Sei sulla pagina 1di 4
F ICHA DE T RABALHO DE P ORTUGUÊS 10 º A NO – T URMAS
F ICHA DE T RABALHO DE P ORTUGUÊS 10 º A NO – T URMAS

FICHA DE TRABALHO DE PORTUGUÊS

10º ANO TURMAS 04 E 05

FEVEREIRO 2017

FUNÇÕES SINTÁTICAS

Funções sintáticas ao nível da frase

Manual Encontros 10, p. 373

1. Completa o texto. Se necessário, consulta a página 373 do manual.

Funções sintáticas ao nível da frase

As funções sintáticas ao nível a frase são quatro:

, predicado,

e modificador

da frase. O

e o

são obrigatórios, estando presentes em qualquer frase.

O

e o modificador da frase são funções sintáticas opcionais nas frases.

O sujeito pode ser

(quando é constituído apenas por um grupo nominal ou oração),

(quando é constituído pela coordenação de dois ou mais grupos nominais ou orações) e

(quando não tem realização gramatical).

(quando é identificável pela flexão verbal),

(quando não pode ser especificado ex:. diz-se, dizem) e expletivo (quando surge associado a verbos impessoais ex:. chover, anoitecer, haver).

O sujeito nulo pode ser

1.1. Completa o quadro, identificando a constituição sintática de cada frase. Segue o exemplo.

   

Funções sintáticas ao nível a frase

Constituição

     

Modificador

frásica

Sujeito

Predicado

Vocativo

da frase

Eu e a Eva procurámos o cão por toda a parte.

         

Nós chamámo-lo

         

insistentemente.

Tu encontraste o teu cão, Artur?

         

Infelizmente, não o encontrei.

[eu]

não

o

 

Infelizmente

Modificador da frase + sujeito nulo subentendido + predicado

encontrei

Chegaram os nossos amigos.

         

Procurarem o cão alegra-me.

         

Quem gosta de animais e quem os protege será sempre bem- vindo ao canil, amigos.

         

Chove torrencialmente desde a manhã.

         

Dizem que o cão foi visto ao amanhecer.

         

Naturalmente, o cão escondeu- se num abrigo enquanto choveu.

         

Quem encontrar o cão receberá uma recompensa.

         

Funções internas ao grupo verbal (complementos)

Manual Encontros 10, p. 374

1. Completa o texto com os exemplos seguintes:

A quem é que eu dei comida? Ao cão.

Dei comida ao cão. Dei-lhe comida. Ele disse que tinha adotado um cão. Ele disse-o.

Encontrei um cão abandonado. Encontrei-o.

O

cão entrou em casa. *O cão entrou.

O

cão entrou em casa. *O cão entrou-lhe.

O

cão foi adotado pelo rapaz. O rapaz adotou o cão.

O

cão foi adotado por quem? Pelo rapaz.

O

que é que eu encontrei? Um cão abandonado.

 

Testes para identificação dos complementos do verbo

O

complemento direto pode ser substituído:

- pelo pronome pessoal o, a, os, as Ex.:

- pelo pronome demonstrativo isso / o Ex.:

Identifica-se fazendo a pergunta Quem é que/O que é que + sujeito + verbo?:

Ex.:

O

complemento indireto pode ser substituído pelo pronome pessoal lhe, lhes:

Ex.:

Identifica-se fazendo a pergunta A quem é que + sujeito + verbo (+ complemento direto)?:

Ex.:

O

complemento oblíquo não pode ser substituído pelo pronome lhe, lhes:

Ex.:

Em geral, sem ele, a frase deixa de ter sentido completo. Ex.:

O

complemento agente da passiva identifica-se fazendo a pergunta Sujeito + verbo

na passiva + por quem / por que coisa?:

Ex.:

Quando, a partir de uma frase passiva, se constrói uma frase ativa, o complemento agente da passiva passa a ser sujeito:

Ex.:

2. Analisa sintaticamente as frases.

a. O cão vagueava pela

b. Ninguém suspeitou que o cão tivesse

c. Concordei em adotar o cão

d. O Bruno emprestou-me uma

e. Coloquei a trela no pescoço do

f. O cão é apreciado por

Funções internas ao grupo verbal (predicativos)

Manual Encontros 10, pp. 375, 124-125

1. Lê o texto.

Snoopy Como todo o bom beagle, [o Snoopy] é curioso e inteligente. No início, a personagem criada por Charles Schulz, entre 1922 e 1950, para a banda desenhada Peanuts não falava e andava sobre as quatro patas, mas, pouco a pouco, foi-se humanizando. A NASA adotou-o como mascote e criou o prémio Silver Snoopy.

Super Interessante, Edição especial 2013/2014 [p. 64, adaptado]

1.1. Completa o esquema com exemplos do texto.

Predicativo do complemento direto do sujeito Constituinte: Constituinte: Sujeito a que se refere: Complemento direto
Predicativo
do complemento direto
do sujeito
Constituinte:
Constituinte:
Sujeito a que se refere:
Complemento direto a que se refere:

2. Completa o quadro, seguindo o exemplo.

 

Tipo de

Expressão a que se refere

Constituição

predicativo

O cão estava sem energia.

Predicativo

do

“O cão”

Grupo

sujeito

preposicional

Acho o Snoopy com graça.

     

O

cão criado por Schultz permanece famoso.

     

O

famoso Snoopy parece ser arguto.

     

Todos consideram este cão engraçado.

     

A

NASA tomou por mascote o Snoopy.

     

Funções internas ao grupo verbal (modificador)

Manual Encontros 10, p. 374

1. Completa o texto com as palavras indicadas.

Modificador do grupo verbal

→ O modificador do grupo verbal integra-se no

→ O modificador do grupo verbal não é selecionado (isto é,

pelo verbo; como tal, pode ser

sentido. Pode exprimir uma ideia de tempo, lugar, modo, causa, fim

)

sem que a frase deixe de fazer

→ O modificador do grupo verbal pode ter a forma de:

(Ex.: Walt Disney criou Pluto em 1930.);

(Ex.: Walt Disney criou Pluto outrora.);

(Ex.: Walt Disney criou Pluto quando se sentiu

inspirado.).

→ As orações que podem desempenhar a função sintática de modificador do grupo verbal são as orações subordinadas:

(Ex.: Walt Disney criou Pluto mal se sentiu inspirado.);

(Ex.: Walt Disney criou Pluto para recordar a infância.);

(Ex.: Walt Disney criou Pluto por se sentir inspirado.);

(Ex.: Walt Disney criou Pluto onde se sentiu inspirado.).

2. Lê o texto.

adverbais causais

adverbiais finais

adverbiais

temporais

eliminado

exigido

grupo adverbial

grupo

preposicional

oração

predicado

substantivas

relativas

Pluto Pluto é, para todos os efeitos, um cão, enquanto o Pato Donald, o Rato Mickey e o Pateta falam, andam e se vestem como pessoas. Inspirado no bloodhound ou cão de Santo Humberto (os melhores cães de caça), possui um prodigioso olfato, pelo que aparece à procura de esquilos ou insetos em muitos desenhos animados. Excelente animal de companhia, destaca-se pela docilidade.

Super Interessante, Edição especial 2013/2014 [p. 64, adaptado]

2.1. Transcreve da primeira frase os dois constituintes que desempenham a função sintática de

modificador do grupo verbal.

2.2. Expande a frase “Pluto aparece frequentemente à procura de esquilos ou insetos.”, acrescentando-lhe

modificador do grupo verbal com as seguintes características:

a. com a forma de uma oração e valor de tempo;

b. com a forma de grupo adverbial e valor de lugar;

c. com a forma de grupo preposicional e valor de causa;

d. com a forma de uma oração e valor de fim.