Sei sulla pagina 1di 7

ES/3 TESTE DE AVALIAÇÃO ESCRITA

JOÃO DE BARROS
CORROIOS
Decreto-Lei Nº24/2006 de 6 de Fevereiro

BIOLOGIA | Prova Escrita


Turma A | 12º Ano de Escolaridade
scolaridade | Curso Científico-Humanístico
Humanístico de Ciências e Tecnologias
Teste de avaliação escrita (1) | 7 páginas
Duração da Prova: 80 min

Prof. Renato Costa | $ovembro 2009 | Ano Lectivo de 2009/2010


Cada grupo de itens inicia-se
se por uma amostra de dados de diversa natureza que pode contemplar disposição textual dos fenómenos/factos científicos, figuras
figu e
tabelas. Esta exposição da informação é uma referência documental fundamental que o aluno deve considerar
considerar para responder aos itens seguintes.
seguintes
AS RESPOSTAS SÃO OBRIGATORIAME$TE DADAS $UMA
$ FOLHA A DESIG$AR QUE $ÃO A PRESE$TE QUE CO$STITUIRÁ O Ú$ICO
SUPORTE SUJEITO À CLASSIFICAÇÃO.

GRUPO I

1
Disfunção Menstrual: Tríade da Mulher Atleta
No passado, a disfunção menstrual observada em atletas de alta competição foi associada ao alto nível de actividade
física que caracterizava os seus treinos diários. Durante muito tempo, isto não despertou o interesse dos
pesquisadores, pois pensava-sese que, com a diminuição
diminuição da intensidade dos treinos, a ciclicidade menstrual voltaria ao
2
normal sem detrimento da saúde da atleta. Porém, alguns estudos revelam que as atletas amenorreicas possuem
3
mais problemas ósseos do que as atletas eumenorreicas .
A amenorreia da mulher atleta é um fenómeno de causa hormonal. A secreção pulsátil de GnRH está alterada, o que
leva ao funcionamento anormal dos ciclos sexuais.
A redução na secreção de estrogénios é responsável pelo desenvolvimento de osteoporose prematura com
consequências a curto e longo prazos. A curto prazo, estas atletas têm apresentado um alto índice de lesões, em
decorrência tanto do comprometimento estrutural da micro-arquitectura
micro arquitectura do osso, como da redução da massa óssea
corporal, particularmente fracturas de stress;
stress; e, a longo prazo, aquelas que se tornam portadoras de osteoporose
desenvolvem um risco maior de fracturas com consequências potencialmente graves, embora ainda jovens.
O principal objectivo no tratamento de atletas portadoras de amenorreia é restaurar o seu equilíbrio hormonal. A
actividade física deve ser prontamente reduzida em 10% a 20% do volume/intensidade/frequência prévios e o ganho
de peso deve ser adquirido com dietas que ofereçam acima de 2500 calorias, medidas que geralmente
gera resultam no
retorno espontâneo de menstruação. Nos casos em que isso não ocorre, a reposição hormonal passa a ser
preconizada para evitar a perda óssea precoce, através de reposição estrogénica, da mesma forma que é realizada
em mulheres em menopausa a ou, quando necessário, da administração de anticoncepcionais orais com altas taxas de
estrogénio para aumentar de forma significativa a massa óssea destas atletas. O suplemento com cálcio deve ser
feito em todas as portadoras da tríade da mulher atleta, utilizando 1500 mg diários em duas doses.
Ribeiro e Ferreira, 2008

Figura 1: variação de hormonas reprodutivas.

1
Síndrome constituído pela combinação de três elementos sintomatológicos: desordem alimentar (anorexia), amenorreia e osteoporose.
osteopor
2
Ausência completa de menstruação, cuja fase correspondente nunca se deu no indivíduo ou foi interrompida.
3
Ciclos menstruais regulares.
Teste de Avaliação Escrita (1). Página 1 de 7
Figura 2: conjunto de esquemas numerados ilustrativos da fisiologia da reprodução feminina

1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes relativas aos
mecanismos fisiológicos associados à tríade da mulher atleta e à sua terapêutica.
(A) A ausência de actividade estrogénica na primeira metade do ciclo sexual não impede os picos de gonado-
estimulinas.
(B) A diminuição da actividade física da atleta contribui para a ocorrência da fase menstrual, devida ao
engrossamento do endométrio.
(C) A hipófise produz a LH, que estimula os folículos primários a produzirem os estrogénios.
(D) A redução da actividade física e o ganho de peso via regime alimentar promovem uma taxa elevada
constante de esteróides ao longo do ciclo menstrual.
(E) A redução de estrogénios pode impedir a ocorrência das fases proliferativa e secretora do ciclo uterino.
(F) É de considerar que o elevado nível de actividade física desregule a funcionalidade da região hipotalâmica.
(G) Em exames de densiometria óssea, as atletas amenorreicas revelam frequentemente baixa densidade
mineral óssea.
(H) Mesmo que a neuro-hormona hipotalâmica não estimule a produção hipofisária de FSH, poderá haver
ovulação.

2. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte de modo a obter uma afirmação correcta.
Se na ovogénese o completamento da segunda divisão meiótica do ovócito II corresponde à conclusão da
maturação, por analogia, o término desta fase gametogénica define-se no sexo masculino >
(A) > pela constituição dos espermatozóides.
(B) > pela constituição dos espermatócitos II.
(C) > pela constituição dos espermatídios.
(D) > pela constituição dos espermatídios, necessitando para tal de fecundar o ovócito II.

3. As afirmações que se seguem dizem respeito à fisiologia da espermatogénese, necessária para concluir
comparativamente implicações de actuação hormonal na ovogénese e no ciclo sexual feminino.
1. Em indivíduos sujeitos à remoção dos testículos, aumenta a produção de GnRH pelo hipotálamo.
2. No interior dos túbulos seminíferos, observam-se células em vários estádios da espermatogénese associadas
a células produtoras de testosterona.
3. O nível plasmático de testosterona é regulado por um mecanismo de retro-alimentação positiva.

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 2 de 7


Seleccione a alternativa que as avalia correctamente.
(A) 3 é verdadeira; 1 e 2 são falsas.
(B) 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.
(C) 2 e 3 são verdadeiras; 1 é falsa.
(D) 1 é verdadeira; 2 e 3 são falsas.

4. Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte de modo a obter uma afirmação
correcta.
A estrutura identificada com o nº10 (fig. 2) pode conter no seu interior um glóbulo polar, sinal que se está na
presença de um cujo núcleo é provido de .
(A) ovócito I (>) 23 cromossomas.
(B) ovócito I (>) 46 cromossomas homólogos.
(C) ovócito II (>) 23 cromossomas.
(D) ovócito II (>) 46 cromossomas homólogos.

5. Seleccione a alternativa que preenche os espaços nas frases seguintes de modo a obter um texto
correcto.
Dependendo do sexo, o chamado par de cromossomas sexuais de um indivíduo pode ser designado do tipo XX –
no caso do sexo feminino – e do tipo XY – relativamente ao sexo masculino -, sendo que cada letra representa
um cromossoma.
Assim, seleccionando um espermatozóide ao acaso para fins de processamento no âmbito da reprodução
assistida, a probabilidade de se estar na presença de um gâmeta com um cromossoma Y é de
, não emparelhado com outro cromossoma sexual e contendo .
(A) 50% (>) dois cromatídios
(B) 100% (>) um cromatídio
(C) 100% (>) dois cromatídios
(D) 50% (>) um cromatídio

6. Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte de modo a obter uma afirmação
correcta.
Quando o ovócito II não é fertilizado, o corpo lúteo persiste como glândula endócrina até ao dia do
ciclo, momento em que a secreção de estrogénios e de progesterona , prova da
degeneração daquela estrutura.
(A) 14º (>) diminui
(B) 14º (>) aumenta
(C) 26º (>) diminui
(D) 26º (>) aumenta

7. Faça corresponder, a cada uma das letras (de A a H) relativas às afirmações seguintes, um número do
conjunto de esquemas da fig. 2.
Afirmações:
(A) Complexo regulado por retro-acções que gere a produção de FSH e LH.
(B) Efeito dos picos de concentração das hormonas hipofisárias.
(C) Estrutura cerebral estimulada por feedback positivo na sequência de um pico de estrogénios aumentando a
secreção de GnRH.
(D) Estrutura folicular simples sem capacidade de resposta face às concentrações plasmáticas de FSH.
(E) Local da implantação do blastocisto.

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 3 de 7


(F) Local de actuação do método contraceptivo não-natural mecânico conhecido como preservativo.
(G) Local onde se dá o fenómeno da fusão membranar dos dois gâmetas.
(H) Órgão temporário do ciclo ovárico responsável pela garantia da fase secretora do ciclo uterino e do
espessamento do muco cervical.

8. A pílula contraceptiva é um tratamento para a amenorreia, no qual estão envolvidos objectivos de restauro do
equilíbrio hormonal e de impedimento da degradação da massa óssea corporal.
Explique de que modo a pílula contribui para a regularização do ciclo menstrual.
Na sua resposta, é impreterível que recorra à posologia (instruções da administração dos comprimidos) e tipo do anticoncepcional em causa
para atingir os objectivos do item.

GRUPO II

A gestação é um período de profundas mudanças fisiológicas, controladas pelos sistemas endócrinos da mãe e do
embrião/feto.
O teste de gravidez representado na fig. 3 permite detectar na urina a presença de quantidades mínimas da hormona
gonadotropina coriónica humana (hCG).

Figura 3

Para uma melhor interpretação da figura exposta e no sentido de esclarecer o funcionamento bioquímico dos testes
de gravidez, é necessário apresentar de forma concisa as definições dos conceitos de anticorpo e antigénio.
Os anticorpos são um tipo de proteínas globulares (imunoglobulinas) que circulam livremente no plasma sanguíneo
e noutras secreções. São produzidos por uma gama de glóbulos brancos designados linfócitos B quando estes
contactam com componentes moleculares estranhos ao organismo – os antigénios. Os antigénios podem ser
moléculas livres ou estruturas moleculares existentes na superfície das células, por exemplo, que constituem
microorganismos (MO) invasores (vírus, bactérias, protozoários, compostos de plantas, fungos, microanimais). Até
mesmo os produtos produzidos (e. g. toxinas bacterianas) por estes MO podem ter uma acção antigénica.
Os anticorpos gozam de especificidade relativamente aos antigénios a que se ligam para tornar estes materiais
disfuncionais, sem acção patogénica.

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 4 de 7


Na fig. 3, o sítio de ligação dos antigénios aos anticorpos está representado por simbologia com abertura em U.
Tome atenção aos seguintes factos:
a) As moléculas de hCG contidas na urina vão comportar-se como antigénios;
b) Os anticorpos livres (Ac1) estão marcados com um corante e têm especificidade para o antigénio hCG;
c) Os Ac1 migram no sentido dos anticorpos imobilizados;
d) Os anticorpos imobilizados da janela de resultados apresentam especificidade para o complexo hCG-Ac1,
que funciona de antigénio;
e) Os anticorpos imobilizados da janela de controlo apresentam especificidade para os Ac1, sem ligação à
hormona.

1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes relativas ao
funcionamento bioquímico dos testes de gravidez.
(A) Um teste de gravidez dará um resultado positivo ainda que o embrião esteja no seu estado de mórula.
(B) Só numa situação de gravidez se obterá uma banda colorida na janela de controlo.
(C) Se os anticorpos imobilizados da janela de resultados se ligarem ao complexo hCG-Ac1, o teste de gravidez
apresentará uma banda colorida em ambas as janelas.
(D) Os Ac1, sem ligação à hormona, podem ser encarados como os antigénios que se ligam aos anticorpos
imobilizados da janela de controlo.
(E) No desenvolvimento fetal, a placenta faz o papel do corpo amarelo, na altura do desenvolvimento
embrionário.
(F) É possível que os anticorpos imobilizados da janela de resultados se liguem às moléculas livres de hCG.
(G) A detecção de hCG determina o início do desenvolvimento fetal.
(H) A banda colorida na janela de resultados terá sempre a mesma intensidade ao longo da gravidez, pois a
concentração de hCG será também constante.

2. Seleccione a alternativa que completa a frase seguinte de modo a obter uma afirmação correcta.
O estádio embrionário correspondente ao fim da segmentação a partir do ovo é >
(A) > a gástrula didérmica.
(B) > a mórula.
(C) > o blastocisto.
(D) > o trofoblasto.

3. As afirmações que se seguem dizem respeito a aspectos relativos à contracepção e causas que levam ao
recurso à reprodução assistida.
1. A progesterona favorece a viscosidade do muco cervical.
2. Na ausência de qualquer contracepção não-natural, o período infecundo da mulher corresponderá a todo o
patamar de hipertermia, no âmbito da avaliação da sua temperatura corporal.
3. Um homem que produza elevadas quantidades de espermatozóides/ml de esperma não pode ser infértil.

Seleccione a alternativa que as avalia correctamente.


(A) 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.
(B) 2 e 3 são verdadeiras; 1 é falsa.
(C) 1 é verdadeira; 2 e 3 são falsas.
(D) 1 e 2 são verdadeiras; 3 é falsa.

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 5 de 7


4. Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte de modo a obter uma afirmação
correcta.
Para se poder concluir que a amostra provém de uma mulher grávida, deve verificar-se a ligação dos anticorpos
imobilizados específicos para na janela de .
(A) o imunocomplexo hCG-Ac1 (>) controlo
(B) o imunocomplexo hCG-Ac1 (>) resultados
(C) a hCG (>) controlo
(D) a hCG (>) resultados

5. Seleccione a alternativa que preenche os espaços nas frases seguintes de modo a obter um texto
correcto.
Quando ocorre fecundação, as células externas do blastocisto funcionam como glândulas endócrinas, secretando
a hormona hCG.
Elevados teores de hCG a produção de hormonas ováricas, acabando por exercer uma retroacção
sobre o complexo hipotálamo-hipófise.
(A) estimulam (>) negativa
(B) estimulam (>) positiva
(C) inibem (>) negativa
(D) inibem (>) positiva

6. Seleccione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte de modo a obter uma afirmação
correcta.
No final da fase de gastrulação do desenvolvimento embrionário, a massa celular interna já está dividida em
folhetos germinativos, com a ocorrência crucial da migração de territórios celulares segundo o
programa genético de cada célula, fenómeno este conhecido por .
(A) três (>) morfogénese
(B) dois (>) diferenciação celular
(C) três (>) diferenciação celular
(D) dois (>) morfogénese

7. Faça corresponder, a cada um dos números (de I a VIII) relativos às afirmações seguintes, uma letra da
Chave (de A a C) que as classifica referente aos mecanismos hormonais e neurológicos do
desenvolvimento pré-natal e existentes no pós-parto.
Chave:
(A) Mecanismo neuro-hormonal do parto.
(B) Mecanismo neuro-hormonal da lactação.
(C) Mecanismo hormonal de paragem do ciclo sexual.

Afirmações:
I. A hipófise anterior e posterior produz maiores concentrações de prolactina e oxitocina.
II. A oxitocina desencadeia a produção de prostaglandinas, essenciais na dilatação do cérvix.
III. A oxitocina desencadeia uma retro-alimentação positiva no hipotálamo pela amplificação das contracções
uterinas.
IV. A tensão decorrente dos movimentos do bebé no útero é um estímulo que favorecerá a produção de
oxitocina.
V. Expulsão da placenta que desbloqueia a inibição hipofisária da produção de prolactina.
VI. O aumento da razão estrogénios/progesterona promove as primeiras contracções uterinas, ainda suaves.

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 6 de 7


VII. O ovário está em repouso devido à actividade do corpo amarelo.
VIII. Os neurónios do hipotálamo processam a informação nervosa sensitiva produzida na sequência da sucção
do bebé.

8. As trocas necessárias entre a mãe e o feto são efectuadas por difusão ou por transporte activo, através de
membranas anexas embrionárias banhadas pelo sangue materno, que preenche lacunas presentes no
endométrio.
Explique por que razão a presença de alguns dos anticorpos maternos no sangue do recém-nascido constitui um
argumento a favor da necessidade de manutenção de um estilo de vida saudável durante a gravidez.
Para auxiliar a integridade da sua reposta, aborde relativamente a esta matéria o funcionamento do órgão em causa e as suas
características mais importantes relevantes para este item.

ITENS I1 I2 I3 I4 I5 I6 I7 I8 II1 II2 II3 II4 II5 II6 II7 II8 TOTAL (pontos)
COTAÇÕES
(pontos) 16 10 10 10 10 10 16 18 16 10 10 10 10 10 16 18 200

FIM

Teste de Avaliação Escrita (1). Página 7 de 7