Sei sulla pagina 1di 4

IGREJA BATISTA MONTE SIÃO Uma igreja em células a serviço do Rei Jesus. Estudo para as Células de Multiplicação

Estudo 35 –Devolvendo a túnica para Deus

1 - A túnica representa autoridade, cobertura, proteção, realeza. José no Egito ganhou uma túnica do seu pai, que foi tirada pelos seus irmãos, um grupo de 12 que tinha a mentalidade de escravo, de rejeição e preferência. Vejamos, hoje, como Deus nos restitui e nos veste com uma nova túnica.

2 - No dia que Jesus foi levado para morrer, ele estava vestido

com uma túnica, similar ao que aconteceu com José, quando foi vendido pelos seus irmãos. Quando crucificaram o Senhor, lançaram sorte para ver quem ficava com aquela túnica. E quem desejou a roupa de Jesus? Roma. O principado de Roma é um principado de competição, inveja, destruição e morte. O mesmo principado que atuou nos irmãos de José atuou naqueles romanos para disputarem a túnica de Jesus, que o deixaram nu para expô-lo à vergonha. Mas, o nosso Senhor ressuscitou com uma túnica nobre, a túnica da regeneração e essa túnica está sobre nós.

3 - O rebanho de Israel era um governo com as síndromes de

Ismael. Em Gênesis 16:12, Deus chama Ismael de jumento selvagem. Mas, o Senhor disse que iria quebrar os jugos de Ismael. Um dia Jesus mandou que seus discípulos buscassem um jumento que ninguém tivesse montado, um jumento selvagem. Naquele dia Deus estava mostrando que Isaque estaria sobre Ismael. Quando o jumento estava entrando em Jerusalém, falava da simbologia de Israel prevalecendo sobre Ismael. O Senhor quebrou o pescoço de Ismael e

devolveu a autoridade a Israel. Hoje somos fruto dessa semente de autoridade. Fomos restituídos!

4 - Quando Jesus estava entrando em Jerusalém o povo gritava

Hosana e jogavam suas túnicas. A túnica é a unção que o Senhor nos deu, não é pra ficar retida para nossa glória, é para ser devolvida para Ele. A túnica não serve para gerar disputa, não é para ficar "medindo" a unção com o irmão, é para ser devolvida para Deus. Na prática, essa unção é devolvida quando matamos o nosso ego doente, corrupto, miserável, governado pela carne! Não se ensoberbeça achando

que porque você orou, alguém foi curado, ou porque você orou,

a prosperidade chegou, ou porque você orou, alguém foi

liberto. É Deus quem realiza todas as coisas e não você. Devolva sua túnica para Deus; não queira usurpá-la.

4 - Lembre-se que a túnica é feita sob medida. A unção que

Deus tem para sua vida, ninguém roubará. Mas também não fique desejando a túnica do outro. Deus tem uma medida para cada um. Deus quer que você dê sua túnica para Ele hoje, pois Ele quer lhe dar uma nova roupa, uma nova unção, maior ainda.

5 - A túnica é a veste da Igreja, é a nossa restituição. "E e

vesti-lo-ei da tua túnica, e cingi-lo-ei com o teu cinto, e entregarei nas suas mãos o teu governo; e ele será como pai para os moradores de Jerusalém, e para a casa de Judá." (Is 22:21). Ser restituído é ter de volta o crédito, é ter aumento de crédito. Prepare-se para receber uma túnica real.

6 - Cuide da sua túnica. Ela é cobiçada, desejada, invejada.

Tanto o diabo quanto os homens guiados pelo diabo a cobiçam,

a desejam e a invejam (Jo. 19:24 “24 Pelo que disseram uns

aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será (para que se cumprisse a escritura que

diz: Repartiram entre si as minhas vestes, e lançaram sortes). E, de fato, os soldados assim fizeram.”).

7 - O diabo procura rasgar e roubar a túnica. Lucas 15

disserta como nós podemos perdê-la. Somente três pessoas podem manchar ou tirar nossa túnica: 1. eu mesmo; 2. o G12 (o governo) antigo; 3. o diabo.

8 - Em Lucas 15 vemos a história de um príncipe que saiu de

casa com sua parte da herança. Ele saiu com uma roupa de realeza, mas pelo caminho foi sujando, foi manchando a sua túnica; ele era um príncipe, mas estava dentro de um chiqueiro. Assim como há aqueles que saem do chiqueiro, do curral e se assentam no trono, há aqueles que saem do trono e vão para o curral. A escolha é de cada um. Mas, eu creio, que jamais você escolherá esse caminho. Você saiu do curral e seu caminho será sempre ascendente para o governo de autoridade que o Pai lhe tem reservado.

9 - Conhecemos líderes que arrebanhavam grandes multidões,

mas que hoje não são sequer reconhecidos na rua. O que aconteceu? Deixaram a túnica ficar manchada, voltaram para o chiqueiro. O que faz a diferença na nossa vida é a unção; o que faz você parar para ouvir um homem de Deus, é a unção, a veste, a túnica que está sobre ele. O que vai fazer seus discípulos lhe amarem, desejarem estar com você será a sua unção. Onde tem a unção, aí está a referência da glória de Deus. 10 - O filho pródigo vendeu a sua veste de realeza para matar sua fome e voltou para casa com vestes de escravo, de desprezado, com uma mentalidade confusa. Na casa do pai ele nunca perderia seu direito de filho, mas sua mente estava tão confusa que ele queria voltar para a casa do pai, nem que fosse

para ser escravo. Essa herança de mentalidade escrava precisa ser quebrada.

11 - Quando o pai viu seu filho, pediu que trouxessem a túnica, a veste real. Se você está com sentimento de rejeição e uma mente de escravo, Deus está lhe dizendo que isso é resquício do chiqueiro, do curral; na casa do Pai não existe escravo, não existe rejeitado, somente filhos que vestem a túnica nova, a sandália nova e têm um anel de autoridade no dedo. Além disso, o pai ainda manda preparar uma festa para que haja uma grande celebração. Não devemos ter uma mente de escravo e de rejeitado. Creia na túnica nova que o Senhor tem lhe dado hoje. Você é um líder de valor e um líder de valor nunca fica nu. À medida que você cuida bem da sua túnica e a devolve ao Senhor, Ele lhe entrega uma mais bela que a anterior. 12 - Faça a oração da entrega e a consolidação. Seus Prs.

© copyright MIR. Adaptado do Ap. René

Albano e Leile - Terra Nova.