Sei sulla pagina 1di 27

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Buscar

Buscar
Buscar
Anuncie Assine Registre­se ENTRAR
Anuncie
Assine
Registre­se
ENTRAR
Tweetar 0 Curtir 3 5
Tweetar 0
Curtir
3
5

Artigos

Assine Registre­se ENTRAR Tweetar 0 Curtir 3 5 Artigos 29/11/­1­20:53

29/11/­1­20:53

Aconvivênciadeequipamentosemdiversastecnologiasdiferentessomadaàinadequaçãodasinstalaçõesfacilitaa

emissãodeenergiaeletromagnéticae,comisso,écomumquesetenhaproblemasdecompatibilidade

eletromagnética.AEMIéaenergiaquecausarespostaindesejávelaqualquerequipamentoequepodesergerada

porcentelhamentonasescovasdemotores,chaveamentodecircuitosdepotência,emacionamentosdecargas

indutivaseresistivas,acionamentosderelés,chaves,disjuntores,lâmpadasfluorescentes,aquecedores,ignições

automotivas,descargasatmosféricasemesmoemdescargaseletrostáticasentrepessoaseequipamentos,aparelhos

demicroondas,equipamentosdecomunicaçãomóvel,etc.

Tudoistopodeprovocaralteraçõescausandosobretensão,subtensão,picosetransientesqueemumaredede

comunicaçãopodemterseusimpactos.Istoémuitocomumnasindústriasefábricas,ondeaEMIémuitofrequente

emfunçãodomaiorusodemáquinas(desoldas,porexemplo)emotores(CCMs)emredesdigitaisede

computadorespróximasaessasáreas.

OmaiorproblemacausadopelaEMIsãoassituaçõesesporádicasequedegradamaospoucososequipamentose

seuscomponentes.OsmaisdiversosproblemaspodemsergeradospelaEMI,porexemplo,emequipamentos

eletrônicospodemosterfalhasnacomunicaçãoentredispositivosdeumarededeequipamentose/oucomputadores,

alarmesgeradossemexplicação,atuaçãoemrelésquenãoseguemumalógicaesemhavercomandoparaisso,

queimadecomponentesecircuitoseletrônicos,etc.Émuitocomumapresençaderuídosnaalimentaçãopelomau

aterramentoeblindagem,oumesmoerrodeprojeto.

Atopologiaeadistribuiçãodocabeamento,ostiposdecaboseastécnicasdeproteções,sãofatoresquedevemser

consideradosparaaminimizaçãodosefeitosdaEMI.Lembrarque,emaltasfrequências,oscabossecomportam

comoumsistemadetransmissãocomlinhascruzadaseconfusas,refletindoenergiaeespalhando­adeumcircuito

aoutro.Mantenhaemboascondiçõesasconexões.Conectoresinativospormuitotempopodemdesenvolver

resistênciaousetornaremdetectoresdeRF.

UmexemplotípicodecomoaEMIpodeafetarocomportamentodeumcomponenteeletrônico,éumcapacitorque

fiquesujeitoaumpicodetensãomaiorquesuatensãonominalespecificada,comistopode­seteradegradaçãodo

dielétrico(aespessuradodielétricoélimitadapelatensãodeoperaçãodocapacitor,quepodeproduzirumgradiente

depotencialinferioràrigidezdielétricadomaterial),causandoummaufuncionamentoeemalgunscasosaprópria

queimadocapacitor.Ouainda,podemosteraalteraçãodecorrentesdepolarizaçãodetransistoreslevando­osa

saturaçãooucorte,oudependendodaintensidade,àqueimadecomponentesporefeitoJoule.Emmedições:

•Nãoajacomnegligência(omissãoirresponsável),imprudência(açãoirresponsável)ouimperícia(questões

técnicas);

•Lembre­se:cadaplantaesistematêmosseusdetalhesdesegurança.Informe­sedelesantesdeiniciarseu

trabalho;

•Semprequepossível,consulteasregulamentaçõesfísicas,assimcomoaspráticasdesegurançadecadaárea;

•Énecessárioagircomsegurançanasmedições,evitandocontatoscomterminaisefiação,poisaaltatensãopode

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

estarpresenteecausarchoqueelétrico;

•Paraminimizaroriscodeproblemaspotenciaisrelacionadosàsegurança,éprecisoseguirasnormasde

segurançaedeáreasclassificadaslocaisaplicáveisqueregulamainstalaçãoeoperaçãodosequipamentos.Estas

normasvariamdeáreaparaáreaeestãoemconstanteatualização.Éresponsabilidadedousuáriodeterminarquais

normasdevemserseguidasemsuasaplicaçõesegarantirqueainstalaçãodecadaequipamentoestejadeacordo

comasmesmas;

•Umainstalaçãoinadequadaouousodeumequipamentoemaplicaçõesnãorecomendadaspodeprejudicara

performancedeumsistemaeconsequentementeadoprocesso,alémderepresentarumafontedeperigoeacidentes.

Devidoaisto,recomenda­seutilizarsomenteprofissionaistreinadosequalificadosparainstalação,operaçãoe

manutenção.

Muitasvezes,aconfiabilidadedeumsistemadecontroleécolocadaemriscodevidoàssuasmásinstalações.

Comumente,osusuáriosfazemvistasgrossaseemanálisesmaiscriteriosas,descobre­seproblemascomas

instalações,envolvendocabosesuasrotaseacondicionamentos,blindagenseaterramentos.

Édeextremaimportânciaquehajaaconscientizaçãodetodososenvolvidosemaisdoqueisto,ocomprometimento

comaconfiabilidadeesegurançaoperacionalepessoalemumaplanta.

Esteartigoprovêinformaçõesedicassobreaterramentoevalesempreapenalembrarqueasregulamentações

locais,emcasodedúvida,prevalecemsempre.Controlaroruídoemsistemasdeautomaçãoévital,porqueelepode

setornarumproblemasériomesmonosmelhoresinstrumentosehardwaredeaquisiçãodedadoseatuação.

Qualquerambienteindustrialcontémruídoelétricoemfontes,incluindolinhasdeenergiaAC,sinaisderádio, máquinaseestações,etc.Felizmente,dispositivosetécnicassimples,taiscomoautilizaçãodemétodosde aterramentoadequado,blindagem,fiostrançados,osmétodosmédiadesinais,filtroseamplificadoresdiferenciais podemcontrolaroruídonamaioriadasmedições.Osinversoresdefrequênciascontêmcircuitosdecomutaçãoque podemgerarinterferênciaeletromagnética(EMI).Elescontêmamplificadoresdealtaenergiadecomutaçãoque

podemgerarEMIsignificativanasfrequênciasde10MHza300Mhz.Certamente,existepotencialdequeeste

ruídodecomutaçãopossagerarintermitênciasemequipamentosemsuasproximidades.Enquantoamaioriados

fabricantestomaosdevidoscuidadosemtermosdeprojetosparaminimizaresteefeito,aimunidadecompletanãoé

possível.Algumastécnicasentãodelayout,fiação,aterramentoeblindagemcontribuemsignificativamentenesta

minimização.AreduçãodaEMIiráminimizaroscustosiniciaisefuturosproblemasdefuncionamentoem

qualquersistema.

Objetivodeprojetoelayouts

Umdosprincipaisobjetivosaoseprojetarémantertodosospontoscomunsderetornosdesinalnomesmo

potencial.Comaaltafrequêncianocasodeinversores(até300MHz),harmônicassãogeradaspelos

amplificadoresdecomutaçãoenestasfrequências,osistemadeterraseparecemaiscomumasériedeindutorese

capacitoresdoqueumcaminhodebaixaresistência.Ousodemalhasetrançasaoinvésdefios(fioscurtossão

melhoresparaaltasfrequências)queinterligamnospontosdeaterramentotêmumaeficiênciamaiornestecaso.

Outroimportanteobjetivoéminimizaroacoplamentomagnéticoentrecircuitos.Esteégeralmenteconseguidopor

separaçõesmínimaseroteamentosegregadodoscabos.Oacoplamentoporradiofrequênciaéminimizadocomas

devidasblindagensetécnicasdeaterramento.Ostransientes(surges)sãominimizadoscomfiltrosdelinhae

supressoresdeenergiaapropriadosembobinaseoutrascargasindutivas.

Oconceitodeaterramento

Umdicionárionãotécnicodefineotermo«terra»comoumpontoemcontatocomaterra,umretornocomumem

umcircuitoelétrico,eumpontoarbitráriodepotencialzerodetensão.Aterrarouligaralgumapartedeumsistema

elétricooucircuitoparaaterragarantesegurançapessoale,geralmente,melhoraofuncionamentodocircuito.

Infelizmente,umambienteseguroerobustoemtermosdeaterramento,muitasvezesnãoacontece

simultaneamente.

Fio­terra

Todocircuitodevedispordecondutordeproteçãoemtodaasuaextensão.

AterramentosdeEquipamentosElétricosSensíveis

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Ossistemasdeaterramentodevemexecutarváriasfunçõessimultâneas:comoproporcionarsegurançapessoale

paraoequipamento.Resumidamente,segueumalistadefunçõesbásicasdossistemasdeaterramentoem:

•Proporcionarsegurançapessoalaosusuários;

•Proporcionarumcaminhodebaixaimpedância(baixaindutância)deretornoparaaterra,proporcionandoo

desligamentoautomáticopelosdispositivosdeproteçãodemaneirarápidaesegura,quandodevidamenteprojetado;

•Fornecercontroledastensõesdesenvolvidasnosoloquandoocurtofase­terraretornapeloterraparaumafonte

próxima,oumesmodistante;

•Estabilizaratensãodurantetransitóriosnosistemaelétricoprovocadosporfaltasparaaterra;

•Escoarcargasestáticasacumuladasemestruturas,suportesecarcaçasdosequipamentosemgeral;

•Fornecerumsistemaparaqueosequipamentoseletrônicospossamoperarsatisfatoriamentetantoemaltacomo

embaixasfrequências;

•Fornecerumareferênciaestáveldetensãoaossinaisecircuitos;

•MinimizarosefeitosdeEMI(EmissãoEletromagnética).

OcondutorneutroénormalmenteisoladoeosistemadealimentaçãoempregadodeveseroTN­S(T:ponto diretamenteaterrado,N:massasligadasdiretamenteaopontodealimentaçãoaterrado,S:condutoresdistintos

paraneutroeproteção).Vejaafigura1.

paraneutroeproteção).Vejaa figura1 .

Ocondutorneutroexerceasuafunçãobásicadeconduzirascorrentesderetornodosistema.Ocondutorde

proteçãoexerceasuafunçãobásicadeconduziràterraascorrentesdemassa.Todasascarcaçasdevemserligadas

aocondutordeproteção.Ocondutordeequipotencialidadedeveexercerasuafunçãobásicadereferênciade

potencialdocircuitoeletrônico.Paraatenderasfunçõesanterioresdestacam­setrêscaracterísticasfundamentais:

•Capacidadedecondução;

•Baixovalorderesistência;

•Configuraçãodeeletrodoquepossibiliteocontroledogradientedepotencial.

Independentementedafinalidade,proteçãooufuncional,oaterramentodeveserúnicoemcadalocaldainstalação.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Existemsituaçõesondeosterraspodemserseparados,porémprecauçõesdevemsertomadas.Emrelaçãoà

instalaçãodoscomponentesdosistemadeaterramento,algunscritériosdevemserseguidos:

•Ovalordaresistênciadeaterramentonãodevesemodificarconsideravelmenteaolongodotempo;

•Oscomponentesdevemresistiràscondiçõestérmicas,termomecânicaseeletromecânicas;

•Oscomponentesdevemserrobustosoumesmopossuirproteçãomecânicaadequadaparaatenderàscondiçõesde

influênciasexternas;

•Deve­seimpedirdanosaoseletrodoseasoutraspartesmetálicasporefeitosdeeletrólise.

Equipotencializar

Adefiniçãodeequipotencializarédeixartudonomesmopotencial,oquesignifica,naprática,minimizara

diferençadepotencialparareduziracidentes.Emcadaedificaçãodeveserrealizada

umaequipotencializaçãoprincipaleaindaasmassasdasinstalaçõessituadasemumamesmaedificaçãodevem estarconectadasaequipotencializaçãoprincipaledestaformaaummesmoeúnicoeletrododeaterramento.Veja

figuras2e3.

figuras2 e 3 .
figuras2 e 3 .

Aequipotencializaçãofuncionaltemafunçãodeequalizaroaterramentoegarantirobomfuncionamentodos

circuitosdesinaleacompatibilidadeeletromagnética.

CondutorparaEquipotencialização

Principal:deveternomínimoametadedaseçãodocondutordeproteçãodemaiorseçãoenomínimo:

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

•6mm2(Cobre);

•16mm2(Alumínio);

•50mm2(Aço).

Atenteparaafigura4.

•16mm2(Alumínio); •50mm2(Aço). Atenteparaa figura4 . Consideraçõessobreequipotenciais Observea figura5

Consideraçõessobreequipotenciais

Observeafigura5,ondetemosumafontegeradoradealtatensãoeruídosdealtafrequênciaeumsistemade

mediçãodetemperaturaa25mdasaladecontroleeonde,dependendodoacondicionamentodossinais,podemos

teraté2,3kVnosterminaisdemedição.Conformesevaimelhorandoascondiçõesdeblindagem,aterramentoe

equalizaçãochega­seàcondiçãoidealparaamedição.

equalizaçãochega­seàcondiçãoidealparaamedição.

Emsistemasdistribuídos,comodecontroledeprocessosindustriais,ondesetemáreasfisicamentedistantesecom alimentaçãodediferentesfontes,aorientaçãoéquesetenhaosistemadeaterramentoemcadalocalequesejam aplicadasastécnicasdecontroledeEMIemcadapercursodoencaminhamentodesinal,conformerepresentadona

figura2.

Implicaçõesdeummauaterramento

Asimplicaçõesqueummau(oumesmoinadequado)aterramentopodecausarnãoselimitamapenasaosaspectos

desegurança.Osprincipaisefeitosdeumaterramentoprecáriosãochoqueselétricosaosusuáriospelocontato,

respostalenta(ouintermitente)dossistemasdeproteção(fusíveis,disjuntores,etc.).Masoutrosproblemas

operacionaispodemterorigemnoaterramentodeficiente:

•Falhasdecomunicação;

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

•Driftsouderivas,errosnasmedições;

•ExcessodeEMIgerado;

•Aquecimentoanormaldasetapasdepotência(inversores,conversores,etc )emotorização;

•Emcasodecomputadores,travamentosconstantes;

•Queimadecomponenteseletrônicossemrazãoaparente,mesmosendoemequipamentosnovoseconfiáveis;

•Intermitências.

Osistemadeaterramentodeveserúnicoedeveatenderadiferentesfinalidades:

•Controledeinterferênciaeletromagnética,tantointernoaosistemaeletrônico(acoplamentocapacitivo,indutivoe

porimpedânciacomum)comoexternoaosistema(ambiente);

•Segurançaoperacional,sendoascarcaçasdosequipamentosligadasaoterradeproteçãoe,dessaforma,qualquer

sinalaterradooureferenciadoàcarcaçaouaopainel,diretaouindiretamente,ficaautomaticamentereferenciado

aoterradedistribuiçãodeenergia;

•Proteçãocontraraios,ondeoscondutoresdedescidadoSistemadeProteçãocontraDescargasAtmosféricas

(SPDA)devemserconectadosàsestruturasmetálicas(paraevitarcentelhamento)esistemasdeeletrodosdeterra

interconectadoscomoterradeenergia,encanamentosmetálicos,etc.,ficandoo“terradoscircuitos”ligadoao

“terradopára­raios”(viaestruturaousistemadeeletrodos).

Aconsequênciaéqueequipamentoscomcarcaçasmetálicasficamexpostosaruídonoscircuitosdeaterramento

(energiaeraios).Paraatenderaosrequisitosdesegurança,proteçãocontraraioseEMI,osistemadeaterramento

deveriaserumplanocomimpedânciazero,ondeteríamosamisturadediferentesníveisdecorrentedestessistemas

seminterferência.Istoé,umacondiçãoideal,oquenapráticanãoébemassim.

TiposdeAterramento

Emtermosdaindústriadeprocessospodemosidentificaralgunstiposdeterras:

•“Terrasujo”:Sãoosqueestãopresentesnasinstalaçõestipicamenteenvolvendoo127VAC,220VAC,480VACe

queestãoassociadasaaltoníveldecomutação,taiscomoosCCMs,iluminação,distribuiçãodeenergia,etc,fontes

geradorasdeEMI.ÉcomumquealimentaçãoACprimáriaapresentepicos,surtos,oschamadosspikeseque

degradamoterraAC;

•“Terralimpo”:SãoosqueestãopresentesemsistemasecircuitosDC,tipicamente24VDC,alimentandoCLPs,

controladoresetendosinaisdeaquisiçãoecontrolededados,assimcomoredesdigitais;

•“Terraestrutural”:Sãoosaterramentosviaestruturaequeforçamosinala0V.Tipicamentetemafunçãode

gaioladeFaraday,agindocomoproteçãoaraios.

Observação:Terrade“chassi”ou“carcaça”éusadocomoumaproteçãocontrachoqueelétrico.Estetipodeterra

nãoéumterrade“resistênciazero”,eseupotencialdeterrapodevariar.Noentanto,oscircuitossãoquasesempre

ligadosàterraparaaprevençãoderiscosdechoque.

Aterramentoemumúnicoponto

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Osistemadeaterramentoporumúnicopontopodeservistonafigura6,ondeopontomarcanteéumúnicoponto

deterradoqualsetemadistribuiçãodomesmoparatodaainstalação.

Estaconfiguraçãoémaisapropriadaparaoespectrodefrequênciasbaixaseaindaatendeperfeitamenteasistemas eletrônicosdealtafrequênciainstaladosemáreasreduzidas.Emais,estesistemadeverserisoladoenãodeveservir decaminhoderetornoparaascorrentesdesinais,quedevemcircularporcondutoresdesinais,porexemplo,com paresbalanceados.Estetipodeaterramentoparaleloeliminaoproblemadeimpedânciacomum,masofazem detrimentodautilizaçãodeummontedecabeamento.Alémdisso,aimpedânciadecadafiopodesermuitoelevada easlinhasdeterrapodemsetornarfontesderuídodosistema.Estetipodesituaçãopodeserminimizado

escolhendootipocorretodecondutor(tipoAWG14).Cabosdebitolamaioresajudamnareduçãodaresistênciade

terra,enquantoousodefioflexívelreduzaimpedânciadeterra.

Aterramentoemmultipontos

Parafrequênciasaltas,osistemamultipontoéomaisadequado,conformecaracterizadonafigura7a,inclusive

simplificandoainstalação.MuitasconexõesdebaixaimpedânciaentreoscondutoresPEeoseletrodosde aterramentoemcombinaçãocommúltiploscaminhosdealtaimpedânciaentreoseletrodoseasimpedânciasdos

condutorescriaumsistemadeaterramentocomplexocomumarededeimpedância(verfigura7b),eascorrentes

quefluematravésdeleprovocamdiferentespotenciaisdeterranasinterligaçõesemváriospontosdestarede.

Ossistemascomaterramentosmultipontosqueempregamcircuitosbalanceadosgeralmentenãoapresentam problemasderuídos.Nestecasoocorrefiltragemdoruído,ondeoseucampoficacontidoentreocaboeoplanode

terra(figura8).

terra( figura8 ).

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Nafigura9tem­seumaterramentoadequado,ondeascorrentesindividuaissãoconduzidasaumúnicopontode

aterramento.

aterramento.

Aligaçãoàterraemsérieémuitocomumporqueésimpleseeconômica.Noentanto,esteéoaterramentoque

proporcionaumterrasujo,devidoàimpedânciacomumentreoscircuitos.Quandovárioscircuitoscompartilham

umfioterra,ascorrentesdeumcircuito(quefluiatravésdaimpedânciafinitadalinhadebasecomum)podem

provocarvariaçõesnopotencialdeterradosdemaiscircuitos.Seascorrentessãograndesosuficiente,asvariações

dopotencialdeterrapodemcausarsériasperturbaçõesnasoperaçõesdetodososcircuitosligadosaoterracomum

desinal.

Loopsdeterra

Umloopdeterraocorrequandoexistemaisdeumcaminhodeaterramento,gerandocorrentesindesejáveisentre

estespontos(figura10).

estespontos( figura10 ).

Estescaminhosformamoequivalenteaoloopdeumaantenaquecaptaascorrentesdeinterferênciacomalta

eficiência.Comisto,areferênciadetensãoficainstáveleoruídoaparecenossinais.

Aterramentoaoníveldosequipamentos:Prática

Naprática,oquesefazéum“sistemamisto”,separandocircuitossemelhantesesegregandoquantoaonívelde

ruído:

•“Terradesinais”paraoaterramentodecircuitosmaissensíveis;

•“Terraderuído”paraoaterramentodecomandos(relés),circuitosdealtapotência(CCMs,porexemplo);

•“Terradeequipamento”paraoaterramentoderacks,painéis,etc.,

Sendoestestrêscircuitosconectadosaocondutordeproteção(figura11).

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Ossinaispodemvariardevidoa: •Flutuaçãodetensão;

Ossinaispodemvariardevidoa:

•Flutuaçãodetensão;

•Harmônicasdecorrente;

•RFconduzidaseradiadas;

•Transitórios(conduçãoouradiação);

•CamposEletrostáticos;

•CamposMagnéticos;

•Reflexões;

•Crosstalk;

•Atenuações;

•Jitter(ruídodefase).

Asprincipaisfontesdeinterferênciassão:

•Acoplamentocapacitivo(interaçãodecamposelétricosentrecondutores);

•Acoplamentoindutivo(acompanhadasporumcampomagnético.Oníveldeperturbaçãodependedasvariaçõesde

corrente(di/dt)edaindutânciadeacoplamentomútuo);

•Conduçãoatravésdeimpedânciacomum(aterramento):Ocorrequandoascorrentesdeduasáreasdiferentes

passamporumamesmaimpedância.Porexemplo,ocaminhodeaterramentocomumdedoissistemas.

AcoplamentoCapacitivo

Oacoplamentocapacitivoérepresentadopelainteraçãodecamposelétricosentrecondutores.Umcondutorpassa

próximoaumafontederuído(perturbador),captaesteruídoeotransportaparaoutrapartedocircuito(vítima).Éo

efeitodecapacitânciaentredoiscorposcomcargaselétricas,separadasporumdielétrico,oquechamamosdeefeito

dacapacitânciamútua.Oefeitodocampoelétricoéproporcionalàfrequênciaeinversamenteproporcionalà

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

distância.Oníveldeperturbaçãodependedasvariaçõesdatensão(dv/dt)eovalordacapacitânciadeacoplamento

entreo“caboperturbador”eo“cabovítima”.Acapacitânciadeacoplamentoaumentacom:

•Oinversodafrequência:Opotencialparaacoplamentocapacitivoaumentadeacordocomoaumentoda frequência(areatânciacapacitiva,quepodeserconsideradacomoaresistênciadoacoplamentocapacitivo,diminui

deacordocomafrequência,epodeservistanafórmula:Xc=1/2πfC);

•Adistânciaentreoscabosperturbadoresevítimaeocomprimentodoscabosquecorrememparalelo;

•Aalturadoscaboscomrelaçãoaoplanodereferência(emrelaçãoaosolo);

•Aimpedânciadeentradadocircuitovítima(circuitosdealtaimpedânciadeentradasãomaisvulneráveis);

•Oisolamentodocabovítima(rdoisolamentodocabo),principalmenteparaparesdecabosfortementeacoplados.

Asfiguras12ae12bmostramexemplosdeacoplamentoscapacitivos.

figuras12a e 12b mostramexemplosdeacoplamentoscapacitivos. Na figura13

Nafigura13podemosveroacoplamentoesuasfontesdetensãoecorrenteemmodocomumediferencial.

Algumasmedidasparareduziroefeitodoacoplamentocapacitivo:

Algumasmedidasparareduziroefeitodoacoplamentocapacitivo:

•Limiteocomprimentodecaboscorrendoemparalelo;

•Aumenteadistânciaentreocaboperturbadoreocabovítima;

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

•Aterreumadasextremidadesdosshieldsnosdoiscabos;

•Reduzaodv/dtdosinalperturbador,aumentandootempodesubidadosinal,semprequepossível(baixandoa

frequênciadosinal).

Envolvasemprequepossívelocondutorouequipamentocommaterialmetálico(blindagemdeFaraday).Oidealé quecubracemporcentodaparteaserprotegidaequeseaterreestablindagemparaqueacapacitânciaparasita

entreocondutoreablindagemnãoatuecomoelementoderealimentaçãooudecrosstalk.Afigura14ilustraa

interferênciaentrecabos,ondeoacoplamentocapacitivoentrecabosinduztransiente(pickupseletrostáticos)de

tensão.

tensão.

Nestasituaçãoacorrentedeinterferênciaédrenadaaoterrapeloshield,semafetarosníveisdesinais.Afigura15

mostraexemplodeproteçãocontratransientes.

figura15 mostraexemplodeproteçãocontratransientes. Interferênciaseletrostáticaspodemserreduzidascom:

Interferênciaseletrostáticaspodemserreduzidascom:

•Aterramentoeblindagensadequadas;

•IsolaçãoÓptica;

•Usodecanaletasebandejamentosmetálicosaterrados.

Afigura16exibeacapacitânciadeacoplamentoentredoiscondutoresseparadosporumadistânciaD.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

AcoplamentoIndutivo

AcoplamentoIndutivo

O“caboperturbador”eo“cabovítima”sãoacompanhadasporumcampomagnético.Oníveldeperturbação

dependedasvariaçõesdecorrente(di/dt)edaindutânciadeacoplamentomútuo.Oacoplamentoindutivoaumenta

com:

•Afrequência:areatânciaindutivaédiretamenteproporcionalàfrequência(XL=2πfL);

•Adistânciaentreoscabosperturbadoresevítimaeocomprimentodoscabosquecorrememparalelo;

•Aalturadoscaboscomrelaçãoaoplanodereferência(emrelaçãoaosolo);

•Aimpedânciadecargadocabooucircuitoperturbador.Vejaafigura17.

figura17 .

Algumasmedidasparareduziroefeitodoacoplamentoindutivoentrecabos:

•Limiteocomprimentodecaboscorrendoemparalelo;

•Aumenteadistânciaentreocaboperturbadoreocabovítima;

•Aterreumadasextremidadesdosshieldsdosdoiscabos;

•Reduzaodv/dtdoperturbadoraumentandootempodesubidadosinal,semprequepossível(resistoresconectados

emsérieouresistoresPTCnocaboperturbador,anéisdeferritenosperturbadorese/oucabovítima).

Algumasmedidasparareduziroefeitodoacoplamentoindutivoentrecaboecampo:

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

•Limiteaalturahdocaboaoplanodeterra;

•Semprequepossívelcoloqueocabojuntoàsuperfíciemetálica;

•Usecabostrançados;

•UseferritesefiltrosdeEMI.Observeafigura18.

•UseferritesefiltrosdeEMI.Observea figura18 .

Algumasmedidasparareduziroefeitodoacoplamentoindutivoentrecaboeloopdeterra:

•Reduzaaaltura(h)eocomprimentodocabo;

•Semprequepossívelcoloqueocabojuntoàsuperfíciemetálica;

•Usecabostrançados;

•Emaltasfrequênciasaterreoshieldemdoispontos(cuidado!)eembaixasfrequênciasemumpontosó.

Acompanheafigura19.

Acompanhea figura19 . Agora,atenteparaa tabela1 .

Agora,atenteparaatabela1.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Asinterferênciaseletromagnéticaspodemserreduzidasatravésde:

•Cabotrançado(figura20

•Cabotrançado( figura20 ); •IsolaçãoÓptica;

•IsolaçãoÓptica;

•Canaletasebandejamentosmetálicosaterrados.

Figura21

•Canaletasebandejamentosmetálicosaterrados. Figura21

Paraminimizaroefeitodeinduçãodeve­seusarocabodepartrançadoqueminimizaaárea(S)ediminuioefeito

datensãoinduzidaVbemfunçãodocampoB,balanceandoosefeitos(médiadosefeitossegundoasdistâncias):

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Ocabodepartrançadoécompostoporparesdefios.Osfiosdeumparsãoenroladosemespiralafimde,atravésdo

efeitodecancelamento,reduziroruídoemanterconstantesaspropriedadeselétricasdomeioportodaasua

extensão.Oefeitodereduçãocomousodatrançatemsuaeficiênciaemfunçãodocancelamentodofluxo,chamada

deRt(emdB):

deRt(emdB): ondenéonúmerodevoltas/meléocomprimentototaldocabo.Veja

ondenéonúmerodevoltas/meléocomprimentototaldocabo.Vejafigura22.

figura22 .

Oefeitodecancelamentoreduzadiafonia(crosstalk)entreosparesdefiosediminuioníveldeinterferência

eletromagnética/radiofrequência.Onúmerodetrançasnosfiospodeservariadoafimdereduziroacoplamento

elétrico.Comsuaconstruçãoproporcionaumacoplamentocapacitivoentreoscondutoresdopar.

Temumcomportamentomaiseficazembaixasfrequências(<1MHz).Quandonãoéblindado,temadesvantagem

comoruídoemmodocomum.Parabaixasfrequências,istoé,quandoocomprimentodocaboémenorque1/20do

comprimentodeondadafrequênciadoruído,ablindagem(malhaoushield)apresentaráomesmopotencialem todasuaextensão,nestecasorecomenda­seconectarablindagememumsópontodeterra.Emaltasfrequências,

istoéquandoocomprimentodocaboémaiorque1/20docomprimentodeondadafrequênciadoruído,a

blindagemapresentaráaltasuscetibilidadeaoruídoenestecasorecomenda­sequesejaaterradanasduas

extremidades.

NocasoindutivoVruído=2πBAcosα,ondeBéocampoeαéoânguloemqueofluxocortaovetorárea(A)ouainda

emfunçãodaindutânciamútuaM:Vruído=2πfMI,ondeIéacorrentenocabodepotência.Ousodecabodepar

trançadoémuitoeficientedesdequeainduçãoemcadaáreadetorçãosejaaproximadamenteigualaindução adjacente.Seuusoéeficienteemmododiferencial,circuitosbalanceadosetembaixaeficiênciaembaixas frequênciasemcircuitosdesbalanceados.Emcircuitosdealtafrequênciacommultipontosaterrados,aeficiênciaé alta,umavezqueacorrentederetornotendeafluirpeloretornoadjacente.Contudo,emaltasfrequênciasemmodo

comumocabotempoucaeficiência.Afigura23detalhaasituaçãodoProfibus­DPeosloopsdeterra.

figura23 detalhaasituaçãodoProfibus­DPeosloopsdeterra.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Proteçãocomousodecanaletasmetálicas

VeremosaseguirousodecanaletasmetálicasnaminimizaçãodecorrentesdeFoucault,(figura24).

figura24 ).

Oespaçamentoentreascanaletasfacilitaaperturbaçãogeradapelocampomagnético.Alémdisso,esta

descontinuidadepodefacilitaradiferençadepotencialentrecadasegmentodacanaletaenocasodeumsurtode

correntegerado,porexemplo,porumadescargaatmosféricaouumcurto,afaltadecontinuidadenãopermitiráque

acorrentecirculepelacanaletadealumínioe,consequentemente,nãoprotegeráocaboProfibus.

Oidealéqueseunacadasegmentocomamaioráreadecontatopossível,oqueteráumamaiorproteçãoàindução

eletromagnéticaeaindaquesetenhaentrecadasegmentoumcondutordecadaladodacanaleta,comcomprimento

omenorpossível,paragarantirumcaminhoalternativoàscorrentescasohajaumaumentoderesistêncianas

junçõesentreossegmentos.

Comamontagemadequadadacanaletadealumínio,ocampo,aopenetrarnaplacadealumíniodacanaleta,

produzumfluxomagnéticovariávelemfunçãodotempo[f=a.sen(w.t)],dandoorigemaumaf.e.m.induzida[E=­

df/dt=a.w.cos(w.t)].Emfrequênciasaltas,af.e.m.induzidanaplacadealumínioserámaior,dandoorigemaum

campomagnéticomaior,anulandoquasequecompletamenteocampomagnéticogeradopelocabodepotência.

Esseefeitodecancelamentoémenorembaixasfrequências.Emaltas,ocancelamentoémaiseficiente.

Esseéoefeitodasplacasetelasmetálicasfrenteàincidênciadeondaseletromagnéticas;elasgeramseuspróprios

camposqueminimizamoumesmoanulamocampoatravésdelas,funcionandoassimcomoverdadeirasblindagens

àsondaseletromagnéticas.FuncionamcomoumagaioladeFaraday.

Certifique­sequeaschapaseosanéisdeacoplamentosejamfeitosdomesmomaterialqueascanaletas/bandejas

decabos.Protejaospontodeconexõescontracorrosãodepoisdamontagem,porexemplo,comtintadezincoou

verniz.

Emboraoscabossejamblindados,ablindagemcontracamposmagnéticosnãoétãoeficientequantoécontra

camposelétricos.Embaixasfrequências,osparestrançadosabsorvemamaiorpartedosefeitosdainterferência

eletromagnética.Jáemaltasfrequênciasessesefeitossãoabsorvidospelablindagemdocabo.Semprequepossível,

conecteasbandejasdecabosaosistemadelinhaequipotencial.

AterramentodeEquipamentosdeCampo

Agrandemaioriadosfabricantesdeequipamentosdecampocomotransmissoresdepressão,temperatura,

posicionadores,conversores,etc,recomendaoaterramentolocaldeseusprodutos.Écomumqueemsuascarcaças

existaum(oumais)terminaldeaterramento.

Aoseinstalarosequipamentos,normalmente,suascarcaçasestãoemcontatocomaparteestrutural,outubulações e,consequentemente,aterradas.Noscasosemqueacarcaçaéisoladadequalquerpontodaestrutura,os

fabricantesrecomendamoaterramentolocal,ondeaconselha­seumaconexãoamenorpossívelcomfioAWG12.

Nestecaso,deve­seterocuidadoemrelaçãoadiferençadepotencialentreopontoaterradoeopainelondese

encontraocontrolador(CLP).

Algunsfabricantesrecomendamaindaqueoequipamentofiqueflutuando,istoé,isoladodaestruturaequenãoseja

aterrado,evitandoosloopsdecorrente.Emrelaçãoasáreasclassificadas,recomenda­seconsultaras

regulamentaçõeslocais.Emequipamentosmicroprocessadosecomcomunicaçãodigital,algunsfabricantes

incorporamoutornamdisponívelosprotetoresdesurtosoutransientes.Estesproporcionamaproteçãoacorrentes

depicos,fornecendoumcaminhodedesviodebaixaimpedânciaparaopontodeterra.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Blindagem

Aterramentoeblindagemsãorequisitosmandatóriosparagarantiraintegridadedosdadosdeumaplanta.Émuito

comum,naprática,encontrarmosfuncionamentointermitenteeerrosgrosseirosemmediçõesdevidoàsmás

instalações.Osefeitosderuídospodemserminimizadoscomtécnicasadequadasdeprojetos,instalação,

distribuiçãodecabos,aterramentoeblindagens.Aterramentosinadequadospodemserfontesdepotenciais

indesejadoseperigososequepodemcomprometera

operaçãoefetivadeumequipamentoouoprópriofuncionamentodeumsistema.Ablindagem(shield)deveser

conectadaaopotencialdereferênciadosinalqueestáprotegendo,videfigura25.

figura25 .

Quandosetemmúltiplossegmentosdeve­semantê­losconectados,garantindoomesmopotencialdereferência,

conformeilustraafigura26.

conformeilustraa figura26 . EfeitoblindagemXAterramentoemumúnicoponto

EfeitoblindagemXAterramentoemumúnicoponto

Nestecaso,acorrentenãocircularápelamalhaenãocancelarácamposmagnéticos(figura27).Deve­se

minimizarocomprimentodocondutorqueseestendeforadablindagemegarantirumaboaconexãodoshieldao

terra.

terra. EfeitoblindagemXAterramentoemdoispontos

EfeitoblindagemXAterramentoemdoispontos

Ocorreumadistribuiçãodascorrentes,emfunçãodassuasfrequências,poisacorrentetendeaseguirocaminhode

menorimpedância(figura28).

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

AtéalgunskHz:areatânciaindutivaédesprezíveleacorrentecircularápelocaminhodemenorresistência.

AcimadekHz:hápredominânciadareatânciaindutivae,comisto,acorrentecircularápelocaminhodemenor

indutância.

Ocaminhodemenorimpedânciaéaquelecujopercursoderetornoépróximoaopercursodeida,porapresentar

maiorcapacitânciadistribuídaemenorindutânciadistribuída.Deve­seminimizarocomprimentodocondutorque

seestendeforadablindagemegarantirumaboaconexãodoshieldaoterra.Valecitarnestecaso:

•Nãoháproteçãocontraloopsdeterra;

•Danosaosequipamentosativospossivelmentesignificativosquandoadiferençadepotencialdeterraentreambos

osextremosultrapassar1V(rms);

•Aresistênciaelétricadoaterramentodeveseramaisbaixapossívelemambososextremosdosegmentopara

minimizarosloopsdeterra,principalmenteembaixasfrequências;

•Ablindagemdecaboséusadaparaeliminarinterferênciasporacoplamentocapacitivodevidasacamposelétricos;

•Ablindagemsóéeficientequandoestabeleceumcaminhodebaixaimpedânciaparaoterra;

•Umablindagemflutuantenãoprotegecontrainterferências;

•Amalhadeblindagemdeveserconectadaaopotencialdereferência(terra)docircuitoqueestásendoblindado;

•Aterrarablindagememmaisdeumpontopodeserproblemático.

Deve­seminimizarcomprimentodaligaçãoblindagem­referência,poisfuncionacomoumabobina(figura29).

figura29 ).

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Camposelétricossãomuitomaisfáceisdeblindardoquecamposmagnéticos,eousodeblindagensemumoumais

pontosfuncionacontracamposelétricos.Ousodemetaisnãomagnéticosemvoltadecondutoresnãoblindacontra

camposmagnéticos.Achaveparablindagemmagnéticaéreduziraáreadeloop.Utiliza­seumpartrançadoouo

retornodecorrentepelablindagem.

Parapreveniraradiaçãodeumcondutor,umablindagematerradaemambososladoségeralmenteutilizadaacima

dafrequênciadecorte,porémalgunscuidadosdevemsertomados.Apenasumaquantidadelimitadaderuído

magnéticopodeserblindadadevidoaoloopdeterraformado.Qualquerblindagemnaqualfluacorrentederuído

nãodeveserpartedocaminhoparaosinal.Utilizeumcabotrançadoblindadoouumcabotriaxialembaixas

frequências.Aefetividadedablindagemdocabotrançadoaumentacomonúmerodevoltasporcm.

Aterramentoemáreasclassificadas

Recomenda­severificaraNBR5418paraaterramentoeligaçãocomsistemaequipotencialdesistemas

intrinsecamenteseguros.Umcircuitointrinsecamentesegurodeveestarflutuando,ouestarligadoaosistema

equipotencialassociadocomaáreaclassificadaemsomenteumponto.

Oníveldeisolaçãorequerido(excetoemumponto)deveserprojetadoparasuportar500Vnoensaiodeisolaçãode

acordocom6.4.12daIEC60079­11.Quandoesterequisitonãoforatendido,entãoocircuitodeveserconsiderado

aterradonaqueleponto.Maisdeumaconexãoaoterraépermitidanocircuito,desdequeocircuitosejadivididoem subcircuitosgalvanicamenteisolados,ecadaqualestejaaterradosomenteemumponto.Blindagensdevemser

conectadasaterraouàestruturadeacordocomaABNTNBRIEC60079­14.

Semprequepossível,conecteasbandejasdecabosaosistemadelinhaequipotencial.Asmalhas(Shield)devemser aterradasemumúnicopontonocondutordeequalizaçãodepotencial.Sehouvernecessidade,porrazões funcionais,deoutrospontosdeaterramento,épermitidoquesejamfeitospormeiodepequenoscapacitoresdetipo

cerâmico,inferioresa1nFepara1500V,desdequeasomatóriadascapacitânciasnãoultrapasse10nF.

Nuncainstaleumdispositivoquetenhasidoinstaladoanteriormentesemumabarreiraintrinsecamenteseguraem

umsistemaintrinsecamenteseguro,poisozenerdeproteçãopodeestarqueimadoenãovaiatuaremáreas

intrinsecamenteseguras.

CuidadoserecomendaçõescomoaterramentoeshieldnobarramentoPROFIBUS­PA

Aoconsideraraquestãodeshieldeaterramentoembarramentosdecampo,deve­selevaremconta:

•Acompatibilidadeeletromagnética(EMC);

•Proteçãocontraexplosão;

•Proteçãodepessoas.

DeacordocomaIEC61158­2,aterrarsignificaestarpermanentementeconectadoaoterraatravésdeuma

impedânciasuficientementebaixaecomcapacidadedeconduçãosuficienteparaprevenirqualquertensãoque

possaresultaremdanosdeequipamentosoupessoas.Linhasdetensãocom0voltdevemserconectadasaoterrae

seremgalvanicamenteisoladasdobarramentoFieldbus.

Preferencialmente,oshielddeveseraterradoemdoispontos,noinícioefinaldebarramento,desdequenãohaja

diferençadepotencialentreestespontos,permitindoaexistênciaecaminhosacorrentedeloop.Naprática,

quandoestadiferençaexiste,recomenda­seaterrarshieldsomenteemumponto,ouseja,nafontedealimentação

ounabarreiradesegurançaintrínseca.

Deve­seasseguraracontinuidadedablindagemdocaboemmaisdoque90%docomprimentototaldocabo.O

shielddevecobrircompletamenteoscircuitoselétricosatravésdosconectores,acopladores,splicesecaixasde

distribuiçãoejunção.Nuncasedeveutilizaroshieldcomocondutordesinal.Éprecisoverificarasuacontinuidade

atéoúltimoequipamentoPAdosegmento,analisandoaconexãoeacabamento,poisestenãodeveseraterradonas

carcaçasdosequipamentos.

Emáreasclassificadas,seumaequalizaçãodepotencialentreaáreaseguraeáreaperigosanãoforpossível,o shielddeveserconectadodiretamenteaoterra(EquipotentialBondingSystem)somentenoladodaáreaperigosa. Naáreasegura,oshielddeveserconectadoatravésdeumacoplamentocapacitivo(capacitorpreferencialmente

cerâmico(dielétricosólido),C<=10nF,tensãodeisolação>=1,5kV).Vejaasfiguras30e31.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

AIEC61158­2recomendaquesetenhaaisolaçãocompleta.EstemétodoéusadoprincipalmentenosEstados

UnidosenaInglaterra.Nestecaso,oshieldéisoladodetodososterras,anãoseropontodeterradonegativoda

fonteoudabarreiradesegurançaintrínsecadoladoseguro.Oshieldtemcontinuidadedesdeasaídadocoupler

DP/PA,passapelascaixasdejunçõesedistribuiçõesechegaatéosequipamentos.Ascarcaçasdosequipamentos

sãoaterradasindividualmentedoladonãoseguro.Estemétodotemadesvantagemdenãoprotegerossinais

totalmentedossinaisdealtafrequênciae,dependendodatopologiaecomprimentodoscabos,podegerarem

algunscasosaintermitênciadecomunicação.Recomenda­senestescasosousodecanaletasmetálicas.Umaoutra

formacomplementaràprimeira,seriaaindaaterrarascaixasdejunçõeseascarcaçasdosequipamentosemuma

linhadeequipotencialdeterra,doladonãoseguro.Osterrasdoladonãosegurocomoladosegurosãoseparados.

Acondiçãodeaterramentomúltiplotambémécomum,ondesetemumaproteçãomaisefetivaàscondiçõesdealta frequênciaeruídoseletromagnéticos.EstemétodoépreferencialmenteadotadonaAlemanhaeemalgunspaísesda Europa.Nestemétodo,oshieldéaterradonopontodeterradonegativodafonteoudabarreiradesegurança intrínsecadoladoseguroealémdisso,noterradascaixasdejunçõesenascarcaçasdosequipamentos,sendoestas tambématerradaspontualmente,noladonãoseguro.Umaoutracondiçãoseriacomplementaraesta,porémos terrasseriamaterradosemconjuntoemumalinhaequipotencialdeterra,unindooladonãoseguroaoladoseguro.

Vejaafigura32.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Paramaisdetalhes,sempreconsultarasnormasdesegurançadolocal.Recomenda­seutilizaraIEC60079­14

comoreferênciaemaplicaçõesemáreasclassificadas.

CuidadoserecomendaçõescomoaterramentoeshieldnobarramentoPROFIBUS­DP

Oshield(amalha,assimcomoalâminadealumínio)deveserconectadoaoterrafuncionaldosistemaemtodasas

estações(viaconectorecaboDP),detalformaaproporcionarumaamplaáreadeconexãocomasuperfície

condutivaaterrada.

Amáximaproteçãosedácomostodosospontosaterrados,ondeseproporcionaumcaminhodebaixaimpedância aossinaisdealtafrequência.Emcasosondesetemumdiferencialdetensãoentreospontosdeaterramento recomenda­sepassarjuntoaocabeamentoumalinhadeequalizaçãodepotencial(aprópriacalhametálicapode

serusadaouporexemploumcaboAWG10­12).Vejafigura33.

serusadaouporexemploumcaboAWG10­12).Veja figura33 .

Emtermosdecabeamento,érecomendadoopardefiostrançadoscom100%decoberturadoshield.Asmelhores

condiçõesdeatuaçãodoshieldsedãocompelomenos80%decobertura.

Quandosefalaemshieldeaterramento,napráticaexistemoutrasmaneirasdetrataresteassunto,ondehámuitas

controvérsias,comoporexemplo,oaterramentodoshieldpodeserfeitoemcadaestaçãoatravésdoconector9­pin

subD(vejafigura34),ondeacarcaçadoconectordácontatocomoshieldnestepontoeaoconectarnaestaçãoé

aterrado.Estecaso,porém,deveseranalisadopontualmenteeverificadoemcadapontoagraduaçãodepotencial

dosterrasesenecessário,equalizarestespontos.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Emáreasperigosasdeve­sesemprefazerousodasrecomendaçõesdosórgãoscertificadoresedastécnicasde instalaçãoexigidaspelaclassificaçãodasáreas.Umsistemaintrinsecamentesegurodevepossuircomponentesque devemseraterradoseoutrosquenão.Oaterramentotemafunçãodeevitaroaparecimentodetensõesconsideradas insegurasnaáreaclassificada.Naáreaclassificadaevita­seoaterramentodecomponentesintrinsecamente seguros,amenosqueomesmosejanecessárioparafinsfuncionais,quandoseempregaaisolaçãogalvânica.A

normalizaçãoestabeleceumaisolaçãomínimade500Vca.Aresistênciaentreoterminaldeaterramentoeoterra

dosistemadeveserinferiora1.NoBrasil,aNBR­5418regulamentaainstalaçãoematmosferaspotencialmente

explosivas.

Umoutrocuidadoquedevesertomadoéoexcessodeterminação.Algunsdispositivospossuemterminaçãoon­

board.Afigura35apresentadetalhesdecabeamento,shieldeaterramentoquandosetemáreasdistintas.

Quantoaoaterramento,recomendaseagruparcircuitoseequipamentoscomcaracterísticassemelhantesderuído emdistribuiçãoemsérieeunirestespontosemumareferênciaparalela.Recomendaaterrarascalhase bandejamentos.Umerrocomuméousodeterradeproteçãocomoterradesinal.Valelembrarqueesteterraémuito ruidosoepodeapresentaraltaimpedância.Éinteressanteousodemalhasdeaterramento,poisapresentambaixa impedância.Condutorescomunscomaltasfrequênciasapresentamadesvantagemdeteremaltaimpedância.Os loopsdecorrentesdevemserevitados.Osistemadeaterramentodeveservistocomoumcircuitoquefavoreceofluxo

decorrentesobamenorindutânciapossível.Ovalordeterradevesermenordoque10Ω.

LayoutePainéisdeautomaçãoeelétricos

•Nãoaproximarocaboderedescomoscabosdealimentaçãoesaídadosinversores,evitando­seassim,acorrente

demodocomum.Semprequepossívellimitarotamanhodoscabos,evitandocomprimentoslongoseainda,as

conexõesdevemserasmenorespossíveis;

•Caboslongoseparalelosatuamcomoumgrandecapacitor;

•Aboapráticadelayoutempainéispermitequeacorrentederuídofluaentreosdutosdesaídaedeentrada,ficando

foradarotadossinaisdecomunicaçãoecontroladores;

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

•Todasaspartesmetálicasdoarmário/gabinetedevemestareletricamenteconectadascomamaioráreade

contato;

•Deve­seutilizarbraçadeiraeaterrarasmalhas(shield)doscabos;

•Cabosdecontrole,comandoedepotênciadevemestarfisicamenteseparados(>30cm);

•Semprequepossível,utilizarplacasdeseparaçãoeaterradas;

•Contatores,solenoideseoutrosdispositivos/assessórioseletromagnéticosdevemserinstaladoscomdispositivos

supressores,taiscomo:snubbers(Rcs,ossnubberspodemamorteceroscilações,controlarataxadevariaçãoda

tensãoe/oucorrente,egrampearsobretensões),diodosouvaristores;

•Evitarcomprimentosdefiaçãodesnecessários,assimdiminuem­seascapacitânciaseindutânciasde

acoplamento;

•Seutilizadaumafonteauxiliar24Vccparaodrive,estadeveserdeaplicaçãoexclusivaaoinversorlocal.

NãoalimenteoutrosdispositivosDPcomafontequealimentaoinversor.Oinversoreosequipamentosde

automaçãonãodevemserconectadosdiretamenteemumamesmafonte.

Algumasdicasgeraisenvolvendopainéisdecontrole,CCMseinstrumentação

Recomenda­seousodefiltroRFIequesempreseconecteestefiltroomaispróximopossíveldafontederuído(entreofiltroRFI

eodrive).

Nuncamisturecabosdeentradaedesaída.

Todososmotoresacionadosporinversoresdevemseralimentadospreferencialmentecomcabosblindadosaterradosnasduas

extremidades.Estaéarecomendaçãodetodososfabricantesdeinversores.Valelembrarqueasfrequênciasdecomutação

variamde1ka35kHz,normalmente30kHz,oquepodeinfluenciaremuitooFFeProfibus­PA.

Semprequepossível,utilizartrafoisoladorparaaalimentaçãodosistemadeautomação.

UtilizerepetidoresemCCMsisolandogalvanicamente,evitandodiferenciaisdeterra.

ParaatenderasexigênciasdeproteçãodeEMItodososcabosexternosdevemserblindados,excetooscabosdealimentação

darede.Amalhadeblindagemdevesercontínuaenãopodeserinterrompida.

Certifique­sedequecabosdediferenteszonasestãoroteadosemdutosseparados.Dentrodopainel,criezonasdistintase

recomeda­seatéterchapasseparadorasqueserviramdeblindagem.

Certifique­sedequeoscabossecruzamemângulosretosafimdeminimizaracoplamentos.

Usecabosquepossuamvaloresdeimpedânciadetransferênciaosmaisbaixospossíveis.

Noscabosdecontrolerecomenda­seinstalarumpequenocapacitor(100nFa220nF)entreablindagemeoterraparaevitar

circuitoACderetornoaoterra.Essecapacitoratuarácomoumsupressordeinterferência.Masaorientaçãoésempreconsultar

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

osmanuaisdosfabricantesdosinversores.

Escolherinversorescomtoroidesouadicionartoroides(Commonmodechoke)nasaídadoinversor.

Utilizarcaboisoladoeblindado(4vias)entreoinversoreomotoreentreosistemadealimentaçãoatéoinversor.

Tentartrabalharcomafrequênciadechaveamentoamaisbaixapossível.

Sempreaterreacarcaçadomotor.Façaoaterramentodomotornopainel,ondeoinversorestáinstaladoounopróprioinversor.

Inversoresgeramcorrentesdefugaenestescasos,pode­seintroduzirumreatordelinhanasaídadoinversor.

Osreatoresdelinhaconstituemummeiosimplesebaratoparaaumentaraimpedânciadafontedeumacargaisolada(comoum

comandodefrequênciavariável,nocasodosinversores).

Osreatoressãoconectadosemsérieàcargageradoradeharmônicaseaoaumentaraimpedânciadafonte,amagnitudeda

distorçãoharmônicapodeserreduzidaparaacarganaqualoreatoréadicionado.Aquiserecomendaconsultaromanualdo

inversoreverificarsuasrecomendações.

OidealéterindutordeentradaincorporadoefiltroRFI/EMCparafuncionarcomoumaproteçãoamaisparaoequipamentoe

comoumfiltrodeharmônicasparaaredeelétrica,ondeomesmoencontra­seligado.

AprincipalfunçãodofiltroRFIdeentradaéreduzirasemissõesconduzidasporradiofrequênciaàsprincipaislinhasde

distribuiçãoeaosfios­terra.OFiltroRFIdeentradaéconectadoentrealinhadealimentaçãoCAdeentradaeosterminaisde

entradadoinversor.

Ondasrefletidas:seaimpedânciadocaboutilizadonãoestivercasadacomadomotor,acontecerãoreflexões.Valelembrarque

ocaboentreoinversoreomotorapresentaumaimpedânciaparaospulsodesaídadoinversor(achamadaSurgeImpedance).

Nestescasostambémserecomendareatores.

Cabosespeciais:outrodetalheimportanteequeajudaaminimizarosefeitosdosruídoseletromagnéticosgeradosem

instalaçõescominversoresemotoresACéousodecabosespeciaisqueevitamoefeitocoronadedescargasquepodem

deteriorararigidezdielétricadaisolação,permitindoapresençadeondasestacionáriaseatransferênciaderuídosparaamalha

deterras.Outracaracterísticaconstrutivadealgunscaboséaduplablindagem,queémaiseficientenaproteçãoàEMI.

Emtermosdarededigitais,distanciá­ladoinversor,ondeossinaisvãoparaosmotoresecolocarrepetidoresisolandoasáreas.

VerificarsehánecessidadedesecolocarnosinversorescapacitoresdemodocomumnobarramentoCC.

Asespecificaçõesdebitoladocaboeasrecomendaçõesnormalmentesãobaseadasem75°C.Nãoreduzaabitoladofio

quandousarumfiodetemperaturamaior.Asbitolasmínimaemáximadependemdacorrentenominaldoinversoredas

limitaçõesfísicasdosblocosdeterminais.

O(s)conector(es)deaterramentodeve(m)serclassificadosdeacordocomacapacidademáximadacorrentedoinversor.

ParaaplicaçõesdeinversorCAdefrequênciavariávelquedevemcumprirospadrõesdeEMC,recomenda­sequeomesmotipo

decaboblindadoespecificadoparaosmotoresCAsejausadoentreoinversoreotransformador.

Mantenhaoscomprimentosdecabodomotordentrodoslimitesestabelecidospelomanualdousuáriodoinversor.Podem

ocorrerváriosproblemas,inclusivenacorrentedecargadocaboenoesforçoportensãodeondarefletida.

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

AsE/Sdiscretascomo,porexemplo,oscomandosdepartidaeparada,podemserconectadasaoinversorcomvárioscabos.A

blindagemdocaboérecomendável,umavezquepodeajudarnareduçãodoruídodeacoplamentocruzadodoscabosde

alimentação.Condutores­padrãoindividuaisqueatendemàsespecificaçõesgeraisemrelaçãoaotipo,àtemperatura,àbitolae

aoscódigosaplicáveissãoaceitáveis,casosejamafastadosdoscabosdealtatensãoparaminimizaroacoplamentoderuído.

Noentanto,ainstalaçãodocabomulticondutorpodesermaisbarata.

Estejaatentoàisolaçãodoscabos.Normalmente,devesermaiorque300V.

Paraaplicaçõescomváriosmotores,examineainstalaçãocomcuidado.Emgeral,amaioriadasinstalaçõesnãotemnenhum

problema.Noentanto,correntesdecargaemcabocompicoselevadospodemcausarsobrecorrentesnoinversoroufaltasà

terra.

QuandohouverterminaisTEePE,aterre­osseparadamentenopontomaispróximonopainelusandoumamalhatrançada.Caso

sejausadoumfio­terraPEdopainel,eledeveestarconectadonomesmoladodopainelqueasconexõesdo

eletroduto/armadura.IssomantémoruídoemmodocomumafastadodobackplanedoCLP.

Blindagensdocabo:

Cabosdemotoredeentrada

Asblindagensdoscabosdemotoredeentradadevemserligadasemambasasextremidadesparaoferecerumcaminho

contínuoparaacorrentederuídoemmodocomum.

Cabosdecontroleedesinal

Asblindagensdoscabosdecontroledevemserconectadasapenasemumaextremidade.Aoutraextremidadedevesercortada

eisolada.

Ablindagemdeumcaboentredoisgabinetesdeveserconectadaaogabinetequecontémafontedosinal.

Ablindagemdeumcaboentreumgabineteeumdispositivoexternodeveserconectadanaextremidadedogabinete,amenos

quandoespecificadoemcontráriopelofabricantedodispositivoexterno.

Jamaisconecteumablindagemaoladocomumdeumcircuitodelógica(issolevaráruídoaocircuitodelógica).Conectea

blindagemdiretamenteaoaterramentodorack.

Aoencaminharafiaçãoatéoinversor,separeosfiosdealtatensãoeoscondutoresdomotordoscondutoresdeE/Sedesinal.

Paramantê­losseparados,encaminhe­osporumeletrodutoseparadoouusedivisoresdebandeja.

Nãoencaminhemaisde3conjuntosdecondutoresdemotor(3inversores)pelomesmoeletroduto.Mantenhaoslimitesde

preenchimentodoeletrodutodeacordocomoscódigoselétricosaplicáveis.Nãopassecondutoresdemotoroucabosde

alimentaçãooudecomunicaçãopelomesmoeletroduto.Sepossível,evitepassargrandesextensõesdefiosdeforçadeentrada

econdutoresdemotorpelomesmoeletroduto.

Emrelaçãoaosbandejamentos,disponhacuidadosamenteageometriademúltiplosconjuntosdecabos.Mantenhaos

condutoresdecadagruponomesmopacote.Disponhaoscondutoresdeformaaminimizarascorrentesinduzidasentreos

conjuntoseequilibrá­las.Issoécríticoeminversorescompotênciasnominaisde200HP(150kW),emais,mantenhaoscabos

dealimentaçãoedecontroleseparados.Aodisporbandejasparacabosparainversoresgrandes,verifiqueseabandejaouo

eletrodutoquecontémafiaçãodesinalfiquea30cmoumaisdaquecontémafiaçãodomotoroudeforça.Oscampos

eletromagnéticosdascorrentesdemotoroudealimentaçãopodeminduzircorrentesnoscabosdesinal.Osdivisorestambém

oferecemumaexcelenteseparação.

Façaaterminaçãodasconexõesdealimentação,demotoredecontrolenosblocosdeterminaisdoinversor.

Embaixasfrequências,deníveisdeCCaté1MHz,ablindagemdocabopodeseraterradaemumaúnicaextremidadedocaboe

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

oferecerumaboarespostaquantoaosefeitosdainterferênciaeletromagnética.Emfrequênciasmaisaltas,recomenda­seaterrar

ablindagemdocaboemambasasextremidadesdocabo.Nessescasos,émuitoimportantequeasdiferençasdepotencialde

terraemambosospontosdeconexãoaoaterramentosejamasmínimaspossíveis.Adiferençaemtensão,entreambosos

extremosdeveser,nomáximo,de1V(rms)paraqueosefeitosdosloopsdeterrasejamminimizados.Étambémimportante

considerarque,emaltasfrequências,háacapacitânciaparasitadeacoplamentoquetendeacompletaroloopquandoa

blindagemestáaterradaemumúnicoextremodocabo.

Conclusão

Vimosnesteartigováriosdetalhessobreaterramento,blindagens,ruídos,interferências,etc.Todoprojetode

automaçãodevelevaremcontaospadrõesparagarantirníveisdesinaisadequados,assimcomo,asegurança

exigidapelaaplicação.Recomenda­sequeanualmentesetenhaaçõespreventivasdemanutenção,verificandocada

conexãoaosistemadeaterramento,ondedeve­seasseguraraqualidadedecadaconexãoemrelaçãoàrobustez,

confiabilidadeebaixaimpedância(deve­segarantirquenãohajacontaminaçãoecorrosão).

*MatériaoriginalmentepublicadanarevistaMecatrônicaAtual;Ano:10;N°53;Set/Out­2011

13/04/2015

DicasdeblindagemeaterramentoemAutomaçãoIndustrial­MecatrônicaAtual::Automaçãoindustrialdeprocessosemanufatura

Copyright©2013EditoraSaberLtda.Todososdireitosreservados.

RuaJacintoJosédeAraújo,315­Tatuapé­CEP:03087­020­SãoPaulo­SP­ Brasil

Tel.:+55112095­5333­HoráriodeExpediente:08:30às17:30­(segundaàsexta­feira)