Sei sulla pagina 1di 12
C E L E B R A Ç Ã O D A E S P
C E L E B R A Ç Ã O
D A
E S P E R A N Ç A
Kardinally de Maria Moraes da Silva
SÉTIMO DIA DO ENCONTRO DEFINITIVO COM DEUS
* 24/07/1983
+06/09/2014
“O Tempo é lento demais para os que esperam,
rápido demais para os que temem,
longo demais para os que lamentam
e curto demais para os que celebram.
Mas para os que amam, o tempo é a eternidade.”

RitOS iNiCiAiS

COM: Estamos aqui reunidos para o nosso encontro com Deus, que por meio do Cristo se fez entre nós. Vamos professar a nossa fé, reavivando a nossa esperança e com- prometendo-nos no amor a Deus e aos irmãos. Não estamos aqui para celebrar a morte, e sim a vida. Não quere- mos reviver a tristeza da separação, e sim, proclamar a alegria da ressur- reição e do encontro definitivo com Deus. Lembremos das lições que a nossa irmã Kardinally de Maria Mora- es da Silva nos ensinou: “amor, trabalho, amizade, esperança e fé, pois a

É o começo, a parte que liga as margens do tempo e

morte não é o fim

da eternidade”. Quem vive na fé, caminha à luz de sua estrela. A estrela da espe- rança que aponta para a ressurreição. E a Jesus, nesta Eucaristia, pedire-

mos por nós e por todos aqueles que nos precederam na eternidade”.

CANTO DE ENTRADA

Deus está aqui neste momento, Sua presença é real em meu viver Entregue sua vida e seus problemas. Fale com Deus, Ele vai ajudar você Deus te trouxe aqui Para aliviar o teu sofrimento

É Ele o autor da Fé, do princípio ao fim, em todos os seus tormentos

E ainda se vier noites traiçoeiras Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo O mundo pode até fazer você chorar mas Deus te quer sorrindo

Seja qual for o seu problema, fale com Deus, Ele vai ajudar você Após a dor vem a alegria, pois Deus é amor e não te deixará sofrer. Deus te trouxe aqui Para aliviar o teu sofrimento

É Ele o autor da Fé, do princípio ao fim, em todos os seus tormentos.

ACOLhidA

CEL: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. TODOS: Amém!

CEL: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. TODOS: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

AtO PENitENCiAL

CEL: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do co- ração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. [ pausa ]

CANTO PENITENCIAl

Renova-me, Senhor Jesus, já não quero ser igual. Renova-me, Senhor Jesus, põe em mim Teu coração. Porque tudo que há dentro de mim precisa ser mudado, Senhor. Porque tudo que há dentro do meu coração precisa mais de Ti.

CEL: [ Oremos ] Ó Deus Pai todo-poderoso, cremos que vosso Fi- lho morreu e ressuscitou por nós. Concedei que, por este misté- rio nossa irmã Kardinally de Maria Moraes da Silva adormeci-

nosso

do Espírito Santo.

da em Cristo, por Ele ressuscite para a alegria eterna.

Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade TODOS: Amém!

Por

LituRgiA dA PALAvRA

COM: A palavra de Deus nos dá a certeza de que a morte não é o fim, mas o começo de nova vida em Cristo, quando já não haverá mais morte, dor, tristeza ou sofrimento. Deus reservou um lugar especial para cada um dos seus filhos e filhas. Jesus é o caminho que nos conduz às moradas eternas.

[ sentados ]

I LEITURA [ Sb 3, 1-6 ] Leitura do livro da Sabedoria. - A vida dos justos está nas mãos de Deus, e nenhum tormento os antigirá. Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido; sua saída do mundo foi considerada uma desgraça e sua partida do meio de nós, uma destruição; mas eles estão em paz. Aos olhos dos homens parecem ter sido castiga-

dos, mas sua esperança é cheia de imortalidade; tendo sofrido leves correções, serão cumulados de grandes bens, porque Deus os pôs a prova e os achou dignos de si. Provou-os como se prova o ouro no fogo e aceitou-os como ofertas de holocausto.

- Palavra do Senhor.

TODOS: Graças a Deus!

SALMO RESPONSORIAL 139 (138)

Senhor, Eu sei que tu me sondas Sei também que me conheces Se me assento ou me levanto Conheces meus pensamentos Quer deitado ou quer andando Sabes todos os meus passos E antes que haja em mim palavras Sei que em tudo me conheces Senhor, eu sei que tu me sondas

Deus, tu me cercaste em volta Tuas mãos em mim repousam Tal ciência, é grandiosa Não alcanço de tão alta Se eu subo até o céu Sei que ali também te encontro Se no abismo está minh’alma Sei que aí também me amas Senhor, eu sei que tu me amas

II LEITURA [ Rom 8, 31b-35, 37-39] Leitura da carta de São Paulo aos Romanos. - Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou seu próprio fi- lho, mas que por nós o entregou, como não nos dará também com ele todas as coisas? Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem justifica. Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, melhor, que ressuscitou, que está à direita de Deus, é quem interce- de por nós! Quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada? Mas, em todas essas coisas, somos mais que vendcedores pela virtude da- quele que nos amou. Pois, estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem o presente, nem o futuro, nem as altu- ras, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus nosso Senhor.

- Palavra do Senhor. TODOS: Graças a Deus!

EvANgELhO

COM: Jesus é quem alimenta a nossa fé. E quem crê, tem a vida eterna que Jesus conquistou para todos através de sua morte e ressurreição. Todos de pé, aclamemos ao Santo Evangelho.

Aclamação ao Evangelho

Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça E tudo mais vos será acrescentado. Aleluia ! Aleluia!

Não só de pão o homem viverá mas de toda palavra Que procede na boca de Deus, Aleluia! Aleluia!

Se vos perseguem por causa de mim não esqueçais o porquê. Não é o servo maior que o Senhor, Aleluia! Aleluia!

EVANGELHO [ Jo 14, 1-6 ]

CEL: O Senhor esteja convosco. TODOS: Ele está no meio de nós! CEL: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João TODOS: Glória a Vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Não se pertur- be o vosso coração. Tendes fé em Deus, tendes fé em mim também.

Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós e, quando eu tiver ido pre- parar-vos um lugar, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais também vós. E, para onde eu vou, vós conheceis

o caminho. Tomé disse a Jesus: ‘Senhor, nós não sabemos para onde

vais. Como podemos conhecer o caminho?’ Jesus respondeu: ‘Eu sou

o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim.” - Palavra da Salvação.

TODOS: Glória a Vós, Senhor!

HOMILIA

[ sentados ]

ORAÇÃO dA ASSEmBLEiA

CEL: Elevemos nossas preces a Deus, pedindo paz e consolação pela perda de nossos entes queridos. Em especial queremos entregar a Deus nossos apelos por Kardinally de Maria Moraes da Silva. A cada pedido, vamos res- ponder:

TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

Leitor: “Para que a partida de Kardinally de Maria Moraes da Silva, seja para nós o sinal da presença de Deus e do seu amor misericordioso, unindo-nos cada vez mais e fazendo-nos crescer na fé; nós Vos pedimos, Senhor!” TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

Leitor: “Para que Kardinally de Maria Moraes da Silva como esperou em Cristo aqui na terra, possa também ressuscitar com Ele, nós Vos pedimos, Senhor!” TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

Leitor: “Para que as bênçãos radiantes envolvam Kardinally de Maria Mora- es da Silva, iluminando seu caminho ao reino dos céus, nós Vos pedimos, Senhor!” TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

Leitor: “Pela grande amiga Kardinally de Maria Moraes da Silva, sincera, pró- xima, leal, divertida e sempre companheira nós vos pedimos, Senhor!” TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

Leitor: “Senhor, revigorai a fé e fortaleça a esperança dos familiares e conhecidos de Kardinally de Maria Moraes da Silva; nós vos pedimos, Se- nhor!” TODOS: Senhor, escutai a nossa prece!

CEL: Ó Deus, nosso Criador e Redentor, concedei aos vossos filhos e filhas falecidos o perdão dos pecados para que obtenham, por nossas preces, a misericórdia que sempre desejaram. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: Amém!

LituRgiA EuCARíStiCA OfERtAS

Eu pensei que podia viver, por mim mesmo. Eu pensei que as coisas do mundo não iriam me derrubar. O orgulho tomou conta do meu ser E o pecado devastou o meu viver. Fui embora, disse: ó pai, da-me o que é meu! Da-me a parte que me

cabe da herança. Fui pro mundo, Gastei tudo, Me restou só o pecado. Hoje sei que nada é meu: Tudo é do pai! Tudo é do pai Toda honra e toda glória É dele a vitória Alcançada em minha vida. Tudo é do pai Se sou fraco e pecador. Bem mais forte é o meu senhor Que me cura por amor (Bis!)

CEL: Orai, irmãos e irmãs para que esta família, reunida em nome de Cristo, possa oferecer um sacrifício que seja aceito por Deus Pai todo-poderoso. TODOS: Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para o nosso bem e de toda a santa Igreja!

[ Sobre as oferendas ] CEL: Ó Deus de clemência, acolhei as oferendas que vos apresentamos, implorando a salvação de vossa serva Kardinally de Maria Moraes da Silva e, porque jamais duvidou da bondade do Salvador, encontre em vosso Filho um juiz compassivo. Que vive e reina para sempre. TODOS: Amém!

ORAÇÃO EUCARÍSTICA II

CEL: O Senhor esteja convosco. TODOS: Ele está no meio de nós! CEL: Corações ao alto! TODOS: O nosso coração está em Deus! CEL: Demos graças ao Senhor, nosso Deus! TODOS: É nosso dever e nossa salvação!

CEL: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo lugar, Senhor, Pai Santo, Deus eterno e todo- poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Nele brilhou para nós a esperança da feliz ressurreição. E aos que a certeza da morte entristece, a promessa da imortalidade consola. Senhor, para os que creem em vós, a vida não é tirada, mas transformada. E, desfeito o nosso corpo mortal, nos é dado, nos céus, um corpo imperecível. E, enquanto esperamos a realização de

vossas promessas, com os anjos e com todos os santos, nós vos aclama- mos, cantando a uma só voz:

Santo

Hosana, Hosana, Hosana ao nosso Rei (2x) Glorificarei teu nome ó Deus / Com cânticos te celebrarei És santo ó Pai / És santo ó Pai / A Ti todo louvor (bis)

Bendito o que vem em nome do Senhor / O céu e a terra proclamam o seu louvor. Te exaltarei / Te axaltarei / Darei o meu louvor (bis)

CEL: Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade. Santifi- cai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo e Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso. TODOS: Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

CEL: Estando para ser entregue e abraçando livremente a Paixão, Ele tomou o pão, deu graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É MEU CORPO QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, Ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SAN- GUE, O SANGUE DA NOVA E ETER- NA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS, PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

[ Eis o mistério da fé ] TODOS: Anunciamos Senhor, a Vossa morte e proclamamos a Vossa Ressur- reição. Vinde Senhor Jesus!

CEL: Celebrando, pois a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir. TODOS: Recebei, ó Senhor a nossa oferta! CEL: E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cris- to, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.
8

TODOS: Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

CEL: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade com o papa Francisco, com o nosso bispo Dom José Belizário e todos os ministros do vosso povo. TODOS: Lembrai-vos, ó Pai, da Vossa igreja!

CEL: Lembrai-vos de vossa filha Kardinally de Maria Moraes da Silva que chamastes deste mundo à vossa presença. Concedei-lhe que tendo par- ticipado da morte de Cristo pelo Batismo, participe igualmente da sua ressurreição. TODOS: Concedei-lhe contemplar a vossa face!

CEL: Lembrai-vos também dos outros nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos que partiram desta vida, acolhei- os junto a vós na luz da vossa face. TODOS: Lembrai-vos, ó Pai, dos Vossos filhos!

CEL: Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos par- ticipar da vida eterna com a virgem Maria, mãe de Deus, com os santos apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvar- mos e vos glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho. TODOS: Concedei-nos o convívio dos eleitos!

CEL: Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e pra sem- pre. TODOS: Amém!

PAI-NOSSO CEL: Rezemos, com amor e confiança, a oração que o Senhor Jesus nos ensinou. TODOS: Pai Nosso que estás nos céus

CEL: Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dai-nos hoje a vossa paz. Aju- dados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres de todos os perigos, enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a vinda de Cristo Salvador. TODOS: Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

CEL: Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que

anima vossa Igreja; daí-lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade Vós que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo! TODOS:Amém!

CEL: A paz do Senhor esteja sempre convosco! TODOS: O amor de Cristo nos uniu!

TODOS: Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

CEL: Felizes os convidados para a Ceia do Senhor! Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! TODOS: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo!

COMUNhãO

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz Onde houver ódio, que eu leve o amor Onde houver ofensa, que eu leve o perdão Onde houver discórdia, que eu leve a união Onde houver dúvida, que eu leve a fé Onde houver erro, que eu leve a verdade Onde houver desespero, que eu leve a esperança Onde houver tristeza, que eu leve a alegria Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado Compreender que ser compreendido Amar que ser amado Pois, é dando que se recebe

É perdoando que se é perdoado;

E é morrendo que se vive Para a vida eterna

[ Após a comunhão ] CEL: Ó Deus, vosso filho deixou-nos, no sacramento do seu Corpo, o ali-

mento dos que partem desta vida; concedei a nossa irmã Kardinally de Maria Moraes da Silva por este sacramento, chegar à mesa de Cristo na vida eterna. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: Amém!

HOMENAGENS & PALAVRAS DA FAMÍLIA

Ritos finais

Bênção final

CEL: O Senhor esteja convosco! TODOS: Ele está no meio de nós! CEL: A bênção do Senhor vos guie, fortalecendo vossos parentes e ami- gos. E que agora desça, sobre vós, a bênção de Deus Pai todo-poderoso + Pai, Filho e Espírito Santo. TODOS: Amém! CEL: Proclamai a todos o amor de Deus! Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. TODOS: Graças a Deus!

dESPEdidA E CumPRimENtOS

LÁGRIMAS QUE PURIFICAM / ESPERA EM DEUS (ADRIANA) FORÇA & VITÓRIA (ELIANA RIBEIRO)

Os familiares agradecem a todos que compareceram a este ato de fé.