Sei sulla pagina 1di 2

A personagem principal desta histria tinha o

nariz muito comprido porque:


_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________

2. o menino tinha muitas dores nas costas


porque:
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________

3. O menino sentia-se feliz porque:


_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
3.1 Ele sempre se sentiu assim?
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________

4. Como que a populao da cidade o


recompensou?
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________

2.Ordena numericamente os acontecimentos da histria

At que, num certa madrugada, cheirou-me a uma coisa que j h muito tempo. Mais
exatamente, desde o dia do meu nascimento.

E o que era aquilo, afinal? S se sabia que cheirava mal. Queijo, era o que parecia, mas feito
com coisas que c, na Terra, no havia.

Estava visto que o mundo no era feito para gente com um nariz assim, do tamanho de um
chourio. Por isso, fui-me afastando e acabei a viver sozinho no cimo da serra, numa velha casa
abandonada. Foi por acaso que dei com ela. Mas era to pequena que a ponta do meu nariz
ficava fora da janela.

A fada afastou-se para no se molhar e prometeu voltar todos os domingos de madrugada


para fazer comida de fada e matar saudades.

E no era s isso. Ele chegava antes de mim a todo o lado. Quando eu entrava j ele tinha l
estado. Era aborrecido, no digo que no, mas habituei-me, que a gente habitua-se a tudo. At
a um nariz do tamanho de um chourio. Por isso

Foi ento que apareceu a fada. Tinha duas asas fininhas que a mantinham no ar e trazia uma
saia cor-de-rosa, muito rodada, que j no se usava.

Era to desagradvel ser to diferente do resto da gente, mas que havia de fazer se era esse o
meu destino? Quanto ao meu nariz imponente, tambm era pesado e obrigava-me a andar
inclinado para a frente. Tinha dores nas costas desde pequenino.

O carteiro sorriu. Como havia ele de saber? Eu prossegui:


- Est um bolo de mel e nozes a queimar no forno, ali para os lados da Praa das Flores. Acho
que para a

Nome:___________________________________________________________ Turma:_____________