Sei sulla pagina 1di 18
Inform Inform á á tica tica B B á á sica sica Professor: M. Sc.

InformInformááticatica BBáásicasica

Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho
Professor:
M. Sc. Luiz Alberto Filho
B B á á sica sica Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Roteiro Conceitos básicos Evolução

Roteiro

Conceitos básicosá sica sica Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Roteiro Evolução histórica Hardware Sistemas de numeração

Evolução históricaM. Sc. Luiz Alberto Filho Roteiro Conceitos básicos Hardware Sistemas de numeração Periféricos Software

HardwareFilho Roteiro Conceitos básicos Evolução histórica Sistemas de numeração Periféricos Software Linguagens do

Sistemas de numeraçãoRoteiro Conceitos básicos Evolução histórica Hardware Periféricos Software Linguagens do computador Curiosidades

PeriféricosEvolução histórica Hardware Sistemas de numeração Software Linguagens do computador Curiosidades Introdução

Softwarehistórica Hardware Sistemas de numeração Periféricos Linguagens do computador Curiosidades Introdução à

Linguagens do computadorHardware Sistemas de numeração Periféricos Software Curiosidades Introdução à Informática 2 Vantagens do

Curiosidadesnumeração Periféricos Software Linguagens do computador Introdução à Informática 2 Vantagens do computador

Periféricos Software Linguagens do computador Curiosidades Introdução à Informática 2 Vantagens do computador
Periféricos Software Linguagens do computador Curiosidades Introdução à Informática 2 Vantagens do computador

Introdução à Informática

2

do computador Curiosidades Introdução à Informática 2 Vantagens do computador Facilidade de armazenamento e

Vantagens do computador

Facilidade de armazenamento e recuperação da informação;Introdução à Informática 2 Vantagens do computador Racionalização da rotina, tarefas rotineiras podem ser

Racionalização da rotina, tarefas rotineiras podem ser automatizadas;Facilidade de armazenamento e recuperação da informação; Velocidade das respostas; Planejamento e controle;

Velocidade das respostas;da rotina, tarefas rotineiras podem ser automatizadas; Planejamento e controle; Segurança; Redução de custos.

Planejamento e controle;podem ser automatizadas; Velocidade das respostas; Segurança; Redução de custos. Introdução à

Segurança;Velocidade das respostas; Planejamento e controle; Redução de custos. Introdução à Informática 3

Redução de custos.das respostas; Planejamento e controle; Segurança; Introdução à Informática 3 Necessidade de Informação

Planejamento e controle; Segurança; Redução de custos. Introdução à Informática 3 Necessidade de Informação
Planejamento e controle; Segurança; Redução de custos. Introdução à Informática 3 Necessidade de Informação

Introdução à Informática

3

Redução de custos. Introdução à Informática 3 Necessidade de Informação Hoje em dia, as pessoas usam

Necessidade de Informação

Hoje em dia, as pessoas usam as tecnologias para partilhar conhecimento através do armazenamento, processamento, produção e comunicação de informação.Introdução à Informática 3 Necessidade de Informação As Tecnologias de Informação facilitam o armazenamento, o

As Tecnologias de Informação facilitam o armazenamento, o processamento e a produção de informação, quer de pessoas, quer de empresas.através do armazenamento, processamento, produção e comunicação de informação. Introdução à Informática 4

o processamento e a produção de informação, quer de pessoas, quer de empresas. Introdução à Informática

Introdução à Informática

4

O O que que é é INFORM INFORM Á Á TICA? TICA? INFORINFORINFORmamaçãomaççãoão

OO queque éé INFORMINFORMÁÁTICA?TICA?

INFORINFORINFORmamaçãomaççãoão autoautoautoMMÁTICAMÁÁTICATICA
INFORINFORINFORmamaçãomaççãoão
autoautoautoMMÁTICAMÁÁTICATICA
autoautoautoMMÁTICAMÁÁTICATICA Introdução à Informática Introdu Introdu ç ç ão ão

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdu Introdu ç ç ão ão à à Computa Computa ç ç

IntroduIntroduççãoão àà ComputaComputaççãoão

OO queque éé umum ComputadorComputador ??
OO queque éé umum ComputadorComputador ??
ç ç ão ão OO queque éé umum ComputadorComputador ?? Introdução à Informática 6 Introdu Introdu

Introdução à Informática

6

umum ComputadorComputador ?? Introdução à Informática 6 Introdu Introdu ç ç ão ão à à Computa

IntroduIntroduççãoão àà ComputaComputaççãoão

É uma máquina constituída por uma série de componentes e circuitos eletrônicos, capaz de receber, armazenar processar e transmitir informações.

MMááquinaquina programprogramáávelvel, capaz de realizar uma grande variedade de tarefas, seguindo uma seqüência de comandos, de acordo com o que for especificado.

O Computador não faz absolutamente nada sem que lhe seja ordenado fazer.

não faz absolutamente nada sem que lhe seja ordenado fazer. Introdução à Informática 7 Informática e

Introdução à Informática

7

que lhe seja ordenado fazer. Introdução à Informática 7 Informática e Tecnologias de Informação tecnologia de

Informática e Tecnologias de Informação

à Informática 7 Informática e Tecnologias de Informação tecnologia de informação computador software Informática
à Informática 7 Informática e Tecnologias de Informação tecnologia de informação computador software Informática

tecnologia de informação

e Tecnologias de Informação tecnologia de informação computador software Informática tecnologia informação

computador e Tecnologias de Informação tecnologia de informação software Informática tecnologia informação hardware

software

Informática
Informática

tecnologia

de informação computador software Informática tecnologia informação hardware dados Introdução à Informática 8
de informação computador software Informática tecnologia informação hardware dados Introdução à Informática 8
de informação computador software Informática tecnologia informação hardware dados Introdução à Informática 8
informação hardware dados
informação
hardware
dados

Introdução à Informática

8

Conceitos Básicos Sistemas “Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a realização de um determinado

Conceitos Básicos

SistemasConceitos Básicos “Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a realização de um determinado objetivo”.

“Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a realização de um determinado objetivo”.Conceitos Básicos Sistemas Exemplos: Sistema de Transportes, Circulatório do Corpo Humano, Econômico do País, etc

Exemplos: Sistema de Transportes, Circulatório do Corpo Humano, Econômico do País, etcconcorrem para a realização de um determinado objetivo”. Sistema Computacional “Conjunto de partes coordenadas que

Sistema ComputacionalCirculatório do Corpo Humano, Econômico do País, etc “Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a

Corpo Humano, Econômico do País, etc Sistema Computacional “Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a

“Conjunto de partes coordenadas que concorrem para a realização de um objetivo: computar“

Hardware + Software + Peopleware
Hardware + Software + Peopleware

Introdução à Informática

9

+ Software + Peopleware Introdução à Informática 9 Conceitos Básicos Componentes de Um Sistema Computacional

Conceitos Básicos

Componentes de Um Sistema Computacional

PeoplewarePeopleware HardwareHardware
PeoplewarePeopleware
HardwareHardware
SoftwareSoftware
SoftwareSoftware

Introdução à Informática

10

SoftwareSoftware Introdução à Informática 10 Hardware Conceitos Básicos Parte física, visível do

HardwareSoftwareSoftware Introdução à Informática 10 Conceitos Básicos Parte física, visível do sistema

Conceitos Básicos

Parte física, visível do sistema computacionalIntrodução à Informática 10 Hardware Conceitos Básicos Conjunto formado por circuitos eletrônicos e partes

Conjunto formado por circuitos eletrônicos e partes eletromecânicas.Básicos Parte física, visível do sistema computacional Exemplos: Monitor de vídeo, teclado, mouse, etc Software

Exemplos: Monitor de vídeo, teclado, mouse, etcpor circuitos eletrônicos e partes eletromecânicas. Software Programas que dão “vida” ao computador. Faz

Exemplos: Monitor de vídeo, teclado, mouse, etc Software Programas que dão “vida” ao computador. Faz

SoftwareExemplos: Monitor de vídeo, teclado, mouse, etc Programas que dão “vida” ao computador. Faz com que

Programas que dão “vida” ao computador.Exemplos: Monitor de vídeo, teclado, mouse, etc Software Faz com que o hardware possa gerar informação.

Faz com que o hardware possa gerar informação.etc Software Programas que dão “vida” ao computador. Exemplos: Windows, Word, Excell, Internet Explorer, etc.

Exemplos: Windows, Word, Excell, Internet Explorer, etc.computador. Faz com que o hardware possa gerar informação. Peopleware Pessoas que constroem ou utilizam sistemas

PeoplewareExemplos: Windows, Word, Excell, Internet Explorer, etc. Pessoas que constroem ou utilizam sistemas computacionais

Pessoas que constroem ou utilizam sistemas computacionaisWindows, Word, Excell, Internet Explorer, etc. Peopleware Exemplos: Usuários de sistemas, programadores, etc.

Exemplos: Usuários de sistemas, programadores, etc.
Exemplos: Usuários de sistemas, programadores, etc.

Introdução à Informática

11

programadores, etc. Introdução à Informática 11 Esquema do Computador Software Hardware Introdução à

Esquema do Computador

Software Hardware
Software
Hardware
etc. Introdução à Informática 11 Esquema do Computador Software Hardware Introdução à Informática 1 2

Introdução à Informática

12

Hardware – Conceitos Básicos Principais componentes físicos Monitor de vídeo Gabinete Teclado M o u

Hardware – Conceitos Básicos

Hardware – Conceitos Básicos Principais componentes físicos Monitor de vídeo Gabinete Teclado M o u s

Principais componentes físicos

– Conceitos Básicos Principais componentes físicos Monitor de vídeo Gabinete Teclado M o u s e

Monitor de vídeo

Gabinete

Teclado

Mouse

físicos Monitor de vídeo Gabinete Teclado M o u s e Introdução à Informática 1 3

Introdução à Informática

13

Teclado M o u s e Introdução à Informática 1 3 Placa-mãe A placa mãe é
Teclado M o u s e Introdução à Informática 1 3 Placa-mãe A placa mãe é

Placa-mãe

A placa mãe é a placa mais importante de um computador, pois nela é onde fica o processador, as memórias e os circuitos de controle que ajudam em todos os processos.

e os circuitos de controle que ajudam em todos os processos. Introdução à Informática 14 Placa

Introdução à Informática

14

em todos os processos. Introdução à Informática 14 Placa Mãe Introdução à Informática 15 Hardware –

Placa Mãe

os processos. Introdução à Informática 14 Placa Mãe Introdução à Informática 15 Hardware – Conceitos

Introdução à Informática

15

Informática 14 Placa Mãe Introdução à Informática 15 Hardware – Conceitos Básicos •Processamento de Dados

Hardware – Conceitos Básicos

•Processamento de Dados

PROCESSAMENTO PROCESSAMENTO SAÍDA SAÍDA ENTRADA ENTRADA
PROCESSAMENTO PROCESSAMENTO
SAÍDA SAÍDA
ENTRADA ENTRADA
•Processamento de Dados PROCESSAMENTO PROCESSAMENTO SAÍDA SAÍDA ENTRADA ENTRADA Introdução à Informática 1 6

Introdução à Informática

16

Hardware – Conceitos Básicos É constituído por elementos básicos, ditos UNIDADES FUNCIONAIS BÁSICAS: Unidade

Hardware – Conceitos Básicos

Hardware – Conceitos Básicos É constituído por elementos básicos, ditos UNIDADES FUNCIONAIS BÁSICAS: Unidade

É constituído por elementos básicos, ditos UNIDADES FUNCIONAIS BÁSICAS:

Unidade Central de Processamento (CPU).por elementos básicos, ditos UNIDADES FUNCIONAIS BÁSICAS: Memória Principal. Unidades de Entrada e Saída.

Memória Principal.FUNCIONAIS BÁSICAS: Unidade Central de Processamento (CPU). Unidades de Entrada e Saída. Introdução à Informática 1

Unidades de Entrada e Saída.Unidade Central de Processamento (CPU). Memória Principal. Introdução à Informática 1 7 Hardware – Conceitos

(CPU). Memória Principal. Unidades de Entrada e Saída. Introdução à Informática 1 7 Hardware – Conceitos

Introdução à Informática

17

de Entrada e Saída. Introdução à Informática 1 7 Hardware – Conceitos Básicos CPU (Unidade Central

Hardware – Conceitos Básicos

à Informática 1 7 Hardware – Conceitos Básicos CPU (Unidade Central de Processamento) “cérebro” do

CPU (Unidade Central de Processamento)

“cérebro” do computador”Conceitos Básicos CPU (Unidade Central de Processamento) conjunto de chips de silício que controla o fluxo

conjunto de chips de silício que controla o fluxo de funcionamento de toda a máquinaCentral de Processamento) “cérebro” do computador” localizada na placa-mãe Introdução à Informática 1 8

localizada na placa-mãeque controla o fluxo de funcionamento de toda a máquina Introdução à Informática 1 8 Hardware

de funcionamento de toda a máquina localizada na placa-mãe Introdução à Informática 1 8 Hardware –
de funcionamento de toda a máquina localizada na placa-mãe Introdução à Informática 1 8 Hardware –

Introdução à Informática

18

localizada na placa-mãe Introdução à Informática 1 8 Hardware – Conceitos Básicos •Processamento de Dados

Hardware – Conceitos Básicos

•Processamento de Dados

ENTRADA ENTRADA
ENTRADA ENTRADA
Conceitos Básicos •Processamento de Dados ENTRADA ENTRADA SAÍDA SAÍDA Introdução à Informática 1 9 Unidade
Conceitos Básicos •Processamento de Dados ENTRADA ENTRADA SAÍDA SAÍDA Introdução à Informática 1 9 Unidade
SAÍDA SAÍDA
SAÍDA SAÍDA
•Processamento de Dados ENTRADA ENTRADA SAÍDA SAÍDA Introdução à Informática 1 9 Unidade Central de

Introdução à Informática

19

ENTRADA SAÍDA SAÍDA Introdução à Informática 1 9 Unidade Central de Processamento (UCP) Introdução à

Unidade Central de Processamento (UCP)

SAÍDA SAÍDA Introdução à Informática 1 9 Unidade Central de Processamento (UCP) Introdução à Informática 20

Introdução à Informática

20

Gabinete Local onde o Micro é alojado, é a caixa do Micro. Introdução à Informática

Gabinete

Local onde o Micro é alojado, é a caixa do Micro.Gabinete Introdução à Informática 21 Hardware – Conceitos Básicos Memória RAM memória volátil utilizada apenas

Gabinete Local onde o Micro é alojado, é a caixa do Micro. Introdução à Informática 21
Gabinete Local onde o Micro é alojado, é a caixa do Micro. Introdução à Informática 21
Gabinete Local onde o Micro é alojado, é a caixa do Micro. Introdução à Informática 21

Introdução à Informática

21

é a caixa do Micro. Introdução à Informática 21 Hardware – Conceitos Básicos Memória RAM memória

Hardware – Conceitos Básicos

à Informática 21 Hardware – Conceitos Básicos Memória RAM memória volátil utilizada apenas para

Memória RAM

memória volátil volátil

utilizada apenas para trabalho armazenamento temporário de programas e dados– Conceitos Básicos Memória RAM memória volátil Introdução à Informática 2 2 Hardware – Conceitos

para trabalho armazenamento temporário de programas e dados Introdução à Informática 2 2 Hardware – Conceitos

Introdução à Informática

22

de programas e dados Introdução à Informática 2 2 Hardware – Conceitos Básicos Memória RAM (cont.)

Hardware – Conceitos Básicos

Memória RAM (cont.)à Informática 2 2 Hardware – Conceitos Básicos São muito mais rápidas que a Memórias ROM

São muito mais rápidas que a Memórias ROM2 2 Hardware – Conceitos Básicos Memória RAM (cont.) Tempo de Acesso na ordem de 5

Tempo de Acesso na ordem de 5 a 70 nanossegundosRAM (cont.) São muito mais rápidas que a Memórias ROM Atualmente em micro-computadores são usadas na

Atualmente em micro-computadores são usadas na ordem de centenas MB à alguns GBROM Tempo de Acesso na ordem de 5 a 70 nanossegundos 512MB ~ 20GB Operam sob

são usadas na ordem de centenas MB à alguns GB 512MB ~ 20GB Operam sob determinadas
são usadas na ordem de centenas MB à alguns GB 512MB ~ 20GB Operam sob determinadas

512MB ~ 20GB

Operam sob determinadas freqüênciasusadas na ordem de centenas MB à alguns GB 512MB ~ 20GB 66 ~ 800 Mhz

66 ~ 800 Mhzalguns GB 512MB ~ 20GB Operam sob determinadas freqüências Possuem uma dada taxa de transferência de

Possuem uma dada taxa de transferência de dados~ 20GB Operam sob determinadas freqüências 66 ~ 800 Mhz 1~10 GB/s Introdução à Informática 23

~ 800 Mhz Possuem uma dada taxa de transferência de dados 1~10 GB/s Introdução à Informática

1~10 GB/s

Possuem uma dada taxa de transferência de dados 1~10 GB/s Introdução à Informática 23 Memórias e

Introdução à Informática

23

de dados 1~10 GB/s Introdução à Informática 23 Memórias e Poder Computacional A quantidade de memória

Memórias e Poder Computacional

A quantidade de memória primária afeta o desempenho do Computadorà Informática 23 Memórias e Poder Computacional O computador passa a poder usar programas maiores Passa

O computador passa a poder usar programas maioresde memória primária afeta o desempenho do Computador Passa a acessar arquivos de dados maiores Não

Passa a acessar arquivos de dados maioresComputador O computador passa a poder usar programas maiores Não aumenta a velocidade de processamento Aumenta

Não aumenta a velocidade de processamentoprogramas maiores Passa a acessar arquivos de dados maiores Aumenta a capacidade de processamento Expansão da

Aumenta a capacidade de processamentode dados maiores Não aumenta a velocidade de processamento Expansão da capacidade de memória primária Geralmente

Expansão da capacidade de memória primáriade processamento Aumenta a capacidade de processamento Geralmente os computadores possuem bancos de memória para

Geralmente os computadores possuem bancos de memória para expansãoprocessamento Expansão da capacidade de memória primária Deve ser observado a tecnologia compatível com o

Deve ser observado a tecnologia compatível com o equipamento e seus limites de expansãode memória primária Geralmente os computadores possuem bancos de memória para expansão Introdução à Informática 24

Deve ser observado a tecnologia compatível com o equipamento e seus limites de expansão Introdução à

Introdução à Informática

24

Hardware – Conceitos Básicos Disco Rígido Dispositivo principal do computador para armazenamento de informações

Hardware – Conceitos Básicos

Disco RígidoHardware – Conceitos Básicos Dispositivo principal do computador para armazenamento de informações Armazenamento

Dispositivo principal do computador para armazenamento de informações Armazenamento não-volátil não-volátil

Informações armazenadas na forma de arquivosarmazenamento de informações Armazenamento não-volátil Introdução à Informática 2 5 Discos Magnéticos Discos

não-volátil Informações armazenadas na forma de arquivos Introdução à Informática 2 5 Discos Magnéticos Discos
não-volátil Informações armazenadas na forma de arquivos Introdução à Informática 2 5 Discos Magnéticos Discos

Introdução à Informática

25

na forma de arquivos Introdução à Informática 2 5 Discos Magnéticos Discos Magnéticos Rígidos (Hard Disk)
na forma de arquivos Introdução à Informática 2 5 Discos Magnéticos Discos Magnéticos Rígidos (Hard Disk)

Discos Magnéticos Discos Magnéticos Rígidos (Hard Disk)

Unidades compostas por vários discos empilhados de metal recobertos com material magnético e5 Discos Magnéticos Discos Magnéticos Rígidos (Hard Disk) Cada face do disco tem um cabeçote de

Cada face do disco tem um cabeçote de leitura/escritaempilhados de metal recobertos com material magnético e Possuem maior capacidade de armazenamento e maior velocidade

Possuem maior capacidade de armazenamento e maior velocidade de acesso aos dadose Cada face do disco tem um cabeçote de leitura/escrita Possuem taxa de transferência de dados

Possuem taxa de transferência de dados entre 8 ~ 300 MB/sde armazenamento e maior velocidade de acesso aos dados Também necessitam de formatação Formatação Física:

Também necessitam de formataçãoPossuem taxa de transferência de dados entre 8 ~ 300 MB/s Formatação Física: feita uma única

Formatação Física: feita uma única vez pelo fabricante Formatação Lógica: feita pelo usuário para adequá-lo
Formatação Física: feita uma única vez pelo fabricante
Formatação Lógica: feita pelo usuário
para adequá-lo ao uso num sistema operacional

Introdução à Informática

26

uso num sistema operacional Introdução à Informática 26 Hardware – Conceitos Básicos Unidade de disco flexível

Hardware – Conceitos Básicos

Unidade de disco flexívelà Informática 26 Hardware – Conceitos Básicos armazena informações em discos removíveis pode-se ler e

armazena informações em discos removíveisHardware – Conceitos Básicos Unidade de disco flexível pode-se ler e gravar arquivos tamanho comum: 3

pode-se ler e gravar arquivosdisco flexível armazena informações em discos removíveis tamanho comum: 3 1/2 polegadas unidade de 5 1/4:

tamanho comum: 3 1/2 polegadasem discos removíveis pode-se ler e gravar arquivos unidade de 5 1/4: fora de uso Introdução

unidade de 5 1/4: fora de usopode-se ler e gravar arquivos tamanho comum: 3 1/2 polegadas Introdução à Informática 2 7 Hardware

tamanho comum: 3 1/2 polegadas unidade de 5 1/4: fora de uso Introdução à Informática 2
tamanho comum: 3 1/2 polegadas unidade de 5 1/4: fora de uso Introdução à Informática 2

Introdução à Informática

27

de 5 1/4: fora de uso Introdução à Informática 2 7 Hardware – Conceitos Básicos CD-ROM

Hardware – Conceitos Básicos

à Informática 2 7 Hardware – Conceitos Básicos CD-ROM ou DVD-ROM Lê informações armazenadas em CDs

CD-ROM ou DVD-ROM

Lê informações armazenadas em CDs e/ou DVDs2 7 Hardware – Conceitos Básicos CD-ROM ou DVD-ROM memória apenas de leitura Os CD-RW e

memória apenas de leituraou DVD-ROM Lê informações armazenadas em CDs e/ou DVDs Os CD-RW e DVD-RW são para leitura

Os CD-RW e DVD-RW são para leitura e escritaarmazenadas em CDs e/ou DVDs memória apenas de leitura armazena arquivos (dados, músicas, vídeo, etc) armazena

armazena arquivos (dados, músicas, vídeo, etc)de leitura Os CD-RW e DVD-RW são para leitura e escrita armazena o espaço equivalente a

armazena o espaço equivalente a 500 disquetes de 3 1/2 polegadase DVD-RW são para leitura e escrita armazena arquivos (dados, músicas, vídeo, etc) 28 Introdução à

28
28
músicas, vídeo, etc) armazena o espaço equivalente a 500 disquetes de 3 1/2 polegadas 28 Introdução

Introdução à Informática

Hardware – Conceitos Básicos Pen-drive é um dispositivo de armazenamento constituído por uma memória flash

Hardware – Conceitos Básicos

Hardware – Conceitos Básicos Pen-drive é um dispositivo de armazenamento constituído por uma memória flash conexão

Pen-drive

é um dispositivo de armazenamento constituído por uma memória flash memória flash

conexão a uma porta USB de um computador As capacidades atuais, de armazenamento, são 1 G B a 256 GB GB a 256 GB

capacidades atuais, de armazenamento, são 1 G B a 256 GB Introdução à Informática 2 9

Introdução à Informática

29

são 1 G B a 256 GB Introdução à Informática 2 9 Periféricos Drive Dar entrada

Periféricos

B a 256 GB Introdução à Informática 2 9 Periféricos Drive Dar entrada para os disquetes

Drive

Dar entrada para os disquetes e CD´s

Dar entrada para os disquetes e CD´s

É através do drive que

É

através do drive que

podemos

ler

as

informações contidas

no disquete/CD

 
através do drive que podemos gravar as É

através do drive que podemos gravar as

É

informações

no

disquete/CD

gravar as É informações no disquete/CD 30 Introdução à Informática Introdução à Informática
gravar as É informações no disquete/CD 30 Introdução à Informática Introdução à Informática
30
30

Introdução à Informática

no disquete/CD 30 Introdução à Informática Introdução à Informática 31 Introdução à
no disquete/CD 30 Introdução à Informática Introdução à Informática 31 Introdução à
Introdução à Informática 31
Introdução à Informática
31

Introdução à Informática

à Informática 31 Introdução à Informática Hardware – Conceitos Básicos Periféricos: todo

Hardware – Conceitos Básicos

Periféricos: todo equipamento utilizado pelo computador para intercambiar dadosIntrodução à Informática Hardware – Conceitos Básicos Dispositivos de entrada e saída classificação para

Dispositivos de entrada e saídautilizado pelo computador para intercambiar dados classificação para periféricos DIS POSIT IVO: T IPO DE

para intercambiar dados Dispositivos de entrada e saída classificação para periféricos DIS POSIT IVO: T IPO

classificação para periféricos

DIS POSIT IVO:

T IPO DE COMUNICAÇÃO DE DADOS :

modem /fax

entrada e saída de dados

monitor ou vídeo

saída de dados

impressora

saída de dados

teclado

entrada de dados

scanner

entrada de dados

mouse, mousetouch

entrada de dados

microfone para multimídia

entrada de dados

mouse, mousetouch entrada de dados microfone para multimídia entrada de dados Introdução à Informática 3 2

Introdução à Informática

32

Dispositivos Periféricos São os meios de comunicação dos sistemas computacionais com o ser humano Tipos

Dispositivos Periféricos

São os meios de comunicação dos sistemas computacionais com o ser humanoDispositivos Periféricos Tipos de Periféricos Periféricos de Entrada Permitem ao sistema de computação obter dados,

Tipos de Periféricoscomunicação dos sistemas computacionais com o ser humano Periféricos de Entrada Permitem ao sistema de computação

computacionais com o ser humano Tipos de Periféricos Periféricos de Entrada Permitem ao sistema de computação

Periféricos de Entradacomputacionais com o ser humano Tipos de Periféricos Permitem ao sistema de computação obter dados,

o ser humano Tipos de Periféricos Periféricos de Entrada Permitem ao sistema de computação obter dados,

Permitem ao sistema de computação obter dados, transformá-los em sinais digitais para que sejam processados

Periféricos de Saídaem sinais digitais para que sejam processados Apresentam os dados processados, transformando-os da forma

Apresentam os dados processados, transformando-os da forma digital em um formato que possa ser entendido pelo usuáriodigitais para que sejam processados Periféricos de Saída Periféricos de Entrada e Saída Permitem tanto a

Periféricos de Entrada e Saídadigital em um formato que possa ser entendido pelo usuário Permitem tanto a entrada quanto a

ser entendido pelo usuário Periféricos de Entrada e Saída Permitem tanto a entrada quanto a saída

Permitem tanto a entrada quanto a saída de dados processados no sistemas de computação

a saída de dados processados no sistemas de computação Introdução à Informática 33 Periféricos de Entrada

Introdução à Informática

33

no sistemas de computação Introdução à Informática 33 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 34

Periféricos de Entrada

Introdução à Informática 33 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 34 Periféricos de Entrada

Introdução à Informática

34

33 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 34 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 35

Periféricos de Entrada

Introdução à Informática 34 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 35 Periféricos de Entrada
Introdução à Informática 34 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 35 Periféricos de Entrada

Introdução à Informática

35

34 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 35 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 36

Periféricos de Entrada

34 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 35 Periféricos de Entrada Introdução à Informática 36

Introdução à Informática

36

Hardware – Conceitos Básicos Scanner dispositivo que digitaliza imagens e textos permite extrair fotos ou

Hardware – Conceitos Básicos

Hardware – Conceitos Básicos Scanner dispositivo que digitaliza imagens e textos permite extrair fotos ou gravuras

Scanner

dispositivo que digitaliza imagens e textosHardware – Conceitos Básicos Scanner permite extrair fotos ou gravuras e armazená-las em arquivos Introdução à

permite extrair fotos ou gravuras e armazená-las em arquivosBásicos Scanner dispositivo que digitaliza imagens e textos Introdução à Informática 3 7 Introdução à

extrair fotos ou gravuras e armazená-las em arquivos Introdução à Informática 3 7 Introdução à
extrair fotos ou gravuras e armazená-las em arquivos Introdução à Informática 3 7 Introdução à
extrair fotos ou gravuras e armazená-las em arquivos Introdução à Informática 3 7 Introdução à

Introdução à Informática

37

armazená-las em arquivos Introdução à Informática 3 7 Introdução à Informática 38 Periféricos de Entrada
armazená-las em arquivos Introdução à Informática 3 7 Introdução à Informática 38 Periféricos de Entrada

Introdução à Informática

38

à Informática 3 7 Introdução à Informática 38 Periféricos de Entrada Hardware – Conceitos Básicos

Periféricos de Entrada

3 7 Introdução à Informática 38 Periféricos de Entrada Hardware – Conceitos Básicos Monitor dispositivo que

Hardware – Conceitos Básicos

38 Periféricos de Entrada Hardware – Conceitos Básicos Monitor dispositivo que exibe textos e imagens geradas

Monitor

de Entrada Hardware – Conceitos Básicos Monitor dispositivo que exibe textos e imagens geradas pelo

dispositivo que exibe textos e imagens geradas pelo computador - principal meio de exibição de dados

pelo computador - principal meio de exibição de dados Introdução à Informática 39 Introdução à Informática

Introdução à Informática

39

Introdução à Informática

40

Hardware – Conceitos Básicos Impressora dispositivo que produz uma cópia em papel de documentos criados

Hardware – Conceitos Básicos

Hardware – Conceitos Básicos Impressora dispositivo que produz uma cópia em papel de documentos criados no

Impressora

dispositivo que produz uma cópia em papel de documentos criados no computadorHardware – Conceitos Básicos Impressora tipos comuns: matricial, jato de tinta, laser Introdução à Informática 4

tipos comuns: matricial, jato de tinta, laseruma cópia em papel de documentos criados no computador Introdução à Informática 4 1 Periféricos de

no computador tipos comuns: matricial, jato de tinta, laser Introdução à Informática 4 1 Periféricos de

Introdução à Informática

41

jato de tinta, laser Introdução à Informática 4 1 Periféricos de Saída Introdução à Informática 42

Periféricos de Saída

Introdução à Informática 4 1 Periféricos de Saída Introdução à Informática 42 Periféricos de Saída

Introdução à Informática

42

4 1 Periféricos de Saída Introdução à Informática 42 Periféricos de Saída Introdução à Informática 43

Periféricos de Saída

Introdução à Informática 42 Periféricos de Saída Introdução à Informática 43 Periféricos de Saída

Introdução à Informática

43

42 Periféricos de Saída Introdução à Informática 43 Periféricos de Saída Introdução à Informática 44

Periféricos de Saída

42 Periféricos de Saída Introdução à Informática 43 Periféricos de Saída Introdução à Informática 44

Introdução à Informática

44

Dispositivos Periféricos: Introdução à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática

Dispositivos Periféricos:

Dispositivos Periféricos: Introdução à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática
Dispositivos Periféricos: Introdução à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática

Introdução à Informática

45

Dispositivos Periféricos: Introdução à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática

Periféricos de Entrada e Saída

à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática 46 Periféricos de Entrada e
à Informática 45 Periféricos de Entrada e Saída Introdução à Informática 46 Periféricos de Entrada e

Introdução à Informática

46

de Entrada e Saída Introdução à Informática 46 Periféricos de Entrada e Saída Hardware – Conceitos

Periféricos de Entrada e Saída

à Informática 46 Periféricos de Entrada e Saída Hardware – Conceitos Básicos Estabilizador e No-break Um

Hardware – Conceitos Básicos

de Entrada e Saída Hardware – Conceitos Básicos Estabilizador e No-break Um computador pode ser danificado

Estabilizador e No-break

Hardware – Conceitos Básicos Estabilizador e No-break Um computador pode ser danificado caso a tensão elétrica

Um computador pode ser danificado caso a tensão elétrica da rede a qual ele esteja ligado seja muito maior ou menor do que aquela para que foi projetado.

muito maior ou menor do que aquela para que foi projetado. Introdução à Informática 47 Introdução

Introdução à Informática

47

Introdução à Informática

48

Hardware – Conceitos Básicos Estabilizador O estabilizador adequa a rede de energia na qual a

Hardware – Conceitos Básicos

EstabilizadorHardware – Conceitos Básicos O estabilizador adequa a rede de energia na qual a máquina está

O estabilizador adequa a rede de energia na qual a máquina está ligada à voltagem indicada no aparelho.Hardware – Conceitos Básicos Estabilizador Quando a tensão de energia elétrica cai ou aumenta bruscamente, ele

Quando a tensão de energia elétrica cai ou aumenta bruscamente, ele desliga a máquina, impedindo que ela seja danificada, mas não salva arquivos em uso.a máquina está ligada à voltagem indicada no aparelho. Introdução à Informática 4 9 Hardware –

que ela seja danificada, mas não salva arquivos em uso. Introdução à Informática 4 9 Hardware
que ela seja danificada, mas não salva arquivos em uso. Introdução à Informática 4 9 Hardware

Introdução à Informática

49

salva arquivos em uso. Introdução à Informática 4 9 Hardware – Conceitos Básicos No-break Além de

Hardware – Conceitos Básicos

No-breakà Informática 4 9 Hardware – Conceitos Básicos Além de realizar a função de adaptar a

Além de realizar a função de adaptar a tensão à necessidade do computador, também permite que o PC continue ligado , mesmo sem fornecimento de energia. continue ligado, mesmo sem fornecimento de energia.

Isso é possível porque No-breaks têm baterias internas que suprem essa demanda.o PC continue ligado , mesmo sem fornecimento de energia. Introdução à Informática 5 0 Hardware

No-breaks têm baterias internas que suprem essa demanda. Introdução à Informática 5 0 Hardware – Conceitos
No-breaks têm baterias internas que suprem essa demanda. Introdução à Informática 5 0 Hardware – Conceitos

Introdução à Informática

50

que suprem essa demanda. Introdução à Informática 5 0 Hardware – Conceitos Básicos Equipamentos de Rede

Hardware – Conceitos Básicos

Equipamentos de Rede de Computadoresà Informática 5 0 Hardware – Conceitos Básicos Cabos de rede O cabo de rede é

Cabos de rede– Conceitos Básicos Equipamentos de Rede de Computadores O cabo de rede é composto de 8

Básicos Equipamentos de Rede de Computadores Cabos de rede O cabo de rede é composto de

O cabo de rede é composto de 8 pares de fios de cobre separados por cores e é responsável por fazer a comunicação entre os computadores e os equipamentos da rede. Pode ser usado em distâncias de até 100 metros

da rede. Pode ser usado em distâncias de até 100 metros Introdução à Informática 5 1

Introdução à Informática

51

de até 100 metros Introdução à Informática 5 1 Hardware – Conceitos Básicos Equipamentos de Rede

Hardware – Conceitos Básicos

Equipamentos de Rede de Computadoresà Informática 5 1 Hardware – Conceitos Básicos Placas de Rede É um dispositivo de hardware

Placas de Rede– Conceitos Básicos Equipamentos de Rede de Computadores É um dispositivo de hardware responsável pela

É um dispositivo de hardware responsável pela

É

um dispositivo de hardware responsável pela

comunicação entre os computadores em uma rede,

hoje em dia também já há placas de rede

A placa de rede é o hardware que permite aos micros

A

placa de rede é o hardware que permite aos micros

conversarem entre si através da rede.

de rede é o hardware que permite aos micros conversarem entre si através da rede. Introdução
de rede é o hardware que permite aos micros conversarem entre si através da rede. Introdução
de rede é o hardware que permite aos micros conversarem entre si através da rede. Introdução

Introdução à Informática

52

Hardware – Conceitos Básicos Equipamentos de Rede de Computadores Hubs e switches são concentradores de

Hardware – Conceitos Básicos

Equipamentos de Rede de ComputadoresHardware – Conceitos Básicos Hubs e switches são concentradores de rede, ou seja, eles reúnem todos

Hubs e switches– Conceitos Básicos Equipamentos de Rede de Computadores são concentradores de rede, ou seja, eles reúnem

são concentradores de rede, ou seja, eles reúnem todos os fios que compõe a rede e permitem que a comunicação entre as máquinas aconteça.Equipamentos de Rede de Computadores Hubs e switches O uso deles é necessário quando temos mais

O uso deles é necessário quando temos mais de duas máquinas em uma rede.e permitem que a comunicação entre as máquinas aconteça. Introdução à Informática 5 3 Hardware –

necessário quando temos mais de duas máquinas em uma rede. Introdução à Informática 5 3 Hardware

Introdução à Informática

53

máquinas em uma rede. Introdução à Informática 5 3 Hardware – Conceitos Básicos Modem conecta o

Hardware – Conceitos Básicos

Modemà Informática 5 3 Hardware – Conceitos Básicos conecta o computador através da linha telefônica tipos:

conecta o computador através da linha telefônicaà Informática 5 3 Hardware – Conceitos Básicos Modem tipos: interno e externo principal uso: acesso

tipos: interno e externoModem conecta o computador através da linha telefônica principal uso: acesso à internet Introdução à

principal uso: acesso à internetatravés da linha telefônica tipos: interno e externo Introdução à Informática 5 4 Hardware – Conceitos

tipos: interno e externo principal uso: acesso à internet Introdução à Informática 5 4 Hardware –
tipos: interno e externo principal uso: acesso à internet Introdução à Informática 5 4 Hardware –

Introdução à Informática

54

uso: acesso à internet Introdução à Informática 5 4 Hardware – Conceitos Básicos Medidas de Dados

Hardware – Conceitos Básicos

Medidas de Dadosà Informática 5 4 Hardware – Conceitos Básicos bit menor unidade de dado apresenta os valores

bit5 4 Hardware – Conceitos Básicos Medidas de Dados menor unidade de dado apresenta os valores

menor unidade de dado5 4 Hardware – Conceitos Básicos Medidas de Dados bit apresenta os valores 0 ou 1

apresenta os valores 0 ou 1Básicos Medidas de Dados bit menor unidade de dado byte conjunto de 8 bits representa um

byteDados bit menor unidade de dado apresenta os valores 0 ou 1 conjunto de 8 bits

conjunto de 8 bitsbit menor unidade de dado apresenta os valores 0 ou 1 byte representa um caractere caracter

representa um caracterede dado apresenta os valores 0 ou 1 byte conjunto de 8 bits caracter ou letra

caracter ou letra

código binário ou bit

G

01011101

1 b y t e

1 byte

código binário ou bit G 01011101 1 b y t e Introdução à Informática 5 5

Introdução à Informática

55

1 b y t e Introdução à Informática 5 5 Hardware – Conceitos Básicos Medidas de

Hardware – Conceitos Básicos

Medidas de dadosà Informática 5 5 Hardware – Conceitos Básicos MEDIDA: REPRESENTA O MESMO QUE: Bit 0 ou

MEDIDA:

REPRESENTA O MESMO QUE:

Bit

0 ou 1 - menor unidade de dado

Byte

conjunto de 8 bits ou 1 caractere

Kilobyte (Kb)

2 10 ou 1024 bytes

Megabyte (Mb)

2 10 ou 1024 Kilobyte

Gigabyte (Gb)

2 10 ou 1024 Megabyte

Terabyte (Tb)

2 10 ou 1024 Gigabyte

DispositivoDispositivo

CapacidadeCapacidade

VelocidadeVelocidade

CustoCusto aproximadoaproximado

disquete

1.44 Mb

baixa

R$ 1,20

CD-ROM

650 Mb

média

R$ 1,00 – R$ 4,00 (CD-R)

DVD-R

4,7 Gb

média-alta

R$ 3,00 – R$ 10,00

disco rígido

160 Gb

alta

R$ 300,00

média-alta R$ 3,00 – R$ 10,00 disco rígido 160 Gb alta R$ 300,00 Introdução à Informática

Introdução à Informática

56

Introdução ao Software Definição sobre Definição sobre Software Parte lógica do sistema computacional armazenada em

Introdução ao Software

Definição sobre Definição sobre SoftwareIntrodução ao Software Parte lógica do sistema computacional armazenada em dispositivos de memória e processada pela

Parte lógica do sistema computacional armazenada em dispositivos de memória e processada pela UCPao Software Definição sobre Definição sobre Software Composto por Introdução à Informática 57 Introdução ao

Composto porarmazenada em dispositivos de memória e processada pela UCP Introdução à Informática 57 Introdução ao Software

dispositivos de memória e processada pela UCP Composto por Introdução à Informática 57 Introdução ao Software
dispositivos de memória e processada pela UCP Composto por Introdução à Informática 57 Introdução ao Software

Introdução à Informática

57

pela UCP Composto por Introdução à Informática 57 Introdução ao Software Composição do Software Programas

Introdução ao Software

Composição do Softwarepor Introdução à Informática 57 Introdução ao Software Programas “Conjunto de instruções ou etapas, elaboradas

57 Introdução ao Software Composição do Software Programas “Conjunto de instruções ou etapas, elaboradas

Programas57 Introdução ao Software Composição do Software “Conjunto de instruções ou etapas, elaboradas e

“Conjunto de instruções ou etapas, elaboradas e executadas passo a passo, objetivando a realização de uma determinada ação.”Introdução ao Software Composição do Software Programas Dados São manipulados ou gerados pelos programas na forma

Dadosobjetivando a realização de uma determinada ação.” São manipulados ou gerados pelos programas na forma de

São manipulados ou gerados pelos programas na forma de arquivosa realização de uma determinada ação.” Dados Documentações Documentação técnica sobre a

Documentaçõesmanipulados ou gerados pelos programas na forma de arquivos Documentação técnica sobre a especificação do sistema

Documentação técnica sobre a especificação do sistemagerados pelos programas na forma de arquivos Documentações Documentação sobre o funcionamento dos programas

Documentação sobre o funcionamento dos programas (“Manual do Usuário”)Documentação técnica sobre a especificação do sistema Introdução à Informática 58 Evolução do Software

o funcionamento dos programas (“Manual do Usuário”) Introdução à Informática 58 Evolução do Software

Introdução à Informática

58

(“Manual do Usuário”) Introdução à Informática 58 Evolução do Software Primeiros anos (anos 50 até meados

Evolução do Software

Primeiros anos (anos 50 até meados dos anos 60)Introdução à Informática 58 Evolução do Software Não existia mercado de software (era vendido junto com

Não existia mercado de software (era vendido junto com o hardware)do Software Primeiros anos (anos 50 até meados dos anos 60) Segunda era (início dos anos

mercado de software (era vendido junto com o hardware) Segunda era (início dos anos 60 até

Segunda era (início dos anos 60 até meados dos anos 70)mercado de software (era vendido junto com o hardware) Início das vendas de software como produto

Início das vendas de software como produtoSegunda era (início dos anos 60 até meados dos anos 70) Softwares passaram a ser usados

Softwares passaram a ser usados num computador por várias pessoas simultaneamentedos anos 70) Início das vendas de software como produto Surgimento dos primeiros sistemas de banco

Surgimento dos primeiros sistemas de banco de dadosusados num computador por várias pessoas simultaneamente Introdução à Informática 59 Evolução do Software

Surgimento dos primeiros sistemas de banco de dados Introdução à Informática 59 Evolução do Software

Introdução à Informática

59

sistemas de banco de dados Introdução à Informática 59 Evolução do Software Terceira era (início dos

Evolução do Software

Terceira era (início dos anos 70 até final dos anos 80)dados Introdução à Informática 59 Evolução do Software Crescimento das vendas de software, tornando-se produto de

Crescimento das vendas de software, tornando-se produto de consumo de massaTerceira era (início dos anos 70 até final dos anos 80) Começou a ser usado em

Começou a ser usado em equipamentos de uso domésticovendas de software, tornando-se produto de consumo de massa Quarta era (meados dos anos 80 até

Quarta era (meados dos anos 80 até os dias de hoje)massa Começou a ser usado em equipamentos de uso doméstico Indústria do software consolida-se com gigantes

Indústria do software consolida-se com gigantes do mercadoQuarta era (meados dos anos 80 até os dias de hoje) Aumento da facilidade de uso

Aumento da facilidade de uso (interfaces gráficas)Indústria do software consolida-se com gigantes do mercado Surgimento novas tecnologia de desenvolvimento e

Surgimento novas tecnologia de desenvolvimento e aplicações na Webconsolida-se com gigantes do mercado Aumento da facilidade de uso (interfaces gráficas) Introdução à Informática 60

Introdução à Informática 60
Introdução à Informática
60
Classificação do software Quanto a Utilidade: Quanto a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61

Classificação do software

Classificação do software Quanto a Utilidade: Quanto a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61

Quanto a Utilidade:

Classificação do software Quanto a Utilidade: Quanto a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61

Quanto a Forma de Aquisição:Classificação do software Quanto a Utilidade: Introdução à Informática 61 Classificação do software Quanto a

software Quanto a Utilidade: Quanto a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61 Classificação do software
software Quanto a Utilidade: Quanto a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61 Classificação do software

Introdução à Informática

61

a Forma de Aquisição: Introdução à Informática 61 Classificação do software Quanto a Utilidade: Software

Classificação do software

Quanto a Utilidade:Introdução à Informática 61 Classificação do software Software Básico (ou Software de Sistema) Realiza as tarefas

Software Básico (ou Software de Sistema)61 Classificação do software Quanto a Utilidade: Realiza as tarefas de gerenciamento necessárias ao

Realiza as tarefas de gerenciamento necessárias ao funcionamento do sistema computacionala Utilidade: Software Básico (ou Software de Sistema) Tipos de Software Básico Sistemas Operacionais Software

Tipos de Software Básiconecessárias ao funcionamento do sistema computacional Sistemas Operacionais Software responsável pelo

do sistema computacional Tipos de Software Básico Sistemas Operacionais Software responsável pelo

Sistemas Operacionaisdo sistema computacional Tipos de Software Básico Software responsável pelo funcionamento geral do sistema

Software responsável pelo funcionamento geral do sistema computacionalTipos de Software Básico Sistemas Operacionais Obrigatório para o funcionamento do computador Introdução

Obrigatório para o funcionamento do computadorpelo funcionamento geral do sistema computacional Introdução à Informática 62 Classificação do software

Introdução à Informática 62
Introdução à Informática
62
funcionamento do computador Introdução à Informática 62 Classificação do software Quanto a Utilidade : Software

Classificação do software

Introdução à Informática 62 Classificação do software Quanto a Utilidade : Software Básico (ou Software de

Quanto a Utilidade:

Software Básico (ou Software de Sistema)62 Classificação do software Quanto a Utilidade : Utilitários do Sistema Programas que auxiliam e

Utilitários do Sistemaa Utilidade : Software Básico (ou Software de Sistema) Programas que auxiliam e complementam as tarefas

Programas que auxiliam e complementam as tarefas de gerenciamento do sistema operacionalBásico (ou Software de Sistema) Utilitários do Sistema Acompanham o sistema operacional ou são adquiridos

Acompanham o sistema operacional ou são adquiridos separadamenteas tarefas de gerenciamento do sistema operacional Exemplos: Anti-virus: AVG, Norton, Avast Compactação de

Exemplos:o sistema operacional ou são adquiridos separadamente Anti-virus: AVG, Norton, Avast Compactação de Arquivos:

Anti-virus: AVG, Norton, Avastoperacional ou são adquiridos separadamente Exemplos: Compactação de Arquivos: Winzip, ARJ, WinRAR Gerenciadores

Compactação de Arquivos: Winzip, ARJ, WinRARseparadamente Exemplos: Anti-virus: AVG, Norton, Avast Gerenciadores de Arquivos: Explorer e Nautilus Gerenciadores

Gerenciadores de Arquivos: Explorer e NautilusNorton, Avast Compactação de Arquivos: Winzip, ARJ, WinRAR Gerenciadores de Impressão Configuração de Redes

Gerenciadores de ImpressãoARJ, WinRAR Gerenciadores de Arquivos: Explorer e Nautilus Configuração de Redes Utilitários para Backup

Configuração de Redesde Arquivos: Explorer e Nautilus Gerenciadores de Impressão Utilitários para Backup Desfragmentadores de Disco

Utilitários para BackupNautilus Gerenciadores de Impressão Configuração de Redes Desfragmentadores de Disco Introdução à Informática 63

Desfragmentadores de Disco
Desfragmentadores de Disco

Introdução à Informática

63

Desfragmentadores de Disco Introdução à Informática 63 Classificação do software Softwares Aplicativos Realizam

Classificação do software

Softwares AplicativosIntrodução à Informática 63 Classificação do software Realizam tarefas específicas para os usuários Exemplos:

Realizam tarefas específicas para os usuários63 Classificação do software Softwares Aplicativos Exemplos: Editores de texto: Microsoft Word, OpenOffice

Exemplos:Aplicativos Realizam tarefas específicas para os usuários Editores de texto: Microsoft Word, OpenOffice Writer

Editores de texto: Microsoft Word, OpenOffice WriterRealizam tarefas específicas para os usuários Exemplos: Planilhas eletrônicas: Microsoft Excell, OpenOffice Calc

Planilhas eletrônicas: Microsoft Excell, OpenOffice CalcEditores de texto: Microsoft Word, OpenOffice Writer Editores gráficos: Adobe Photoshop, Corel Draw Banco de

Editores gráficos: Adobe Photoshop, Corel DrawPlanilhas eletrônicas: Microsoft Excell, OpenOffice Calc Banco de dados: Microsoft Access, Oracle Navegadores de

Banco de dados: Microsoft Access, OracleCalc Editores gráficos: Adobe Photoshop, Corel Draw Navegadores de Internet: Internet Explorer, Firefox, Opera

Navegadores de Internet: Internet Explorer, Firefox, OperaEditores gráficos: Adobe Photoshop, Corel Draw Banco de dados: Microsoft Access, Oracle Introdução à Informática 64

dados: Microsoft Access, Oracle Navegadores de Internet: Internet Explorer, Firefox, Opera Introdução à Informática 64

Introdução à Informática

64

Classificação do software Classificação quanto a utilidade Linguagens de Programação Utilizados para a criação de

Classificação do software

Classificação quanto a utilidadeClassificação do software Linguagens de Programação Utilizados para a criação de softwares Geralmente necessitam de

Linguagens de Programaçãodo software Classificação quanto a utilidade Utilizados para a criação de softwares Geralmente

Utilizados para a criação de softwaresquanto a utilidade Linguagens de Programação Geralmente necessitam de um editor de texto com funções

Geralmente necessitam de um editor de texto com funções específicas para programação (compiladores e ambientes de programação)de Programação Utilizados para a criação de softwares Exemplos: Linguagem Pascal: Turbo Pascal Liguagem C: Borland

Exemplos:programação (compiladores e ambientes de programação) Linguagem Pascal: Turbo Pascal Liguagem C: Borland C

Linguagem Pascal: Turbo Pascal(compiladores e ambientes de programação) Exemplos: Liguagem C: Borland C Linguagem Java: Borland JBuilder

Liguagem C: Borland Cde programação) Exemplos: Linguagem Pascal: Turbo Pascal Linguagem Java: Borland JBuilder Introdução à

Linguagem Java: Borland JBuilderLinguagem Pascal: Turbo Pascal Liguagem C: Borland C Introdução à Informática 65 Classificação do software

Liguagem C: Borland C Linguagem Java: Borland JBuilder Introdução à Informática 65 Classificação do software

Introdução à Informática

65

Java: Borland JBuilder Introdução à Informática 65 Classificação do software Classificação quanto a Forma

Classificação do software

Classificação quanto a Forma de Aquisição:Introdução à Informática 65 Classificação do software Softwares Proprietários São vendidos de acordo com um

do software Classificação quanto a Forma de Aquisição: Softwares Proprietários São vendidos de acordo com um

Softwares Proprietáriosdo software Classificação quanto a Forma de Aquisição: São vendidos de acordo com um contrato de

São vendidos de acordo com um contrato de licença de usoquanto a Forma de Aquisição: Softwares Proprietários Não podem ser redistribuídos nem copiados Não há acesso

Não podem ser redistribuídos nem copiadosSão vendidos de acordo com um contrato de licença de uso Não há acesso ao código-fonte

Não há acesso ao código-fontelicença de uso Não podem ser redistribuídos nem copiados Exemplos: Microsoft Windows, MS Office, Photoshop, etc

Exemplos: Microsoft Windows, MS Office, Photoshop, etcnem copiados Não há acesso ao código-fonte Softwares Freeware São distribuídos gratuitamente, mas

Softwares FreewareExemplos: Microsoft Windows, MS Office, Photoshop, etc São distribuídos gratuitamente, mas não são modificados

São distribuídos gratuitamente, mas não são modificadosWindows, MS Office, Photoshop, etc Softwares Freeware Possuem limitações quanto a utilização para fins

Possuem limitações quanto a utilização para fins comerciais Não há acesso ao código-fonteSão distribuídos gratuitamente, mas não são modificados Exemplos: Acrobad Reader, Antivirus AVG 66 Classificação

Exemplos: Acrobad Reader, Antivirus AVG 66
Exemplos: Acrobad Reader, Antivirus AVG
66
ao código-fonte Exemplos: Acrobad Reader, Antivirus AVG 66 Classificação do software Classificação quanto a Forma

Classificação do software

Classificação quanto a Forma de Aquisição:Reader, Antivirus AVG 66 Classificação do software Softwares Shareware São distribuídos gratuitamente como

Softwares Sharewaredo software Classificação quanto a Forma de Aquisição: São distribuídos gratuitamente como cópias de

São distribuídos gratuitamente como cópias de demonstraçãoquanto a Forma de Aquisição: Softwares Shareware Possuem apenas um subconjunto do total de recursos Requerem

Possuem apenas um subconjunto do total de recursosdistribuídos gratuitamente como cópias de demonstração Requerem pagamento depois de um período de avaliação Não

Requerem pagamento depois de um período de avaliaçãoPossuem apenas um subconjunto do total de recursos Não há acesso ao código-fonte Softwares Adware

Não há acesso ao código-fonteRequerem pagamento depois de um período de avaliação Softwares Adware Distribuídos gratuitamente Possuem todos

Softwares Adwareum período de avaliação Não há acesso ao código-fonte Distribuídos gratuitamente Possuem todos os recursos

Distribuídos gratuitamenteNão há acesso ao código-fonte Softwares Adware Possuem todos os recursos disponíveis Requerem que o

Possuem todos os recursos disponíveiscódigo-fonte Softwares Adware Distribuídos gratuitamente Requerem que o usuário visualize propagandas para usar o

Requerem que o usuário visualize propagandas para usar o softwaregratuitamente Possuem todos os recursos disponíveis Não há acesso ao código-fonte Introdução à

Não há acesso ao código-fonteque o usuário visualize propagandas para usar o software Introdução à Informática 67 Classificação do software

para usar o software Não há acesso ao código-fonte Introdução à Informática 67 Classificação do software

Introdução à Informática

67

há acesso ao código-fonte Introdução à Informática 67 Classificação do software Classificação quanto a Forma

Classificação do software

Classificação quanto a Forma de Aquisição:Introdução à Informática 67 Classificação do software Softwares Open Source (de código aberto) Geralmente são

Softwares Open Source (de código aberto)do software Classificação quanto a Forma de Aquisição: Geralmente são gratuitos São distribuídos de acordo com

Geralmente são gratuitosde Aquisição: Softwares Open Source (de código aberto) São distribuídos de acordo com uma licença que

São distribuídos de acordo com uma licença que permite que o código-fonte seja livremente modificadoOpen Source (de código aberto) Geralmente são gratuitos Quando são modificados e redistribuídos devem manter os

Quando são modificados e redistribuídos devem manter os dados sobre os autores originais e orientações sobre novas mudançasque permite que o código-fonte seja livremente modificado Exemplos: Sistema operacional Linux, Pacote de escritório

Exemplos:os autores originais e orientações sobre novas mudanças Sistema operacional Linux, Pacote de escritório Open

Sistema operacional Linux,originais e orientações sobre novas mudanças Exemplos: Pacote de escritório Open Office, Navegador da Internet

Pacote de escritório Open Office,sobre novas mudanças Exemplos: Sistema operacional Linux, Navegador da Internet Firefox Introdução à Informática 68

Navegador da Internet Firefoxnovas mudanças Exemplos: Sistema operacional Linux, Pacote de escritório Open Office, Introdução à Informática 68

operacional Linux, Pacote de escritório Open Office, Navegador da Internet Firefox Introdução à Informática 68

Introdução à Informática

68

Nomes de Arquivos e Pastas nome.doc nome extensão O nome pode possuir até 256 caracteres

Nomes de Arquivos e Pastas

nome.doc

nome extensão
nome
extensão

O nome pode possuir até 256 caracteresNomes de Arquivos e Pastas nome.doc nome extensão Extensões geralmente apresentam 3 caracteres: documento do Word:

Extensões geralmente apresentam 3 caracteres:nome extensão O nome pode possuir até 256 caracteres documento do Word: .doc figura bitmap: .bmp

documento do Word: .doc .doc

figura bitmap: .bmp .bmp

planilha do Excel: .xls .xls

apresentação do PowerPoint: .ppt .ppt

planilha do Excel: .xls apresentação do PowerPoint: .ppt Introdução à Informática 6 9 Próxima Aula Introdução

Introdução à Informática

69

do PowerPoint: .ppt Introdução à Informática 6 9 Próxima Aula Introdução à Informática 7 0 Iniciando
do PowerPoint: .ppt Introdução à Informática 6 9 Próxima Aula Introdução à Informática 7 0 Iniciando

Próxima Aula

.ppt Introdução à Informática 6 9 Próxima Aula Introdução à Informática 7 0 Iniciando o Windows

Introdução à Informática

70

6 9 Próxima Aula Introdução à Informática 7 0 Iniciando o Windows Atalhos para programas Área

Iniciando o Windows

Atalhos para programas Área de Trabalho Barra de Tarefas
Atalhos para
programas
Área de
Trabalho
Barra de
Tarefas

Área de Trabalhopara programas Área de Trabalho Barra de Tarefas Meu Computador Lixeira Barra de Tarefas Menu iniciar

Meu ComputadorÁrea de Trabalho Barra de Tarefas Área de Trabalho Lixeira Barra de Tarefas Menu iniciar Programas

LixeiraTrabalho Barra de Tarefas Área de Trabalho Meu Computador Barra de Tarefas Menu iniciar Programas ativos

Barra de TarefasBarra de Tarefas Área de Trabalho Meu Computador Lixeira Menu iniciar Programas ativos Data e hora

Menu iniciarÁrea de Trabalho Meu Computador Lixeira Barra de Tarefas Programas ativos Data e hora Introdução à

Programas ativosÁrea de Trabalho Meu Computador Lixeira Barra de Tarefas Menu iniciar Data e hora Introdução à

Data e horaÁrea de Trabalho Meu Computador Lixeira Barra de Tarefas Menu iniciar Programas ativos Introdução à Informática

Meu Computador Lixeira Barra de Tarefas Menu iniciar Programas ativos Data e hora Introdução à Informática

Introdução à Informática

71