Sei sulla pagina 1di 7

ATIVIDADES ON-LINE 9º ANO GUERRA FRIA PROF. JOSÉ CARLOS PROVA DIA 21/08

1-Na fase Pós-Guerra emergiram e se consolidaram dois grandes blocos rivais, liderados pelos EUA e a URSS, originando a Guerra Fria.

a) Discorra sobre as diferenças, apenas do ponto de vista econômico, entre

capitalismo e socialismo.

b) Apresente os nomes dos países onde o socialismo chegou a ser questionado

através do Sindicato Solidariedade, da perestroika e da repressão às manifestações

na Praça da Paz Celestial.

2-Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica internacional que expressou o(a):

a) conflito político e ideológico entre a União Soviética e os Estados Unidos.

b) supremacia política e militar da Europa Ocidental.

c) subordinação neocolonial dos países árabes e da América Latina.

d) liderança política mundial da China Comunista através de sua participação na ONU.

e) hegemonia econômica mundial das ex-nações imperialistas, tais como a Inglaterra e

a França.

3-Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica internacional que expressou o(a):

a) conflito político e ideológico entre a União Soviética e os Estados Unidos.

b) supremacia política e militar da Europa Ocidental.

c) subordinação neocolonial dos países árabes e da América Latina.

d) liderança política mundial da China Comunista através de sua participação na ONU.

e) hegemonia econômica mundial das ex-nações imperialistas, tais como a Inglaterra e

a França.

4-Após a Segunda Guerra Mundial, a URSS estruturou um plano de cooperação política com os países do bloco oriental, criado, em 1947:

a) o Comecom

b) o Kominform

c) o Pacto de Varsóvia

d) o Plano Marshall

e) a Otan

5-"É lógico que os EUA devem fazer o que lhes for possível para ajudar a promover o retorno ao poder econômico normal no mundo, sem o que não pode haver estabilidade política nem garantia de paz."

(Plano Marshall 5. VI. 1947)

Esse plano

a) assegurava a penetração de capitais norte-americanos no continente europeu,

sobretudo em sua parte oriental.

b) garantia, aos norte-americanos, o retorno a uma política isolacionista, voltada

unicamente para os seus interesses internos.

c) pretendia deter as ameaças soviéticas sobre os países do Oriente Médio, cuja

produção de petróleo era vital para as economias ocidentais.

d) era um instrumento decisivo na luta contra o avanço do comunismo na Europa

arrasada pelo pós-guerra.

e) representava uma tomada da tradicional política da "boa vizinhança" dos EUA em

relação à América Latina.

6- As mudanças no panorama internacional representadas pela vitória socialista de Mao-Tsé-tung na China, pela eclosão da Guerra da Coréia e pelas crescentes dificuldades no relacionamento com a URSS, repercutiram na forma de tratamento dispensada pelos Estados Unidos ao Japão. Este, de "inimigo vencido", passou a

a) atuar como o mais forte aliado da URSS naquela região.

b) ser a principal base de operações norte-americanas na Ásia.

c) competir com as forças econômicas alemãs e inglesas.

d) buscar o seu nível econômico de antes da Primeira Guerra Mundial.

e) menosprezar o "consenso" - política de participação de pessoal, que visa à integração

do trabalhador no esquema da empresa capitalista.

7-Sobre a geopolítica na conjuntura imediatamente pós Segunda Guerra, pode-se afirmar que

a) as áreas que não se envolveram, diretamente, no conflito conseguiram alcançar um

amplo desenvolvimento econômico baseado em uma política de exportação.

b) as diversas formas de dominação colonial e de exploração que caracterizavam,

historicamente, as relações entre o centro e a periferia foram mantidas.

c) os países aliados estabeleceram uma política de arrasamento dos países vencidos

inviabilizando o crescimento mundial durante décadas.

d) os países vencidos se agruparam formando o bloco dos não-alinhados viabilizando,

assim, sua recuperação uma vez que não foram levados em consideração pelos vencedores.

8-pós o término da Segunda Guerra Mundial, dois blocos de poder surgiram: de um lado os Estados Unidos e de outro a URSS. O resultado foi o início da chamada Guerra Fria.

Com relação aos conflitos e incidentes relacionados ao tema, assinale a alternativa incorreta.

A - A Guerra da Coréia iniciada em 1950.

B - A Guerra do Vietnã.

C - A crise dos mísseis envolvendo Cuba, URSS e os EUA.

D - A derrubada de Saddam Hussein.

E - O golpe de estado no Chile com a derrubada e morte de Salvador Allende.

9-A charge abaixo demonstra o clima tenso e as condições de desgaste geradas entre dois países em determinado contexto histórico recente. Indique a alternativa que nomeia corretamente o período em questão:

alternativa que nomeia corretamente o período em questão: A - O período em atenção é a

A - O período em atenção é a Guerra do Golfo;

B - A ilustração indica a rivalidade entre Aliados e Nazistas na 2.ª Guerra Mundial;

C - Indica a chamada “Invasão da Baía dos Porcos” em Cuba.

D - Trata-se da Guerra Fria;

E - A charge ironiza as rivalidades existentes entre diversos grupos étnicos no Leste

Europeu.

10-No Ocidente, as relações de Mao Tsé-tung com o marxismo foram objeto de discussão. Alguns estudiosos questionaram se Mao era realmente um marxista, enquanto outros argumentaram que seu pensamento estava baseado no stalinismo e não acrescentava nada de novo no marxismo-leninismo. As ideias de Mao só foram reconhecidas internacionalmente pelo termo “maoísmo” depois da Revolução Cultural.

Adaptado de LAWRENCE, Alan. China under communism. Londres/Nova Iorque:

Routledge, 2000, p.6.

O fato dos estudiosos ocidentais questionarem a filiação marxista dos ideais de Mao

Tsé-tung estava relacionado:

a. ao chamado conflito sino-soviético, que resultou na ruptura de relações entre China e URSS.

b. à aliança de Mao e do Partido Comunista Chinês com Chang Kai-shek e o Kuomintang durante a II Guerra Mundial.

c. à organização da Revolução Chinesa a partir de uma base camponesa e não operária.

d. à Revolução Cultural e às críticas que surgiram à burocracia do Partido Comunista Chinês.

11-A Grande Marcha empreendida nos anos 30 por Mao Tsé-tung e seus seguidores foi:

a. uma fuga dos contingentes comunistas que estavam sendo perseguidos pelas tropas do Kuomitang.

b. uma fuga dos seguidores de Mao perseguidos pelas tropas japonesas que invadiram a Manchúria.

c. uma tentativa das tropas comunistas de cortar as linhas de abastecimento das tropas nacionalistas.

d. uma tentativa das tropas de Mao de cercar as tropas japonesas que haviam invadido a Manchúria e o norte da China.

e. a marcha empreendida pelos comunistas sobre Nankim para derrotar as tropas do Kuomitang.

12-"A bipolarização do mundo, após a Segunda Guerra Mundial, apesar de ter se constituído na principal referência para as relações internacionais, não chegou a garantir um verdadeiro equilíbrio mundial. Nesse contexto consolidou-se a hegemonia internacional norte-americana". A esse respeito pode-se afirmar que na presidência de

a) Truman (1945 - 52), encerrou-se a política macarthista, o que possibilitou o fim da

Guerra da Coréia e sua conseqüente unificação sob um protetorado norte-americano.

b) Eisenhower (1952 - 60), completou-se o sistema de segurança norte-americano,

com a formação de diversos pactos militares contra os comunistas.

c) Kennedy (1960 - 63), desenvolvendo a "Aliança para o Progresso" encerrou-se a

política de confronto com o mundo comunista, permitindo a retirada americana do conflito vietnamita.

d) Johnson (1963 - 68), a discussão da Doutrina Monroe consolidou-se as alianças

políticas com os movimentos nacionalistas e o fim das intervenções militares na América Latina.

e) Nixon (1968 - 1974), a aproximação com os países comunistas foi dificultada pela

negação da União Soviética em assinar o Tratado de Limitação de Armas Estratégicas, Salt-1.

13- As mudanças no panorama internacional representadas pela vitória socialista de Mao-Tsé-tung na China, pela eclosão da Guerra da Coréia e pelas crescentes

dificuldades no relacionamento com a URSS, repercutiram na forma de tratamento dispensada pelos Estados Unidos ao Japão. Este, de "inimigo vencido", passou a

a) atuar como o mais forte aliado da URSS naquela região.

b) ser a principal base de operações norte-americanas na Ásia.

c) competir com as forças econômicas alemãs e inglesas.

d) buscar o seu nível econômico de antes da Primeira Guerra Mundial.

e) menosprezar o "consenso" - política de participação de pessoal, que visa à

integração do trabalhador no esquema da empresa capitalista.

14-Assinale a opção que apresenta corretamente um evento que NÃO se relaciona com o processo de Distensão e Multipolaridade ocorrido nas relações internacionais a partir do início da década de 1970:

a)

Entrada da China Comunista na ONU.

b)

Assinatura dos tratados de limitação de armas estratégicas entre a União Soviética

e

os Estados Unidos.

c)

Retirada das tropas norte-americanas do Vietnã.

d)

Criação da Comunidade dos Estados Independentes.

e)

Adoção da Política externa de "Coexistência Pacífica", coordenada por Henry

Kissinger.

15-Um aspecto fundamental da Guerra Fria (com o fim da Segunda Guerra Mundial em 1945) foi a reorganização das alianças internacionais e o recrudescimento das relações entre nações que pouco tempo antes estavam aliadas. De um lado estava a União

Soviética, parte significativa da Europa Oriental e a China (após 1949), e do outro lado,

a Europa Ocidental com o apoio explícito dos Estados Unidos, Canadá e os governos

dos países da America Latina. Assim, a Guerra Fria representou uma busca permanente pelo equilíbrio de poder entre as duas potências globais. Mesmo que a disputa nunca tenha resultado em um conflito bélico direto entre os Estados Unidos e a União Soviética, em outros continentes como a África, a Ásia, a América Latina e no Caribe, a Guerra Fria foi marcada por conflitos armados prolongados, passando a se incorporar à geopolítica das lutas anticoloniais e de libertação nacional.

a) Identifique dois países asiáticos com os quais os Estados Unidos estiveram envolvidos diretamente em conflitos militares depois de 1945.

b) Cite três países africanos de língua portuguesa que iniciaram processos de libertação

nacional na década de 1960.

c) Explique as razões apresentadas pelos Estados Unidos para a invasão da Baía dos

Porcos (Cuba), em abril de 1961.

Latina no cenário da Guerra Fria. [

intervenção direta (além da informal) na política dos países do subcontinente, visando

a preservar sua hegemonia econômica e militar. Para tanto, contaram com aliados

internos que se dispuseram a salvaguardar o “mundo livre”. (LOPEZ, 2008, p. 792).

A partir de então, os Estados Unidos optaram pela

]

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a Guerra Fria, indique duas situações

uma de caráter ideológico e outra de caráter econômico em que os Estados

Unidos exerceram influência decisiva na política brasileira durante o período da ditadura dos governos militares.

17-Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica internacional que expressou o(a):

a) conflito político e ideológico entre a União Soviética e os Estados Unidos.

b) supremacia política e militar da Europa Ocidental.

c) subordinação neocolonial dos países árabes e da América Latina.

d) liderança política mundial da China Comunista através de sua participação na ONU.

e) hegemonia econômica mundial das ex-nações imperialistas, tais como a Inglaterra e

a França.

18-Em qual contexto histórico surgiu a Guerra Fria?

A - No final da 1ª Guerra Mundial, quando ocorreu a expansão do socialismo para quase

todos os países da América.

B - No momento seguinte ao final da 2ª Guerra Mundial, quando Estados Unidos e União

Soviética entraram em disputa mundial pela hegemonia militar, política e econômica.

C - No final da década de 1980, com a crise do socialismo no leste europeu.

D - No começo do século XX, com o rápido crescimento industrial e tecnológico da União

Soviética e dos Estados Unidos.

19-Quais os dois blocos militares que se formaram durante a Guerra Fria e quais países os lideraram?

A

- OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos)

e

Pacto de Varsóvia (liderada pela União Soviética).

B

- OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos)

e

Benelux (liderada pela Bélgica).

C

- Pacto de Varsóvia (liderada pela União Soviética) e Tríplice Aliança (liderada pela

Alemanha)

D - Tríplice Entente (liderada pelo Reino Unido) e OTAN - Organização do Tratado do

Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos)

20-A “Guerra Fria” foi a expressão utilizada para caracterizar um tipo de política externa decorrente da:

a) Polarização do mundo em dois blocos político-militares, entre as duas guerras

mundiais.

b) Polarização do mundo em blocos interessados na exploração e posse da Sibéria.

c) Polarização do mundo em dois blocos político-militares, após a Segunda Guerra

Mundial.

d) Polarização do mundo em dois blocos liderados pela Alemanha, Itália e Japão. De

um lado a Inglaterra, Rússia, Estados Unidos e França de outro.

e) A disputa das áreas árticas e antárticas, após a Segunda Guerra Mundial.