Sei sulla pagina 1di 12
ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES Edital CG/EACH/002/2011 PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA – 2012 O

ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES

Edital CG/EACH/002/2011

PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA – 2012

O Diretor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo, de acordo com a deliberação da Comissão de Graduação, baixa o presente edital para abertura do Processo de Seleção para Transferência Interna – 2012.

I DOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DOS CANDIDATOS

A Comissão de Graduação da EACH, em reunião realizada no dia 17.11.2011, aprovou os critérios para o Processo de Transferência Interna entre Cursos a serem aplicados para todos os cursos da EACH, conforme segue:

Prova específica ELIMINATÓRIA com duração de 2 (duas) horas e nota mínima para aprovação 5,0 (cinco) - peso 6;

Análise do histórico escolar e do curriculum vitae do candidato e entrevista ELIMINATÓRIA, com nota mínima para aprovação 5,0 (cinco) – peso 4.

Obs. As Comissões dos cursos designarão Comissões de Seleção para a aplicação das provas e seleção dos candidatos.

II – DO NÚMERO DE VAGAS

Curso: Ciências da Atividade Física – Vespertino – 19 vagas Curso: Lazer e Turismo – Vespertino – 25 vagas Curso: Lazer e Turismo – Noturno – 4 vagas Curso: Sistemas de Informação – Matutino – 29 vagas Curso: Sistemas de Informação – Noturno – 38 vagas Curso: Gerontologia – Vespertino – 21 vagas Curso: Gestão Ambiental – Matutino – 22 vagas Curso: Gestão Ambiental – Noturno – 9 vagas Curso: Gestão de Políticas Públicas – Matutino – 21 vagas Curso: Gestão de Políticas Públicas – Noturno – 24 vagas Curso: Licenciatura em Ciências da Natureza – Matutino – 61 vagas Curso: Licenciatura em Ciências da Natureza – Noturno – 49 vagas Curso: Marketing – Matutino – 19 vagas Curso: Marketing – Noturno – 7 vagas Curso: Obstetrícia – Integral – 8 vagas

III – DA ENTREGA DOS DOCUMENTOS 1 - Os candidatos interessados deverão entregar, nos dias

III – DA ENTREGA DOS DOCUMENTOS

1 - Os candidatos interessados deverão entregar, nos dias 01 e 02.02.2012 das 9h00 às 14h00 e das 16h00 às 21h00, no Serviço de Graduação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades - USP, situada à Rua Arlindo Bettio, nº 1.000 – Ermelino Matarazzo – São Paulo/SP, os seguintes documentos:

1.1 - Requerimento dirigido ao Diretor da EACH-USP (o formulário está disponível no site www.each.usp.br – Graduação – Formas de Ingresso);

1.2 - RG ou, se estrangeiro, RNE (cópia simples acompanhada do original ou cópia autenticada);

1.3 - Atestado de matrícula do semestre vigente fornecido pela unidade de origem, constando as seguintes informações: curso, ano ou semestre em que o aluno se encontra matriculado;

1.4 - Histórico Escolar completo;

1.5 - Curriculum Vitae;

1.6 - Tratando-se de candidato com necessidades especiais, este deverá apresentar requerimento, bem como laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da(s) deficiência(s) com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, no Serviço de Graduação da EACH, durante o período das inscrições, para que sejam providenciadas as condições necessárias à sua participação na realização de todas as etapas do processo de seleção.

1.6.1 - O tempo para a realização das provas a que serão submetidos os candidatos com necessidades especiais, conforme disposição do art. 2º, § 4º, da Lei Complementar Estadual nº 683/92, alterada pela Lei Complementar Estadual nº 932/02, poderá ser diferente daquele previsto para os demais candidatos, levando-se em conta o grau de dificuldade decorrente de suas necessidades especiais.

2 -

O requerimento e a documentação deverão ser entregues pessoalmente ou através de um procurador.

2.1 - No caso de procuração, a mesma poderá ser simples, indicando o nome e R.G. da pessoa autorizada e a finalidade, devidamente assinada pelo candidato, não havendo necessidade de registrá-la em cartório.

Observações:

- NÃO SERÃO ACEITAS, EM HIPÓTESE ALGUMA, AS INSCRIÇÕES DOS CANDIDATOS QUE NÃO APRESENTAREM OS DOCUMENTOS EXIGIDOS, CONSTANTES DOS ITENS (1.1), (1.2), (1.3) E (1.4);

- Para os alunos da EACH, não é necessária a apresentação dos documentos constantes dos itens (1.2), (1.3) e (1.4).

IV – DA APLICAÇÃO DA PROVA ESPECÍFICA (ELIMINATÓRIA) 1 Os candidatos deverão chegar com 15

IV – DA APLICAÇÃO DA PROVA ESPECÍFICA (ELIMINATÓRIA)

1 Os candidatos deverão chegar com 15 minutos de antecedência do início da prova.

-

2 Não será permitido o acesso de candidatos ao local da prova após o seu início, conforme horário estabelecido no calendário constante do item IX deste Edital.

-

3 Durante a realização da prova, não será permitido ao candidato o uso de aparelhos audiovisuais, sob pena de ter a prova anulada.

-

V – DA

ANÁLISE

DO

HISTÓRICO

ESCOLAR

E

REALIZAÇÃO

DA

ENTREVISTA

(ELIMINATÓRIA)

1 Os candidatos deverão chegar com 15 minutos de antecedência do início da entrevista.

-

2 Os candidatos aprovados na prova específica deverão se apresentar para análise do histórico e entrevista conforme horário estabelecido no calendário constante do item IX deste Edital.

-

VI – PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA DA PROVA

CIÊNCIAS DA ATIVIDADE FÍSICA

Bibliografia Básica: HOFFMAN, S.J.; HARRIS, J.C., orgs. - Cinesiologia: o estudo da atividade física. Porto Alegre, rtmed Editora, 2002 . TANI, G. - Cinesiologia, educação física e esporte: ordem emanente do caos na estrutura acadêmica. Motus Corporis, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 9-49, 1996.

GESTÃO AMBIENTAL

Programa:

2.

Desenvolvimento sustentável; 3. Movimento ambientalista e cidadania; 4. Justiça ambiental; 5.

Saúde e meio ambiente: qualidade ambiental e saúde, doenças emergentes e reemergentes; transformação nutricional e epidemiológica; 6. Recursos comuns; 7. Políticas públicas e privadas na área ambiental; e, 8. Tendências demográficas atuais.

Sociedade, Meio Ambiente e Cidadania - 1. Capitalismo,

consumo

e

meio

ambiente;

Química - 1. TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS: 1.1. Reconhecimento das transformações químicas: mudança de cor, formação/desaparecimento de sólidos numa solução, absorção/liberação de energia, desprendimento de gases; interpretação das transformações químicas. 1.2. Evolução do modelo atômico: do modelo corpuscular de Dalton ao modelo de Rutherford-Bohr; átomos e moléculas: número atômico, número de massa, isótopos, massa molar e constante de Avogadro. 1.3. Reações químicas; representação das transformações químicas; representação simbólica dos elementos e substâncias; equação química, balanceamento, número de oxidação; aspectos quantitativos das transformações químicas; leis de Lavoisier, Proust e Gay-Lussac; leis dos gases, equação de estado do gás ideal; cálculos

estequiométricos: massa, volume, mol, massa molar, volume molar dos gases. 2. PROPRIEDADES E UTILIZAÇÃO DOS

estequiométricos: massa, volume, mol, massa molar, volume molar dos gases. 2. PROPRIEDADES E UTILIZAÇÃO DOS MATERIAIS: 2.1. Elementos e suas substâncias; a tabela periódica; estados físicos da matéria – mudanças de estado; ligação metálica. 2.2. Substâncias iônicas; principais compostos dos grupos cloreto, carbonato, sulfato, nitrato e

fosfato e suas aplicações; ligação iônica; substâncias moleculares; hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, cloro, amônia: propriedades; ligação covalente; polaridade das ligações; interações intermoleculares: van der Waals e ligação de hidrogênio. 3. A ÁGUA NA NATUREZA: 3.1. Estrutura da água, propriedades, importância para a vida e seu ciclo na natureza; interações da água com outras substâncias; processo de dissolução, curvas de solubilidade; concentrações (percentagem, ppm, g/L, mol/L); aspectos qualitativos dos efeitos do soluto nas seguintes propriedades da água: pressãode vapor, temperatura de congelamento, temperatura de ebulição e pressão osmótica. 3.2. Ácidos, bases, sais e óxidos; ácidos e bases (conceito de Arrhenius); principais propriedades dos ácidos e bases: indicadores, condutibilidade elétrica, reação com metais, reação de neutralização; ácido clorídrico, ácido sulfúrico, ácido nítrico, amônia e hidróxido de sódio; óxidos de carbono, nitrogênio, enxofre; poluição atmosférica. 4. DINÂMICA DAS TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS: Velocidade das transformações químicas; fatores que influenciam a velocidade da reação; energia de ativação; equilíbrio em transformações químicas; caracterização macroscópica e microscópica (dinâmica) do estado de equilíbrio; constante de equilíbrio; perturbação do equilíbrio; produto iônico da água, pH; equilíbrios em solução envolvendo ácidos, bases e sais. 5. ENERGIA NAS TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS: Transformações químicas e energia térmica; calor nas transformações químicas. Entalpia; princípio da conservação da energia, energia de ligação; transformações químicas e energia elétrica; produção de energia elétrica: pilha; onsumo de energia elétrica: eletrólise; representação das transformações que ocorrem na pilha e no processo de eletrólise por meio de equações químicas balanceadas; interpretação e aplicação de potenciais padrões de redução. 6. TRANSFORMAÇÕES NUCLEARES NATURAIS E ARTIFICIAIS: Conceitos fundamentais da radioatividade: emissões alfa, beta e gama; propriedades. 7. COMPOSTOS ORGÂNICOS: 7.1. Características gerais; fórmulas estruturais; reconhecimento das principais classes de compostos (hidrocarbonetos, álcoois, éteres, haletos de alquila, aminas, aldeídos, cetonas, ácidos carboxílicos, ésteres e amidas). Isomeria. 7.2. Propriedades físicas dos compostos orgânicos; fórmulas estruturais e nomes oficiais de compostos orgânicos simples contendo apenas um grupo funcional. Nomes usuais: etileno, acetileno, álcool metílico, álcool etílico, formaldeído, acetona; ácido acético, tolueno. 7.3. Hidrocarbonetos. Petróleo e gás natural: origem, ocorrência e composição; destilação do petróleo (principais frações: propriedades e usos); combustão; implicações ambientais. Etileno, acetileno, benzeno, tolueno e naftaleno; propriedades e usos. 7.4. Álcoois: produção de etanol:

fermentação alcoólica; álcoois como combustíveis: metanol e etanol; implicações ambientais.

7.5. Triglicerídeos (gorduras e óleos), sabões e detergentes. Obtenção, propriedades e usos.

7.6. Macromoléculas. Polímeros naturais: carboidratos e proteínas; estrutura e propriedades.

Polímeros sintéticos: polímeros de adição (polietileno, poliestireno, PVC e teflon) e polímeros de condensação (poliéster e poliamida); estrutura, propriedades, produção e uso, reciclagem e

implicações ambientais.

Bibliografia Básica:

Sociedade, Meio Ambiente e Cidadania - ALPAHANDERY, P.; BITOLIN, P.; DUPONT, Y. O equívoco ecológico: riscos políticos. São Paulo: Brasiliense, 1992. 192pp. CAMARGO, A.; CAPOBIANCO, J. P.R.; OLIVEIRA, J. A. P. Meio Ambien te Brasil, Avanços e Obstáculos pós- Rio-92. São Paulo: Instituto Socioambiental, 2002. 460pp. CUNHA, S. B. da; GUERRA, A. J. T. (Orgs.). A Questão Ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003. HOGAN, D. J.; VIEIRA, P. F. Dilemas socioambientais e desenvolvimento sustentável.

Campinas: Editora UNICAMP, 1995. ISA. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo: Instituto Socioambiental. 480 pp.

Campinas: Editora UNICAMP, 1995. ISA. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo:

Instituto Socioambiental. 480 pp. KORMONDY, E. J. & BROWN, D. E. 2002. Modernização, estresse e doenças crônicas. In: Ecologia Humana (Kormondy, E. J. & D.E. Brown, eds.). São Paulo: Atheneu, p. 227 – 252. MELA, Alfredo. As Políticas Ambientais. In: (Mela, A.). A Sociologia do Ambiente. Lisboa: Editorial Estampa, 2001. MELLO, J. M. C. de; NOVAIS, F. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: (SHWARCZ, L. M., org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1998, v. 4. NOVAES, W. A década do impasse:

da Rio 92 à Rio +10. São Paulo: Instituto Socioambiental, 2002. 382pp. PÁDUA, J. A.; HERCULANO, S.; ACSELRAD, H. Justiça ambiental e cidadania. Rio de Janeiro: Relumé- dumará, 2004. TORRES, H.; COSTA, H. (Orgs.). População e Meio Ambiente: Debates e Desafios. São Paulo: Editora do SENAC, 2000. VINCENT, A. Ecologismo. Ideologias Políticas Modernas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995. VIOLA, E. et al. (Org.). Meio Ambiente, desenvolvimento e cidadania. São Paulo: Cortez/ Ed. UFSC, 1998.

Química - MORTIMER, E. F.; MACHADO, A. H.

Scipione, 2000. 398pp. FELTRE, R. Fundamentos da Química: Volume Único. São Paulo:

Editora Moderna, 1996. SALVADOR, E.; USBERCO, J. Química Essencial: Ens. Médio.São Paulo: Saraiva. 416p.

Química para o Ensino Médio. São Paulo:

LAZER E TURISMO

Programa: 1. Conceitos e dimensionamento do tempo: lazer e trabalho; 2. Impactos econômicos, sociais, ambientais e culturais do lazer e turismo; 3. Educação para o lazer e turismo; 4. Lazer: produção e consumo; 5. Interesses culturais no lazer; 6. Unidades básicas do turismo: viajante, visitante e turista; 7. Componentes do turismo: infra-estrutura, superestrutura e atrações turísticas; 8. Planejamento e desenvolvimento do turismo; 9. Oferta, demanda e mercado de turismo; e, 10. Segmentação do mercado de turismo e lazer.

Bibliografia Básica: BARRETTO, Margarita. Manual de Iniciação ao Estudo do Turismo. Campinas, SP: Papirus, 1995. CAMARGO, Luiz Octávio de Lima. Educação para o lazer. São Paulo: Moderna, 1998. COOPER, Chris et alli. Turismo, princípios e prática. 2. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2001. DUMAZEDIER, Joffre. Sociologia empírica do lazer. São Paulo:

Perspectiva/ SESC, 1999. LAGE, Beatriz Helena Gelas (Org.) Lazer e turismo: conceitos e reflexões. São Paulo: Plêiade, 2009. v.1. LAGE, Beatriz Helena Gelas (Org.) Lazer e turismo:

conceitos e reflexões. São Paulo: Plêiade, 2009. v.2. LAGE, Beatriz Helena Gelas; MILONE, Paulo Cesar. Turismo: Teoria e Prática. São Paulo: Atlas, 2000.

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Cálculo I

Programa: Propriedades de números reais. Funções reais de uma variável real. Funções elementares. Limite. Continuidade. Derivada. Teorema do valor médio. Aplicações da derivada. Antiderivadas.

Bibliografia Básica: - STEWART, J.; Cálculo, vol. 1, Pioneira Thomson Learning, 2006.

Introdução à Ciência da Computação I Programa: Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos, análise

Introdução à Ciência da Computação I

Programa: Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos, análise do problema, estratégias de solução. Tipos de dados: escalares, vetores, matrizes, cadeias de caracteres e registros. Modularização de programas, procedimentos e funções. Passagem de parâmetros. Conceito de recursão e suas aplicações. Paradigmas de linguagens de programação e introdução a uma linguagem de programação. Introdução a algoritmos de busca e ordenação.

Bibliografia Básica: Kon, F; Goldman, A.; Silva, P.J.S. “Introdução à Ciência de Computação com Java e Orientado a Objetos”, IME - USP, 2004. - WIRTH,N. Algoritmos e Estruturas de Dados, Rio de Janeiro, LTC, 1989.

Algoritmos e Estruturas de Dados I

Programa: Listas lineares, listas ordenadas e circulares, representação de matrizes esparsas, pilhas, filas e deques. Listas duplamente encadeadas. Árvores, árvores binárias, árvores de busca, árvores balanceadas (AVL). Representação de árvores por árvores binárias. Aplicações das árvores.

Bibliografia Básica: AHO,A.V.; HOPCROFT,J.E.; ULLMAN,J.D. Data Structure and Algorithms. Readings, Addison Wesley, 1983. SZWARCFITER, J. & MARKEZON, L. Estruturas de Dados e seus Algoritmos. LTC Editora, 2a.Ed., 1994. WIRTH,N. Algoritmos e Estruturas de Dados, Rio de Janeiro, LTC, 1989.

GERONTOLOGIA

Programa: 1) Caracterização geral do perfil demográfico, políticas públicas e demandas assistenciais para a pessoa idosa no Brasil; 2) Capacidade funcional, autonomia e

independência: idosos frágeis, vulneráveis e em situação de risco; 3) Atenção e assistência domiciliária ao idoso e sua família; 4) Multiprofissionalidade e interprofissionalidade em

Gerontologia; 5) Aspectos éticos e morais do processo de morrer; 6) A Gerontologia; 7) A importância da educação na Gerontologia.

Gestão em

Bibliografia Básica: - Freitas, Elizabete Viana; PY, Ligia. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 3ª Ed. Guanabara Koogan. 3ª Ed. 2011. - Ciência & Saúde Coletiva, v.13 n.4 jul./ago. 2008 (todo este volume). - Neri, A.L. Idosos no Brasil: Vivências, desafios e expectativas na terceira Idade. São Paulo: Perseu Abramo. 2007. - Quinn RE, Thompson MP, Faerman SR, McGrath M. Competências gerenciais: princípios e aplicações. Rio de janeiro: Elsevier. 2003. - Dutra JS. Gestão de pessoas: modelo, processos, tendências e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2008. - Cachioni, Meire. Quem educa os idosos? Um estudo sobre professores de universidades da terceira idade. Campinas: Alínea. 2003.

GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS Conteúdo para prova: Questões conceituais e/ou de aplicação referentes ao conteúdo

GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS

Conteúdo para prova:

Questões conceituais e/ou de aplicação referentes ao conteúdo programático das disciplinas introdutórias do curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas, quais sejam:

Introdução ao Estudo das Políticas Públicas

Ementa: Introduzirá os alunos no estudo das políticas públicas. O que são as políticas públicas? Por que estudar as políticas públicas? As relações entre cidadania, direitos e

políticas públicas; democracia e políticas públicas. Origem, desenvolvimento e crise do Estado

de Bem-Estar Social. As distinções entre as esferas pública e privada, o público e o estatal, o

público e o governamental. O estatuto científico dos estudos de políticas públicas e a perspectiva “policy oriented.” A formação da Agenda Pública. A questão da decisão e da não- decisão. O papel dos atores políticos: parlamentos, partidos políticos, grupos de interesse, estruturas institucionais e mídia. Implementação e avaliação de políticas públicas. Tendências das políticas públicas no início do século XXI.

Programa: Introdução ao estudo das políticas públicas. Conceitos fundamentais: políticas públicas, público e privado, público e estatal, público e governamental. Estado, mercado e esfera pública. O Estado de Bem-Estar Social, a formação da cidadania moderna e o desenvolvimento da democracia. Tipologias de Estados de Bem-Estar Social. A formação da Agenda Pública. A questão da decisão e da não-decisão. Modelos de decisão e o papel dos atores políticos: parlamentos, partidos políticos, grupos de interesse, estruturas institucionais e mídia. Avaliação das políticas públicas e programas: Análise Custo-Benefício, Custo-Eficiência e Custo-Efetividade. Tendências das políticas públicas no início do século XXI. Liberalismo, social democracia e políticas públicas. O efeito da globalização para as políticas públicas.

Bibliografia Básica: RODRIGUES, Marta M. A. - 2010 - Políticas Públicas - Coleção Folha Explica, São Paulo: Publifolha.

Introdução ao Estudo da Política I

Ementa: Introduzirá os estudantes no conhecimento dos conceitos mais importantes da ciência

política, com ênfase em temas centrais para a compreensão e análise das políticas públicas. Serão estudados, em primeiro lugar, os conceitos de política, autoridade e poder. Em seguida,

o curso tratará da formação do Estado moderno, teorias do contratualismo, direitos

fundamentais, legitimidade política e legalidade, separação de poderes e formas de governo. Essa unidade se concluirá com a apresentação do debate entre o individualismo e o

comunitarismo em torno da relação entre sociedade e comunidade política.

Programa: Conceitos de política, autoridade, poder e Estado. Ética e política. O bom governo.

A liberdade dos antigos e a dos modernos. O contratualismo. Direitos políticos e direitos

sociais. A divisão de poderes e a teoria dos checks and balances. Legitimidade política e legalidade. Individualismo e comunitarismo. Liberalismo e republicanismo. Racionalidade e valores na ação e na decisão políticas.

Bibliografia Básica: WEFFORT, F.C. (org.), Os clássicos da Política. São Paulo, Ática, 1989. (volume 1 e 2)

Introdução à Economia Ementa: A disciplina introduz os conceitos básicos da economia, buscando mostrar suas

Introdução à Economia

Ementa: A disciplina introduz os conceitos básicos da economia, buscando mostrar suas relações com as políticas públicas.

Programa: Os conceitos introdutórios da microeconomia; os problemas da organização dos

mercados e o papel dos principais agentes; o consumidor e a firma; a demanda e a oferta; o funcionamento do sistema de preços, bem como sua eficiência para a alocação dos recursos

nas diferentes formas de estruturação dos mercados; conceitos básicos da contabilidade

nacional e de macroeconomia.

Bibliografia Básica: VASCONCELLOS, M. A S. e TROSTER, Roberto Luis - Economia Básica - Teoria e Exercícios - São Paulo: Editora Atlas, 2005.

Introdução à Administração

Ementa: Discutir e analisar conceitos da teoria geral da administração aplicados à gestão de políticas públicas.

Programa: Organizações mecânicas;Taylor e a administração científica; Ford e a linha de montagem; Fayol e o processo administrativo; Max Weber e a burocracia; A Escola de Relações Humanas; A abordagem comportamental; A comparação entre as escolas;

Organizações orgânicas; O enfoque sistêmico e as organizações; A administração estratégica;

A administração participativa; O modelo japonês; Organizações empreendedoras.

Bibliografia Básica: MAXIMIANO. A. C. A. Teoria Geral da Administração: da escola científica

à competitividade em economia globalizada. São Paulo: Editora Atlas, 2002.

LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA NATUREZA

Ementa: Origem, organização e evolução do universo, da Terra e da vida. Relações entre ciência, tecnologia e sociedade no contexto do século XXI. Os desafios ambientais, os avanços na área da saúde e o papel da ciência.

Programa: A ciência como construção humana: seus mecanismos de funcionamento, suas

virtudes e suas limitações. O método científico aplicado nas ciências da natureza e sua importância para o avanço do conhecimento. O desenvolvimento histórico dos estudos astronômicos: da Antiguidade aos avanços do século XXI. A relação entre a ciência e a religião,

a mudança dos paradigmas diante de diversos confrontos da ciência (p.e: geocentrismo versus

heliocentrismo). O desenvolvimento das Ciências da Terra e o aprimoramento da compreensão

do planeta: a dinâmica da Terra e a tectônica de placas. Os problemas ambientais do século

XXI e a relação entre a Ciência e a sociedade: o impacto ambiental do desenvolvimento

científico-tecnológico. O desenvolvimento da Biologia Molecular e a compreensão da vida.

Aspectos bioéticos da nova biotecnologia (p.e. terapia gênica, clonagem e transgênicos).

Bibliografia Básica: BRODY, D. E.; BRODY, A. R. As sete maiores descobertas científicas da história e seus autores. São Paulo: Cia. das Letras, 2000. DAWKINS, R. O capelão do diabo:

ensaios escolhidos. São Paulo: Cia. das Letras, 2005. DE MEIS, L. Ciência, educação e conflito humano-tecnológico. São Paulo: Senac, 2002. GLEISER, M. Micro Macro: Reflexões

Sobre o Homem, o Tempo e o Espaço. São Paulo: Publifolha, 2005. HELLAN, H. Grandes

Sobre o Homem, o Tempo e o Espaço. São Paulo: Publifolha, 2005. HELLAN, H. Grandes debates da ciência: dez das maiores contendas de todos os tempos. São Paulo: Editora Unesp, 2003. TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T.R.; TOLEDO, M. C. M. de; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. 2ª edição. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2009. TRIGUEIRO, A. (coord); Meio ambiente no século 21: 21 especialistas falam da questão ambiental nas suas áreas de conhecimento. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

Bibliografia complementar: Artigos de divulgação científica selecionados pelos docentes. DARWIN, C.; A origem das espécies. São Paulo: Martin Claret, 2004. DAWKINS, R.; O gene egoísta. Belo Horizonte: Itatiaia, 2001. DAWKINS, R.; O relojoeiro cego. São Paulo: Cia. das Letras, 2001. DE MEIS, L.; O Método científico: como o saber mudou a vida do homem. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2005. GLEISER, M.; A dança do universo. São Paulo: Cia. das Letras, 2000. GLEISER, M.; O fim da Terra e do Céu. São Paulo: Cia. das Letras, 2001. MILODINOW, L.; O arco-íris de Feynman. Rio de Janeiro: Sextante, 2005.

MARKETING

Fundamentos de Marketing

Programa: - Conceitos básicos em Marketing. - Visão sistêmica do Marketing. - Papel da Administração de Marketing. - Sistema de Marketing e o Ambiente de Marketing. - Análise do Mercado Consumidor. - Análise do Mercado Produtor. - Análise do Mercado Revendedor. - Segmentação do Mercado e Posicionamento de Marketing. - Organização de Marketing.

Bibliografia Básica: KOTLER, P.; ARMSTRONG, G. Princípios de Marketing . 9. ed. São Paulo:

Prentice Hall, 2003.

Fundamentos de Administração

Programa: - Conceito de Administração. - As organizações, a Administração e o papel gerencial. - Conceito e tipologias de organização. - Visão global do processo gerencial: perfil e funções do dirigente. - Processo administrativo. - Planejamento e controle. - Estrutura organizacional. - Principais teorias sobre a Administração. - História do pensamento administrativo. - Taylor e a administração científica. - Ford e a linha de montagem. - Fayol e o processo administrativo. - Max Weber e a burocracia. - Relações humanas. - Enfoque sistêmico. - Escola da qualidade. - Modelo japonês. - Administração participativa. - Novos modelos de Administração. - Contexto contemporâneo da Administração. - Tendências da Administração no Brasil e no mundo. - Ética na Administração.

Bibliografia Básica: MAXIMIANO, A. C. A. Teoria geral da Administração. São Paulo: Atlas,

2004.

Fundamentos da Comunicação

Programa: - A formação dos códigos e das linguagens. - A semiótica. - Signo (ícone, índice, símbolo). - A comunicação humana e a regulagem das interações sociais / sentidos. - A cultura como sistema simbólico / poder e (des)construção das marcas. - As teorias norte-americanas. - Pesquisas: motivacionais, etnográficas, de opinião pública, eleitoral, quantitativas. - Propaganda / persuasão / audiência / líderes de opinião. - Teoria da informação (emissor /

código / mensagem / receptor / feedback / ). - A teoria crítica. - Crítica

código / mensagem / receptor / feedback / ). - A teoria crítica. - Crítica ao consumo / à reprodutibilidade / à padronização. - Sociedade do espetáculo. - Os estudos culturais. - Estudos de recepção (o receptor como agente no processo comunicacional).

Bibliografia Básica: HOHLFELDT, Antonio; FRANÇA, Vera Veiga; MARTINO, Luiz C. (Org.). Teorias da comunicação: conceitos, escolas e tendências. Petrópolis: Vozes, 2001.

Estatística

Programa: - análise exploratória de dados: tabelas, gráficos, medidas resumo e análise bivariada; - população, amostra e tipos de amostragens; - inferência estatística: parâmetro, estimador, estimativa, propriedades dos estimadores, estimador pontual (média e proporção) e estimador intervalar (média e proporção); - análise de regressão linear simples; - probabilidade:

distribuição Binomial e Normal; - inferência estatística: teste de hipótese para a média (1 população) e teste de hipótese para proporção (1 população).

Bibliografia Básica: BUSSAB, W. O.; MORETTIN, P. A. Estatística Básica . 6. ed. São Paulo:

Saraiva, 2009. MCCLAVE, J. T., BENSON, P. G., SINCI CH, T. Statistics for Business and Economics. 9.ed. Upper-Saddle River: Prentice-Hall, 2004.

Pesquisa de Marketing

Programa: a) Identificação das necessidades de informações de mercado: - Exemplos de

características qualitativas e quantitativas de vários mercados de produtos e serviços. - Problema de Marketing e problema de pesquisa. - Tipos de desenho de pesquisa. b) Busca e análise crítica de dados secundários: - Descrição das principais fontes; - Exemplos das maneiras de encontrar e extrair as informações desejadas. c) Pesquisas qualitativas: - Métodos principais: discussões em grupo e entrevistas em profundidade. - Alcance e limitações dos estudos qualitativos; usos adequados e inadequados. - Preparação da solicitação de pesquisa.

- Como interpretar os resultados: análise crítica do método. - Panorama da pesquisa qualitativa no Brasil: clientes, fornecedores. d) Pesquisas quantitativas: - Mensuração e escalas. - Pesquisas descritivas: survey. - Pesquisas descritivas: observação. - Pesquisas causais. - Elaboração de questionários. - Noções básicas de amostragem: tamanho da amostras. - Noções básicas de amostragem: tipos de amostragem. - Coleta de dados e trabalho de campo.

- Preparação de dados. - Análise de dados. e) Elaboração do relatório de pesquisa.

Bibliografia Básica: MALHOTRA, Naresh K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman, 2001.

OBSTETRÍCIA

Programa: 1. Relações humanas no contexto da atenção à saúde; 2. O contexto histórico da obstetrícia e da assistência à maternidade; 3. Abordagens tradicionais e problematizadoras em educação; 4. Direitos sexuais e reprodutivos da mulher; 5. Políticas de saúde na atenção à saúde da mulher e à saúde perintal; 6. Representações do processo saúde-doença.

Bibliografia Básica: 1. Berbel NAN. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface – Comunic, Saúde, Educ. 1998; 2(2): 139-154. 2. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à

mulher. Brasília; 2001. 3. Brasil. Ministério da Saúde. Pré-natal e puerpério. Brasília, 2006. 4. Cyrino

mulher. Brasília; 2001. 3. Brasil. Ministério da Saúde. Pré-natal e puerpério. Brasília, 2006. 4. Cyrino EG, Pereira MLT. Trabalhando com estratégias de ensino-aprendizado por descoberta na área da saúde: a problematização e a aprendizagem baseada em problemas. Cad. Saúde Pública. 2004; 20(3): 780-788. 5. Deslandes SF (org). Humanização dos cuidados em saúde:

conceitos, dilemas e práticas. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2006. p. 351-69. 6. Diniz CSG. Humanização da assistência ao parto no Brasil: os muitos sentidos de um movimento. Ciência & Saúde Coletiva [online]. 2005; 10(3): 627-37. 7. Moraes MAA ; Manzini EJ. Concepções sobre a aprendizagem baseada em problemas: um estudo de caso na Famema. Rev. bras. educ. med. [online]. 2006, 30(3):125-35. 8. Rede Nacional Feminista de saúde, direitos sexuais

e direitos reprodutivos. Dossiê humanização do parto. São Paulo, 2002. 40 p. 9. Riesco MLG,

Tsunechiro MA. Formação profissional de obstetrizes e enfermeiras obstétricas: velhos problemas ou novas possibilidades? Rev. Estud. Fem. Jul 2002; 10(2):449-59. 10. Spink MJ. Psicologia social e saúde: práticas, saberes e sentidos. Petrópolis: Vozes; 2003. p. 77-159.

VII – DA SOLICITAÇÃO DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS

Os candidatos aprovados e classificados para o preenchimento das vagas poderão, se desejarem, preencher formulário de solicitação de aproveitamento de estudos (dispensa de disciplina) no Serviço de Graduação, conforme calendário constante do item IX, e apresentar os seguintes documentos:

- Histórico escolar completo (o aluno deverá providenciar uma cópia do histórico escolar para cada dispensa solicitada);

- Programa das disciplinas cursadas (com carimbo original da instituição de origem).

A princípio, serão aceitos somente os pedidos de dispensa para as disciplinas oferecidas no 1°

Período Ideal dos respectivos cursos. Para as demais disciplinas, as dispensas poderão ser

solicitadas no decorrer dos semestres.

É obrigatória a apresentação do programa das disciplinas, mesmo para alunos USP de outras

unidades. Para alunos EACH, o referido programa é dispensável.

Para fazer a solicitação, o (a) interessado (a) deverá imprimir e trazer preenchido o formulário específico disponível na página da EACH:http://each.uspnet.usp.br/graduacao/aproveitamento- estudos.pdf e entregá-lo no Serviço de Graduação.

VIII – DA MATRÍCULA

Os candidatos aprovados e classificados para o preenchimento das vagas deverão preencher formulário de matrícula no Serviço de Graduação da EACH, conforme calendário constante do item IX.

IX – DO CALENDÁRIO 01 e 02.02.2012 - Inscrição, no Serviço de Graduação, das 9h00

IX – DO CALENDÁRIO

01 e 02.02.2012 - Inscrição, no Serviço de Graduação, das 9h00 às 14h00 e das 16h00 às

21h00;

13.02.2012

- Prova escrita (específica) às 9h00 - Local: Auditório Azul;

13.02.2012

– Divulgação do resultado da prova escrita (específica), às 14h00 - Local: Auditório

Azul e Serviço de Graduação da EACH;

13.02.2012 – Entrevista, às 15h00, com a Comissão do Curso - Local: Salas de Resolução de

Problemas (Bloco Didático Inicial);

14.02.2012 - Divulgação da lista dos aprovados no site www.each.usp.br ou no Serviço de Graduação;

17.02.2012 - Matrícula dos alunos aprovados e solicitação de aproveitamento de estudos, no

Serviço de Graduação, das 9h00 às 14h00 e das 16h00 às 21h00.

X – DISPOSIÇÕES GERAIS

1) Em caso de empate, serão analisados os históricos escolares dando-se prioridade, nesta ordem: a) Alunos da EACH; b) Alunos de outras Unidades da USP. Na persistência de empate, indicar-se-á o candidato com maior nível de insuficiência econômica para continuidade dos estudos, após a avaliação das condições socioeconômicas por órgão competente da Universidade de São Paulo.

2) A matrícula dos aprovados somente será efetivada após o recebimento da documentação emitida pela Unidade de origem, solicitada pelo Serviço de Graduação da EACH-USP.

3) Os candidatos aprovados serão classificados pelas notas obtidas, até o limite do número de vagas.

4) NÃO SERÃO ACEITOS PEDIDOS DE REVISÃO DAS PROVAS DE HABILITAÇÃO.

5) Excluídas as disciplinas cujas dispensas forem deferidas, o transferido ficará obrigado a cursar todas as demais disciplinas da grade curricular, no semestre em que forem oferecidas, cumprindo os requisitos necessários.

6) Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Graduação da EACH-USP.