Sei sulla pagina 1di 10
(/artigos/carreira/3­ acoes­que­vao­ ajudar­a­mudar­ o­seu­nivel­de­ estresse/86334/) Maiscomentada Carreira
(/artigos/carreira/3­ acoes­que­vao­ ajudar­a­mudar­ o­seu­nivel­de­ estresse/86334/) Maiscomentada Carreira

Maiscomentada

Carreira

estresse/8 Tweetar
estresse/8
Tweetar

AMotivaçãoeaDesmotivação:Duas

facesdeumamesmamoedanavidado

Trabalhador.

Esteestudofoirealizadocomoobjetivocentralverificaraautomotivaçãoea

desmotivaçãonavidadotrabalhador.Baseadaemumlevantamentobibliográficoe

estudodecaso.

Seguir
Seguir

Introdução

Esteartigotrazparaconsideraçõesereflexõesotema"motivação"e"desmotivação"comoduas

facesdeumamesmamoeda.Aimportânciadamotivaçãoesobretudodaautomotivaçãoparao

sucessonotrabalho.Quercompreenderporquequandoofuncionárioéadmitidoemuma

Organização,emgeralestámotivadoedepoisdealgumtempo,vaiperdendoestamotivação.Ainda

buscaconheceropapeldaautomotivaçãonadinâmicadavidapessoaleprofissionaldapessoae

especificamentedotrabalhador.Acapacidadedeseautomotivaréumadasmaisdesejadas

habilidadeshumanas.Umapessoaqueconsegueencontraramotivaçãodentrodesimesmarompe

barreiras.Elanãodependedeninguémparalhedarumincentivo,nãoesperaqueascondiçõesda

Hide

vidasejamfavoráveis,nãodepositasuaconfiançanogovernoparaqueelapossatomaruma

atitudenavida.Elasimplesmentepossuiumaforça"misteriosa"quelheimpulsionaparafrente.A

automotivaçãoéaúnicaverdadeiraformademotivação.Qualqueroutraformadesemotivar

atravésdeumafonteexternaéartificial,efêmeraecondicional.Quandoamotivaçãoéatravésde

uminputexterno,torna­sedependentedaqueleincentivoparaagir.Amotivaçãosimplesmentese

perdequandoesseincentivoéretirado.Poroutrolado,apessoaautomotivada,aonãocondicionar

suavontadeparaaaçãoaumelementoexterno,colocaemsimesmatodaaresponsabilidadepela

manutençãodaenergiaqueaimpulsiona.Pessoasbemsucedidas,taiscomoempreendedores,

acadêmicos,esportistas,artistas,escritores,possuemessaenergiadentrodesieesseécom

certezaumdoselementosdoseusucesso.Aautomotivaçãonascenaturalmente,elanãoé

Option

Dismiss

buscadanemencontrada,elaéoresultadoinevitáveldeumavontade,deumdesejoardentee incontrolável.Quandoumhomempossuiidéias,torna­seguerreiro,masquandoasidéiaspossuem

ohomem,elesetornainvencível.(GONDIM,2002,pag.133).

SegundoCampos(2007),sebuscarmosasorigenseossignificadosmaisprofundossobrea

motivação,retroagiremosdécadasedécadaseteremosdezenasdesignificados,conceitose

pontosdevista.Porém,todosdiretaouindiretamenteconcluirãosobreamesma"essência"doque

émotivação.Masnãoéosignificadodemotivaçãoqueseráoescopodesteartigoesimsua

importância,seuenvolvimento,suainfluênciapositivaounegativaemcasodeausência,juntoàvida

dotrabalhador.Ouvimoscomfreqüênciaalguémfalandoque"nãoestámotivado"emseutrabalho,

"nãoestámotivado"comseucasamento,namoro,curso,vida,queestádesmotivado.

Paralelamenteaisso,buscaumaalternativaparaculpar,ouseja,apresentarumajustificativapara

seudesinteresseporalgo,comosenãofosseumadecisãopessoal.Sermotivadofazeralgoéser

dependentedeumcombustívelquepodeterminaraqualquermomentoeseránecessáriobuscar

novafontedeenergiaparaestamotivação.Éestarabertoamaioresfrustraçõesporgerar

expectativassobrealgooupessoas,diferentedoquepoderáaconteceredoquepoderãorealizar.

Quandoumapessoaéautomotivada,passaaverassituaçõesdeformaspositivas,emvezde

desenvolverexpectativascriapossibilidades,emvezdeutilizarotempojustificandoumnovo

problema,potencializaotempoapresentandoumanovaoportunidade,emvezdeapontarculpados

pelosfracassosdemonstrainteresseemtreinarnovosvencedores.

Serautomotivadoéiralém.Énãoprecisarviversendoempurradoeincentivado.Élutarportudoo

queacredita,pelodesenvolvimentohumanoepessoal,pelasrealizaçõespessoais,pelaconquista

éticadeseusobjetivos.Éteraenergiainesgotávelemseucoração,emsuaalmaeutilizaramesma

paraaqueceregerarenergiaemtodasaspessoasasuavolta,fazendoquetodosvejamoutros

caminhosaseseguir

SegundoMoura(2007),apesardetodasasvirtudescitadas,nãohánadamaisevidentequea

desmotivação.Eelaétãonaturalquantoàvontadedevencer.Lógicoquenãoéissoquenosfaz

superar.Mas,éissoqueestáenraizadoemnósquasecemporcentodotempo.Acordamose

automaticamentepassamosalutarcontraestaforça.Lavamosorosto,respiramosfundo,

planejamosodiaparadeixardeladoadesmotivaçãopresente.Assimaautomotivaçãoea

desmotivaçãofazempartedeumcapítulomaisamplo,denominadomotivação.

1.MotivaçãoeDesmotivaçãonaVidadoTrabalhador

1.1RefletindosobreaMotivaçãonoTrabalho

Amotivaçãoéencaradacomoumaespéciedeforçainternaqueemerge,regulaesustentatodasas nossasaçõesmaisimportantes.Amotivaçãoéumaexperiênciainternadifícildeserestudada

diretamente.(VERNON,1973,pag.11).

Noprimeiroinstantedotrechocitado,motivaçãoéumaforçasemqueseespecifiquedeque

natureza.Emseguida,motivaçãoéumaexperiênciainterna,algoquesentimoseninguémpodem

observaranãoserpordeterminadoscomportamentoserespectivasinvestigaçõesrealizadaspor

profissionaisespecialistas.Alinguagemleigacostumautilizaressesdoissignificadosquais?Como

doisaspectosdeummesmofenômeno.Motivaçãoéumaforçainternaquenoslevaaagir,epor

serinternasónósmesmosapodemossentir.Ousotécnico/científicodoconceitoébemmais

diversificado.

Devidoadiversidadedeconceitosdemotivação,apresenta­seaseguirumapequenaamostra,

encontradanaliteraturasobreoassunto,decomoosautoresfazemreferênciaàmotivação.O

únicoprincípioorganizadornaseqüênciadessesexemplosfoiacronologiaAsdefiniçõesapenas

indicamasvariedadesdeabordagensnapsicologiadamotivaçãohumana.

"Aquestãodamotivaçãoéaquestão"porque"formuladanocontextodocomportamento. Interrogaçõesdesseteorpodemserfeitasindefinidamenteelimitamosoâmbitodenossas

respostasaoquedelineamos,comcertaprecisão,comoadisciplinadapsicologia".(EVANS,1976,

pag.23).

"Amotivaçãoéoconjuntodemecanismosbiológicosepsicológicosquepossibilitamodesencadear daação,daorientação(paraumametaou,aocontrário,paraseafastardela)e,enfim,da intensidadeedapersistência:quantomaismotivadaapessoaestá,maispersistenteemaioréa

atividade".(LIEURY&FENOUILLET,2000,pag.9).

"Emabordagemoperacional,(motivação)éoconjuntoderelaçõesentreasoperaçõesde estimulaçãoouprivaçãoeasmodificaçõesobservadasnocomportamentoqueseprocessaapósas

citadasoperações".(PENNA,2001,pag.19).

"Amotivaçãotemsidoentendidaoracomoumfatorpsicológico,ouconjuntodefatores,oracomo umprocesso.Existeumconsensogeneralizadoentreosautoresquantoàdinâmicadessesfatores psicológicosoudoprocesso,emqualqueratividadehumana.Eleslevamaumaescolha,instigam,

fazeminiciarumcomportamentodirecionadoaumobjetivo".(BZUNECK,2004,pag.9).

Oestudodemotivaçãonaadministraçãosedeuapartirdarevoluçãoindustrial.Aprincipalmaneira

desemotivar,nessaépocaeraousodepunições,criandoumambientedemedo.Erampunições

deaspectospsicológicoserestriçõesfinanceiras.

SegundoChiavenato(2004),apartirdoestudoTayloristaporvoltade1911,apuniçãofoi

substituídapelacrençadequeodinheiroseriaaprincipalfontedeincentivoàmotivação. Acreditava­sequeamaioriadostrabalhadoresescolheriaosseusempregosnãotantopelotipode trabalhooupeloconteúdodoscargos,masprincipalmenteofariatomandoporbaseasperspectivas deremuneração.Segundoopensamentodominante,ostrabalhadoresseguiriamàriscatudoaquilo queestivesseprevistoeclaramenteespecificado.Dentrodesseambientedeincentivoà produtividademáxima,essestrabalhadoreslogoperceberamqueestavamarriscandoasuaprópria segurançanotrabalho.Ébemverdadequepoderiamrecebersaláriosbemmaiores,masisso requerianúmeromenordelesparaatingiramesmaprodutividade.Comorespostaatalfato, optaramporadotaratitudesquelevassemàrestriçãodaprodutividade,salvaguardando,assim,a suapermanêncianoempregopormaistempo.UmasegundapropostasurgecomEltonMayocitado

porChiavenato(2004,pag.116),quepercebeuaimportânciadeconsiderarapessoanasua

totalidade.Pressupunha­sequeamelhormaneirademotivarosempregadosdeveriacaracterizar­

seporforteênfasedocomportamentosocialdosmesmos.Osadministradoresesupervisores

passaram,então,aprocurarfazercomqueosempregadossentissemasuautilidadeeimportância

pessoalnotrabalho.Aestratégiaadministrativadeveriapromoveroreconhecimentodovalorde

cadapessoa,alémdebuscarasatisfaçãodassuasnecessidadessociais.Essetipodesuposição

querelacionaamotivaçãoaumúnicofatorsejaeledinheiro,sejarelacionamentointerpessoal,logo

dáprovasdasuadebilidadecomoexplicaçãocapazdeoferecermaiorsegurançaemtermosde

escolhadamelhorfilosofiaadministrativa.Oserhumanonãosóemsimesmo,comotambém

enquantoconfrontadocomseutrabalhomostraclaramentesermaiscomplexodoqueeradese

esperar.

Dentrodeumaperspectivamaisabrangente,osmodelosdeadministraçãoconsideramos

trabalhadorescomoindivíduosquesemostrammotivadosporumconjuntomaiscomplexode

fatores,que,porsuavez,guardamcorrelaçõesentresi.Alémdisso,começa­seaadmitir,como

pontodepartida,asrestriçõesimpostaspelasdiferençasindividuaisemsituaçãodetrabalho.

Diferentespessoasbuscamdiferentesobjetivosmotivacionaisaoseengajarememdeterminadotipo

detrabalho.Cadatrabalhadorpossuidiferenteshabilidadesetalentospessoaisquesãoinéditos,

própriosaumúnicoindivíduo.Portanto,cadaumdelesterácondiçõesdecontribuirdemaneira

diferenteparaaconsecuçãodosobjetivosorganizacionais.

Amotivaçãoéconsideradacomoumaspectointrínsecoàspessoas;ninguémpode,porisso

mesmo,motivarninguém,sendoqueamotivaçãoespecíficaparaotrabalhodependedosentido

quesedáaele.Cabeàsorganizaçõesencontrarestratégiascapazesdedesbloquearasaídados

talentospessoais,paraque,objetivamente,setransformememaçõeseficazeseprodutivas.

Sugestõesparamotivarpessoas,segundoGiani(2003):

Elogieerecompensefuncionáriospelobomdesempenhodeumtrabalho.Forneçatodasas

ferramentasnecessáriasparaoexcelentedesempenhodostrabalhos.Esclareçasuasexpectativas

emrelaçãoaoqueéesperadodecadafuncionárionarealizaçãodastarefas.Permitaqueos

funcionáriostomeminiciativa.Peça,aceiteeexperimentesugestõesdosfuncionários.Valorizeas

habilidadesespeciaisdecadafuncionário.

Amotivaçãopropiciaasatisfaçãodasnecessidadesindividuaisdecadaum,estandoosobjetivosa

seremalcançados,disponíveis,definidos,percebidos,entendidoseaceitos.Portanto,esseprocesso

érealmenteumgrandedesafioparaoslíderes,poiselesdevemsemprepropiciarnovas

oportunidades,destaformacontribuindoparaodesenvolvimentoecrescimentodeseus

funcionáriose,estedeverásetornarumciclocontínuo.

Nosdiasdehojetemseprocuradoincentivarprojetosquepossibilitemodesenvolvimento

duradourodoserhumano,respeitandoosmotivospessoaisqueolevaramadesempenhartal

tarefa,poisestaolevaráaoalcancedosreaisobjetivos.Paraqueissoaconteça,valeressaltar,mais

umavez,queéprecisoqueogestortenhaacompreensãodascausasdedeterminado

comportamento.Essatarefanãoéfácil,eéprecisoquesetenhacuidadoparanãoseperder.Os

motivos,quenormalmentegeramdeterminadoscomportamentos,sãotensõesquedariamenergia

aoorganismoparaabuscadoequilíbrio.

Qualquerincentivoseforbastantefortepodesetornarummotivo.Eessamotivaçãolevaa

realizaçãodaação.

1.2ConsideraçõessobreaDesmotivação,ooutroladodamoeda

Existeumadimensãodocomportamentohumanoque,porestarmenosevidenteàobservação

direta,nãodeixadetergrandeimportância.Essadimensãotem,também,opoderdeinfluenciar,

negativamente,atitudeserespostascomportamentaisdosindivíduosempraticamentetodasas

suassituaçõesdevida.Quandoumesforçodespendidonabuscadesatisfazerumanecessidadeé

bloqueado,oindivíduoencontra­seemumestadodeinsatisfaçãofísicaoufisiológicaque,aoser

vivenciadoporlongointervalodetempo,pode­seculminaremumestadodefrustraçãoou

desmotivação,culminandoemumcomportamentoapáticoepatológico.Contudo,existeumlimite

muitotênuequepermitedistinguiradiferençaentreoatendimentoprodutivodeumanecessidadee

aqueleconsideradocomoinsuficienteouinapropriado.Caminhandonosentidodoajustamento

produtivo,aspessoastomamadireçãodoseuautodesenvolvimento,conseguindopreservara

auto­identidade.Casocontrário,asensaçãoéadeestarsendoperigosamenteameaçadoe,como

umadasformasdedefesadesimesmo,oindivíduoageirracionalmente,ocasionando,assim,um

falsoajustamento.

Satisfazerumanecessidadenãosóécondiçãobásicaparaevitarconseqüênciasdeprovável desajustamento,comotambém,representaummeiodeneutralizaradiscrepânciaentrea expectativadasatisfaçãoeoestadorealemquecadaumseencontra.Voltando­semais especificamenteparaocampoprofissional,apartirdecertaidade,otrabalhopassaaserparte integrantedavidadaspessoas.Asatividadesdetrabalhorepresentamfonteeoportunidadequase exclusivacomasquaiscadaumcontaparaatendernãosomenteàsexpectativasmaisconcretas, comotambém,aquelasmenospalpáveisquesãoasnecessidadespsicológicas.Otrabalho,para cadaumadaspessoas,reveste­sedaimportânciadeserfontedeequilíbrioindividual.Um ajustamentoprecárioouinadequadoaotrabalhopodetercomoresultadofinal,estadosinteriores quevãodesdelevesdesapontamentosatéfrustraçõesmaisgraves.Issoexplicamuitobemnão somenteestadosinteriorestípicosdeinsatisfaçãocomrelaçãoàssolicitaçõesdasituaçãode trabalho,comopode,inclusive,precipitarestagnaçãonacarreiraenavidaprofissional.Estas

situaçõeseestadossãodenominados:"desmotivação".Lévy­Leboyer(1994),propõequede

algumaforma,aspessoasprecisamdotrabalho,umavezqueeleatendeasnecessidades

econômicasnosentidodeadquirironecessárioparaasobrevivência;asnecessidadessociaisdese

pertenceraumgrupoeàquelasnecessidadesquebuscamauto­realização.Osempregadosestãoà

buscadecargosquetenhamalgumsignificadoepermitamasuaprópriaauto­realização.Em

situaçãodetrabalho,aspessoasqueremserrespeitadasenquantoindivíduos,bemcomovalorizam

oreconhecimentoporsuasrealizações,lealdadeededicação.

1.3Causasquepodemprovocardesmotivação

Nocomeçotrabalharemumnovoemprego,émotivador.Aidéiadeaprendercoisasnovase

conhecerpessoaseambientesdiferenteséexcitanteeagradável.Noentanto,aofimdealguns

meses,anosoudécadas,arotinainstala­seodesânimoejánemseconseguelevantardacamasó

desepensarnoquevaifazer.Adesmotivaçãonoempregopodeaconteceresurgecomfrequência. Muitasvezesoproblemaneméotrabalhoquedesempenha,masoqueorodeia.Divergênciade opiniõessucessivas,intrigaseconflitoscomcolegasoupatrões,injustiçasfaceaoseutrabalho, excessodecontrolo,mudançaspermanentes.Osfatoressãovariados,masaatitudecorretanãoé

alimentar,massimatacaroproblemadefrente.AlgunsfatorescitadosporMoura(2007)devemser

consideradosquandoadesmotivaçãonotrabalhoacontece:

Apolíticadaempresacondicionaaprogressãodasuacarreira.Existemcemnúmerosderegras

desnecessáriasquecondicionamoseudesempenhoenquantoprofissional.Nãoexisteflexibilidade

aosseusproblemas,internosouexternosàempresa.Otrabalhotornou­serepetitivoe

monótono.Existeumsubaproveitamentodassuascapacidades.Ograudecompetitividadeé

excessivoparaosseuspadrões.Faltadevalorizaçãoouapoioparacomoseutrabalho.Controle

excessivo.

2.UmEstudodecasosobreaMotivaçãoeDesmotivaçãonoTrabalhoerespectivas

Intervenções.

Aconteceuno"PreparaCursosProfissionalizantes".Esteestudodecasotevecomoobjetivo

principal,atravésdeobservaçãodentrodaorganização,levantarosfatorespositivosenegativos

quepoderiamestarinterferindonamotivação/desmotivaçãoeconseqüentementesobreo

desenvolvimentoorganizacionaldoscolaboradoresdaorganizaçãoacimacitadaemGuaratinguetá

–SP.EstaInstituiçãotemcomoatividadeadedicaçãoaosegmentodeeducaçãocomaofertade

cursosprofissionalizantes.

Paraoestudodestecaso,foirealizadaumaentrevistacomogestor,comafinalidadedeidentificar

asatisfaçãoemotivaçãodecadasetor.Nestesentido,procurou­selevantarosprincipaisfatores

queinterferemnamotivação,equepodemestaratrapalhandoobomdesempenhodetodaa

organização.Ofatorremuneração/benefíciosfoioitemqueapareceucomofatordedesmotivação

interna.Baseando­senessesresultados,foramsugeridasalgumasaçõesdemelhoriaspara

eliminar,oupelomenosdiminuir,oníveldedesmotivaçãodealgunsfatores,paraassim,criarum

ambientedetrabalhoondetodososcolaboradoressesintam

motivadosaalcançarosobjetivospessoaiseorganizacionais.

Aprimeiraaçãosugeridafoiqueostodososfuncionáriosquecontribuíssemparaoaumentodo númerodematrículaseconseguissemumnovoalunoreceberiamumaporcentagemdovalor percebido.Noprimeiromêsoresultadofoiconsiderável,funcionáriosmotivadosecombom desempenho.Masnosegundomêstudovoltouasercomoeraantes.Oquevemexplicaro

comportamentodosparticipantesnasorganizações,BernardeseMarcondes(2003),lembramque

HerzbergformulouaTeoriadosdoisfatoresqueexpressa,basicamente,queexistemdoisgrupos

defatores:fatoresmotivadores–sãofontesdeterminantesdasatisfaçãonotrabalho–efatoresde manutençãoqueatuamcomoagentesdeinsatisfaçãonotrabalho.Osfatoresmotivadorespodem serexpressosatravésdarealização,doreconhecimento,dotrabalhoemsi,daresponsabilidadee doprogresso.Conformeosúltimostrêsfatoresreúnemamaiorimportânciafaceáumamudançade atitudeporpartedoindivíduo.Jáosfatoresdemanutençãooudeinsatisfaçãosãoosdepolíticae administraçãodaempresa,supervisão,salário,relaçõeshumanasecondiçõesdetrabalho.Osdois gruposdefatoresacimamencionadossãoconsideradosindependentes.Atravésdessaabordagem,

Herzberg(1973)postulaqueosfatoresmotivadoressãosupostoscausadoresdesatisfação,

quandoestãopresentes,emboranãosejamcausadoresdeinsatisfaçãoquandoestãoausentes.Da

mesmaforma,apresençadosfatoresdemanutençãoouhigiênicospodemcausarsóinsatisfação.

Asegundaaçãosugeridafoiquetodososcolaboradoresparticipariamdeumjogo,ondeeles estariamadivinhandoeestabelecendometasdequantasmatrículasaconteceriamaolongoda semana,eaofinal,quemacertasseganhariaumprêmio,umbenefício.Aadministraçãopor objetivospodeserdefinidacomoumestiloousistemadeadministraçãoquerelacionaasmetas organizacionaiscomodesempenhoedesenvolvimentoindividual,pormeiodoenvolvimentode

todososníveisadministrativos.SegundoDrucker(2002)todaempresadevecriarumaverdadeira

equipeereuniresforçosindividuaisnumesforçocomum.Cadamembrodaempresacontribuicom

umaparceladiferente,mastodosdevemcontribuirparaametacomum.Seusesforçosdevemser

exercidosnumasódireçãoesuascontribuiçõesdevemcombinar­separaproduzirumresultado

ótimo­semlacunas,sematritos,semadesnecessáriaduplicaçãodeesforços.Porém,comona

primeiraação,noprimeiromêstivemosumexcelenteresultado,funcionáriosmotivadosecombom

desempenho.Masnosegundomêstudovoltouasercomoeraantes.

Aterceiraaçãosugeridafoireuniroscolaboradoreseexporoproblema,promovendoumestilode administraçãodinâmica,democráticaevalorizandoaspessoasquefazempartedaempresa.De

acordocomDiniz(2009),agestãoparticipativaéumprocessoquevisaodesenvolvimentodela,

semdeixardeladoaparticipaçãodoindivíduo.Dessaforma,passaaexistirverdadeiro

compromissoecumplicidade.Oempresárioeseuscolaboradoresdividemresponsabilidades,

participamdoestabelecimentodeobjetivosemetas,debatemdecisõesetraçamosrumosdo

negócio.Quandoofuncionáriopercebequeeleéparteintegranteeimportantedoprocesso,

trabalhacommaisempenho,satisfaçãoemotivação.Aocontrário,seficarexcluídodoprocesso

torna­seum"alienado"epassaaagirdemaneirapuramentemecânica.Piordoqueisso,nãotem

nenhumenvolvimento,nemcomprometimento.Noprocessoparticipativoépossívelaprender,

modificar,aperfeiçoar,evoluir,pensareagir­coletivamenteounão.Assim,surgeainovação,a

engenhosidade,apró­atividade,fazendocomqueosobjetivoscomuns,queinteressamatodos,se

sobrepõemaosinteressesindividuais.Osrelacionamentossefortalecerameoespíritode

cooperaçãotornou­seimperioso.Tudoissoédecorrentedagestãoparticipativaedoengajamento

ondetodosestãodispostosacontribuir,a"vestiracamisa"daorganizaçãoecomgrandes

expectativasdecrescercomaempresa,comonoiníciodesuaentradanaempresa.

Moura(2007)consideraquenabatalhacontraadesmotivaçãoebuscadamotivação(auto

motivação)asseguintesmedidaspodemauxiliar:

Fazerumapausa:tireummêsseguidodeférias;

Falarabertamentedosseusproblemasdedesmotivaçãocomosseuscolegasparasaberseeles

passamdemesmoou,sejálhesaconteceu,comoresolveram;Nãodeixarqueissoafeteoseu

desempenhoeentregar­seaomáximocomobomprofissional;Seadesmotivaçãoqueoconsomeé

devidoaoprópriotrabalhoquedesempenha,tentearranjarnovasabordagens,novasperspectivas,

novasformasdeorganizaçãopararenovarotrabalho;Sepudertrocardelugarcomalgumcolega

oumudardesecçãotente­ofazer.Muitasvezes,desempenharoutrafunção,mesmoqueseja

dentrodaempresaondetrabalha,renovaoambienteedar­lheoutraforçadevontade;Seo

problemaforemtermosmonetáriostentemostrarobomprofissionalqueéparaoaumento

surgir;Seaindaachaquenãovailá,omelhormesmoécomeçaraprocurarumnovoemprego.

Destavezselecionealgodentrodasáreasdeinteressequelhemotivam,paraquepossater

semprealgoque,paraalémdelhedaro"pãonossodecadadia",sejadivertidoelhedêgozofazer.

4.AutoMotivação

DeacordocomTzu(2008),seavitóriacustarachegar,suasarmarsedesgastarãoeoentusiasmo

tendeaenfraquecer.AnalisandooditadodeTzu(2008),quandoavitóriacustaachegarealuta

continuamesmoassim,asarmassedesgastam,perdemocorte,perdemaresistência,acabam

quebrando.Asarmasqueofilósofomilitarchinêsserefere,nãosãoarmasnaturais,comoas

espadas,lançaseadagas.Eleserefereápaciência,perseverança,agarra,avontadedevencer,

umconjuntochamadodemoralparalutar.Quantomaislutarmossemalcançarvitória,maisanossa

moralvaisedesgastando,ficandofracoonossoentusiasmo.

Aautomotivaçãorenovacadadianossasarmas.Aautomotivaçãocontínuanosgarantesempre

novasnossasarmas.Aautomotivaçãonãodependenuncadamotivaçãoexterna.

Umapessoadependentedeumamotivaçãoexternapodeperderoentusiasmo,avontadede

vencer,eseussonhoseobjetivospodemmorrer.

ConsideraçõesFinais

Atravésdosestudosrealizadospôde­seperceberqueéessencialparaumlídermotivarseu

cooperador,masseocooperadorforautomotivadoelevencebarreiras,elesedestacadomeiodos

demais.Édeextremarelevânciaumlíderteressapercepçãodemotivarseucooperador.Uma

grandemotivaçãoparaumtrabalhadoréadignidade,fatorquegaranteotrabalhorealizadosem

problemasparaaorganização.Seauto­conheceréumadasferramentasmuitoimportanteparao

trabalhador.Sevocêsabeaondequerchegar,ficamaisfácilalcançarseuobjetivo.Existeuma

grandediferençadeempregoeprofissão.Umempregomuitasdasvezeséumamotivaçãoparase

alcançarumaprofissão.Muitosjovensprecisamdeumempregoparapoderestudareobteruma

profissão.Oempregosetornaumdegrauparaalcançarseuobjetivomaiorqueéseprofissionalizar.

Quandoseatingeoobjetivomaiorqueéfazeroquerealmentesegosta,oquerealmentesatisfaz,a

automotivaçãofluinaturalmente.Essaenergiacomeçaavirdointeriordotrabalhadoreassimelese

tornaexcelentenoquefaz.

Aautomotivaçãoémuitoimportanteparaotrabalhadoreogestorsetornafiguraprincipalna

manutençãoeconsolidaçãodessaautomotivação.Comofoivistoaauto­motivaçãoéumprocesso

complexoeadesmotivaçãoporoutroladoacontecedeformarápidaefácil.

Medianteaoestudodecasoapresentado,concluí­sequeamotivaçãodeveservirdeestímuloà

pessoa,afimdesanarsuasnecessidadesedesejos,provocandocomportamentosquepromovaa

realizaçãodeseusobjetivos.Arealizaçãodeobjetivospessoaisdosfuncionáriosrefletediretamente

noseudesempenhodentrodaorganizaçãoeconseqüentementenaconcretizaçãodosobjetivosda

organização.Osegredodafelicidadenotrabalhoresideemumapalavra:excelência.Fazbem

aquelequegostadoquefaz.Pode­seconcluirentãoqueamotivaçãoeadesmotivaçãoseconstituí

emduasfacesdeumamesmamoedanavidadotrabalhador.

Referências

BERNARDES,CyroeMarcondes,ReinaldoC.TeoriaGeraldaAdministração.SãoPaulo:Saraiva,

2003.

BZUNECK,J.A.AMotivaçãodoAluno:AspectosIntrodutórios.Petrópolis:Vozes,2004.

CAMPOS,Wagner.MotivaçãoouAutoMotivação?Disponívelem

http://www.htmlstaff.org/xkurt/projetos/portaldoadmin/modules/news/article.php?storyid=838.

Acessadoem15deagostode2009.

CHIAVENATO,Idalberto.IntroduçãoàTeoriaGeraldaAdministração.RiodeJaneiro:Elsevier,

2004.

DINIZ,Sergio.GestãoParticipativa.Disponívelem http://www.sebraesp.com.br/midiateca/publicacoes/artigos/estrategia_empresarial/gestao_participativa.

Acessadoem20dejunhode2009.

DRUCKER,Peter.OMelhordePeterDrucker:Ohomem,aAdministração,aSociedade.SãoPaulo:

Nobel,2002.

EVANS,P.Motivação.TraduçãodeA.Cabral.RiodeJaneiro:Zahar,1976.

GIANI,Cláudia.Motivação:ODesafiocontinua.Disponívelem

http://www.aliceramos.com/rh/0006.asp.Acessadoem14deagostode2009.

GONDIM,Ricardo.Artesãosdeumanovahistória.SãoPaulo:Candeia,2005.

HERZBERG,Frederic.Novamente,comosefazparamotivarfuncionários?eHAMPTON,David

(org).ConceitosdeComportamentonaAdministração.SãoPaulo:EPU,1973.

LÉVY,LeboyerC.ACrisedasMotivações.SãoPaulo:Atlas,1994.

LIEURY,A.&Fenouillet,F.MotivaçãoeAproveitamentoEscolar.TraduçãodeY.M.C.T.Silva.São

Paulo:Loyola,2000.

MOURA,Vinicius.ForçaInterioreDesmotivação.Disponívelem

http://www.fashionbubbles.com/2007/forca­interior­e­desmotivacao.Acessadoem11deoutubrode

2009.

PENNA,A.G.IntroduçãoàMotivaçãoeEmoção.RiodeJaneiro:Imago,2001.

TZU,Sun.AArtedaGuerraporumaEstratégiaPerfeita.SãoPaulo:Madras,2008.

VERNON,M.D.MotivaçãoHumana.TraduçãodeL.C.Lucchetti.Petrópolis:Vozes,1973.

Avalieesteartigo:

(1)

Compartilhe!

Tweetar
Tweetar
Avalieesteartigo: (1) Compartilhe! Tweetar Compartilhar 2
Avalieesteartigo: (1) Compartilhe! Tweetar Compartilhar 2
Avalieesteartigo: (1) Compartilhe! Tweetar Compartilhar 2

RecebaGrátisaNewsletterdoAdministradores

AsopiniõesveiculadasnosartigosdecolunistasemembrosnãorefletemnecessariamenteaopiniãodoAdministradores.com.br.