Sei sulla pagina 1di 2

RECOMENDAÇÕES NA TRANSMISSÃO DE CARGO (VADE-MÉCUM 02 – Passagem de Comando)

SITUAÇÃO ATUAL

- o comandante substituído proferirá as seguintes palavras: - “ENTREGO O COMANDO (CHEFIA OU DIREÇÃO) DO SEPTUAGÉSIMO OITAVO BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO – BATALHÃO CORONELJUVÊNCIO (ORGANIZAÇÃO MILITAR – DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER) AO (EXMO) SENHOR CORONEL JOÃO MENDES FARIAS (POSTO E NOME COMPLETO)”;

- o comandante substituto proferirá as seguintes palavras: - “ASSUMO O COMANDO (CHEFIA OU DIREÇÃO) DO SEPTUAGÉSIMO OITAVO BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO – BATALHÃO CORONELJUVÊNCIO (ORGANIZAÇÃO MILITAR – DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER).

ALTERAÇÃO

- o comandante sucedido proferirá as seguintes palavras: - “ENTREGO O CARGO DE COMANDANTE (CHEFE OU DIRETOR) DO SEPTUAGÉSIMO OITAVO BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO – BATALHÃO CORONEL JUVÊNCIO (ORGANIZAÇÃO MILITAR – DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER), AO (EXMO) SENHOR CORONEL JOÃO MENDES FARIAS (POSTO E NOME COMPLETO)”;

- o comandante sucessor proferirá as seguintes palavras: - “ASSUMO O CARGO DE COMANDANTE (CHEFE OU DIRETOR) DO SEPTUAGÉSIMO OITAVO BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO – BATALHÃO CORONEL JUVÊNCIO (ORGANIZAÇÃO MILITAR – DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER).

- o comandante sucedido proferirá as seguintes palavras: - “ENTREGO O CARGO DE COMANDANTE MILITAR DO SUDESTE (DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER) AO EXMO SENHOR GENERAL-DE-EXÉRCITO DURVAL CAMPOS”;

- o comandante sucessor proferirá as seguintes palavras: - “ASSUMO O CARGO DE COMANDANTE MILITAR DO SUDESTE (DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER).

Para a transmissão de outros cargos que não sejam de comando, chefia ou direção, deverão ser adotados os seguintes exemplos:

- “ENTREGO O CARGO DE SECRETÁRIO DE ECONOMIA E FINANÇAS (DENOMINAÇÃO

HISTÓRICA, SE HOUVER) AO EXMO SENHOR GENERAL-DE-EXÉRCITO DURVAL CAMPOS”;

- “ENTREGO O CARGO DE TERCEIRO SUBCHEFE DO COMANDO DE OPERAÇÕES TERRESTRES

(DENOMINAÇÃO

DURVAL CAMPOS”;

GENERAL-DE-BRIGADA

HISTÓRICA,

SE

HOUVER)

AO

EXMO

SENHOR

- “ENTREGO O CARGO DE VICE-CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO

(DENOMINAÇÃO

DURVAL CAMPOS”;

- “ENTREGO O CARGO DE SUBDIRETOR TÉCNICO DA DIRETORIA DE SAÚDE (DENOMINAÇÃO HISTÓRICA, SE HOUVER) AO EXMO SENHOR GENERAL-DE-BRIGADA DURVAL CAMPOS”;

GENERAL-DE-EXÉRCITO

HISTÓRICA,

SE

HOUVER) AO

EXMO

SENHOR

- “ENTREGO O CARGO DE ADIDO JUNTO À EMBAIXADA DO BRASIL NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA E CANADÁ AO EXMO SENHOR GENERAL-DE-BRIGADA DURVAL CAMPOS”; E

- “ENTREGO O CARGO DE ASSESSOR ESPECIAL DE ORÇAMENTO E FINANÇAS AO EXMO SENHOR GENERAL-DE-BRIGADA DURVAL CAMPOS”.

O sucessor deverá proferir as seguintes palavras:

“ ASSUMO O CARGO DE (CITÁ-LO)”.

CERIMONIAL MILITAR

Atualizado em 14 MAR 11

ASSUNTO

PROCEDIMENTO

 

AMPARO

 
 

Nas solenidades militares, as honras serão prestadas à maior autoridade civil ou militar presente, entre as citadas a seguir:

-

 

o

Presidente da República; o Vice-Presidente da

HONRAS MILITARES (quando da chegada ou saída da autoridade no local da cerimônia)

República; o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, quando incorporados; os Ministros

- art. 100 do Regulamento de Continências, Honras, Sinais de Respeito e Cerimonial Militar (R-2) de 2009; e

de

Estado e os Comandantes da Marinha, do Exército

e da Aeronáutica; o Superior Tribunal Militar, quando

incorporado; os Militares das Forças Armadas; os

Governadores dos Estados, e do Distrito Federal; e os Chefes de Missão Diplomática. Excepcionalmente, por determinação do Presidente da República, do Ministro

-

Normas do Cerimonial

Público e a Ordem Geral

 

de Precedência

 

de

Estado da Defesa ou do Comandante da Marinha,

 

do

Exército ou da Aeronáutica serão prestadas Honras

Militares a outras autoridades não especificadas no art. 100 do R-2.

 

Nas solenidades militares, caberá à maior autoridade da ativa das Forças Armadas receber a apresentação da tropa e presidir a cerimônia, exceto quando estiverem presentes o Presidente da República e/ou Vice-Presidente e/ou Ministro da Defesa.

-

-

art.

43,

143,

145 e

 

146

do Regulamento de

APRESENTAÇÃO DA TROPA

Continências, Honras, Sinais de Respeito e Cerimonial Militar (R-2) de 2009.

   

-

art.

60,

61

e

185

- A continência da tropa por ocasião do desfile será prestada à maior autoridade civil ou militar entre as mencionadas no item “Honras Militares”, exceto nas cerimônias de passagem de Comando, Chefia ou Direção, quando a continência será para o comandante sucessor.

do Regulamento de Continências, Honras,

CONTINÊNCIA DA TROPA (por ocasião do desfile)

Sinais de Respeito e

Cerimonial Militar (R-2) de 2009; e

-

Normas do Cerimonial

 

Público e a Ordem Geral de Precedência.