Sei sulla pagina 1di 5

30/03/2017

Capítulo1:

Aofensivadasdrogaschinesa

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

Em1928,MaoTse­tung,olídercomunistachinês,instruiuumdeseusconfiáveissubordinados,TanChen­lin,a

começaracultivarópioemlargaescala 1 .Maotinhadoisobjetivos:aobtençãodetrocadesuprimentosnecessários;e "narcotizaraáreadosbrancos" 2 ,onde"branco"eraumtermoideológico,enãoracista,queMaousavaparasereferira suaoposiçãonão­comunista.AestratégiadeMaoerasimples:usardrogasparaabrandarumaárea­alvo.Então,logoque umaregiãoconquistadativessesidoassegurada,vinhamaproibiçãodousodetodososnarcóticoseaimposiçãode controlesestritosparagarantirqueaspapoulaspermanecessemexclusivamentecomouminstrumentodoEstadoparauso contraosseusinimigos.

contraosseusinimigos. PrimeiropresidentedaChina MaoTse­Tung 1893­1976 China

PrimeiropresidentedaChina

MaoTse­Tung

1893­1976

China

Maistarde,opresidentefalariadousodeópiocontraosimperialistascomoapenasumafasemodernadaguerradoópio,

quecomeçounoséculo19."Oópiofoiumapoderosaarmausadapelosimperialistascontraoschineses,edeveser

usadacontraelesemumasegundaGuerradoÓpio."FoiissoqueMaoexplicouaWangChenemumapalestrasobre seuplanoparaoplantiodeópio,"umaguerraquímicapormétodosindígenas" 3 .Noentanto,ofatodequeoópiojá haviasidousadocontraoschinesesfoiapenasumadesculpaconveniente,enãoomotivoreal.Maocomeçouausarópio comoarmapolíticacontraoseuprópriopovo,oschineses,duranteseupercursoparaestabelecerocomunismoemtodaa China.Ousoquefezdoópioseexpandiusimplesmenteporqueele[oópio]provouserumaarmamuitoeficaz.

TãologoMaotinhatotalmenteasseguradaaChinacontinentalem1949,aproduçãodeópiofoinacionalizada,eo

tráficodeentorpecentes,dirigidocontraosnão­comunistas,tornou­seumaatividadeformaldonovoestadocomunista,a

RepúblicaPopulardaChina.

30/03/2017

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

Aoperaçãodetráficochinesaseexpandiurapidamente.AlvosoficiaisforamoJapão,asforçasmilitaresdosEstados UnidosnoExtremoOriente,ospaísesvizinhosemtodooExtremoOriente,eosEstadosUnidosContinentais.As

principaisorganizaçõesenvolvidasnoiníciodosanos1950foramoMinistériodasRelaçõesExterioreschinês,o

MinistériodoComércioedoServiçodeInteligência.ACoreiadoNortetambémtraficounarcóticos 4 emcooperação comaChina,nestemomento,eestevediretamenterelacionadacomofluxodedrogasparaoJapãoeparaasbases militaresdosEUAnoExtremoOriente 5 .

militaresdosEUAnoExtremoOriente 5 . A metanfetamina

AmetanfetaminafoiprimeiroproduzidanoJapão,esepopularizoucomonomedamarcaHiropon.

OproblemadomésticodosnarcóticosnoJapãotornou­segraveem1949 6 .ADivisãodeInvestigaçãoCriminaldas ForçasArmadasamericanasnoJapão,juntamentecomasautoridadesjaponesas,iniciouaformaçãodeumaredeemtodo oterritóriodoJapãoparadeterminarcomoasdrogasestavamentrandonopaís 7 .Em1951,osjaponeseshaviam oficialmenteidentificadonarcóticosentrandoilegalmentenoseupaís,easorigensdotráfico­queestavamnos comunistaschinesesenorte­coreanos.Estetráficonãoselimitouaoópioeaheroína;incluiahaxixe,maconha,cocaína eperigososestimulantessintéticoscomoosdogrupodashiroponedodimetiltiambuteno 8 .Estessintéticos,em particular,eramespecialmenteperigososeavaliadocomotendosidoresponsávelporgravesproblemasdesaúdeque

aparecerampelaprimeiraveznoJapão,noiníciodosanosde1950.

AexperiênciadosEstadosUnidosésemelhanteadoJapão.Onovotráficofoiidentificadopelaprimeiraveznofinalda

décadade1940.ANarcóticos(EUA)eagentesalfandegáriosestabeleceramredesparaidentificarasnovasorigens[do

tráfico]eem1951começaramaconfiscargrandesquantidadesdeheroínanosprincipaisportosdosEUAcomoNova

Iorque,SãoFranciscoe"Seattle" 9 .Aheroína,foideterminado,erafabricadanaChina,eotráfico,geridoporchineses.

Emconjuntocomosurgimentodotráficodedrogasinternacionalchinêsem1949­52,aproduçãodeópiodaChina

aumentoudeformaconstanteeatingiuopatamarde2.000a3.000toneladasporano.Estaproduçãomanteve­seestável

até1958­64,quandoaproduçãoaumentouparacercade8.000toneladas,comopartedo"grandesaltoemfrente" 10 .As

datasdessesaumentossãoimportantes.ComoserádiscutidonoCapítulo11,aoexaminarautilizaçãodenarcóticos,nos

EstadosUnidos,háduasalteraçõesabruptasnopadrãodecrescimentoquesedestacam.OusodenarcóticosnosEstados

Unidoscaiuduranteosanos1930e1940.Emseguida,apartirde1949­52,umarecuperaçãoabruptaocorreu

simultaneamentecomolançamentodaoperaçãodetráficodeentorpecentesdaChina.Depoisde1952,oconsumode

drogasestabilizou.Então,nofinalde1950ainíciode1960,umasegundagrandeascensãocomeçou.Estasegunda

mudançabruscanopadrãodecrescimentoquasecoincideprecisamentecomumasegundaexpansãonaoperaçãode

30/03/2017

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

narcóticoschinêsecomaentradadaUniãoSoviéticanotráficodenarcóticos,comoserádescritomaistarde.Essa

correlaçãoéumadasindicaçõesdequeocrescimentodotráficodedrogaseusodedrogasnosEstadosUnidoseem

outroslugaresnãoéumprocessosimplesenaturaldaevolução,ouumfenômenodominadopela"demandadousuário.

Emvezdisso,háfortesforças"sub­rosa"notrabalho,estimulandoeampliandooconsumo.

Nocasodotráficochinês,nãohádúvidadequeeraumaatividadeoficialdoEstado.Osdadossobreasotráficoilegalde drogaschinêsenorte­coreanoforamobtidospelasegurançainternajaponesa,InteligênciadoExércitodosEUA,aFBN atuandocomoapoiodeagentessecretosdoTesouro,epelosagentesdisfarçadosdaCIAnaChina 11 .Osdados claramenteidentificamafontesdeprodução,fabricaçãoeembalagem,redesdetráficoeatédeorganizaçõesde administração 12 .Comoserádiscutidomaistarde,aoperaçãodenarcóticoschinesatambémfoipenetradaevigiadapelas inteligênciassoviéticaechecoslovaca,assimcomocertasoperaçõeschinesascomnarcóticosrealizadasjuntamentecom oscomunistasnaCoréia,VietnãeJapão.

AsOperaçõescomnarcóticosdaChinatambémforamdescritasporváriosfuncionárioschinesesquemaistarde

abandonaramaChinaereceberamasilopolíticoemoutrospaíses.Umdessesoficiaisquepartiunofinalde1950

descreveuumareuniãosecretadeoficiaisdoestadoem1952,quandoaoperaçãochinesafoireorganizada,eumplanode

20anosadotado 13 .Nestareunião,foramtomadasdecisõesparapadronizartiposdenarcóticos,estabelecerregrasde promoção,definircatálogosdepreçosdestinadosaincentivaromarketingagressivo,enviarrepresentantesdevendas, expandirapesquisaeprodução,ereorganizarresponsabilidadesgerenciais 14 .Estainformaçãotambéméconfirmada pelosdadosrecolhidospelosagentesdeinteligênciasoviéticosechecoslovacos,comoserádiscutidoemmaioresdetalhe

nosCapítulos4e6.

Aorganizaçãoportrásdasoperaçõeschinesascomnarcóticosfoiextensaeenvolveuváriosministérioseagênciasdas camadasnacionaisàscamadaslocais.Estasorganizaçõessupervisionaramarecuperaçãodeterrasparaaprodução (MinistériodoAmbienteeRecuperação);culturaepesquisaparaproduzirvariedadesmelhoresdepapoulas(Ministério daAgricultura);desenvolvimentodeopiáceos(ComissãoparaaRevisãodeAusteridade);gestãodearmazenamentoe preparaçãoparaexportação(MinistériodoComércio);gestãodeorganizaçõesdocomércioexterior(Ministériode ComércioExterior);controleestatísticoedeplanejamento(ConselhodeProduçãodoGovernoCentral),finanças (MinistériodasFinanças);marketingatravésderepresentantesespeciaiseintrigapolítica(MinistériodosNegócios Estrangeiros);esegurançaeoperaçõessecretas(MinistériodasObrasPúblicasSegurança) 15 .

Oofíciodetráficoincluíaocontrabandoclássico;transporteporempresasdenavegação(tantoconscientequanto inconscientemente),usodecomunistasedaetniachinesanoexterior;colaboraçãocomsindicatosinternacionaisdo crimeorganizado;usodepostosestrangeirosdasmatrizescontinentais;abusodeprivilégiodiplomático;usode merchandisedemarcasnormaiscomoumdisfarce;transporteporcorreio;efalsificaçãoouempacotamentocommarcas enganosas 16 .Comoserávistoadiante,asestratégiasetáticassoviéticascomnarcóticosempregamtécnicasbastante semelhantesemtermosdeorganizaçãoegestão,metasemotivações­emboranoestilosoviéticoleninista,eemuma escalamuitoampliada.

30/03/2017

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa PrimeiroMinistro ChoEn­lai 1898­1976 China

PrimeiroMinistro

ChoEn­lai

1898­1976

China

Aolongodosanosde1950e1960,provavelmenteofuncionáriomaisimportanteapraticardia­a­diaocontrolesobreas

operaçõescomnarcóticosdaChinafoiChouEn­lai.ComooprincipalideólogoSoviético,MikhailA.Suslov,explicou

duranteumimportantediscursosobreaChinaemumareuniãodoComitêCentralsoviéticoemfevereirode1964,quea

estratégiadeChouEn­laiera"desarmaroscapitalistascomascoisasqueelesgostamdeprovar[significandodrogas]

17

.

OprofessorJ.H.TurnbullfoichefedoDepartamentodeQuímicaAplicadadaRoyalMilitaryCollegeofScience,

Shrivenham,ReinoUnido,eumespecialistaemtráficodenarcóticosesuasimplicaçõesestratégicas.Em1972,

seguindoapublicidadevoltadaparaousomaciçodenarcóticoscontrasoldadosdosEUAnoSudesteAsiático(ver

Capítulo6),Turnbullelaborouumresumosucintodaestratégiachinesadetráficodenarcóticos."Otráficochinês",

escreveuele,foi"dirigidoamplamenteparaosprincipaissetoresindustriaisdomundolivre.Emtermospuramente comerciais,essasmetasoferecemalvosóbvios,umavezquefornecemosdoismercadosgrandeseafluentes 18 .Esses importantessetoresindustriaisestavamparti­cularmentevulneráveisdevidoànaturezaabertadasociedadesubjacente.

"

Aproduçãoedistribuiçãodedrogas,Turnbulldestacou,foi"umafontevaliosaderendanacional,eumapoderosaarma desubversão" 19 .Ele,então,identificoutrêsobjetivosbásicosdasatividadessubversivaschinesasempregandodrogas:

1.Financiaratividadessubversivasnoexterior;

2.Corrompereenfraquecerospovosdomundolivre;

3.DestruiramoraldosmilitaresamericanosemcombatenoSudesteAsiático 20 .

AconclusãodeTurnbullfoiquaseidênticaaobtidavinteanosantespelocomissáriodosEUAdeNarcóticos,Harry Anslinger.Éigualmenterelevantehoje.Adisseminaçãosecretadeentorpecentesopiáceos,emparticularaviciante heroína,parafinscomerciaisesubversivos,representaumadasmaisgravesameaçasàsforçasarmadaseàssociedades doMundoLivre.Aoperaçãosubversivadeveserreconhecidacomoumaformapeculiardeguerraquímicaclandestino, naqualavítimavoluntariamenteseexpõeaoataquequímico" 21 .

30/03/2017

CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

30/03/2017 CocaínaVermelha­Capítulo1­Aofensivadasdrogaschinesa

TraduzidoeeditadoporDouglasAkira.S.F.

Referências

1ChangTse­min,AFollow­UpReportonChineseCommunistCrimesinDruggingtheWorld(Taipei:World

Anti­CommunistLeague,1979),página1.

2Psycho­ChemicalWarfare:TheChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest(NewRochelle,NewYork:

ArlingtonHouse,1973),página73.

3'ALookattheChineseCommunist'StrategyofNarcotic',documentoinéditodomajor­general(reformado)Sing­

yuChu,SocietyforStrategicStudies,emTaipei.CitadoemTheInsideStoryofRedChina'sOpiumSales(Hsueh

HaiPress,maio,1957).

4AnteseduranteaGuerradaCoréia,aCoréiadoNorteestavaintimamenteligadaàChinacomunista.Noentanto,

apósaguerra,asrelaçõescomaChinaazedaram,aCoreiadoNortetornou­semaisestreitamentealinhadacoma

UniãoSoviética.ACoreiadoNorteforneceuàinteligênciasoviéticadadosconsideráveissobreonegóciodas

drogaschinês.

5VertertemunhodeumescritóriodaNarcoticóticos,deumagentedisfarçadodoDepartamentodoTesouroemUS

Congress,Senate,CommunistChinaandIllicitNarcoticsTraffic,HearingsBeforetheSubcommitteetoInvestigate theAdministrationoftheInternalSecurityActandotherInternalSecurityLawsoftheCommitteeontheJudiciary,

8,18­19demarço,e13demaio,1955(Washington,DC:EUAGovernmentPrintingOffice,1955),páginas14­17.

6J.H.Turnbull,ChineseOpiumNarcotics:AThreattotheSurvivaloftheWest(Richmond,Surrey,Inglaterra:

ForeignAffairsPublishingCompany,1972),página12.

7SeeHarryJ.AnslingerandWilliamF.Tompkins,TheTrafficinNarcotics(NewYork:Funk&Wag­nails

Company,1953),páginas70­116,eGerdHamburger,ThePekingBomb(Washington:RobertB.Luce,Inc.,

1975),página54.VertambémRichardDeacon,TheChineseSecretService(NewYork:BallantineBooks,1974),

páginas449­450.

8USCongress,Senate,CommunistChinaandIllicitNarcoticsTraffic,HearingsBeforetheSub­committeeto

InvestigatetheAdministrationoftheInternalSecurityActandOtherInternalSecurityLawsoftheCommitteeon

theJudiciary,8,18deMarçode1955,13deMaiorde1955,e19marçode1955(Washington,DC:Government

PrintingOffice,1955),páginas34­91.

9VictorLasky,'RedChina'sSecretWeapon',inExtensionofRemarksofHon.NorrisPoulson,USCongress,

House,CongressionalRecord­Appendix(Washington,DC:EUAGovernmentPrintingOffice,April23,1953)

Congressopágina,A2176.

10VerCandlin,Psycho­ChemicalWarfare:TheChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest,op.cit.,

páginas108­118;Hamburger,ThePekingBomb,op.cit.,página235;.eCommunistChinaandIllicitNarcotics

Traffic,op.cit,página16.

11Deacon,TheChineseSecretService,op.citdapágina447,relatausandonãomenosdoque37relatórios

separadosde26indivíduosqueDeaconacreditavaterementrevistadonãomenosdoque50­60desertores,

policiais,agentessecretos,funcionáriosdoesquadrãoanti­drogas,eoficiaisdainteligência.

12Paramaioresdetalhesemapasdasáreasdeproduçãoeasrotasdetráfico,verPsico­ChemicalWarfare:The

ChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest,op.cit,ThePekingBomb,op.cit,andvariousreportstothe UnitedNationsfiledbytheUSCommissioneronNarcotics,HarryAnslinger.

13Candlin,Psycho­ChemicalWarfare:TheChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest,op.cit,página

195;eHamburger,ThePekingBomb,op.cit,página59.

14TokyoShinbun,janeirode8,1953,citadoemRichardLGDeverall,MaoTse­tung:StopThisDirtyOpium

Business!(Tokyo:ToyohPrintingandBookbindingCo.,1954),páginas64­66.VertambémCandlin,Psycho­

ChemicalWarfare:TheChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest,op.cit,páginas195­197,454­455.

15Candlin,Psycho­ChemicalWarfare:TheChineseCommunistDrugOffensiveAgainsttheWest,op.cit,página

214.

16Ibid.,Páginas215­216. Ibid.,Páginas215­216.

17EntrevistacomJanSejna,queestavapresentequandoSuslovdiscutiuotráficodenarcóticosdaChinaem

detalhes.Estesdadossãooriundosdainteligênciasoviética.

18Turnbull,ChineseOpiumNarcotics,op.cit,página15.

19Ibid.,Página15. Ibid.,Página15.

20Ibid. Ibid.

21Ibid.,Página16. Ibid.,Página16.