Sei sulla pagina 1di 8
ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS FICHA SUMATIVA – A Primeira Guerra Mundial Nome: N.º Turma:

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

FICHA SUMATIVA A Primeira Guerra Mundial

Nome:

N.º

Turma: 9.º C

Ano Lectivo 2010/2011

Professor:

Nota:

Enc. Educação:

I. SITUAR NO TEMPO

1. ORDENA os acontecimentos cronologicamente, colocando as letras da Coluna A, na Coluna B.

Coluna A

Coluna B

A. Tratado de Versalhes

B. Conferência de Berlim

C. Entrada dos E.U.A. na 1ª Guerra Mundial

D. Mapa Cor-de-Rosa

E. Ultimato Britânico

F. Assassínio do herdeiro ao Império Austro-Húngaro

G. Revolução Industrial

H. Corrida ao armamento e Clima de Paz Armada

Grupo II

2. - OBSERVA o mapa.

e Clima de Paz Armada Grupo II 2 . - OBSERVA o mapa. 2.1 – ASSINALA

2.1 ASSINALA no mapa os seguintes locais:

* 2 Países Aliados PA

* 2 Potências Centrais PC

* 2 Países da Tríplice Entente TE

* País que entra na 1.ª Guerra Mundial em 1917 17

* 1 País prejudicado pela Conferência de Berlim BP

* 1 País beneficiado pela Conferência de Berlim BB

* Maior superpotência depois da 1.ª Guerra Mundial

* 2 novos países criados pela 1.ª Guerra Mundial NP

* O País mais prejudicado pelo Tratado de Versalhes - V * Mapa Cor-de-rosa -

pelo Tratado de Versalhes - V * Mapa Cor-de-rosa - * 2 Colónias Inglesas – CI

* 2 Colónias Inglesas CI * 2 Colónias Alemãs CA * 2 Países da Tríplice Aliança TA

3 . - OBSERVA a imagem e LÈ o texto. Doc. 1 – Projecto Inglês

3. - OBSERVA a imagem e o texto.

3 . - OBSERVA a imagem e LÈ o texto. Doc. 1 – Projecto Inglês para

Doc. 1 Projecto Inglês para África

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

Grupo III

Doc. 2

Deste modo, entre 1880 e 1914, a Alemanha deu o salto económico mais prodigioso da História. Seguindo o exemplo dos Ingleses e dos Franceses, adoptou a ideia de expansão para o ultramar, quer para se abastecer de matérias-primas, quer para ampliar os seus mercados. *…+ A Grã-Bretanha era o país que se sentia mais ameaçado por este desafio. Desde a China até à África do Sul, em todo o lado encontrava a Alemanha no seu caminho, sobretudo a partir de 1900. A partir de então, a rivalidade anglo-alemã transformou-se num confronto público que a imprensa se encarregou de animar e instrumentalizar.

Marc Ferro, “A Grande Guerra (1914-18)”,in História Universal, vol. IX, Publicações Alfa

3.1. IDENTIFICA a causa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 1

3.2. INDICA as duas causas da Primeira Guerra Mundial, presentes no Doc. 2

3.3. REFERE os benefícios que as colónias proporcionam aos países industrializados, presentes no Doc. 2

3.4. COMENTA a seguinte frase “A política colonial é filha da política industrial

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS Grupo IV 4 . - ANALISA a imagem e o

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

Grupo IV

4. - ANALISA a imagem e o texto.

Doc. 3

As duas partes em conflito na grande guerra estavam

convencidas, não só de que a razão estava do seu lado, mas também de que a vitória demoraria poucos meses

a chegar. As estratégias planeadas pelos generais

aliados e pelos impérios centrais consistiam na ocupação de território inimigo com amplos movimentos de infantaria. Os planos teriam êxito se levassem a cabo com grande rapidez e nas zonas adequadas.

Doc. 4
Doc. 4

4.1. IDENTIFICA a etapa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 3

4.2. IDENTIFICA a etapa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 4

Grupo V

5. - OBSERVA a imagem e com atenção o texto.

Doc. 5 Fábrica da Ford nos E.U.A.

atenção o texto. Doc. 5 – Fábrica da Ford nos E.U.A. Doc. 6 – Os perigos

Doc. 6 Os perigos de uma paz injusta O grande perigo que prevejo, na situação actual, é que a Alemanha se dirija para uma ditadura (…). Se formos sábios concederemos à Alemanha uma paz que, sendo justa, será preferível do que a um regime absolutista (…). Não podemos, simultaneamente, destruí- la e esperar que ela nos pague. Creio que devemos preparar um tratado de paz como se fôssemos árbitros imparciais, esquecendo as paixões de guerra (…). É preciso que esse tratado não provoque qualquer guerra futura e que constitua uma solução válida oposta a um regime ditatorial.

Lloyd George (Primeiro Ministro Britânico), Reflexões sobre a conferência de Paz (1919)

5.1. INDICA a consequência da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 5

5.2. IDENTIFICA o novo modelo de trabalho americano, presente no Doc. 5

5.3. REFERE a consequência da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 6

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS BOM TRABALHO ALCINO RAPOSO Dezembro de 2010

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

BOM TRABALHO ALCINO RAPOSO

Dezembro de 2010

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS FICHA SUMATIVA – A Primeira Guerra Mundial Nome: N.º Turma:

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

FICHA SUMATIVA A Primeira Guerra Mundial

Nome:

N.º

Turma: 9.º E

Ano Lectivo 2010/2011

Professor:

Nota:

Enc. Educação:

I. SITUAR NO TEMPO

1. ORDENA os acontecimentos cronologicamente, colocando as letras da Coluna A, na Coluna B.

Coluna A

Coluna B

A. Tratado de Versalhes

B. Conferência de Berlim

C. Entrada dos E.U.A. na 1ª Guerra Mundial

D. Mapa Cor-de-Rosa

E. Ultimato Britânico

F. Assassínio do herdeiro ao Império Austro-Húngaro

G. Revolução Industrial

H. Corrida ao armamento e Clima de Paz Armada

Grupo II

2. - OBSERVA o mapa.

e Clima de Paz Armada Grupo II 2 . - OBSERVA o mapa. 2.1 – ASSINALA

2.1 ASSINALA no mapa os seguintes locais:

* 2 Países Aliados PA

* 2 Potências Centrais PC

* 2 Países da Tríplice Entente TE

* País que entra na 1.ª Guerra Mundial em 1917 17

* 1 País prejudicado pela Conferência de Berlim BP

* 1 País beneficiado pela Conferência de Berlim BB

* Maior superpotência depois da 1.ª Guerra Mundial

* 2 novos países criados pela 1.ª Guerra Mundial NP

* O País mais prejudicado pelo Tratado de Versalhes - V * Mapa Cor-de-rosa -

pelo Tratado de Versalhes - V * Mapa Cor-de-rosa - * 2 Colónias Inglesas – CI

* 2 Colónias Inglesas CI * 2 Colónias Alemãs CA * 2 Países da Tríplice Aliança TA

3 . - OBSERVA a imagem e LÈ o texto. Doc. 1 – Projecto Inglês

3. - OBSERVA a imagem e o texto.

3 . - OBSERVA a imagem e LÈ o texto. Doc. 1 – Projecto Inglês para

Doc. 1 Projecto Inglês para África

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

Grupo III

Doc. 2

Deste modo, entre 1880 e 1914, a Alemanha deu o salto económico mais prodigioso da História. Seguindo o exemplo dos Ingleses e dos Franceses, adoptou a ideia de expansão para o ultramar, quer para se abastecer de matérias-primas, quer para ampliar os seus mercados. *…+ A Grã-Bretanha era o país que se sentia mais ameaçado por este desafio. Desde a China até à África do Sul, em todo o lado encontrava a Alemanha no seu caminho, sobretudo a partir de 1900. A partir de então, a rivalidade anglo-alemã transformou-se num confronto público que a imprensa se encarregou de animar e instrumentalizar.

Marc Ferro, “A Grande Guerra (1914-18)”,in História Universal, vol. IX, Publicações Alfa

3.1. IDENTIFICA a causa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 1

3.2. INDICA as duas causas da Primeira Guerra Mundial, presentes no Doc. 2

3.3. REFERE os benefícios que as colónias proporcionam aos países industrializados, presentes no Doc. 2

3.4. COMENTA a seguinte frase “A política colonial é filha da política industrial

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS Grupo IV 4 . - ANALISA a imagem e o

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

Grupo IV

4. - ANALISA a imagem e o texto.

Doc. 3

As duas partes em conflito na grande guerra estavam

convencidas, não só de que a razão estava do seu lado, mas também de que a vitória demoraria poucos meses

a chegar. As estratégias planeadas pelos generais

aliados e pelos impérios centrais consistiam na ocupação de território inimigo com amplos movimentos de infantaria. Os planos teriam êxito se levassem a cabo com grande rapidez e nas zonas adequadas.

Doc. 4
Doc. 4

4.1. IDENTIFICA a etapa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 3

4.2. IDENTIFICA a etapa da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 4

Grupo V

5. - OBSERVA a imagem e com atenção o texto.

Doc. 5 Fábrica da Ford nos E.U.A.

atenção o texto. Doc. 5 – Fábrica da Ford nos E.U.A. Doc. 6 – Os perigos

Doc. 6 Os perigos de uma paz injusta O grande perigo que prevejo, na situação actual, é que a Alemanha se dirija para uma ditadura (…). Se formos sábios concederemos à Alemanha uma paz que, sendo justa, será preferível do que a um regime absolutista (…). Não podemos, simultaneamente, destruí- la e esperar que ela nos pague. Creio que devemos preparar um tratado de paz como se fôssemos árbitros imparciais, esquecendo as paixões de guerra (…). É preciso que esse tratado não provoque qualquer guerra futura e que constitua uma solução válida oposta a um regime ditatorial.

Lloyd George (Primeiro Ministro Britânico), Reflexões sobre a conferência de Paz (1919)

5.1. INDICA a consequência da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 5

5.2. IDENTIFICA o novo modelo de trabalho americano, presente no Doc. 5

5.3. REFERE a consequência da Primeira Guerra Mundial, presente no Doc. 6

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS BOM TRABALHO ALCINO RAPOSO Dezembro de 2010

ESCOLA BÁSICA 2,3 DE CORROIOS

BOM TRABALHO ALCINO RAPOSO

Dezembro de 2010