Sei sulla pagina 1di 4
 

SÉRie

Rumo ao ITA – Nº 05

P ROFeSSOR ( a ) M ARCELO M ENDES S eDe  

PROFeSSOR(a)

MARCELO MENDES

SeDe

 
 

ALUNO(a)

 

 
 

TURMa

TURNO

DaTa

 

/

/

ENSiNO

P-UNIVERSITÁRIO

TC

MATEMÁTICA

Determinantes I

P RÉ -U NIVERSITÁRIO TC M ATEMÁTICA Determinantes I Regras práticas • Determinante de ordem 2
P RÉ -U NIVERSITÁRIO TC M ATEMÁTICA Determinantes I Regras práticas • Determinante de ordem 2

Regras práticas

• Determinante de ordem 2

a a 11 12 = a a a 11 a 22 a 12 a 21
a
a
11
12
=
a
a
a 11
a 22
a 12
a 21
21
22
+
• Determinante de ordem 3 (Regra de Sarrus)
a
a
a
a
11
12
a 13
11
12
a
a
a
a
=
21
22
a 23
21
22
a
a
a
a
31
32
a 33
31
32
+
+
+

= a 11 a 22 a 33 + a 12 a 23 a 31 + a 13 a 21 a 32 a 13 a 22 a 31 a 11 a 23 a 32 a 12 a 21 a 33

Cofator

Se A = (n 11 ) então A 11 = 1 (cofator de elemento a 11 ) Se A é matriz quadrada de ordem n 2 então

A ij = (–1) i + j × D ij , onde D ij

é o determinante que se obtém

de M suprimindo a linha i e a coluna j .

Teorema de Laplace

O determinante de uma matriz quadrada é igual à soma

dos produtos dos elementos de uma fila qualquer pelos respectivos

cofatores.

Propriedades

I. Determinante igual a zero

O determinante de uma matriz quadrada é igual a zero se

a matriz possui:

a) uma fila nula.

b) duas filas paralelas iguais.

c) duas filas paralelas proporcionais.

d) uma fila que é combinação linear das outras filas paralelas.

II. Determinante não se altera

O determinante de uma matriz quadrada não se altera se:

a) trocarmos ordenadamente linhas por colunas (det M = det M t ).

b) somarmos a uma fila uma combinação linear de outras filas paralelas (Teorema de Jacobi).

III. Alteração no determinante

O determinante de uma matriz quadrada de ordem n altera-se:

a) trocando de sinal, quando duas filas paralelas trocam de lugar entre si.

b) ficando multiplicado por α, quando os elementos de uma fila são multiplicados por α.

c) ficando multiplicado por α n quando a matriz é multiplicada por a, ou seja: det (αA) = α n det A, onde n é a ordem da

matriz.

Observação:

Entende-se por fila qualquer linha ou coluna de uma

matriz.

IV. Propriedades complementares

a) Teorema de Binet Sendo A e B matrizes quadradas de mesma ordem, então:

det(A × B) = detA × detB

b) Quando todos os elementos acima e/ou abaixo da diagonal principal forem zeros, o determinante será o produto dos elementos da diagonal principal.

a 0 0 0 x b 0 0 y z c 0 m n p
a
0
0
0
x
b
0
0
y
z
c
0
m
n
p
d

= a bcd

V. Adição de determinantes

Se M e M’ são matrizes, de ordem n, idênticas exceto na i-ésima linha, então detM’’ = detM + detM’, onde M’’ é uma matriz de ordem n idêntica às matrizes M e M’, exceto na sua i-ésima linha, que é obtida somando-se as i-ésimas linhas de M e M’.

que é obtida somando-se as i-ésimas linhas de M e M’. Exercícios 01. (UFSE) O determinante

Exercícios

01. (UFSE) O determinante é igual a: da matriz A = (a ij ) 3
01.
(UFSE) O determinante
é igual a:
da
matriz A = (a ij ) 3 × 3 , onde ay = 2 i – j ,
A)
–12
B) –8
C)
0
D) 4
E)
6
a a
a
a
02. Mostre que
b
b
b
a a a(b − a) ( c − b ) ( d − c ) .
=
b
c
c
a b
c
d
3
a b
c
1 a
2 a
2
2
3
03. Prove que
a 2
b
c
=
1 b
2 b
.
bc ca ab
3
1 c
2 c
1 1
1
1
04. Verifique que
1
1
+ x
1
1
= xyz.
1 1
1
+ y
1
1 1 + z
1
1
05. Seja a matriz A
=
[a
]
A matriz
B
é obtida de
A ,
n .
multiplicando-se, nesta, cada elemento a ij por k i – j , k ∈ R *.
Demonstre que det B = det A.
ij
n
×
Gabarito – Determinantes I
01
02
03
04 05
C
– –

Demonstração

OSG.: 60672/12

TC – MaTeMáTiCa

Sistemas Lineares

TC – M aTeMáTiCa Sistemas Lineares Matriz Inversa I Definição M – 1 é a inversa
TC – M aTeMáTiCa Sistemas Lineares Matriz Inversa I Definição M – 1 é a inversa

Matriz Inversa I

Definição

M 1 é a inversa de M se, e somente se, M M 1 = M 1 M = I n.

Propriedades

I. A 1 é única

II. (A 1 ) 1 = A

III. (A B) 1 = B 1 A 1

IV. (A t ) 1 = (A 1 ) t

V.

1

=

1

de t A

det A

Teorema de Cauchy

A soma dos produtos dos elementos de uma fila qualquer

de uma matriz M, ordenadamente, pelos cofatores dos elementos de uma fila paralela, é igual a zero.

Matriz Adjunta (A)

É definida como sendo a transposta da matriz N dos

cofatores, ou seja, A = N t .

Propriedade A · A = A · A (det A) · I n.

Teorema

1 − 1 A = ⋅ A . det A Corolário: ∃ A –1 ⇔
1
− 1
A
=
⋅ A .
det A
Corolário: ∃ A –1 ⇔ det A ≠ 0.
Observação:
1
− 1
a
=
A
,
i
,
j
ij
ji
det A
Exercícios
 1
2
− 1 
01. (ITA) Sendo
A =  0
− 3
2
 , então o elemento da terceira
 3
− 1
− 2 

linha e primeira coluna, de sua inversa, será igual a:

A) 5 8

9

11

2

13

6

11

1

13

B)

D)

C)

E)

02.

(EN) Dadas as matrizes: A =

4

2

3

1

e B

 1  1  4 = , então a    1 
1
1
4
= , então a
1
 −
2
4

soma da matriz inversa de A com o dobro da matriz transposta de B é:

03.

04.

A)

C)

 7  0  2     1 2   
7
0
2
1
2
2
 1
1
2
2
4
0  
 3 1  −  4 6 B)     5 
 3
1 
4
6
B)
5
5 2
 0
1 
D)
 3
2 

A)

B)

Mostre que se uma matriz é inversível, então o seu determinante é diferente de zero.

Calcule o determinan te da inversa da matriz

 2 − 1 1  P =   2 1 − 1 
2
− 1
1
P =
2 1
− 1
.
0
2
2
(Mack) Se detA = 5 e A

1

=

 4  a    2  − 5 1   
 4
a
2
 − 5 1
5
5 

então a é igual a:

A)

C)

E)

8

5

1

5

2

5

05. (Mack) Seja A =

0

0 1

1

B) 0

D)

3

5

. Então (A + A 1 ) 3 é igual a:

06.

07.

08.

A) matriz nula de ordem 2.

B) matriz identidade de ordem 2.

C) 2 A

D) 2 7 A

E) 8A

(IME) Determine uma matriz não singular P que satisfaça à equação matricial.

1

P

1

A =

6

0 0 1

, onde

A =

1

5

2

4

1

2 3

1

0 3

Sendo A = 4

2

1

, obter o elemento a 23

1

da matriz inversa

de A .

(IME) Uma matriz quadrada é denominada ortogonal quando a sua transposta é igual a sua inversa. Considere essa definição,

determine se a matriz [R], abaixo, é uma matriz ortogonal, sabendo-se que n é um inteiro e α é um ângulo qualquer.

Justifique sua resposta.

[

R

] =

co s(


sen(

n

n

0

α

α

)

)

sen (

cos(

n

0

n

α

)

α

)

0

0

1

09.

(UFC) Sejam A, B e A + B matrizes n × n (n 1) invertíveis. Encontre uma expressão para (A 1 + B 1 ) 1 em termos de A, (A + B) 1 e B.

uma expressão para (A – 1 + B – 1 ) – 1 em termos de

2

OSG.: 60672/12

TC – MaTeMáTiCa

10. (ITA) Julgue: Sejam A, B e C matrizes quadradas

n × n tais que A e B são inversíveis e ABCA = A t , então detC = det(AB) 1 .

11.

(ITA) Julgue: Sejam m e n números reais com m n e as

matrizes: A =

1

. Sabendo que a matriz mA

+ nB não é inversível, então m e n possuem sinais contrários.

2

3

1

5

,

B =

0

1

1

 

Gabarito – Matriz Inversa I

 

01

02 03

04 05

 

06 07

 

08 09

10 11

 

0

 

V

* F

 

* *

 

* V

– Demonstração

* 06:

1 / 6

5 /

6

2

4

Anotações

Anotações

AN – 18/08/12 – Rev.: T ony

* 06:  1 / 6   5 / 6 − − 2  

3

OSG.: 60672/12

TC – MaTeMáTiCa

TC – M aTeMáTiCa 4 OSG.: 60672/12
TC – M aTeMáTiCa 4 OSG.: 60672/12

4

OSG.: 60672/12