaçãO cOM aceleRadORas iNteRNaciONais

estutura Das amostras

30

estutura Das amostras 30 AcELERADORAS BRASILEIRAS 62 DE OUTROS pAíSES REGIõES mAIS cOmUnS: américa Do norTE,

AcELERADORAS

BRASILEIRAS

62 DE OUTROS pAíSES

amostras 30 AcELERADORAS BRASILEIRAS 62 DE OUTROS pAíSES REGIõES mAIS cOmUnS: américa Do norTE, Europa E
amostras 30 AcELERADORAS BRASILEIRAS 62 DE OUTROS pAíSES REGIõES mAIS cOmUnS: américa Do norTE, Europa E

REGIõES mAIS cOmUnS:

américa Do norTE,

Europa E ÁSia cEnTral,

américa laTina E caribE

cOmUnS: américa Do norTE, Europa E ÁSia cEnTral, américa laTina E caribE mESmOS cRITéRIOS ApRESEnTADOS AnTERIORmEnTE

mESmOS cRITéRIOS ApRESEnTADOS AnTERIORmEnTE

principais observações

principais observações • Maior duração do apoio. • Menos inscrições e menos participantes ao longo do

• Maior duração do apoio.

• Menos inscrições e menos participantes ao longo do ano.

tipos De programas no brasil e outros países

tipos De programas no brasil e outros países
tipos De programas no brasil e outros países
tipos De programas no brasil e outros países
longo do ano. tipos De programas no brasil e outros países variável brasil outros países n
longo do ano. tipos De programas no brasil e outros países variável brasil outros países n
longo do ano. tipos De programas no brasil e outros países variável brasil outros países n
longo do ano. tipos De programas no brasil e outros países variável brasil outros países n
longo do ano. tipos De programas no brasil e outros países variável brasil outros países n

variável

brasil

outros países

n

durAção mediAnA do proGrAmA 2015

6 meses

4 meses

92

mediAnA do número de cAndidAtos 2015

93

190

65

mediAnA do número de pArticipAntes 2015

9

21

65

tAxA mediAnA de AceitAção 2015

15%

7%

60

percentAGem que oFerece evento com investidores

80%

92%

92

principais observações

principais observações • Menor % garantem investimento, e menor valor mediano dos investimentos. • Menor %

• Menor % garantem investimento, e menor valor mediano dos investimentos.

• Menor % recebem recursos do governo, e maior % recebem retorno sobre equity.

garantem recebimento De investimentos – brasil x outros países

garantem recebimento De investimento

percentagem

n

brasil

outros

países

57%

69%

30

61

investimento total méDio – brasil x outros países

investimento total meDiano

$usD

n

brasil

$55,000

12

outros

países

$200,000

29

número méDio De turmas em 2015 – brasil x outros países

méDia Do número De turmas

#

n

brasil

2

22

outros

países

2

45

5 RecOMeNdações

5

RecOMeNdações

recomenDações para o campo

1

AjUDAR OS EmpREEnDEDORES A ApROvEITAREm mAIS AS OpORTUnIDADES DISpOnívEIS.

2

TESTAR nOvOS mODELOS DE FInAncIAmEnTO.

3

AUmEnTAR DIáLOGO cOm InvESTIDORES DE ImpAcTO.

sugestões para futuras pesquisas

investigar a origem dos investimentos recebidos por negócios apoiados, incluindo os instrumentos de investimento

investigar a origem dos investimentos recebidos por negócios apoiados, incluindo os instrumentos de investimento utilizados, montante e tipo de investidor.

de investimento utilizados, montante e tipo de investidor. Explorar as experiências e possibilidades de parceria

Explorar as experiências e possibilidades de parceria entre corporações e aceleradoras/ incubadoras, incluindo escopo, tamanho do investimento e valor agregado percebido.

escopo, tamanho do investimento e valor agregado percebido. pesquisa com empreendedores sobre sua satisfação com o

pesquisa com empreendedores sobre sua satisfação com o apoio recebido de incubadoras e aceleradoras.

percebido. pesquisa com empreendedores sobre sua satisfação com o apoio recebido de incubadoras e aceleradoras.
rEbEca rocHa rebeca.rocha@aspeninst.org rob parKinSon rob.parkinson@aspeninst.org fErnanDa bombarDi fernanda@ice.org.br

rEbEca rocHa rebeca.rocha@aspeninst.org

rob parKinSon rob.parkinson@aspeninst.org

rob parKinSon rob.parkinson@aspeninst.org fErnanDa bombarDi fernanda@ice.org.br Samir Hamra

fErnanDa bombarDi fernanda@ice.org.br

Samir Hamra samir@ice.org.br