Sei sulla pagina 1di 4

ESCOLA DE ENGENHARIA

Resistncia dos Materiais II


Prof. Fernando Peroba
Semestre 2013.2
Equao da Linha Elstica em vigas
com inrcia varivel
Nesta seo sero estuadas vigas que
possuem inrcia varivel. Tais casos
representam uma vasta aplicao na
engenharia. Desta forma, seja a viga
tronco cnica, macia, engastada e
carregada com uma carga concentrada
em sua extremidade livre, como mostra a
figura abaixo.


Inicialmente, deve-se determinar como o
dimetro da seo transversal da viga
varia ao longo do eixo . Para tanto,
observam-se as caracterstica
geomtricas deste elemento tronco
cnico mostrado na figura a seguir.

Fazendo semelhana de tringulos, tem-
se:

+
O momento de inrcia de uma seo
circular dado por:
=

64
=

64


A equao do momento fletor para a viga
em questo :
=
Aplicando as expresses encontradas
acima na equao diferencial da linha
elstica, produz-se:


A seguir, utiliza-se o mtodo da dupla
integrao e as respectivas condies de
contorno. No entanto, a integral do
segundo membro da equao no

ESCOLA DE ENGENHARIA

imediata. Portanto, faz-se necessrio
comentar a metodologia pertinente e
eficaz para resolv-la.


+ = =
=

3 +1

4 +1
+
=
1
2

+

3

+
=
3 +2
6

+
=
3 + +2
6 +

+
=
+3
6 +

+
Portanto, a equao da inclinao da
linha elstica, oriunda da primeira
integrao, a menos de uma constante,
dada por:

= +


+
+


Integrando novamente, e repetindo o
procedimento acima para resolver a
integral, obtm-se:
=


1
+

+ 3

+


2 +

+
3 +2
2 +

+
+


Condies de contorno.
i) = e = 0 (Engaste)
ii) = e = 0 (Engaste)
Substituindo, tem-se:
i)
0 = +

+3
+


0 = +

4
8


0 = +

12


ii)
0 =

4 +6
2 +

12


0 =

10
8

12


0 =
10

48

12



ESCOLA DE ENGENHARIA

0 =
10

48


0 =
14

48


Portanto, a equao da inclinao e da
deflexo da linha elstica dada por:
Inclinao (Rotao)

= +

+3
+

12


Deflexo (Flecha ou deslocamento
vertical)
=

4 +6
2 +

12

+
7

24


A determinao do mximo encerra uma
discusso deveras interessante. Pelo
procedimento padro, deve-se igualar a
equao da inclinao a zero.

= 0

+3
+

12

= 0

+3
+

12

+3
+

=
1
2

+3

=
1
2

+3

+3

= 2

+6

+3

= 0
Como pode-se observar facilmente, =
uma das razes dessa equao cbica.
Utilizando o dispositivo prtico de Briot-
Ruffini, tem-se:
1 3 3


1 4

0
Assim, obtm-se os coeficientes do
quociente da diviso do polinmio
original por , reduzido de um
grau, o que resulta:

+4 +

= 0
Portanto,

+4 +

= 0
=
4 16

2

=
4 12

2

=
4 23

2

= 2 3

= 3,73 (fora do domnio)

= 0,27 (fora do domnio)


Em que pese ter sido possvel encontrar
as trs razes daquela equao cbica,
duas delas esto fora do domnio e a
outra que = , representa um
mximo relativo e no um mximo
absoluto dentro do domnio geomtrico
da viga. Portanto, no ponto onde a viga
est engastada, existe um ponto crtico

ESCOLA DE ENGENHARIA

de mximo valor relativo. Haja vista a
inclinao ser zero. Porm, a mxima
deflexo ocorrer no extremo em
balano. Em ltima anlise, a mxima
deflexo ocorrer para = 0.
Substituindo este valor na equao da
flecha, obtm-se:
=

4 +6 0
2 + 0

12

0 +
7

24

4
2

+
7

24

+
7

24


=
8

+7

24