Sei sulla pagina 1di 42

TERAPIA DA LINHA DO TEMPO

TÉCNICAS

QUESTIONÁRIO INICIAL:

2

OBJETIVO TERAPÊUTICO

3

QUESTIONÁRIO COACHING DE SAÚDE

4

METAPROGRAMA DE CONVENCIMENTO

6

ELICIANDO A LINHA DO TEMPO

7

PRIMEIRA VIAGEM

8

DESCOBRINDO A CAUSA RAIZ

9

REESTRUTURAÇÃO

10

EMOÇÕES NEGATIVAS (TÉCNICA 1)

13

EMOÇÕES NEGATIVAS (TÉCNICA 2)

14

CRENÇAS E DECISÕES LIMITANTES (TÉCNICA 2)

16

EMOÇÕES ORIENTADAS PARA O FUTURO

18

QUEDA LIVRE

19

REIMPRINTING QUÂNTICO

20

CLIENTE ASSOCIADO A MEMÓRIA TRAUMÁTICA

22

COMO ELIMINAR A TRISTEZA POR ALGUMA PERDA

23

FONTE DE VALORES

25

INSTALAÇÃO DE OBJETIVO

26

PARADIGMA DE CURA PARA DORES FÍSICAS OU EMOÇÕES INDESEJADAS

27

PROCESSO PARA ALÍVIO DE ALERGIAS

28

PROCESSO RÁPIDO PARA CURA DE ALERGIAS

29

PADRÃO DE DESIDENTIFICAÇÃO

30

RE-CURSOS LINGUÍSTICOS

31

META MODELO III

32

DESTRUIDOR DE DECISÕES

33

CURA RÁPIDA DE FOBIA - TLT

34

CURA RÁPIDA DE FOBIA

35

DESCOBRINDO CRENÇAS LIRNITANTES

37

VIABILIZANDO

A SAÚDE

40

Questionário Inicial:

O que te motivou a procurar um coaching?

Se o nosso trabalho de coaching fosse um sucesso, qual o resultado você imagina, ou quer de um processo de coach?

O que mudaria na sua vida com esse resultado positivo?

Que ações você está fazendo (ou já fez) para conseguir o que quer? Está

funcionando?

Qual a fase de vida que vc se encontra?

Qual é o grande tema de sua vida neste momento?

OBJETIVO TERAPÊUTICO

1. Resultado desejado na forma afirmativa

“O que você quer especificamente?”

2. Propósito

O

que este resultado vai trazer para você ou permitir a você fazer?

E

isso vai trazer o que para você?

3. Contextualização

Onde você quer isto? Quando você quer isto? Com quem ou em relação a quem você quer isto?

4. Evidências:

Como você vai saber quando tiver isto que você deseja?

O que você irá ver, ouvir, sentir, etc, quando você tiver esse resultado?

Criar uma imagem futura dissociada

5. Congruência

Você

Você realmente quer isso? merece isso?

É possível para você conseguir isso? Você vai fazer o que for necessário para conseguir isso? Há alguma parte sua que não deseja o que você quer ou que faça alguma objeção? Pense, focalize profundamenbte o seu objetivo. Enquanto você faz isso há algum pensamento, emoção ou sentimento desconfortável que surge?

6. Recursos, qualidades e estados emocionais necessários

O

que você já tem agora para conseguir esse resultado?

O

que falta para conseguir esse resultado?

7. Ecologia

O

que você vai ganhar se você tiver isso?

O

que você vai perder se você alcançar o que você quer?

O

que acontecerá se você conseguir o que você quer?

O

que não acontecerá se você conseguir o que você quer?

O

que acontecerá se você não conseguir o que você quer?

O

que não acontecerá se você não conseguir o que você quer?

Nível pessoal, pessoas próximas, comunidade, planeta.

8. Escrever Objetivo Terapêutico.

“Em

(data

ou período)

(advérbio de modo)

(verbo no presente)

(objetivo)

QUESTIONÁRIO COACHING DE SAÚDE

Parte 1

Quais são as três atividades mais importantes que deveria estar fazendo todos os dias para manter ou melhorar a sua saúde?

Em uma escala de 1 a 10, como você avaliaria seu êxito em executar as atividades

acima?

Relacione três coisas que provocariam uma grande melhoria na sua saúde, se apenas as colocasse em prática?

Como sua saúde melhoraria caso fizesse as atividades da pergunta acima?

Quais são os três maiores desafios para que a sua saúde melhore?

Da sua perspectiva, o que está atrapalhando você no alcance destas metas?

Especificamente, o que você está procurando realizar para a manutenção ou

melhoria da sua saúde nos próximos 3 a 5 anos?

Quais são as três metas prioritárias que deseja realizar nos próximos 6 ou 12 meses? Como você pode mensurar estes resultados?

O que é extremamente importante para você sobre a realização destas metas? Que valor isso representa para você?

O que você imagina ser a conseqüência de não alcançar estas metas? Se não está

agindo para fazer diferente. você está ciente do que isso lhe custa?

De que maneira você poderia saber que seu desempenho físico melhorou este ano?

O que você teria que fazer diferente para dobrar seu desempenho físico?

Quais são as metas em termos de desempenho físico?

Qual era o desempenho no ano passado? Quanto você espera para este ano?

O que quer para o ano que vem?

O que e você teria que fazer diferente para que você melhorasse em 100% seu desempenho físico?

Que mudanças você teria que fazer para que pudesse dobrar, triplicar ou

quadruplicar seu desempenho físico no próximo ano, sem precisar aumentar o número de horas de treino, academia?

Parte 2

Numa escala de 1 a 10, como você avaliaria seu desejo de melhorar em qualquer uma das seguintes áreas?

Estabelecer Prioridades e metas de saúde

Tempo de repouso

Maior consumo de água

Melhorar

Exposição ao Sol em atividades ao ar livre

Melhorar a parte respiratória

Ter atividade física regular

a qualidade da alimentação

Abandonar hábitos que prejudiquem a saúde

Melhorar meus relacionamentos

Passar a ter um comportamento assertivo

Cite outras áreas em que você gostaria de melhorar:

METAPROGRAMA DE CONVENCIMENTO

“Quantas vezes você precisa reagir diferentemente a uma situação para você se convencer de que mudou algo em seu comportamento ou atitude?”

Automático

Nº X

Tempo

Consistente

ELICIANDO A LINHA DO TEMPO

“Se eu perguntasse à sua mente inconsciente

Onde está o seu passado e onde está o seu futuro,

Eu imagino que você poderia apontar com o seu dedo para um lado ou para o outro, ou para frente ou para trás, ou para cima ou para baixo, ou para alguma direção à sua volta a partir de você.

E não é no seu conceito consciente que estou interessado, é no inconsciente.

Assim, se eu perguntasse à sua mente inconsciente –

Onde está o seu passado? Para que direção você apontaria?”

“E o seu futuro, para que direção você apontaria se eu perguntasse à sua mente inconsciente – onde está o seu futuro?”

E o seu presente, o momento do agora, parece que ele está à sua frente, atrás de você ou que

está dentro de você?”

“Imagine uma linha passando por esses pontos.”

Se 2 linhas

“Qual dessas linhas do tempo seria melhor usar para que você conseguisse as mudanças mais profundas e duradouras?

PRIMEIRA VIAGEM

“Entre em contato com a sua linha do tempo. Isso

acima da sua linha do tempo. E do jeito que você flutuar acima da sua linha do tempo está ótimo.”

E venha para o alto

E apenas flutue

Visual: “Assegure-se de que você esteja percebendo através de seus olhos da mente Perceba sua linha do tempo abaixo de você.”

Auditivo: “Assegure-se de que você esteja ouvindo sua linha do tempo tempo abaixo de você.”

Ouça sua linha do

Cinestésico: “Assegure-se de que você esteja sentindo sua linha do tempo do tempo abaixo de você.”

Sinta sua linha

“E agora ficando acima da sua linha do tempo,

flutue de volta para o passado(pausa)

passado, um momento agradável

E encontre um lembrança positiva qualquer de seu idade você tem aí?

que

“Ótimo agora flutue de volta para o agora, flutue para cima do agora e pare aí. (pausa) você

está no agora? Ótimo

Observe a nós dois de cima, nesta sala

Agora, de frente para o futuro, flutue para longe para dentro do futuro, para um momento

agradável qualquer do futuro que você imagina que vá acontecer Isso vai acontecer daqui a quanto tempo?”

(pausa) você chegou?

Agora, flutue mais alto. Flutue tão alto a tão distante que sua linha do tempo fica bem

pequenininha”(pausa)

Como você se sente aí, tão distante de suas memórias?”

Ótimo, agora volte flutuando para o agora e venha para baixo e para o agora e entre em sua

linha do tempo

E volte para essa sala (pausa)

“Como foi?”

DESCOBRINDO A CAUSA RAIZ

1. CONTATO COM A EMOÇÃO:

“EM QUE PARTE DO SEU CORPO VOCÊ SENTE ESSA EMOÇÃO?”

2. ECOLOGIA:

“CONSULTE AÍ DENTRO DE VOCÊ, PROFUNDAMENTE: ESTÁ BEM PARA SUA MENTE

INCONSCIENTE VOCÊ DISSIPAR ESTA

EXPERIÊNCIA INEGÁVEL DE QUE ELA SE FOI? (SE NEG REESTR.)

HOJE,

E VOCÊ TER UMA

“EXISTE UMA PARTE OU UM LADO SEU QUE FAÇA ALGUMA OBJEÇÃO OU QUE NÃO

GOSTE QUE VOCÊ DEIXE A

IR EMBORA?” ( SE NEG REESTR.)

           

3.

ENCONTRE O PRIMEIRO EVENTO:

           

“CONSIDERE PROFUNDAMENTE: QUANDO FOI A CAUSA-RAIZ DESSA PRIMEIRO EVENTO, O MAIS ANTIGO, QUE QUANDO NEUTRALIZADO VAI FAZER A DESAPARECER DE SUA VIDA?

,

O

SE VOCÊ SOUBESSE, ELA FOI ANTES DURANTE OU DEPOIS DE SEU NASCIMENTO?”

 

ANTES: “FOI NO ÚTERO, VEIO DE UM ANTEPASSADO SEU OU DE UMA VIDA PASSADA?”

   
 

ÚTERO: “EM QUE MÊS?”

           
 

ANTEPASS: “HÁ QUANTAS GERAÇÕES?”

         
 

VIDA PASS: “HÁ QUANTAS VIDAS PASSADAS?”

       
 

DEPOIS: “SE VOCÊ SOUBESSE, QUE IDADE VOCÊ TINHA?”

     
 

DURANTE: “CERTO”

           
         

SE DISSER NÃO SEI A CAUSA RAIZ:

“EU SEI QUE VOCÊ NÃO SABE

QUANDO FOI?

CONSCIENTEMENTE. MAS SE VOCÊ SOUBESSE,

PEGUE O QUE QUER QUE VENHA

CONFIE EM SEU INCONSCIENTE.”

REESTRUTURAÇÃO

1. APRENDIZADOS ADICIONAIS (PARA EMOÇÕES)

“O que há de mais para ser aprendido deste evento, o aprendizado que irá permitir deixar a ir embora?

Não seria melhor ficar com os aprendizados e deixar agora a

ir embora?

Como você pode deixar a trazia antes para você?”

ir embora e obter os mesmos benefícios que ela

2. “PROTEÇÃO / SEGURANÇA (PARA CAUSA RAIZ E PARA EMOÇÕES)

“Sua mente inconsciente pensa que a

protege você. A emoção de

não protege você.” ( medo ou raiva “ o que protege você é a sua capacidade

de lutar ou fugir.”)

“De fato as emoções negativas não são boas para o seu corpo.

A emoção de

machuca o seu corpo.

Não seria muito mais seguro para você deixar a emoção ir embora e preservar os

aprendizados a respeito de tomar conta de você mesmo?

Na elicie da causa raiz: após reestr. “E agora, nestes termos, está bem para você e sua

mente inconsciente deixar a

ir embora?”

Na linha do tempo, na limpeza da causa-raiz: “E agora, a emoção está aí ou desapareceu?”

   

EMOÇÕES

Raiva -------Coração, colesterol

Tristeza----Sist. Imunológico, Depressão

Medo -------Stress, fobias

Culpa-------Diminui a energia de Cura

3.

FUNÇÃO MAIS ELEVADA DA MENTE INCONSCIENTE(PARA CAUSA RAIZ E

EMOÇÕES)

“Não deixar ir embora esta emoção está em conflito direto com a mais elevada função da sua mente inconsciente, que é preservar a integridade de você e do seu corpo.

Essa emoção, apesar de conseguir resultados, não preserva seu corpo; ela machuca o corpo.

Não seria melhor deixar a emoção ir embora e conseguir os mesmos benefícios de algum outro modo? ”

Na elicie da causa raiz: após reestr. E agora, nestes termos, está bem para você e sua mente inconsciente deixar a emoção ir embora?”

Na linha do tempo, na limpeza da causa-raiz: E agora, a emoção está aí ou desapareceu?”

4. DISSIPANDO A OPOSIÇÃO

1. “Aceite a oposição, permita que ela esteja aí’

2. “Está bem p/ você deixar esta oposição ir embora?”

3. “Se você pudesse você faria isso?”

4. “ Quando?”

“Focalize o que ficou. A emoção desapareceu?” “Completamente?”

5. ACESSANDO O CAMPO QUÂNICO USANDO A 4ª POSIÇÃO (PARA EMOÇÕES NA LT)

“Eu agora quero que você prossiga e preste atenção ao espaço entre e em volta da(s)

pessoa(s) do evento

e à volta das pessoas, inspire profundamente (terapeuta inspira ao mesmo tempo) e expire. E

quando você começar a inspirar, vá em frente e seja o espaço entre e à volta da(s) pessoa(s)

(Pausa p/ calibrar-se). E enquanto você presta atenção ao espaço entre

(Calibre-se

e pergunte): Onde está a

(emoção)

agora?” ( Se a memória

envolver um pessoa, peça ao cliente para acessar o espaço entre ele flutuando acima e a pessoa abaixo).

6. INTENÇÃO MAIS ELEVADA

“A parte de você que não deixa você pensar que é melhor que você deixe ir esta emoção (DL, crença), tem uma intenção positiva ao fazer isso. Então eu gostaria de perguntar a ela: qual a sua intenção mais elevada em não deixar a emoção (DL, crença) ir em bora?” (Obtenha a resposta)

“E qual é a intenção disso?”

“O que esta emoção traz que é importante p/ você?”, “ O que isso vai trazer p/ você ?”, “O que você vai alcançar com isso?”, O que você vai ganhar com isso?”.

Reestruturação: “Sua mente inconsciente se deu conta de que manter a está em conflito direto com sua intenção de alcançar a

Ela se dá conta agora? – Aguarde o “sim”). Não seria melhor deixar a

em bora e alcançar a

(intenção) de outro modo?”

(emoção) (intenção)? (Se “não”:

(emoção) ir

Na eliciação da causa raiz: após a reestruturação pergunte: “E agora, nestes termos, está bem para você e sua mente inconsciente deixar a emoção ir embora?

Na linha do tempo, na limpeza da causa-raiz:

 

Com a técnica 1: “E agora, a emoção está aí ou desapareceu?”

Com a técnica 2: volte para o passo 4 da técnica, “Limpeza da emoção”.

EMOÇÕES NEGATIVAS (TÉCNICA 1)

1. “Entre em contato com sua linha do tempo

que você

Eu gostaria de pedir à sua mente inconsciente

Venha para o alto

E flutue no ar, acima de sua linha do tempo

(2. “Agora flutue de volta para o passado, olhando para o passado

diretamente acima do evento da causa raiz, de forma que você fique olhando para baixo,

para o evento. Deixe-me saber quando estiver lá evento)?

Flutue para a posição

Ótimo!

Você está na causa raiz (primeiro

Há um evento anterior à este?

“então vá para o primeiro evento”. )

2. “Agora vá na direção do passado q para baixo, diretamente para dentro do evento da causa-

raiz, olhando através de seus próprios olhos

presente

Quando estiver aí, note a emoção que está

Qual é a emoção?

(verif.

Se é a causa causa-raiz) certo então flutue de volta para

a

linha do tempo”

3.

“Agora vá até a posição bem antes do começo do evento, , ou antes de qualquer dos

eventos que levaram àquele evento, e olhe na direção do agora

inconsciente – o que é preciso aprender deste evento, o aprendizado que vai permitir a você

deixar a emoção ir embora de maneira fácil e segura

preservar os aprendizados de maneira que, se você precisar deles no futuro, eles estarão com

você

pergunte à sua mente

E sua mente inconsciente pode

( aguardar o sina de termino da aprend.) Você aprendeu? Ótimo!”

4. “Agora onde está a

? Para onde ela foi? Certo ela desapareceu.”

5. “Apenas flutue para baixo e entre no evento, e note se a se foi totalmente? Ótimo, volte para cima.”

desapareceu. A

6. “Agora, volte para o agora flutuando acima da sua linha do tempo, e apenas tão rapidamente

quanto você pode deixar ir toda a

de volta para o agora. Mantenha a mesma posição em relação a cada evento subseqüente,

preserve os aprendizados e deixe ir toda a

, em todo o caminho de volta para

de todos os eventos, em todo o caminho

o

agora

(pausa) entre no agora e volte para essa sala.”

7.

Teste: “Você pode se lembrar de qualquer evento do passado onde você costumava sentir

aquela emoção antiga, e voltar para lá e notar se você pode senti-la? Ou você pode achar que

você não pode senti-la mais

Ótimo,

retorne para o agora.”

8. Ponte para o futuro: “ eu gostaria que você fosse na direção do futuro, para um momento

qualquer no futuro que, se tivesse acontecido no passado, você teria sentido

E note se você consegue achar aquela emoção antiga. Ou você

pode achar que não consegue mais, certo?

Ótimo, volte para o agora.”

EMOÇÕES NEGATIVAS (TÉCNICA 2)

1. Chegando à causa-raiz

“Entre em contato com sua linha do tempo

E agora, mantendo contato com a

(emoção),

venha para o alto, flutue acima da sua linha do tempo, e usando a

(emoção)

como uma trilha, vá na direção do passado, por cima da sua Linha do

Tempo diretamente para o passado e para dentro da causa-raiz da

(emoção)

para o inconsciente o tempo não existe, você pode chegar lá instantaneamente ,

.Agora!(pausa)

presente.”

E quando você estiver lá, me dê um sinal e note que emoção está

(Aguarde e confirme: “Você está flutuando ou está dentro do evento?”)

2. Verificação da causa-raiz

“É aí a causa-raiz?”

E como

“É esta a primeira vez que você sente esta emoção ou ela já era conhecida de você antes?”

3. Preservando aprendizados e compreensões

“Primeiro aceite esta emoção e este evento, permita que eles estejam aí. E agora considere profundamente: o que você precisa aprender, compreender e aceitar deste evento, o aprendizado, a compreensão e a aceitação que vão permitir a você deixar ir embora a emoção

de maneira fácil e segura?

inconscientemente e pode preservar estes aprendizados e compreensões naquele lugar especial, de maneira que, quando você precisar dele no futuro, eles estarão com você

apenas permita que sua mente inconsciente continue aprendendo e compreendendo por conta

dela mesma

E sua mente inconsciente pode aprender e compreender

E

4. Limpeza da emoção

“Agora”

 

Após limpar completamente.

“Ótimo, volte para o alto, flutue.”

“Imagine agora uma fonte infinita de amor e saúde 1 sobre o alto de sua cabeça. E quando digo infinita, eu quero dizer maior, muito maior do que você possa sequer imaginar. Agora, permita que ela venha para dentro de você, através do alto da sua cabeça, e encha o seu corpo, agora. Permita que essa fonte infinita de amor e saúde inunde o seu coração e saindo pelo seu coração, encha o “você” na linha do tempo até que ele/ela esteja totalmente curado (em paz). E observe como esta fonte infinita se estende em direção ao agora até o seu futuro”.

Limpando raiva ou culpa: amor e compreensão

Limpando tristeza ou mágoa: amor e aceitação

Limpando medo ou orgulho: amor e confiança

5. RETORNO

“Agora volte para o agora por cima da sua Linha do Tempo, apenas tão rapidamente quanto a sua mente inconsciente renova todas as memórias de mesma natureza, à luz daqueles

aprendizados e compreensões

eventos em todo o caminho de volta

chegar no agora

Deixe ir embora toda a

(emoção) de todos os

aprenda, compreenda e aceite cada um deles, até você

E quando você chegar ao agora, volte para esta sala.”

7. Teste: “Pense naquele evento ou circunstância que você escolheu para sentir a emoção.

Como você se sente agora?”

sentia aquela emoção. Como estão as memórias?”

“Pense agora em outros eventos ou circunstâncias em que você

”Ótimo volte para cá.”

8. Ponte para o futuro: Eu gostaria que você fosse na direção do futuro, para um tempo

qualquer no futuro que se tivesse acontecido no passado, você teria sentido

(emoção). E note que emoção está lá e como você vai reagir

está lá? Não? Ótimo, volte para cá.”

Aquela

emoção

CRENÇAS E DECISÕES LIMITANTES (TÉCNICA 2)

1. Chegando à causa-raiz

“Entre em contato com sua linha do tempo

E agora, mantendo contato com a

(decisão ou crença), venha para o alto, flutue acima da sua linha do tempo

E

usando a decisão(ou crença)como uma trilha, vá na direção do passado, por cima da sua Linha

do Tempo diretamente para o passado e para dentro da causa-raiz da

crença)

instantaneamente

emoção está presente.”

evento?”)

(decisão ou

E como para o inconsciente o tempo não existe, você pode chegar lá

,.Agora!(pausa)

E quando você estiver lá, me dê um sinal e note que

(Aguarde e confirme: “Você está flutuando ou está dentro do

2. Verificação da causa-raiz

“É aí a causa-raiz?”

Agora note – que emoção você está sentindo aí? (aguarde o nome da emoção). Você já se deu conta do que você está dizendo para você mesmo(decidindo ou acreditando)?”

Obs.; caso a relação entre o problema e a decisão limitante ou crença na causa raiz mão esteja óbvia, pode ser interessante você perguntar “Qual a relação entre este evento (esta decisão, pensamento ou crença) e sua vida (o problema que você trouxe)?”.

3. Preservando aprendizados e compreensões

“Então considere profundamente: o que você precisa aprender, compreender e aceitar deste

evento, o aprendizado, a compreensão e a aceitação que vão permitir a você deixar ir embora

a emoção e a decisão de maneira fácil e segura?

compreender isso fora do seu conhecimento consciente

e compreensões naquele lugar especial, de maneira que, quando você precisar dele no futuro,

eles estarão lá

compreendendo por conta dela

E sua mente inconsciente pode aprender e

e pode preservar estes aprendizados

E apenas permita que sua mente inconsciente continue aprendendo e

4. Limpeza da emoção e da decisão ou crença/;

“Agora”

Após limpar completamente.

 

“Ótimo, e a decisão(crença) desapareceu também? Ótimo, volte para o alto, flutue acima da sua Linha do Tempo.”

Se for útil instalar uma nova decisão

“E não sei se você já se deu conta em que parte do seu corpo está começando a se formar a

sensação de uma decisão nova e fortalecedora

corpo). E você percebeu qual decisão é esta? (Deixe falar e refraseie-a caso a decisão não

seja bem formulada). E você já notou como a sensação desta decisão se espalha pelo seu

corpo? Não sei se inicialmente para cima ou para baixo

que esta sensação da nova decisão se espalhe e tome todo o seu corpo

(espere

o “sim” e a indicação do lugar no

ou para algum lado. /apenas permita ”

Assim

Ótimo

5. RETORNO

“Agora volte para o agora por cima da sua Linha do Tempo, apenas tão rapidamente quanto

você permite que todos o eventos até o agora se renovem à luz das suas novas compreensões

e deixe ir embora todas as emoções negativas e decisões desses eventos

volta para o agora, peça à sua mente inconsciente que permita que você encontre pelo menos 3 (ou mais) eventos onde você agora tem mais opções e escolhas por causa da decisão que você eliminou, e antes você não tinha notado essa possibilidade. Preserve os aprendizados e compreensões , deixe ir embora as emoções e decisões e permita a cada evento reavaliar a si mesmo em todo o caminho de volta para o agora.” (quando o cliente terminar) Entre no agora e volte para esta sala.”

E enquanto você

7. Teste: “Agora como você se sente a respeito daquele problema?””

8. Ponte para o futuro: “Eu gostaria que você fosse na direção do futuro, para um momento

qualquer no futuro que, se fosse antigamente você reagiria da forma antiga. Imagine um momento e que aquilo pudesse acontecer de novo, e descubra como você reage, certo? Ótimo, volte para o agora.”

EMOÇÕES ORIENTADAS PARA O FUTURO

1.

“Flutue acima da sua Linha do Tempo e vá para o futuro, para bem depois da conclusão bem sucedida do evento. Diga-me quando você estiver lá.” (Calibre-se)

2.

“Agora vire-se e olhe na direção do agora, ao longo da Linha do Tempo

O que há para

aprender e compreender daquele evento, as aprendizagens e compreensões que vão

permitir a emoção se dissipar de maneira fácil e segura?

E

agora onde está a emoção?(*)”

3.

Teste: “Desça para dentro do evento e verifique se a emoção se foi completamente. Ela se foi, não foi?” (Se não, reestruture e teste novamente). “Flutue para sua Linha do Tempo e olhe para o passado.”

4.

Generalização: “Agora note como todos os eventos que antecederam a este evento e os que se seguem a este começam a se realinhar a eles mesmos à luz de como você está se

sentindo agora, de maneira que cada evento cria o sucesso do seguinte, conduzindo para

onde você está agora

E quando você estiver pronto, volte para o agora apenas tão

rapidamente quanto seu inconsciente tenha completado este alinhamento.”

 

5.

Teste e Ponte para o Futuro

(*) Se estiver trabalhando com uma ansiedade e ela não desaparece, então;

a. Reestruture: “Eu sei que há uma parte de você que pensa que é importante para você ter alguma ansiedade para motiva-lo, e eu concordo que é importante para você estar motivado. O problema é que a ansiedade não é boa para o corpo. Existem outras maneiras que estariam bem para você utilizar para você se motivar e deixar a ansiedade is embora?” OU

b. Utilize a forma de limpeza da causa-raiz na técnica 2.

QUEDA LIVRE

Introdução: Fale da metáfora da cebola, das emoções por baixo das emoções. Demonstre a queda livre.

1. Encontre o primeiro evento: a causa raiz da emoção.

2. Volte ao primeiro evento:

“Eu gostaria de pedir ao seu inconsciente para que flutue no ar, acima de sua linha do tempo, em direção ao passado e para baixo direto para dentro do evento”.

3. Preserve os aprendizados: Enquanto você está no evento, qual é a emoção que você está

sentindo?O que você precisa aprender deste evento, o aprendizado que vai permitir a você

deixar a emoção ir embora facilmente e seguramente?

4. Queda Livre: Tão rápido quanto você possa, você pode cair através da emoção. Faça como

que uma queda livre cinestésica, tão rapidamente quanto você possa, e me diga que emoção

está por baixo dela?

5. Peça: Rapidamente caia através desta

(emoção)

O que está por baixo dela?

6. Volta: Leve isso com você e volte rapidamente para o alto, para dentro do evento da causa-

raiz na sua linha do tempo.

7. Teste:“Agora, onde está a emoção? Para onde ela foi? A emoção foi totalmente embora?

Certo ela desapareceu.

8. Volta:Agora, volte para o agora, por cima da sua Linha do Tempo, apenas tão rapidamente

quanto você possa deixar ir embora toda

caminho de volta ao agora, mantenha a mesma posição em relação a cada evento

subseqüente, preserve os aprendizados e deixe ir embora toda

caminho de volta ao agora para esta sala.

(emoção) em todo o

(emoção) nos eventos por todo o

(quando estiver terminado) Flutue para baixo para o agora e volte

9. Teste: Você pode lembrar de algum evento no passado onde você costumava ser capaz de

sentir aquela velha emoção, e voltar e notar se pode senti-la, ou você pode achar que não

pode mais

Ótimo,

volte para o agora.

8. Ponte para o futuro: “Eu gostaria que você fosse na direção do futuro, para um momento qualquer no futuro que, se fosse antigamente você reagiria da forma antiga. Imagine um momento e que aquilo pudesse acontecer de novo, e descubra como você reage, certo? Ótimo, volte para o agora.”

REIMPRINTING QUÂNTICO

1. Chegando à causa-raiz: “Entre em contato com sua linha do tempo

contato com a usando a

Linha do Tempo diretamente para o passado e para dentro da causa-raiz da

(emoção)

instantaneamente

emoção está presente.”

evento?”) “É aí a causa-raiz?” “Você nota que decisão ou conclusão está aí também?”

E agora, mantendo

(emoção),

venha para o alto, flutue acima da sua linha do tempo, e

(emoção)

como uma trilha, vá na direção do passado, por cima da sua

E quando você estiver lá, me dê um sinal e note que

E como para o inconsciente o tempo não existe, você pode chegar lá

,.Agora!(pausa)

(Aguarde e confirme: “Você está flutuando ou está dentro do

2. Flutue acima do evento e nota as pessoas significativas presentes: Faça o cliente

flutuar par a posição 2 do evento.

Se a cena não estiver clara: “Peça à sua mente inconsciente rever a cena, repassar a cena

quantas vezes e o suficiente até que a cena do momento da decisão (causa–raiz) seja trazida à

consciência e rememorada, e sua mente inconsciente pode fazer isso rapidamente

AGORA!”

“Que outras pessoas estão aí presentes que ajudam a criar o evento?

significativa para este evento? Note o que ela faz.”

Qual delas é a mais

Busque entender o que está acontecendo

3. Associe-se à pessoa significativa. “Desça flutuando e entre nessa parte de você que á

seu(sua)

dentro de você. Que emoção ela está sentindo neste momento?”

4. Flutue e vá à causa-raiz da emoção da pessoa significativa. “Flutue acima desta pessoa

e note a Linha do Tempo dela indo na direção do passado

aí dentro de você: Qual é a causa-raiz dessa emoção, o primeiro evento que quando neutralizado vai fazer a emoção desaparecer? E peça à sua mente inconsciente para tomar a

direção do passado dela em todo o caminho de volta ao passado, até você encontrar o primeiro

evento daquela emoção na Linha do Tempo dela. (Esperar um sinal)

Certo?

Considere

profundamente

Ótimo.”

5. Aprenda e guarde os aprendizados. “Entre no evento e associe-se. Apenas aceite esta

emoção e este evento, permita que eles estejam aí. E agora considere profundamente: o que você precisa aprender, compreender e aceitar deste evento, o aprendizado, a compreensão e a

aceitação que vão permitir a você deixar ir embora a emoção de maneira fácil e segura?

sua mente inconsciente pode aprender e compreender inconscientemente e pode preservar

estes aprendizados e compreensões naquele lugar especial, de maneira que, quando você

precisar dele no futuro, eles estarão com vo

continue aprendendo e compreendendo por conta dela

E

E apenas permita que sua mente inconsciente

Agora

6.

Voltar à causa-raiz do problema “Agora tome o caminho de volta ao futuro, por cima da

Linha do Tempo dela, até você encontrar aquele evento onde você estava. Chegando lá, mas só quando você chegar lá, mantenha-se flutuando antes e acima do evento (posição #3).

(Espere chegar)

também?

bem? Ótimo. Agora flutue outra vez.”

e

agora, onde está a emoção da ‘pessoa’? Está aí ou foi embora

agora associe-se a esta ‘pessoa’ e reviva a situação na pela dela

Ótimo.

/está

8. Repasse os aprendizados a você. “Agora, peça à sua mente inconsciente que repasse

àquele você que está abaixo de você, todos os aprendizados e compreensões que você obteve

do primeiro evento daquela sua parte que era seu(sua)

Repassou?

dentro de você

Ótimo!

E aquele(a) você, como está agora?”

9. Refaça o processo para cada pessoa significativa

10 Teste: “Agora vá para dentro do evento, para dentro daquele(a) você lá embaixo, e note que sentimentos estão presentes e note se a antiga decisão foi embora também.”

11. (opcional) Note a nova decisão. “Talvez você já possa notar que em algum lugar de você

está se formando a sensação de uma nova decisão ou compreensão, positiva e fortalecedora,

que lhe dá muito mais opções.”

12. Volte ao agora. “Flutue acima da sua Linha do Tempo. Daqui a pouco, não agora, vou

pedir a você que volte para o agora, apenas tão rapidamente quanto sua mente inconsciente, por conta dela mesma, reavalia e renova todos os eventos à luz de suas novas escolhas. E agora, volte para o agora por cima de sua Linha do Tempo . E enquanto você volta, peça à sua mente inconsciente que permita que você note pelo menos 3 ( ou mais) eventos do seu passado onde você pode agora perceber novas opções, mas por causa da decisão que você eliminou você não tinha notado antes essa possibilidade.”

13. Ponte para o Futuro

CLIENTE ASSOCIADO A MEMÓRIA TRAUMÁTICA

1. “Você está dentro da memória ou você está acima da Linha do Tempo?” Se estivar na

posição #1 vá par ao passo 2.

2. “Certo, apenas flutue alto acima da Linha do Tempo de maneira que você olhe para baixo

para o evento.”(pausa)

3. Verifique se o cliente está na causa-raiz. Se não tiver, convide-o a ir mais para o passado,

diretamente para a causa-raiz. A causa-raiz provavelmente não será traumática.

4. Se o evento for uma causa raiz e se você estivar usando a Técnica nº1, leve-o para a

posição e diga: “Ótimo, agora se assegure de estar bem antes do evento, olhando na direção

do agora.”(pausa) “Agora, onde estão as emoções?”

Se você estiver usando a técnica nº2, proceda a limpeza emocional a partir de uma posição bem dissociada e vá aproximando o cliente até ele terminar a limpeza associado.

5. Se os passos 1 a 4 não funcionarem, então levante-se e bata palmas acima da cabeça do

cliente e diga “Abra os olhos e olhe para cima para o teto. Fique olhando para cima.” Mantendo

o

cliente com os olhos abertos, vá para o passo 2.

6.

Se os passos anteriores não funcionarem, faça o cliente abrir os olhos e visualizar o evento

à

sua frente e prossiga a limpeza da emoção.

7.

Se o passo 6 não funcionar, levante-se e diga para o cliente “Levante-se e ande comigo.”

Então ande com o cliente pela sala enquanto você faz o processo da Terapia da Linha do

Tempo com o cliente andando

8. Você pode precisas usar o modelo da Cura rápida de Fobia.

COMO ELIMINAR A TRISTEZA POR ALGUMA PERDA

1. Pedir para pensar na pessoa (perda) e dizer de que maneira pensa nela.

2. "Veja o que acontece quando muda a imagem e passa a ver os momentos especiais que "

teve com esta pessoa(Ex), quando tudo estava bem

3. Pedir para que deixe de lado a imagem por alguns minutos. "Agora, pense em alguém que

não faz mais parte da sua vida. Uma pessoa que, quando pensa nela, você se sente bem — tem a sensação de que ela está presente ou completa, em lugar da sensação de vazio. De que forma pensa nela?"

4. "Você sente quase como se aquela outra pessoa estivesse aqui na sala com você? Sente

que está com ele, embora ele não faça mais parte da sua vida?"

5. "Você gostaria de ser capaz de pensar em no EX da mesma forma, para voltar a ter os bons

sentimentos que vivenciou com ela, ao invés desse vazio deprimente?"

6. Verif. Ecológica

7. "Perfeito. Agora, quero que pense em uma das ocasiões mais especiais que teve com o EX,

quando tudo ia bem

mesmo local em que viu aquela outra pessoa. Pense nela da mesma maneira como pensou na outra pessoa, quase como se ela estivesse na mesma sala."

Depois, quero que a veja em tamanho natural e em movimento, no

8. "Mesmo que não se relacione mais com o EX, pode sentir-se bem consigo mesmo". Fazer

outros testes, que confirmaram que o cliente se sente mais à vontade ao pensar e falar sobre a

pessoa que perdeu.

Não se pode substituir a pessoa que se perdeu, mas é possível desenvolver um novo relacionamento que tenha muitas das mesmas qualidades que se tinha com a pessoa anterior.

O próximo passo ajudar a ir mais fundo na preservação dos benefícios de seu relacionamento anterior com o EX. Com ele, poderia usar sua experiência anterior para encontrar e desenvolver novos relacionamentos.

9. "Quero que feche os olhos e reveja todos os bons momentos que teve com o EX —

esqueça os ruins, pois não são importantes agora. Enquanto relembrar, quero que pense nos valores que sentiu durante o relacionamento. As pessoas valorizam coisas diferentes num relacionamento. Algumas valorizam o afeto e a intimidade; outras, uma amizade menos intensa, mas que permita uma convivência agradável. Outras valorizam a espontaneidade e a variedade, e existe quem dê valor à confiança e à constância. O humor, a inteligência e a vivacidade são outros elementos valorizados num relacionamento. Algumas pessoas acham que certos relacionamentos lhes permitem gostar mais de si mesmas, e isto era o que elas

mais valorizavam

"Enquanto identifica os diferentes valores de seu relacionamento com o EX quero que os imagine em outro lugar. Esta nova imagem pode ser mais simbólica ou abstrata, mas deve manter a essência das experiências especiais que teve com ela."

"Ótimo. Agora, em um terceiro lugar, quero que imagine que forma esses valores podem ter no seu futuro. Como poderá satisfazer esses valores com outra pessoa? Esta imagem pode ser um pouco vaga e obscura, porque você ainda não sabe quem irá conhecer amar no futuro, mas a imagem deve ter essa mesma luz branca e calorosa.

Imaginar que poderá vivenciar os mesmos valores com outra pessoa vai direcionar sua atenção para procurar outras pessoas e descobrir o tipo de relacionamento satisfatório que "

poderá criar com cada uma delas

"Agora, pegue esta imagem e multiplique-a, como se fosse um baralho de cartas. Enquanto ela se multiplica, cada carta pode ser um pouco diferente da outra, mas todas terão a mesma luz branca e calorosa, preservando a essência do tipo de relacionamento que deseja desenvolver

"Quando tiver o baralho de cartas completo, quero que o jogue em direção ao futuro, para que as cartas se espalhem. Algumas ficarão perto de você, outras mais distantes. Mesmo espalhadas, você poderá ver a luz branca e calorosa em cada uma delas, brilhando como uma "

pequena estrela

10.

Teste - "Perfeito. Agora, quero que pense em EX da maneira como o fazia antes, numa "

imagem pequena e escura, e veja se recupera o antigo sentimento de perda

Aguardar resposta.

FONTE DE VALORES

Utilidade: Acessar recursos, generalizar energia de um valor.

1. Elicie o valor mais alto num contexto particular (família, carreira, vida, etc.)

Verificar a ecologia assegurando-se que este é um valor de aproximação e representa uma hierarquia que écongruente

2. Use uma forma dissociada de retornar à “Fonte” do valor

“Flutue acima da sua Linha do Tempo

e permita que sua mente inconsciente conduza você

por todo o caminho de volta para a fonte de

3. Associe-se à “Fonte” do valor

“Quando você estiver pronto(a), apenas flutue diretamente para dentro dessa fonte do valor

deixe-a começar a preencher você

inspirado com esta energia

até todo seu corpo ficer plenamente preenchido e

4. Generelize e integre

e

“Agora, comece a flutuar acima da sua linha do tempo, apenas tão rapidamente quanto você

possa manter toda a energia e inspiração do(a)

o agora, enquanto você continua a deixar fluir o(a)

memórias e eventos de sua história pessoal inspiração e a energia do(a)

caminho à frente, para todos os eventos futuros

, e comece a flutuar de volta para para cada uma e para todas as

vivificando toda a sua Linha do Tempo com a

E note que você pode continuar isto por todo o

e mesmo mais além”.

5. Reoriente para o agora

sua vida vai se tornando mais e mais brilhante

E quando você estiver pronto, comece a flutuar de volta par ao agora,

AGORA”.

e note o quanto a

INSTALAÇÃO DE OBJETIVO

1. "ESPERTO"? 2. Imagine Momento 3. Imagem Criar Se vendo 4. Entre na imagem Sensação
1. "ESPERTO"?
2. Imagine
Momento
3. Imagem
Criar
Se vendo
4. Entre na imagem
Sensação de realidade
5. Modifique a imagem
Deixe o mais real possível
6. Saia da imagem
Se veja alcançando o Objetivo
7. Linha do tempo
Flutue
Para o Futuro
Imagem à sua frente
8. Dê vida a imagem.
9. Conduza a imagem do objetivo para o futuro.
Flutuando
Até a Data
10.
Ao chegar lá
Solte o seu objetivo
11. Observe
Flutuando
Eventos
Agora até a Data
Ajustes
Você vendo de fora
12. Agradeça e volte para o agora.
13. Deixe acontecer do jeito que acontecer.

PARADIGMA DE CURA PARA DORES FÍSICAS OU EMOÇÕES INDESEJADAS

John Overdurf

O Neuro Energetics. Usado com permissão.

"Você pode ter qualquer coisa que queira na vida,

atenção. Quando você

mas você tem que prestar

não presta atenção, você paga com a dor. A dor é a maneira que a sua mente inconsciente tem de fazer com que você saiba que você deve prestar atenção." Adaptado de Teneo Sands Kumalae

1.

Preparação.

a. "Preste atenção"

b. "A energia flui para onde vai a atenção" (energia = sensações)

2.

Use a dor como uma indução.

a. Elicie as submodalidades cinestésicas.

b. Elicie a forma e a cor das submodalidades visuais.

3.

Crie um circuito de energia/corrente cinestésica.

4.Condicione o circuito de energia/corrente cinestésica.

5.

Elicie a mais alta intenção ou "mensagem" da dor.

"Antes de você deixar a dor se ir, pergunte a ela qual é a sua mensagem."

6.

finalizando num ponto vários metros fora do corpo. ( Quebre o estado depois de cada vez que

percorrer a corrente.)

Faça o cliente focalizar a dor e encadeie a dor no circuito condicionado de energia,

7. Usando a representação visual da dor, faça o cliente decidir onde a representação se

encaixaria, sendo totalmente harmonioso e supotivo para o meio ambiente externo.

PROCESSO PARA ALÍVIO DE ALERGIAS

VISÃO GERAL DA TÉCNICA

PREPARAÇÃO

Antes de fazer o processo seguinte com alguém, você deve dar uma explic ação do processo e da teoria subjacente. O papel do sistema imunológico é proteger contra a gentes patológicos e carcinogênicos. No caso de uma al ergia, o sistema i munológico vê erroneamente a alergia como uma patologia e cria um a série de d efesas c omplexas, r esultando n a produção de histamina. A histamina é o que c ausa a coceira, o inchaço e a vermelhidão que está assoc iada à alergia. O p rocedimento para alergias retreina a neurologia para entender que o alergeno não é patogênico - ele é simplesmente uma substância que o sistema imunológico pode agora r econhecer c omo i nofensiva e r eagir de uma manei ra saudável. Contra-exemplos podem ser úteis nesse ponto. Se o alergeno é a poeira, você pode dizer ao cliente que nós conhecemos pe ssoas que não são alérgicas à p oeira, ent ão s abemos que poeira não é patológica. Isto ocorre porqu e o sistema imunológico deles está r espondendo à poeira c omo s e e la f osse u m v írus o u b actéria. N ós i remos agora e ducá-lo a responder diferentemente.

NOTA: Se você tem um cliente que tem uma alergia persistente, e você seguiu adequadamente o procedimento, você deve aconselhá-lo a procurar seu médico para fazer teste de parasitas. O verdadeiro papel do sistema que produz histamina é proteger contra parasitas. Portanto, a sintomatologia alérgica pode ser indicativo de um caso de parasitas.

PROCESSO RÁPIDO PARA CURA DE ALERGIAS

Adaptado de "Crenças'' (R. Dihs, Hallhom, S. Smith), por John Overdurf e Julie Silverthorn

1.

Você é alérgico a quê? Como é para você estar com o alergeno?

2.

Calibre a resposta alérgica do cliente. Peça a ele para indicar a intensidade da resposta de O a 10.

3.

Quebre o estado.

4.

Pergunte ao cliente se ele tem alguma objeção ao alergeno em si. A resposta dele se parece com fobia ou compulsão? Frequentemente as alergias se desenvolvem em certos momentos da vida das pessoas, quando elas não tiveram habilidades sociais ou emocionais para lidar com algum tipo de situação estressante. Isto lhe dará a causa-raiz.

5.

Verifique a ecologia - Como seria sua vida se você mudasse isso para sempre? Haveria alguma consequência negativa em se livrar disso? Verifique g anhos secundários.

6.

Use a Terapia da Linha do Tempo® para limpar a causa-raiz.

7.

Calibre-se com a intensidade da resposta depois de fazer a limpeza.

8.

Comece o modelo rápido para alergia:

a. Determine o recurso de contra-exemplo apropriado. Alguma c ois . a que s eja tão similar à alergia quanto poss ível, para que o si stema i munológico do c liente reaja apropriadamente. Ancore e segure por todo o processo.

b. Dissociação - Conti nue mantendo a âncora e faça o client e ver uma pa rede de vidro p or t oda a s ala, e i magine v endo a s i m esmo d o o utro l ado d o vidro, tendo os recursos e o seu sistema imunológico reagindo apropriadamente.

c. Introduza o alergeno devagar - Faça o cliente se ver reagindo ao alergeno como

se estivesse respondendo ao recurso. Obse

neurologia comece a associar novos entendimentos com os velhos estímulos.

rve a mudança fisiológica assim que a sua

d. Reassocie - O cliente agora pode deixar ir embora

o vidro, flutuar de volta para o

seu corpo trazendo todos os novos recursos antigo alergeno.

com ele, e imaginar-se a gora na presença do

e. Solte a âncora do recurso, teste e ponte ao futuro.

PADRÃO DE DESIDENTIFICAÇÃO

Aplicação:

equivalências complexas. Equivalências complexas são construções l inguísticas de

m você pode usar isto fa cilmente em você

mesmo terapeuticamente, ou como uma meditação se você continuar a repetir os passos 3 a 6.

identificação. Com um leve ajuste de linguage

Útil para desafiar e transcender as

co ndições li mites associa das c om

I Elicie a equivalência complexa.

O verbo "ser"

Isto virá comumente na forma de 2. Acompanhe e retorne à equivalência complexa.

3. "Isso é tudo que você pensa que é?:,

Calibre as mudanças fisiológicas.

4. "Você não é mais do que isso?"

Calibre a concordância.

5. "O que é você que não (identificação prévia)?"

"Eu sou

Aqui você quer uma resposta verbal . (O que você acabou de fazer expandiu a identificação que abrange um a rede neural maior. V ocê p recisa d e u ma palavra para estabilizar a mudança.)

6. "E além de (palavra eliciada no #5)? Isso é tudo que você é ?

mais do que isso?"

O quanto você é

Se você precisar de mais uma alavanca, então acrescente. "Você sabe que é mais do que isso, não sabe?"

7. "Como você sabe?"

Isso ancora a mudança à estratégia de realidade do cliente.

8. "Qual era o problema?"

Considere, aí dentro de você:

1. Qual é o problema?

RE CURSOS LINGUÍSTICOS

2. Como você sabe que é um problema?

3. Quando você decidiu isso?

4. Quando você não faz isso agora?

5. O que você está decidindo aí?

6. Como isso é diferente do que você era?

7. Como você sabe disso agora?

8. Que outras mudanças você gostaria de fazer?

META MODELO III

QUESTIONANDO DETALHADAMENTE PARA UM RESULTADO ESPECÍFICO

COMECE

1. "O que está errado?""O que causou este problema?"

PROBLEMA

2. "Como você falhou ao resolver isto?-

3. "Como você pode encontrar a solução do seu problema?"

MUDE

4. "O que você gostaria de mudar?"

5. "Quando você VAI PARAR ISSO de ser urna limitação?"

SOLUÇÃO

6. "De quantas maneiras você já solucionou isto?"

7. "Nós sabemos que você tem maneiras de saber quando as coisas mudaram."

CONFIRME

DESTRUIDOR DE DECISÕES

John Overdulf

Aplicação: Para decisões de que o cliente se arrepende; para nominalizações. Este processo requer muito rapport!

1. Acompanhe o problema: "Então você tem o problema E você está se sentindo

E você pode notar em que parte do seu corpo você sente isso?"

e

O cliente precisa ter o sentimento do problema, estar associado. Calibre-se!

2. "Onde você estava quando você estava decidindo isso?" (Calibre-se!)

3. "E logo antes disso, onde você estava?"

4. Assim que você notar mudanças nos sinais sensoriais após a pergunta

5. : "AGORA, note quantas opções você tem agora." (Calibre-se!)

Cura Rápida de Fobia TLT

Utilize caso a causa-raiz seja traumática e os procedimentos padrão não dêem resultado.

1. Estabeleça uma âncora de recursos (opcional)

2. Reconheça o aprendizado de tentativa única e a habilidade do cliente para aprender.

3. Faça uma tela de cinema acima da Linha do Tempo e, pela dissociação dupla, faça o

cliente observa-la da cabine de projeção ou da última fileira do cinema.

4. partir de um momento neutro ou positivo antes do evento, o cliente roda o filme em preto

A

e

branco até o fim, até um momento neutro ou positivo após o evento.

5. Congele a cena final do filme e torne-a colorida.

6. Faça o cliente se associar à última cena congelada e voltar o filme, do fim para o princípio,

com ele associado, em 1-2 segundos.

7. Repita o passo 6 até que o cliente não tenha mais a sensação desagradável. (Para apagar

uma memória, repita até que a memória não seja mais acessível — dê sugestões para

isso.)

8. Verifique a ecologia. Se necessário, use um swish para ligar a última cena a uma imagem

pessoal de recursos.

9. . Teste e faça a ponte ao futuro.

1.

CURA RÁPIDA DE FOBIA

Aplicação: O método, desenv olvido por Ri chard Bandl er, é utilizado para q ualquer fobia na qual a pessoa reaja instantaneamen te a um estímulo e specífico: insetos. altura, cobras, água, espaços fechados, elevadores. etc. Você pode usar este método também para muitos problemas que não s ão geralmente considerados co mo fobias, desde que sejam respostas imediatas a memórias d esagradáveis – por exemplo, memórias traumáticas, violência sexual, acidentes e doenças sérias.

1.

Faça duas ressignificações padrão.

a.

"A maioria das pessoas apr endeu a ter reação fóbica em uma sit uação específica que era, ou parecia ser, realmente perigosa no momento. O fato de que tenha sido capaz de aprender tão rapidamente a ter uma reação desagradável, prova que seu cérebro pode realmente aprender rapida mente. Esta habilidade facilitará o seu aprendizado de uma nova resposta."

b.

"A parte de você que esteve protegendo-o

durante todo este tempo

com esta fobia, é

uma parte im portante e vali osa e querem os preservar a sua habilidade de c ontinuar a

protege-lo em todas as situações. O que queremos fazer é atualizar suas informações para que ela possa protege-lo melhor ainda."

2.

Tenha acesso ao estado fóbico. Faça isto de modo parcial: "Qual foi a última vez

que você entrou em pânico?" ou "O que acontece quando você se torna fóbico?" Calibre-

se com as mudanças que acontecem. Lembre-se de provocar apenas um acesso parcial

a este estado fóbico. Quebre o estado.

3.

Dissociação dupla

a.

"Agora imagine-se sentado no meio da sala de um cinema, e veja uma tela

pequena com uma imagem parada, em preto e branco, de você mesmo

fazendo algo neutro."

b.

"Imagine agora que você sai de seu corpo e vai para a cabine de projeção (ou

para uma cadeira no fundo da sala) de onde você pode observar você mesmo

vendo você na tela do cinema." (Indique com as mãos e olhe para os três lugares

diferentes. Mesmo que o cliente esteja com os olhos fechados, os gestos e a

posição vocal vão ajudar você a marcar cada posição com um tom de voz).

c.

Passe o filme em preto e branco. "Agora continue na cabine de projeção e veja-se

lá na tela minutos antes da situação ocorrer, quando você se sentia seguro e não

sabia o que iria acontecer. Veja você agora no meio do cinema assistindo a um

filme preto e branco de uma das situações em que você teve esta ,fobia." (Você

pode pedir que o cliente veja o pior momento, a primeira vez ou a última vez em

que ocorreu. Dê preferência á primeira vez.) "Veja você vendo toda a situação e

vá até o final, até um momento depois que tudo aconteceu, e que você se

sentiu seguro novamente. Veja e escute tudo como um observador, como se

aquilo estivesse acontecendo com outra pessoa. Quando tiver acabado o filme e

aquele você lá na tela estiver numa situação segura novamente, pare o filme na

última cena, mantenha seus olhos fechados e me avise."

Nota: se durante a projeção do filme o sujeito exibe sinais sensoriais da fobia, interrompa e mude

mais ainda as subm

tamanho, tire a nitidez e a luz, coloque de cabeça

metade da tela. Convide o sujeito a ver de novo o filme da nova maneira.

odalidades do f ilme para t orná-lo mais ne utro: afaste mais, diminua o

para baixo ou crie um a tarja pret a ocultando

4. Volte o filme para trás. "Agora quero que você coloque cores e tamanho natural na

última imagem parada. Entre na imagem final (associe-se), esteja lá agora, e aguarde.

Quando eu disser, mas só quando eu disser, você vai passar o filme para trás, deste

ponto para o inicio. Você vai retornar para o início do filme, você dentro do filme, do fim

para o princípio, muito rapidamente como se o tempo tivesse mudado de direção, até

aquele momento antes da experiência desagradável ter começado. Retorne rápido,

muito rapidamente, em 1 ou 2 segundos, AGORA." (Após o retorno rápido, quebre o

estado)

5. Teste. "Pense naquele acontecimento" ou "O que aconteceria se você se encontrasse

naquela situação de novo?" (Se você conhece o conteúdo pode ser mais específico: "O

que aconteceria se um cachorro aparecesse agora, bem na sua frente?") Observe suas

respostas não verbais e compare-as com o que você se calibrou anteriormente.

Caso exista ainda resposta fóbi

correta. Repita t odos os proc edimentos, do i nício ao fim, se al guma etapa não tiver sido seguida

adequadamente. Se todas as eta

vezes mais, de maneira cada vez mais rápida, até todas as respostas fóbicas desaparecerem.

ca, veri fique se a pe ssoa seguiu todas as

pas foram seguidas adequadamente.

et apas de maneir a

repita o retorno algumas

5. Fechamento. "Durante o período em que você esteve fóbico, você esteve afastado

dessas situações específicas, de forma que você não teve meios ou oportunidades de

aprender sobre elas. À medida que você começar a encontrar e explorar essas

situações no futuro, quero que você tenha um certo cuidado até que aprenda mais sobre

elas".

Descobrindo Crenças Lirnitantes

George Vittorio Szenészi Baseado em R. Dilts e T. Hallbom & Kris Hallbom

Aqui está um conjunto de perg untas e frases para eliciar crenças limitantes a partir do problema enuncia do pelo s ujeito. Não é necessário utiliz ar t odas elas. A s frases entre parênteses são também opcionais – utilize-as conforme o contexto, a r esposta logo ant erior e s ua intuição de que ela vá t razer informação significativa. Anote todas as respostas.

Diga ao s ujeito: "Responda Às perguntas ou complete as frases seguintes, s empre em relação ao problema. Pense no problema que está lhe incomodando

Quais foram os eventos positivos e negativos que marcaram suas ações e sua

relação com este problema de sua vida?

O que você decidiu para sua vida a partir destes eventos?

Quais as crenças que seu pai e sua mãe (ou pessoas significativas) tinham sobre este assunto/problema da sua vida?

Que frases ou provérbios seu pai e/ou sua mãe diziam com freqüência sobre este

tema?

Perguntas alternativas:

.

Não consigo o que quero em

relação a porque

.

Eu não consigo o que quero de

(problema) porque

A razão pela qual não consigo o que quero é

que

(problema). Isto significa

.

Vou conseguir o que quero só se eu

porque

(Isto significa que

.

Em relação ao que quero, as pessoas

porque

(Isto significa que

 

.

O que me dificulta conseguir o que quero é

porque

(Isto significa que

)

.

Em relação ao que quero eu vou

porque

(Isto significa que

)

.

provoca

.

faz com que

.

Causa

.

isso quer dizer

.

o que equivale a

.

é o mesmo que

.

O que me impede de conseguir o que quero é

porque

(Isto significa

que

)

.

Conseguir o que se quer é

porque

(Isto significa que

)

.

Eu mereçoporque

(Isto significa que

)

.

Eu não mereço ser feliz no

porque

Isto significa que

.

Nessa área do problema eu

porque

(Isto significa que

)

.

As pessoas que conseguem o que querem nessa área são

porque

 
 

(Isto

significa que

)

.

Para conseguir o que eu desejo eu

porque

(Isto significa que

)

.

Não tenho

porque

(Isto significa que

Instruções

Converse com o cliente a respeito das respos tas. Identifique com ele duais são as crenças negativas e limitantes que est ão aparentes. Convém você assinalar com um marcador ou sublinhar as crenças i dentificadas. Faça uma nova lista com todas as c renças !imitantes, ou peça ao cliente mesmo pa ra fazê-la, com o cuidado de escrevê-las com frases completas. Em seguida peça ao cliente para ler todas. Diga:

"Eu vou fazer uma pergunta a você. Confie to

aparecerem as r

espontaneamente sem pensar cujas m udanças ou neutralizaç

mudanças na direção de seu objetivo?

espostas. As resposta

talmente na sua m s importantes são a

Q uais destas crenças são as m

ões vão trazer

para você as m

Assinale. "

ente inconsciente. Deix e quelas que brotam

ais im portantes, a quelas

aiores e m

ais profundas

Passe um marcador pelas crenças assinaladas para destacá-las. A seguir continue:

"Eu vou fazer de novo um a per gunta a você. Mais uma vez confie totalmente na sua mente

inconsciente. Deixe aparecer a resposta. Le mbre-se de que as respostas i mportantes são

Qual destas crenças é a mais importante

de todas, aquela cuja mudanç a ou neutralização vai trazer p ara v ocê a s maiores e mais profundas mudanças na direção de seu objetivo? Qual delas lhe salta aos olhos?"

espontãneas, aquelas que brotam sem pensar

Atenção para que a resposta seja rápida. Se o cliente ficar em dúvida, você pode usar a estrutura "como se".

Buscando a crença-raiz

Em relação à crença mais importante identificada, pergunte ao cliente ou peça que ele complete:

a. O que existe de verdade para você afirmar isso?

b. O que isto supõe? (O que deve ser verdade para esta declaração ser válida?)

c. (Repita a crença)

porque

d. Isto significa que

a. Porque

e. O que mais penso sobre isto é

A crença-raiz mais profunda (ou o pressuposto) que está por baixo do que você respondeu acima, é:

Utilize o Reimprinting para mudar a crença.

Após a limpeza da crença principal, verifique as demais crenças importantes com p erguntas ao inconsciente, com o teste muscular ou refaça o questionário . O propósi to é limpar alguma eventual crença ainda limitante e importante como obstáculo para o objetivo do cliente.

Viabilizando a Saúde

Aplicação: Verificar e otimizar as condições iniciais para reestruturação da saúde ou cura de uma disfunção. Este é um trabalho de ecologia.

1. Identifique o objetivo ou me ta de saúde que o cliente deseja atingir. Verifique se o o bjetivo está bem formulado. Anote os padrões de meta-modelo e o lado da equação C>E.

2. Ajude o cliente a ajustar seu objetivo às condições de boa formulação.

3. Peça ao cliente para entrar em contato com sua Linha do Tempo e manter-se associado ao agora.

4. Peça ao cliente para repetir cada uma das af deve avaliar o grau de confiança e convicç pontuando de 1 a 10. 10 é o grau mais elevado

irmações abaixo. Para cada uma. o cliente ão:Aue experimenta ao falar cada frase, da confiança no que ele afirma. Preste

atenção à presença de incongruências nas respostas.

a. "Desejo meu objetivo de saúde e ele vale a pena."

1

2

3

4 5 6

7 8

9

10

b. "É possível conseguir meu objetivo de saúde."

1

2

3

4 5 6

7 8

9

10

c. "Todas as minhas partes internas e toda minha mente inconsciente estão de acordo

com meu objetivo."

1

2

3

4 5 6

7 8

9

10

d. "Tenho uma ou mais partes minhas que fazem alguma objeção a eu alcançar meu

objetivo de saúde."

10

9

8

7 6 5

4 3

2

1

e. "O que tenho que fazer para conseguir meu objetivo está claro para mim."

1

2

3

4 5 6

7 8

9

10

f. "Aceito plenamente o que preciso fazer para alcançar meus objetivos."

1

2

3

4 5 6

-7

8

9

10

g. "Tenho as capacidades necessárias para conseguir meu objetivo."

1

2

3

4 5 6

-7

8

9

10

h. Eu mereço plenamente alcançar este objetivo."

1

2

3

4 5 6

-7

8

9

10

i. "Sou totalmente responsável por alcançar meu objetivo."

1

2

3

4 5 6

-7

8

9

10

5. Se existir alguma int erferência em qualquer das afirmações, resultando numa pontuação

menor que 10 (com exceção ao item -d", que é

informações ou uma decisão limi

cliente a acessar seus recursos ou elimine as decisões limitantes com a TLT. Utilize-s e de

qualquer técnica que seja adequada para acessa

leitura, hipnose, etc.

o inverso), verifique se a causa é falta de

tante. Conforme o caso, forneça informações, ajude o

r os recursos: ancoragem, informação,

6. Comece a mudança pelos critérios mais significativos

. Note que um 8 para merecimento

pode ser mais importante que um 5 para saber o que fazer.

7. Repita os passos 3 e 4 até que o cliente atin

ja, se possível, nota máxima congruente em

todas as afirmações (exceto item "d", que deve ser 1).

Ampliado e adaptado de parte do modelo "Criando um Caminho para a Sande", de Robert Dilts, incluindo critérios de Fred P. Gallo em Energv Diagnostic and Treatments Methods, 2000.

CONDUTORES NEUROLÓGICOS

(Neuro-Drivers)

Jonh Overdurf & Julie Silverthoriz C) 1994, Neuro Energetics. Usado com permissão.

Condutores Neurológicos são distinções subjetivas primárias, que estão diretamente programadas no sistema nervoso.

Visão Fóvea

Túnel

Levanta o simpático Detalhado

Visão Periférica Panorâmica

Levanta o parassimpático Contextuai

MUDANDO A PERSPECTIVA

1. Identifique o problema: O contexto e/ou objeto ou referência (pessoa ou coisa).

2. Ensine ao cliente a visão periférica.

a . Olhar fixo focalizado

b . Expandir a percepção para a periferia

c . Maxilar solto

d . Calibre a mudança fisiológica

(Da atividade simpática para parassimpática)

3. Ancore a visão periférica.

4. Associe o cliente ao contexto do problema e dispare a âncora da visão periférica.

5 Repita o passo 44. 3 a 5 vezes. Quebre o estado a cada vez.

6. Posições perceptivas (verificação ecológica). Associe a:

a - visão periférica

. Eu

. Outro

b - reintegre (omita no caso de trauma)

c . Observador

- reintegre

7. Ponte ao futuro