Sei sulla pagina 1di 25
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I

CIVIL DISCIPLINA: CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I Área de uma Região Delimitada por Dois Gráficos Prof.:

Área de uma Região Delimitada por Dois Gráficos

Prof.: Rogério Dias Dalla Riva

Área de uma Região Delimitada por Dois Gráficos

1.Área de uma região delimitada por dois gráficos

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Com poucas modificações, podemos generalizar o uso de integrais definidas do cálculo da área sob um gráfico para o cálculo da área de

uma região delimitada por dois gráficos.

Para isto, consideremos a área da região definida pelos gráficos de f, g, x = a e x = b, conforme a figura a seguir.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Se os gráficos de f e g estão ambos acima do eixo x, podemos interpretar a área da região entre os dois gráficos como a área da região sob o gráfico de g subtraída da área da região sob o gráfico de f.

Embora a figura anterior apresente os gráficos de f e g ambos acima do eixo x, isto não é necessário; o mesmo integrando [f (x) – g (x)] pode ser usado, desde que ambas as funções sejam contínuas e g (x) f (x) em todo o intervalo [a, b].

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
Área de uma Região Delimitada por Dois Gráficos Se f e g são contínuas em
Área de uma Região Delimitada por Dois Gráficos
Se f e g são contínuas em [a, b] e g (x) f (x) para
todo x no intervalo, então a área da região delimitada
pelos gráficos de f e g, x = a e x = b é dada por
A
=
∫ b
[
f
(
x
)
g x
(
)
]
dx
a
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Exemplo 1: Calcule a área da região delimitada pelos gráficos de y = x 2 + 2 e y = x, para 0 x 1.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Inicialmente, tracemos os gráficos das duas funções. Pela figura seguinte, vemos que x x 2 + 2 para todo x em [0, 1]. Fazemos então f (x) = x 2 + 2 e g (x) = x, e calculamos a área como a seguir.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

b

a

[

2

+

Área

f

(

x

)

2

)

(

g x

(

)

]

=

1

0

1

0

 

(

(

 

x

)

dx

=

x

2

x

)

2 dx

=

x

+

=

3

x

3

2

x

+

2

2 x

1

0

=

11

6

unidades quadradas

dx

Área entre f e g

Substituindo f e g

Determinando a antiderivada

Aplicando o Teorema Fundamental

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Exemplo 2: Calcule a área da região delimitada por y=2-x 2 ey=x.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Neste problema, não são dados os valores de a e b; devemos calculá-los determinando os pontos de interseção dos dois gráficos. Para isto, igualemos as duas funções e resolvamos em relação a x; obtendo x = -2 e x = 1. Pela figura a seguir vemos que o gráfico de f (x) = 2 - x 2 está acima do gráfico de g (x) = x para todo x no intervalo [-2, 1].

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Área

=

b

a

[

f

(

x

)

g x

(

)

]

dx

=

=

=

=

1

1

9

2

2

2

 

(

(

2

2

x

3

x

3

2

x

)

+

x

2

x

+

2

(

x

)

 

dx

)

2 dx

2 x

1

2

unidades quadradas

Área entre f e g

Substituindo f e g

Determinando a antiderivada

Aplicando o Teorema Fundamental

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Exemplo 3: Calcule a área da região delimitada pelo gráfico de y = x 2 – 3x – 4 e o eixo x.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Determinemos inicialmente os interceptos do gráfico, igualando a zero a função e resolvendo em relação a x.

2

x

3x

4=

0

(x

4)(x+ 1)= 0

x = 4

e

x = 1

Igualar a função a zero

Fatorar

Resolver em relação a x

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Pela figura a seguir, vemos que x 2 –3x-4 0 para todo x no intervalo [-1, 4]. Podemos, pois, fazer f (x) = 0 e g (x) = x 2 – 3x – 4 e calcular a área como a seguir.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Área

=

=

4

1

4

1

 

(

=

(

0

b

a

)

[

2

x

+

f

(

(

x

2

x

)

3x

+

g x

(

)

3x

]

4

4

)

dx

=

=

3

x

+

3

125

6

3

2

x

+

2

4 x

4

1

unidades quadradas

dx

)

 

dx

Área entre f e g

Substituir f e g

Determinando a antiderivada

Aplicar o Teorema Fundamental

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Exemplo 4: Calcule a área da região delimitada pelos gráficos de f (x) = 3x 3 x 2 – 10x e g (x) = – x 2 +2x.

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

f(x) = g(x)

3

3x

2

x

10x=

3

3x

12x=

(

3x x

2

)

4 =

0

0

2

x+

2x

3x(x 2)(x+ 2)= 0

x = 0,

x = 2

e

x = 2

Igualar f (x) e g (x)

Substituir f (x) e g (x)

Escrever em forma padrão

Fatorar

Resolver em relação a x

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Estes três pontos de interseção determinam dois intervalos de integração: [-2, 0] e [0, 2]. Pela figura seguinte, vemos que f (x) g (x) no intervalo [0, 2]. Devemos, assim, utilizar duas integrais para calcular a área da região delimitada pelos gráficos de f e g – uma para o intervalo [-2, 0] e outra para o intervalo [0, 2].

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

Área

0

[

f (x)

=

2

g(x) dx

]

+

Área =

0

2

(

3

3x

)

12x dx

+

0

+

2

x

4

3

3 x

4

+

4

6

2

x

=

4

(12

=

= 24

(0

0)

24)

+ 

 

(

unidades quadradas

2

0

[

g(x)

2

0

(

2

6 x

3x

3

+

2

0

+

12

24)

]

f (x) dx

)

12x dx

(0

0)

1. Área de uma região delimitada por dois gráficos
1.
Área
de
uma
região
delimitada por dois gráficos

É fácil cometer um erro ao calcular áreas como a do Exemplo 4. Para verificarmos que nossa solução é aceitável, podemos fazer um gráfico cuidadoso da região em papel milimetrado e obter então uma aproximação da área com auxílio da malha impressa.