Sei sulla pagina 1di 5
UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Escola de Engenharia Curso Engenharia Eletrônica

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Escola de Engenharia Curso Engenharia Eletrônica

Unidade Universitária

Escola de Engenharia

Curso

Engenharia Eletrônica e Engenharia Elétrica

Disciplina

Código da Disciplina

Eletrônica Aplicada I

161.1505.8

Professor (es)

 

Edson Tafeli Carneiro dos Santos

Etapa

José Gomes Gonçalves Filho

José Roberto Soares

Carga horária

Semestre Letivo

2T + 2P

2º Semestre de 2012

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Ementa Estudo dos circuitos transistorizados de baixa e alta freqüência. Análise

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Ementa Estudo dos circuitos transistorizados de baixa e alta freqüência. Análise

Ementa

Estudo dos circuitos transistorizados de baixa e alta freqüência. Análise do comportamento dos transistores em freqüências altas. Descrição do funcionamento dos amplificadores de corrente contínua e dos amplificadores diferenciais para permitir o entendimento do funcionamento dos circuitos integrados lineares (Amplificadores Operacionais). Análise dos amplificadores de faixa estreita. Caracterização das principais limitações dos transistores.

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Objetivos Fatos e Conceitos  Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Objetivos Fatos e Conceitos  Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e

Objetivos

Fatos e Conceitos

Procedimentos e Habilidades

Atitudes, Normas e Valores

Iniciar a familiarização do estudante com os conceitos básicos da eletrônica analógica.

Aplicar o conhecimento adquirido na análise e teste prático de circuitos transistorizados, tanto para corrente contínua, como nas diversas faixas de freqüência.

Perceber a importância dos conhecimentos ensinados para o correto entendimento do funcionamento dos projetos de circuitos eletrônicos analógicos nas diversas faixas de freqüência.

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Conteúdo Programático 1. Comportamento dos Circuitos com a Freqüência 1.1.

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Conteúdo Programático 1. Comportamento dos Circuitos com a Freqüência 1.1.

Conteúdo Programático

1. Comportamento dos Circuitos com a Freqüência

1.1. Circuitos de Baixa e Alta Freqüência

1.2. Efeito Miller em Freqüências Altas.

1.3. Capacitâncias em diodos.

1.4. Circuito “PI” em freqüências altas.

1.5. Circuito Miller.

1.6. Freqüência de Transição.

1.7. Exercícios de transistores em freqüências altas.

1.8. Projeto de Amplificador de Vídeo.

2. Amplificadores de corrente contínua (cc)

2.1. Introdução.

2.2. Amplificador CC convencional.

2.3. Problemas do amplificador CC convencional.

2.4. Amplificador Diferencial.

2.5. Amplificador Diferencial Desbalanceado.

2.6. Amplificador Diferencial Balanceado.

2.7. Fator de Rejeição de modo comum.

2.8. Estrutura interna dos Amplificadores Operacionais.

2.9. Circuitos Darlington e Cascode.

3. Amplificadores Faixa Estreita

3.1. Fator de Qualidade Q.

3.2. Circuito RLC Série.

3.3. Circuito RLC Paralelo.

3.4. Transformador Indutivo.

3.5. Transformador Capacitivo.

4. Limitações dos Transistores

4.1. Retas de Carga: Estática e Dinâmica.

4.2. Limitações de Corrente, Tensão e Potência.

4.3. Projeto de Dissipadores de Calor.

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Metodologia As aulas teóricas são expositivas e dialogadas com utilização de

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Metodologia As aulas teóricas são expositivas e dialogadas com utilização de

Metodologia

As aulas teóricas são expositivas e dialogadas com utilização de quadro branco e, com eventual utilização de “data show”. Todos os itens explicados nas aulas teóricas sempre são complementados com listas de exercícios. As experiências realizadas no laboratório acompanham rigorosamente os assuntos explicados nas aulas teóricas. As experiências são montadas pelos próprios alunos, o que lhes permite uma melhor familiarização com os componentes eletrônicos utilizados na prática.

Critério de Avaliação

São realizadas três provas escritas com notas P1, P2 e PAF. Também considera-se a média aritmética das notas dos relatórios de laboratório (L). Calcula-se a média final MF, pela fórmula:

MF = (P1 x 0,2) + (P2 x 0,2) + (L x 0,1) + (PAF x 0,5)

Para aprovação, o aluno deverá obter média final maior ou igual a 6.

Bibliografia Básica:

BOYLESTAD, Robert L., NASHELSKY, Louis. Dispositivos eletrônicos e teoria de circuitos. Rio de Janeiro : Pearson/Prentice-Hall do Brasil, 2005. MALVINO, Albert Paul. Eletrônica. São Paulo: Pearson Makron Books, 2008, vol 1. SEDRA, A. S.; SMITH, K. C. Microeletrônica; 2005; Pearson Makron Books

Bibliografia Complementar:

CUTLER, P. Teoria dos dispositivos de estado sólido. São Paulo : McGraw-Hill, 1979. LALOND, D. E.; ROSS, J. A. Princípios de Dispositivos e Circuitos Eletrônicos. 1999: Makron Books, vol. 1 e 2. CATHEY, J. J. Dispositivos e Circuitos Eletrônicos. 1994: Makron Books. MILLMAN, J. HALKIAS, C. C. Eletrônica - Dispositivos e Circuitos 1981 McGraw-Hill LURCH, E. Norman. Fundamentos de eletrônica. Rio de Janeiro: LTC - Livros Técnicos e Científicos, 1984. 2 v. ISBN 8521603479