Sei sulla pagina 1di 13
R·dio R·dio - uma fonte de imaginaÁ„o AA eessttrruuttuurraa ddoo tteexxttoo rraaddiiooffÙÙnniiccoo Profa Dra
R·dio
R·dio - uma fonte de imaginaÁ„o
AA eessttrruuttuurraa ddoo tteexxttoo rraaddiiooffÙÙnniiccoo
Profa Dra Paula Renata Camargo de Jesus
R·dio Algumas caracterÌsticas ï … o meio de comunicaÁ„o de massa com maior abrangÍncia social.
R·dio
Algumas caracterÌsticas
ï … o meio de comunicaÁ„o de massa com
maior abrangÍncia social.
ï ComunicaÁ„o ìsem imagensî (sonoridade
que leva ‡ imaginaÁ„o).
ï … acessÌvel (aparelhos de r·dio variados em
tamanhos e preÁos).
ï Permite velocidade de informaÁ„o.
ï A programaÁ„o de cada emissora
varia bastante (popular, notÌcias, etc).
R·dio Apresentadores -AM (comunicador) PredomÌnio de programas populares, de notÌcias e da narraÁ„o esportiva.
R·dio
Apresentadores
-AM (comunicador)
PredomÌnio de programas populares, de notÌcias e da
narraÁ„o esportiva.
-FM (locutor)
ProgramaÁ„o musical variada. Programas humorÌsticos
e apresentadores de m˙sicas.
- R·dio na WEB (particularidades)
R·dio Alguns tipos de propaganda no r·dio Jingle Propaganda cantada. ComposiÁ„o produzida especialmente para o
R·dio
Alguns tipos de propaganda no r·dio
Jingle
Propaganda cantada. ComposiÁ„o produzida especialmente
para o anunciante.
Spot
Propaganda interpretada por meio da narraÁ„o, baseada
em texto. Com efeitos sonoros e/ou fundo musical.
Spot ìsecoî
LocuÁ„o sem apoio sonoro
(efeitos e/ou fundo musical).
R·dio Testemunhal O locutor ou comunicador aceita o produto e emite opini„o pessoal a respeito.
R·dio
Testemunhal
O locutor ou comunicador aceita o produto
e emite opini„o pessoal a respeito.
Texto-foguete
A marca e/ou slogan È inserida na narraÁ„o, no contexto.
Exemplo: narraÁ„o de uma partida de futebol.
Programete
Programa curto, especÌfico e din‚mico.
Permite patrocÌnio e merchandising.
R·dio Considerar na criaÁ„o e na produÁ„o do spot: ï Secundagem tempo: 15î, 30î, 45î,
R·dio
Considerar na criaÁ„o e na produÁ„o do spot:
ï Secundagem
tempo: 15î, 30î, 45î, 60î (spot ou jingle)
Em programas e/ou programetes: 5 em 5,
10 em 10 minutos, com intervalo (break/ comercial).
- BG /fundo musical e efeitos sonoros.
R·dio Na elaboraÁ„o do texto È importante considerar: ï Frases curtas. ï O ritmo (manter
R·dio
Na elaboraÁ„o do texto È importante
considerar:
ï Frases curtas.
ï O ritmo (manter o ritmo È importante, rever a
pontuaÁ„o).
ï Estrutura b·sica do texto: IntroduÁ„o ( inserir
elementos sonoros que despertem atenÁ„o).
Desenvolvimento ( È a maior parte do texto,
conte˙do). Desfecho (situaÁ„o final que pode levar ‡
aÁ„o).
ï Leitura do texto em voz alta, com interpretaÁ„o.
ï Direcionamento ao ouvinte. Imaginar
que o mesmo est· ouvindo sozinho.
… interessante o ìvocÍî.
R·dio ï AtenÁ„o especial com o RepertÛrio do p˙blico ouvinte. ï … importante conhecer e
R·dio
ï AtenÁ„o especial com o RepertÛrio do p˙blico ouvinte.
ï … importante conhecer e utilizar palavras do universo do
p˙blico, do ouvinte.
ï A interpretaÁ„o na locuÁ„o, m˙sicas/efeitos sonoros
devem ser bem cuidados.
ï R·dio È imaginaÁ„o, envolvimento. O ìburacoî e o
ìsilÍncioî, ausÍncia de som, s„o perigosos.
ï Evitar as palavras: ìvejaî, ìrepareî, ìolheî,
ìobserveî.
R·dio Modelos de lauda em r·dio ï UMA LINHA equivale a, aproximadamente, 70 toques =
R·dio
Modelos de lauda em r·dio
ï UMA LINHA equivale a, aproximadamente, 70 toques =
5î(segundos). Fonte: TIMES ou ARIAL. Corpo 12, caixa alta
(mai˙scula).
ï Os modelos de laudas ( a seguir ) podem ser utilizados na
elaboraÁ„o do texto e na apresentaÁ„o de: Spot,
Testemunhal, Boletim, Programas e Programetes.
O primeiro modelo È bom para se ter uma noÁ„o de tempo.
Lauda de r·dio modelo 1 R·dio Cliente: TÈcnica/ Tempo: LOCU« O: FUNDO Musical: 5íí XXXXXXX
Lauda de r·dio
modelo 1
R·dio
Cliente:
TÈcnica/
Tempo:
LOCU« O:
FUNDO Musical:
5íí XXXXXXX
XXXX ( 70 toques/ corpo 12/ TIMES ou ARIAL)
10íí XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
15íí XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
20íí
25î
30íí
Lauda de r·dio ñ modelo 2 R·dio REDATOR DATA PROGRAMA MAT…RIA TEMPO T…C SOLTA BG
Lauda de r·dio ñ modelo 2
R·dio
REDATOR
DATA
PROGRAMA
MAT…RIA
TEMPO
T…C
SOLTA BG 3
CD 1 FX 2 TRILHA ABERTURA
LOC 1
TEC
LOC 2
SE SUA PELE ANDA RESSECADA, SEM BRILHO E MARCADA POR LINHAS
DE EXPRESS O, ENT O ELA PRECISA DE MAIS ATEN« O.
SOBE E DESCE BG
TEC
CREME DE ROSAS … AATEN« O MAIS ACERTADA PRA SUA PELE
CREME DE ROSAS LIMPA PROFUNDAMENTE A PELE, REVITALIZANDO AS
C…LULAS E SUAVIZANDO REGULARMENTE A CAMADA EXTERIOR DA PELE.
CREME DE ROSAS: O TRATAMENTO CORRETO DE BELEZA PARA A SUA
PELE.
SOBE , DESCE E CORTA BG ENCERRA
R·dio Sugest„o de Bibliografia: R·dio: oralidade mediatizada. J˙lia L˙cia de Oliveira Albano da Silva. Edit.
R·dio
Sugest„o de Bibliografia:
R·dio: oralidade mediatizada. J˙lia L˙cia de Oliveira Albano da
Silva. Edit. Annablume
Versos, sons e ritmos. Norma Goldstein. Edit. £tica
EstratÈgias de persuas„o: em textos jornalÌsticos,
liter·rios e publicit·rios. ElÍusis Camocardi e
Suely Flory. Edit. Arte e CiÍncia
R·dio Spots e jingles
R·dio
Spots e jingles