Sei sulla pagina 1di 19

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

********************************************************************** Exercício eqconst 01

Enunciado. Uma peça está submetida a um estado homogêneo de tensões caracterizado pelo seguinte tensor de tensões:

σ

ij

  =

230

 − 230

0

+ 150

0

+

+

120

80

+ 150

100  

80

+

N

/

2

mm

O

material

da

peça

é

homogêneo

e

possui

um

módulo

de

elasticidade

longitudinal

(Young)

E=210

kN/mm 2

e

um

módulo

de

cisalhamento

G=80

kN/mm 2 . Para esta peça determine:

a) o coeficiente de Poisson ν;

b) o tensor de deformações

c) a dilatação cúbica

ε

ij

;

∆ = ε

kk

;

Solução

a)

E

= 2G (1

E

=

ν

2

G

+ ν )

1

=

210 10

3

2

80 10

3

b)

ε

ij

  =

ε

xx

ε

yy

ε

zz

ε

xy

ε

xz

ε

yz

 

 

=

ε

xx

ε

yx

ε

zx

ε

xy

ε

yy

ε

zy

ε

xz

ε

yz

ε

zz

 

1

ν

ν

E

ν

E

1

E

ν

E

ν

E

ν

E

1

E

0

0

0

E

0

0

0

E

0

0

0

1

=

0,3125

0

0

0

1

2

G

0

0

0

0

0

0

1

2

G

0

0

0

0

0

0

1

2

G

                 

 

σ

xx

σ

yy

σ

σ

zz

xy

σ

xz

σ

yz

 

Partindo-se da equação constitutiva acima, pode-se determinar a relação entre as componentes de tensão e deformação:

1

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

ε xx

ε

xx

ε

xx

=

1

E

σ

xx

ν

(

σ

yy

=

1

210 10

3

230

= −

1,125 10

3

+

σ

zz

)

(

0,3125 120

100

)

ε

yy

ε

yy

ε yy

=

=

=

1

E

σ ν σ +σ

yy

(

xx

zz

)

1,0625 10

1

210 10

3

120

3

0,3125

(

ε zz

ε zz

ε zz

=

1

E

σ

zz

ν

(

σ

yy

=

1

210 10

3

100

= −

0,3125 10

3

+

ε =

xy

ε =

xy

1

σ

2

G xy

1

2

80 10

3

0

=

0

σ

xx

)

0,3125

(

230

230

100

)

+

120

)

ε =

xz

ε

xz

=

ε =

yz

ε

yz

=

 

ε

ij

1

2

G

σ

xz

1

2

80 10

3

150

=

0,9375 10

3

1

2

G

σ

yz

1

2

80 10

3

80

  =

1,125

0

0,9375

=

0,5 10

0

1,0625

0,5

3

0,9375

0,5

0,3125

10

3

c)

∆ = −

=

= ε

kk

= ε

xx

+ε

yy

+ε

zz

( 1,125

+

1,0625

0,375 10

3

0,3125) 10

3

2

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

********************************************************************** Exercício eqconst 02

Enunciado. Um elemento retangular possui dimensões

ser submetido a qualquer esforço. Na seqüência a peça foi submetida a duas

, tal como mostrado na figura 2a abaixo. Para este problema,

pode-se imaginar que as forças resultantes

uniformemente o longo das suas superfícies, gerando um carregamento

distribuído com taxas

gera um estado de tensão homogêneo na peça. Assume-se que não existe variação de temperatura na peça durante o processo.

q , ver figura 2b. Este carregamento por sua vez

forças

F se distribuem

L

x ,

L

e

L

antes de

y

z

F

x

e

F

y

F

x

e

y

q

x

e

y

Dados:

L =500mm,

x

L =80mm,

y

L =100mm,

z

F =224 kN,

x

F =2200 kN,

y

Módulo de elasticidade

Módulo de elasticidade transversal (cisalhamento) G=26 GPa.

longitudinal (Young) E=71 GP a

F = 0 N

z

Para esta peça pede-se:

a) o tensor de tensões

b) o coeficiente de Poisson do material ν

c) o tensor de deformações existente na peça

d) a variação dos comprimentos dos lados

σ que caracteriza o estado homogêneo de tensões,

ij

x

ε   

ij

,

L

y ,

L

L

z

 ij x  ε    ij , ∆ L y , ∆ L

a)

ij x  ε    ij , ∆ L y , ∆ L ∆

b)

Figura eqconst2-1: Peça submetida a um estado homogêneo de tensões

devido a forças externas aplicadas.

Solução

a)

3

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

σ

ij

σ

xx

σ

yy

σ zz

σ

xy

 

σ

ij

  =

σ

xx

σ

yx

σ

zx

σ

xy

σ

yy

σ

zy

σ

xz

σ

yz

σ

zz

 

 

F

 

F

 

224 10

3

N

 

=

x

=

x

=

=

A

L

L

 

0,1

m

0,08

m

 

x

y

z

 
 

F

F

 

2200 10

3

N

 

=

y

=

y

=

= −

 

A

L

L

0,1

m

0,5

m

 

y

x

z

 

F

F

0

N

 

=

z

=

z

=

= 0

A

L

L

0,5

m

0,08

m

z

y

x

= σ

xz

= σ

yz

=

0

 

28

0

0

0

44

0

 

10

6

Pa

 
   

  =

0

0

0

   

28 10

6

Pa

6

Pa

44 10

(somente cargas axiais)

b)

E

= 2G (1

+ ν )

ν

=

E

2

G

1

=

71 10

9

2

26 10

9

1

=

0,3653

c)

ε

xx

ε

yy

ε

zz

ε

xy

ε

xz

ε

yz

 

 

=

ε

xx

=

1

E

1

ν

ν

E

ν

E

1

E

ν

E

ν

E

ν

E

1

 

E

0

0

0

σ

xx

E

0

0

ν

0

(

σ

yy

E

0

0

0

+

σ

zz

0

0

0

1

2

G

0

)

0

 

ε

xx

ε

xx

=

=

1

 

71 10

6, 21 10

9

4

28 10

6

0,3653

(

0

0

0

0

1

2

G

0

0

0

0

0

0

1

2

G

                 

 

σ

xx

σ

yy

σ

σ

zz

xy

σ

xz

σ

yz

44 10

6

+

0

)

 

 

4

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

ε

yy

ε

yy

ε

yy

ε

zz

ε

zz

ε zz

=

1

E

σ ν σ +σ

yy

(

xx

zz

)

=

1

71 10

9

 

44 10

= −

7,64 10

4

6

(

0,3653 28 10

6

+

=

=

=

1

E

σ

zz

ν

(

σ

yy

+

σ

xx

)

 

1

71 10

9

 

0

0,823 10

4

(

0,3653 28 10

6

44 10

6

0

)

)

 

 

ε

xy

 

= ε

xz

ε ij

  =

d)

ε

ii

=

L

x

L

y

L

z

L

i

L

i

=

=

=

L

x

L

L

y

z

= ε

yz

=

 

6,21

0

0

0

0

7,64

0

0

0

0,823

 

10

4

L

i

=

L

i

ε

ii

ε

xx

ε

yy

ε

zz

=

=

=

0,5 6,21 10

4

=

0,08

(

7,64 10

3,105 10

4

)

= −

4

m

0,6112 10

0,1 0,823 10

4

=

0,0823 10

4

m

4

m

********************************************************************** Exercício eqconst 03

Enunciado: Um contínuo isotrópico e homogêneo sofre um deslocamento e uma deformação que é descrita pela seguinte equação:

u = 0,0003x e + 0,0007x e 0,002x e

1

1

2

2

2

3

Sabe-se que o contínuo apresenta as seguintes propriedades constitutivas:

Módulo de elasticidade longitudinal (Young) E=210 kN/mm 2 e coeficiente de Poisson ν =0.33.

Para este meio pede-se:

a) O tensor de deformações infinitesimais de Cauchy

b) A dilatação

cúbica específica

∆ = ε

kk

,

ε ij

=

1 2
1
2

(

u

i

,

j

+ u

j i

,

)

5

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

c) O módulo de elasticidade transversal (cisalhamento) do contínuo G (N/mm 2 ),

d) O tensor de tensões

σ que caracteriza do estado de tensão existente no

ij

contínuo,

e) O vetor de forças de superfície

contínuo

Solução

a)

t

n

i

u

i

,

ε

ij

j

=

u

i

x

j

 

=

u

1

x

u

1

2

x

u

1

3

x

1

  =

1

u j

u

i

+

x

j

2

x

i

 

 

=

u

1

x

u

2

2

x

u

2

3

x

2

1

2

6

0

0

u

1

x

u

3

2

x

u

3

3

x

0

14

0

3

=

3

0

0

0

0

40

= σ

ij

0

7

0

10

4

n

j

que atua em uma superfície do

0

0

20

10

4

b)

= ε

kk

= ε

xx

∆ =

1

2

(6

+

14

+ε

yy

+ε

zz

40) 10

4

= −

10

3

c)

E

= 2G (1 + ν )

G =

E

210 10

3

=

2(1

+

ν

)

(

2 1

+

0,33

)

=

78,95 10

3 N

2

mm

d)

σ

ij

σ

xx

σ

xx

σ

xx

=

2

G

 

ε

ij

+

δ

ij

ν

1

2

ν

ε

kk

=

=

2

G

 

ε

xx

+

ν

1

2

ν

 

2 78,95 10

3

 

3 10

= −

105,88

N

2

mm

 

4

+

0,33

1

2 0,33

(

10

3

)

 

6

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

σ

yy

σ

yy

σ

xx

σ

zz

σ

zz

σ

zz

=

=

2

G

ε

yy

+

ν

1

2

ν

 

2 78,95 10

3

 

7 10

= −

42,72

N

2

mm

4

+

=

2

G

ε

zz

+

ν

1

2

ν

 

2 78,95 10

= ⋅

3

 

20 10

= −

469,04

N

2

mm

4

0,33

1

2 0,33

(

+

0,33

1

2 0,33

10

(

3

)

 

10

3

σ

xy

σ

ij

=

2

  =

Gε

xy

=

0

. Analogamente,

σ

xz

105,88

0

0

0

42,72

0

0

0

469,04

= σ

yz

N

2

mm

e)

Cauchy:

r

t

i

= σ

ij

r

n

j

r

t

i

=

105,88

0

0

0

42,72

0

r 1 t = i 2
r 1
t
=
i
2

 

105,88

0

 

469,04

N

2

mm

0

0

469,04

  1  2  
1
2

1

0

1

=

0

)

 

********************************************************************** Exercício eqconst 04

Enunciado: Um corpo contínuo, homogêneo e isotrópico apresenta o seguinte

campo de deslocamentos quanto submetido à ação de forças externas:

u

=  

(

6x

2

5x

1

)

e

1

+

(

3x

2

)

e

2

+

(

4x

2

2x

3

)

e

3

×

10

5

(m)

7

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

Sabe-se que o corpo apresenta as seguintes propriedades constitutivas:

Módulo de elasticidade longitudinal (Young) E=70 kN/mm 2 e módulo de

elasticidade transversal (cisalhamento) G= 26 kN/mm 2 .

Para este meio pede-se:

a) O tensor de deformações infinitesimais de Cauchy

ε ij

=

1 2
1
2

(

u

i

,

j

+ u

j i

,

)

b) A dilatação cúbica específica

c) Coeficiente de Poisson ν do meio

d) O tensor de tensões

∆ = ε

kk

,

σ que caracteriza do estado de tensão existente no

ij

corpo,

e) O vetor de forças de superfície

t

n

i

= σ

ij

n

j

que atua em uma superfície do

corpo cuja orientação é fornecida pela normal { n }

1 T = { − 3, 2, − 1 } . 4
1
T
=
{
3, 2,
1
}
.
4

Solução

a)

 

u

i

,

ε

ij

u

i

x

j

 

=

∂ ∂

u

1

x

1

u

2

u

1

x

u

2

2

∂ ∂

x

u

1

3

x

u

2

3

u

1

x

u

3

2

x

u

3

3

x

1

1

u

i

+

u

j

2

x

j

x

i

 

=

x

2

1

2

5

x

5

3

0

+

0

6

 

=

j

  =

 

=

5

0

0

6

+

0

3

3

4

+

0

6

3

4

0

0

2

0

0

+

4

2

2

10

10

5

5

=

 

5

3

0

3

3

2

0

2

2

10

5

b)

= ε

kk

=

(

5

= ε

xx

3

+ε

yy

+ε

zz

2) 10

5

= −

10

4

c)

E

ν

d)

= 2G (1

E

=

2

G

+ ν )

1

=

70 10

3

2

26 10

3

1

=

0,3461

8

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

σ

ij

σ

xx

σ

xx

σ

xx

σ

yy

σ

yy

σ

yy

σ

zz

σ

zz

σ

zz

=

2

G

 

ε

ij

+

δ

ij

ν

1

2

ν

ε

kk

 

=

=

2

G

ε

xx

+

2

26 10

3

ν

1

2

ν

 

5 10

= −

8, 447

N

2

mm

 

5

+

=

=

2 G


ε

yy

+

2

26 10

3

ν

1

2 ν

 

3 10

= −

7, 41

N

2

mm

 

5

=

=

2 G

  

ε

zz

+

2

26 10

3

ν

1

2 ν

 

 

2 10

5

= −

6,89

N

2

mm

+

+

0,3461

1 2 0,3461

0,3461

1 2 0,3461

0,3461

1 2 0,3461

(

(

(

10

10

10

4

4

4

σ xy

σ xz

σ yz

=

=

=

2

2

2

G

ε

xy

Gε

xz

G

ε

yz

=

=

=

2

2

2

(

(

(

26 10

3 )

3 )

3 )

26 10

26 10

(

3 10

0

=

0

(

2 10

5

5

)

)

=

=

1,56

1,04

 

σ ij

  =


8,45

1,56

0

1,56

7,41

1,04

0

1,04

6,89


N

2

mm

e)

Cauchy:

r

t i

8, 45

r

t

i

=

1,56

0

= σ

ij

r

n

1,56

j

7,41

1,04

0

1,04

6,89

  1  4  
1
4

3

2

 

1

N

2

mm

N

2

mm

)

)

)

 

 

 

9

EM 406 Resistência dos Materiais – Material Didático – DMC/FEM/UNICAMP – Prof. Euclides (PED Labaki)

Arquivo: enunciado e solução eqconst nov 2007.doc

r

t

i

=

14, 235

10,27

4,485

 

N

2

mm

********************************************************************** Exercício eqconst 05

Enunciado. O material de uma peça de dimensões

pelo módulo de Young (E), pelo coeficiente de Poisson (ν ) e pelo coeficiente de dilatação térmica (α ). A seção transversal da peça indicada pelas letras ABCD na figura eqconst05-1