Sei sulla pagina 1di 3

Ultrassonografia ou Ecografia

Gilson Amorim

O Aparelho
O Aparelho

Como funciona

Quanto maior a frequência maior a

resolução obtida. Conforme a densidade

e

composição das estruturas a atenuação

e

mudança de fase dos sinais emitidos

varia, sendo possível a tradução em uma escala de cinza, que formará a imagem dos órgãos internos.

14/05/2012

 

O que é

É

um método diagnóstico que aproveita o eco

produzido pelo som para ver em tempo real as reflexões produzidas pelas estruturas e

órgãos do organismo.

 

Como funciona

Os aparelhos de ultrassom utilizam geralmente uma frequência variada

dependendo do tipo de transdutor, desde 2 até 14 MHz, emitindo através de uma fonte de cristal piezoeléctrico que fica em contato com

a

pele e recebendo os ecos gerados, que são

interpretados através da computação gráfica.

 

Características

É

um método não invasivo ou minimamente

invasivo.

Apresenta a anatomia em imagens seccionais ou tridimensionais, que podem se adquiridas em qualquer orientação espacial.

Não possui efeitos nocivos significativos dentro das especificações de uso diagnóstico na medicina.

Características

Não utiliza radiação ionizante.

Possibilita o estudo não invasivo da hemodinâmica (estudo dos movimentos e pressões da circulação sanguínea) corporal através do efeito Doppler.

Permite a aquisição de imagens dinâmicas, em tempo real, possibilitando estudos do movimento das estruturas corporais.

Imagens
Imagens

Vibrações Mecânicas

Assumindo que o meio é elástico, podemos dizer que as partículas vão oscilar em torno de uma dada região

Classificação das ondas acústicas:

Ondas Longitudinais (ondas de compressão)

Ondas Transversais (ondas de cisalhamento)

Ondas Superficiais ou Ondas de Rayleigh

Ondas de Lamb

14/05/2012

O método

Baseia-se no fenômeno de interação de som e tecidos

A partir da transmissão de onda sonora pelo meio, observamos as propriedades mecânicas dos tecidos.

É necessário o conhecimento dos fundamentos físicos e tecnológicos envolvidos na formação das imagens do modo pelo qual os sinais obtidos por essa técnica são detectados, caracterizados e analisados corretamente, propiciando uma interpretação diagnóstica correta.

Vibrações Mecânicas

Tipos de Ondas:

Ondas mecânicas (do tipo acústica), diferente da radiologia (ondas eletromagnéticas)

Onda mecânica é composta de partícula, por onde ela se propaga

A passagem de energia acústica no meio provoca:

Movimento das partículas em torno da posição de equilíbrio

Redução gradual da amplitude

Ondas Longitudinais ou Ondas de Compressão • São ondas que oscilam as partículas em sua
Ondas Longitudinais ou Ondas de
Compressão
• São ondas que oscilam as partículas em sua
direção de propagação (transmitidas em
sólidos, líquidos ou gases)
Ondas Longitudinais ou Ondas de Compressão • A oscilação passa de uma partícula para suas
Ondas Longitudinais ou Ondas de
Compressão
• A oscilação passa de uma partícula para suas
vizinhas mais próximas
• Todo meio vai vibrar na mesma direção de
propagação da onda, longitudinalmente
• Surgem as zonas de compressão e zonas
diluídas
• A distância entre as zonas de compressão, é o
comprimento de onda
• Alta velocidade de propagação

Ondas Transversais ou Ondas de Cisalhamento

As partículas oscilam transversalmente à direção de propagação da onda

Não são aplicadas a gases e líquidos, apenas sólidos

O comprimento de onda é a distância entre dois vales ou dois picos

14/05/2012

Ondas Transversais ou Ondas de Cisalhamento • É quando as partículas do meio vibram perpendicularmente
Ondas Transversais ou Ondas de
Cisalhamento
• É quando as partículas do meio vibram perpendicularmente à
de propagação
• As distâncias entre as partículas são quase constantes,
movendo-se verticalmente
Referências • Andreucci, R. Ensaios por Ultrassom. Set. 2006. Disponível em: www.infosalda.com.br/andreucci. Acesso
Referências
• Andreucci, R. Ensaios por Ultrassom. Set. 2006.
Disponível em: www.infosalda.com.br/andreucci.
Acesso em: 12 mai. 2010.
• HALLIDAY, David; RESNICK, Robert. Fundamentos de
Física. V.1-4. 3.Ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e
Científicos, 1994.
• SERWAY, Raymond A. Princípios de Física;
tradução técnica André Koch Torres Assis.São
Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.