Sei sulla pagina 1di 35

EEssccrriittaa ee RReeddaaççããoo

Módulo I

i i t t a a e e R R e e d d a a

Parabéns por participar de um curso dos

Cursos 24 Horas.

Você está investindo no seu futuro! Esperamos que este seja o começo de um grande sucesso em sua carreira.

Desejamos boa sorte e bom estudo!

Em caso de dúvidas, contate- nos:

cursos24horas@cursos24horas.com.br

Atenciosamente Equipe Cursos 24 Horas

Sum ário Introdução 3 Linguagem Oral x Escrita 4 Diferença entre tema e título 6

Sum ário

Introdução

3

Linguagem Oral x Escrita

4

Diferença entre tema e título

6

O

que é redigir?

7

Delimitação do tema

10

O

Entendimento do Tema

13

Desenvolvendo um Tema

14

A

Redação Empresarial

15

Os Períodos

20

Seis dicas Importantes

23

Perigos evitáveis no caminho para uma boa redação

23

O ato de escrever

25

A Ambiguidade

27

A Estrutura da Frase

28

Como escolher as palavras

29

A formatação do parágrafo

31

A Estrutura do Parágrafo

33

Conclusão do Módulo 1

35

2

29 A formatação do parágrafo 31 A Estrutura do Parágrafo 33 Conclusão do Módulo 1 35
I I n n t t r r o o d d u u ç

II nnttrroodduuççããoo

Prezado Aluno, bem vindo ao Curso de Redação. Ao longo do curso são apresentadas algumas propostas para redações. Se desejar, você pode enviar essas redações para que eu (professor) faça a correção. O envio não é obrigatório, porém sinta-se livre para enviar-me caso queira receber a correção e meus comentários.

Desejo bom estudo. Atenciosamente Prof. Redação

Desejo bom estudo. Atenciosamente Prof. Redação O maior pesadelo da grande maioria dos vestibulandos (ou de

O maior pesadelo da grande maioria dos

vestibulandos (ou de quem precisa escrever um texto) chama-se REDAÇÃO. O pensamento de ter pouco tempo para escrever um texto de cerca de 30 de linhas, sobre um assunto que só sé saberá qual é durante a prova, causa insônia em diversos estudantes em todo o país.

Se livrar deste estigma de "não saber como

fazer um texto" é uma tarefa que requer dedicação, mas que pode ser bem gratificante, em especial se o objetivo é o de entrar para uma Universidade.

Este curso tem exatamente a intenção de dar fim ao momento de angústia da redação, seja em durante a esecrita de um texto convencional, uma carta, ou até mesmo durante a prova do vestibular. Espera-se que os conhecimentos aqui repassados possam ser utilizados também em outros momentos, e com outros fins, afinal precisar saber escrever não é uma prerrogativa de vestibulandos, na verdade todo profissional necessita escrever bem.

Veremos aqui os diversos fatores que envolvem a produção de uma redação:

formulação de frase e períodos; dos parágrafos; delimitação de tema; tipos de redação; questões gramáticas entre outros. Além disso, exercícios estarão sendo aplicados constantemente.

E como não custa lembrar: aprender a escrever uma redação requer sempre escrever e ler. Algo que nenhum curso pode fazer por você.

3

lembrar: aprender a escrever uma redação requer sempre escrever e ler . Algo que nenhum curso
L L i i n n g g u u a a g g e

LLiinngguuaaggeemm OOrraall xx EEssccrriittaa

g e e m m O O r r a a l l x x E

um

telegrama de seu filho que estudava na capital.

No telegrama havia uma única frase: " - Pai mande-me dinheiro". O pai furioso foi até a esposa. "- Veja o que seu filho mandou. Um telegrama ordenando que eu envie dinheiro".

O que a esposa retrucou, com voz mansa e solícita: "Não, não querido, na verdade está escrito: Pai mande-me dinheiro"

Um

rico

fazendeiro

recebeu

Talvez uma das melhores formas de aprender a começar a escrever uma redação com clareza e objetividade - maiores qualidades de qualquer texto - seja descobrir quais são as grandes diferenças entre a linguagem escrita e a linguagem falada. Isso porque é comum o uso de expressões típicas de discursos, ou mesmo das conversas informais, em dissertações.

Ao apresentar um seminário, por exemplo, alguém pode dizer:

"Gente, não tem jeito, para escrever bem é necessário que se leia muito". (informalidade)

A frase acima passa uma idéia lógica (mensagem), sem maiores problemas.

Mas, se a mesma idéia fosse passada em um texto, as palavras deveriam ser mais bem escolhidas, para que a idéia fosse transmitida sem vulgaridades, assim:

"A leitura, constante e de qualidade, é imprescindível para que se obtenha um texto claro e objetivo". (formalidade)

Isso não quer dizer que todo texto precisa ser cheio de palavras e frases complicadas para ser bom, pelo contrário ele DEVE ser leve. Mas precisa evitar certos tropeços, como gírias, por exemplo, que lhe dão certa informalidade. Além disso, uma boa redação, veremos no decorrer do curso, tem que ser enxuta, ou seja, usar poucas palavras e expressões, para que tenha qualidade na comunicação.

Ao redigir um texto precisamos ter em mente certas características da linguagem escrita. Os sons e até mesmo as flexões da linguagem falada que, logicamente, não podemos utilizar no caso de um texto, precisam ser substituídos.

4

as flexões da linguagem falada que, logicamente, não podemos utilizar no caso de um texto, precisam
Um orador, por exemplo, aumenta ou diminuiu o tom da voz como lhe convém, para

Um orador, por exemplo, aumenta ou diminuiu o tom da voz como lhe convém, para chamar atenção em determinado trecho de seu discurso. E não é só isso. O orador possui, ainda, a vantagem de estar frente a frente com o receptor de sua mensagem, chamando atenção para o discurso, por meio dos gestos e do olhar. A vantagem de estar presente no momento de se passar uma mensagem é tão importante que é comum ouvirmos e/ou falarmos, em nosso dia a dia, a sentença: "preciso falar pessoalmente com você", quando se trata de um assunto sério.

Vamos imaginar agora um jornalista que precisa fazer uma matéria, sem nenhum conhecimento prévio de quem irá ler seu texto, sem saber que tipo de conhecimento esta pessoa já possui sobre o assunto e tendo que, mesmo assim, passar uma INFORMAÇÃO com precisão. Vale lembrar que o texto final necessita estar bem escrito para que não levante dúvida alguma no leitor, que afinal não terá a quem recorrer para saná-las. Um exemplo comum disto está na piada que iniciou este tópico. A frase "Mande-me dinheiro", foi interpretada de duas formas distintas, uma como uma ordem, outra como um pedido.

A dificuldade da redação seria, então, a de substituir, com precisão, todas as vantagens típicas da linguagem falada por outras que permitam a comunicação por escrito.

Mas apesar do que possa parecer, escrever, seja uma dissertação escolar, uma carta comercial ou um texto jornalístico, não é algo inalcançável para ninguém. No entanto, requer dedicação para a compreensão das regras típicas da linguagem escrita.

EM RESUMO

C A R A C T E R Í S T I C A S

LINGUAGEM ESCRITA (redação)

LINGUAGEM FALADA

Redução de palavras e expressões

Flexões da voz

Supressão de frases feitas e gírias

Entonações

Estilo

Expressões populares e opiniões

Completo domínio do idioma

Gestos

Conhecimento da gramática e da pontuação

Presença da pessoa com quem se fala

5

domínio do idioma Gestos Conhecimento da gramática e da pontuação Presença da pessoa com quem se
D D i i f f e e r r e e n n ç

DDiiffeerreennççaa eennttrree tteemmaa ee ttííttuulloo

O primeiro passo, antes de começar, é reconhecer a diferença entre tema e título. Tema é o assunto sobre qual irá escrever, ou seja, a idéia que será definida ao longo de sua composição. Título, por outro lado, é a expressão, geralmente curta, apenas uma vaga referência ao assunto que abordará. Observe a diferença entre eles nos exemplos seguintes:

Tema: “Ultimamente temos notado um enorme interesse dos jovens em participar da vida política desta nação”.

Título: “O jovem e a política”

É evidente que para o título poderiam caber inúmeros temas diferentes do que foi apresentado anteriormente. A partir do exemplo apresentado anteriormente, constatamos que existem as seguintes diferenças entre tema e título.

Título

1.

É uma referência vaga a um assunto.

2.

É uma expressão mais curta que o tema.

3.

Na maioria das vezes não contém verbo.

Tema

1.

É uma afirmação sobre um determinado assunto, em que se percebe uma

tomada de posição.

2. É uma oração que apresenta começo, meio e fim.

3. Por ser oração, deve apresentar pelo menos um verbo.

Exemplo de tema e título

Tema: “Grande parte da mídia procura relatar as notícias de forma sensacionalista ou comercial, visando apenas vender sua notícia. Isto é a causa de muitas divergências na forma de entendimento dos fatos”.

Titulo: “As contradições na era da comunicação”

6

de muitas divergências na forma de entendimento dos fatos”. Titulo: “As contradições na era da comunicação”
O O q q u u e e é é r r e e d

OO qquuee éé rreeddiiggiirr??

O O q q u u e e é é r r e e d d

É compor uma redação e, mais do que isso, é ter a capacidade de organizar idéias sobre algo. Redigir requer três condições básicas: conhecer o assunto, ter poder crítico sobre o assunto, ter o domínio da linguagem. Vamos analisar um por um?

[Conhecer o Assunto]

Quem não conhece pelo menos uma pessoa daquelas 'simpáticas' que adora falar sobre qualquer assunto: da primeira vez que o homem pousou na lua às complexas técnicas de como fraudar uma votação secreta no Senado. Nenhum assunto é demais para ela. Se é difícil escutar uma pessoa desta, imagina ler o que alguém assim tem a escrever. É necessário saber do que se está falando, ter certo domínio sobre o tema abordado.

Um exemplo: Suponha que o texto/redação tenha como tema “As mudanças climáticas no planeta”. Ora, o que se pode escrever sobre este assunto? Muita coisa. Mas se não estamos acompanhando o noticiário, vai ser difícil escrever uma única linha. Quem quiser arriscar e tratar sobre um assunto que não domina corre o risco de cometer um dos mais frequentes enganos dos vestibulandos: "o encher linguiça". Em outras palavras escrever, escrever e escrever e não dizer absolutamente NADA.

Ninguém sabe qual será o tema da redação. Então a melhor coisa a fazer é começar, desde já, a LER. E ninguém deve se limitar a um só assunto, deve-se ler tudo. Revistas (toda ela, não apenas a seção dos artistas), jornais (todo ele, não apenas o caderno de esporte ou as fofocas da TV), livros de ficção, livros que obtiveram grande repercussão na mídia, portanto o que for aparecendo, você vai lendo. Que tal assumir o compromisso de ler ao menos uma revista por semana? Ou talvez um livro a cada dois meses? Os benefícios que esta prática pode lhe trazer são enormes.

Ler não é nenhum bicho de sete cabeças, mas se você pensa o contrário, mate o bicho e comece a ler o quando antes. Além de conhecimento a leitura ensina a escrever. Sem que você conheça as regras de redação, seus textos vão se modificando naturalmente. Até porque também ganha-se VOCABULÁRIO.

Pergunte a qualquer bom jornalista quantos livros ele lê por ano. Você entenderá porque ele tem uma facilidade de se expressar acima da média.

7

quantos livros ele lê por ano. Você entenderá porque ele tem uma facilidade de se expressar
[Poder Crítico sobre o Assunto] "Se você rouba idéias de um autor, é plágio. Se

[Poder Crítico sobre o Assunto]

"Se você rouba idéias de um autor, é plágio. Se você rouba de muitos autores, é pesquisa". Wilson Mizner (1876-1933)

Se alguém lhe perguntasse qual a sua opinião sobre as mudanças climáticas, você teria algo a dizer? Começar a ter um poder crítico sobre o mundo que lhe cerca é uma consequência natural de quem tem o hábito da leitura.

Ter senso crítico é ser capaz de discordar com coerência de alguma opinião, utilizando argumentos sensatos. É também um fator de grande importância no momento de redigir uma redação, pois lhe dá a leveza de texto típica de quem conhece várias opiniões sobre o assunto que está sendo tratado, mas tem uma opinião pessoal formada.

Nada pior do que escrever sobre a opinião alheia. "Segundo o filósofo Fulano de Tal

o mundo

não que seja incorreto citar opiniões, mas isto

deve ser utilizado com moderação para apoiar a sua argumentação. Já o pequeno vestibulando parecerá que não tem nada a dizer e, ingenuamente, acha que quem vai corrigir a redação não vai perceber isto.

Não é necessário formular uma tese, até porque você não terá tempo para isso, mas

é importante você deixar claro que tem uma opinião e, principalmente, qual é esta opinião.

",

ou "O grande sociólogo X

",

[Domínio da Linguagem]

Notícias sobre um cavaleiro que havia ido matar um dragão:

- O cavaleiro, o dragão matou.

Afinal quem matou quem?

Dominar a linguagem é também uma das boas consequências do habito de leitura. Se você não perdeu a conta, já são quatro as vantagens que conseguimos com as leituras constantes: conhecimento, aprender a escrever, formular senso crítico e agora dominar a linguagem.

Os mudos têm uma linguagem própria, a dos sinais. Se alguém domina esta linguagem pode se comunicar com qualquer outra pessoa que também a domine. O mesmo vale para a uma redação. As palavras são códigos que se dominados, podem passar a mensagem que você quiser, da forma que você quiser e para quem você quiser. Nada o limitará.

Há ainda a pontuação que pode mudar todo o sentido de uma frase, ou de uma mensagem. Mas as palavras são as mais desafiadoras, não sua forma de escrever apenas, mas principalmente seu significado.

8

Mas as palavras são as mais desafiadoras, não sua forma de escrever apenas, mas principalmente seu
Exemplo: João está doente e conformado com sua situação. João está doente e resignado com

Exemplo:

João está doente e conformado com sua situação.

João está doente e resignado com sua situação.

A maioria das pessoas diria que estas frases possuem o mesmo sentido. Mas não é verdade. O Conformado refere-se a alguém que vivendo em uma situação ruim e nada faz para muda-la. O Resignado, no entanto, refere-se a alguém que vivendo em uma situação ruim, aceita, sem revoltas, aquele momento, mas se esforça para muda-lo. Qual a diferença?

Desta forma, precisamos entender que cada palavra tem um significado próprio e um local exato onde se encaixar. Tem o seu lugarzinho certo no texto e precisa ser pensada para não ser utilizada de forma equivocada.

EM RESUMO

CONDIÇÕES BÁSICAS PARA ESCREVER

Conhecer o

Assunto

Poder Crítico sobre o Assunto

Dominar a

Linguagem

Ter conhecimento sobre o assunto que se vai escrever é quesito essencial para a formulação de texto com qualidade.

Argumentar. É preciso saber discordar ou concordar sobre o tema que você está escrevendo. O poder crítico em um texto lhe dá uma estrutura coesa.

Se você não sabe o código, não tem como passar a mensagem. As palavras têm o poder de informar, desinformar, mudar opiniões, mas é necessário conhecê-las primeiro.

EXERCÍCIO 1

Vamos começar a escrever?

Redija um texto de 10 a 15 linhas sobre a qualidade dos programas de televisão aos domingos.

Comece desde já a organizar suas idéias. Pense no que você acha sobre o assunto antes. Vamos ver como se faz isso, com mais detalhes, ao longo do curso.

9

Pense no que você acha sobre o assunto antes. Vamos ver como se faz isso, com
Jornais e Revistas são grandes fontes para saber o que se passa no mundo. Não

Jornais e Revistas são grandes fontes para saber o que se passa no mundo. Não se limite a conhecer apenas o seu bairro, leia e se informe sobre as razões das guerras no Oriente, quem é e o que quer o grupo ETA, ou seja, de agora em diante reconheça o mundo

como sua casa. Nem precisa comprar os impressos, leia pela internet. Acesse os principais jornais da sua cidade, veja como cada um pensa sobre o mesmo assunto. Compare e pense a respeito. Você vai descobrir como o mesmo assunto pode ser escrito de formas diferentes e

com sentidos diferentes. Vá em frente e se informe

Sites interessantes:

Não perca tempo!

Revista Isto É Revista Veja Agne

O Estado de SP Folha de SP CNN em Português

DDeelliimmiittaaççããoo ddoo tteemmaa

Vamos imaginar uma cena surreal. Um extraterrestre lhe aborda um dia e lhe pede para falar sobre o nosso planeta. Você teria duas formas de abordar o tema:

cronologicamente ou por fatos. O importante mesmo é que você teria que encontrar uma forma de delimitar o tema. É claro que se você for um engenheiro, será muito mais fácil dissertar baseado nas grandes obras da engenharia mundial. Se você for um pintor, a história terá uma abordagem com as grandes obras-primas e seus autores. Em fim seria uma delimitação natural do assunto, baseada em seus conhecimentos prévios. Concorda?

No caso de uma redação para vestibular, a questão é outra. Os temas serão dados para você no momento da prova o que dificulta a delimitação do assunto.

Por exemplo:

Tema: o preconceito ainda está presente na sociedade brasileira.

Esse é um tema amplo e você precisa delimitá-lo para que sua redação não se torne um monte de informação desconexa. Não adianta você querer abordar todos os tópicos que o tema permite, afinal existem teses de doutorado sobre assunto. É preciso então começar a escolher do que você poderá tratar. E não invente moda. Não esqueça de falar sobre o que você sabe e só. Se você não conhece realmente como é o preconceito na Polônia, por exemplo, não o cite. Limite-se aos seus conhecimentos. Como já dissemos anteriormente, "deve-se escrever sobre o que se sabe".

10

Limite-se aos seus conhecimentos. Como já dissemos anteriormente, "deve-se escrever sobre o que se sabe". 10
Por exemplo: Ainda dentro do tema "preconceito no Brasil". Veja bem, raciocine antes de escrever.

Por exemplo: Ainda dentro do tema "preconceito no Brasil". Veja bem, raciocine antes de escrever. Há vários tipos de preconceito (racial, religioso, sexual, cultural e os que envolvem o poder aquisitivo entre outros), mas você não precisa escrever o que pensa ou o que já leu sobre todos eles. Você precisa cita-los, mostrar que você sabe o que é preconceito e que sabe que existem vários tipos. Só então você escolherá um ou dois deles para tomar como exemplo e embasar seu texto.

O que citamos neste último exemplo não é simplesmente um macete, é, principalmente, uma forma de organizar as idéias. É algo que você pode usar no seu dia a dia. Se alguém lhe pergunta "como foi o show?" Você não vai descrevê-lo parte por parte. Você cita o que foi de melhor. Isso é algo natural e, em uma redação de vestibular, essencial. Podemos chamar isto de PODER DE SÍNTESE.

Uma outra boa forma de organizar suas idéias é saber colocá-las no papel, é escrever rapidamente os tópicos que você abordará no texto. Não precisa ser muita coisa, mas algo que lhe permita dar um direcionamento ao tema, assim você também não corre o risco de fugir do assunto e cair no velho erro de ENCHER LINGUIÇA. Precisamos sempre estar em busca de um objetivo. Ao delimitarmos o assunto esse OBJETIVO deve estar claro e evidente.

Exemplo: Ainda no mesmo tema.

Tópicos:

Existem vários tipos de preconceitoclaro e evidente. Exemplo: Ainda no mesmo tema. Tópicos: Dependendo do país alguns se destacam mais

Dependendo do país alguns se destacam mais do que os outrosmesmo tema. Tópicos: Existem vários tipos de preconceito No Brasil está mais ligado à questão financeira

No Brasil está mais ligado à questão financeiraDependendo do país alguns se destacam mais do que os outros No Brasil existe a importação

No Brasil existe a importação de preconceitoos outros No Brasil está mais ligado à questão financeira Existe preconceito típico do BR: contra

Existe preconceito típico do BR: contra nortistas, contra nordestinos, contra portugueses.financeira No Brasil existe a importação de preconceito Para diminuir o preconceito é necessário: diminuir as

Para diminuir o preconceito é necessário: diminuir as diferenças existentes na sociedade, melhorar a educação, criar programas que ensinem a igualdade entre as pessoascontra nortistas, contra nordestinos, contra portugueses. Mas veja bem. O esquema serve para guiá-lo e não

Mas veja bem. O esquema serve para guiá-lo e não para limitá-lo. Se surgirem mais idéias durante o texto, ainda dentro do tema proposto, não há nada de mal em utilizá-las.

Seria interessante também você criar o que alguns autores de livros sobre redação chamam de frase-tópico, esta deverá conter todo assunto abordado.

11

o que alguns autores de livros sobre redação chamam de frase-tópico, esta deverá conter todo assunto
EM RESUMO   DELIMITAÇÃO DO TEMA Faça uma listagem de tópicos a serem abordados.  

EM RESUMO

 

DELIMITAÇÃO DO TEMA

Faça uma listagem de tópicos a serem abordados.

 

Ajudam a lhe manter dentro do tema.

A delimitação do tema está vinculada ao objetivo do texto.

O

objetivo do texto indicará principalmente seu domínio sobre o assunto.

 

Essa será sua principal preocupação durante a delimitação do

Delimitar sim, mas sem deixar o texto superficial.

texto. Se você vai tratar do tema "preconceito no Brasil", não

para ficar citando apenas as muitas loiras na televisão. Não se restrinja tanto.

EXERCÍCIO 2

Redija um texto de 10 a 15 linhas sobre o seguinte tema:

"Os erros que não cometerei com meus filhos."

Não esqueça de fazer uma listagem de tópicos.

Você diria que conhece o Brasil? Você sabe por quais problemas os sertanejos passam? Como realmente vive a população do norte do país? Porque o índice de violência é tão grande na região sudeste? Porque o sul conseguiu se desenvolver mais rápido que o restante do país? Conhecer os porquês do Brasil não é apenas uma questão de patriotismo, mas sim de sensatez até mesmo para tecer críticas sobre o local onde você vive. No que diz respeito a uma redação de vestibular, conhecer o Brasil é a melhor forma de encarar as 30 linhas de espaço que você terá. Novamente é aí onde a leitura regular se revela

fundamental. É importante conhecer as notícias de todas as regiões do Brasil, não apenas da

sua cidade ou estado

Não perca tempo!

12

importante conhecer as notícias de todas as regiões do Brasil, não apenas da sua cidade ou
O O E E n n t t e e n n d d i

OO EEnntteennddiimmeennttoo ddoo TTeemmaa

O PRIMEIRO PASSO: A primeira etapa de uma redação consiste em compreender plenamente o tema. Nos antigos vestibulares, este era proposto de forma direta. Exemplo, a faculdade de direito da Universidade de São Paulo, certa vez, pediu que os vestibulandos escrevessem sobre a "Cortina de Ferro". Nesse caso, o vestibulando deveria dissertar sobre os países do leste europeu então dominados pela ex-União Soviética. Sem dúvida, questões propostas de maneira explícita facilitavam o entendimento do tema.

Modernamente, os temas não são assim apresentados. São dados textos que, de alguma maneira, interligam-se e o vestibulando deve, em primeiro lugar, descobrir essas relações. Em linguagem simples, você deve "perceber" o conteúdo do tema.

a) Adequação ao tema. Exemplificando: sendo o tema da redação “Tecnologia”,

você deve tomar uma posição a respeito: discuta os prós e os contras. Durante a argumentação, se você tomar posição favorável, é necessário frisar mais os exemplos que provem a sua afirmação. O mesmo se sua posição for contrária. Neste caso, seu texto será coerente com o tema proposto. A contradição ocorre se você, ao assumir uma posição favorável, durante a argumentação ressaltar qualquer proposição contraria à posição inicialmente assumida.

b) Coerência no desenvolvimento do tema. Mas, uma boa linguagem não se define

apenas por clareza e originalidade. Quando estamos diante de um tema, por exemplo, DIVÓRCIO, além de tentar ser claro e original, precisamos manter uma coerência entre o conteúdo e a linguagem, ou seja, seria incoerente usar neste tema um palavrão ou mesmo um gíria. Você deve propor sempre uma linguagem coerente com aquilo que vai falar. Não se deve iniciar um texto usando um tipo de linguagem natural e desenvolve-lo ou concluí-lo

com a linguagem cada vez mais complexa, pois desta forma você está fragmentando a linguagem. A uniformidade deve ser mantida, ou seja, a linguagem inicial deve ser sustentada coerentemente em todo o desenrolar das idéias. Neste enfoque fica valorizada a coerência na linguagem.

c) Norma culta. A gramática obedece a normas estabelecidas que não podem ser

abandonadas; nem exaltadas excessivamente. Quando se cria um texto, deve-se observar as regras gramaticais para que as outras partes primordiais não sofram uma perda de significação em função do desconhecimento da gramática.

d) Reunindo clareza, originalidade, coerência há ainda a proposição de que, não é

por ser longa que uma redação é boa. Ao contrário, pois muitas vezes você não sabe o que escrever objetivamente, vai escrevendo sem critério e quando vê, a redação está extensa e até sem sentido ou contraditória, pois no texto longo há maior possibilidade de erros e

13

a redação está extensa e até sem sentido ou contraditória, pois no texto longo há maior
contradições. A redação não deve também ser muito curta, pois fica claro que, ou você

contradições. A redação não deve também ser muito curta, pois fica claro que, ou você tem falta de vocabulário ou não conhece e nem sabe argumentar sobre o assunto proposto.

Lembre-se: Ninguém pode exigir que você escreva bem, pois isto pressupõe talento; os concursos, vestibulares, etc, querem que se escreva certo.

DDeesseennvvoollvveennddoo uumm TTeemmaa

Os passos:

a) interrogar o tema

b) responder, com a opinião

c) apresentar argumento básico

d) apresentar argumentos auxiliares

e) apresentar fato- exemplo

f) concluir

Como fazer nossas dissertações? Como expor com clareza nosso ponto de vista? Como argumentar coerentemente e validamente? Como organizar a estrutura lógica de nosso texto, com introdução, desenvolvimento e conclusão?

Vamos supor que o tema proposto seja “Nenhum homem é uma ilha”.

Primeiro, precisamos entender o tema. Ilha, naturalmente, está em sentido figurado, significando solidão, isolamento.

Vamos sugerir alguns passos para a elaboração do rascunho de sua redação.

a) Transforme o tema em uma pergunta: Nenhum homem é uma ilha?

b) Procure responder essa pergunta, de um modo simples e claro, concordando ou

discordando (ou, ainda, concordando em parte e discordando em parte): essa resposta é o seu ponto de vista.

c) Pergunte a você mesmo, o porquê de sua resposta, uma causa, um motivo, uma

razão para justificar sua posição: aí estará o seu argumento principal.

d) Agora, procure descobrir outros motivos que ajudem a defender o seu ponto de

vista, a fundamentar sua posição. Estes serão argumentos auxiliares.

e) Em seguida, procure algum fato que sirva de exemplo para reforçar a sua posição.

Este fato-exemplo pode vir de sua memória visual, das coisas que você ouviu, do que você

14

reforçar a sua posição. Este fato-exemplo pode vir de sua memória visual, das coisas que você
leu. Pode ser um fato da vida política, econômica, social. Pode ser um fato histórico.

leu. Pode ser um fato da vida política, econômica, social. Pode ser um fato histórico. Ele precisa ser bastante expressivo e coerente com o seu ponto de vista. O fato-exemplo geralmente dá força e clareza à nossa argumentação. Esclarece a nossa opinião, fortalece os nossos argumentos. Além disso, pessoaliza o nosso texto, diferencia o nosso texto: como ele nasce da experiência de vida, ele dá uma marca pessoal à dissertação.

f) A partir desses elementos, procure juntá-los num texto, que é o rascunho de sua redação. Por enquanto, você pode agrupá-los na sequência que foi sugerida.

AA RReeddaaççããoo EEmmpprreessaarriiaall

ç ç ã ã o o E E m m p p r r e e

A Redação Empresarial é baseada em 3 pontos principais:

1 - Uniformidade

2 - Clareza

3 - Objetividade

Como obter uniformidade:

Quando se fala em correspondência na empresa (principalmente nas grandes), fala- se automaticamente em uma quantidade gigantesca de papel, em uma enorme massa de informações a serem produzidas diariamente, em uma diversidade respeitável de destinatários: órgãos públicos, empresas coligadas, prestadoras de serviços, revendas e público interno. Isso naturalmente ainda envolve peculiaridades regionais, formações profissionais distintas, níveis de escolaridade os mais diversos possíveis, afora o sempre decantado estilo pessoal.

Não há portanto outro caminho que não o da busca da uniformidade, sem a qual os textos produzidos se transformam em verdadeira TORRE DE BABEL. Como então obtê- la?

Uniformidade quanto à seleção do vocabulário

Os textos gerados na Empresa devem permitir uma única interpretação. Portanto, a palavra a ser utilizada deve:

ser de uso comum ao conjunto de usuários do idioma;

ser simples, o menos rebuscada possível;

ser capaz de informar com o máximo de precisão e objetividade.

15

do idioma; ser simples, o menos rebuscada possível; ser capaz de informar com o máximo de
Evite portanto: Neologismos (inventar palavras) A linguagem oral, por sua natureza dinâmica, incorpora automaticamente

Evite portanto:

Neologismos (inventar palavras)

A linguagem oral, por sua natureza dinâmica, incorpora automaticamente todo tipo

de transformações por que passa a sociedade. Já a linguagem escrita tem um compromisso de preservar hábitos culturais que permitam que os usuários se comuniquem por intermédio de um único idioma.

É natural portanto que a linguagem escrita incorpore as inovações e transformações

de forma mais lenta, de modo a impedir que a comunicação entre os falantes fique prejudicada.

O Neologismo deve ser substituído por palavra dicionarizada ou de uso consagrado.

Clichês e lugares comuns

A redação da empresa não deve ser, entretanto, burocrática, necessariamente difícil e resistente a qualquer tipo de transformação. Não deve ainda incorporar coloquialismos cuja repetição transformou em frases feitas, caricaturais e provincianas.

Os clichês só contribuem para tornar o texto pesado, vicioso e, consequentemente, pouco expressivo.

As listas que seguem não esgotam o assunto nem têm por objetivo aterrorizar ninguém.

Servem apenas como alerta para a necessidade de não cair no comodismo da repetição automática de fórmulas antigas e gastas, que em nada contribuem para a compreensão do texto.

 

TABELA 1 - EXPRESSÕES ESTEREOTIPADAS

 

EVITE

PREFIRA

 

O

acordo foi conseguido a duras penas

 

Com muita dificuldade.

 

As revendas agarram-se à certeza de

 

têm como certo, têm certeza, estão

que

certas

 

O

empregado disse em alto e bom som

disse claramente, de forma categórica, categoricamente

As bases e depósitos precisam acertar os ponteiros/aparar as arestas

precisam estar de acordo, resolver suas desavenças, acertas suas diferenças

As mudanças atingiram em cheio os objetivos

 

atingiram plenamente

16

desavenças, acertas suas diferenças As mudanças atingiram em cheio os objetivos   atingiram plenamente 16
O processamento dos pagamentos foi com muita rapidez, em regime de urgência realizado a toque

O

processamento dos pagamentos foi

com muita rapidez, em regime de urgência

realizado a toque de caixa

O

carro-chefe da campanha

o elemento principal, o chamariz, o mais importante

Causou-nos espécie a decisão

ficamos surpresos, fomos surpreendidos, causou-nos estranheza

Creio que podemos chegar a um denominador comum

entrar num acordo, eliminar nossas divergências

Devemos colocar um ponto final na discussão

 

devemos encerrar

Os gerentes devem conjugar esforços para cumprir

 

esforçar-se para, procurar cumprir

Consternou-nos profundamente

 

lamentamos profundamente

O

desempenho da equipe deixa a desejar

não é satisfatório, não corresponde às nossas expectativas

Para dirimir dúvidas que se fizerem necessárias.

 

em caso de dúvida

O

expositor discorreu sobre vários temas

 

falou sobre, abordou

ligados à Companhia

 

A

escolha do Instrutor dispensa

 

apresentações

 

foi a mais acertada

Estamos apenas em compasso de espera quanto às decisões

 

Estamos ainda aguardando, aguardamos

ainda

O

mau atendimento do hotel empanou o

prejudicou bastante, atrapalhou, reduziu a importância, contribuiu para o insucesso

brilho do evento

Não podemos, em sã consciência, admitir

 

não podemos admitir

17

para o insucesso brilho do evento Não podemos, em sã consciência , admitir   não podemos
  TABELA 1 - EXPRESSÕES ESTEREOTIPADAS   EVITE PREFIRA As palestras já estão inseridas no
 

TABELA 1 - EXPRESSÕES ESTEREOTIPADAS

 

EVITE

PREFIRA

As palestras já estão inseridas no contexto das proggramações

já fazem parte das programações

Diante do leque de opções apresentadas

Diante das alternativas

O

cliente terá que ser levado às barras

terá de ser processado, terá de ser acionado judicialmente

dos tribunais

Os assuntos que estão na ordem do dia deverão ser resolvidos

os assuntos mais importantes, os assuntos prioritários

O

pomo da discórdia continua sendo a

o principal problema, a razão maior da discórdia

transferência

 

TABELA 2 -BUROCRATÊS

EVITE

PREFIRA

Acusamos o recebimento de seu ofício

 

recebemos seu ofício

Vimos, através desta, solicitar a V.Sas.

 

solicitamos a V.Sas.

Já estamos encaminhando para o devido conhecimento de outros órgãos

 

já estamos encaminhando para outros

órgãos

Tem a presente a finalidade de comunicar a V.Sas. que

 

Comunicamos a V.Sas. que

Devemos concluir, de acordo com o que dissemos acima, que

 

devemos concluir então que

Temos em nosso poder seu ofício datado de

 

recebemos seu ofício de

Em 20 de novembro próximo passado

em vinte de novembro último, em 20 de novembro

Em mãos sua carta de merece a devida atenção

que nos

 

respondendo sua carta de

Rogamos que se tomem as providências

 

pedimos, solicitamos

18

que nos   respondendo sua carta de Rogamos que se tomem as providências   pedimos, solicitamos
Tomamos a liberdade de lembrar aos empregados lembramso aos empregados   Outrossim , cabe ressaltar

Tomamos a liberdade de lembrar aos empregados

lembramso aos empregados

 

Outrossim, cabe ressaltar que

cabe ressaltar ainda, cabe ressaltar também

 

Sem mais para o momento

atenciosamente

Sendo o que se nos oferece para o momento

atenciosamente

Reiteramos os nossos protestos da mais alta estima e consideração

atenciosamente

 

Não há, destarte, qualquer impedimento

não há desta forma, Assim sendo, não há impedimento

para

Encarecemos a V.Sa. a observância do prazo resposta

Lembramos a V.Sa. ser importante a observância, pedimos a V.Sa. atentar para o prazo resposta

Tendo em vista a alta prioridade atribuída pelo

tendo em vista a prioridade atribuída

Encaminhamos a V.Sa. em anexo à presente

encaminhamos a V.Sa., em anexo,

Em resposta ao expediente referenciado, informamos a V.Sa. que

informamos a V.Sa. que

19

a V.Sa., em anexo, Em resposta ao expediente referenciado , informamos a V.Sa. que informamos a
  TABELA 2 -BUROCRATÊS   EVITE PREFIRA Tendo em vista o furto do veículo em
 

TABELA 2 -BUROCRATÊS

 

EVITE

PREFIRA

Tendo em vista o furto do veículo em epígrafe ocorrido

tendo em vista o furto do veículo ocorrido

Considerando decisão emanada de reunião do grupo

considerando decisão tomada na reunião do Grupo

Segundo o memo 498 do ano em curso

segundo o memo 498 deste ano; o memo 498 de 2009

Os novos equipamentos vêm preencher uma lacuna antiga

resolver um problema, suprir uma necessidade

Não foi a Gerência, propriamente dita, a responsável

não foi a Gerência a responsável

O

processo já está na reta final

já está sendo concluído

Vamos agora tecer comentários sobre

comentaremos agora

Temos boas razões para crer que

Acreditamos que

Problemas pessoais de funcionários não deveriam ser aqui trazidos à baila

Não é oportuno discutirmos, não cabe agora discutir, não deveriam ser discutidos

Via de regra, os procedimentos

habitualmente, frequentemente

A

questão da retomada dos imóveis

continua sem qualquer solução

voltou à estaca zero

Ainda não houve tempo hábil para

ainda não houve tempo

OOss PPeerrííooddooss

Este é o termo que damos para designar frases simples ou complexas, curtas ou longas, que se separam de outra pelo ponto. Os períodos representam pensamentos desenvolvidos, conclusos e inteligíveis.

Os períodos podem ser simples quando transmitem um único pensamento formando apenas uma oração. E podem ser compostos quando possuem duas ou mais orações, ou seja, mais de um pensamento.

Exemplo:

Simples: Os professores e os alunos se reuniram ontem.

20

duas ou mais orações, ou seja, mais de um pensamento. Exemplo: Simples: Os professores e os
Composto: Os professores e os alunos se reuniram ontem e decidiram quais seriam as regras

Composto: Os professores e os alunos se reuniram ontem e decidiram quais seriam as regras do Festival Universitário.

É necessário ter cuidado ao escolher que tipo de período será utilizado. Se você tem muitas informações a colocar sobre o mesmo assunto, o melhor é mesclar o parágrafo utilizando períodos simples e compostos.

Exemplo:

Os livros de ficção que utilizam em sua história a filosofia estão conquistando milhares de fãs em todo o mundo (simples). As obras tratam principalmente de questões existenciais, assunto que sempre obteve grande procura nas livrarias em qualquer parte do mundo (composto).

O período mais utilizado é o simples, pois facilita a leitura e, portanto, o entendimento. No entanto, o período composto é usado como forma de deixar o texto menos cansativo, pois sua estrutura concede ao texto uma certa agilidade.

Veja estes dois exemplos.

Redigir um texto requer estudo. O aluno precisará se dedicar. A dedicação é sua única maneira de compreender e colocar em práticas as técnicas de redação.

Quem não compreendeu o pensamento acima? Foi fácil, mas o texto em si está mais parecendo um telegrama com aquelas frases curtas, com pouca ou nenhuma conexão. Veja como ficaria se usássemos também o período composto.

Redigir um texto requer estudos. O aluno precisará se dedicar, pois essa é a única maneira de compreender e colocar em prática as técnicas de redação.

Mais rápido e igualmente compreensível.

PERÍODO COMPOSTO

Os pensamentos formalizados em um período composto podem criar quatro espécies de ligações. Essas ligações são principalmente demonstradas por meio de uma partícula. Veja:

1 - Concatenação pura e simples: e, além disso, demais, etc.

Ex.: Os alunos chegaram tarde na escola e foram punidos.

2 - Contraste: mas, porém, no entanto, todavia, etc.

Ex.: Os alunos chegaram tarde na escola, mas não foram punidos.

3 - Explicação: pois, porque, com efeito, etc.

21

Ex.: Os alunos chegaram tarde na escola, mas não foram punidos. 3 - Explicação: pois, porque,
Ex.: Os alunos foram punidos pois chegaram tarde na escola. Nesses três casos, acontece uma

Ex.: Os alunos foram punidos pois chegaram tarde na escola.

Nesses três casos, acontece uma ligação por coordenação e muitas vezes as orações formam períodos distintos.

4 - Subordinação em geral: que, quando, enquanto, embora, etc.

Ex.: Os alunos chegaram tarde na escola que os puniu.

Neste caso, o período geralmente é único e com a presença de uma partícula ligando a oração principal com a subordinada.

EM RESUMO

FORMAÇÃO DOS PERÍODOS

FORMAÇÃO DOS PERÍODOS

O período simples

O período composto

O período composto possui quatro tipos de ligação.

Transmite um único pensamento

Transmite mais de um pensamento em pelo menos duas orações.

Concatenação de idéias; Contraste; Explicação e Subordinação Geral.

EXERCÍCIO 3

O texto abaixo foi escrito propositalmente de forma equivocada. Os períodos foram escritos utilizados aleatoriamente. Reescreva-o de modo a fazê-lo inteligível e claro.

"Muitos dizem que o casamento é hoje uma instituição falida. Também dizem que ele tende a acabar com o passar do tempo. A estrutura familiar também estaria com seus dias contados. Ela não teria mais a capacidade de ser a base da sociedade brasileira. Ela está demonstrando sinais de que já precisa de uma nova reformulação. O certo é que ninguém consegue prever o que realmente acontecerá com a sociedade brasileira, fragilizada com as falências de outras instituições como a política partidária/ideológica, a Igreja e o Estado. E as esperanças estão sendo dirigidas às instituições da sociedade civil organizada, em especial as organizações não- governamentais."

22

dirigidas às instituições da sociedade civil organizada, em especial as organizações não- governamentais." 22
Espero que você já esteja lendo tudo o que aparece na sua frente. Faça, no

Espero que você já esteja lendo tudo o que aparece na sua frente. Faça, no entanto, uma leitura diferente. Primeiramente, leia tudo e entenda o assunto que está sendo tratado.

Em seguida, refaça a leitura só que desta vez preste atenção na forma do texto. Perceba como as frases foram escritas. Pense em uma outra forma de escrevê-las. Não perca tempo!

SSeeiiss ddiiccaass II mmppoorrttaanntteess

1. Leia com atenção o tema proposto. Não corra o risco de receber uma nota baixa

por ter se afastado do tema.

2. Planejar o texto ajuda a desenvolver o raciocínio. Defina sua idéia central, seu

objetivo, estabeleça uma linha de argumentação e uma conclusão.

3. Evite usar letra de forma, que dificulta a distinção entre maiúsculas e minúsculas.

Uma boa grafia - legível e sem floreios - e limpeza são fundamentais. Não se esqueça dos pingos nos "i": não vale usar bolinhas no lugar deles.

4. Não comece com períodos longos, exponha logo suas idéias. Não use expressões

como "eu acho", "eu penso" ou "quem sabe", que mostram dúvidas em seus argumentos.

5. Seja claro: evite usar palavras difíceis que possam prejudicar a compreensão de

seu texto. Tenha em mente que sua redação deve se destacar pela unidade, clareza, coerência e concisão.

6. Seja simples: não use palavras de cuja grafia você não tenha certeza. Em dissertações, não use gírias - elas não fazem parte da norma culta da Língua Portuguesa.

PPeerriiggooss eevviittáávveeiiss nnoo ccaammiinnhhoo ppaarraa uummaa bbooaa rreeddaaççããoo

É longo o caminho para se escrever bem, mas há um conjunto de regrinhas simples que ajudam a errar menos nessa importante atividade do vestibular. Vejamos algumas das coisas que você pode evitar.

1."Não sei bem o que dizer da especialização precoce dos jovens, mas a eliminação do juvenil do Corinthians foi também muito precoce no campeonato!"

Está aí um bom exemplo de bola fora. Comece sua redação lendo com atenção todos os elementos que o examinador apresentou para você utilizar. Procure ver se realmente entendeu o que se pede. Pense num caminho, faça um esquema se preferir, e veja se você não está forçando, inventando algo fora do contexto. Sim, porque conta demais o fato de

23

se preferir, e veja se você não está forçando, inventando algo fora do contexto. Sim, porque
você escrever dentro ou fora do tema pedido. Já pensou se acharem que você fugiu

você escrever dentro ou fora do tema pedido. Já pensou se acharem que você fugiu do

assunto?

É

zero!

2."Esse tipo de gente merece ser exterminado"

Radical demais, não parece? É até grosseiro. Nas dissertações, como recomendação geral, evite os riscos desnecessários de posições extremistas. Vale a pena procurar desenvolver um texto equilibrado, mostrando as coisas de forma ampla e assumindo posições sem partidarismos extremos.

3."De uma perspectiva pedagógica e heuristicamente viesada, o numerário foi ínfimo."

Pois é. Veja aí que escrever com clareza é muito importante. Os outros devem entender o que você escreveu (especialmente os examinadores). Não use palavras que você acha bonitas mas não entende o que significam. Aliás, a frase acima não é apenas complexa - apesar de usar termos que existem, ela é desprovida de sentido. Um pequeno truque:

procure colocar-se no lugar do leitor - ele entenderia seu argumento?

4."Fazem muitos anos que eu queria isso/ Se ela quiser deixar isso para mim fazer/ A muito tempo estou afins".

Evite erros básicos (um exercício: corrija os erros que estão em destaque vermelho nas frases entre aspas.). Fuja de palavras de grafia duvidosa para você. Use só termos que você conhece. Respeite a gramática e as regras de grafia. Isso pega bem.

5."Ele deu um pum fedido pacas. Foi aquele auê!"

Gostou disso? E o examinador também iria gostar? Hoje, a linguagem parece que "liberou geral" -- como costuma-se dizer. Será que entramos na era do vale-tudo? Cuidado! Esse território é perigoso. Sugerimos que deixe a "franqueza" vocabular para lançar alguma nova versão de "sabão crá-crá". Aí, pode deitar e rolar -- o público irá agradecer, se você for bem-sucedido. Agora, nas redações, cuide-se. Evite grosserias na sua redação. Não é só você que tem mãe, irmã etc. Os examinadores também têm e nem todos são apaixonados pelo "exótico".

6.Ahxxvdfjkkl

gfgdfg 34tggg

Nem precisava ser dito, mas limpeza conta. Procure manter uma letra razoável. Nada de emporcalhar a folha. É o mínimo para seu cuidado com o conteúdo e para a qualidade do texto não desaparecer no meio de rabiscos.

Afastar pedras do caminho não constrói a boa redação, apenas evita que você comprometa seu trabalho.

24

de rabiscos. Afastar pedras do caminho não constrói a boa redação, apenas evita que você comprometa
O O a a t t o o d d e e e e s

OO aattoo ddee eessccrreevveerr

O O a a t t o o d d e e e e s s

"Qualquer um de nós, senhor de um assunto, é, em princípio, capaz de escrever sobre ele. Não há um jeito especial para a redação, ao contrário do que muita gente pensa. Há apenas uma falta de preparação inicial, que o esforço e a prática vencem." ( J. Matoso Câmara Jr.)

O ato de escrever, de denominar a língua e a linguagem para alguns é fácil e

agradável, entretanto, para outros pode representar dificuldades e sacrifícios.

Quem escreve deve ter consciência de que ao escrever, combina suas impressões, pensamentos críticos e vivência pessoal e saber que por meio do aprimoramento da linguagem será possível expressar de forma plena o seu pensamento. É importante perceber que a redação, tal como ela deve ser, é consequência de um processo contínuo de aprendizagem.

A dissertação será priorizada por ser a modalidade predominante nas propostas dos

vestibulares.

DICAS

Dentre as falhas mais comuns encontradas em textos dissertativos, podemos citar o uso de coloquialismos, ausência de organização das idéias, ambiguidades, impropriedade vocabular ou conector impróprio.

Alguns exemplos:

1 - Emprego de pronome relativo

Esta é a região a cujos os limites me referi há pouco. (errado)

Correção: Esta é a região a cujos limites me referi há pouco.

Comentário: cujo - pronome relativo: indica posse, equivale ao pronome possessivo seu, sua e concorda com o termo que sucede, dispensando, assim, o emprego do artigo (o, a, um, uma e seus plurais).

"Você vai conseguir falar com gente que você nunca falou antes Online (Folha de São Paulo, 25.10.08)

" Bol - Brasil

Correção: " (

)

falar com gente com quem/ com as quais você nunca (

)".

Comentário: o pronome relativo deve aparecer regido de preposição com, pois quem fala, fala com alguém.

Os bancos internacionais, onde o Brasil é credor, decidiram rever as taxas de juros.

25

pois quem fala, fala com alguém. Os bancos internacionais, onde o Brasil é credor, decidiram rever
Correção: Os bancos internacionais, dos quais o Brasil é credor, Comentário: o pronome onde, enquanto

Correção: Os bancos internacionais, dos quais o Brasil é credor,

Comentário: o pronome onde, enquanto relativo deve sempre indicar lugar, exemplo, Eis o colégio onde estudo. O raciocínio que deve ser empregado neste exemplo é:

o Brasil é credor de quem? - dos bancos internacionais; portanto, dos quais é credor.

2 - Período longo demais

A menos que tenha muita segurança no que está dizendo, quem escreve deve evitar períodos longos demais. Muitas informações em um só período quase sempre resultam em falta de clareza e ambiguidade.

"É segundo esta noção de projeto que vamos, a partir desta visão humanista da problemática urbana - sem deixar de levar em consideração as nossas condições de país de formação colonial - analisar os projetos de cidade expressos nos trabalhos de diversos órgãos federais." (perído mal construído)

Correção: Vamos analisar os projetos expressos nos trabalhos de diversos órgãos federais a partir de uma visão humanista da problemática urbana.

3 - Frases muito curtas - estrutura incompleta

"Agora, época de eleição, a população cansada de enriquecer políticos, sem escolha de partido, fica à mercê de discursos moralistas, que visam formar a opinião pública, segundo os seus interesses. " (Redação de aluno)

Comentário: o trecho acima não foi concluído, dessa forma, a estrutura do período tornou-se incompleta.

Correção: Agora, época de eleição, a população cansada de enriquecer políticos, sem escolha de partido, fica à mercê de discursos moralistas que visam formar a opinião pública segundo os seus interesses.

4 - Problemas de significado e construção

"Era um belo sábado, uma noite muito agradável onde um lobo uiva no alto da "

colina dos Andes, demonstrando estar solidário ou anunciando sua solidão aluno)

Comentário: O trecho acima, extraído de uma redação de vestibular, apresenta alguns problemas de significado e de construção:

(Redação de

a) uso inadequado da palavra onde;

b) imprecisão vocabular solidário em lugar de solitário;

26

(Redação de a) uso inadequado da palavra onde; b) imprecisão vocabular solidário em lugar de solitário;
A A A A m m b b i i g g u u i

AA AAmmbbiigguuiiddaaddee

A função da ambiguidade é sugerir significados diversos para uma mesma mensagem. É uma figura de palavra e de construção. Embora funcione como recurso estilístico, a ambiguidade também pode ser um vício de linguagem, que decorre da má colocação da palavra na frase. Nesse caso, deve ser evitada, pois compromete o significado da oração.

Exemplo:

os corpos do casal B serão exumados pela segunda vez nesta semana." ( Folha de S. Paulo)

" (

)

Comentário:

Os corpos serão exumados pela segunda vez desde que foi iniciado o inquérito ou os corpos serão exumados duas vezes numa mesma semana, "nesta semana"? (Unicamp)

Exemplo:

" O presidente americano (

)

produziu um espetáculo cinematográfico em

novembro passado na Arábia Saudita, onde comeu um peru fantasiado de marine no mesmo bandejão em que era servido aos soldados americanos." ( Revista Veja )

Comentário:

Às vezes, quando um trecho é ambíguo, é o conhecimento que o leitor tem dos fatos que lhe permite fazer uma interpretação adequada do que lê. Um bom exemplo é o trecho acima, no qual há duas ambiguidades, uma decorrente da ordem das palavras e a outra, de uma elipse do sujeito.

a)

Trecho: "

" no mesmo bandejão em que era servido

onde comeu peru fantasiado de marine

"

"

Pode-se entender que o peru estivesse fantasiado de marine ( fuzileiro naval ), e não

o presidente. Por outro lado, é possível entender que o presidente estivesse sendo servido aos soldados no bandejão, e não o peru.

b) Correção: O presidente americano, fantasiado de marine, produziu um espetáculo cinematográfico em novembro passado na Arábia Saudita, quando comeu peru no mesmo bandejão de que se serviam os soldados americanos.

Comentário:

27

passado na Arábia Saudita, quando comeu peru no mesmo bandejão de que se serviam os soldados
O leitor deve levar em conta o fato de que o peru não estaria fantasiado

O leitor deve levar em conta o fato de que o peru não estaria fantasiado de marine,

nem o presidente poderia ser servido aos soldados americanos em um bandejão.

Exemplo:

"A principal notícia foi o bate-boca entre os presidentes do Senado e da Câmara que chocou

a todos."

Comentário:

Dois sentidos podem ser encontrados: 1 – O presidente da câmara chocou a todos. 2

– O bate-boca chocou a todos.

A ambiguidade na frase acima pode ser desfeita com a seguinte reescritura: a principal notícia, que chocou a todos, foi o bate-boca entre os presidentes do Senado e da Câmara.

AA EEssttrruuttuurraa ddaa FFrraassee

A frase é um enunciado constituído por vocábulos que se reúnem para a formação

do processo de comunicação entre dois ou mais indivíduos. Quando dizemos:

- O dia está chuvoso!

- Todos estão trabalhando.

- Que dia é hoje?

Todos estes são exemplos de frases.

Em uma redação podemos considerar a frase como o núcleo de todo o texto. Se ela é formulada de forma equivocada, isto afetará o parágrafo do qual faz parte e, finalmente, toda a dissertação.

A frase simples é estruturada com sujeito e predicado. O primeiro indica quem

exerce a ação; o segundo trata qual é a ação principal. As frases mais complexas incluem ainda:

Adjunto Adverbial: apresenta as circunstâncias envolvidas no processo designado pelo verbo (tempo, lugar, causa, modo, instrumento, fim, companhia, entre outros).

Objeto Direto: é utilizado quando o verbo pede complemento, para que a frase tenha significado. Exemplo: Renata ganhou um presente. O verbo “ganhou” pede um complemento, que é o “presente”. ganhou um presente. O verbo “ganhou” pede um complemento, que é o “presente”.

um

complemento, necessite de uma preposição.

o “presente”. um complemento, necessite de uma preposição. Objeto Indireto: é utilizado quando o verbo, ao
o “presente”. um complemento, necessite de uma preposição. Objeto Indireto: é utilizado quando o verbo, ao

Objeto

Indireto:

é

utilizado

quando

o

verbo,

ao

pedir

28

o “presente”. um complemento, necessite de uma preposição. Objeto Indireto: é utilizado quando o verbo, ao
Complemento Adverbial: quando o verbo pede um complemento especial, ou seja, que indique circunstância. Predicativo:

Complemento Adverbial: quando o verbo pede um complemento especial, ou seja, que indique circunstância.Predicativo: é um elemento que indica qualidade, um estado ou uma condição do sujeito. Quando

Predicativo: é um elemento que indica qualidade, um estado ou uma condição do sujeito. Quando há predicativo na frase, há também verbo de ligação. O verbo de ligação não exprime ação e sim um estado e liga o sujeito ao predicativo. São verbos de ligação, mais comuns: ser, estar, permanecer, ficar, continuar, parecer, andar.complemento especial, ou seja, que indique circunstância. Como dissemos, esta listagem relaciona formas de frases mais

Como dissemos, esta listagem relaciona formas de frases mais complexas. Uma única frase pode conter todos estes complementos ou apenas um deles. Ou ainda nenhum.

As frases precisam ser claras e precisas. Em uma redação, em especial no vestibular, ela necessita evitar dois erros comuns: a dupla interpretação e a forma indireta que dificulta a comunicação.

CCoommoo eessccoollhheerr aass ppaallaavvrraass

E do que adianta se saber exatamente como distribuir as palavras na frase, se as palavras estiverem equivocadas. A imprecisão das palavras é um dos erros mais comuns que se verifica nos textos.

Não podemos nos basear apenas pelo hábito do uso no dia a dia da palavra para justificar seu uso no texto.

no dia a dia da palavra para justificar seu uso no texto. Por exemplo: Humilde -

Por exemplo:

Humilde - É uma questão de caráter, mas habituou-se erroneamente a lhe dar o mesmo significado de "pobreza". "Aquela casa é humilde" (erro clássico).

Menosprezo - Significa se considerar acima de alguém ou de todos. Mas muitas vezes é usada substituindo desprezo, que significa não dar importância a nada.

"Perigo de Morte" - Erro comum. Ninguém corre risco de morte. Corre-se risco de VIDA. Só se pode correr risco de se perder o que se tem. Não é lógico

Dois cuidados especiais neste momento

Palavras abstratas: exprimem idéias com significado muito particular. Assim:

fidelidade, grande, pequeno, bonito, patriotismo, caridade, bondade entre outras, são palavras que dificultam que a idéia principal seja transmitida. O que é grande? O que é bonito? O que é bondade? Em uma pequena roda de cinco pessoas, devem surgir dezenas de significados diferentes. Dizer que o desmatamento na Floresta Amazônica "alcança uma área muito grande", é não dizer nada. Área grande pode ser de 100 km para uma pessoa,

29

"alcança uma área muito grande", é não dizer nada. Área grande pode ser de 100 km
para outra, de dois hectares. De forma geral, é melhor evitar o uso de adjetivos,

para outra, de dois hectares. De forma geral, é melhor evitar o uso de adjetivos, que são os grandes vilões das frases mal interpretadas. O melhor neste caso é fazer comparações. Se você quer dizer o tamanho da área desmatada, faça comparações: tamanho de três estádios de futebol, etc.

Palavras homônimas e parônimas: as homônimas são palavras iguais de significado diferentes; e parônima quando as palavras são apenas parecidas. Para saber qual o significado da palavra na frase, é necessário ver o sentido da frase.

As homônimas, quando bem usadas, podem auxiliar na qualidade de um texto. Mas saber se utilizar deste artifício requer um certo talento, que só se adquire com o tempo e com prática.

EM RESUMO

A ESTRUTURA DA FRASE

A ESTRUTURA DA FRASE

Sujeito

Predicado

Complementos

A escolha das palavras

Transmite um único pensamento.

Tramite mais de um pensamento em pelo menos duas orações.

Concatenação de idéias; contraste; explicação e subordinação geral.

Usar de precisão. Cuidado com palavras abstratas.

EXERCÍCIO 4

1 - Vamos formular frases. Cinco frases simples: sobre a copa do mundo de 2014 no Brasil.

2 - Formule uma lista de dez palavras homônimas, dando todos os significados que estas possuem. Boa Sorte!!

Escreva. Não interessa o que. Escreva. A prática será a melhor maneira de você qualificar seu texto. Abra os jornais do dia, leia as matérias que tratam do mesmo assunto e depois escreva sua opinião sobre o que leu. Como é um exercício, faça devagar, mas faça. Não perca tempo!

30

e depois escreva sua opinião sobre o que leu. Como é um exercício, faça devagar, mas
A A f f o o r r m m a a t t a

AA ffoorrmmaattaaççããoo ddoo ppaarráággrraaffoo

A divisão mais comum de um parágrafo é em 3 partes principais:

1 - Frase-núcleo: traduz o objetivo do assunto escolhido. Costuma ser a primeira frase do parágrafo e serve para informar ao leitor que tipo de abordagem será dada ao assunto escolhido.

2 - Desenvolvimento: sua função é exatamente desenvolver a frase-núcleo.

3 - Conclusão: se houve um assunto abordado em determinado parágrafo, ele precisa ser concluído para que outro aspecto seja tratado em um novo parágrafo.

Veja alguns exemplos de parágrafos construídos segundo esta formatação:

Exemplo 1: A televisão brasileira está sendo alvo de discussões nos mais diversos setores da sociedade. Sua programação tem sido, constantemente, motivo de debates das Universidades aos bares de esquina. As discussões quase sempre convergem em duas vértices: a programação da tevê reflete o povo/ o povo reflete a programação da tevê.

Exemplo 2: Parte da população brasileira, frequentemente, afirma que não gosta de política. Essa parte, geralmente, é composta da mesma parcela da população que não lê sobre política e não compreende a profundidade do tema em suas vidas. No entanto, em alguns momentos da história brasileira é possível ver na população unidade em torno de um debate político, seja a eleição, seja a corrupção. O difícil é encontrar brasileiros que compreendam que a política faz parte de nossas vidas e que, quanto mais tentamos ignorá- la, mas difícil fica de se efetuar qualquer mudança no país.

Outro ponto que não podemos deixar de mencionar é a TRANSIÇÃO. As frases de seus parágrafos podem estar bem escritas em uma análise isolada, no entanto, se as unirmos, precisam ter uma conexão para que não pareça um telegrama.

O sujeito

Há alguns recursos para indicar a relação entre as frases.

Veja o exemplo 1:

"A televisão brasileira está sendo alvo de discussões nos mais diversos setores da

sociedade. Sua programação tem sido

".

Neste caso a palavra "Sua" faz referência ao sujeito da frase anterior "televisão brasileira". Assim, manter o mesmo sujeito na segunda frase é uma boa forma de fazer o parágrafo como uma unidade. Neste caso ele foi representado por um pronome, mas também poderia ser por um sinônimo.

31

parágrafo como uma unidade. Neste caso ele foi representado por um pronome, mas também poderia ser
"A televisão brasileira está sendo alvo de discussões nos mais diversos setores da sociedade. A

"A televisão brasileira está sendo alvo de discussões nos mais diversos setores da sociedade. A grade de programação das tevês tem sido

Pronomes

Se você está estudando gramática, já deve ter visto o uso dos pronomes, que é o recurso de representar palavras já utilizadas.

"A televisão brasileira está sendo alvo de discussões nos mais diversos setores da

sociedade. Sua programação tem sido

"O racionamento de energia atingirá parte do país. No entanto, ele deverá promover demissões em massa em todas regiões sem distinções".

".

Conjunções e advérbios

As conjunções e os advérbios são as mais puras transições. No exemplo anterior, vimos um caso de transição de pronome e de CONJUNÇÃO ao mesmo tempo.

"O racionamento de energia atingirá parte do país. No entanto, ele deverá promover demissões em massa em todas regiões sem distinções".

As conjunções mais comuns são: no entanto, entretanto, mas, além disso, por outro lado. Elas sempre se referem à frase anterior.

Construções paralelas

Neste caso as frases têm o mesmo padrão, veja:

"O racionamento atingirá a sociedade das mais diversas formas. O comércio, que será obrigado a fechas as portas mais cedo; a indústria de produtos, que precisará diminuir sua produção; a indústria do entretenimento, que geralmente dependente da energia elétrica; o turismo, que deverá ser atingido devido a hotéis sem infra-estrutura para sobreviver com apagões; e, finalmente, o trabalhador que devido a tudo que foi citado poderá perder seu emprego sem poder fazer nada".

Descubra os números que cercam o Brasil. Esta informação pode ser útil, não apenas na redação como em outras disciplinas como Geografia e História. O IBGE costuma apresentar estatísticas sobre a população brasileira. Descubra seu conteúdo e pense nos porquês daqueles resultados. Não perca tempo!

32

sobre a população brasileira. Descubra seu conteúdo e pense nos porquês daqueles resultados. Não perca tempo!
A A E E s s t t r r u u t t u

AA EEssttrruuttuurraa ddoo PPaarráággrraaffoo

O parágrafo é um grupo de frases que tratam do mesmo assunto. Assim, para ser bem estruturado é necessário que ele seja completo e coerente, ou seja, suas frases devem se referir direta ou indiretamente ligadas ao assunto tratado. Atenção! Este é um ponto importante para que sua redação não se torne um emaranhado de abordagens sem desenvolvimento nem coerência.

O assunto tratado no parágrafo em que você está trabalhando é algo importante. A delimitação do assunto é imprescindível para a coerência do parágrafo.

Exemplo: veja um esquema padrão de uma dissertação.

Tema - Nível da programação da televisão no Brasil.

1ª fase do parágrafo - Assunto principal: Nível da programação da televisão no

Brasil.

2ª fase do parágrafo - O desenvolvimento da primeira fase: a justiça interveio.

3ª fase do parágrafo - A conclusão da primeira fase: a única censura aceitável é a da população.

Formas de desenvolver o parágrafo

Apesar da liberdade de desenvolver o parágrafo da forma como cada um achar mais conveniente, não se pode esquecer que existem alguns padrões que, em determinados momentos, podem ser utilizados. Em especial em uma redação de vestibular:

Desenvolvimento

definição: é a melhor forma para explicar palavras que sejam importantes na

sua dissertação. Defina alguns termos que serão utilizados e podem não ser tão óbvios.

Ex: As palafitas são casas comuns na Amazônia, construídas sobre os rios e igarapés.

por

exemplo: se não forem em excesso, os exemplos são sempre uma ótima

opção, principalmente - lembre-se desta regrinha básica - se eles estiverem relacionados com o dia a dia de uma pessoa comum.

Ex: Atividades físicas são de grande benefício aos homens e mulheres. Por exemplo: a caminhada, que é indicada a ambos os sexos e em todas as idades.

33

por

benefício aos homens e mulheres. Por exemplo: a caminhada, que é indicada a ambos os sexos
comparação ou contraste : neste caso é bom evitar este estilo na idéia principal do

comparação ou contraste: neste caso é bom evitar este estilo na idéia principal

do texto, para que sua opinião não confunda seu leitor. No entanto, você pode utilizar este estilo nas idéias secundárias. Assim como no exemplo, é importante a ligação com fatos e objetos conhecidos.

Ex: O empresário possuía 5 mil hectares de terras em seu nome, o que equivale a 100 estádios de futebol como o Maracanã.

causa e efeito: o assunto abordado sempre tem uma causa e um efeito, assim

seria escolher este estilo para abordar estes dois tópicos.

Ex: A participação da seleção brasileira no último campeonato foi um fracasso. A principal causa foi a preparação feita às pressas, além do grande tumulto causado pela imprensa.

por

por

por

fato ou detalhe específico: é uma forma perfeita de fazer um parágrafo ser

concreto. O único cuidado é para não cair no erro da descrição. Erro porque estamos falando de dissertações, correto?

Ex: Dizem que Newton descansava em baixo de uma macieira carregada de frutos em uma bela manhã. Ainda não eram dez horas da manhã, mas o inventor já pensava em que dedicaria aquele seu dia. Deitado sobre o gramado verde e ainda úmido do sereno na última noite, Newton foi surpreendido por uma maça que lhe atingia a cabeça. Em uma incrível velocidade de raciocínio, surgiu o início da lei que mais tarde seria conhecida nas quatro partes do planeta como: Lei da Gravidade.

por

análise e classificação: neste caso divide-se o parágrafo em tópicos.

Ex: A obra de J.J. Benítez "O Cavalo de Tróia" desperta os mais divergentes sentimentos em um leitor. Inicialmente ela é cansativa e detalhista em excesso. Com o passar das páginas elas se torna intrigante, empolgante, apaixonante e verdadeira.

EM RESUMO

A FORMATAÇÃO DO PARÁGRAFO

A FORMATAÇÃO DO PARÁGRAFO

Frase-núcleo

Desenvolvimento

Conclusão

Transição das frases

Primeira frase do parágrafo. Indica a abordagem a ser utilizada.

Discorre sobre a frase-núcleo.

Encerra o assunto iniciado.

Sujeito; Pronome; Conjunções e Advérbios; Paralelismo

34

sobre a frase-núcleo. Encerra o assunto iniciado. Sujeito; Pronome; Conjunções e Advérbios; Paralelismo 34
EXERCÍCIO 5 Escreva três parágrafos sobre o tema: 1 - A CPI da Corrupção é

EXERCÍCIO 5

Escreva três parágrafos sobre o tema:

1 - A CPI da Corrupção é barrada por estratégia do governo.

CCoonncclluussããoo ddoo MMóódduulloo 11

Parabéns por ter chegado até aqui. Neste ponto encerra-se o módulo 1 do curso. Para passar ao módulo 2, acesse o site www.cursos24horas.com.br com seu login e senha e faça a avaliação deste módulo. Lembrando que cada curso é composto por 2 módulos. Ao final dos 2 módulos você receberá seu certificado de conclusão do curso.

35

cada curso é composto por 2 módulos. Ao final dos 2 módulos você receberá seu certificado