Sei sulla pagina 1di 4

Mulher cristã de verdade

Mulher

Como você se identifica? Muitas mulheres com as quais você e eu cruzamos pelo caminho dizem que são cristãs. Elas assim se identificam porque sua família tem uma tradição cristã, porque elas costumam celebrar as datas do calendário cristão como o Natal e a Páscoa, ou talvez até frequentem uma igreja. Algumas conhecem bastante sobre Jesus e já leram a Bíblia. Estas coisas são excelentes. Elas, porém, não estabelecem diante de Deus a identidade de uma mulher como “cristã” – uma mulher cristã de verdade!

Mulher

criatura maravilhosamente formada

Sua identidade natural é “mulher” – uma criatura maravilhosamente formada pelo Criador com detalhes singulares. Mas Deus quer lhe oferecer algo mais ele quer que você tenha a identidade de “mulher cristã”, recebida somente por meio de um relacionamento pessoal com Jesus Cristo.

Deus deu à humanidade a oportunidade de escolher se iria obedecer a Ele. Adão, o primeiro homem, escolheu desobedecer a Deus, e esse momento representou a queda da humanidade e a quebra do relacionamento com Deus. “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram(Rm 5.12).

Santo, santo, santo é o Senhor” (Is 6.3) – assim a Bíblia descreve o Deus eterno. Uma coisa separa você de Deus e impede o seu relacionamento com Ele: a sua incapacidade natural de estar à altura da santidade de Deus e Seus mandamentos.

Como toda a humanidade, você está sob a condenação do pecado e separação eterna de Deus. Você “erra o alvo” repetidamente quando faz fofocas, tem inveja, desperdiça seu tempo e dinheiro, cuida mal do seu corpo, não cultiva a pureza sexual, e assim por diante. A Bíblia chama isso de pecado. Nós pecamos naquilo que fazemos e também naquilo que deixamos de fazer. Ficamos aquém do padrão perfeito de Deus não só em palavras e ações, mas em nossos pensamentos, escolhas e atitudes: “Não há justo, nem um sequer” (Rm 3.10).

Não importa o quanto procuremos fazer boas ações, administrar melhor as nossas responsabilidades, falar somente palavras agradáveis, cuidar bem do lar e dos filhos ou fazer nosso trabalho com esmero, nenhuma mulher está por si mesma à altura da santidade de Deus. Todas nós somos pecadoras, “pois todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Rm 3.23).

“Menina boazinha” ou “mulher perfeita”?

Muitas mulheres estão confusas a respeito daquilo que Deus espera delas. Algumas pensam que serão aceitas ou rejeitadas de acordo com sua capacidade de atingir um determinado padrão. Outras pensam que devem acertar as áreas problemáticas em sua vida antes de procurar a Deus. Outras ainda acham difícil compreender como Deus poderia amá-las assim como elas são. A Bíblia, porém, é muito clara quanto a isso. Sim, os nossos pecados exigem castigo a separação eterna de Deus. Mas Deus nos ama e, por causa de Seu grande amor, Ele enviou Jesus Cristo para morrer pelos nossos pecados. “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8).

Ainda que você se esforce para ter tudo sob controle em sua vida e ser a “menina boazinha” ou a “mulher perfeita”, não há nada que você possa fazer para ser uma pessoa aceitável diante de Deus. Só Deus pode nos salvar dos nossos pecados, e Ele o faz exclusivamente pela Sua graça – um presente imerecido. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2.8, 9).

Também não há nada que outra pessoa possa fazer em seu lugar para pagar a sua dívida perante Deus, pois não existe e nunca existiu outro mediador aceitável entre você e Deus a não seu Jesus Cristo. “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus” (1Tm 2.5).

Se as más notícias são que você é pecadora e o preço do pecado deve ser pago, a boa notícia é que o único preço aceitável já foi pago em seu lugar! O presente de Deus para você é Seu filho Jesus que, por ocasião da morte na cruz, pagou toda a dívida que pesava sobre você. “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 6.23).

A ressurreição de Jesus Cristo é a prova de que Deus aceitou o preço que foi pago por Ele em nosso lugar e, por meio dEle, nos garante vida eterna. “[Jesus] foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação” (Rm 4.25)

Jesus Cristo é o caminho para você receber o perdão de Deus e estabelecer o relacionamento pessoal com Ele como uma “mulher perfeita em Cristo”. Quando você se dá conta de quão profundamente o seu pecado entristece o coração de Deus e a afasta de Deus, do quão desesperadamente você precisa do Salvador, você está pronta a receber o presente de Deus. Admitir que você é pecadora, decidir crer e depender de Jesus para receber perdão, e virar as costas ao seu

estilo de vida pecaminoso é o que a Bíblia chama de “arrependimento” – uma total mudança de mente e direção de vida, reconhecendo a sua situação e buscando a Deus. O arrependimento garante-lhe o perdão de seus pecados e a vida eterna com Deus. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16)

Você precisa agora tomar a decisão de aceitar o dom de Deus:

reconhecer que você é pecadora e necessita de Jesus como seu Salvador,

acreditar em seu coração que Deus enviou Seu filho Jesus para morrer e ressuscitar de entre os mortos para pagar o preço dos seus pecados,

restabelecer a sua plena comunhão com Deus e permitir que você desfrute eternamente da presença de Deus,

arrepender-se dos seus pecados e confessar Jesus como seu Salvador e

Senhor a quem entrega o controle de sua vida.

aceitar o presente gratuito de Deus e confiar em Jesus como seu Salvador e

Senhor para sempre.

O que você decidirá? Por meio de uma oração singela, expresse a Deus a sua decisão. Confesse que Jesus é o seu Salvador e Senhor! Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação” (Rm 10.9, 10).

Mulher cristã

de verdade!

Se você entendeu a verdade bíblica e orou sinceramente confiando em Jesus Cristo como seu Salvador, a sua identidade agora é de uma verdadeira “mulher cristã”: você não é mais apenas uma criatura de Deus, mas é também uma filha querida de Deus que tem nova vida e novo destino! Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome” (Jo 1.12).

Agora que você é uma “mulher cristã” de verdade, crescer no conhecimento e prática da Bíblia durante a sua caminhada diária com Deus é essencial. Além de ler e estudar a sua Bíblia, e de conversar com Deus em oração, é muito importante que você procure uma igreja que ensine fielmente a Bíblia e a pratique. Você precisa crescer na comunhão com outros irmãos e irmãs em Cristo.

Escreva-nos! Queremos nos alegrar com aquilo que Deus tem feito em sua vida e ajudá-la a dar os primeiros passos na vida cristã.

Conexão Conselho Bíblico: www.conselhobiblico.com