Sei sulla pagina 1di 8

Plano da Actividade

Área De Projecto – 2009/2010

“Dia Cultural: A canção de Coimbra na Cultura Portuguesa” -


Palestra

“Dia Cultural: Portugal: Tradições de Norte a Sul...” –


Exposição fotográfica
12ºD

Dia: 21 de Maio de 2010

Hora: 12h – 13h 30 min

Local: Auditório da Escola Secundária de Seia/Átrio do Bloco C

Organização: Grupo 2: Ana Carolina, Ana Morais, Mariana Dias e Patrícia


Cruz

Participantes:

 Ana Cruz, Ana Morais, Mariana Dias e Patrícia Cruz (grupo 2).
Orador:

 João Mendes – Presidente da Secção de Fado da Associação Académica de


Coimbra

Plateia: 12º D, 10º E, 11º A.


Guião

1. Recepção do orador e convidados;


2. Boas vindas e agradecimentos aos participantes/convidados;
3. Breve contextualização do subtema “Portugal visto pelos portugueses:
Culturas e Tradições”;
4. Apresentação biográfica do orador – João Mendes;
5. Referência ao tema da palestra - Fado Académico de Coimbra;
6. Exposição do tema pelo orador;
7. Registo fotográfico e fílmico da sessão;
8. Conclusão da sessão.

 Durante todo o dia, estarão expostas um conjunto de fotografias da


total autoria dos elementos do grupo, que reflectem as várias tradições
portuguesas de Norte a Sul.

 Devido a compromissos profissionais, a Dr.ª Paula Cristina Barata Dias (Prof. de


Cultura Clássica na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra) não pode aceitar o
nosso convite, para ser oradora desta sessão, visto que a nossa ideia inicial seria uma
breve apresentação referente à influência das Culturas Clássicas na Cultura Portuguesa.

 Também os Ranchos do Concelho não se disponibilizaram a vir à nossa escola


gratuitamente. Como o nosso orçamento foi de 0€, não iremos assumir os custos e
desistimos desta ideia, de oferecer à Comunidade escolar um dia repleto de Tradições
Portuguesas.
Objectivos

 Objectivos gerais:

1. Apoiar o desenvolvimento curricular.


2. Apresentar uma breve noção do conceito de cultura;
3. Preservar elementos da Cultura Portuguesa;
4. Sensibilizar a comunidade para os símbolos da Cultura nacional.

 Objectivos específicos:

1. Apresentar a importância da Cultura Musical;


2. Referenciar os estilos musicais mais característicos de Portugal;
3. Transmitir o valor das Tunas Académicas (grandes portadores da
Cultura Musical);
4. Salientar o papel das Tunas na preservação das tradições musicais;
5. Promover a transversalidade nas aprendizagens;
6. Contribuir para o enriquecimento musical.
Relatório

Relatório da actividade
Área de Projecto

2009/2010

Para: Professora Orientadora Mª dos Anjos Poeira

De: Grupo 2

Seia, 4 de Junho de 2010

O presente relatório refere os principais acontecimentos do dia cultural


realizado no dia 21 de Maio de 2010. Este dia cultural tem como objectivos
gerais: apoiar o desenvolvimento curricular; apresentar uma breve noção do
conceito de cultura; preservar os elementos da Cultura Portuguesa; sensibilizar
a comunidade para os símbolos da Cultura nacional. Está integrado no trabalho
“Ser Português… Portugal no Mundo”, inserido na disciplina de Área de
Projecto.

Este dia cultural compilou uma palestra intitulada, “ A canção de


Coimbra na Cultura Portuguesa” e uma exposição fotográfica: “ Portugal:
Tradições de Norte a Sul…”. Devemos salientar que para a realização desta
exposição que reflecte muitas das tradições portuguesas, inteiramente da
nossa autoria, tivemos um grande apoio da BE.

Figura 1 – Palestra Figura 2 - Exposição


Quanto à palestra “A canção de Coimbra na Cultura Portuguesa”, os
seus objectivos específicos são os seguintes: apresentar a importância da
Cultura Musical; referenciar os estilos musicais mais característicos de
Portugal; transmitir o valor das Tunas Académicas (grandes portadores da
Cultura Musical); salientar o papel das Tunas na preservação das tradições
musicais; promover a transversalidade nas aprendizagens; contribuir para o
enriquecimento musical.

No dia 21 de Maio de 2010, pelas 12h:00, o nosso grupo, isto é, o Grupo


2 iniciou a recepção dos convidados no Auditório da Escola Secundária de
Seia. Depois de esperarmos cerca de 15 minutos, o orador da nossa palestra
chegou. Em seguida, demos inicio à palestra “ A canção de Coimbra na Cultura
Portuguesa” dinamizada pelo João Mendes, Presidente da Secção de Fado da
Associação Académica de Coimbra. O nosso grupo começou por agradecer a
todos os participantes e convidados por estarem presentes na palestra.

Figura 3 - João Mendes

Posteriormente, fizemos uma breve contextualização do nosso subtema


“Portugal visto pelos portugueses: Cultura e Tradições” para esclarecer
algumas dúvidas à plateia sobre o trabalho que estávamos a desenvolver em
Área de Projecto. Após esta breve referência, passámos a apresentar uma
pequena biografia do nosso orador João Mendes, Presidente da Secção de
Fado da Associação Académica de Coimbra, elaborado com a ajuda da sua tia
professora Orquídea Lopes.
Em seguida, o João Mendes iniciou a palestra com uma pequena
advertência ao seu nome… Pois, a seu bem ver, e depois de uma breve
explicação, não existia o termo fado académico, mas sim Canção de Coimbra.

Após esta referência, o nosso orador começou por explicar os primórdios


e a evolução do fado de Coimbra. Segundo este, o fado de Coimbra nasceu
nas serenatas feitas na corte de João III. Estas serenatas foram evoluindo,
passando por várias datas representativas de mudança. Uma dessas foi o ano
de 1969, mais propriamente após a Revolução Estudantil, quando se começou
a divulgar a Canção de Coimbra. Também nos foi referido a existência de
alguns grupos musicais (por exemplo: a Estudantina Universitária de Coimbra),
que permitem a divulgação e o reconhecimento do Fado de Coimbra. Sendo
bastante preservado, pela Associação Académica, ainda, divulgadora de todas
as outras tradições estudantis, um trabalho muito nobre.

Figura 4 - Palestra

Ao explicar esta evolução, o orador passou algumas músicas de


compositores característicos na canção de Coimbra. No desenrolar da palestra,
também nos foi explicada as tradições da vida académica dos estudantes de
Coimbra.

Terminámos a palestra, com algumas considerações do orador João


Mendes sobre a influência da canção e do fado de Coimbra na cultura
portuguesa.
Esta palestra, na nossa perspectiva, foi muito enriquecedora para o bom
desenvolver do nosso tema, pois a Canção e as tradições académicas de
Coimbra estão rodeadas de um imenso misticismo, simbologia e respeito pelas
várias gerações.

Assim, foi possível assimilar algumas das tradições académicas que


fazem parte e caracterizam as tradições e a cultura portuguesa, tornando-a rica
e única a qualquer nível. Pensamos, assim que todos os objectivos desta
actividade foram cumpridos na íntegra, contribuindo em muito para o
enriquecer do nosso projecto.