Sei sulla pagina 1di 48

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores - Circuitos Terminais (Parte I)

Docente: Eubis Pereira Machado

Eubis Pereira Machado Dimensionamento de Condutores - Circuitos Terminais (Parte I)

Universidade Federal do Vale do São Francisco

Introdução

Sumário

Dimensionamento de Condutores

1 Introdução

Fatores de Correção

Conclusão

2 Dimensionamento de Condutores Critério da Capacidade de Condução de Corrente

3 Fatores de Correção

4 Conclusão

Introdução

Sumário

Dimensionamento de Condutores

1

Introdução

Fatores de Correção

Conclusão

2 Dimensionamento de Condutores Critério da Capacidade de Condução de Corrente

3 Fatores de Correção

4 Conclusão

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Introdução Introdução Dimensionamento de Condutores Fatores de Correção Conclusão 4 / 46

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Os condutores devem ser analisados sobre os seguintes aspectos:

1 Material a ser utilizado como condutor, cobre ou alumínio?

2 Forma geométrica?

3 Isolação?

4 Isolamento?

5 Blindagem?

6 Seção nominal?

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

de Condutores Fatores de Correção Conclusão Quanto a forma geométrica Redondo sólido (fio): Formado

Quanto a forma geométrica Redondo sólido (fio):

Formado por um único fio de metal sólido; Comercialmente denominado condutor rígido; Limitado às seções
Formado por um único fio de metal sólido;
Comercialmente denominado condutor rígido;
Limitado às seções menores que 16mm 2 ;
Aplicações em instalações de iluminação e força e em
formação de cabos.
seções menores que 16mm 2 ; Aplicações em instalações de iluminação e força e em formação

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Introdução

de Condutores Fatores de Correção Conclusão Introdução Quanto a forma geométrica cabo: Condutor constituído por

Quanto a forma geométrica cabo:

Condutor constituído por vários fios encordoados; Denominado comercialmente, para seções até 10mm 2 , condutor
Condutor constituído por vários fios encordoados;
Denominado comercialmente, para seções até 10mm 2 ,
condutor flexível;
por vários fios encordoados; Denominado comercialmente, para seções até 10mm 2 , condutor flexível; 7 /

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Quanto a forma geométrica - cabo:

Introdução Dimensionamento de Condutores Fatores de Correção Conclusão Quanto a forma geométrica - cabo: 8 /

8 / 46

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Quanto a Isolação

Propagadores de chama: entram em combustão sob a ação direta da chama e a mantêm após a sua retirada (Etilenopropileno – EPR, Polietileno Reticulado – XLPE);

Não-propagadores de chama: removida a chama, a combustão do material cessa (Cloreto de Polivinila – PVC);

Resistente à chama: mesmo sob exposição prolongada, a chama não se propaga ao longo do material isolante do cabo (Sintenax Antiflan – Pirelli, Noflan – Ficap);

Resistentes ao fogo: materiais especiais, incombustíveis (Afumex da Pirelli, Afitox da Ficap).

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Introdução

de Condutores Fatores de Correção Conclusão Introdução Quanto ao Isolamento Refere-se a tensão de isolamento

Quanto ao Isolamento Refere-se a tensão de isolamento "classe de isolamento"do condutor;

Está associado à espessura da isolação;

A tensão de isolamento é indicada por dois valores V 0 /V:

V 0 = refere-se a tensão de fase-terra; V = refere-se à tensão fase-fase.

dois valores V 0 / V : V 0 = refere-se a tensão de fase-terra; V

10 / 46

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Seção nominal

Caracteriza os condutores (fios e cabos) por meio da seção elétrica efetiva.

As seções nominais são dadas em mm 2

os condutores (fios e cabos) por meio da seção elétrica efetiva. As seções nominais são dadas

Introdução

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

A NBR 5410 define as maneiras de instalar os condutores

elétricos numa edificação.

A capacidade de condução de corrente do condutor

depende da forma de instalar de instala-lo na edificação.

Os condutores devem ser dimensionados de forma que:

1 A temperatura requerida pela isolação não seja violada;

2 O limite de queda de tensão seja obedecido;

3 Suportem sobrecarga por tempo limitado e, portanto, até que dos dispositivos de proteção atuem;

4 Suportem corrente de curto-circuito por tempo limitado.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Introdução

de Condutores Fatores de Correção Conclusão Introdução NBR 5410 - item 6.1.5.2 Os condutores devem ser

NBR 5410 - item 6.1.5.2 Os condutores devem ser identificados ou marcados de modo a permitir sua identificação quando da realização de verificações, ensaios, reparos ou modificações.

de verificações, ensaios, reparos ou modificações. Identificação por cor da isolação Condutor de Neutro:

Identificação por cor da isolação

Condutor de Neutro: azul-claro

Condutor de Proteção: verde-amarelo ou verde

Condutor de Fase e Retorno: qualquer cor, com exceção das cores anteriormente citadas

Identificação por anilhas, adesivos ou marcadores

qualquer cor, com exceção das cores anteriormente citadas Identificação por anilhas, adesivos ou marcadores 13 /
qualquer cor, com exceção das cores anteriormente citadas Identificação por anilhas, adesivos ou marcadores 13 /

Introdução

Sumário

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

1

2

3

4

Introdução

Dimensionamento de Condutores Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Fatores de Correção

Conclusão

Conclusão

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento dos Condutores

de Correção Conclusão Dimensionamento dos Condutores O dimensionamento dos condutores de um circuito Procedimento

O dimensionamento dos condutores de um circuito Procedimento para identificar a "seção"mais adequada, de modo que não haja aquecimento excessivo e que a queda de tensão no terminal da carga esteja dentro de limites estabelecidos por norma.

da carga esteja dentro de limites estabelecidos por norma. É necessário definir a maneira de realizar

É necessário definir a maneira de realizar a instalação.

A maneira de instalar os condutores exerce influência na

capacidade de troca de energia térmica entre os

condutores e o ambiente e, em consequência, na capacidade de condução de corrente.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento dos Condutores

Quando do dimensionamento dos dispositivos de proteção

O tempo de atuação dos dispositivos de proteção deve ser

estabelecido de forma a garantir que as temperaturas admissíveis para os condutores não sejam ultrapassadas.

A seção mínima dos condutores elétricos deve satisfazer,

simultaneamente, aos critérios seguintes:

Capacidade de condução de corrente; Limites de queda de tensão; Capacidade de condução de corrente por tempo limitado; Seção mínima exigida pela NBR 5410.

Escolhe-se o condutor padronizado comercialmente com seção nominal seção computada.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Seções Mínimas dos Condutores Elétricos

A NBR 5410 estabelece que os condutores de fase em circuitos CA não devem ser inferiores aos valores dados na Tabela 47 dessa norma.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Introdução Dimensionamento de Condutores Fatores de Correção Conclusão Dimensionamento de Condutores 18 / 46

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Seção mínima do condutor de neutro

A norma NBR 5410 determina:

O condutor de neutro não pode ser comum a mais de um

circuito elétrico;

O condutor de neutro de um circuito monofásico deve ter a

mesma seção do condutor de fase;

Com a presença das correntes de terceira harmônica ver item 6.2.6.2.3 da norma;

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Seção mínima do condutor de neutro (Tabela 48 - NBR

5410:2004)

Conclusão Dimensionamento de Condutores Seção mínima do condutor de neutro (Tabela 48 - NBR 5410:2004) 20

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Seção mínima do condutor de proteção

A seção mínima do condutor de proteção pode ser dada em função da seção dos condutores de fase do circuito.

seção mínima do condutor de proteção pode ser dada em função da seção dos condutores de

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Tem por objetivo garantir condições satisfatórias de operação aos condutores e as suas isolações, quanto aos efeitos térmicos produzidos pela circulação da corrente.

Passo 1 - Definir o Tipo de Isolação

O tipo de isolação determinará a temperatura máxima a que os condutores poderão estar submetidos em regime contínuo, em sobrecarga ou em condição de curto-circuito.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Tipos de isolação dos condutores de baixa tensão (Tabela 35 - NBR 5410:2004)

de Condução de Corrente Tipos de isolação dos condutores de baixa tensão (Tabela 35 - NBR

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Passo 2 - Definir a Maneira de Instalar

A forma como os condutores serão instalados (em eletrodutos,

em canaletas, enterrados, etc.) influenciará na capacidade de troca de energia térmica entre os condutores e o ambiente e, em consequência, na capacidade de condução.

A NBR 5410 define diversas maneiras de instalar os

condutores e os faz por meio de uma codificação alfa numérica.

Tabela 33 - Tipos de linhas elétricas (NBR 5410:2004)

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Corrente Critério da Capacidade de Condução de Corrente A NBR 5410:2004 define 75 formas de instalação!

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Passo 3 - Determinar a corrente de projeto (I p )

Corrente que os condutores de um circuito terminal devem suportar, segundo as características nominais das cargas. Dependendo do tipo de circuito, tem-se:

nominais das cargas. Dependendo do tipo de circuito, tem-se: P n - Potência nominal do circuito
P n - Potência nominal do circuito [W] v - Tensão entre fase e neutro
P n - Potência nominal
do circuito [W]
v - Tensão entre fase e
neutro [V]
cos(ϕ) - Fator de potência η - Rendimento do equipamento
cos(ϕ) - Fator de
potência
η - Rendimento do
equipamento
circuito [W] v - Tensão entre fase e neutro [V] cos(ϕ) - Fator de potência η

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Corrente Critério da Capacidade de Condução de Corrente Passo 4 - Definir o Número de Condutores

Passo 4 - Definir o Número de Condutores Carregados

Condutor carregado é aquele que efetivamente é percorrido pela corrente elétrica no funcionamento normal do circuito.

A Tabela 46 da NBR 5410:2004 define o número de condutores carregados a ser considerado.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Corrente Critério da Capacidade de Condução de Corrente Passo 5 - Condutor para uma Temperatura Ambiente
Corrente Critério da Capacidade de Condução de Corrente Passo 5 - Condutor para uma Temperatura Ambiente

Passo 5 - Condutor para uma Temperatura Ambiente de 30 C Das etapas anteriores são conhecidos:

Tipo de isolação; Maneira de instalar o circuito; Corrente de projeto do circuito (A); Número de condutores carregados.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

De posse desses dados e, mais uma vez consultado tabelas, encontraremos a seção do condutor que corresponde:

Aquela que, por excesso, atenda ao valor da corrente de projeto;

Aquela que atende as características da instalação do circuito.

Consultar Tabelas 36, 37, 38 e 39 da NBR 5410:2004

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Conclusão Critério da Capacidade de Condução de Corrente Critério da Capacidade de Condução de Corrente 30

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Exemplo 01

Dimensionar os condutores para um circuito terminal de um chuveiro elétrico, dados: Pn = 5400W; Tensão = 220V; fator de potência unitário; temperatura de 30 C; comprimento do circuito: 15,0 m.

Solução adotada:

Tipo de isolação dos condutores: PVC

Maneira de instalar: eletroduto de PVC embutido em alvenaria 7-B1 (Tabela 33 da NBR 5410:2004).

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Solução adotada:

Cálculo da corrente de projeto:

I p = V S

=

5400

cos(φ)220 = 24, 5A

Número de condutores carregados 2 (Fase+Neutro)

Escolha do condutor: consultando a Tabela 36 da NBR 5410:2004, coluna (B1,2), obtemos o valor imediatamente superior a I p , I c = 32 A.

Pelo critério da ampacidade, a seção deve ser 4mm 2 .

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Exemplo 02

Dimensionar os condutores para um circuito de tomadas da cozinha, cujo diagrama unifilar é apresentado; tensão = 220 V; temperatura = 30 C; comprimento do circuito 10, 0m.

= 30 ◦ C ; comprimento do circuito 10 , 0 m . Solução adotada: Tipo

Solução adotada:

Tipo de isolação dos condutores: PVC Maneira de instalar: eletroduto de PVC embutido em alvenaria 7-B1 (Tabela 33 da NBR 5410:2004).

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Solução adotada:

Cálculo da corrente de projeto:

I p = S

2000

V = cos(φ)220 = 9, 1A

Número de condutores carregados 2 (Fase+Neutro)

Escolha do condutor: consultando a Tabela 36 da NBR 5410:2004, coluna (B1,2), obtemos o valor imediatamente superior a I p , I c = 11A.

Pelo critério da capacidade de condução de corrente a seção do condutor deve ser de 0, 75mm 2 .

Introdução

Sumário

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

1

2

3

4

Introdução

Dimensionamento de Condutores Critério da Capacidade de Condução de Corrente

Fatores de Correção

Conclusão

Conclusão

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

Os condutores, quando submetidos a condições ambientais diferentes daquelas para as quais foram calculadas as suas capacidades de corrente nominal, devem sofrer alterações nos valores de condução de corrente, de maneira que a temperatura máxima permitida não ultrapasse os valores estabelecidos por norma.

São três as correções que eventualmente são necessárias:

Fator de Correção de Temperatura;

Fator de Correção para Resistividade Térmica do Solo;

Fator de Agrupamento de Circuitos.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

I z =

I z - Capacidade de condução de corrente dos condutores, submetidas aos fatores de correção;

Fc i - Fator de correção i.

I c

3

i=1 Fc i

(1)

Fator de Correção de Temperatura (FCT)

Faz-se necessário quando a temperatura ambiente é diferente de 30 C, para condutores não enterrados e de 20 C para condutores enterrados (no solo).

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

Fatores de correção de temperatura (Tabela 40 - NBR

5410:2004)

de Correção Fatores de Correção Conclusão Fatores de correção de temperatura (Tabela 40 - NBR 5410:2004)

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

Fator de Correção para Resistividade Térmica do Solo

Se a resistividade térmica do solo for superior a 2,5 K.m/W, caso de solos muitos secos, os valores de condução corrente obtidos Tabelas 36 a 39 da NBR 5410:2004 devem ser corrigidos.

Fatores de correção aplicáveis a cabos em eletrodutos enterrados a uma profundidade de até 0,8 m (Tabela 41 - NBR 5410:2004)

aplicáveis a cabos em eletrodutos enterrados a uma profundidade de até 0,8 m (Tabela 41 -

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

Fator de Correção de Agrupamento (FCA)

Quando os cabos estão agrupados de modos diferentes daqueles apresentados Tabelas 36 a 39 da NBR 5410:2004, faz-se necessário aplicar fatores de correção de corrente para se determinar os condutores que satisfaça as novas condições de instalação.

Ver tabelas 42, 43, 44 e 45 da NBR 5410:2004.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Conclusão

Exemplo 03

Considerando o digrama unifilar apresentado, dimensionar os condutores do circuito 2 dessa instalação. Tensão = 220 V; temperatura = 45 C.

dimensionar os condutores do circuito 2 dessa instalação. Tensão = 220 V; temperatura = 45 ◦

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Solução adotada:

Fatores de Correção

Conclusão

Tipo de isolação dos condutores: PVC

Corrente de projeto:

I p = S

2000

V = cos(φ)220 = 9, 1A

Temos dois circuitos agrupados e a temperatura ambiente é diferente de 30 C.

Fatores de Correção

FCA - Tabela 42 da NBR 5410:2004 (Ref. 1), dois circuitos em eletrodutos de PVC FCA = 0, 8.

FCT - Tabela 40 da NBR 5410:2004, temperatura ambiente de 45 C FTC = 0, 79.

Introdução

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Fatores de Correção

Solução adotada:

I z =

9, 1

0, 8 × 0, 79 = 14, 4A

Conclusão

Depois de aplicado o FCA considera-se que há dois condutores carregados (Fase+Neutro)

Escolha do condutor: consultando a Tabela 36 da NBR 5410:2004, coluna (B1,2), obtemos o valor imediatamente superior a I z , I c = 17, 5A.

Pelo critério da ampacidade, a seção deve ser 1, 5mm 2 . Comparando esse resultado com a seção obtida pelo exemplo 2, observa-se a importância do fatores de correção para o correto dimensionamento.

Introdução

Sumário

Dimensionamento de Condutores

1 Introdução

Fatores de Correção

Conclusão

2 Dimensionamento de Condutores Critério da Capacidade de Condução de Corrente

3 Fatores de Correção

4

Conclusão

Introdução

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Nota: O dimensionamento pela capacidade de condução de corrente é apenas uma primeira etapa do dimensionamento de condutores.

Limite de temperatura, determinado pela capacidade de condução de corrente do condutor;

Limite de queda de tensão;

Sobrecarga por tempo limitado até que dos dispositivos de proteção atuem;

Condução de corrente de curto-circuito por tempo limitado.

Uma vez determinadas as seções dos condutores, adota-se como o resultado a maior seção, e escolhe-se o condutor padronizado comercialmente, cuja seção seja igual ou superior à seção computada.

Introdução

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Nota: O dimensionamento pela capacidade de condução de corrente é apenas uma primeira etapa do dimensionamento de condutores.

Limite de temperatura, determinado pela capacidade de condução de corrente do condutor;

Limite de queda de tensão;

Sobrecarga por tempo limitado até que dos dispositivos de proteção atuem;

Condução de corrente de curto-circuito por tempo limitado.

Uma vez determinadas as seções dos condutores, adota-se como o resultado a maior seção, e escolhe-se o condutor padronizado comercialmente, cuja seção seja igual ou superior à seção computada.

Introdução

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

Nota: O dimensionamento pela capacidade de condução de corrente é apenas uma primeira etapa do dimensionamento de condutores.

Limite de temperatura, determinado pela capacidade de condução de corrente do condutor;

Limite de queda de tensão;

Sobrecarga por tempo limitado até que dos dispositivos de proteção atuem;

Condução de corrente de curto-circuito por tempo limitado.

Uma vez determinadas as seções dos condutores, adota-se como o resultado a maior seção, e escolhe-se o condutor padronizado comercialmente, cuja seção seja igual ou superior à seção computada.

Introdução

Conclusão

Dimensionamento de Condutores

Fatores de Correção

Conclusão

A determinação dos condutores que alimentam quadros de distribuição e os quadros terminais devem levar em consideração fatores de carga e fatores de demanda, pois, do ponto de vista técnico e econômico não é razoável considerar que a carga utilizada seja a soma das potências instaladas.