Sei sulla pagina 1di 10

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

CÓDIGO DA PROVA: 883469 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA -
CÓDIGO DA PROVA: 883469
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - ENSINO FUNDAMENTAL
PAAE 2013
Escola: EE CORONEL PEDRO NERY
Disciplina: Língua Portuguesa
Ano: 6º
Professor:
Turma:
Resultado:
Nome do Aluno:
Prezado(a) Aluno(a)
Esta é a prova do Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar - PAAE. Leia e responda à
A
B
C
D
01
FOLHA DE RESPOSTAS DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA
A
B
C
D
A
B
C
D
01
11
02
12
03
13
04
14
05
15
06
16
07
17
08
18
09
19
10
20

s

questões com bastante atenção, pois o objetivo da prova é acompanhar o seu desempenho e identificar possíveis dificuldades de forma a orientar o professor sobre como ajudá-lo.

Você deve marcar a sua resposta em cada questão e depois transcrevê-la na Folha de Respostas.Veja o exemplo:de forma a orientar o professor sobre como ajudá-lo. Antes de entregar a Prova, confira se

Antes de entregar a Prova, confira se marcou todas as suas respostas corretamente. Verifique se preencheu o cabeçalho da prova.depois transcrevê-la na Folha de Respostas.Veja o exemplo:

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

Bom trabalho! SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - ENSINO FUNDAMENTAL
Bom trabalho!
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - ENSINO FUNDAMENTAL
PAAE 2013
Escola: EE CORONEL PEDRO NERY
Disciplina: Língua Portuguesa
Ano: 6º
Professor:
Turma:
Resultado:
Nome do Aluno:
QUESTÃO 1
comentar questão
(não obrigatório)
O poema conta uma aventura vivida por um gato e um passarinho e é observada da janela por uma criança.
História da janela nº 2
(Heinz Manz)
No muro
o
gato.
Na árvore
o
passarinho.
Agora:
o
gato
na árvore.
O passarinho
no muro.
Na janela
uma criança rindo.
(PAES, J. P. Ri melhor quem ri primeiro. S. P.: Companhia das Letrinhas, 1998.)
Numere os fatos da “História da janela”, conforme eles aparecem no poema.
(
) O passarinho consegue fugir do gato, saltando da árvore para o muro.
(
) Da janela, uma criança sorri ao assistir à tentativa do gato de pegar o passarinho.
(
) O gato está no muro, observando um passarinho, que está na árvore.
(
) O gato pula na árvore para pegar o passarinho.
A sequência correta é
A)
(1), (4), (2), (3).
B) (2), (1), (3), (4).
C) (3), (4), (1), (2).
D) (4), (1), (3), (2).
QUESTÃO 2 comentar questão (não obrigatório)
Estas são etapas de uma história da Turma da Mônica.
(
I
)

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

 
     
   

(

II )

 
 

(

III )

 
 

(

IV )

 
 

(www.turmadamonica.com.br. Acesso: 23/06/2010.)

 

Essa história em quadrinhos está incoerente. Para torná-la coerente, qual deve ser a ordem das tirinhas?

A) (I), (IV), (II), (III) B) (III), (IV), (II), (I) C) (III), (II), (IV), (I)

A)

(I), (IV), (II), (III)

B) (III), (IV), (II), (I)

B) (III), (IV), (II), (I)

A) (I), (IV), (II), (III) B) (III), (IV), (II), (I) C) (III), (II), (IV), (I) D)

C) (III), (II), (IV), (I)

A) (I), (IV), (II), (III) B) (III), (IV), (II), (I) C) (III), (II), (IV), (I) D)

D) (IV), (I), (III), (II)

QUESTÃO 3

QUESTÃO 3 comentar questão (não obrigatório)

(não obrigatório)

Por que o anel de urano é meio torto?

 

Não são os anéis de Urano que são tortos, mas o planeta inteiro. Enquanto os outros planetas giram ao redo do Sol com seu eixo de rotação quase em pé, como um pião, Urano parece estar deitado e os anéis acompanham essa posição. Os cientistas acreditam que a inclinação aconteceu devido ao choque com algum outro corpo celeste.

r

(Revista Recreio. Curiosidades. Editora Abril. Ano 10, Nº 514, 14/01/2010.)

 

Segundo os cientistas, o motivo de o planeta Urano ser torto é porque

 
A) alguns anéis do planeta também se encontram nessa posição.

A) alguns anéis do planeta também se encontram nessa posição.

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

B) esse planeta se chocou com algum outro corpo celeste.

B) esse planeta se chocou com algum outro corpo celeste.

C) esse planeta se entortou por ficar muito tempo deitado.

C) esse planeta se entortou por ficar muito tempo deitado.

D) outros planetas giram em torno do Sol com o eixo de rotação em pé.

D) outros planetas giram em torno do Sol com o eixo de rotação em pé.

QUESTÃO 4

com o eixo de rotação em pé. QUESTÃO 4 comentar questão (não obrigatório) Por que os

(não obrigatório)

Por que os papagaios falam?

Ter um aparelho fonador especial, viver em grupo e apresentar inteligência acima da média entre as aves

ajuda os papagaios a imitar outras espécies. Na natureza, os papagaios usam o canto para troca

r

(http://mundoestranho.abril.com.br. Acesso: 17/06/2010.)

Qual é a principal característica dos papagaios, segundo esse texto?

A) Produzem sons comuns aos da fala humana por isso conseguem imitar pessoas.

A) Produzem sons comuns aos da fala humana por isso conseguem imitar pessoas.

B) São espécies raras de pássaros capazes de produzir diferentes sons.

B) São espécies raras de pássaros capazes de produzir diferentes sons.

C) Têm voz bastante aguda e assobiada se comparados aos demais pássaros.

C) Têm voz bastante aguda e assobiada se comparados aos demais pássaros.

D) Usam o canto para diversas atividades como caçar e atrair presas.

D) Usam o canto para diversas atividades como caçar e atrair presas.

QUESTÃO 5

(não obrigatório)como caçar e atrair presas. QUESTÃO 5 comentar questão (www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira8.htm. Acesso:

presas. QUESTÃO 5 comentar questão (não obrigatório) (www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira8.htm. Acesso:

(www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira8.htm. Acesso: 26/10/2011.)

Pela expressão de Cascão no último quadrinho, deduz-se que ele

A) discordou que Cebolinha tivesse dom para o desenho.

A) discordou que Cebolinha tivesse dom para o desenho.

B) discordou que o desenho fosse tão parecido com Cebolinha.

B) discordou que o desenho fosse tão parecido com Cebolinha.

C) ficou espantado com o desejo de Cebolinha em ser desenhista.

C) ficou espantado com o desejo de Cebolinha em ser desenhista.

D) ficou surpreso por ter confundido Cebolinha com o desenho.

D) ficou surpreso por ter confundido Cebolinha com o desenho.

QUESTÃO 6 comentar questão A um passarinho

Vinicius de Moraes

6 comentar questão A um passarinho Vinicius de Moraes (não obrigatório) A um passarinho Para que

(não obrigatório)

A um passarinho Para que vieste Na minha janela Meter o nariz? Se foi por um verso Não sou mais poeta Ando tão feliz!

(www.revista.agulha.nom.br. Acesso: 15/07/2010.)

Segundo o texto, a condição para a criação poética é estar

informações. Quando são colocados em cativeiro, porém, eles compensam a falta de comunicação reproduzindo sons domésticos e palavras repetidas pelas pessoas. Papagaios têm facilidade para imitar a voz humana porque o som que emitem apresenta características comuns à fala humana. A voz das outras aves costuma ser mais assobiada, rápida e aguda”, explica o ornitólogo Jacques Veillard, da Unicamp.

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

A) feliz. QUESTÃO 7 B) sozinho. comentar questão (não obrigatório) C) triste. D) nervoso. Primeiros

A) feliz.

QUESTÃO 7

A) feliz. QUESTÃO 7 B) sozinho. comentar questão (não obrigatório) C) triste. D) nervoso. Primeiros Socorros

B) sozinho.

A) feliz. QUESTÃO 7 B) sozinho. comentar questão (não obrigatório) C) triste. D) nervoso. Primeiros Socorros

(não obrigatório)

QUESTÃO 7 B) sozinho. comentar questão (não obrigatório) C) triste. D) nervoso. Primeiros Socorros para crianças

C) triste.

B) sozinho. comentar questão (não obrigatório) C) triste. D) nervoso. Primeiros Socorros para crianças Os primeiros

D) nervoso.

Primeiros Socorros para crianças

Os primeiros socorros são apenas a primeira ajuda a ser dada ao ferido. Eles servem para aliviar a dor e estabilizar o estado da pessoa, mas não servem como tratamento ou cura. Você sempre deve pedir ajuda a um adulto, e o ferido deve ser levado a um hospital.

(http://iguinho.ig.com.br/primeiro-socorros.html. Acesso: 21/04/2011. Adaptado.)

A palavra em negrito no texto significa

Adaptado.) A palavra em negrito no texto significa A) agitar. QUESTÃO 8 B) encorajar. comentar questão

A) agitar.

QUESTÃO 8

palavra em negrito no texto significa A) agitar. QUESTÃO 8 B) encorajar. comentar questão (não obrigatório)

B) encorajar.

(não obrigatório)A) agitar. QUESTÃO 8 B) encorajar. comentar questão Quarto de guardados A boneca careca, O ursinho

Quarto de guardados

A

boneca careca,

O

ursinho perneta,

a

bola furada,

o

riso esquecido

querem ser lembrados

e passar de perdidos

a achados, num quarto

verdadeiramente

de guardados.

perdidos a achados, num quarto verdadeiramente de guardados. C) equilibrar. (BEATRIZ, E. Caderno de segredos .

C) equilibrar.

(BEATRIZ, E. Caderno de segredos. SP: FTD, 1989. p. 13.)

(BEATRIZ, E. Caderno de segredos . SP: FTD, 1989. p. 13.) D) sarar. A expressão “

D) sarar.

A expressão “quarto de guardados” nos últimos versos do poema tem o sentido de

A) cômodo de objetos danificados.

A) cômodo de objetos danificados.

B) conjunto de lembranças infantis.

B) conjunto de lembranças infantis.

C) lugar de brinquedos engraçados.

C) lugar de brinquedos engraçados.

D) grupo de palavras esquecidas.

D) grupo de palavras esquecidas.

QUESTÃO 9

grupo de palavras esquecidas. QUESTÃO 9 comentar questão (não obrigatório) O caso da manga Há ideias

(não obrigatório)

O caso da manga

Há ideias que passam de boca em boca e poucos desconfiam de que possam estar erradas.

É o caso de comer manga com leite. Muitas pessoas juram que faz mal: dá a maior dor de barriga.

Um dia, por causa de uma discussão, meu irmão resolveu tirar o caso a limpo. Pediu para comprarem uma manga bem grande e gostosa, e, na frente da família, fez o experimento (para horror da cozinheira, que achava que ele ia morrer): cada naco de manga que saboreava era seguido de um gole de leite. Ele continuou com ótima saúde; e hoje eu penso que seu ato de coragem e dedicação foi mais motivado por gulodice do que por “espírito científico”.

(PESSOA, O. F. Revista Ciência Hoje das Crianças. nº 31. SBPC.)

A frase que apresenta uma opinião é:

A) “Fez o experimento: cada naco de manga que saboreava era seguido de um gole

A) “Fez o experimento: cada naco de manga que saboreava era seguido de um gole de leite”.

“Hoje eu penso que seu ato de coragem e dedicação foi mais motivado por gulodice

B) “Há ideias que passam de boca em boca e poucos desconfiam que possam estar

B) “Há ideias que passam de boca em boca e poucos desconfiam que possam estar erradas”.

C) ”

C) ”

D) “Um dia, por causa de uma discussão, meu irmão resolveu tirar o caso a

D) “Um dia, por causa de uma discussão, meu irmão resolveu tirar o caso a limpo”.

QUESTÃO 10

causa de uma discussão, meu irmão resolveu tirar o caso a limpo”. QUESTÃO 10 comentar questão

(não obrigatório)

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

Este texto é identificado como (http://migre.me/76nQc. Acesso: 25/11/2011.) A) anúncio comercial. B) artigo opinativo.

Este texto é identificado como

(http://migre.me/76nQc. Acesso: 25/11/2011.)

como (http://migre.me/76nQc. Acesso: 25/11/2011.) A) anúncio comercial. B) artigo opinativo. C) campanha

A) anúncio comercial.

Acesso: 25/11/2011.) A) anúncio comercial. B) artigo opinativo. C) campanha educativa. QUESTÃO 11

B) artigo opinativo.

25/11/2011.) A) anúncio comercial. B) artigo opinativo. C) campanha educativa. QUESTÃO 11 comentar questão (não

C) campanha educativa.

QUESTÃO 11

(não obrigatório) A raposa e as uvas A raposa e as uvas

11 comentar questão (não obrigatório) A raposa e as uvas D) foto legenda. Certa raposa esfaimada

D) foto legenda.

Certa raposa esfaimada encontrou uma parreira carregadinha de lindos cachos maduros, coisas de faze vir água na boca. Mas tão altos que nem pulando. O matreiro bicho torceu o focinho:

r

Estão verdes – murmurou. – Uvas verdes, só para cachorros.

E

foi – se.

Nisto, deu o vento e uma folha caiu.

A raposa, ouvindo o barulhinho, voltou depressa, e pôs – se a farejar.

Moral: Quem desdenha quer comprar.

(http://cantinhodoeducar.blogspot.com/2009/07/cantinho-de-textos-diversificados.html. Acesso: 25/10/2011. Adaptado.)

As características desse texto mostram que ele é

As características desse texto mostram que ele é A) um relato pessoal. QUESTÃO 12 comentar questão

A) um relato pessoal.

QUESTÃO 12

ele é A) um relato pessoal. QUESTÃO 12 comentar questão B) um romance. C) uma crônica.

B) um romance.

relato pessoal. QUESTÃO 12 comentar questão B) um romance. C) uma crônica. (não obrigatório) A fábrica

C) uma crônica.

(não obrigatório) A fábrica de mel da natureza A fábrica de mel da natureza

crônica. (não obrigatório) A fábrica de mel da natureza D) uma fábula. A produção começa quando

D) uma fábula.

A produção começa quando as abelhas operárias que trabalham fora da colmeia coletam néctar das flores. Essa é a matéria-prima do chamado mel verdadeiro, mas as operárias coletam qualquer líquido

açucarado que possa ser usado para fazer o alimento. É por isso que é tão comum vermos abelhas coletando restos de refrigerante, por exemplo. Mas as abelhas, você sabe, não têm baldinhos para levar o néctar para a colmeia, então elas o levam no seu papo! O néctar já começa a ser transformado em mel ali mesmo, com a ajuda de algumas substâncias que as abelhas produzem em glândulas da boca. Quando chegam à colmeia, o néctar trazido no papo é depositado nos favos e, então, as operárias

r

começam a desidratá-lo. Elas batem as asas em cima dos favos provocando uma ventilação que faz evapora o excesso de água do néctar, transformando o xarope aguado no mel grosso e bem doce.

(http://migre.me/5X4xD. Acesso: 10/09/2011. Adaptado.)

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

O texto foi escrito com o objetivo de

A) explicar as etapas de fabricação de um alimento.

A) explicar as etapas de fabricação de um alimento.

B) indicar o valor energético de um alimento.

B) indicar o valor energético de um alimento.

C) orientar sobre a importância do mel para a saúde.

C) orientar sobre a importância do mel para a saúde.

D) relatar um fato recente sobre as colmeias.

D) relatar um fato recente sobre as colmeias.

QUESTÃO 13

Tirinha: Os Caraíbas.

(não obrigatório)QUESTÃO 13 comentar questão Tirinha: Os Caraíbas. (www.turmadamonica.com.br. Acesso: 14/07/2010.) O que os

comentar questão Tirinha: Os Caraíbas. (não obrigatório) (www.turmadamonica.com.br. Acesso: 14/07/2010.) O que os

(www.turmadamonica.com.br. Acesso: 14/07/2010.)

O que os caraíbas chamam de progresso é, na verdade, a

A) destruição da natureza.

A) destruição da natureza.

B) evolução tecnológica.

B) evolução tecnológica.

C) luz emitida pela lua.

C) luz emitida pela lua.

D) reserva dos indígenas.

D) reserva dos indígenas.

C) luz emitida pela lua. D) reserva dos indígenas. QUESTÃO 14 comentar questão (não obrigatório) Esta

QUESTÃO 14 comentar questão (não obrigatório) Esta é uma pirâmide alimentar.

(não obrigatório) Esta é uma pirâmide alimentar.

(www.forticare.com.br/site/pacientes/alimentacaosaudavel.asp. Acesso:

26/10/2011.)

Ao analisar a pirâmide, conclui-se que

Acesso: 26/10/2011.) Ao analisar a pirâmide, conclui-se que A) cereais, pães, tubérculos e raízes devem ser

A) cereais, pães, tubérculos e raízes devem ser os alimentos mais consumidos.

B) frutas e hortaliças devem ser alimentos consumidos de forma idêntica.

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

C) leite e produtos lácteos devem ser consumidos na mesma proporção que as frutas. D) óleos e gorduras devem ser consumidos na mesma medida que as leguminosas.(não obrigatório) QUESTÃO 15 comentar questão O homem que guardava a luz Há muito e

(não obrigatório)devem ser consumidos na mesma medida que as leguminosas. QUESTÃO 15 comentar questão O homem que

QUESTÃO 15

O homem que guardava a luz

Há muito e muito tempo, num certo lugar onde o sol, a lua e as estrelas nem apareciam de tão longe que

r

uma madeira na outra, para lançar um pouco de luz no meio de tanta escuridão. Foi então que um velho muito velho que morava com as duas filhas ficou sabendo que um jovem muito

estavam, as pessoas

num mundo de trevas e só tinham o fogo, que conseguiam de tanto esfrega

jovem guardava a luz dentro de um baú. Rápido, rapidíssimo, ele – Encontre esse dono da luz e traga logo a claridade para nós!

(Recreio especial: histórias do mundo, abril. 2007. n.1. p.12. Adaptado.)

a filha mais velha e ordenou:

Os verbos que completam as lacunas são respectivamente,

Os verbos que completam as lacunas são respectivamente, A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16

A) viviam, chama.

completam as lacunas são respectivamente, A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16 comentar questão (não

B) viviam, chamou.

QUESTÃO 16

(não obrigatório)respectivamente, A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16 comentar questão C) vivem, chama. D) vivem,

A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16 comentar questão (não obrigatório) C) vivem, chama. D)

C) vivem, chama.

A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16 comentar questão (não obrigatório) C) vivem, chama. D)

D) vivem, chamou.

A) viviam, chama. B) viviam, chamou. QUESTÃO 16 comentar questão (não obrigatório) C) vivem, chama. D)

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

( Almanaque Piteco e Horácio, set. 2011, n. 6. p. 74.) A expressão “ até

(Almanaque Piteco e Horácio, set. 2011, n. 6. p. 74.)

A expressão “até que” no segundo quadrinho tem o sentido de

“ até que ” no segundo quadrinho tem o sentido de A) condição. B) finalidade. C)

A) condição.

que ” no segundo quadrinho tem o sentido de A) condição. B) finalidade. C) motivo. QUESTÃO

B) finalidade.

quadrinho tem o sentido de A) condição. B) finalidade. C) motivo. QUESTÃO 17 comentar questão (não

C) motivo.

QUESTÃO 17

B) finalidade. C) motivo. QUESTÃO 17 comentar questão (não obrigatório) O sapo e o boi D)

(não obrigatório) O sapo e o boi

17 comentar questão (não obrigatório) O sapo e o boi D) possibilidade. Há muito, muito tempo

D) possibilidade.

Há muito, muito tempo existiu um boi imponente. Um dia o boi estava dando seu passeio da tarde quando um pobre sapo olhou para ele, ficou maravilhado e disse aos amigos:

– Olhem só o tamanho do sujeito! Até que ele é elegante, mas se eu quisesse também era.

Dizendo isso, o sapo começou a estufar a barriga e em pouco tempo já estava com o dobro do seu tamanho normal.

– Já estou grande que nem ele? – perguntou aos outros sapos.

– Não, ainda está longe! - responderam os amigos.

O sapo se estufou mais um pouco e repetiu a pergunta.

– Não – disseram de novo os outros sapos -, e é melhor você parar com isso porque senão vai acabar se

machucando. Mas era tanta vontade do sapo de imitar o boi que ele continuou se estufando, estufando, estufando – até

estourar.

Moral: Seja sempre você mesmo.

(Fábulas de Esopo. SP: Companhia das Letrinhas, 1994. p.14. Adaptado.)

No texto, o que desencadeia o conflito da história é a

No texto, o que desencadeia o conflito da história é a A) inteligência do boi. B)

A) inteligência do boi.

o conflito da história é a A) inteligência do boi. B) inveja do sapo. QUESTÃO 18

B) inveja do sapo.

história é a A) inteligência do boi. B) inveja do sapo. QUESTÃO 18 comentar questão (não

QUESTÃO 18

(não obrigatório)do boi. B) inveja do sapo. QUESTÃO 18 comentar questão C) maldade dos amigos. D) pobreza

C) maldade dos amigos.

comentar questão (não obrigatório) C) maldade dos amigos. D) pobreza do sapo. Balões e Correspondência Em

D) pobreza do sapo.

Balões e Correspondência

Em nossos sonhos, gostamos de enviar cartas pelo céu azul para destinos longínquos por meio de um grande balão de ar quente. Algumas vezes, vemos esses balões e gostaríamos de viajar neles. O balonismo teve inicio há cerca de duzentos anos. Os irmãos Montgolfier conseguiram lançar um balão

com trinta e cinco metros de circunferência do mercado de Ammonay, perto da cidade de Lyon, na França,

Um século depois, os habitantes de Paris tiveram a ideia de transportar correio em

balão, isto é, durante uma situação de emergência, quando a cidade foi ocupada na guerra entre a Alemanha

e a França, em setembro de 1870. Após viajar em balões e zeppelins, as cartas já tinham experiência de

andar pelos ares e começaram a ser transportadas em aviões a partir de 1912. [

usando ar quente. [

]

].

(Revista Cofi. Correio Filatélico, set. 1997.)

Considerando o assunto do texto, conclui-se que “balonismo” é a técnica de

do texto, conclui-se que “balonismo” é a técnica de A) fazer balões. B) navegar em balões.

A) fazer balões.

que “balonismo” é a técnica de A) fazer balões. B) navegar em balões. QUESTÃO 19 comentar

B) navegar em balões.

QUESTÃO 19

B) navegar em balões. QUESTÃO 19 comentar questão (não obrigatório) C) soltar balões. D) transportar

(não obrigatório)

B) navegar em balões. QUESTÃO 19 comentar questão (não obrigatório) C) soltar balões. D) transportar balões.

C) soltar balões.

B) navegar em balões. QUESTÃO 19 comentar questão (não obrigatório) C) soltar balões. D) transportar balões.

D) transportar balões.

23/04/13

Avaliação Diagnóstica - Ensino Fundamental 2013 - Banco de Itens de Avaliação da Secretaria de Educação de Minas Gerais

Exibição

A

mãe chamou a menina e pediu diante das visitas para o jantar:

Recita, meu bem. Recita aquele versinho bonitinho.

Não, mãe. Não me lembro.

Então – mandou a mãe – recita aquele do outro dia.

Não me lembro.

Então diz o outro, meu a amor – insistiu a mãe.

A

menina estava quase desesperada:

Agora, não, mamãe! Não lembro.

A

mãe não desistiu.

Diga, então, aquilo que você ouve mamãe dizer sempre.

E

a menina imitando a mãe:

–“Meu Deus”! Pra que é que eu fui convidar tanta gente para jantar!”

(BLOCH, P. Lendo e interferindo. SP: Moderna, 1999. p. 72. Adaptado.)

O que provoca o humor no texto é o fato de a

A) mãe agir com insistência.

A) mãe agir com insistência.

B) mãe estar desesperada.

B) mãe estar desesperada.

C) menina imitar a reclamação.

C) menina imitar a reclamação.

D) menina esquecer o versinho.

D) menina esquecer o versinho.

QUESTÃO 20

D) menina esquecer o versinho. QUESTÃO 20 comentar questão (não obrigatório) (www.meninomaluquinho.com.br. Acesso:

(não obrigatório)

versinho. QUESTÃO 20 comentar questão (não obrigatório) (www.meninomaluquinho.com.br. Acesso: 05/06/2010.) Nessa

(www.meninomaluquinho.com.br. Acesso: 05/06/2010.)

Nessa tirinha, há emprego de gíria

A) apenas no primeiro quadrinho.

A) apenas no primeiro quadrinho.

B) apenas no segundo quadrinho.

B) apenas no segundo quadrinho.

C) no primeiro e no segundo quadrinhos.

C) no primeiro e no segundo quadrinhos.

D) no primeiro e no terceiro quadrinhos.

D) no primeiro e no terceiro quadrinhos.

C) no primeiro e no segundo quadrinhos. D) no primeiro e no terceiro quadrinhos. CÓDIGO DA

CÓDIGO DA PROVA: 883469