Sei sulla pagina 1di 17
DE QUE FORMA UMA VIDA DE LOUVOR PODE CONTRIBUIR PARA O CRESCIMENTO ESPIRITUAL DO CRENTE
DE QUE FORMA UMA VIDA DE LOUVOR PODE CONTRIBUIR PARA O CRESCIMENTO ESPIRITUAL DO CRENTE
DE QUE FORMA UMA VIDA DE LOUVOR PODE CONTRIBUIR PARA O CRESCIMENTO ESPIRITUAL DO CRENTE
DE QUE FORMA UMA VIDA DE
LOUVOR PODE CONTRIBUIR PARA O
CRESCIMENTO ESPIRITUAL DO
CRENTE
INTRODUÇÃO  Todos fomos criados com um propósito. E este propósito é para o louvor
INTRODUÇÃO
 Todos fomos criados com um propósito.
E este propósito é para o louvor da
glória de Deus.
 Isto significa que Deus, e não o homem
é o ponto central da nossa atenção.
 Deus não criou o homem para a glória
do homem, mas para a glória divina.
 Digno é Deus e não o homem de ser
glorificado.
 Apesar do homem ser a principal criação de Deus, ele não se torna digno
 Apesar do homem ser a principal criação de Deus, ele não se torna digno
 Apesar do homem ser a principal criação de
Deus, ele não se torna digno da glória que
pertence só a Deus. Continua sendo
criatura.
 Sem Cristo e no pecado, o homem não
entende isso e passa a buscar sua própria
glória.
 A busca da glória humana é fruto do pecado.
 Sem Cristo, a intenção humana é sempre
roubar a glória de Deus para si.
 Em Cristo lhe é restaurado o desejo de glorificar a Deus.  A esta
 Em Cristo lhe é restaurado o desejo de glorificar a Deus.  A esta
 Em Cristo lhe é restaurado o desejo de
glorificar a Deus.
 A esta glória que a Deus é devida, nós
chamamos de louvor e adoração.
 Embora os céus proclamem a glória de
Deus (Sl 19.1), o homem não a reconhece, e
por isso torna-se culpado de não dar a
glória para Deus (Rm 1.18-20).
 Quando somos restaurados como novas
criaturas, então passamos a desenvolver
uma vida de louvor e adoração.
DEFINIÇÃO  A palavra “louvor”, vem do grego “ eulogia ”.  Como a própria
DEFINIÇÃO
 A palavra “louvor”, vem do grego “ eulogia ”.
 Como a própria palavra sugere, louvor,
portanto, quer dizer “elogio”, “exaltação” e
“glorificação”.
 “Adoração”, vem do grego “proskyneō”, que
quer dizer “prostrar-se para reverenciar”,
“adorar”.
 Como podemos notar, adoração e louvor
seria respectivamente nos humilharmos
para exaltarmos a Deus.
ADORAÇÃO QUE HUMILHA O ADORADOR  Como indica a palavra no termo grego, adoração fala
ADORAÇÃO QUE HUMILHA O
ADORADOR
 Como indica a palavra no termo grego,
adoração fala de prostrar-se.
 Quem se prostra a não ser aquele que
considera o reverenciado como superior?
 Isso humilha o adorador. Não pode ter
arrogância aquele que espontaneamente
inclina-se para adorar.
 Mas para ele, este ato torna-se uma honra!
 Sabemos de exemplos de pessoas que se honraram outros, porém de maneira forçada -
 Sabemos de exemplos de pessoas que se
honraram outros, porém de maneira
forçada - Hamã e Mardoqueu (Et 6.6-12).
 Mas Cristo deve ser adorado de maneira
espontânea (Fp 2.10).
 Os que não se curvam perante Seu senhorio
espontaneamente, hão de curvar-se no dia
do julgamento final (Sl 2.10-12).
 Não deveria ser considerado humilhação o
fato de prostrar-se perante Cristo, mas o
pecado faz com que isso pareça assim.
 Por isso é que somente os regenerados podem adorar ao seu Rei sem que
 Por isso é que somente os regenerados
podem adorar ao seu Rei sem que isso lhes
pareça humilhação.
 Eles sentem satisfação em adorar, pois
entendem agora que foram regenerados
para isso (Ef 1.12).
 Esse fato é importante para a vida
espiritual do crente, porque trata sobre a
questão da soberba.
 Muitos “adoradores” sentem-se adorados
depois que ministram um período de
canções na igreja.
 Tentam roubar a cena quando cantam ou tocam algum instrumento.  Querem lisonja dos
 Tentam roubar a cena quando cantam ou
tocam algum instrumento.
 Querem lisonja dos homens ao invés de dar
glória a Deus – exemplo de Herodes (At
12.21-23).
 Ao soberbo Deus o resistirá (Tg 4.6).
 O papel do verdadeiro adorador é
humilhar-se antes de exaltar a Deus e
exaltá-lO humilhado.
 O tolo confunde honra com glória. Honrá-
lo é jogar pedra preciosa fora (Pv 26.8).
LOUVOR QUE EXALTA O ADORADO   Louvar a Deus é dar a Ele Seu
LOUVOR QUE EXALTA O ADORADO
 Louvar a Deus é dar a Ele Seu devido lugar,
lugar de exaltação.
Enquanto a adoração nos humilha, o louvor
exalta a Deus.
 É recomendação bíblica entrar na presença
de Deus com louvor (Sl 100.4).
 A Deus fica bem o louvor (Sl 147.1 – ARA).
 Já nos acostumamos a receber honra de
homens e com isso roubamos a glória de
Deus.
 O louvor dos santos é um reconhecimento da grandeza de Deus (Sl 150.2). 
 O louvor dos santos é um reconhecimento
da grandeza de Deus (Sl 150.2).
 Não tornamos Deus grande quando O
louvamos, apenas reconhecemos aquilo
que Ele já é.
 Mas o inverso é perigoso. Quando não O
louvamos estamos tentando diminuí-lO!
 Spurgeon disse que o orgulho mataria Deus
se pudesse ocupar Seu trono!
 Deus não divide Sua glória com ninguém
(Is 42.8).

MODOS DE CELEBRAR A

ADORAÇÃO E O LOUVOR  Podemos de várias maneiras viver uma vida espiritual de louvor
ADORAÇÃO E O LOUVOR
 Podemos de várias maneiras viver uma vida
espiritual de louvor e adoração.
 Hoje em dia há uma ênfase demasiada na
música como meio de adoração, como se
outras formas de adorar não existissem.
ADORAR E
LOUVAR EM
ORAÇÃO
ADORAR E
LOUVAR EM
CÂNTICO
ADORAR E
LOUVAR EM
TESTEMUNHO
ADORAR E
ADORAR E
ADORAR E
LOUVAR EM
LOUVAR EM
LOUVAR EM
OFERTA
COMUNHÃO
OBEDIÊNCIA
 O louvor e a adoração em oração é quando adoramos em espírito (Jo 4.24).
 O louvor e a adoração em oração é quando
adoramos em espírito (Jo 4.24).
 O louvor e a adoração em testemunho e
obediência é quando adoramos em verdade
(Jo 4.24).
 Em oferta é quando contribuímos com o
que temos para o crescimento do reino de
Deus (Is 19.21).
 Em cântico é quando louvamos a Deus com
música – e coração também (Sl 33.3; Is
29.13).
 Em comunhão é quando outros louvam a
Deus pelo amor fraternal entre os crentes
(Sl 26.12; Jo 13.35).

BENEFÍCIOS DO LOUVOR PARA

NOSSA VIDA ESPIRITUAL  O louvor traz benefícios para a nossa vida devocional para com
NOSSA VIDA ESPIRITUAL
 O louvor traz benefícios para a nossa vida
devocional para com Deus.
 Embora o louvor possa nos trazer
benefícios, este não deve ser o motivo
central da nossa adoração a Deus, mas sim
porque Ele é digno de toda honra e glória
(Ne 9.5).
 Vejamos alguns benefícios que o louvor nos
traz à vida espiritual.
O louvor nos aproxima de Deus (Sl 100.4)
O louvor nos
aproxima de
Deus (Sl 100.4)
O louvor faz com que outros louvem a Deus (Sl 40.3; 145.4) O louvor renova
O louvor faz
com que outros
louvem a Deus
(Sl 40.3; 145.4)
O louvor renova
nossa
esperança em
Deus (Sl 42.5)
(Sl 42.5) O louvor ajuda a purificar nossa mente (Fp 4.8) O louvor transforma nosso desgosto
O louvor transforma nosso desgosto em felicidade (Sl 30.11,12; Tg 5.13)
O louvor transforma
nosso desgosto em
felicidade (Sl 30.11,12; Tg
5.13)
transforma nosso desgosto em felicidade (Sl 30.11,12; Tg 5.13) O louvor nos aproxima da Palavra (Sl
O louvor nos aproxima da Palavra (Sl 138.2; Cl 3.16)
O louvor nos aproxima
da Palavra (Sl 138.2; Cl
3.16)
CONCLUSÃO  Quando louvamos e adoramos, nosso ser encontra o verdadeiro propósito para o qual
CONCLUSÃO
 Quando louvamos e adoramos, nosso ser
encontra o verdadeiro propósito para o
qual foi criado.
 Há várias formas de louvar e adorar a Deus,
não apenas através da música.
 Devemos estar atentos aos benefícios que o
louvor nos traz, principalmente o de
sermos mais sensíveis à espiritualidade e
mais próximos da Palavra de Deus.
 Deus nos abençoe nessa jornada de louvor.