Sei sulla pagina 1di 28

Este fascículo é parte integrante do Módulo 7 do Curso Técnico em Secretaria Escolar da Fundação Demócrito Rocha | Universidade Aberta do Nordeste | ISBN - 978-85-7529-608-0

| Universidade Aberta do Nordeste | ISBN - 978-85-7529-608-0 3ª Edição UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE -
| Universidade Aberta do Nordeste | ISBN - 978-85-7529-608-0 3ª Edição UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE -
| Universidade Aberta do Nordeste | ISBN - 978-85-7529-608-0 3ª Edição UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE -

3ª Edição

UNIVERSIDADE ABERTA DO NORDESTE - ensino a distância ®

Orientações e Acompanhamento do Estágio Supervisionado

Aurila Maia Freire e Tália Fausta Fontenele

® Orientações e Acompanhamento do Estágio Supervisionado Aurila Maia Freire e Tália Fausta Fontenele 22 Módulo
® Orientações e Acompanhamento do Estágio Supervisionado Aurila Maia Freire e Tália Fausta Fontenele 22 Módulo

22

Módulo 7

® Orientações e Acompanhamento do Estágio Supervisionado Aurila Maia Freire e Tália Fausta Fontenele 22 Módulo

Apresentação

Prezado aluno(a),

Chegamos à etapa final. Vimos, no decorrer do curso, um pouco da história da educação brasileira, dispositivos constitu-

cionais, lei de diretrizes e bases, diretrizes curriculares da edu- cação básica, resoluções elaboradas pelo Conselho Estadual de Educação, fundamentos da escrituração escolar, redação oficial

e noções de informática. Chegou o momento de correlacionar os conteúdos teóricos aprendidos com as vivências e práticas desenvolvidas em seu ambiente de trabalho. O Estágio Supervisionado compreende atividades práticas supervisionadas e, para tanto, você terá de colocar em prática os conhecimentos teóricos. Portanto, foi elaborado um Regula- mento, Cronograma, Ficha de Acompanhamento e de Avaliação que deverão ser preenchidas com as atividades executadas no coti- diano escolar. Sabemos que a eficiência do trabalho escolar depende, em grande parte, do planejamento realizado pela escola, que deve levar em consideração a realidade sociocultural a que serve, obje- tivos claramente definidos, a organização curricular adequada às necessidades da comunidade, aos interesses dos alunos e às pos- sibilidades da escola. Cada escola constitui uma realidade única, com características próprias e com necessidades específicas. Nesse contexto, você é considerado(a) uma das vigas mestras da escola por se concentrar na Secretaria toda a respon- sabilidade burocrática e por ser a pessoa que age no passado, presente e futuro da instituição, principalmente, nos registros da vida escolar dos alunos. Muitas vezes, o papel do(a) secretário(a) confunde-se com

o de administrador e suas influências, competências e habilida- des são vitais para o sucesso da escola. É nessa perspectiva que a Fundação Demócrito Rocha (FDR) conta com sua valiosa participação no sentido de ser um(a) profissional competente, habilidoso(a), eficaz e eficiente no de- sempenho de suas atividades para obter resultados satisfatórios.

526 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

1. Estágio Supervisionado

Compreender, primeiramente, o que é ou como se conceitua o estágio é de muita importância para o aluno. Recorrer ao dicio- nário, nos auxiliará a compreensão:

Estágio s.m. Período de estudo prático exigido dos candidatos ao exer- cício de certas profissões liberais: Estágio de engenharia; estágio peda- gógico. / Período probatório, durante o qual uma pessoa exerce uma atividade temporária em uma empresa. / Aprendizagem, experiência.

Estagiar é tarefa do aluno; supervisionar é incumbência da instituição, representada pelo professor. Acompanhar, fisicamente se possível, tornando esta atividade incomum e produtiva é tarefa do professor, que visualiza com o aluno situações de trabalho pas- síveis de orientação. Compete ao aluno estar atento, demonstrar seu conheci- mento e, pela teoria aprendida, realizar seu trabalho com digni- dade, procurando, na sua área de atuação, mostrar que tem com- petência, simplicidade, humildade e firmeza. Ser humilde é saber ouvir para aprender; ser simples é ter conceitos claros e saber de- monstrá-los de maneira cordial. O estágio supervisionado é a oportunidade de os alunos as- sociarem e documentarem “aos conhecimentos adquiridos no cur- so, as habilidades de que o profissional precisa desenvolver para saber fazer e as atividades que repercutem no posicionamento pessoal em face das exigências da sociedade e das organizações” (Andrade e Amboni, 2002, p. 720). A disciplina Estágio Supervisionado está regulamentada na Resolução CNE/CEB n° 02/2005 combinada com a Resolução CEE n°. 413/2006 do Conselho Estadual de Educação do Ceará. (Verificar resolução no site www.cee.ce.gov.br). De acordo com a referida lei:

As modalidades específicas de estágio profissional supervisionado so- mente serão admitidas quando vinculadas a um curso específico de edu- cação profissional, na modalidade formação inicial e continuada de traba- lhadores e na modalidade Educação Profissional Técnica de Nível Médio, nas formas integradas com o ensino médio ou nas formas concomitante ou subsequente de articulação com essa etapa da Educação Básica, bem como o Ensino Médio com orientação e ênfase profissionalizantes. (Art. 5° Resolução CNE/CEB 01/2004, §3°alterada pela Resolução CNE/CEB 02/2005).

Curso Técnico em Secretaria Escolar

527

Quanto à questão, o Conselho Estadual de Educação regu- lamentou o estágio supervisionado da Educação Profissional Téc- nica de Nível Médio, respaldado nos artigos 19 e 20 da Resolução nº. 413/2006, assim expressos:

Art.19

zagem social, profissional e social, proporcionada ao estudante pela participação em situações reais de vida e de trabalho, será orientado e acompanhado por docente da instituição de ensino, habilitado na área respectiva, ou, para isso indicado, mediante autorização temporária concedida nos termos no parágrafo 1° do artigo 21 subsequente.

“O estágio supervisionado, atividade curricular de aprendi-

Parágrafo Único – as instituições de ensino, de acordo com seus Proje- tos Pedagógicos Institucionais, zelarão para que os estágios sejam rea- lizados em locais que tenham efetivas condições de proporcionar aos alunos experiências profissionais aliadas ao seu desenvolvimento so- ciocultural e científico, mediante uma participação efetiva em situações reais de vida e de trabalho”.

Art.20

ao longo do curso, com duração de, pelo menos, 25% da carga horária

mínima exigida para o curso de educação profissional técnica de nível médio, acrescidos a esta carga horária mínima, para cômputo da carga horária total do curso. § 1º § 2º

§ 3º Quando se tratar de cursos da área de Serviços de Apoio Escolar, o

“ O estágio supervisionado será realizado, preferencialmente,

estágio supervisionado poderá ser substituído pela prática profissional supervisionada.

Algumas orientações técnicas se fazem necessárias, portanto, preencha cuidadosamente a Ficha de Acompanhamento (Anexo 2), depois a devolva à Coordenação do Curso e/ou Coordenação do

Estágio. A Ficha de Acompanhamento deverá vir junto da Decla- ração de Estágio (Anexo 5), devidamente preenchida, assinada e carimbada pelo supervisor de Estágio.

O Estágio Supervisionado terá uma carga horária de

300h/aula e, para que você possa adequá-lo à sua disponibili- dade, apresentamos as seguintes alternativas:

a) Caso o cursista possa estagiar 4 horas diárias, o estágio terá a duração de 75 dias.

b) Caso o cursista possa estagiar 6 horas diárias, o estágio terá a duração de 50 dias.

c) Caso o cursista possa estagiar 8 horas diárias, o estágio terá a duração de 38 dias.

528 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Obs: 1. O aluno deverá apresentar Declaração da escola em que irá estagiar assinada pelo diretor. 2. O início e término do estágio serão confirmados posteriormente, junto à Coordenação do Curso.

2. Objetivos Gerais do Estágio Supervisionado

a) Proporcionar ao aluno a oportunidade de desenvolver suas ha- bilidades e competências, analisar situações e propor mudan- ças na secretaria escolar.

b) Completar o processo ensino-aprendizagem diante da cons- cientização das deficiências individuais e incentivar a busca do aprimoramento pessoal e profissional.

c) Atenuar o impacto da passagem da vida do aluno para a vida profissional, abrindo ao estagiário mais oportunidades e conhecimento.

d) Facilitar o processo de atualização de conteúdos, permitindo adequar aqueles de caráter profissionalizante às constantes ino- vações tecnológicas e de legislação do ensino.

e) Incentivar o desenvolvimento das potencialidades individuais capazes de adotar modelos de gestão, métodos e processos inovadores.

f) Promover a integração da Fundação Demócrito Rocha (FDR) com as Instituições de Ensino da Educação Básica.

3. Objetivos Específicos

Ao final do estágio, o aluno deverá ser capaz de:

a) Comprender a importância da secretaria escolar e do secretário escolar;

b) Conhecer os dispositivos constitucionais, LDB, as Resoluções do CNE e CEE, prática de escrituração escolar, noções de infor- mática e de redação oficial;

c) Organizar, coordenar e orientar a equipe da secretaria escolar quan- to à simplificação dos processos e métodos de trabalho;

d) Apoiar a direção da escola e assinar, em conjunto com ela, a documentação escolar expedida.

e) Responsabilizar-se pela escrituração escolar, conferindo-lhe fidedignidade e legalidade, de acordo com a legislação vigente.

Curso Técnico em Secretaria Escolar

529

f) Utilizar instrumentos de planejamento, bem como executar, controlar e avaliar os procedimentos referentes ao preenchi- mento do diário de classe, pessoal, materiais, patrimônio e sistema de informação.

g) Firmar-se na gestão escolar, como elemento de ligação entre as

atividades administrativo-pedagógicas, interagindo com o corpo docente e participando das discussões para elaboração do projeto pedagógico, do plano de trabalho anual e do regimento escolar. h) Ter sob sua responsabilidade a vida da escola, devendo, para tanto, receber, classificar e alocar toda a documentação da uni- dade escolar, mantendo atualizados os livros de registros, ga- rantindo-lhes fidedignidade.

A Fundação Demócrito Rocha, com as autoras e a coordena-

dora de Estágio Supervisionado do Curso Técnico em Secretaria Escolar, apresenta o presente Regulamento de Estágio com o obje- tivo de viabilizar a orientação, encaminhamento, acompanhamen- to, supervisão e avaliação dos estagiários, com embasamento na legislação vigente.

É importante ressaltar que a qualidade do ensino da educação

profissional exige medidas urgentes e eficazes, resultado de uma ação coletiva de todos os envolvidos no processo educacional.

A Fundação Demócrito Rocha se responsabilizará pela inte-

ração do aluno-escola no sentido de viabilizar a complementação

da formação profissional, social e cultural deste, que se dará atra- vés do desempenho de atividades relacionadas à sua área de apoio escolar, em situações reais de trabalho, em instituições de ensino.

O presente Regulamento servirá para oferecer orientação práti-

ca e objetiva para que o aluno possa realizar seu estágio com seguran- ça e tranquilidade, pois a sua realização profissional será influenciada por experiências vivenciadas durante este período de sua vida acadê- mica, desejando que sejam positivas e que sirvam de base para toda sua vida pessoal e profissional.

530 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Regulamento de Estágio Supervisionado do curso técnico em Secretaria Escolar ofertado pela Fundação Demócrito Rocha/Universidade Aberta do Nordeste

Capítulo I Do ConCeIto e Dos objetIvos

Art. 1º. O estágio é uma atividade de integração curricular e em qualquer de suas modalidades será sempre compreendido como procedimento didático-pedagógico e como atividade curricular realizada sob a supervisão e acompanhamento direto da Funda- ção Demócrito Rocha (FDR)/Universidade Aberta do Nordeste (Uane) seja através do coordenador de Estágio, ou do coordena- dor do Curso.

Art. 2º. A FDR prestará acompanhamento e supervisão à modali- dade de Estágio Supervisionado planejado, executado e avaliado com base no perfil do secretário escolar. Parágrafo Único. Os estagiários deverão ser alunos regularmente matriculados no Curso Técnico em Secretaria Escolar da FDR/Uane e devem estar frequentando o curso compatível com a modalidade de estágio a que estejam vinculados.

Capítulo II Da Carga HorárIa e Da MatríCula

Art. 3º. O Estágio Supervisionado terá a carga horária de 300 ho- ras/aula, definido na matriz curricular do curso a ser cumprida pelo aluno sob a supervisão do coordenador de Estágio designado para este fim. §1º O Estágio supervisionado deve ser desenvolvido dentro dos diversos componentes curriculares e não deve ser etapa desvincu- lada do currículo. §2º Em caráter excepcional, o aluno poderá requerer a realização do estágio em etapa posterior aos demais componentes curriculares da matriz curricular do curso, observado o prazo limite de cinco anos para conclusão do curso de educação profissional de nível técnico, prazo este contado a partir da matrícula do aluno no curso.

Art. 4º. A carga horária, a programação, as formas de execução e os procedimentos de avaliação do estágio constarão no Programa de Acompanhamento de Estágio e no Plano de Estágio, cuja supervi- são ficará sob responsabilidade do coordenador de Estágio.

Curso Técnico em Secretaria Escolar

531

Capítulo III Da organIzação, Do IníCIo, Do DesenvolvIMento e Da ConClusão Do estágIo

Art. 5º. O estágio será supervisionado pelo coordenador de Está- gio, e o aluno deverá observar os seguintes procedimentos:

a) Assinar Termo de Convênio firmado entre o aluno e a instituição de ensino, com a interveniência obrigatória da FDR/Uane.

b) Preencher e enviar a Ficha de Acompanhamento de Estágio Super- visionado (Anexo 2).

c) Desenvolver as atividades previstas no Plano de Estágio elabora- do e enviado pela FDR/Uane.

d) Apresentar Cronograma das Atividades desenvolvidas na Secre- taria (Anexo 1).

e) Entregar o Relatório do Estágio, no máximo até 30 (trinta) dias antes do término do ano letivo do curso.

Capítulo Iv Das atrIbuIções seção I Da CoorDenação Do estágIo

Art. 6º. Compete à FDR, por meio do coordenador de Estágio:

I – Coordenar e agilizar o intercâmbio entre as instituições de ensino, visando mediar e facilitar ao aluno oportunidades para o desenvolvimento do estágio. II – Administrar e supervisionar, de forma global, inclusive com visitas in loco, a execução do estágio, de acordo com o respectivo regulamento. III – Disponibilizar o respectivo regulamento aos alunos e aos professores do Curso. IV – Estabelecer o cronograma semestral de acompanhamento dos estagiários. V – Manter contato com as instituições de ensino, informando-as sobre a estrutura, organização e funcionamento do estágio, visando o aprimoramento e solução de problemas relativos ao seu desenvolvimento e ao acompanhamento da execução dos planos de estágio. VI – Manter atualizado o arquivo dos alunos em processo de está- gio obrigatório. VII –Apresentar à Secretaria do Curso, Declaração, Ficha de Acom- panhamento e Relatório do Estágio concluído pelos alunos.

seção II

Do aluno

Art. 7º. Compete ao aluno:

I – Participar das reuniões e outras atividades para as quais for convocado pelo coordenador de Estágio.

532 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

II

– Apresentar o Cronograma de Atividades, de acordo com o Pla- no aprovado pelo coordenador de Estágio.

III –

Cumprir a carga horária prevista na Ficha de Acompanhamento do Estágio.

IV – Redigir o Relatório de Estágio.

V –

Entregar um exemplar do Relatório de Estágio ao coordenador de Estágio até a data preestabelecida no calendário emitido pela FDR/Uane;

VI – Cumprir as normas do respectivo Regulamento.

Capítulo v Do relatórIo De estágIo

Art. 8º. A estrutura e apresentação do Relatório de Estágio constarão de Roteiro Específico disponibilizado pela Coordenação Geral do Estágio (Anexo 4).

Capítulo vI Da avalIação e Do aCoMpanHaMento Do estágIo

Art. 9°. A avaliação e o acompanhamento do Estágio Supervisionado serão realizados por profissional qualificado, da escola conveniada, denominado coordenador de Estágio, autorizado pela FDR/Uane.

Art. 10. O coordenador de Estágio adotará como instrumentos de avaliação: a Ficha de Acompanhamento e a de Avaliação do Estágio, o Cronograma de Atividades e o Relatório de Estágio.

§1º. O aluno que comprovar exercer funções correspondentes às competências profissionais a serem desenvolvidas à luz do perfil profissional do Curso, poderá requerer a dispensa, em parte, das atividades de estágio obrigatório, desde que apresente declaração assinada pela Direção da escola.

§2º. Não será dispensada a entrega do Relatório de Estágio, da Ficha de Acompanhamento de Estágio e do Cronograma de Atividades, desen- volvidos pelo aluno;

Art. 11. O coordenador de Estágio emitirá parecer sobre o pedido do aluno, após processo de avaliação, que poderá ser realizado me- diante análise dos comprovantes, e se necessário, visita in loco, para comprovar o exercício das competências profissionais aludidas.

Art. 12. O presente Regulamento entrará em vigor na data de sua divulgação.

Fundação Demócrito Rocha/Universidade Aberta do Nordeste Fortaleza, Ceará

Curso Técnico em Secretaria Escolar

533

5 3 4 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste
5 3 4 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste
5 3 4 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

534 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1

Anexo 1

Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1
Anexo 1

Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria)

colar em formulário próprio as fotos; organização por série e/ou ano, turno; ano letivo; ordem alfabética. Providenciar declaração,

após preenchimento da Ficha, guardá-la na pasta individual do aluno.

(fotos/certidão de nascimento/histórico/endereço/outros pastas individuais; ficha individual; contrato de prestação de serviços (quando se tratar de escola particular).

(*) Quando o responsável não apresentar a certidão de nascimento do aluno, este deverá ser orientado pela direção que a emissão desse documento é de responsabilidade dos cartórios e é gratuita. (**) O professor deverá registrar diariamente os conteúdos ministrados em sala de aula e entregar o diário na secretaria.

armários de aço, organização por: série e/ou ano; turno; ano letivo; ordem alfabética.

material de expediente; livro de matrícula requerimento; documentação do aluno:

armário adequado; organização dos diários de classe por: série e/ou ano; disciplina; turno; ano letivo; ordem alfabética; nome do professor; previsão de aulas; dias feriados e santificados.

pagar taxa e entregar na ETUFOR.

Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria)

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

1) Pré-Matrícula e Matrícula*

das pastas

de ficha

2) Emissão de Diários**

5) Carteiras estudantis

4) reenchimento

3) Organização

individuais

individual

Curso Técnico em Secretaria Escolar

535

Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria) DEZAtividades JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO
Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria)
DEZAtividades
JAN
FEV
MAR
ABR
MAI
JUN
JUL
AGO
SET
OUT
NOV
Providências
6) Organização do arquivo
morto
arquivar os documentos de alunos transferidos, evadidos,
desistentes, concludentes.
organizar os documentos relativos aos anos anteriores.
arquivar provas de recuperação e provas de 2ª. chamada, por
ano, série e disciplina.
arquivar os documentos na pasta individual, relativos ao ano
em curso:
-
-
-
-
-
requerimento de matrícula;
ficha individual;
certidão de nascimento;
histórico escolar, declaração;
fotos;
7) Arquivo vivo
Cópia do relatório anual;
Cópia do EDUCACENSO; diário de classe; calendário, Livro de
Matrícula; Livro de Registro de Certificado, Livro de Atas;
pasta de legislação federal e estadual;
pastas para correspondências;
regimento, Projeto Pedagógico, Plano de Trabalho anual por
disciplina; registro de frequência do pessoal; Livro de Protocolo
e demais documentos, conforme as normas da escola.

536 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria)

Providências

Deverá ser emitida, no máximo, até 24 horas

Encaminhar ao órgão competente, até 30 de abril de cada ano, acompanhado de: ficha de identificação da escola; relação dos alunos matriculados no ano em curso, por série e turno; atas de resultados finais referentes ao ano anterior; atas especiais (avanços, progressão parcial, classificação, reclassificação), relação dos alunos admitidos no ano anterior; relação do corpo administrativo e docen- te, indicando as disciplinas que lecionam; currículo e calendário.

Preencher anualmente, via internet, conforme orientações do MEC e CEE. Obs: caso a instituição tenha mudado de mantenedor, nome da escola e/ou endereço deverá comunicar ao Conselho para

expedição de parecer. Anualmente, a escola deverá encaminhar o Sistema de Infor- mação e Simplificação de Processos (SISP), atualizando dados, organização do ensino ou qualquer alteração ocorrida, sob pena de extinção compulsória. O SISP está disponível no site: www. cee.ce.gov.br/sisp.

Fazer a atualização do programa SISTEC.

Programa para escolas profissionalizantes.

Providenciar a emissão logo que sejam concluídas as atas do relatório anual e as fichas individuais dos alunos.

Providenciar em um livro próprio, registro, por ano, e a ordem

alfabética e nível de ensino ou etapa.

Emitir por: ano; disciplinas; turno; nível de ensino ou etapa,

conforme o encerramento dos bimestre.

Dar prioridade à emissão para não prejudicar o aluno e entregar o mais

breve possível. É importante que todo ato ou ação seja protocolado.

participar ativamente das reuniões de professores, pais e alunos.

Obs: Os itens referentes a: Relatório Anual de Estudantes, EDUCACENSO e SISP deverão ser respondidos e encaminhados aos órgãos competentes, sob pena da instituição ser extinta

 
                 

X

 

X

NOV

                   

X

OUT

                     

SET

               

X

   

AGO

                     

JUL

     

X

             

X

JUN

     

X

         

X

 

X

MAI

     

X

               

ABR

   

X

 

X

               

MAR

               

X

   
 

FEV

                   

X

JAN

                   

X

DEZAtividades

8) Emissão de Declaração

do Relatório

9) Elaboração

 

do

 

12) Quando ofertar Educação Profissional Técnica de Nível Médio.

dos

14) Emissão de Certificado e

 

15) Registro de Certificado

 

16) Emissão de Boletim

17) Emissão de Transferência

18) Planejamento da escola

compulsoriamente.

Anual

10) Preenchimento

Educacenso

11) Atualizar o SISP

SISTEC.

alunos o no nome

13) Inserir

Histórico

ou Diploma

Curso Técnico em Secretaria Escolar

537

Cronograma das Atividades (desenvolvidas na Secretaria)

Providências

Os participantes deverão ser comunicados com 24horas de antecedência, mediante comunicado por escrito.

convocação para participar da reunião deverá ser emitida,

no máximo, com 24 horas de antecedência, para que todos

possam participar.

 

Na Secretaria deverá ser reservado um local para arquivar

documentação pertinente a situação legal da escola. Ver

anexo, laudo, inspeção sanitária ou atestados de salubridade e

segurança, cópia das habilitações da Direção, Corpo Docente e

demais funcionários

Registrar em livro próprio, ata de licitação, por ano, tipo,

material ou serviço licitado por ano, tipo e material ou

serviço licitado fundamentado na legislação que trate sobre a

matéria (lei e respectivos artigos).

Elaborar, por ordem cronológica crescente, o tombamento

com entrada e saída dos equipamentos e materiais perma-

nentes existentes na escola, com as respectivas plaquetas.

Registrar em livro próprio as ocorrências, sejam de caráter

pedagógico, burocrático ou administrativo.

A

a

 

X

 

X

 

X

 

X

   

X

X

NOV

     

X

 

X

   

X

X

OUT

     

X

 

X

   

X

X

SET

X

   

X

 

X

   

X

X

AGO

     

X

 

X

   

X

X

JUL

   

X

 

X

 

X

   

X

X

JUN

X

   

X

 

X

   

X

X

MAI

     

X

 

X

   

X

X

ABR

     

X

 

X

   

X

X

MAR

X

   

X

 

X

   

X

X

 

FEV

     

X

 

X

   

X

X

JAN

   

X

 

X

 

X

   

X

X

DEZAtividades

com escolar

a

20) Revisão para a elaboração de Regimento, Projeto Pedagógico e Plano de Trabalho Anual de

 

21) Organização de documentos administrativos da escola

 

do Livro de

23) Elaboração do Livro de Inventário e Material Permanente

 

19) Reuniões

comunidade

disciplinas.

22) Elaboração

Licitação

24) Ocorrências

538 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2

Anexo 2

Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2
Anexo 2 Curso Técnico em Secretaria Escolar 5 3 9
Anexo 2 Curso Técnico em Secretaria Escolar 5 3 9
Anexo 2 Curso Técnico em Secretaria Escolar 5 3 9
Anexo 2 Curso Técnico em Secretaria Escolar 5 3 9

Curso Técnico em Secretaria Escolar

539

4º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

5º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

6º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

7º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

8º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

9º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

10º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

11º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

12º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

13º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/ Carga Horária/dia

/

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

540 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

14º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

15º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

16º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

17º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

18º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

19º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

20º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

21º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

22º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

23º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

Curso Técnico em Secretaria Escolar

541

24º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

25º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

26º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

27º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

28º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

29º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

30º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

31º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

32º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

33º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

542 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

34º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

35º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

36º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

37º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

38º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

39º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

40º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

41º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

42º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

43º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

Curso Técnico em Secretaria Escolar

543

44º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

45º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

46º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

47º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

48º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

49º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

50º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

51º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

52º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

53º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

544 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

54º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

55º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

56º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

57º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

58º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

59º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

60º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

61º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

62º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

63º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

 

OBS.:

/

/

Curso Técnico em Secretaria Escolar

545

64º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

65º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

66º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

67º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

68º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

69º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

70º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

71º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

72º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

73º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

546 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

74º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

75º

(

) tarefas executadas de acordo com o combinado; Data:

/

/ Carga Horária/dia

Visto do Coordenador

OBS.:

/

/

 

Para ser verdade, apresento o presente trabalho, ciente dos critérios de avaliação.

 
 

/

/

 

Assinatura do estagiário

Curso Técnico em Secretaria Escolar

547

Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3

Anexo 3

Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3
Anexo 3

Ficha de Avaliação de Estágio Supervisionado

Identificação do estagiário:

Nome:

Curso:

e-mail:

Identificação da instituição de ensino:

Nome:

Endereço:

Telefone: (

)

Setor Estágio:

e-mail:

Questionário sobre o Estágio Supervisionado:

1. Os conhecimentos teóricos obtidos na escola foram suficientes para

o desenvolvimento do estágio?

Não

Sim

Em parte

1.1. Em caso negativo, justifique:

A teoria não corresponde à prática.

Falta participação, interesse do aluno durante o Curso.

Teoria defasada, não acompanha a evolução tecnológica.

Outros:

2.

A prática oferecida na escola favorece o desenvolvimento das tarefas

do estágio?

Sim

Não

Em parte

2.2.

Em caso negativo, justifique:

Escrituração Escolar desorganizada.

 

Turmas numerosas nas aulas práticas.

Insuficiência de equipamentos.

Outros:

3.

Durante o estágio, o cursista sentiu dificuldade para executar as tarefas que lhe foram atribuídas?

Sim

Não

Em parte

3.1.

Em caso afirmativo, justifique:

Insuficiência de conteúdos nas aulas teóricas.

Insuficiência de conteúdos nas aulas práticas.

Seu próprio desinteresse pelo Curso.

Falta de orientação por parte do responsável pela Secretaria Escolar.

Outros:

548 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

4. O estágio ofereceu segurança e conhecimentos práticos para o exercício da profissão?

Sim

Não

Em parte

5. Durante o Estágio, como o cursista sentiu a integração com a escola?

6. De que forma o coordenador/município acompanhou o estágio do cursista?

Não acompanhou.

Orientou-o no desenvolvimento das tarefas.

Fez mais de uma visita.

Outros:

7.

Qual seria a melhor forma de acompanhamento do Estágio Super- visionado?

Maior envolvimento do coordenador/município.

Maior número de visitas.

Maior entrosamento entre a escola e a instituição responsável pelo estágio.

Outros:

8. O cursista ficou satisfeito com o estágio que fez?

Sim

Não

9. O cursista mostrou interesse para o exercício da profissão ?

Sim

Não

Local:

Data:

/

/

Assinatura do coordenador da instituição responsável pelo Estágio

Assinatura do estagiário

Obs: Esta Ficha de Avaliação deverá ser preenchida e devolvida à FDR/Uane, junta- mente com o Relatório do Estágio.

Curso Técnico em Secretaria Escolar

549

Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4

Anexo 4

Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4
Anexo 4

Roteiro para Elaboração do Relatório

a) Localização da escola

• nome da escola;

• endereço;

• categoria (urbana ou rural).

b) Denominação da entidade mantenedora

c) Corpo Administrativo;

• Diretor

• Secretário

• Corpo docente (habilitado)

d) Nível de ensino que oferta;

f) Presença de laboratórios (descrição);

g) Presença de biblioteca (descrição);

h) Outros elementos:

h.1. Condições físicas; estruturais e sanitárias da escola; h.2. Horário de funcionamento; h.3. Número de alunos matriculados; h.4. Condições de trabalho; h.5. Material de expediente existente na secretaria; h.6. Número de pessoas que trabalham na secretaria; h.7. Nível de escolaridade; dos profissionais que trabalham na secretaria; h.8. Móveis e equipamentos existentes na secretaria;

h.9. Material de escrituração existente na Secretaria:

• Livros para Registro de Matrícula

• Livro para Registro de Ata de Resultados Finais

• Livro para Registro de Atas Especiais

• Diários de Classe por disciplina e séries

• Ficha Individual do Aluno

• Pasta individual

• Histórico Escolar

• Pasta para correspondência expedida e recebida

• Coletânea das Resoluções do Conselho Estadual de Educação

• Coletânea da Legislação Federal

• Regimento

• Calendário anual

• Relatório Anual de Atividades

• Projeto Pedagógico

• Plano de Trabalho Anual

• Livro de Ponto

• Certificados

• Livro de Registro de Certificados

• Livro de Protocolo (controle de entrega de documentos)

* Qual sua opinião sobre a instituição? E quais as maiores dificuldades encontradas no desempenho de sua função ?

550 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste

Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5

Anexo 5

Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5
Anexo 5 Declaração de Estágio , aluno(a) matriculado(a) no Curso Técnico em Secretaria Escolar da Uni

Declaração de Estágio

,

aluno(a) matriculado(a) no Curso Técnico em Secretaria Escolar da Uni- versidade Aberta do Nordeste - Fundação Demócrito Rocha, desenvolveu

as atividades curriculares de Estágio Supervisionado correspondentes a 300

,

tendo

obtido como avaliação final a nota

horas/aula, na Escola no período de

a

de

,

/

/

Supervisor(a) de Estágio

Av. Aguanambi, nº 282/A – Joaquim Távora, CEP.: 60055-402 – Fortaleza-CE

Uane 0800 280 21 22 – (85) 3255-6006 – 6335 – FAX: (85) 3255-6271 e-mail: cursostecnicos@fdr.com.br

Expediente

Fundação Demócrito Rocha

Presidente João Dummar Neto

Universidade Aberta do Nordeste

Coordenação Pedagógica Ana Paula Costa Salmin

Secretária Escolar Angela Maria Ribeiro

Edições Demócrito Rocha

Editora

Regina Ribeiro

Editor Adjunto

Raymundo Netto

Coordenação de Produção Editorial Sérgio Falcão

Editor de Design Amaurício Cortez

Editoração Eletrônica

Welton Travassos

Ilustrações

Carlus Campos

Catalogação na Fonte Kelly Pereira

Este fascículo é parte integrante do módulo 7 do Curso Técnico em Secretaria Escolar da Fundação Demócrito Rocha (FDR) / Universidade Aberta do Nordeste (Uane).

ISBN 978-85-7529-608-0

552 Fundação Demócrito Rocha - Universidade Aberta do Nordeste