Sei sulla pagina 1di 26

Universidade Federal do Piauí Centro de Ciências Agrárias Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento Experimentação em Genética e Melhoramento

Delineamentos Experimentais

Mestranda: Rosana Mendes de Moura

Delineamento Experimental

É o processo de planejar e conduzir um

experimento, incluindo a sua implantação, de modo que seja possível recolher dados que possam ser

analisados, usando as metodologias estatísticas

apropriadas, e que conduzam a conclusões válidas

e objetivas.

Objetivos:

Permitir a estimativa do erro experimental;

Contribuir para aumentar a precisão dos experimentos;

Fornecer

informações

sobre

o

procedimento

mais

apropriado para proceder os testes de significância.

Delineamento Experimental

Fatores que afetam a escolha do delineamento:

Tipo e número de tratamentos; Local.

Delineamento Inteiramente

Casualizado (DIC)

Quando não se utiliza o princípio do controle local em virtude da certeza da homogeneidade das condições experimentais;

Os tratamentos são designados às parcelas sem qualquer

restrição, ou seja, de forma completamente aleatória

(sem controle local); Exige uniformidade entre as unidades experimentais, devendo os experimentos ser conduzidos sob condições devidamente controladas e homogêneas;

Delineamento básico mais simples.

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

Vantagens:

Delineamento bastante flexível por depender apenas do número de parcelas experimentais;

ANAVA simples;

O número de graus de liberdade do erro experimental é

máximo.

Desvantagens:

Exige homogeneidade total das condições

experimentais, limitando o seu emprego; Em situações experimentais onde não houver uniformidade das condições experimentais, o emprego inadequado do DIC pode conduzir a estimativas elevadas do erro experimental reduzindo a precisão do experimento.

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

1. Esquema da disposição do experimento em campo

(A3) 20,3

(E1) 47,8

(C3) 25,8

(B5) 28,7

(B1) 20,9

(B4) 28,3

(D2) 43,2

(A5) 29,3

(A1) 38,9

(D3) 41,7

(E2) 47,8

(A2) 25,4

(E4) 50,5

(D1) 38,7

(C1) 28,1

(C2) 27,0

(D5) 40,3

(B3) 32,3

(C4) 26,9

(B2) 26,2

(E5) 56,4

(A4) 25,7

(C5) 22,3

(E3) 44,7

(D4) 39,0

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

Modelo estatístico:

Y ij

=

+

t i

+

e ij

i = 1

i ( níveis )

j =

Y IJ = observação do i-ésimo tratamento na j-ésima parcela

1

j

( repetições )

t i

e ij

= efeito de média = efeito do tratamento = erro experimental

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

ANAVA

FV

GL

SQ

QM

Fc

Tratamento

Resíduo

I 1

I (J 1)

T I 2 / r - C

SQ TOTAL - Q TRAT

SQ TRAT

GL TRAT

SQ RES

GL TRAT

QM

SQ

TRAT

RES

Total

(I J)-1

X I 2 - C

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

Exemplo:

Repetição

Tratamentos

A

B

C

D

1

23

15

10

25

2

26

13

09

29

3

23

17

14

27

Total

72

45

33

81

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

GL

Tratamento: 4-1= 3 Do total: 12-1= 11

Do resíduo: 113 = 8

Valor de C

C= (23 + 15 +

+ 27 ) 2 = 4446,75

12

SQtotal

SQT= (23) 2 +(15) 2 +

+

(27) 2 C = 542,25

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

SQtrat

SQtrat= 72 2 + 45 2 + 33 2 + 81 2 - C = 506,25

4-1

SQres

SQres= = 542,25 506,25 = 36

QMtrat

QMtrat= 506,25 = 168,75

4 - 1

QMres

QMres= 36 = 4,5

8

Ftab: (GLtra; GLres)

Fc = 168,75 / 4,5 = 37,5

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

3. Análise de variância do experimento

FV

G.L

S.Q

Q.M

Fcal

Ftab

Tratamento

3

506,25

168,75

37,5*

4,07

Resíduo

8

36

4,5

Total

11

542,25

Conclusão?

Existe diferença significativa entre os tratamentos pelo

teste F a 5% de probabilidade.

Delineamento Inteiramente Casualizado - DIC

Hipóteses:

Aceita-se Ho: Fc > Ftab

Rejeita-se Ho: Ftab < Fc

* 5 % de probabilidade ** 1% de probabilidade

Delineamento em Blocos

Casualizados (DBC)

É o mais empregado na pesquisa agropecuária,

sobretudo, em pesquisas de campo.

Utilizado em situações em que existe heterogeneidade entre as parcelas experimentais; Efetua-se o controle local numa única direção e no sentido perpendicular ao da variação a ser controlada,

de tal forma a agrupar as parcelas homogêneas em

blocos; Os tratamentos são designados de forma aleatória dentro de cada bloco.

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

Vantagens:

Controle local reduz a variação do erro

experimental pela remoção da variação entre blocos, melhorando a precisão experimental;

Em princípio não existe restrição quanto ao número de tratamentos ou repetições.

Desvantagens:

Menor precisão experimental quanto existir variação entre parcelas dentro do bloco; Com grande número de tratamentos, torna-se complicado manter a homogeneidade dentro dos blocos, de forma a reduzir a eficiência do delineamento; A perda de parcelas dificulta um pouco mais a análise estatística em relação ao DIC.

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

Modelo estatístico:

Y ij =

+

t i + b j + e ij

i i ( níveis )

= 1

j = 1

Y IJ = observação que recebeu o i-ésimo tratamento no j- ésimo bloco

= média t i = efeito do i-ésimo tratamento b j = efeito do j-ésimo bloco

e ij = erro experimental

j

( blocos )

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

ANAVA

FV

GL

SQ

QM

Fc

Tratamento

Bloco

I 1

J

-

1

T I 2 / r - C

SQ tra /

QM tra/

GL tra

QM res

B I 2 / nº trat - C SQ blo/

GL blo

Resíduo

(I-1)(J 1)

SQ TOTAL

SQ TRAT

SQ BLOCO

-

SQ res/

GL res

Total

I J

-

1

X I 2 - C

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

BLOCO I

BLOCO II

BLOCO III

C

(110)

A

(70)

D

(100)

E

(80)

B (130)

B

(105)

E

(80)

D

(110)

A

(50)

C (90)

D (95)

B

(85)

E (70)

C

(55)

A (50)

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

Exemplo:

Blocos

Tratamentos

A

B

C

D

E

Total

I

70

130

110

100

80

490

II

50

105

90

110

80

435

III

50

85

55

95

70

355

Total

170

320

255

305

230

1280

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

GL

Tratamento: 5-1= 4 Bloco: 3-1= 2

Do total: 15-1 = 14

Do resíduo: 1442 = 8

Valor de C

C= (70 + 50 +

+ 70) 2 = 109226,66

15

SQTotal

SQtotal= (70) 2 + (50) 2 +

+

(70) 2 C = 7873,33

SQtrat

SQtrat= 170 2 + 320 2 + 255 2 + 305 2 + 230 2 - C = 4856,66

r = 3

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

SQblo

SQres

SQtrat= 490 2 + 435 2 + 355 2 - C = 1843,34

t= 5

SQres = SQtotal SQtra SQblo 1173,33

QMtrat

QMtrat= 4856,66 = 1214,16

QMblo

4

QMblo= 1843,34 = 921,67

2

QMres

QMres= 1173,33 = 146,66

8

Fcblo = QMb/QMres Fctra = QMtra/QMres

Ftabtrat: (GLtr;GLres) Ftabbloco: (GLbl;Glres)

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

FV

GL

SQ

QM

Fcal

Bloco

2

1843,34

921,67

6,28*

Tratamento

4

4856,66

1214,16

8,27*

Resíduo

8

1173,43

146,66

-

Total

14

7873,33

-

-

Delineamento em Blocos Casualizados - DBC

Interpretação dos dados:

Fc > Ftab teste significativo

Rejeita-se Ho, existe diferença significativa a 5% de probabilidade pelo teste F.

Obrigada!

rosanamendes.moura@gmail.com