Sei sulla pagina 1di 10
M M A A N N U U A A L L T T É

MMAANNUUAALL

TTÉÉCCNNIICCOO

FONTE UV TRIFÁSICA MODELO 1/1139

SIGMA TRANSFORMADORES LTDA.

AV. DOS BOSQUES, 1231 – BORDA DO CAMPO SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – PR FONE: (41)3385-8840 FAX: (41)3384-4015

1

1.GENERALIDADES

1.1-INTRODUÇÃO

Este manual visa descrever o funcionamento e características da Fonte de Alimentação CA trifásica (FCA-trif.) p/ lâmpadas ultra violeta (UV) MODELO 1/1139.

1.2-COMPOSIÇÃO DO SISTEMA A Fonte de Alimentação CA (FCA) é composta basicamente de:

-01Transformador de Potencia Trifásico montado com Núcleo ´´M``. -01 Módulo de Controle de Potencia Trifásica(MCP)

1.3-ALTERNATIVAS DE OPERAÇÃO 1.3.1-SITUAÇÃO NORMAL Em condições normais de operação, a corrente solicitada pela lâmpada é estabilizada pelo circuito de controle da FCA, mantendo a corrente constante , independente da variação da energia CA de entrada ou da impedância da lâmpada , corrente de entrada 43% menor em cada fase, distribuídas nas três fases de forma equilibrada e rendimento em torno de 8% maior, comparado aos sistemas monofásicos. 1.3.2-SITUAÇÃO DE EMERGENCIA Nestas condições, através de sinal enviado por outras máquinas da linha de produção, faz com que a corrente de saída p/ a lâmpada diminua p/ uma condição de mínimo consumo (ajustável).

2.CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

a-Tensão de Entrada

220V /380V-trif.

Definir no ato da consulta Outras tensões sob consulta.

b-Regulação da Tensão da entrada

+/- 15%

c-Frequência

50/60Hz

Definir no ato da consulta

d-Potencias das Lâmpadas

-9KVA

-10KVA

-13,5KVA

-15KVA

-18KVA

Outras potencias sob consulta

e-Isolação

>20M Ohms

Medidos com Megger de 500Vcc entre :

-Pólos CA de entrada interligados e a Massa -Pólos de saída CA interligados e a Massa -Pólos CA de entrada e pólos de saída CA , ambos interligados entre si.

f-Frequência de chaveamento

20KHz

g-Sinalização:

-Led 1-Ligado (verde) -Led2-CA Anormal na entrada (vermelho) -Led3-Lâmpada Apagada(vermelho) -Led4-1/2 Potência (amarelo) -Led5- -Sobrecarga(vermelho)

-Led6- Defeito (vermelho)

h-Ajustes : :

na placa –M-067-UVT

P1,P2(interno) Ajuste de simetria

P3

Ajuste de ´´máximo``- aumenta ou

P4

diminui a faixa do potenciômetro externo no painel Ajuste de Faixa - desloca a faixa do

P5

potenciômetro externo Ajuste de ´´1/2 potência``p/ condição de

P6

Emergência(quando da parada de outras Máquinas) ou durante a partida da lâmpada. Ajuste do sensor de sobrecarga na

P7

Lâmpada. Ajuste da corrente de partida(p/ l.Gálio)

Painel da máquina

Potenciômetro

Ajuste de corrente de saída p/ lâmpada

i-Instrumentos:

A1

Amperímetro digital –corrente da lâmpada.(acompanha a fonte UV)

i-Características Gerais:

-Temperatura de operação:

0 a 45°C até 95% Forçada

 

-Umidade Relativa -Ventilação

-Peso /Dimensões aprox.do trafo.(sem MCP-trif.):

 

Pêso

Largura

Altura

Profund.

-9KVA-

80Kgs

240mm

340mm

350mm

-10KVA-

92Kgs

240mm

350mm

410mm

-13,5KVA-

110Kgs

250mm

450mm

440mm

-15KVA-

125Kgs

250mm

450mm

460mm

-18KVA-

138Kgs

260mm

480mm

480mm

-Dimensões aprox.do módulo de controle de potencia trifásico(MCP-trif.) p/ todos os modelos:

Largura

Altura

Profund.

100mm

300mm

340mm

Obs.: A montagem do MCP é sempre feita na lateral do transformador. Exemplo:

Dimensões totais p/ trafo de 10KVA com MCP

Largura

Altura

Profund.

240+100mm

350mm

410mm

3.DESCRIÇÃO DE FUNCIONAMENTO DA FONTE FCA TRIF.

3.1-INTRODUÇÃO

A Fonte FCA é uma fonte estabilizada de Corrente CA.

3.2-DESCRIÇÃO DO CIRCUITO DE POTENCIA Para acompanhamento da descrição de funcionamento da FCA, reportamos-nos ao diagrama do módulo de potencia em anexo. Na entrada do disjuntor DJ1 chegam a tensão de alimentação CA 220V ou 380V trifásico e os capacitores C1,2,3 são utilizados p/ correção do fator de potência da entrada. Através da chave S1 localizada no painel, comanda o ligamento e desligamento da

Fonte.

O módulo de controle de potência alimenta o transformador de potencia T1,

dispensando o uso do contator de entrada.

O Potenciômetro P1, localizado no painel da máquina, é utilizado p/ o ajuste da

corrente de saída , de forma linear, dispensando o uso de indutores / capacitores e contatores p/ variar a potencia de saída

4-INSTALAÇÃO E LIGAMENTO INICIAL

4.1 –INTRODUÇÃO Esta fonte foi projetada para trabalhar apoiada sobre sua base.Para efeito de ventilação, instalar 01 ventilador na parte traseira do MCP-Trif. , soprando o dissipador interno ao MCP, e 02 ventiladores instalados na parte lateral do transformador, soprando suas bobinas.

4.1-SEQUÊNCIA PARA INSTALAÇÃO a)Instalar a fonte FCA na máquina, deixando acesso fácil aos potenciômetros do MCP e

instalar disjuntor Trifásico ou fusíveis na entrada da Rede (acompanha amperímetro de 15

A 72x72,

b)Assegurar que os cabos de alimentação CA estejam sem tensão e não venham a ser energizados inadvertidamente. c)Iniciar a ligação dos cabos de entrada na parte superior do MCP-Trif., sendo:

-Fase A da Rede- - Barramento 1(frente)

-Fase B da Rede- -Fase C da Rede-

d)Selecionar os Tap´s do primário do transformador conforme abaixo:

p/ medir a corrente da Lâmpada).

Barramento 2(meio) Barramento 3(no fundo)

Sistema 220V

Sistema 380V

Tap-1-Se a Tensão da Rede estiver abaixo de :

198V

342V

Tap-2-Se a Tensão da Rede estiver abaixo de:

209V

361V

Tap-3-Se a Tensão da Rede estiver abaixo de :

220V

380V

Tap-4-Se a Tensão da Rede estiver abaixo de:

231V

399V

e)Conectar os cabos da Lâmpada no tap-´´Lâmpada`` f)Conectar o fio Terra da Máquina no tap ´´Terra``(uso obrigatório).

g)Instalar o potenciômetro de ajuste de Corrente da Lâmpada no painel da máquina. h)Instalar uma chave ´´liga/desliga``de 1 A/250V no painel da máquina. i)Instalar o amperímetro digital tamanho 72x72 no painel da máquina(furação 68x68mm)

j) Instalar capacitores de correção do fator de potencia na entrada da máquina conforme

esquema elétrico em anexo,se necessário(consultar tabela em anexo).

k)Instalar os cabos proveniente do contato NA do circuito de emergência nos Bornes 6 e 7 BT1 localizados na parte superior externo ao MCP.

l) Através da chave de seleção localizado na parte frontal do MCP, mudar p/ l.Gálio ou

L.Mercúrio conforme a lâmpada utilizada.

4.2-TABELA DE CORREÇÃO DO FATOR DE POTENCIA P/ APROX. 0,92 NA ENTRADA

Lâmpada

Rêde 220 V

Rêde 380V

-9KVA

4xcapacitor 45,5uF/220V

1xcapacitor 62uF/380V

-10KVA

4xcapacitor 45,5uF/220V

1xcapacitor 62uF/380V

-13,5KVA

3xcapacitor 91,5uF/220V

1xcapacitor 91,5uF/380V

-15KVA

4xcapacitor 91,5uF/220V

2xcapacitor 62uF/380V

-18KVA

4xcapacitor 91,5uF/220V

2xcapacitor 62uF/380V

4.3-TABELA DE DISJUNTORES TRIFÁSICOS DE ENTRADA RECOMENDADOS

Lâmpada

Rede 220V

Rede 380V

9KVA

50 A

40 A

10KVA

60 A

40 A

13,5KVA

70 A

50 A

15KVA

80 A

50 A

18KVA

100 A

60 A

4.4-LIGAMENTO INICIAL

Após conclusão do item anterior, a fonte FCA pode ser energizada, devendo ser seguido o seguinte procedimento:

a)Energizar a Fonte ,ligar o disjuntor de entrada e passar a chave de comando do painel p/ posição ´´liga``,observar no painel do MCP-trif. se o led 2-vermelho de´´CA Anormal`` está aceso. Caso afirmativo, inverter uma das fases de entrada, até que o led se apague . b)Após alguns segundos a Lâmpada irá acender e nesta situação, o potenciômetro externo fica inoperante. Esta situação perdura por aproximadamente 1 minuto, dado pelo timer interno, ficando a lâmpada alimentado no regime de ½ potência. c) Passado este tempo, girar vagarosamente o potenciômetro de ajuste de corrente da Lâmpada, observando que a corrente no amperímetro aumenta. d)Atingido o máximo, aguardar aprox. 7 minutos até que se estabilize a lâmpada, verificar se a corrente é a especificada pelo fabricante da Lâmpada. e)Caso seja diferente, medir a tensão entre a barra R (frente) na parte superior do MCP e o Tap do primário do trafo (menor tensão entre as três fases) que deve estar entre 30 a 70V, retocar bem vagarosamente P2 (ajuste de ´´faixa``) p/ o ponto desejado, observando o amperímetro no painel. Caso esteja em zero Volts ou próximo de zero, alterar o Tap do transformador que se estiver no 4, mudar p/ 3 e se continuar baixo, mudar p/ o 2.Isto é necessário devido a Tensão da Rede estar muito baixo. f)Ajustar a corrente da Lâmpada para funcionamento na condição de ´´emergência``., através do fechamento do contato NA que foi conectado nos bornes 6e 7 de BT1.(opcional) g)Caso a corrente esteja diferente do desejado, com uma chave de fenda ´´tipo relojoeiro``, retocar vagarosamente P1-´´1/2 potência`` localizado na parte frontal do MCP (acesso externo) p/ a corrente desejado, observando sempre a corrente da Lâmpada no amperímetro do painel (sai de fábrica ajustado em 4,5 A). h)Caso a corrente da lâmpada seja superior a 8 A, irá atuar o sensor de sobrecarga e após aprox. 7 segundos irá desligar a lâmpada. Neste caso deverá ajustar p/ uma corrente maior. Contactar a fábrica p/ este ajuste pelo telefone-41-3385-8840 .

8
9
9
10