Sei sulla pagina 1di 5

WWW. DEUS EM DEBATE .BLOGSPOT.

COM

POR QUE EU ACREDITO NA BÍBLIA?


VODDIE BAUCHAM

Eu quero responder a pergunta que acredito ser a mais importante que possamos responder
em nossa cultura hoje. Abram suas Bíblias comigo, por favor, no livro de II Pedro. II Pedro,
capítulo 1. Deixe-me fazer a pergunta, aqui está a pergunta que mais importa que saibamos
responder. Porque perguntas racionais merecem respostas racionais.
Pedro diz em I Pedro que devemos estar sempre prontos para dar uma explicação, uma
Apologia, uma resposta racional a quem nos perguntar sobre a esperança que há em nós. Aqui
está a pergunta, a pergunta é: "Porque você escolhe crer na Bíblia?". Essa é a pergunta.
Nós devemos ser capazes de responder essa pergunta na nossa cultura hoje. É uma pergunta
racional que merece uma resposta racional. Mas, veja, por causa do anti-intelectualismo, nós
ouvimos essa pergunta, e geralmente a resposta é: "Bem, eu acredito na Bíblia porque eu fui
criado assim." Que Deus te abençoe se essa é sua resposta! Mas por favor, não saia daqui
dizendo isso para ninguém. Eu imploro, por favor, não faça isso, porque essa não é uma
resposta racional.
"Eu fui criado assim", Ou, às vezes, porque vivemos nessa cultura de experiencialismo, às
vezes por causa dessa cultura pós-modernista onde o que é verdade para você não é
necessariamente verdade para mim e a experiência reina, há uma outra resposta com a qual nós
ficamos acostumados, e achamos que é uma grande resposta para a pergunta, e é algo assim:
- Porque você escolheu crer na Bíblia?
- Bem, eu escolhi crer na Bíblia porque eu a experimentei e deu certo para mim.
Aqui está a resposta, eu vou dá-la e depois vou explicá-la para você. Eu escolhi crer na Bíblia
porque ela é um acervo confiável de documentos históricos escritos por testemunhas oculares durante a
vida de outras testemunhas oculares. Eles nos relatam eventos sobrenaturais que aconteceram em
cumprimento a profecias específicas e alegam que seus escritos são de origem divina, e não humana. Para
o caso de você achar que eu tenha inventado isso. II Pedro, capítulo 1, começando no versículo
16:
"Porque não vos demos a conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo seguindo
fábulas engenhosamente inventadas mas nós mesmos fomos testemunhas oculares da sua
majestade, pois ele recebeu, da parte de Deus Pai, honra e glória, quando pela Glória Excelsa
lhe foi enviada a seguinte voz: 'Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.' Ora, esta
voz, vinda do céu, nós a ouvimos quando estávamos com ele no monte santo. Temos, assim,
tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que
brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração,
sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da Escritura provém de particular
elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto,
homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo."
Agora, vamos desdobrar isso. Primeiro: A Bíblia é um acervo confiável de documentos
históricos. Veja o que ele diz no verso 16: "Porque não vos demos a conhecer o poder e a vinda de
nosso Senhor Jesus Cristo seguindo fábulas engenhosamente inventadas." Nós não seguimos fábulas
engenhosamente inventadas! Nós não seguimos mitos ou contos de fadas ou lendas. Nós não
seguimos coisas que foram inventadas.
Lucas coloca isso dessa forma no seu prólogo: "Visto que muitos houve que empreenderam uma
narração coordenada dos fatos que entre nós se realizaram, conforme nos transmitiram os que desde o
princípio foram deles testemunhas oculares e ministros da palavra, igualmente a mim me pareceu bem,
depois de acurada investigação de tudo desde sua origem, dar-te por escrito, excelentíssimo Teófilo..." '...
para que possas crer em Deus em uma fé cega.' NÃO. "... para que tenhas plena certeza das verdades
em que foste instruído."
Nós temos um acervo confiável de documentos históricos. Não mitos e lendas. Isso aqui não
é o Épico de Gilgamesh! Isso são coisas que realmente sucederam na história e foram
registradas para nós. Nós não só temos um acervo confiável de documentos históricos, mas eles
foram escritos por testemunhas oculares durante a vida de outras testemunhas oculares. Veja
como ele diz: "Mas nós mesmos fomos testemunhas oculares da sua majestade!" Nós vimos!
Alguém aqui gosta de séries policiais? Eu adoro séries policiais, sabe, quando eu era criança,
nós assistíamos Quincy. Agora existe esse... - como é? - CSI, ou algo assim. Todo mundo ama o
tal de CSI. CSI é só um Quincy doidão, é só isso. Quincy era o cara! Ele descobria tudo, sabe?
Sabe o que estragaria um episódio do Quincy ou CSI, seja lá o que você quiser assistir? Se já no
começo você tiver algo corroborando o relato de testemunhas oculares. Você não tem mistério,
então. É isso que temos quando lemos a Bíblia! O relato corroborativo de testemunhas oculares!
Avance comigo na Bíblia e veja o que João diz em sua epístola. Veja o que João diz: "O que era
desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos próprios olhos, o que
contemplamos, e as nossas mãos apalparam, com respeito ao Verbo da vida..." Veja no versículo 2: "A
vida se manifestou, e nós a temos visto, e dela damos testemunho, e vo-la anunciamos, a vida eterna, a
qual estava com o Pai e nos foi manifestada." Versículo 3: "o que temos visto e ouvido anunciamos
também a vós outros" Testemunhas oculares!
Um acervo confiável de documentos históricos escritos por testemunhas oculares... mas eu
também disse: durante a vida de outras testemunhas oculares. Em 1 Coríntios, capítulo 15,
Paulo diz que Jesus ressuscitou. Depois que ele ressuscitou, apareceu para Pedro. Depois
apareceu para os doze. Então apareceu a todos os discípulos de uma só vez. Então apareceu a
mais de 500 irmãos de uma só vez e ele disse essas palavras: "A maioria dos quais ainda vive."
Quando você faz as contas, você percebe que quando 1 Coríntios foi escrito, havia mais de 300
testemunhas oculares da ressurreição de Jesus Cristo que ainda viviam naquele tempo!
Ah, entendo vocês! Vocês são pessoas bem educadas! Vocês ouviram os argumentos. "Sim,
irmão, eu entendo, mas veja, acontece que houve indivíduos que vieram e adulteraram a Bíblia,
e ela foi traduzida tantas vezes, foi mudada tantas vezes."
Bem, eu conversei com estudantes de faculdade e eles falam do mito desses monges fanáticos
que decidiram mudar a Bíblia para que as coisas combinassem, para que parecesse que nós
temos documentos mais antigos do que realmente temos. E na verdade, eu acho que eles estão
dizendo algo quando nos falam: "Sabe, nós não temos nenhum dos originais."
Bem, eu deveria estremecer quando me dizem isso. Me ouçam bem; Se monges fanáticos
quiserem mudar a Bíblia, posso explicar para você o que precisariam fazer? Três níveis de
conspiração. Nível número um: eles precisariam ter uma conspiração dos manuscritos.
Quando estamos falando apenas Novo Testamento, existem 6 mil manuscritos e porções de
manuscritos para o Novo Testamento. Isso pode não parecer muito mas, posso comparar com
algumas coisas? Guerras Gálicas, de Júlio César, é tudo o que sabemos sobre Júlio César e suas
conquistas. Nós temos cerca de dez manuscritos. Da poética de Aristóteles, nós temos
meramente cinco manuscritos. Quando se trata dos escritos de Heródoto, temos menos de dez
manuscritos. Quando se trata dos escritos de Homero, menos de dez dos seus escritos. Quando
se trata do Novo Testamento, nós temos 6 mil manuscritos ou porções de manuscritos para o
Novo Testamento! Amigos, nem chega perto.
"Bem, vocês não tem os originais." Realmente não temos. Mas, quer saber? Nós podemos
chegar a até 120 DC com algumas das cópias que temos. Quando se trata do Guerras Gálicas, de
Júlio César, o mais recente que temos foi escrito 900 anos depois do original! Mas ninguém está
derrubando as paredes na faculdade porque estão lendo César. Quando se trata de Aristóteles,
o mais recente que podemos colocar as mãos foi escrito 1.400 anos depois do original. Mas
quando chegamos ao Novo Testamento, podemos pôr as mãos em documentos escritos décadas
depois dos originais.
Então, se esses monges fanáticos quiseram falsificar a Bíblia, eles teriam que encontrar mais
de 6 mil manuscritos, mudar todos eles, não mostrar sua caligrafia, devolver todos ao lugar de
onde os roubaram e nunca contar a ninguém o que fizeram. Esse é apenas o nível 1. Aqui está o
nível número 2.
Jesus disse ide e fazei discípulos de Ta Ethene, cada grupo étnico. O engraçado sobre grupos
étnicos é que eles tendem a falar diferentes línguas. Então, nos primeiros séculos a Bíblia foi
traduzida para o siríaco, copta e latim. Então esses monges fanáticos teriam que encontram 6
mil manuscritos em grego, mudá-los, falsificá-los, não mostrar sua caligrafia, devolvê-los, ir
encontrar todas as traduções siríacas, coptas e latinas desses manuscritos gregos, mudar todas
elas para combinar com as mentiras que eles contaram em outra língua, devolver tudo para o
lugar de onde roubaram. E isso é só o nível número 2.
Agora você tem o nível número 3. Os pais da Igreja tinham esse terrível hábito de escrever
comentários sobre o Novo testamento. Tanto que Bruce Mertzger argumenta que se tudo o que
tivéssemos fosse as citações feitas pelos pais da Igreja Primitiva, nós poderíamos reproduzir
mais de 95% do Novo Testamento só partir de seus escritos.
Então agora esses monges fanáticos precisam encontrar mais de 6 mil manuscritos e porções
de manuscritos em grego, roubá-los, mudá-los, não mostrar sua caligrafia, devolvê-los sem que
ninguém descubra; precisam encontrar as traduções em siríaco, copta e latim, mudá-las para
combinar com as mentiras que contaram nos 6 mil manuscritos, devolvê-las ao lugar de onde
roubaram, e então achar todos os escritos de todos os pais da Igreja Primitiva, mudá-los para
combinar com as mentiras que contaram há dois níveis atrás, devolvê-los, nunca contar a
ninguém o que fizeram, e nunca serem pegos! Você precisa de ajuda, se acredita nisso!
Nós temos um acervo confiável de documentos históricos escritos por testemunhas oculares
durante a vida de outras testemunhas oculares. Até agora nós só temos um bom livro de
história, é agora que fica bom. Eles nos relatam eventos sobrenaturais.
Veja o que ele diz aqui. Verso 17: "Pois ele recebeu, da parte de Deus Pai, honra e glória, quando
pela Glória Excelsa lhe foi enviada a seguinte voz: 'Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.'
Ora, esta voz, vinda do céu, nós a ouvimos quando estávamos com ele no monte santo."
O monte da transfiguração. Agora temos eventos sobrenaturais. Não eventos super-
humanos! Nós temos eventos sobrenaturais. Coisas que você não aprende a fazer. Não estamos
falando de curas psicossomáticas, estamos falando de uma mulher com um fluxo de sangue
curada instantaneamente. Um homem com uma mão atrofiada curado instantaneamente,
homens cegos de nascença, surdos de nascença, mudos de nascença, homens paralíticos de
nascença curados instantaneamente! Um dos meus favoritos; Jesus diz aos discípulos:
-Vão ao outro lado do lago, eu encontro vocês.
Mais tarde, no barco, alguém, não sei quem, disse:
-Ei, Jesus disse como ele viria?
-Não, por que?
-Porque ele... ele está vindo!
Meu favorito de todos: Sexta-Feira, morto. Domingo, ressurreto.
Nós temos um confiável acervo de documentos históricos escritos por testemunhas oculares
durante a vida de outras testemunhas oculares. Eles nos relatam eventos sobrenaturais. E esses
eventos aconteceram em cumprimento a profecias específicas. Não estamos falando de coisas
generalistas ao estilo Nostradamus. Profecias específicas!
Por exemplo, quando Jesus estava na cruz, interessantemente, quando ele estava na cruz...
não sei, vamos apenas imaginar, vamos voltar, sim? Vamos voltar ao primeiro século, somos
judeus e provavelmente falamos sobre o Velho Testamento, talvez usando o aramaico quando
falamos entre nós. E eu quero que você abra sua Bíblia, por exemplo, no Salmo número 22 num
certo momento. Se eu quisesse que você fizesse isso, eu não poderia dizer que abrisse no Salmo
22 porque os capítulos e versos só começaram a existir há alguns séculos. Se esse fosse o
primeiro século e eu estivesse falando a você em aramaico e quisesse que você abrisse no Salmo
eu teria que dizer-lhe que fosse ao título do Salmo 22 que seria a primeira linha do Salmo 22.
então eu teria que dizer-lhe para abrir seu manuscrito em "Eli Eli Lama Sabactani" ou "Deus
meu, Deus meu, por que me desamparaste?"
Isso soa muito familiar, porque é exatamente isso que Jesus disse quando estava sendo
crucificado. Eu sei que você sabe disso, mas eu gosto muito disso! Vamos falar disso, mesmo
assim. Salmo 22, verso Um: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" Veja o verso 6:
"Mas eu sou verme e não homem; opróbrio dos homens e desprezado do povo. Todos os que me vêem
zombam de mim; afrouxam os lábios e meneiam a cabeça: Confiou no SENHOR! Livre-o ele; salve-o, pois
nele tem prazer."
Soa familiar? Isso é o que estava sendo dito de Jesus quando ele estava sendo crucificado!
Veja o verso 12:
"Muitos touros me cercam, fortes touros de Basã me rodeiam. Contra mim abrem a boca, como faz o
leão que despedaça e ruge. Derramei-me como água, e todos os meus ossos se desconjuntaram; meu
coração fez-se como cera, derreteu-se dentro de mim."
Interessante! Perfuraram o seu lado, romperam seu pericárdio. Sangue e água saíram! Veja o
verso 15:
"Secou-se o meu vigor, como um caco de barro, e a língua se me apega ao céu da boca; assim, me deitas
no pó da morte."
Que tal esse vinho com vinagre numa esponja, Jesus? Porque você diz "Tenho sede." Verso
16: "Cães me cercam." Amigos, esses são gentios! "uma súcia de malfeitores me rodeia...", um à
direita, outro à esquerda. "Traspassaram-me as mãos e os pés. Posso contar todos os meus ossos."
Porque? Porque ninguém teve que quebrar seus ossos para apressar sua morte.
"Repartem entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica deitam sortes." Amigos, isso foi escrito
mil anos de Jesus nascer. Foi escrito por um homem que nunca havia visto uma crucificação na
sua vida porque a crucificação ainda não tinha sido inventada. É por isso que Pedro pode dizer
em nossa passagem no verso 19: "Temos, assim, tanto mais confirmada a palavra profética."
Nós temos um acervo confiável de documentos históricos escritos por testemunhas oculares
durante a vida de outras testemunhas oculares. Eles nos relatam eventos sobrenaturais. E esses
eventos aconteceram em cumprimento a profecias específicas Nós acabamos de ver alguns
exemplos disso...
E aqui está o clímax: Eles declaram que seus escritos de origem divina, e não humana. Desça
até o verso 20. "Sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da Escritura provém de particular
elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens
santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo."
Eles declaram que essas eram palavras de Deus e não deles. É por isso que essas profecias se
cumpriram centenas ou milhares de anos mais tarde. É por isso que eles usam frases como "e
assim diz o Senhor"; "e o Senhor falou a Moisés, dizendo..."; "e Deus disse a Abraão..." Eles
dizem que essas são palavras de Deus e não palavras de homens!
"Ah, eu te entendo! Mas sabe, esse é o problema! Ninguém quer acreditar nisso porque eles
sabem que homens escreveram a Bíblia. E quando dizemos que ela é a palavra de Deus eles
dizem 'Não, essa é a palavra dos homens porque eles colocaram no papel!' E você não pode
confiar em coisas escritas por homens!" Isso é sempre interessante para mim, sabe porque?
Porque do tempo da escola eu não me lembro de ninguém dizer na aula de matemática: "Tem
coisa errada, sabe? Você não pode usar oTeorema de Pitágoras, sabe? a² + b² = c². Você não pode
usar o Teorema de Pitágoras, vai dar errado!"
Você não pode me rejeitar por causa disso, isso veio de um livro de matemática, um homem
escreveu esse livro, isso apenas significa que é solúvel! Só porque homens levaram a pena ao
papel, não significa que não podemos confiar no que está escrito. A pergunta que você deve
fazer é: O que está escrito, é confiável? É internamente consistente? É corroborado?
Qual corroboração? Sei lá, talvez três línguas: grego, hebraico e aramaico; três continentes:
Ásia, África, Europa; mais de 40 autores, a maioria dos quais nunca se encontrou, que
escreveram em um período de 500 anos e contam uma história singularmente entretecida. Que
tal isso para corroboração?
Aqui está outra: e eu tenho admitir que eu gosto quando as pessoas usam essa. Porque tem
uma parte de mim que, sabe, eu não gosto de falar sobre ela na escola dominical. Seu nome é
Voddie Malvado. Eu o deixo sair uma vez por semana de noite quando ninguém está perto... ele
adora essa, quando as pessoas dizem: "Você acredita na Bíblia, mas eu sou um homem de
ciência. E, a menos que você possa me provar cientificamente... eu simplesmente não posso
acreditar nisso."
Veja, nesse momento eu tento agarrar o Voddie Malvado e segurá-lo bem apertado pra não
deixá-lo sair. Porque eu sei o que ele vai fazer se ele sair. Ele não vai ser cristão, simplesmente
não. Às vezes eu penso que ele nem é salvo por causa das coisas que ele quer dizer. Porque eu
seria gentil com as pessoas, o Voddie Malvado não seria gentil, ele diria: "Seu..."
Ele olharia para ele e diria algo assim: "Você nem merece permanecer nesta discussão, mas eu
vou deixar você ficar na discussão porque vou gostar do que está prestes a acontecer com você
porque, intelectualmente, eu estou prestes a te espancar como uma cabra amarrada! Então fique
firme onde você está, certo? Como você senta aí e diz que é um homem da ciência e que você só
acredita se eu provar cientificamente... porque você quer que eu use o método científico? Você
não percebe que não se usa método científico para eventos históricos? Isso prova que você nem
merece estar na discussão!"
Eis o método científico: para usar o método científico, o objeto de estudo tem que ser
observável, mensurável, e repetível. Amigos, vocês não podem usar o método científico para
provar que George Washington foi nosso primeiro presidente. Porque? Porque sua presidência
não é observável, mensurável, e repetível. Viu? Não fique de brincadeira, volte para a escola!
Não se usa o método científico aqui, você precisa usar um método mais evidenciário aqui.
Então o que você faz é o que se faz num tribunal. Você diz: "Temos alguma testemunha
ocular?" Bem, eu acabei de dizer que temos várias delas! Essas testemunhas oculares contam a
mesma história? Sim! Sexta-feira, morto. Domingo, ressurreto! Nós temos que ensinar o povo de
Deus. Número 1: Que a Bíblia é a Palavra. E, Número 2: Como aprendê-la e dá-la.
Qualquer um que memorize essas passagens das Escrituras em seu contexto pode aprender
como dar a resposta que acabei de dar a vocês. Qualquer um! É por isso que escrevemos o
estudo Bíblico "The Ever Loving Truth." É disso que se trata: de as pessoas colocarem isso nas
suas mentes para que quando uma pessoa fizer-lhes uma pergunta como: "Porque você
escolheu crer na Bíblia?" Elas não tenham que ficar enrolando e revirando os olhos, nem vir com
uma resposta fraca como "sabe, eu fui criado assim" ou "eu experimentei, e deu certo para mim"
mas que possam olhar para as pessoas nos olhos, como uma moça da Universidade de
Darthmouth onde eu estava ensinando isso, que olhou para o professor de ciência dela nos
olhos, e pela primeira vez na vida sentiu-se confiante o suficiente para falar em sua classe e
olhou para ele e disse:
"Bem, senhor, eu escolhi crer na Bíblia porque ela é um acervo confiável de documentos históricos
escritos por testemunhas oculares durante a vida de outras testemunhas oculares. Eles nos relatam
eventos sobrenaturais que aconteceram em cumprimento a profecias específicas e declaram que seus
escritos são de origem divina, e não humana. E, falando nisso, se você quiser colocar uma cobertura em
cima disso: eu experimentei, e funcionou para mim."