Sei sulla pagina 1di 7

SINTAXE DO PERODO

COMPOSTO

COORDENAO
O So Francisco o rio da unidade nacional; ele
banha vrios Estaddos do Brasil e depois desgua
no Atlntico.

SUBORDINAO
O So Francisco, que o rio da unidade nacional,
banha vrios Estados e depois desgua no Atlntico.

ORAES COORDENADAS
1. ADITIVAS
Pedro estuda, e Paulo trabalha.
No irei aula, nem palestra.
No s o ajudei, mas tambm arranjei um
emprego para ele.
E, nem, no s... mas (tambm), tanto...quanto, no
somente... mais ainda.

1.(CESPE) Uma gerao de ativistas e de pensadores, que defendeu


tais idias, iria exercer, por algumas dcadas, o papel inovador de
denunciar o sistema (o establishment) mas tambm de formular um
novo modelo de desenvolvimento e de praticar, a partir de novos
valores, um novo estilo de vida.
Textualmente, a conjuno mas tem o valor de aditiva, pois pode
ser substituda por esem prejuzo para a correo e a coerncia do
perodo.

ORAES COORDENADAS
2. ADVERSATIVAS
Choveu muito, mas a terra est seca.
Trabalha muito, porm no progride.
Cheguei cedo, todavia a aula j comeara.
Presta pouca ateno aula, entretanto faz boas
provas.

Mas, porm, todavia, no entanto, entretanto, contudo.

2 (CESPE) Qualquer deciso nesse sentido,


porm, deve levar em conta um fato da natureza:
ningum pode evitar completamente situaes
estressantes.
Preservam-se a coerncia textual e a correo
gramatical ao substituir porm por mas.

3 CETRO Prefeitura de Manaus Advogado 2012


Leia o trecho abaixo, retirado do texto e, em seguida,
assinale a alternativa que no apresenta alterao de
sentido ou prejuzo semntico.
J noite, mas a festa ainda no acabou.
(A) J noite, ento a festa ainda no acabou.
(B) J noite, porque a festa ainda no acabou.
(C) J noite, logo a festa ainda no acabou.
(D) J noite, tampouco a festa ainda no acabou.
(E) J noite, porm a festa ainda no acabou