Sei sulla pagina 1di 3

Unifieo Química Inorgânica II - Teoria do Orbital Molecular prof MFPO

Princípios Básicos:

* Orbitais atômicos nas moléculas combinam-se para formar "orbitais moleculares", que estão

espalhadas por mais de um átomo na molécula. *Alguns orbitais moleculares são de mais baixa energia do que os orbitais atômicos dos quais foram combinados (formados). Estes orbitais são chamados "orbitais ligantes" (“interferência construtiva”).

* Outros orbitais moleculares podem possuir uma energia maior do que seus átomos de origem. Estes orbitais são chamados de "orbitais anti-ligantes" (“interferência destrutiva”).

O número de elétrons é igual ao total de número de elétrons de valência para todos os átomos na

molécula que são designados a esses conjuntos de orbitais moleculares. Assim como os orbitais nos átomos os elétrons são designados aos orbitais moleculares de acordo com o princípio de Pauli e a regra de exclusão de

Hund. Com essas idéias em mente, nós podemos estabelecer o primeiro princípio da teoria do orbital molecular:

o número de orbitais moleculares produzidos é sempre igual ao número de orbitais atômicos trazidos pelos átomos que são combinados. Para ver a conseqüência desse princípio de conservação do orbital, consideremos primeiramente a molécula de hidrogênio (H 2 ).

A subtração dos orbitais do elétron levam a um abaixamento da densidade do elétron na região de

sobreposição dos orbitais, formando os orbitais moleculares “anti-ligantes”.

É uma adição dos orbitais do elétron leva a um aumento na densidade eletrônica na região de sobreposição, formando os orbitais “ligantes”.

de sobreposição, formando os orbitais “ligantes”. Os orbitais moleculares estão em azul na figura ao lado,

Os orbitais moleculares estão em azul na figura ao lado, e podem representar uma ligação sigma () ou uma pi (). Os orbitais moleculares anti-ligantes utilizam a mesma representação, porém com o símbolo de asterisco (*) para diferenciá-lo de um orbital molecular ligante. As figuras abaixo representam a sobreposição de orbitais atômicos p, formando respectivamente ligações sigma e pi, ligantes e anti-ligantes. Os orbitais ligantes possuem menor energia que os orbitais anti-ligantes, pois os primeiros estabilizam a molécula ao se formarem, e os últimos desestabilizam quando se formam.

anti-ligantes, pois os primeiros estabilizam a molécula ao se formarem, e os últimos desestabilizam quando se

Configurações eletrônicas e propriedades moleculares

Dois tipos de comportamento magnético:

Paramagnetismo (elétrons desemparelhados na molécula): forte atração entre o campo magnético e a molécula;

Diamagnetismo (sem elétrons desemparelhados na molécula): fraca repulsão entre o campo magnético e a molécula.

O comportamento magnético é detectado determinando-se a massa de uma amostra na presença e na ausência de campo magnético

Grande aumento na massa indica paramagnetismo, pequena diminuição na massa indica diamagnetismo.

pequena diminuição na massa indica diamagnetismo. • Experimentalmente, o O 2 é paramagnético. • A

Experimentalmente, o O 2 é paramagnético.

A estrutura de Lewis para o O 2 não mostra elétrons desemparelhados.

O diagrama de OM para o O 2 mostra dois elétrons desemparelhados no orbital * 2 p .

Experimentalmente, o O 2 tem uma curta distância de ligação (1,21 Å) e a alta energia de entalpia (495 kJ/mol). Isto sugere uma ligação dupla.

Exercícios de Orbitais Moleculares 1- Considere o diagrama de níveis de energia abaixo.

1- Considere o diagrama de níveis de energia abaixo. Com base na configuração eletrônica dos orbitais

Com base na configuração eletrônica dos orbitais moleculares das espécies gás oxigênio, íon peróxido (O 2 2 ) e íon dioxigenilo (O 2 + ), é correto afirmar que:

(a)

A molécula de oxigênio é diamagnética

(b)

A ligação química no íon peróxido é mais fraca que no íon dioxigenilo

(c)

As três espécies químicas do oxigênio são paramagnéticas

(d)

O íon peróxido tem dois elétrons desemparelhados

(e)

No íon dioxigenilo a ordem de ligação é igual a um.

2- Considere a configuração eletrônica da molécula de óxido nítrico: [(1s) 2 (* 1s) 2 (2s) 2 (* 2s) 2

(2p) 2 (2p) 4 (* 2p) 1 ] e o processo de ionização ao lado: NO NO + + 1 elétron De acordo com o modelo da Teoria dos Orbitais Moleculares, as conseqüências dessa ionização na ordem e no comprimento da ligação, respectivamente, são:

 

Ordem de ligação

Comprimento da ligação

(a)

Aumenta

Aumenta

(b)

Aumenta

Diminui

(c)

Aumenta

Não se altera

(d)

Não se altera

Diminui

(e)

Diminui

Aumenta

3- A configuração eletrônica do íon superóxido (O 2 - ), no estado fundamental, é: [(1s) 2 (* 1s) 2 (2s) 2 (* 2s) 2

(2p z ) 2 (2p x ) 2 (2p y ) 2 (* 2p x ) 2 (* 2p y ) 1 ].

respectivamente, as seguintes previsões em relação à ordem de ligação oxigênio-oxigênio e ao comportamento magnético do íon:

da Teoria dos Orbitais moleculares permite fazer,

O

modelo

(a)

1; paramagnético.

(b)

1; diamagnético

(c)

1,5; paramagnético.

(d)

2; paramagnético.

(e)

2; diamagnético

4-

5-

Explique em termos de orbitais moleculares por que a ligação CF + é mais curta que a ligação CF. Escreva a configuração eletrônica do íon H 2 - em termos de orbitais moleculares. Qual a ordem de ligação

deste íon?

6- Determine a ordem de ligação e determine qual espécie tem a ligação mais forte: a) F 2 ou F 2 - b)B 2 ou B 2 + .

7- Os cátions O 2 + e N 2 + são componentes importantes da atmosfera terrestre superior. Considere o diagrama de

níveis de energia dos orbitais moleculares apresentados abaixo.

de energia dos orbitais moleculares apresentados abaixo. Com base na configuração eletrônica dos orbitais

Com base na configuração eletrônica dos orbitais moleculares é correto afirmar.

(a)

os dois cátions são diamagnéticos.

(b)

No cátion O 2 + a ordem de ligação é 3,5 e ele é paramagnético

(c)

O cátion O 2 + tem dois elétrons desemparelhados

(d)

No cátion N 2 + a ordem de ligação é 2,5 e ele é paramagnético

(e)

Nos cátions N 2 + e O 2 + a ordem de ligação é 3,0.

8- Desenhe um diagrama de níveis de energia de orbital molecular e determine a ordem de ligação esperada para cada uma das seguintes espécies mostradas a seguir. Estabeleça se cada molécula ou íon terá caráter

paramagnético ou diamagnético. Se for paramagnético, fornecer o número de elétrons não-emparelhados.

a) Li 2

b) Li 2 +

c) B 2 -

d) B 2 +

9- O Be 2 não existe. Porém, o que dizer do íon Be 2 + ? Descreva a configuração eletrônica deste íon, em termos de orbitais moleculares e dê a ordem de ligação. É possível a existência deste íon?

10- O íon hidrogênio, H 2 + , pode ser detectado espectroscopicamente. Dê a configuração eletrônica de um íon em termos dos orbitais moleculares. Qual a ordem de ligação no íon? A ligação hidrogênio-hidrogênio é mais forte ou mais fraca no H 2 + que no H 2 ? 11- Assumindo que o eixo de ligação é o eixo x, faça um esboço dos diagramas de contorno de orbitais moleculares ligantes e antiligantes formados pela superposição de cada um dos seguintes pares de orbitais

atômicos: a) 1s + 1s;

b) 2s + 2s;

c) 2p x + 2p x ;

d) 2p y + 2p y

12- Explique em termos de orbitais moleculares por que a ligação CF + é mais curta que a ligação CF. 13- Admitindo que seja possível usar o diagrama de níveis de energia das moléculas diatômicas homonucleares

para as moléculas diatômicas heteronucleares, responda as seguintes questões para o CO.

a) Escreva a configuração eletrônica para o monóxido de carbono.

b) Qual o orbital molecular de energia mais alto ocupado (HOMO)?

c) A molécula é diamagnética ou paramagnética?

d) Qual o número de elétrons s e p? Qual a ordem da ligação?

Referências:

KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M

Thomson Learning, 2005. BROWN, Theodore L. et al. Química: A Ciência Central. 9. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil Ltda, 2005.

Química Geral e Reações Químicas. Tradução da 5 a edição norte-americana São Paulo: Pioneira