Sei sulla pagina 1di 8

Plano da Actividade

Plano da Actividade Área de Projecto e Português – 2009/2010 “ Poesia de Intervenção ” 12ºD

Área de Projecto e Português 2009/2010 “ Poesia de Intervenção ”

12ºD

Dia: 26 de Abril de 2010

Local: Auditório da Escola Secundária de Seia

Organização: 12ºD e Professora Manuela Silva

Participantes:

Cristina Lopes, João Seabra e João Garcia (Grupo 1 de Área de Projecto)

Ana Cruz, Ana Morais, Mariana Dias e Patrícia Cruz (Grupo 2 de Área de Projecto).

Ana Meneses, Cátia Soares e Inês Pinto (Grupo 3 de Área de Projecto)

Ana Fernandes, Mariana Silva, Telma Oliveira e Susana Martins (Grupo 3 de

Área de Projecto)

André Martins, Francisco Cardoso, Rafaela Saraiva e Vanessa Jerónimo (Grupo 4 de Área de Projecto)

Guião

1. Apresentação de um vídeo, do poema Ei-los que partem, do escritor Manuel Freire, pela aluna Cátia Soares;

2. Dissertação do poema Portugal Ressuscitado de José Carlos Ary dos Santos, pelas alunas Ana Cruz, Ana Morais, Mariana Dias e Patrícia Cruz;

3. Apresentação de um vídeo das canções de intervenção Tourada e Desfolhada de José Carlos Ary dos Santos, A Festa da Vida e E depois do Adeus de José Niza, todas elas apresentadas no Festival da Canção, elaborado pela aluna Ana Morais;

4. Seguiu-se mais um vídeo, mas desta vez elaborado pela aluna Ana Cruz, da canção Viva quem canta de Pedro Barroso;

5. Dissertação do poema O Futuro de José Carlos Ary dos Santos pelo aluno João Seabra;

6. Seguidamente a aluna Cristina Lopes recitou o poema Rapariga do país de Abril de Manuel Alegre;

7. Posteriormente, o grupo V de Área de Projecto apresentou cinco poemas. A Vanessa Jerónimo apresentou o poema Utopia de José Afonso; a aluna Rafaela Saraiva apresentou também um vídeo do poema Gente da Madrugada de Zeca Afonso; dissertação do poema Os putos de Ary dos Santos, pelo aluno André Martins; apresentação de um vídeo, elaborado pela aluna Vanessa Martins, do poema A morte saiu á rua de Zeca Afonso; continuamente, o aluno Francisco Cardoso apresentou um vídeo do poema/canção de Zeca Afonso, Grândola Vila Morena;

8. Dissertação do poema Pedra Filosofal de António Gedeão, pela aluna Inês Pinto;

9. Seguidamente, a aluna Ana Luísa apresentou-nos um vídeo do poema A

cantiga é uma arma de José Mário Branco; 10.Dissertação do poema Pedro Soldado de Manuel Freire, pelo aluno João Garcia; 11. Posteriormente, a Mariana Dias presenteou-nos com uma recitação do poema Liberdade de Sophia de Mello Breyner Andersen;

12. Seguiu-se o grupo IV de Área de Projecto, Telma Oliveira que apresentou um vídeo do poema As Mãos de Manuel Alegre, Mariana Silva apresentou também um vídeo do poema Os Vampiros de Zeca Afonso, a Susana Martins elaborou um vídeo do poema Venham mais cinco de Zeca Afonso e por fim a Ana Filipa mostrou-nos um vídeo do poema Porque de Sophia de Mello Breyner Andresen; 13. Finalizando, a aluna Cátia Soares dissertou o poema Regresso de Manuel Alegre acompanhado por um vídeo.

Objectivos

Objectivos gerais:

1. Promover

interdisciplinaridade. 2. Motivar o aluno para o estudo dos conteúdos programáticos.

a

transversalidade

nas

aprendizagens

Objectivos específicos:

e

a

1. Conhecer a importância da poesia de intervenção. 2. Conhecer alguns poemas de intervenção. 3. Conhecer poetas portugueses que desempenharam um papel activo no combate à ditadura.

Relatório da Actividade

Relatório da Actividade Área de Projecto Para: Professora Orientadora Mª dos Anjos Poeira De: Ana Cruz,

Área de Projecto

Para: Professora Orientadora Mª dos Anjos Poeira

De: Ana Cruz, Ana Morais, Mariana Dias e Patrícia Cruz

Relatório da Actividade “Poesia de Intervenção” realizada na Escola Secundária de Seia a 26 de Abril de 2010

Seia, 27 de Abril de 2010

O presente relatório refere os principais acontecimentos da actividade “Poesia de Intervenção” realizada no dia 26 de Abril, no auditório da Escola Secundária de Seia, dinamizada pelos alunos do 12º D.

Esta actividade está inserida nas disciplinas de Área de Projecto e Português, visto que alguns poemas referem tradições do nosso país e a situação vivida no 25 de Abril “A Revolução dos Cravos”, que influenciou em muito o que somos actualmente, ou seja o que é “Ser Português”.

Os objectivos desta actividade são os seguintes: promover a transversalidade nas aprendizagens e a interdisciplinaridade, motivar o aluno para o estudo dos conteúdos programáticos, conhecer a importância da poesia de intervenção, conhecer alguns poemas de intervenção e conhecer poetas portugueses que desempenharam um papel activo no combate à ditadura.

O dia 26 de Abril, por volta das 10 horas, após a entrada das turmas do 12º ano A e B e ao fim de se ultimarem todos os pormenores, iniciou-se a sessão. Esta actividade teve o seu início com uma breve introdução feita pela professora Manuela Silva, onde deu a conhecer de uma forma geral os objectivos, o porquê da realização desta actividade, o carácter interdisciplinar que esta tem (Área de Projecto e Português), inserindo-se assim no Projecto “As 5 Portas da Leitura”.

Após feita esta breve introdução pela professora, a aluna Cátia Soares apresentou-se e mostrou o poema Ei-los que partem de José Carlos Ary dos Santos, em suporte digital (vídeo).

Seguidamente, a Patrícia Cruz apresentou o poema Portugal Ressuscitado de José Carlos Ary dos Santos, que foi dissertado pelos elementos do Grupo II de Área de Projecto (Ana Cruz, Ana Morais, Mariana Dias, Patrícia Cruz).

Continuamente, foi dada a altura da Ana Morais apresentar outros poemas, mas desta vez em vídeo, visto que compilou quatro canções que participaram no Festival da Canção, são elas: Tourada e Desfolhada de José Carlos Ary dos Santos, A Festa da Vida e E depois do Adeus de José Niza.

Posto isto, a Ana Cruz presenteou-nos com um vídeo do poema Viva quem Canta de Pedro Barroso.

Seguiu-se mais um aluno da turma D do 12º ano, João Seabra que recitou o poema O Futuro de José Carlos Ary dos Santos.

Dando continuidade a esta actividade dedicada à poesia, a aluna Cristina Lopes dissertou o poema A Rapariga do País de Abril, de Manuel Alegre.

Após mais um belíssimo momento, o grupo V de Área de Projecto apresentou vários poemas. O primeiro elemento do grupo foi a Vanessa Jerónimo que apresentou um vídeo do poema Utopia de José Afonso, seguiu-

se a Rafaela Saraiva que também apresentou em vídeo o poema Gente da Madrugada de Zeca Afonso, sucedeu-se o André Martins com a dissertação do poema Os putos de Ary dos Santos, em penúltimo a Vanessa Martins mostrou em suporte digital (vídeo) o poema A morte saiu à rua de Zeca Afonso e por fim o último elemento do grupo Francisco Cardoso elaborou um vídeo com o poema Grândola Vila Morena de Zeca Afonso.

Tudo estava a correr como planeado, tínhamos um bom ambiente, tranquilo, o público (as turmas e respectivos professores que estavam assistir) estava entusiasmado.

Posteriormente, a Inês Pinto protagonizou mais um momento emocionante, visto que recitou o poema Pedra Filosofal de António Gedeão de uma maneira espantosa.

Seguiu-se a apresentação do poema A cantiga é uma arma de José Mário Branco, elaborado pela aluna Ana Luísa.

Consoante o guião que a professora Manuela Silva nos forneceu, a seguir à aluna Ana Luísa seria a Mariana Dias, no entanto o aluno João Garcia antecipou-se. Apresentou-se e dissertou o poema Pedro Soldado de Manuel Freire.

Com este pequeno percalço, seguiu-se a aluna Mariana Dias que recitou o poema Liberdade de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Seguidamente, o grupo V de Área de Projecto apresentou quatro vídeos de poemas de intervenção. A Telma Oliveira apresentou um vídeo do poema As Mãos de Manuel Alegre, a Mariana Silva mostrou-nos um vídeo elaborado por ela sobre o poema Os Vampiros de Zeca Afonso, a Susana Martins apresentou-nos um vídeo do poema/canção Venham mais cinco de Zeca Afonso e por fim a Ana Filipa deliciou-nos com um vídeo elaborado por ele do poema Porque de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Por fim, não poderíamos ter terminado de melhor maneira, isto porque a aluna Cátia Soares presenteou-nos com um momento fabuloso com a

dissertação do poema Regresso de Manuel Alegre acompanhado com um vídeo.

Finalmente, a professora Manuela Silva terminou esta sessão de “Poesia de Intervenção”, com uma breve conclusão e com os devidos agradecimentos aos presentes e à turma dinamizadora.

Na nossa opinião, foi uma actividade bastante enriquecedora na medida em que nos fez voltar ao passado e sentir de certa forma o ambiente vivida naquela altura. A actividade de uma forma geral correu de uma forma positiva, conseguimos cumprir todos os objectivos, podemos mesmo dizer que superou as nossas expectativas.