Sei sulla pagina 1di 16

“Agenda Ambiental da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca

Flávia Ramos Guimarães

Secretária Executiva da Comissão de Gestão Sustentável

ESCOLA NACIONAL DE SÁUDE PÚBLICA SERGIO AROUCA

ESCOLA NACIONAL DE SÁUDE PÚBLICA SERGIO AROUCA • Maior escola de saúde pública da América do

Maior escola de saúde pública da América do Sul

Unidade tecnica-científica da ENSP

sistema de ciência e tecnologia

Capacitação e na formação de recursos humanos para o SUS e para o

Produção científica e tecnológica

Serviços de referência no campo da saúde pública

COMISSÃO DE GESTÃO SUSTENTÁVEL

Expoentes

Comunicação

Compras

Pesquisadores

Alta direção

Expoentes Comunicação Compras Pesquisadores Alta direção Qualidade Infraestrutura Cooperação Social Biossegurança

Qualidade

Infraestrutura

Cooperação Social

Biossegurança

Planejamento

OBJETIVO DA COMISSÃO

“A Comissão de Gestão Sustentável, vinculada a Vice-Direção de

Desenvolvimento Institucional e Gestão, tem caráter consultivo e indutor de políticas na área de sustentabilidade para a ENSP,

tendo como finalidade elaborar as diretrizes da Política e do Plano

de Ação da Gestão Sustentável e apoiar estudos e propostas que visem ao pleno cumprimento da legislação ambiental vigente, atuando de forma articulada com as diversas instâncias, buscando melhoria contínua de processos, no que tange ao alcance da sustentabilidade socioambiental.

ATRIBUIÇÕES DA COMISSÃO

elaborar Plano de Ação Plurianual das ações da gestão sustentável, através do estabelecimento de metas tangíveis;

estabelecer indicadores de acompanhamento do plano de ação;

acompanhar a evolução desses indicadores;

contribuir para o alinhamento da ENSP com a política ambiental institucional;

elaborar relatório de sustentabilidade socioambiental;

apoiar a formulação de políticas ambientais e de sustentabilidade;

conhecer, difundir, divulgar e fazer cumprir a legislação;

identificar o estado da arte no que tange às pesquisas de inovação tecnológica e avaliação de riscos associados às atividades e produtos utilizados na ENSP, avaliando e induzindo mudanças comportamentais e de gestão.

AGENDA AMBIENTAL

Base Teórica

E C O N Ô A M M S I B O C I C
E
C
O
N
Ô
A
M
M
S
I
B
O
C
I
C
A
E
I
N
A
T
L
A
POLÍTICA
L

“A gestão sustentável visa a incorporação de boas práticas de governança que,

apoiadas

em políticas

institucionais/empresariais,

envolvam todos os profissionais nas estratégias de avaliação e execução de suas atividades de forma

economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente correta.”

AGENDA AMBIENTAL Base Teórica

GESTÃO SUSTENTÁVEL

AGENDA AMBIENTAL Base Teórica GESTÃO SUSTENTÁVEL S O C I A L Agenda Ambiental da ENSP
AGENDA AMBIENTAL Base Teórica GESTÃO SUSTENTÁVEL S O C I A L Agenda Ambiental da ENSP
S O C I A L Agenda Ambiental da ENSP
S
O
C
I
A
L
Agenda Ambiental da ENSP

AGENDA AMBIENTAL

Transparência, Comunicação e Sensibilização em Sustentabilidade

ECOEFICIÊNCIA

Eficiência Energética Uso Racional da Água

Materiais e Processo Produtivos

Compras Sustentáveis

LIDERANÇA

PLANO DE

COMUNICAÇÃO

PLANO DE CAPACITAÇÃO

QUALIDADE

BIOSSEGURANÇA

POLÍTICA

CULTURA

Qualidade de Vida

Mobilidade

Alimentação

Ambiente de Trabalho

GIRS

Gerenciamento

Interno dos Resíduos

Coleta Seletiva

ÉTICA

AGENDA AMBIENTAL

Eixos estratégicos

EIXO ESTRATÉGICO

CAMPOS DE ATUAÇÃO

 

Energia

Água

Materiais e Processos Produtivos

Ecoeficiência

Compras Sustentáveis

 

Mobilidade

Alimentação

Qualidade de Vida

Qualidade de vida no ambiente de trabalho

 

Gerenciamento Interno de

Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos

Resíduos

(Extraordinários, Infectantes, Químicos, Radioativos

 
 

e Recicláveis Perigosos e Não Perigosos)

Coleta Seletiva

Transparência, Comunicação e Sensibilização em

Liderança

Plano de Comunicação

Sustentabilidade

Plano de Capacitações

ECOEFICIÊNCIA

É a forma de gestão que busca aplicar os recursos financeiros com economicidade, atendendo às necessidades humanas, gerando qualidade de vida para a população, através da redução

progressiva dos impactos ambientais das atividades ao longo de seu ciclo de vida, sem ultrapassar

a capacidade de suporte do planeta.

EIXO ESTRATÉGICO

CAMPOS DE ATUAÇÃO

OBJETIVOS

 

Energia

Otimizar o consumo de energia, de forma a reduzir a demanda por esse insumo, sem perder o foco na qualidade/eficiência dos processos e conforto ambiental.

Ecoeficiência

Água

Incentivar o uso racional deste recurso por meio de ações tecnológicas e medidas de conscientização, visando à eliminação do desperdício e redução do consumo.

Materiais e

Racionalizar o consumo e estimular o uso de materiais e processos que sejam menos impactantes ao ambiente e aos trabalhadores

Processos

Produtivos

Compras Sustentáveis

Adquirir produtos e contratar serviços com critérios socioambientais.

QUALIDADE DE VIDA

“A administração pública deve buscar permanentemente uma melhor Qualidade de Vida promovendo ações para o desenvolvimento pessoal e profissional de seus servidores. Para tanto, as instituições públicas devem desenvolver e implantar programas específicos que envolvam o grau de satisfação da pessoa com o ambiente de trabalho, melhoramento das condições ambientais gerais, promoção da saúde e segurança, integração social, desenvolvimento das capacidades humanas, entre outros fatores

(A3P).

EIXO ESTRATÉGICO

CAMPOS DE ATUAÇÃO

OBJETIVOS

 

Mobilidade

Estimular o deslocamento livre, saudável e sustentável

Qualidade de Vida

Alimentação

Estimular a inclusão de alimentos saudáveis e produzidos de forma orgânica nas refeições oferecidas nos restaurantes aos profissionais e

parceiros

Qualidade de vida no ambiente de trabalho

Integrar as ações de biossegurança e saúde do trabalhador aos princípios da Gestão Sustentável.

GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

“É o processo de planejar, implementar e avaliar medidas sanitárias em relação aos resíduos sólidos que contemplem a sua geração, minimização, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento, disposição final, vigilância e controle, visando a proteção da saúde pública e do meio ambiente.(RDC 306/04)

EIXO ESTRATÉGICO

CAMPOS DE ATUAÇÃO

OBJETIVOS

Gerenciamento Integrado de

Gerenciamento Interno de

Reduzir o volume de resíduo gerado através do uso racional de produtos e materiais minimizando a pressão sobre os recursos

Resíduos

naturais e encaminhar, após segregação, à

Resíduos Sólidos

destinação final adequada, minimizando os riscos à saúde e ao ambiente.

(Extraordinários, Infectantes, Químicos, Radioativos e

 

Promover o descarte seletivo dos resíduos reduzindo o volume destinado aos aterros, através do direcionamento para reutilização ou reciclagem.

Recicláveis

Coleta Seletiva

Perigosos e Não Perigosos)

TRANSPARÊNCIA, COMUNICAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE

A saúde ambiental deve ser priorizada como base do planejamento institucional, sendo o apoio da alta direção essencial para a implantação e manutenção das políticas ambientais. Nesse processo, a transparência e publicização das políticas devem ser apoiadas em um plano de comunicação e sensibilização de todo o público alvo para a difusão da informação e do conhecimento visando à incorporação de novos valores a cultura organizacional, a construção de competências e responsabilidades e a melhoria contínua das ações de sustentabilidade.

e a melhoria contínua das ações de sustentabilidade. EIXO ESTRATÉGICO CAMPOS DE ATUAÇÃO OBJETIVOS

EIXO ESTRATÉGICO

CAMPOS DE ATUAÇÃO

OBJETIVOS

EIXO ESTRATÉGICO CAMPOS DE ATUAÇÃO OBJETIVOS Transparência, Comunicação e Sensibilização em

Transparência, Comunicação e

Sensibilização em Sustentabilidade

Comunicação e Sensibilização em Sustentabilidade Liderança Priorizar a saúde ambiental como base do

Liderança

Priorizar a saúde ambiental como base do planejamento institucional.

a saúde ambiental como base do planejamento institucional. Plano de Comunicação Sensibilizar e informar aos

Plano de Comunicação

Sensibilizar e informar aos profissionais sobre sua responsabilidade na Gestão Sustentável e publicizar as ações da

Comissão de Gestão Sustentável.

publicizar as ações da Comissão de Gestão Sustentável. Plano de Capacitações Aprimorar o conhecimento e difundir

Plano de Capacitações

Aprimorar o conhecimento e difundir a informação entre os profissionais,

visando à melhoria contínua das ações

de sustentabilidade.

A COMISSÃO DE GESTÃO SUSTENTÁVEL

E A EQUIPE DE COMPRAS

Equipe multidisciplinar

Apoio Técnico

DE COMPRAS  Equipe multidisciplinar  Apoio Técnico necessidades + critérios ambientais

necessidades + critérios ambientais

multidisciplinar  Apoio Técnico necessidades + critérios ambientais gestaosustentavel@ensp.fiocruz.br 2598-2393

Agenda Ambiental da ENSP

Liderança

Agenda Ambiental da ENSP Liderança Priorizar a saúde ambiental como base do planejamento i n s

Priorizar a saúde ambiental como base do planejamento

institucional

Comunicação e Capacitação Sensibilizar, informar e criar competências aos profissionais da ENSP

Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho

Integrar as ações de biossegurança e saúde do trabalhador Alimentação Induzir a utilização nos restaurantes de alimentos

saudáveis e produzidos de forma orgânica

Água

Eliminar o desperdício e reduzir o consumo

Resíduos Reduzir, separar e dispor de forma correta todos os resíduos

Energia Reduzir o consumo através de ações de eficiência energética

Materiais e Processos Produtivos Racionalizar o consumo e estimular o uso de materiais e processos que sejam menos impactantes ao ambiente e aos trabalhadores

Compras Adquirir produtos e contratar serviços com critérios socioambientais Mobilidade Estimular o deslocamento livre, saudável e sustentável