Sei sulla pagina 1di 8

Estácio Fratelli Vita

Estácio Fratelli Vita 2. semestre de Nutrição Matutino Aluna Rosiane Moreira Silva Carvalho Histologia Prof. Vivian

2. semestre de Nutrição

Matutino

Aluna Rosiane Moreira Silva Carvalho

Histologia Prof. Vivian Dutra

QUESTÕES PARA REVISÃO TECIDO EPITELIAL E CONJUNTIVO - AULA COMPLEMENTAR

1) O que diferencia lâmina basal de membrana basal? Quais os elementos estruturais a compõem?

A lâmina basal nao pode ser vista no microscopio optico.A membrana basal é a lamina basal + a lâmina reticular(formada pelo tecido conjuntivo subjacente.

colageno do tipo VII, glicoproteinas, proteoglicanos etc.

2) Caracterize as seguintes especializações de membrana encontradas nas células epiteliais, enfatizando a sua função:

  • a) junções de comunicação;são canais formados por proteínas transmembrana. Cada canal é

composto pela associação entre seis proteínas conexinas, o que forma uma estrutura cilíndrica e oca que atravessa a membrana plasmática permitindo a passagem de substâncias entre as células. O objetivo das junções comeunicantes é permitir o intercâbio de moléculassinalizadas com AMP e GMP cíclicos, íons e hormônios, fazendo com que as células de muitos tecidos trabalhem e maneira coordenada, ao invés de agirem como unidades independentes.

  • b) junções de adesão;Objetivo: Adesão, firmeza na junção entre as células.

Esta junção circunda toda a célula, no entanto oberserva-se a presença de placas material eletro

denso com filamentos de actina, formando uma rede de filamentos intermediários. O objetivo esta junção é promover a aderência entre as células vizinhas.

c) junções impermeáveis;Objetivo: Vedação.

Forma uma faixa ou cinturão que circunda toda a célula. E o termo oclusão se refere a fusão das membranas que ocorrem nessas junções. O objetivo desta espacialização é promover uma vedação, impedindo o fluxo de materiais entre as células epiteliais.

d) desmossomos e hemidesmossomos;Desmossomo Caracteriza-se por um afastamento das membranas, das células vizinhas, que ficam unidas por uma estrutura em forma de disco, que contém placas de ancoragem, que formam alças que retornam ao citoplasma, constituídas de filamentos de queratina e caderinas. Por isso os desmossomos promovem uma adesão muito firme entre as células. No entanto esta adesão pode ser abolida, retirando-se cálcio do meio. É importante ressaltar, que em outros tecidos que não são epiteliais e possuem desmossomos, os filamentos ao invés de ser de queratinas, são constituído por outras proteínas como desmina ou vimentina, associadas as caderinas.

Hemidesmossomos: É uma estrutura formada por placas de ancoragem que contém

principalmente integrinas, que são proteínas transmembranas que podem agir como receptores para macromoléculas da matriz extracelular, como por exemplo, colágeno tipo IV. Localiza-se na porção basal da célula e é responsável por fixar a célula na lâmina basal e por formar um região com receptores para facilitar o contato entre a célula e a matriz extracelular .

3) De quais maneiras a célula epitelial pode transportar macromoléculas e micromoléculas? Como a junção de oclusão auxilia no transporte dessas substâncias através da célula epitelial?

através de difusão ou transporte ativo.A zonula de oclusão impede a passagem de substâncias por entre as células, o que torna o transporte muito seletivo ,visto que a sbstancia a ser transportada deverá passar por dentro da célula.

4) Quais as principais especializações da membrana? Cite suas funções. Microvilosidade,ampliar a superfície de absorção da membrana. invaginações de base,exercem a função de reabsorver a água dos rins.

desmossomos, São encontrados entre duas células adjacentes, e têm uma composição de aderência que age sobre estas células.

Interdigitações

contraposição dos desmossomos

, cutículas,importante papel de associar as células para a formação dos tecidos

cimentos intercelulares.desenvolver a ligação entre as células, não permitindo que outras substâncias atravessem em suas lacunas

5) Como se classificam os epitélios quanto a:

  • a) número de camadas de células;

Simples:Apresentam apenas uma camada de células. →Estratificados:Possuem mais de uma camada de células.

→Pseudoestratificados:

Tecido formado apenas por uma camada de células, entretanto, a posição variada dos núcleos promove a falsa sensação de que ele apresenta várias camadas. Apesar de todas as células estarem apoiadas na lâmina basal, elas diferenciam-se em altura e, portanto, nem todas chegam à superfície do tecido.

  • b) formato das células mais superficiais.

Pavimentoso:Células com formato achatado que muitas vezes lembram azulejos. Os epitélios pavimentosos, que podem ser simples ou estratificados, podem ser encontrados revestindo vasos sanguíneos e formando a epiderme.

→Cúbico:Células de formato cúbico. Os epitélios cúbicos podem ser simples ou estratificados e podem ser observados no ovário e folículos ovarianos, por exemplo.

→Prismático, colunar ou cilíndrico:Células alongadas e retangulares. Os epitélios prismáticos podem ser simples ou estratificados e podem ser encontrados revestindo a traqueia e a cavidade nasal, por exemplo.

→Transição:Tipo de tecido estratificado com células superficiais de formato globoso que mudam de acordo com o grau de distensão do tecido. Esse tipo de epitélio é encontrado na bexiga.

6) Aponte características com as quais podemos diferenciar os epitélios estratificado de transição e pseudoestratificado.

Estratificado de transição - Neste tecido existe uma camada superficial de qu queratina, como é o caso da pele. No entanto reveste outras áreas, porém sem queratina, como no caso do esôfago que é revestido por epitélio pavimentoso estratificado não queratinizado.

7) Qual(is) a(s) diferença(s) entre epitélio simples cúbico e epitélio simples colunar ciliado?

células, que estão dispostas em uma única camada, apresentam altura e largura semelhantes (parecem quadradas).

As células principais são cilíndricas com cílios, núcleo alongado e muitas vezes de localização basal.

8) Como é feita a renovação celular nos epitélios estratificados?

s células filhas resultantes das divisões migram progressivamente para a superfície, ao mesmo tempo em que sintetizam novos tipos de proteínas (sofrem um processo de diferenciação) e modificam sua forma. Depois de chegarem à superfície elas se soltam da camada epitelial. Esta descamação é compensada pela produção de novas células na camada basal, o que mantém relativamente constante a espessura do epitélio.

9) Se o tecido epitelial é avascular, como ele é nutrido?

camada basal que separa os dois tecidos e então os nutrientes passam de célula a célula por difusão simples e pelas junções do tipo Gap que permitem a passagem de íons entre os citoplasmas das células. Por isso que a pele se renova constantemente, as células mais afastadas da lâmina basal recebem menos nutrientes e morrem.

10) Quais as principais diferenças entre as glândulas endócrinas e exócrinas?

As glândulas exócrinas eliminam suas secreções para fora do corpo, como é o caso das glânduas sudoríparas, sebáceas e mamárias. Já as glândulas endócrinas eliminam suas secreções na corrente sangüínea, como a hipófise. Também existem as glândulas mistas, como os testículos e o pâncreas, que eliminam tanto para fora quanto para dentro da corrente sangüínea!

11) Como ocorre a formação glandular? As glândulas têm origem, ainda na fase embrionária, a partir de uma superfície epitelial que se multiplica, formando um cordão celular que se aprofunda nos tecidos mais internos . 12) Como se classificam as glândulas quanto à maneira pela qual o produto de secreção é expelido? Se classificam em endócrinas,exócrinas e mistas.As endócrinas liberam o produto na corrente sanguínea,como a glândula tireóide.Já as exócrinas liberam o produto de secreção para fora do corpo,como as glândulas sudoríparas.As mistas liberam os dois,como as gônadas,que liberam no homem,por exemplo,espermatozóides(para fora do corpo) e testosterona(na corrente sanguinea)

13) Qual é o papel das células mioepiteliais?

Sua principal função é a prevenção da distensão excessiva da terminação secretora durante a secreção, devido ao aumento da pressão luminal.

14) Como a secreção glandular pode ser controlada?

o caso das glândulas exócrinas, a parte mais profunda desse cordão se desenvolve e assume a função secretora. O restante do cordão celular forma um tubo (ou duto), através do qual a secreção flui para fora da glândula. Nesse contexto, as glândulas sudoríparas, sebácea e mamárias são glândulas exócrinas que se abrem na pele, e as salivares e o fígado, entre outras, são glândulas exócrinas que lançam suas secreções no tubo digestivo. No caso dasendócrinas, a parte mais profunda do cordão celular se isola da camada superficial, perdendo comunicação com o exterior. Nesse caso, as secreções, chamadas hormônios, são eliminadas diretamente no interior de vasos sanguíneos, localizados na própria glândula ou em torno dela.

15) Qual é a constituição química da secreção serosa? E da mucosa?

A secreção serosa, contendo ptialina (uma a-amilase), que é uma enzima para a digestão dos amidos.

A secreção mucosa, contendo mucina, com função lubrificante.

16) Descreva as camadas e células que formam a epiderme. Germinativa Basal: É a camada mais profunda da epiderme.

  • - Espinhosa: É conhecida como camada malpighiana ou corpo mucoso de malpighi. É formada por células que se achatam progressivamente em direção à superfície.

  • - Granulosa: É formada pelas células granulosas que recebem este nome devido ao grande número de grânulos em seu interior.

  • - Lúcida: Apresenta uma estrutura compacta e resistente, também apresenta grande quantidade de eleidina (substância oleosa responsável pelo tom translúcido da pele). É praticamente inexistente

nas regiões palmo-plantares.

  • - Córnea: Repleta de queratina e em constante escamação. É a camada mais superficial da pele.

17) Caracterize as camadas que formam a derme.

Camada papilar

É delgada, formada por tecido conjuntivo frouxo que dá origem às papilas dérmicas. Estão presentes nesta camada, fibrilas especiais de colágeno, inserindo-se na membrana basal de um lado, e de outro, penetram profundamente na derme (junção dermo-epidérmica). Estas ajudam na fixação da derme à epiderme, além de facilitar a nutrição das células da epiderme, pelos vasos sanguíneos presentes na camada reticular da derme.

Camada reticular

É mais espessa, formada por tecido conjuntivo denso. Tanto a camada papilar, quanto esta camada em questão possui muitas fibras do sistema elástico, responsáveis, em parte, pela elasticidade da pele. Encontram-se também nessa camada, vasos sanguíneos, nervos, folículos pilosos,glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas.

18) Qual a importância da hipoderme? Quais são os componentes que a formam?

A hipoderme é formada por tecido conjuntivo frouxo e fica situada na região mais profunda da pele, unindo de modo pouco firme a derme aos órgãos subjacentes.

Esta camada é responsável pelo deslizamento do pele sobre as estruturas nas quais está apoiada. Dependendo da região e do grau de nutrição do organismo, a hipoderme poderá ter uma camada formada por células gordurosas (adipócitos), que quando desenvolvida, é denominada de panículo adiposo. Este, por sua vez, é responsável por modelar o corpo, sendo também uma importante reserva de energia, proporcionando proteção contra o frio (gordura funciona como isolante térmico).

19) Caracterize as glândulas sebáceas, sudoríparas apócrinas e merócrinas.

Glândulas holócrinas:

São aquelas que eliminam células juntamente com a secreção. Glândulas sebáceas

Glândulas merócrinas:

São aquelas que eliminam somente as secreções ficando suas células intactas. Glândulas lacrimais, glândulas salivares, glândulas sudoríparas.

Glândulas apócrinas:

São aquelas que eliminam parte (pedaço) das células junto com secreção. Glândula MAMÁRIA.

20) Quais as principais funções do tecido conjuntivo? Quais componentes o formam?

  • - Fornecer suporte estrutural;

  • - Servir de meio para trocas;

  • - Ajudar na defesa e na proteção do corpo;

  • - Funcionar como local para armazenamento de gordura.

Os tecidos conjuntivos são compostos por células e matriz extracelular, a qual consiste de substância fundamental e fibras

21) Caracterize as células que formam o tecido conjuntivo.

(1) pelas células fagocitárias do corpo, as quais englobam e destroem restos celulares, partículas estranhas e microrganismos; (2) pelas células imunocompetentes do corpo, as quais produzem anticorpo contra antígenos; e (3) por certas células produtoras de substâncias farmacológicas que auxiliam a controlar a inflamação.

22) Quais são as diferenças estruturais entre fibroblasto e fibrócito e quais as implicações funcionais dessas diferenças?

O fibroblasto é uma célula que sintetiza as proteínas das fibras estruturais, muito encontrada em músculos. São responsáveis pela regeneração dos tecidos no geral. E o fibrócito é um fibroblasto amadurecido, ou seja, ele já não sintetiza mais as proteínas. Ele só volta a ser um fibroblasto quando o corpo necessita de uma cicatrização muito grande.

23) Quais os componentes que formam a MEC? Comente sobre suas funções.

A substância fundamental é um material hidratado, amorfo, composto por glicosaminoglicanos, longos polímeros não-ramificados de dissacarídeos que se repetem; proteoglicanos, complexos formados por eixos protéicos aos quais vários glicosaminoglicanos estão ligados covalentemente; e glicoproteínas de adesão, grandes macromoléculas responsáveis pela adesão de vários componentes da matriz extracelular entre si, e a integrinas e distroglicanos da membrana plasmática

Os glicosaminoglicanos são de dois tipos principais: as sulfatadas, que incluem queratan-sulfato, heparan-sulfato, heparina, condroitino-sulfatos e dermatan-sulfato; e os não-sulfatados, que incluem o ácido hialurônico.

Os proteoglicanos são ligados covalentemente ao ácido hialurônico e formam macromoléculas muito grandes, denominadas agregados de agrecan, responsáveis pelo estado em gel da matriz extracelular. As glicoproteínas de adesão são de vários tipos. Algumas estão localizadas preferencialmente na lâmina basal, como a laminina, ou na cartilagem e no tecido. ósseo, como a condronectina e a osteonectina, respectivamente. Ainda outras, tais como a fibronectina, geralmente estão dispersas por toda a matriz extracelular.

24) Caracterize a composição química, funções e localizações das fibras: colágenas, elásticas e reticulares.

As fibras de colágeno são inelásticas e possuem resistência a tração,exemplo aorta As fibras elásticas são constituidas por elastina e microfibrilas.São altamente

elásticas,exemplo

..

parede

dos vasos sanguineos.

As fibras reticulares são formadas porcolágeno do tipo III,q liga o tecido conjuntivo aos tecidos vizinhos .ex: baço e médula.

25) O que são fibras oxitalânicas, elaunínicas e elásticas? Qual é a diferença entre elas? Fibras oxitalânicas: são as precursoras do processo de elastogênese e são compostas por microfibrilas que são secretadas por fibroblastos encontrados no meio extracelular e que se dispõem paralelamente entre si.

Fibras elaunínicas: são fibras mais espessas quando comparadas à fibra acima, já que resultam da junção de elastina às microfibrilas. Fibras elásticas maduras: decorre do acumulo de elastina, originando fibras mais espessas.

26) Quais as principais diferenças entre os tecidos conjuntivos frouxo e denso? Onde podemos encontrá-los no corpo animal?

É um tecido delicado e pouco resistente. Possui grande quantidade de substância fundamental e fluido intersticial. Contém fibras do sistema colágeno e elástico. Abriga células indiferenciadas, fibroblastos, adipócitos, macrófagos e mastócitos, além de células transitórias durante o processo inflamatório.

Apresenta mais fibras e menos células do que o tecido conjuntivo propriamente dito frouxo. É um tecido de alta resistência a tração, conferida principalmente por fibras colágenas. Tecido conjuntivo propriamente dito denso não modelado: deposição de fibras colágenas ao acaso. Encontrado na Derme, cápsulas do baço, linfonodos, testículos, ovários e rim.

27) Caracterize os tecidos elástico, mucoso e reticular.

O

tecido elástico

é encontrado no ligamento suspensor do pênis, em um dos tipos de ligamentos

intervertebrais, em alguns dos ligamentos das cartilagens da laringe e no ligamento nucal de

ruminantes
ruminantes

O Tecido mucoso é um tecido conjuntivo no qual predomina amplamente hialuronato sobre outras

moléculas da matriz.

O

tecido reticular

é rico em fibras reticulares que formam uma rede tridimensional a qual suporta

células livres em suas malhas. É encontrado nos órgãos linfóides e hematopoiéticos (isto é

 

produtores de células sanguíneas) e será visto com detalhes em outros módulos.