Sei sulla pagina 1di 3

-

Adolescente que sofria de dores de cabea morre aps consultar 13 mdicos que no diagnosticaram tumor

A adolescente Natasha, que foi diagnosticada por vrios mdicos com enxaqueca Foto: Reproduo/Facebook

Extra Uma adolescente britnica morreu de um tumor cerebral no diagnosticado, apesar de ter consultado 13 mdicos em um ano queixando-

se de dor de cabea. As 24 consultas de Natasha Simmonds, de 16 anos, no foram suficientes para que um deles pedisse uma ressonncia magntica, que permitiria o diagnstico. Ela morreu oito dias depois de o tumor ser descoberto, quando j tinha se espalhado para a espinha. A adolescente queixava-se de dores de cabea, dormncia nos braos e pernas e enjoos. Segundo sua me, Sarah Simmonds, trs meses antes da morte de Natasha, um mdico acusou a menina de fingir os sintomas. Ele se recusou a solicitar os exames, que seriam reservados para situaes de vida ou morte. Sua irm, Fiona, acusa o sistema de sade de ignorar as queixas da irm. Ela foi vista por tantas pessoas e ningum levou-a a srio, disse ao jornal Daily Mail.

Natasha e sua irm, Fiona Foto: Reproduo/Facebook

A adolescente comeou a fazer tratamento para enxaqueca em 2012. Como ela parecia melhorar a cada crise, os mdicos do Hospital Baths Royal, em Bath, no consideraram que precisaria de uma ressonncia. Nos meses seguintes, Natasha visitou quatro pediatras, seis clnicos gerais e trs emergncias. Quando finalmente solicitaram a ressonncia, ela ainda levou trs meses para conseguir ser marcada. Natasha foi diagnosticada com um tipo raro de tumor apenas oito dias antes de sua morte. Ns nunca saberemos o que poderia ter acontecido se ela tivesse feito uma ressonncia quando ns pedimos. No pior dos casos, ela no teria morrido to depressa e to assustada. Ns ficamos to chocados. Nos disseram tantas vezes que era enxaqueca, ento nunca imaginamos que ela podia ter cncer, disse a me dela.

Um porta-voz do hospital disse que nas prximas semanas, os mdicos que examinaram Natasha vo ser chamados para discutir o caso e garantir que a oportunidade de aprendizado no seja desperdiada.